22-01-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

Tal como aconteceu com o aftermovie do festival Tomorrowland belga deste ano, o nosso país voltou a estar representado no filme “This Was Tomorrow”, que retrata as três edições deste ano (Bélgica, Brasil e Estados Unidos da América), através do grupo Tomorrowland Crew Portugal.
 
O filme, que estreou no passado dia 26 de novembro, na Bélgica, demonstra todos os pormenores vividos não só pelos festivaleiros como também pelos artistas, durante os dias dos festivais Tomorrowland e TomorrowWorld. No “This Was Tomorrow” são ainda destacadas várias histórias do “People Of Tomorrow” dos quatro cantos do mundo, com um lado emotivo e que retrata o verdadeiro espírito do festival.
 
Um grande grupo de portugueses destaca-se a meio do filme (minuto 29:45), representados com várias bandeiras portuguesas e com o Main Stage como pano de fundo. Laetitia Esteves, fundadora da Tomorrowland Crew Portugal afirmou em exclusivo ao Portal 100% DJ que “a sensação é indescritível. Conseguir estar no aftermovie e no filme no mesmo ano era algo impensável. Desde 2013 que tínhamos o desejo de deixar a nossa marca, a marca do nosso país na história do Tomorrowland e este ano conseguimos em dose dupla. Sem dúvida que ficámos muito felizes, e, acima de tudo bastante emocionados. Só nos dá vontade e força para continuar. Foi a primeira vez que Portugal apareceu desta forma num aftermovie do Tomorrowland - fizemos história! Num curto espaço de tempo, muita coisa aconteceu e sem dúvida que isto foi o auge de todo o nosso percurso. Só nos resta agradecer a todos que nos acompanham, aos mais de 10 mil seguidores e claro, ao meu grande amigo Pete Tha Zouk por todo o apoio que nos tem dado”.
 
FTampa, Afrojack, Dimitri Vegas & Like Mike, NERVO, Steve Angello, David Guetta, Steve Aoki, Armin van Buuren, Tiesto, Dave Clarke, Yves V, Richie Hawtin, Pete Tong e Hardwell são alguns dos artistas que deixam o seu testemunho acerca das edições deste ano do Tomorrowland, ao longo deste filme agora divulgado.
 
“É uma revolução”, diz Armin van Buuren sobre o festival, comparando-o ainda ao famoso Woodstock, enquanto que Steve Angello confessa que o Tomorrowland Brasil foi o melhor até ao momento. O mau tempo que levou ao cancelamento do último dia do TomorrowWorld também pode ser observado em alguns planos.
 
“This Was Tomorrow” está disponível gratuitamente até ao próximo dia 14 de dezembro, no site oficial do Tomorrowland ou no canal do festival no Youtube.
 
{youtube}xFgAOXTWDD0{/youtube}
Publicado em Tomorrowland
O Ultra Music Festival (UMF) regressa à baixa de Miami pela 18ª vez consecutiva nos próximos dias 18, 19 e 20 de março. É um dos festivais de música eletrónica mais famosos, reconhecidos e desejados a nível internacional, com um cartaz de luxo e repleto de novidades a cada ano que passa.
 
Este ano o cartaz é composto por nomes como Blasterjaxx, Don Diablo, Alok, Dyro, Julian Jordan, Afrojack, Carl Cox, Dash Berlin, deadmau5, Kygo e o português Diego Miranda que se estreia no UMF no Stage7.
 
Para quem não tem oportunidade de se deslocar, existem as habituais transmissões em direto através da internet, que deixam os fãs do evento literalmente colados ao ecrã durante várias horas. O livestream da edição deste ano já foi anunciado, através de um video que tem como protagonista Hardwell e o seu cão Jager van de Corput. A transmissão em direto vai ter início a 18 de março e prolonga-se durante os dois dias seguintes.
 
 
A exemplo do ano passado, o Portal 100% DJ esteve à conversa com vários amantes da música eletrónica que já embarcaram no avião com destino a Miami, para viver e experienciar toda a magia do UMF e da Miami Music Week.
 
