18-10-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

segunda, 11 agosto 2008 18:51

Boom Festival arranca hoje

Arranca hoje em Idanha-a-Nova o Boom Festival. Neste festival, a música electrónica e os DJs assumem a sustentabilidade ambiental e interculturalidade como lemas, adianta a organização.

O evento bienal, que acompanha a Lua Cheia de Agosto e este ano avança para a sétima edição, ocupa 150 hectares da Herdade do Torrão nas margens da Barragem Marechal Carmona e decorre este ano de 11 a 18 de Agosto.

Segundo Artur Soares da Silva, da organização, são esperados de 20 a 25 mil pessoas durante os oito dias do festival, a maioria das quais estrangeiras e alguns milhares optando por acampar no recinto.

Matt Black, fundador da editora Ninja Tune e membro dos Coldcut, pioneiro no desenvolvimento de software que sincroniza som e imagem, é um dos destaques do programa musical.

Programa só é conhecido nas bilheteiras
Os portugueses Blasted Mechanism e os Gocoo, uma banda de doze músicos com tambores taiko do Japão, são outros dos pontos altos do programa que se divide por quatro espaços onde a música electrónica e os DJs dominam.
O dia e hora dos espectáculos só são conhecidos na bilheteira, onde é entregue o programa detalhado. «É tradição. Queremos manter a surpresa», refere Artur Soares da Silva da organização.

«Há uns anos atrás, o programa detalhado só era conhecido no jornal do Boom, no próprio dia», recorda. Para além de um jornal, nos dias do festival vai estar também em funcionamento uma rádio, em FM, a cobrir na zona do festival.

O Boom tem casas de banho compostáveis e uma equipa de 150 pessoas a limpar o recinto.

Para lá da música, haverá conferências que contam com, entre outros, Erik Davis, autor de «Technognose: Mito, Magia e Misticismo na Era da Informação», e Mark Pesce, investigador e professor especializado em antropologia digital. Haverá workshops de ioga, kung fu, astrologia, lado a lado com diversão, como sejam artes perfomativas e teatro. Há também um festival de cinema dentro do Boom..

O Boom tem outras características em destaque: casas de banho compostáveis, uma equipa de 150 pessoas a limpar o recinto 24 horas por dia e uma área para crianças com actividades monitorizadas por educadores de infância. «Este é um verdadeiro festival multi-geracional. Encontramos aqui famílias inteiras e pessoas de todas as idades», sublinha Artur Soares da Silva.

As entradas para todo o festival custam 160 euros, a partir de dia 15 o preço baixa para 120. Residentes no concelho de Idanha-a-Nova e em países em vias de desenvolvimento pagam 80 euros. Todos os anos é escolhido um país em desenvolvimento a cujos residentes os bilhetes são oferecidos. Este ano é a Macedónia que beneficia da oferta.
Publicado em Festivais
Pelo Ultra Music Festival, há fãs capazes de tudo. Sim, tudo mesmo! Cortam o cabelo com o logotipo do evento, fazem tatuagens, cozinham bolos, criam pinturas, fazem esculturas com areia da praia, entre muitas outras coisas que destacam e tornam a marca UMF, mais atrativa aos olhos de quem ainda não é fã do evento.
 
Um casal de namorados, levou ao extremo o conceito de 'fã', e diante de milhares de pessoas, casaram-se em pleno UMF. Isso mesmo. Um casamento com pompa e circunstância, com direito a beijo e ao mítico lançamento do ramo.
 
O momento foi captado para a posterioridade por várias pessoas que se encontravam no local e foi sem dúvida um casamento abençoado pela música.
 
E tu, o que eras capaz de fazer no Ultra Music Festival?
 
 
 
Publicado em Ultra Music Festival
A capital portuguesa vai ser palco de um novo festival de música eletrónica no próximo ano. Nos dias 4 e 5 de março de 2016, o Lisboa Dance Festival estreia-se com Sven Vath, Moullinex, Xinobi e outros nomes que vão ser revelados em breve.
 
