27-05-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

Natural da Margem Sul do Tejo, é no país da cidade maravilhosa que faz vida há 10 anos. Começou a sua carreira na música com oito anos de idade, a estudar piano, tocou numa banda de baile, mas rapidamente percebeu que o "bailinho" era outro, com acordes mais eletrónicos e decibéis muito mais altos. Rui Oliveira é o rosto do projeto Paranormal Attack, que está comemorar 15 anos de existência. Nesta entrevista exclusiva ao Portal 100% DJ, ficámos a conhecer as suas influências e algumas novidades musicais, como foi a sua passagem pelo Festival Tomorrowland Brasil e quais os seus próximos projetos.
 
 
A música fez parte da tua infância. Estudaste piano, tocaste numa banda de baile e aos 20 anos começaste a produzir música eletrónica. Conta-nos como foi essa mudança da música de baile para a eletrónica.
Na verdade sempre odiei música de baile mas era uma boa fonte de dinheiro e dava-me tempo para poder produzir enquanto Paranormal Attack durante a semana. Sempre fui fã de Rock e Metal, nem prestava muita atenção ao som eletrónico até ao dia em que fui a uma rave e apaixonei-me completamente. Comecei logo a descobrir como se fazia aquilo. Os conhecimentos que tinha de música ajudaram-me muito na produção!
 
Na produção musical quais são as tuas influências?
No trance a minha maior influência sempre foi Skazi, além de ser como um irmão para mim também foi ele que me ajudou muito no início da carreira. No geral o meu produtor preferido é o Rob Swire dos Pendulum/Knife Party.
 
Já lançaste uma faixa em conjunto com os Karetus. Com que outros artistas portugueses gostarias de colaborar?
Os Karetus são grandes amigos meus e grandes produtores. Estou a terminar uma colaboração com os Ninja Kore e gostaria de fazer algumas coisas diferentes no mundo Pop também. Estou também a preparar uma colaboração com os Pratta.
 
Faz dois anos que fundaste a editora Fxxk Tomorrow. Como surgiu essa ideia e que balanço fazes da mesma?
Quando tive a ideia de criar a editora foi com o intuito de ter liberdade para lançar a minha música quando quisesse sem ter que esperar por agendas de outras editoras. As coisas foram crescendo e comecei a receber muitas demos e os planos foram sendo maiores. Já lançámos músicas de vários artistas, vários estilos e conseguimos alcançar alguns Top 100 no Beatport. Recentemente começámos a fazer eventos e temos grandes planos para Portugal a partir do próximo ano, que em breve serão revelados. Mas esperem grandes noites no nosso país.
 
Como vês a cena Trance tanto em Portugal como no Brasil?
São cenas muito diferentes. O Brasil devido ao tamanho do país e também ao tamanho a que o Trance chegou os eventos são mega produções com milhares de pessoas. E também o público é mais quente e mostra mais o quanto gostam do DJ. Já Portugal tem uma cena mais tradicional, mais underground e mais pequena e as pessoas são um pouco mais introvertidas. Mas amo os dois países. Cada um com as suas particularidades.
 
O ano passado tiveste uma atuação no Tomorrowland Brasil. Como foi essa experiência?
Foi uma experiência maravilhosa, poder estar num evento desses é o sonho que qualquer DJ provavelmente tem. Lembro-me que até chorei de felicidade no dia que saiu o meu nome no line-up. Foi uma emoção enorme.
 
Que diferenças encontras entre o público português e o brasileiro?
Como já disse, acho que a maior diferença é mesmo a reacção do público quando ouvem a minha música. Os dois países gostam muito do som mas no Brasil as pessoas gritam, pulam, levam placas com o meu nome, bandeiras de Portugal, etc. Em Portugal o público preocupa-se mais com a experiência de cada um durante o set. Dançam muito mas são mais contidos. Mas isto é uma coisa do Trance, porque vejo que noutro tipo de eventos o público português é bastante animado também.
 
No início do mês tiveste uma atuação na Costa de Caparica, margem do Tejo que te viu crescer. Como foi esse regresso? Pode-se afirmar a velha máxima de que "o bom filho à casa torna"?
Foi muito boa a festa, grande ambiente e o local escolhido foi muito bom também. Isto foi só o começo de uma caminhada que estamos a planear. Grandes notícias estão a caminho. Fico muito feliz de voltar ao meu país depois de estar 10 anos no Brasil.
 
