13-12-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

O Rock in Rio Lisboa associa-se às instituições Re-food e Dariacordar numa iniciativa pioneira contra o desperdício e a gestão das sobras alimentares. Durante os 5 dias do evento (25 e 26 de maio, 1, 2 e 3 de junho) a Dariacordar e a Re-food vão recolher as refeições não utilizadas na Cidade do Rock e encaminhá-las para famílias carencidadas, através de instituições de solidariedade locais.

A Re-food irá recolher todas as sobras alimentares dos bares oficiais do evento e de todos os stands alimentares das marcas presentes na Cidade do Rock e a Dariacordar irá juntar todas as refeições excedentes do catering da Área VIP e do catering da equipa de produção.

De modo a assegurar que estes alimentos chegam a quem mais precisa e em perfeitas condições a seleção das instituições que irão receber e encaminhar as refeições será feita pela Junta de Freguesia de Marvila e ambas as organizações seguem os critérios de exigência da ASAE. As refeições serão recolhidas assim que os stands e os caterings da Área VIP e da equipa encerrem e serão entregues a tempo de serem consumidas no almoço do dia seguinte à recolha.

O projeto da Re-Food4Good - Aproveitar para Alimentar consiste em resgatar alimentos em perfeito estado de conservação e entregar o mais rápido possível a quem precisa. A equipa envolvida atua localmente com baixa pegada carbónica, visto que a recolha de alimentos é feita com bicicletas, por uma equipa de voluntários.
A organização tem como objetivo espalhar os benefícios da iniciativa e influenciar a consciência e o comportamento humano, procurando que o “re-fooding” se torne uma prática universal.

No Rock in Rio-Lisboa 2012 o objetivo é combater o desperdício alimentar e a fome recolhendo os excedentes alimentares pelos vários stands.
 

A Dariacordar - Associação contra o desperdício é uma associação sem fins lucrativos contra o desperdício alimentar. O seu objetivo é combater o desperdício, seja qual for a sua natureza e tipo, procurando captar excedentes e competências ainda suscetíveis de (re) utilização, onde estes possam existir, promovendo e dinamizando a sua subsequente distribuição, reutilização e otimização.

A associação iniciou um movimento intitulado Zero Desperdício (www.zerodesperdicio.pt), uma solução encontrada para ajudar portugueses em dificuldades, através da qual se pretende “acordar” as pessoas e as instituições para a realidade, despertando ações comunitárias de boa vizinhança e de solidariedade. Procuram igualmente encaminhar adequadamente os desperdícios contribuindo para o “Carbono Zero” e para um planeta mais saudável.
 
Publicado em Rock in Rio
Depois de estrear no Rock in Rio 2013, no Rio de Janeiro, a Cidade do Rock de Lisboa vai agora receber a nova Eletrónica: uma estrutura com 40 metros de diâmetro com uma cenografia futurista, inspirada na forma de uma aranha robótica em que pilares de 11 metros de altura simulam a forma de patas gigantes. Com um espaço para público de mais de 1300 m2, a Eletrónica aproxima ainda mais o público dos DJ's, ao colocar a cabine num espaço central, que fica completamente rodeado pelo público.
 
Na edição que marca os 10 anos do Rock in Rio-Lisboa, a organização do maior evento de música e entretenimento do mundo preparou inúmeras surpresas para os amantes de música eletrónica. Entre os DJ's internacionais confirmados para esta edição estão os canadianos Pretty Lights; Tiga, o canadiano que alcançou o êxito com "Push" ou "You Gonna Want Me"; Apollonia, Breakbot, Dusky, Le Youth, Frivolous, Flow & Zeo, entre outros. 
 
O cartaz conta ainda com nomes da nova geração da música eletrónica nacional como Voxels, Ramboiage, Pena, Bis Boys Please, Octa Push Live e DJ Ride, que atuou na Eletrónica do Rock in Rio, no Rio de janeiro, em setembro passado. 
Também na cabine vão encontrar-se pela primeira vez os "Underground Sound of Lisbon" - DJ Vibe e Rui da Silva - respetivamente. 
 