João Santos é natural de Sintra, tem 22 anos e vai pela primeira vez ao festival. Com expectativas “muito elevadas”, pretende ver bem de perto artistas como The Prodigy, Yellow Claw, Andrew Rayel, e deadmau5. “Para mim existem dois festivais de música eletrónica no mundo: Tomorrowland (Bélgica) e UMF (Miami). O resto é cópia. Uma vez que já fui ao Tomorrowland, falta-me o UMF para cumprir o meu sonho. Não podia estar mais feliz!”, confessa o jovem ao Portal 100% DJ. As suas preferências recaem sobre Pete Tha Zouk e Massivedrum, quando questionado sobre os artistas nacionais que gostaria de ver no "UMF". Na mala de viagem leva a bandeira de Portugal, t-shirt da "Tomorrowland Crew Portugal", protetor solar e calçado confortável. Na opinião do português, no nosso país falta um festival “grandioso”, uma vez que estão reunidas todas as condições tais como “espaço, sol e cerveja”. “Bastava um espaço cuidado e um cartaz competitivo! As pessoas vinham de todo o lado. Vejam o exemplo do Tomorrowland”, diz. Uma vez que ir ao "UMF" não é um investimento barato, o jovem admite que “não foi nada fácil arranjar todo o dinheiro necessário” e teve de “fazer uma espécie de contrato” consigo mesmo: todos os meses, levantava uma quantia certa de dinheiro. O bilhete e os voos foram planeados com alguma antecedência “para garantir os melhores preços”.
 
 
Uma das representantes do sexo feminino português é Susana Coelho, de 35 anos, que partiu diretamente de Boliqueime para Miami pela primeira vez. Apesar de já ter estado presente em alguns festivais, “as expectativas são as mais altas possíveis” e nem as consegue exprimir por palavras. Em Portugal, Susana afirma que existem “excelentes profissionais e pessoas super talentosas” que poderiam subir a um dos palcos do "UMF", como vai acontecer com Diego Miranda. Sapatos e roupa confortável “para dançar e pular todos os segundos do festival”, máquina fotográfica “para poder reviver em Portugal os grandes momentos” e a bandeira nacional são alguns dos objetos que leva na bagagem. Para viajar até Miami, a algarvia realizou algumas poupanças mas afirma que “com algum esforço todos os meses, 'grão a grão' consegue-se. Quando colocamos metas e objetivos, tudo se consegue!”. Um dos conselhos que deixa a quem pretende ir ao "UMF" no futuro é comprar as viagens e bilhetes bastante tempo antes, uma vez que o preço é mais acessível e “não custa tanto, porque os pagamentos são faseados ao longo do ano”.
Hardwell, Armin van Buuren e Steve Angello são os artistas que deseja ver com mais atenção em Miami. “Já que temos tanto turismo, praia e clima fantásticos, porque não sermos conhecidos também por festivais brutais e controlados”, que ao mesmo tempo atraem “mais pessoas a virem conhecer o nosso país?”, questiona Susana deixando a sugestão para a realização de um grande festival em Portugal.
 
 
Tiago Rodrigues tem 27 anos e vive em Issy-les-Moulineaux, em França, de onde partiu em direção ao Ultra Music Festival pela primeira vez. O português não vive de ilusões e vai para Miami com o objetivo de “ver para crer”, toda a grandiosidade do festival de música eletrónica. Apesar de não estar presente atualmente em Portugal, Tiago não foge às suas origens e destaca Pete Tha Zouk como o artista nacional que gostaria de ver num palco do Ultra Music Festival. Na sua mala de viagem, além de todos os objetos essenciais, o português garante que não se vai esquecer da sua garrafa de whisky. Relativamente a Portugal, Tiago afirma que “a nível de festivais, não estamos mal servidos” e que não tem “razão de queixa” quando questionado a respeito do investimento feito para viajar até ao Ultra. Nos seus planos, a atuação de Martin Garrix será imperdível.
 
 
Residente em Leiria, Zé Manel leva as suas expectativas para Miami “muito altas, visto que o line-up está muito bom”. Em Portugal, considera que existem ótimos DJs como o Kura, afirmando que seria “muito bom” vê-lo atuar neste Festival. A câmara GoPro, carteira, bilhete do festival, bandeira de Portugal e da marca Armin van Buuren Intense são alguns dos objetos que irão consigo para Miami. “Infelizmente Portugal precisa de um festival a sério”, afirma Zé Manel ao Portal 100% DJ, poucos dias antes de embarcar no avião com destino aos Estados Unidos da América. Para esta viagem, o português admite que é fácil: “Basta querer. Lutei para ir, pois é complicado devido aos salários baixos que se recebe em Portugal”. Entre os artistas que pretende assistir estão deadmau5, Armin van Buuren e Tiesto.
 