O que representou para ti a entrada direta para o TOP 30 de 2016 levado a cabo pelo Portal 100% DJ?
Foi outra grande surpresa para mim e fiquei muito feliz com isso. O país onde nasci reconheceu o meu trabalho e consegui um 19.º lugar. Muita gente que não me conhecia ficou a conhecer e os que conheciam se calhar passaram a respeitar mais o meu trabalho. Espero que este ano suba mais umas posições nesse ranking.
 
Quais são os teus projetos musicais a curto e médio prazo?
Este ano vou lançar o álbum de 15 anos do projeto com 15 músicas e tenho algumas colaborações para sairem também em labels mais comerciais. Temos também grandes planos para eventos da Fxxk Tomorrow em Portugal.
 
E por último, a pergunta da praxe. Que mensagem queres deixar aos teus fãs/seguidores?
Quero agradecer a todos por me proporcionarem a vida que eu escolhi. Poder fazer aquilo que se ama é uma grande vitória na nossa vida. Nunca desistam dos vossos sonhos. Por vezes demoram a chegar mas o que é nosso está guardado e então a nossa hora sempre chega. Um abraço gigante a todos! Amo vocês!
 
Publicado em Entrevistas

 

O projeto lei que foi aprovado no passado mês de novembro, pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados do Brasil, que regulamentava a profissão de DJ, foi vetada pela presidente Dilma Rousseff.
 
Este novo projeto exigia um certificado de curso profissional para obter o registo no Ministério do Trabalho e estabelecia 6 horas diárias e 30 horas semanais de trabalho, além de alguns limites a DJs estrangeiros.
 
Esta foi a segunda vez que o projeto de lei foi vetado. A presidente brasileira Dilma Rosseff afirmou que a Constituição assegura o livre exercício da profissão de DJ e que a imposição de restrições deve ser feita apenas quando existir a possibilidade de dano à sociedade.
 
Publicado em Mix
Steve Aoki, David Guetta, Hardwell e Armin van Buuren são alguns dos artistas da primeira fase, confirmados hoje pela organização do Tomorrowland Brasil. A edição carioca de um dos maiores festivais de música eletrónica vai decorrer de 1 a 3 de maio, em São Paulo.
 
Os brasileiros Alok, Ftampa e Gui Boratto também irão estar presentes no Tomorrowland, que promete escrever um “novo capítulo no ‘The Book Of Wisdom’”.
 
Confere abaixo o cartaz completo:

 

 

 

Publicado em Tomorrowland
Um dos maiores festivais de música do Brasil e chega este ano a Portugal. O Villamix Festival é conhecido pela sua diversidade de música brasileira no cartaz e vai decorrer na Altice Arena, em Lisboa, no dia 6 de outubro.
 
As primeiras confirmações para a edição portuguesa são Alok, Jorge & Mateus, Wesley Safadão e MC Kevinho, num evento que tem a duração de 10 horas. 
 
O Villamix Festival conta já com 7 anos de sucessos, tendo uma média de 30 edições por ano em 24 cidades brasileiras diferentes. Ao todo, já recebeu mais de 2 milhões de pessoas e foi certificado no Guinness World Records por ter o maior palco do mundo.
 
Esta é a primeira internacionalização do festival e para Marcos Araújo, diretor do evento, “fazia todo o sentido ser o país irmão do Brasil a porta de entrada no Villamix Festival na Europa. Há uma proximidade de língua, culturas e Lisboa é hoje um dos mais reconhecidos destinos turísticos e residenciais não só para brasileiros como para muitos outros países”.
 
Os bilhetes vão estar disponíveis a partir do dia 1 de junho na Blueticket, entre os 35 e os 120 euros.
 
Publicado em Festivais
No próximo dia 2 de março, o Pavilhão 1 da FIL, em Lisboa, será transformado num gigante "Sambowdromo do Brasil". Elrow regressa a Lisboa e traz consigo a temática ideal para celebrar a época carnavalesca ao som da melhor música eletrónica. Esta será a segunda vez que este tema é realizado no nosso país, sendo que a primeira aconteceu em 2017 no The BPM Festival, na edição do Algarve.