A produção do evento tem a assinatura da da Live Experiences, que escolheu a LX Factory como o espaço que vai receber a primeira edição do Lisboa Dance Festival, um conceito inovador que vai ter três áreas distintas: Music, Talks e Market.
 
Vários espetáculos de DJs nacionais e internacionais, debates, seminários, workshops, masterclasses, conferências e um mercado com a presença de diversas marcas e editoras são algumas das iniciativas confirmadas.
 
Os bilhetes já estão à venda na Blueticket, Fnac, Worten, Mediamarkt, El Corte Inglés, ABEP, Portimão Arena, Bilheteiras MEO Arena e no Turismo de Lisboa (aeroporto de Lisboa e Praça do Comércio) a preços entre os 20 (quantidade limitada) e os 50 euros.
 
Confere os nomes confirmados até ao momento:
 
  • Sven Vath
  • Motor City Drum Ensemble
  • Move D
  • Prosumer
  • Vakula
  • XDB
  • Glenn Astro
  • Daze Maxim
  • S. A. M.
  • Moullinex
  • Xinobi (live)
  • Niagara (live)
  • Blacksea Não Maya
  • DJ Lilocox
  • DJ Maboku
  • Magazino
  • Cruz
  • Rompante (live)
  • St. Joseph
  • João Maria
  • Jorge Caiado
  • Artivista
  • Tiago
  • Black
  • Cleymoore & Diogo Lacerda
  • De Los Miedos
  • Gonçalo
  • Zé Salvador
 
{youtube}uInltd4OkTQ{/youtube}
Publicado em Festivais

 

A ilha de Obonjan, na Croácia, foi recentemente comprada pelo promotor responsável pela organização do Unknown Festival, para ser transformada num local de festa para os amantes da música eletrónica.
 
Este novo projeto está a ser trabalhado há três anos, em parceria com a Sound Channel, pretendendo levar centenas de artistas, chefs e filósofos para a ilha croata, tornando-a num destino único. O objetivo é juntar as artes e a música num paraíso.
 
Outras iniciativas como a promoção do bem estar, a vida sustentável e a gastronomia vão ser realizadas no futuro festival, que vai ter um alojamento “criativo”, segundo a organização.
 
 
Publicado em Festivais
Sem margem para dúvidas o Tomorrowland é um dos maiores eventos de música eletrónica do mundo. A cada ano que passa, os mais mediáticos DJs visitam a cidade de Boom na Bélgica para fazer vibrar os milhares de festivaleiros que rumam até ao festival em busca do melhor fim-de-semana das suas vidas. Embora o recinto seja gigantesco, um evento desta magnitude não consegue comportar a lotação de todas as pessoas que desejam estar presentes. Foi por isso que no ano 2015 a organização decidiu criar o conceito "Unite With Tomorrowland", de forma a reunir em simultâneo o máximo de fãs do evento e que estes pudessem viver uma experiência similar ao festival, mas perto da sua casa. Nesse mesmo ano, o evento decorreu na Índia e no México e desde então tem percorrido os quatro cantos do mundo, como a Colômbia, Alemanha, Israel, Japão, Itália, Grécia, Espanha e agora a estreia em Portugal - confirmado no dia de hoje.

A notícia da estreia em terras lusas deixou os festivaleiros em êxtase, no entanto importa ter em conta que o Tomorrowland Unite que vai acontecer no próximo dia 27 de julho no Parque Oriental da cidade do Porto não é o Tomorrowland que estamos acostumados a ver na Bélgica. Porém, existem semelhanças e todo o conceito é inspirado no evento principal que este ano comemora 15 anos de existência e se realiza nos dias 19, 20 e 21 e 26, 27 e 28 de julho

O Palco
Todos os anos o festival Tomorrowland tem um tema. É a partir desse tema que é construída toda a estrutura do evento, que vai desde a decoração, ao cenário, performances, etc. O palco principal não é exceção, e é aí que se centram todas as atenções. Enquanto que no Tomorrowland existem vários palcos, no Tomorrowland Unite apenas existe um que será ocupado por vários DJs e por uma vasta panóplia de logística repleta de efeitos especiais e multimédia. Este ano o tema do festival belga será "The Book of Wisdom" (o livro da sabedoria), que já foi apresentado em 2012 e também no Tomorrowland Brasil, em 2015. 
 

