21-07-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

Último dia! Passou tão rápido. Queríamos tanto que chegasse julho para cá vir e, de repente, está quase terminado. O ambiente é sempre o mesmo: alegria, mas já com um toque de nostalgia.
 
O calor intenso não nos deixou dormir. Avizinha-se um dia muito quente. Bem, em 4 anos, é a primeira vez que não chove durante o dia.
 
Alguns começam a preparar as malas porque o voo de regresso é cedo. Pouco tempo teremos para descansar.
 
Entrámos cedo para o recinto. Depois do almoço, reunimo-nos no bar dos gins e ali estivemos parte da tarde a conviver. Oliver Heldens subia ao palco às 18 horas e todos fomos ver o ‘miúdo’. É o último dia e é para aproveitar ao máximo. O grupo está super animado. Sucedem-se os vídeos, as fotografias e os cânticos de modo a elevar bem alto o nome de Portugal.
 
Após o jantar, temos Steve Aoki no Mainstage e o grande Steve Angello com, na minha opinião, um dos melhores sets desta edição do Tomorrowland. Estávamos na varanda onde pendurámos algumas bandeiras da Tomorrowland Crew Portugal e do Portal 100% DJ nas grades e por ali ficámos, até que alguns decidiram ir para a frontline de modo a aparecermos no livestream. Que luta para lá chegar, mas após alguma insistência, lá conseguimos. Rapidamente fizemos novas amizades. Não nos conhecíamos de lado nenhum mas rapidamente pegávamo-nos uns aos outros nos ombros ou até mesmo em pé! Que loucura!
 
Steve Angello ia apontando, sorrindo cada vez que um de nós se destacava naquela multidão. Segue-se Martin Garrix e a animação era tanta que decidimos continuar bem lá na frente. Íamos aparecendo no livestream. Os nossos amigos que não puderam vir estavam atentos ao livestream e iam-nos enviando as fotos. Ainda mais vontade tínhamos de elevar bem alto as cores de Portugal! A produção durante o set de Garrix foi simplesmente indiscritível. Afinal, estávamos quase no fim dos 3 melhores dias das nossas vidas.
 
Dimitri Vegas & Like Mike encerram o Mainstage com um set em vinyl. Estávamos no fim, mesmo no fim. Ainda não queríamos acreditar que tudo acabava ali.
 
 
Após o encerramento, ficámos todos juntos a desfrutar dos últimos momentos. Entre sorrisos e abraços, haviam muitas lágrimas. Lágrimas de felicidade extrema mas também de tristeza por voltar à realidade. Lágrimas que demonstravam o quanto estes últimos dias foram especiais.
 
Foram dias que as palavras não conseguem descrever o que sentimos e vivemos. Este grupo foi sem dúvida dos mais unidos nos últimos anos. Todos tínhamos algo em comum: divertirmo-nos ao máximo.
 
No meio de tanto terrorismo, os festivaleiros do Tomorrowland mostraram que o espírito de união existe, sem guerras nem maldade. A música uniu cultura, países e religiões.
 
Por último, só tenho de agradecer a todos os portugueses que se juntaram a mim desde o primeiro dia nesta mega aventura. Obrigada pelo vosso espírito de união e diversão. Obrigada por terem tanto orgulho em serem portugueses. Obrigada por me ajudarem no grupo a esclarecer todas as dúvidas nestes últimos meses. Sem vocês, nada disto seria possível. Fico com a certeza que tenho amigos verdadeiros para a vida e espero viver muitas mais aventuras ao vosso lado.
 
Um obrigada especial ao meu amigo Pete Tha Zouk por ter-se juntado a nós para viver esta experiência única. Espero que tenhas gostado, assim como adorámos ter-te connosco.  Obrigada a todos os nossos seguidores. Tentámos transmitir o que é o espírito do Tomorrowland e penso que foi tarefa conseguida.
 