Para Miguel Marangas, Diretor Artístico do espaço "este é um cartaz que foi pensado para os verdadeiros amantes da música eletrónica e que pretende mostrar o melhor que a nova geração do panorama nacional e internacional está a fazer. Sempre apostámos em novos artistas, e mantemos essa aposta nesta edição."
Publicado em Rock in Rio
O line-up do Palco Mundo para o primeiro dia do Rock in Rio-Lisboa 2018 (23 de junho) já está completo e conta com três grandes estreias. Aos já anunciados Muse juntam-se, agora, a banda britânica Bastille, as três irmãs americanas HAIM e o português Diogo Piçarra.
 
Num estilo indie rock e rock alternativo, Bastille trazem à Cidade do Rock o seu último álbum, Wild World, e vários hits que vão fazer o público vibrar, como “Flaws”, “Laura Palmer”, “Things We Lost In The Fire” e “Pompeii”, o single que invadiu as rádios nacionais e pôs os fãs a cantar em uníssono. Neste mesmo dia, as três irmãs americanas - Este Haim (baixo), Danielle Haim (guitarra e bateria) e Alana Haim (guitarra e teclado) marcam presença pela primeira vez no Rock in Rio-Lisboa.

Também Diogo Piçarra promete surpreender os fãs com os seus temas do seu mais recente álbum, do=s. Intérprete das suas próprias músicas, foi em 2017 que o artista deu os primeiros passos fora de Portugal, com concertos por todo o mundo. Diogo Piçarra é também um recordista de de visualizações no YouTube e recebeu também múltiplas nomeações e distinções.

Os bilhetes diários para o dia 23 de junho, primeiro dia de festival, estão à venda nas lojas FNAC e em bilheteira.fnac.pt, Blueticket.pt, Festicket e Ticketmaster. Na sua 8ª edição, o Rock in Rio-Lisboa vai receber os seus visitantes com inúmeras novidades entre as quais uma nova Cidade do Rock com novas áreas (como o Pop District ou Gormet Square), novos palcos (como o Digital Stage), e muitos artistas de sucesso, como Bruno Mars, Demi Lovato, Muse, The Killers e The Chemical Brothers.
 
Publicado em Rock in Rio
Os organizadores do festival Rock in Rio Madrid decidiram adiar por tempo indefinido, devido à situação económica, as edições do certame na capital espanhola e em Buenos Aires, previstas para este ano, confirmaram hoje à imprensa.
 
A conjuntura económica, explicaram os responsáveis pelo festival em Espanha, "torna complicada a organização do festival no seu máximo esplendor", pelo que nem Madrid nem a capital argentina terão as edições previstas para 2014.
 
"O Rock in Rio está a avaliar a situação atual do mercado para poder desenvolver os festivais, mas trata-se de eventos muito grandes e necessitam uma grande infraestrutura que atualmente não é comportável", explicou a fonte do Rock in Rio, citada pela imprensa espanhola.
 
Madrid acolheu por três vezes o festival brasileiro, somando cerca de 600 mil espetadores, com artistas como Bob Dylan, Neil Young, Amy Winehouse e Shakira.
 
Atualmente, a promotora prepara a nova edição do Rock in Rio, em Lisboa, cumprindo dez anos de presença em Portugal. Do cartaz lisboeta fazem já parte Justin Timberlake, Arcade Fire, Queens Of The Stone Age, Robbie Williams e Linkin Park.
Publicado em Rock in Rio
Os norte-americanos sobem, pela primeira vez, ao Palco Mundo da Cidade do Rock juntando-se, no dia 21 de junho, aos já anunciados Foo Fighters. Na véspera, primeiro dia de festival, atuam os recém-anunciados Camila Cabello e Black Eyed Peas.
 
Depois de um 2019 em pleno, com lançamento de álbum (I Am Easy to Find) e de uma curta-metragem, 2020 promete ser ainda melhor trazendo Matt Berninger, Aaron Dessner, Bryan Dessner, Scott Devendorf e Bryan Devendorf de volta a Portugal, para um espetáculo arrebatador no Parque da Bela Vista, em Lisboa.
 