Para ler também: 



Os Artistas
Embora ainda não tenham sido divulgados, os artistas que compõem o Tomorrowland Unite, serão na sua maioria DJs que atuam no evento na Bélgica e também artistas locais. No ano passado em Barcelona, além das transmissões (de Armin van Buuren; Afrojack e Dimitri Vegas & Like Mike) que foram apresentadas no ecrã gigante com imagens em direto da Bélgica, subiram ao palco os DJs Steve Angello, Steve Aoki, Galantis, Quintino, Yves V, Kungs, Albert Neve e Abel Ramos, Albert Gonzalez, Ofenbach e os Double Pleasure.

Os Bilhetes
O bilhete para um dia de Tomorrowland na Bélgica custa cerca de 100 euros. No Tomorrowland Unite os preços são mais baixos e a organização aconselha que todos os interessados se registem no site oficial até ao próximo dia 15 de abril de forma a garantirem a sua presença a um preço mais económico. Os valores ainda não foram divulgados mas haverá vários preços.

A Festa
Por último e não menos importante, é o que vai acontecer no Parque Oriental do Porto, magnífico anfiteatro natural, em parte semelhante ao recinto do Tomorrowland na Bélgica. A festa começará a partir das quatro da tarde e decorre em simultâneo em cinco locais distintos: Atenas, Malta, Barcelona, Porto e no seu berço, a Bélgica. Muito mais que um evento de música eletrónica, o Tomorrowland Unite é uma sincronização de sentimentos em torno do maior festival do mundo que nos permite ter uma experiência interativa e única, quer seja sozinhos ou rodeado de amigos.

Publicado em Tomorrowland
Um jovem de 20 anos foi esfaqueado ontem à noite, no festival de trance Play Music, que decorria na Lagoa da Ervedeira na região de Leiria. Os ferimentos foram feitos no peito da vítima mas não são considerados graves.
 
A GNR foi chamada ao local às 06h30 da madrugada depois de um desacato que aconteceu no evento da freguesia de Coimbrão. Segundo o jornal Correio da Manhã ainda não foi apresentada queixa às autoridades e a vítima já teve alta hospitalr.
 
O festival Play Music acontece até este domingo e conta com Cosmosis, Nikki S, Orca, H-Side, E-Mov e muitos outros no cartaz.
Publicado em Mix
A ação de activação de marca que a Heineken vai ter no festival Optimus Alive consiste na utilização de QR Codes para transmitir mensagens aos festivaleiros. A marca da Sociedade Central de Cervejas e Bebidas (SCC), que este ano é pela primeira vez premium sponsor e cerveja oficial do Optimus Alive, vai utilizar um sistema de activação usado pela primeira vez, em 2011, na Polónia no Heineken Opener Festival.
 
Para ativarem os Heineken QR Code, os festivaleiros têm que se dirigir ao Heineken Star Lounge e escrever uma frase no LCD touchscreen, sendo que depois a frase é transformada num QR Code, imprimido em papel autocolante e que pode ser colado onde se quiser. Depois, os restantes festivaleiros que tiverem um smartphone podem descobrir a frase dessa pessoa lendo o QR Code Heineken.
Publicado em Marcas
segunda, 16 abril 2012 22:40

Festival Kazantip gera polémica

O Kazantip, um festival de música eletrónica que nasceu na Crimeia, Ucrânia, é conhecido na internet como o "festival orgia" e a sua versão portuguesa está marcada para julho e agosto, nas margens do Alqueva, concelho de Moura. Mas promete polémica.
Segundo avança o Jornal de Notícias, o Ministério Público recebeu recentemente uma queixa sobre um vídeo colocado numa página na Internet.
 