O line-up será divulgado nos próximos dias, no entanto, em 2018, a cabine em Elrow, no Centro de Congressos de Lisboa, contou com Paco Osuna, Paul Ritch, os residentes Elrow Toni Varga e Tini Gessler e, ainda, os nacionais Frank Maurel, John E b2b Glove. Os bilhetes já podem ser adquiridos no site do evento pelo preço de 30 euros.

A "festa mais louca do mundo" - Elrow, teve o seu início em Viladecans, cidade próxima de Barcelona e rapidamente se internacionalizou ao passar por locais como Dubai, Nova Iorque, Ibiza, Istambul ou Amesterdão.
 
 
Nota de redação 21/01/2019: atualizado o preço dos bilhetes, uma vez que o primeiro lote já esgotou.
Publicado em Eventos
Pela primeira vez em 26 anos de história, a organização do Rock in Rio anuncia que está em negociações com patrocinadores e artistas para a realização do sétimo dia de evento, previsto para 29 de Setembro.
A decisão foi tomada devido ao sucesso da venda oficial de bilhetes, que terminou em apenas quatro dias, e atende a um pedido do prefeito Eduardo Paes e ao grande volume de solicitações dos fãs, que se mobilizaram na internet após os bilhetes esgotarem — no total, o evento tem cerca de 800 mil seguidores.

Os números das redes sociais do Rock in Rio são impressionantes – o evento é hoje o maior festival de música nas redes. Durante a venda de bilhetes, 94 países consultaram o site para obter mais informações. O site brasileiro soma, desde o seu lançamento, 13,668,832 milhões de visitas, 7,004,660 milhões de visitantes únicos e 48,496,220 milhões de pageviews. No Twitter, o Rock in Rio tem um total de 212.671 seguidores. Já o Facebook atingiu a marca de 585.413 fãs.

A procura de bilhetes para o Rock in Rio 2011 surpreendeu até mesmo os organizadores do evento, que não esperavam uma procura tão grande e filas enormes. A venda oficial para a edição de 2011 teve início no dia 7 de Maio e encerrou três dias depois. Somando a venda do Rock in Rio Card – o lote de 100 mil bilhetes acabou em apenas 21 dias, em Novembro, com menos de 10% da programação anunciada – e a pré-venda do Itaú – o patrocinador principal do evento concedeu alguns benefícios para os seus clientes antes da venda oficial –, em menos de 60 dias, o Rock in Rio 2011 vendeu os 600 mil bilhetes disponíveis para os seis dias de evento.

Para o sétimo dia, a organização informa que ainda não há bandas confirmadas. O Rock in Rio é o maior evento de música e entretenimento do mundo por proporcionar experiências além da música, com este novo parque temático que chega ao Brasil pela primeira vez. A nova data, caso seja confirmada, será completa, como os restantes dias de evento - Palco Mundo, Palco Sunset, Eletrónica, Rock Street, além do Shopping Village e das restantes atracções (Roda-Gigante, Kaboon, Montanha-Russa e Slide).
 
Publicado em Rock in Rio
domingo, 02 março 2014 23:53

Tomorrowworld estuda edição no Brasil

No início de fevereiro o festival belga Tomorrowland viu 360 mil ingressos, para dois fins-de-semana, esgotarem em menos de uma hora prometendo a maior edição de sempre. No passado mês de setembro, o evento saíu pela primeira vez do espaço que o viu nascer, com uma edição internacional, intitulada "TomorrowWorld" que levou 150 mil festivaleiros a Chattahoochee Hills, nos Estados Unidos. Esse gigantesco sucesso está a levar a organização a estudar novas localizações para o festival.
 
Em 2013 os irmãos Manu e Michael Beers, responsáveis da ID&T, empresa tutora do Festival Tomorrowland, deram uma entrevista para o De Tijd, um jornal de finanças da Bélgica, onde falaram sobre os planos de implementar o Tomorrowland em todos os continentes. Esse mesmo jornal informou recentemente que os cérebros máximos da ID&T estão a projetar a possibilidade de realizar uma edição no país da cidade maravilhosa.
 
Entretanto e sem querer desvendar pormenores, ao mesmo jornal belga, a porta-voz da produtora, Debby Wilmsen referiu "Estamos a procurar países noutros continentes para uma expansão internacional do evento. Uma boa localização e a combinação do time ideal são condições essenciais para a realização do evento".
 