Por fim, não sei como agradecer ao Portal 100% DJ por todo o trabalho desenvolvido. Fica aqui um ‘mega’ agradecimento de toda a Crew. Esperamos ter-vos connosco no próximo ano!
 
Fica a promessa de voltarmos à terra dos sonhos já no próximo ano porque é impossível não ir!
 
Deixo aqui um apelo: gostava que este grupo voltasse, juntando os elementos dos anos anteriores (2013, 2014 e 2015) e claro, que venham novos elementos com este espírito de aventura.
 
"Live today... Love Tomorrow... Unite Forever..."
 
Laetitia Esteves (Tomorrowland Crew Portugal)

 

Publicado em Tomorrowland
Deixou a carreira de professor de educação física e moral para se dedicar de corpo e alma ao djing e à produção musical. Quando se fala de Yves V, é inevitável referir o festival Tomorrowland, uma vez que o artista belga é considerado o DJ residente. Graças ao impacto das suas atuações transmitidas para todo o planeta, hoje em dia cumpre um dos seus maiores sonhos: viajar por todo o mundo acompanhado da sua música e dos seus fãs. O Portal 100% DJ teve a oportunidade de conversar com o produtor belga, sobre temas como a sua carreira atual, o nosso país e, claro, o festival que é a sua segunda casa.
 
 
És o DJ residente do Tomorrowland. Como te sentes ao fazer parte do maior festival do mundo?
É ótimo. Todas as pessoas me perguntam isso. Eu estou lá quase desde o início por isso eu vi toda a evolução. Agora tenho o meu próprio palco e atuei também no Main Stage, na edição do Brasil e dos Estados Unidos da América. Estou muito feliz por continuar lá e posso chamar-me de ‘DJ residente’ daquele festival, porque às vezes as pessoas não sabem onde é a Bélgica, a minha terra natal, mas sabem onde é o Tomorrowland.
 
Qual é a tua opinião sobre a expansão do Tomorrowland para outros países como o Brasil ou os Estados Unidos da América?
É muito bom, penso eu. Especialmente o Brasil, na minha opinião, é um grande mercado para mim. O público brasileiro e o Tomorrowland são uma combinação muito boa. A primeira edição ficou esgotada em duas horas e a edição americana também vendeu bem. Acho bem que não o façam em todos os países, mas sim em todos os continentes. É positivo expandir a marca.
 
Já atuaste várias vezes no nosso país. O que tens a dizer sobre Portugal e o nosso público?
Fantástico! Amo o clima, porque é muito diferente da Bélgica e o público tem sempre muita energia. Todos estão felizes e sabem as músicas, é uma das coisas que se consegue ver. A última vez que cá estive, havia pessoas no público com uma bandeira com o nome de uma faixa minha que ainda não tinha sido lançada, foi muito bom. 
 
Conheces algum DJ português?
Sim, o Kura. Que outros DJs portugueses me aconselham?
 
E para quando uma colaboração com um DJ português?
Atualmente estou a planear com o Kura para fazermos alguma coisa. Até agora não tenho nenhuma produção com um artista português mas nunca se sabe o que o futuro possa trazer.
 

(…) o meu maior objetivo: viajar pelo mundo e partilhar a minha música.

 
Qual é a tua colaboração de sonho?
É difícil dizer um só nome, mas se pudesse escolher seria alguém fora da música de dança. Alguém de uma banda de rock, de música clássica, ou um cantor. Algo totalmente diferente e que as pessoas não estejam à espera.
 
Como por exemplo?
Há muitos bons cantores, como por exemplo a Birdy. Ela tem uma voz muito boa que desperta muitas emoções. Iria ser uma excelente combinação. Mas há muitos outros bons nomes que seriam uma boa hipótese. 
 
Qual foi o melhor momento da tua carreira?
É óbvio que tenho de referir novamente o Tomorrowland. O mundo inteiro está a ver o Main Stage e aquilo que tu estás a reproduzir naquele momento. Cada vez que atuo lá, consigo ver as reações nas redes sociais. O Tomorrowland é sempre um momento alto na minha carreira.
 