Nas imagens, supostamente filmadas num dos festivais Kazantip, surge uma criança de seis anos envolvida num concurso de sexo oral cujo prémio é uma t-shirt com cerca de 200 pessoas a assistir. A Procuradoria Geral da República decidiu investigar.

O vídeo, com cerca de 20 minutos, foi conhecido em Portugal através de um site dedicado as questões homossexuais: o dezanove.pt, que se queixava de que a organização iria proibir a entrada a homens e mulheres homossexuais. Foi nesse site que uma cidadã portuguesa viu a cena de sexo com a criança e apresentou queixa na Procuradoria-Geral da República (PGR). Numa detalhada descrição do vídeo, a queixa questiona os moldes em que o festival irá decorrer em Portugal e sobretudo o concurso. No entanto, a ligação entre o vídeo em causa e o evento em Portugal não está claramente estabelecida e caberá à PGR, que recebeu a queixa em janeiro, investigar.

Estes excessos são condenados no site oficial do evento português, que ameaça eventuais comportamentos desviantes com a expulsão. No sítio da Internet disponível em português, os organizadores não promovem nada de ilegal e prometem amor livre, diversão, música, liberdade e desporto, excluindo o "sexo rápido ou primitivo". Mas promove casamentos livres, em cerimónias improvisadas um dia por cada uma das cinco semanas da rave.

A ideia do festival - cuja propriedade é reclamada, em simultâneo, pelos organizadores do evento em Portugal e pelos ucranianos - é viver numa república imaginária isolada do resto do mundo, ao som da música tecno.

Segundo o site dezanove.pt, o evento Kazantip Party Land tem origem na Ucrânia, mas segundo os responsáveis pelo evento original, os promotores do festival em Portugal, não têm autorização para o uso do mesmo nome.
 
Fontes: Jornal de Notícias; Dezanove.pt.
Publicado em Festivais
sexta, 08 agosto 2008 18:30

Rusga policial no Boom Festival

A GNR e a PJ encetaram uma operação conjunta no recinto do Boom Festival que visava encontrar substâncias ilícitas.

Eram cerca das 7 horas da manhã de hoje (8 de Agosto) quando uma operação conjunta entre o departamento de investigação criminal da GNR e a PJ entraram no recinto do Boom Festival. Cerca de 60 elementos das forças policiais, com viaturas e cães fizeram uma rusga em todo o local onde irá decorrer a 7ª edição do Boom Festival 2008, a Herdade do Torrão em Idanha-a-Nova.
As forças policiais inspeccionaram tendas, restaurantes, bares e lojas. Actualmente estão a laborar cerca de 200 pessoas dentro do local do Boom Festival, entre elementos da organização e trabalhadores externos.

Cerca de duas horas depois da operação se ter iniciado, a GNR e a PJ deram-na por terminada já que não foi encontrada qualquer substância ilícita dentro do recinto do Boom Festival 2008.

“Esta operação vem desmistificar uma série de assumpções que ligam directamente a organização do Boom Festival a situações associadas com substâncias ilegais. Estamos muito felizes pelas forças da ordem terem confirmado a rectidão do Boom Festival. Há anos que estamos a ser alvo de representações na praça pública para o nosso bom nome, que nos têm sido extremamente negativas. De certa forma, hoje de manhã foi feita justiça”, refere o Dr. Jorge Fialho, relações públicas do Boom Festival.
Publicado em Festivais
quarta, 23 maio 2012 23:00

A Cidade do Rock (Mapa)

 
Publicado em Rock in Rio
Pág. 1 de 12
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.

Este site utiliza cookies. Ao navegares neste site estás a consentir a sua utilização. Para mais informações consulta a nossa Política de Privacidade.