 
Daniel Reis tem 28 anos e vive na Cordinhã (Coimbra). Esta vai ser a sua estreia no Ultra, juntamente com o seu irmão. As suas expectativas são “muito grandes” e consigo leva a bandeira de Portugal, uma “peça fundamental”, tal como o bilhete pois “sem ele não há festa”. Pete Tha Zouk seria a sua escolha nacional para estar presente no cartaz do UMF, se o português fizesse parte da equipa de organização do festival. A atuação dos The Prodigy é uma das mais esperadas por Daniel, que certamente irá assistir bem de perto, uma vez que para realizar esta “viagem de sonho para um festival único” teve “dois anos a juntar dinheiro”. Em relação ao facto de Portugal vir a receber no futuro um evento como o Ultra Music Festival, o jovem confessa que o território lusitano “não tem condições nem logística para um festival deste género”.
 
 
{youtube}F0xoBUDUYyo{/youtube}
 
Publicado em Reportagens
A dupla belga, que supostamente iria actuar, no passado sábado, no Rock in Rio, irá passar pelo festival Sudoeste TMN a 4 de Agosto – dia dedicado à recepção ao campista.

Recorde-se que a edição 2010 do Sudoeste TMN decorre de 4 a 8 de Agosto, na Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar.

Os bilhetes para o festival custam entre €40 (ingresso diário) e €80 (passe para os cinco dias, com acesso ao campismo).
Espera-se agora que Stephen Dewaele não perca o avião como aconteceu no passado Sábado.

Confere as confirmações que já ocupam espaço no grande cartaz deste festival:
4 de Agosto
2 Many DJs

5 de Agosto
Palco TMN
M.I.A.
Flaming Lips
Maria Gadú
 


Palco Planeta Sudoeste/Jogos Santa Casa
Rye Rye
The Very Best

Palco Sapo Positive Vibes
The Black Seeds
Israel Vibration
Tarrus Riley
Lire Le Temps

Groovebox
Kruder e Dorfmeister (live act)

6 de Agosto
Palco TMN
James Morrison
Colbie Caillat
Jamiroquai
Bomba Estereo

Palco Planeta Sudoeste/Jogos Santa Casa
Lykke Li
Lady6

Palco Sapo Positive Vibes
Jah Cure
Human Chalice
Zion Train
Supersonic

7 de Agosto
Palco TMN
Sugababes
Mika
Bajofondo

Palco Planeta Sudoeste/Jogos Santa Casa
Friendly Fires

Palco Sapo Positive Vibes
Marrokan
Midnite
Black Seeds

8 de Agosto
Palco TMN
David Guetta
Massive Attack
Mondo Cane
Mike Patton’s Mondo Cane

Palco Planeta Sudoeste/Jogos Santa Casa
Beirut
Martina Topley-Bird

Palco Sapo Positive Vives
The Wailers
Bird
Steel Pulse
Pow Pow Movement

 

Publicado em Festivais

 

Os famosos e polémicos selfie sticks vão ser um dos objetos proibidos de entrar nas próximas edições dos festivais Super Bock Super Rock e NOS Alive, que vão decorrer nos dias 16 a 18 de julho e 9 a 11 de julho, respetivamente.
 
A informação pode ser encontrada nos sites oficiais dos festivais, cuja organização alega que os selfie sticks, ou semelhantes, podem causar perigo e incómodo em espaços lotados com milhares de pessoas.
 
Outros festivais de música a nível internacional também já proibiram a entrada deste objeto usado para telemóveis ou máquinas GoPro, como o Lollapalloza e o Coachella.
 
Publicado em Festivais
A cada edição, o Rock in Rio premeia os parceiros que se guiam pelo Plano de Sustentabilidade desenvolvido pela organização e pela sua atitude sustentável dentro da Cidade do Rock.
O Prémio Rock in Rio Atitude Sustentável - Parceiros tem como objetivo promover as boas práticas ambientais, sociais e económicas que contribuam para um desenvolvimento sustentável.
 
Ricardo Carriço e Agatha Areas subiram ao Palco Mundo para entregar o prémios aos vencedores:
 
Categoria Fornecedor (2 vencedores)
SCC – Sociedade Central de Cervejas e Bebidas, S.A. com a marca HEINEKEN
Têm um programa a longo prazo, até 2020,"Brewing a Better Future" (BaBF) - Produzindo um Futuro Melhor; todos os fornecedores têm de subscrever obrigatoriamente o Heineken Supplier Code e marcaram presença na Cidade do Rock com o stand Heineken Green Rocks, para sensibilização do público para a recolha de copos de plástico.
 