Na tua opinião, quem merece a primeira posição do Top 100 DJs da DJ Mag?
É uma pergunta muito difícil. Mas acho que a resposta é Dimitri Vegas & Like Mike. São os meus irmãos da Bélgica. Na minha opinião é muito difícil dizer quem possa ser o melhor DJ do mundo, porque existem muitos bons artistas.
 
Que novidades podes desvendar acerca do futuro da tua carreira?
Tenho muitas novas produções a chegar. Espero que tudo corra bem. Vou estar em digressão e esse é o meu maior objetivo: viajar pelo mundo e partilhar a minha música.
 
Que mensagem gostarias de deixar aos seguidores e leitores do Portal 100% DJ?
Quero agradecer a todos que têm ido às minhas atuações e se nunca o fizeram, espero conhecê-los em breve num dos meus próximos shows. Continuem a apoiar a música eletrónica!
 
 
Segue Yves V nas redes sociais
     
 
Publicado em Entrevistas
A magia do Tomorrowland ganhou uma comemoração especial. No ano em que o evento completou dez edições em Boom, na Bélgica, e para celebrar a conquista, a MTV produziu um documentário de 44 minutos de duração, com o título "Tomorrowland - 10 Years of Unity, Love, Madness and Magic".
 
No vídeo pode assistir-se a excertos dos melhores momentos do evento que vem conquistando milhões de fãs por todo mundo. Há também entrevistas a DJs consagrados, como Nicky Romero, Dimitri Vegas & Like Mike, Steve Aoki, Kaskade, David Guetta, e um pedido de casamento romântico de um casal de festivaleiros.
 
O documentário, apesar de ter sido disponibilizado nas últimas semanas, foi filmado em 2013 e inclui a memória de uma experiência de vida "que só se vive uma vez" de Armin van Buuren, imediatamente após o nascimento de seu filho.
 
Confere, em baixo, o documentário assinado pela MTV e também o aftermovie da edição deste ano que foi lançado esta semana.
 
 
Publicado em Tomorrowland
Na sua primeira edição em terras de Vera Cruz, - no passado fim de semana - o festival belga Tomorrowland, deixou bem claro que o seu grande atrativo é o famoso Mainstage - amplo espaço outdoor que acolhe não só os melhores DJs da cena eletrónica, como também milhares de festivaleiros oriundos de todo o mundo. 
 
Com sucesso absoluto e ingressos completamente esgotados, a organização do Festival que nasceu na Bélgica e que agora está a ser exportado para outros países, confirmou a presença do evento no Brasil por mais cinco anos, ou seja, até 2020 e anunciou ainda as datas para o próximo ano: 21, 22 e 23 de abril.
 
Afrojack, Borgore, David Guetta, Dimitri Vegas & Like Mike, Nicky Romero, Nervo, W&W entre muitos outros artistas divididos por diversos palcos, transformaram a Arena Maeda, em Itu (São Paulo), numa gigantes discoteca que recebeu mais de 50 mil pessoas 
 
Na listagem em baixo, poderás conferir as músicas mais tocadas em pleno MainStage do Festival Tomorrowland Brasil, sendo que as últimas três, foram as mais remisturadas.
 
  • Dimitri Vegas, Martin Garrix, Like Mike - Tremor
  • Alesso - Heroes (We Could Be)
  • Armin Van Buuren - Ping Pong (Hardwell Remix)
  •  

 

  • Calvin Harris - Blame It On The Night (Feat. John Newman)
  • David Guetta, Ne-Yo, Akon - Work Hard, Play Hard
  • Darude - Sandstorm
 
  • Rhythm Of The Night - Corona
  • Oasis - Wonnderwall
  • Queen - We Will Rock You
Publicado em Tomorrowland
quarta, 18 novembro 2015 23:27

Tomorrowland anuncia datas para 2016

A edição belga e original do Tomorrowland já tem datas. Nos dias 22, 23 e 24 de julho do próximo ano, a cidade de Boom, na Bélgica, volta a receber os festivaleiros de várias partes do mundo, que se juntam apenas por um motivo: a música eletrónica.
 