Recorde-se que o ano passado e sete meses após os comentários sobre a expansão do evento, o TomorrowWorld foi realizado em Chattahoochee Hills, na Georgia (Estados Unidos), local que também irá receber a segunda edição este ano, nos dias 26, 27 e 28 de setembro.
 
Publicado em Tomorrowland
A Corrida das Cores que decorreu no passado domingo em Vitória, no Brasil, ficou marcada pela presença de uma "atleta" bastante especial, imparável ao som do set da DJ Jess Benevides que captou o momento em que Aleide Tebaldi, de 92 anos, faz furor na frontline, aquando uma colorblast - altura em que o público faz uma contagem decrescente e atira pó colorido para o ar, criando uma nuvem gigante de várias cores.

O vídeo, publicado no Instagram da DJ, já se tornou viral e conta com mais de 48 mil visualizações e outras tantas partilhas, uma vez que são raras imagens como estas.

"No meio da festa, após a chegada dos atletas, vi aquela senhora com uma bolsinha, uma blusa de oncinha, a dançar super animada e pedi ao meu namorado para fazer um vídeo. Todos estavam encantados com a animação dela. Acredito que ela estava a passar pelo local, viu a festa e acabou por participar" conta a DJ ao jornal brasileiro Gazeta, recordando um momento inesquecível, o qual podes conferir em baixo.
 
 
Publicado em Mix
segunda, 31 janeiro 2011 22:06

Brasil: Rock In Rio 2011 anuncia nomes pop

O público que comparecer ao primeiro dia do Rock in Rio terá a oportunidade de ver quatro das maiores estrelas da cena pop internacional. No dia 23 de Setembro, o Palco Mundo recebe o ícone britânico Elton John, as novas divas Katy Perry, dos Estados Unidos, e Rihanna, de Barbados – ambas vão actuar pela primeira vez no Brasil –, e a brasileira Claudia Leitte. Para ficar informado sobre a próxima edição do evento pode aceder ao site e às redes sociais do Rock in Rio, como o Twitter (mais de 121 mil seguidores), Facebook (112 mil fãs) e Orkut (40 mil membros), entre outras.
 
Com cada dia destinado a um estilo, o Rock in Rio é um evento para todas as tribos. A lista de nomes já confirmados pela organização para o Palco Mundo inclui: Red Hot Chili Peppers, Coldplay, Snow Patrol, Stone Sour, Metallica, Motörhead, Slipknot, Coheed and Cambria, Capital Inicial, Skank e NX Zero. Já o Palco Sunset, que receberá todos os dias quatro encontros especiais entre artistas consagrados e novos nomes da música brasileira e internacional, tem confirmados nomes como Erasmo Carlos e Arnaldo Antunes, Sepultura, Angra, Tulipa Ruiz, Cidadão Instigado, Marcelo Camelo, Orkestra Rumpilezz e Céu.
 
Novas atracções serão divulgadas em breve, reunindo mais uma vez os maiores nomes do rock e do pop mundial ― brasileiros e estrangeiros, clássicos e contemporâneos ―, no maior evento de música e entretenimento do mundo. Serão 14 horas de festa por dia, com concertos no Palco Mundo, Sunset, Eletrónica, Rock Street, e ainda roda-gigante, montanha russa, free fall, slide, um shopping com 30 lojas, entre muitas outras novidades que transformarão a Cidade do Rock num verdadeiro parque de diversões para todas as idades.
Publicado em Rock in Rio
A Cerveja Sagres está a convidar todos os portugueses a assistirem em direto aos jogos da Seleção Nacional, durante o Mundial 2014 que se realiza no Brasil, nos três Estádios Sagres, em Lisboa, Braga e Faro.
 
O Estádio Sagres de Faro abre as portas dia 6, enquanto que os de Lisboa e Braga são inaugurados no dia 12 de junho. A entrada é gratuita, e todos os adeptos da Seleção Nacional vão assim poder assistir, através de ecrãs gigantes, aos jogos do Campeonato Mundial de Futebol.
 
No espaço irá haver ainda muita animação, música e outras surpresas para todos os adeptos de futebol.
 
Publicado em Marcas
Pág. 1 de 6
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.