PERI Portugal
Optam por fornecedores que possuam produtos com qualidade e com certificação, os colaboradores do armazém que conduzem empilhadores e efetuam as cargas e descargas dos camiões possuem formação adequada e condução eco-eficiente e está previsto para 2012 a promoção de uma formação em segurança rodóviária e de condução defensiva/eficiente a todos os colaboradores. Aplicação de madeiras na construção de estruturas para o Rock in Rio, após a sua utilização estas serão novamente recuperadas e reutilizadas em outras obras.
 
Categoria Loja
KFC
Elaboram um Relatório de Sustentabilidade, na Cidade do Rock fazem controlo do caudal de água a utilizar, comunicam ao público as medidas de sustentabilidade consideradas no âmbito da sua actividade/presença no Rock in Rio através de sinalética colocada na unidade e pelo exemplo de cumprimento de boas práticas.
 
Categoria Stand
R/COM – Renascença Comunicação e Multimédia
A organização promove campanhas de sensibilização e comunicação para o exterior no âmbito de ação social e consciência ambiental. Comunica ao público as medidas de sustentabilidade decorrentes da sua presença no Rock in Rio e as da organização do evento e imprime no seu espaço um conceito relacionado com a sustentabilidade.
 
Publicado em Rock in Rio
A 12ª edição do Tomorrowland está quase a chegar e a Lipton Ice Tea tem uma grande surpresa para os amantes de música eletrónica. Cinco portugueses vão ter a oportunidade única de ganhar três passes triplos para o festival belga, incluindo ainda viagens de avião, transfers, acesso ao camping e entrada no stand da Lipton.
 
Para participar neste passatempo, tens até ao próximo dia 15 de junho para comprar uma das latas especiais da edição Tomorrowland da Lipton Ice Tea, entrares no site www.liptonicetea.pt e deixar uma mensagem inspiradora para o futuro. A hashtag oficial desta iniciativa é #mensagemparaoamanhã.
 
Os vencedores serão selecionados por um júri composto por elementos da organização do Tomorrowland e da equipa da Lipton Ice Tea.
 
Este passatempo é uma parceria entre a Lipton Ice Tea e ao Tomorrowland, que têm como objetivo principal tornar o mundo num lugar melhor, através de palavras positivas que devem ser partilhadas.
 
{youtube}YlFeop_toXk{/youtube}
Publicado em Tomorrowland
A sua atuação no Tomorrowland está a dar que falar. Por um lado, muitos foram aqueles que apreciaram o seu espetáculo e o seu set, por outro, fazem-se críticas à prestação excêntrica do artista que muitos desconhecem e que só agora se tornou viral, muito por culpa da sua forma de estar atrás da cabine. Eis Salvatore Ganacci.

Mas quem é? Para a grande maioria, é um artista que, além de DJ, exibe uns passos de dança brilhantes que contagiam tudo e todos. Na verdade, Salvatore conta com uma sólida carreira no mercado da música de dança desde 2014, quatro anos depois de entrar para a escola Musikmakarna, na Suécia.

Ao longo da sua carreira, Ganacci já lançou várias colaborações com artistas de renome, como é o caso de Major Lazer, Dillon Francis, Sebastian Ingrosso, Axwell, Pusha-T, entre muitos outros. Do seu currículo fazem ainda parte vários remixes oficiais para os Swedish House Mafia, Knife Party, Dada Life, Afrojack, Snoop Dogg e Alesso.

Além da música eletrónica, o artista oriundo da Bósnia aprecia também moombahton, trap e dancehall. É também reconhecido por editoras como a Universal Music Group, STMPD RCRDS, Dim Mak, Def Jam Recordings, Virgin Records ou a Warner Music Group.

Depois de duas atuações em anos consecutivos no Tomorrowland e no Ultra Music Festival em Miami, quem não gostaria de ver este verdadeiro showman ao vivo em Portugal?
 
Publicado em Artistas
A agência Pepper foi a escolhida para levar a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa à edição deste ano do Rock in Rio. Esta é a primeira vez que a instituição participa num festival deste tipo, sob o lema "Por tua causa", em que vai ficar encarregue de acompanhar os festivaleiros da entrada até à saída do evento.

Em representação de todas as instituições da Santa Casa da Misericórdia, a ativação vai ter como pontos principais o stand central, a aposta nos valores nacionais presentes no palco Sunset e na nova montanha russa Jet Star.

A pensar na folia do público, a Santa Casa vai também marcar presença com um rastreio de alcoolemia. Outra iniciativa é a raspadinha Rock in Rio, uma aposta habitual, mas agora com a presença da Santa Casa.

A Pepper vai ter ainda a seu cargo diversas animações durante todo o festival, nos intervalos dos concertos e na zona VIP.
 