Ainda sem cartaz definido para a edição belga, vai ser lançado em dezembro o filme “This Was Tomorrow”, que promete retratar os dias vividos naquele festival pelos seus visitantes e também pelos DJs e produtores que sobem aos vários palcos do recinto.
 
A organização do evento, a SFX, tem vindo a sofrer com a crise económica nos últimos tempos e muitos são os rumores que circulam na internet sobre o assunto, chegando a falar-se da falência da empresa. A última edição norte-americana, o TomorrowWorld, ficou marcada pelas piores razões devido às más condições climatéricas, que até levaram ao cancelamento do último dia do evento.
 
Em relação ao Tomorrowland Brasil, a primeira confirmação para o line-up será revelada na próxima segunda-feira.
 
{youtube}HuAxVfZasUk{/youtube}
Publicado em Tomorrowland
Apesar de ainda faltarem alguns meses para a edição deste ano do Tomorrowland, que vai decorrer nos fins-de-semana de 20 a 22 e 27 a 29 de julho, na Bélgica, a organização anunciou hoje a primeira fase de artistas confirmados.
 
Axwell /\ Ingrosso, Charlotte de Witte, Hardwell, Netsky, REZZ, Bem Klock, Da Tweekaz, Axwell, Solomun, Sven Vath, Claptone, Camelphat, Kolsch, Marcel Dettmann, Armin van Buuren, &me vs Rampa, Patrice Baumel, Partyraiser, RL Grime e Stephan Bodzin são os primeiros DJs e produtores a fazer parte do cartaz deste ano.
 
Uma das grandes novidades da edição de 2018 do Tomorrowland é o regresso de Hardwell ao festival belga. O artista holandês não constava no line-up do evento desde 2015.
 
Publicado em Tomorrowland
Más notícias para os festivaleiros brasileiros. A edição do próximo ano do Tomorrowland Brasil acaba de ser cancelada, depois de vários rumores circularem pelas redes sociais.
 
O anúncio foi feito numa palestra realizada em Fortaleza, pelas palavras de Luiz Eurico Klotz, diretor da agência que produz o festival belga no Brasil. Em causa está o cenário macroeconómico brasileiro aliado ao risco de prejudicar os parceiros e todo o universo do festival. “Então não basta querer, é preciso conseguir fazer”, referiu Luiz Eurico, fundador da Plus Talent.
 
Mas a esperança ainda não morreu. O Tomorrowland pode regressar ao território brasileiro em 2018 com o tema “Elixir Of Life”, tal como outro grande festival intitulado de Electric Zoo que poderá embarcar no Brasil e breve.
 
Este é o segundo cancelamento da expansão do Tomorrowland pelo mundo, depois do TomorrowWorld que se realizava nos Estados Unidos da América também ter visto o seu fim.
 
{youtube}RS8YgfMQB-E{/youtube}
Publicado em Tomorrowland

 

A One World Bridge, conhecida ponte presente no recinto do festival belga Tomorrowland, recebeu recentemente uma nova mensagem da Organização das Nações Unidas (ONU) para o “People of Tomorrow”.
 
Numa parceria entre o Tomorrowland e a ONU, este novo painel pretende passar uma mensagem positiva aos festivaleiros, para partilharem valores como a amizade, dignidade, respeito, diversidade e solidariedade. Além de uma imagem de uma rosa dos ventos e várias nuvens, pode-se ler a frase “Vamos trabalhar todos juntos para proporcionar dignidade a todos”.
 
A ponte de mandeira 600 metros contém 210 mil mensagens de pessoas de todo o mundo e é um símbolo de união. Foi construída no ano passado, para comemorar os 10 anos do Tomorrowland, em colaboração com a região de Antuérpia e do artista Arne Quinze.
 
O festival Tomorrowland decorre entre os próximos dias 24 e 26 de julho em Boom, na Bélgica. Os bilhetes para a edição deste ano já se encontram esgotados.
 
 
Publicado em Tomorrowland
O festival TomorrowWorld, que vai acontecer em Atlanta, nos Estados Unidos da América, entre os dias 25 e 27 de setembro, confirmou nas redes sociais os novos artistas a figurar no cartaz.
 
Bassnectar, Benny Benassi, Bingo Players, Borgore, Bro Safari, The Chainsmokers, DVBBS, Gramatik, Guy Gerber, Kaskade, Laidback Luke, The Magician, Maya Jane Coles, Porter Robinson (live), Rudimental, Seven Lions e Thomas Jack foram os nomes confirmados para a edição norte-americana do festival Tomorrowland.
 
O Portal 100% DJ anuncia em primeira mão a presença do DJ brasileiro Alok no TomorrowWorld, revelada através de entrevista exclusiva realizada no passado sábado, na Where’s The Party by Carlsberg em Cascais, que estará brevemente disponível na única plataforma em Portugal “365 dias ao Ritmo da Noite”.
 
Publicado em Tomorrowland
Considerado pela crítica especializada como o melhor festival do mundo, o Tomorrowland realiza-se desde 2005 na cidade de Boom, na Bélgica, a 30 quilómetros da capital. É organizado pela ID&T Entertainment e tem vindo a ganhar cada vez mais destaque um pouco por todo o planeta, tendo já originado várias versões em países como os Estados Unidos da América e recentemente no Brasil.
 
Performances únicas, fontes de água, CO2 e bastante pirotecnia são alguns dos efeitos especiais utilizados, o que tornam o Tomorrowland num espetáculo único. Desde a sua primeira edição que o slogan oficial é “Yesterday is History, Today is a Gift, Tomorrow is Mystery”.
 
O objetivo principal da ID&T, cujos fundadores são os irmãos belgas Manu e Michiel Beers, era construir o Disney World da música eletrónica. A primeira edição, realizada no dia 14 de agosto de 2005, contou com a participação de 10 mil pessoas e atuações de artistas como Armin van Buuren, Sven Väth e Ferry Corsten.
 
Dois anos depois, o Tomorrowland alcançou um público de 20 mil pessoas e só em 2008 é que a organização decidiu aumentar o festival para dois dias de duração, a 26 e 27 de julho, com a participação de mais de 35 mil pessoas.
 
A partir do ano de 2009, o festival começou a ganhar outras proporções. Cerca de 90 mil pessoas marcaram presença no Tomorrowland, que pela primeira vez apresentou um Main Stage de maior dimensão e contou com a atuação de 200 DJs.
 
 
Em 2010, o festival superou a marca dos 130 mil participantes e a organização decidiu acrescentar mais um dia na edição do ano seguinte. O Main Stage do ano de 2011 teve como cenário uma árvore gigante, uma homenagem à cidade de Boom, cujo nome significa ‘árvore’ em belga. Avicii, Tiësto e Paul van Dyk foram recebidos de braços abertos por mais de 180 mil pessoas.
 
Com a evolução da internet, o Tomorrowland começou a ganhar cada vez mais seguidores, principalmente através dos famosos aftermovies, que alimentam os sonhos dos amantes da música eletrónica. Em 2012, o festival contou com mais de 400 DJs e mais de 185 mil pessoas de 75 países diferentes. Com o tema “The Book Of Wisdom” e com atuações de Afrojack, Above & Beyond, Carl Cox, Sander van Doorn, Swedish Housa Mafia, Fatboy Slim, Hardwell, Nicky Romero, Laidback Luke, Steve Aoki e muitos outros, o festival alcançou uma vez mais o sucesso absoluto.
 