Publicado em Rock in Rio
De 9 a 11 de agosto do próximo ano, o Festival Neopop regressa a Viana do Castelo para três dias com o melhor que a música electrónica tem para oferecer, no local de sempre, junto ao Forte de Santiago da Barra.

Além das datas anunciadas hoje na conferência de imprensa, foram ainda divulgados alguns dados resultantes de um estudo encomendado pela organização à empresa Ernst & Young Global Limited à edição deste ano.
 
O Festival gerou um retorno financeiro em Viana do Castelo de 3,5 milhões de euros em três dias com cerca de 30 mil pessoas a visitar a cidade e o distrito. Deste montante, 1,3 milhões foram gastos no setor da restauração, 944 euros em alojamento sendo que em média cada festivaleiro passou três a quatro noites na região dos quais 54% ficaram em alojamento local, 998 euros no comércio local e 285 em deslocações e viagens no distrito. A edição de 2017 recebeu visitantes oriundos de 52 nacionalidades diferentes, sendo que 62% do público foi português. Entre 5 a 7 espectadores já tinham vindo mais do que uma vez ao festival. A idade de 43% dos festivaleiros oscila entre os 26 e 35 anos de idade.

Relativamente à hospitalidade da população de Viana do Castelo, o estudo agora revelado vem dizer que 92% dos visitantes classificou a relação com a comunidade local como "Boa" ou "Muito Boa". Cerca de 26% dos festivaleiros ouvidos neste levantamento referiram que se não fosse o Neopop não se deslocavam à região.

Relativamente à edição do próximo ano a organização salienta que pretende "um cartaz mais coeso e que os vianenses participem mais no festival. Queremos que a experiência Neopop não seja só musical, mas também cultural, gastronómica, turística, que as pessoas desfrutem da cidade. Queremos passar a linha dos 30 mil visitantes".

Os primeiros bilhetes para a 13.ª edição do festival foram hoje colocados à venda, num formato "early bird", pelo valor de 65 euros, tornando-se impossível dizer "havemos de ir a Viana".
 
Publicado em Festivais
A organização do maior evento de música e entretenimento do mundo, a Câmara Municipal de Lisboa e o Governo de Buenos Aires apresentaram no passado Domingo, as edições do Rock in Rio-Buenos Aires 2013 e do Rock in Rio-Lisboa 2014.

A conferência de imprensa contou com a presença de Roberto Medina, Presidente do Rock in Rio, Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio, António Costa, Presidente da Câmara Municipal de Lisboa e Mauricio Macri, Governador da Cidade Autónoma de Buenos Aires. As bandas argentinas Los Pericos – grupo de reggae mítico da Argentina, com 25 anos de carreira e mais de 2 milhões de discos vendidos – e Tan Bionica – considerados o melhor grupo argentino em 2011, contam com mais de 250 mil seguidores no Facebook e 15 milhões de visualizações no Youtube – que integram o cartaz do Palco Sunset nos dias 2 e 3 de junho respetivamente, também estiveram presentes neste momento.

Segundo António Costa, Presidente da CML “O Rock in Rio-Lisboa é um dos grandes eventos do calendário de espetáculos da capital e felizmente está garantida a sua permanência em Lisboa para mais uma edição. A relevância do Rock in Rio para a promoção do nome e da imagem da cidade e o seu impacto económico, nomeadamente para o sector do turismo, são algumas das razões que motivam a Câmara Municipal de Lisboa a acolher este evento”.

O Rock in Rio-Buenos Aires 2013 terá lugar nos dias 27, 28 e 29 de setembro e 4, 5 e 6 outubro de 2013 no Parque da Cidade, ao sul de Buenos Aires. Este espaço tem 180.000 m2 e capacidade para receber 100.000 pessoas por dia. A primeira edição argentina do evento terá as mesmas atrações que podem ser vistas em Lisboa – o Palco Mundo, o Palco Sunset, a Eletrónica, a Rock Street e a Street Dance – e uma grande novidade: o Sky Lounge, um restaurante a 200 metros de altura, montado sobre a emblemática “Torre Espacial” do Parque da Cidade, o Mirador mais alto da América Latina, onde cerca de 1.000 pessoas por dia poderão jantar com uma vista inigualável sobre a cidade de Buenos Aires.

Para Roberto Medina, Presidente do Rock in Rio “A ida para a Argentina é mais um passo na internacionalização da marca que pretende ser a maior marca de música e entretenimento do mundo. Nos próximos anos pretendemos chegar também à Ásia e à América do Norte”.
 
Publicado em Rock in Rio
Pág. 1 de 11
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.