Cerca de 96 nacionalidades diferentes de festivaleiros estiveram presentes no Tomorrowland de 2013, para onde foram vendidos 190 mil entradas. Uma parte dos bilhetes esgotou em 35 minutos e o restante em apenas 37 segundos. Todos os amantes da música eletrónica queriam fazer parte do festival belga.
 

Foram vendidos 400 mil bilhetes, que esgotaram em cinco minutos.

 
Para comemorar a 10ª edição do Tomorrowland, em 2014, o festival realizou-se em dois fins-de-semana no mês de julho. Foram vendidos 400 mil bilhetes, que esgotaram em cinco minutos, cujo tema era “The Key to Hapiness”. Neste ano, foi também lançado um livro sobre o festival, um documentário produzido pela MTV e ainda foi divulgada a nova localização do Tomorrowland por David Guetta: o Brasil.
 
CURIOSIDADES
 
  • Para quem quer viajar em direção à Bélgica, existem meios de transporte aéreos especiais para o efeito. As hospedeiras vestem-se de acordo com a ocasião e até há DJs a atuar durante a viagem para os festivaleiros se sentirem logo no clima de festa.
 
  • Se algum festivaleiro danificar um objeto de decoração do Tomorrowland, é expulso do recinto no mesmo minuto. Esta é uma das regras mais curiosas que se pode encontrar no regulamento do Festival.
 
  • Tal como em Las Vegas, no recinto do Tomorrowland existe uma “capela do amor”. Nesse local, os casais são recebidos por duas pessoas caraterizadas de freiras, que oferecem preservativos. Esse espaço tem uma cama para os casais fazerem o que quiserem durante um determinado período de tempo.
 
  • A famosa Dreamville, o campismo onde descansam os festivaleiros do Tomorrowland, não existiu durante os primeiros quatro anos.
 
  • David Guetta é o único artista que deu música aos festivaleiros do Tomorrowland em todas as edições até ao momento.
  •  
  • O primeiro ministro da Bélgica, Elio Di Rupo, marcou presença na edição do ano passado. Di Rupo conviveu com os festivaleiros e ainda tirou algumas selfies.
 
  • Na edição de 2012, os avós de Dimitri Vegas & Like Mike foram assistir à atuação dos netos no Main Stage logo na primeira fila.
 
  • Como em qualquer festival, o uso e tráfico de drogas é proibido. Antes de entrarem, os festivaleiros podem colocar as substâncias numa caixa especial, sem qualquer consequência.
 
  • O Youtube comemorou 10 anos em 2015 e para celebrar a data divulgou o Top 10 dos vídeos mais vistos em cada país. Em Portugal, o aftermovie do Tomorrowland de 2012 ficou colocado em oitavo lugar.
 
  • De forma a abranger vários gostos musicais, por todo o recinto estão espalhados 16 palcos diferentes.
 
  • Numa parceria entre o Tomorrowland e a Organização das Nações Unidas, foi colocado um novo painel na famosa One World Bridge, direcionada para o “People of Tomorrow”. Nessa mensagem pode-se ler: “Vamos trabalhar todos juntos para proporcionar dignidade a todos”. A ponte de madeira tem 600 metros e contem 210 mil mensagens de pessoas de todo o mundo.
 
  • As pulseiras de acesso ao Tomorrowland permitem que os festivaleiros adicionem novos amigos imediatamente no Facebook, com o aproximar de uma bracelete com outra.
 
  • Até ao momento Du'art e Huma-noyd foram os únicos DJs portugueses que atuaram no Tomorrowland, em palcos alternativos. 
 
Confere abaixo a evolução do palco Main Stage do Tomorrowland:
 

 
Publicado em Tomorrowland
Pág. 1 de 9
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.

Este site utiliza cookies. Ao navegares neste site estás a consentir a sua utilização. Para mais informações consulta a nossa Política de Privacidade.