Com 20 anos de carreira, a banda norte-americana conta com um Grammy no currículo, graças ao álbum Sleep Weel Beast (2017), o mesmo álbum que lhes valeu lugar de destaque em onze países e a posição número 2 no TOP 200 da Billboard nos EUA. Da lista de hits fazem parte temas como “The System Only Dreams in Total Darkness”, “Bloodbuzz Ohio”, “Conversation 16”, entre muitos outros. A estes, no concerto do dia 21 de junho na Cidade do Rock, juntar-se-ão certamente novas sonoridades do seu mais recente álbum, com músicas como “You Had Your Soul With You”, “So Far So Fast” e “Rylan”.
 
Os bilhetes para a próxima edição do Rock in Rio Lisboa já se encontram à venda na FNAC por 69 euros. Até ao final do ano, existe também a habitual edição limitada de bilhetes com 20% de desconto em Cartão Continente, disponíveis no site do hipermercado e nas lojas aderentes.
Publicado em Rock in Rio
É um dos nomes da dance scene nacional que todos devem ouvir, ver e lembrar. Com uma carreira além fronteiras, Moullinex pisou o palco Music Valley na edição deste ano do Rock in Rio Lisboa numa atuação energética que pôs todos os presentes a dançar. O Portal 100% DJ esteve à conversa com o artista português nos bastidores do  evento e além da sua carreira, falou-nos sobre as suas parcerias e ainda do seu novo tema editado pela famosa Majestic Casual.
 
Como surgiu a oportunidade de criares remixes para os Two Door Cinema Club ou Cut Copy?
Comecei por fazer remixes não oficiais. Colocava-os online e comecei a ter alguma atenção em blogs, com pedidos para remixes oficiais. O primeiro grande remix foi o dos Cut Copy e mudou muita coisa, começaram a chamar-me aqui e ali para tocar e fazer remisturas. Com os Two Door Cinema Club surgiu nesse mesmo contexto, foi a editora deles que fez o convite. De facto, fiquei muito contente com esse início, foi uma grande ajuda para tudo o que faço agora.
 
Juntamente com Xinobi, és proprietário da editora Discotexas e já trabalharam muitas vezes juntos. O que vos ligou?
Desde o início do projeto Moullinex que eu trabalho com o Bruno (Xinobi), em “modo ping-pong”. Na altura em que eu lhe comecei a falar foi quando ele estava numa banda de rock português, a Vicious Five, que eu gostava muito e quis fazer uma remistura deles. Quem me respondeu ao pedido foi o Xinobi, que era o guitarrista. A partir daí começámos o nosso processo de “ping-pong” que nos motivou muito e então fazia todo o sentido criar a editora. Nós somos praticamente irmãos e vejo-o como um irmão mais velho e o projeto da editora acabou por fazer todo o sentido, para podermos editar a nossa própria música com aquela excitação da ingenuidade, de achar que era tudo muito fácil. É claro que nem sempre é. Fazemos edições digitais e físicas, em vinil e CD, mas editar música digitalmente hoje é muito fácil. Temos a sorte de ter muita gente por todo o mundo que nos apoia.
 
 
Como é aceitar um convite de pisar palcos de grandes festivais como o NOS Primavera Sound ou o Rock in Rio?
É com muito empenho, sobretudo numa altura em que me colocam a tocar em horários nobres e então é um privilégio muito grande. Normalmente respondo a estes desafios com muito trabalho e quero sempre dar o melhor de mim e o melhor espetáculo possível.
 
E o público adere, certamente...
Sim. Tem sido assim e é muito bom sentir esse carinho.
 
Fala-nos do teu tema mais recente, “Dream On”, editado pela Majestic Casual.
Essa editora começou como um canal de Youtube, normalmente com uma fotografia nos vídeos de uma menina bonita ou de um pôr-do-sol, mas depois ficou associada a um certo estilo de música mais chill e alguma eletrónica mais etérea. Na altura, eu tinha esse tema terminado e queria editá-lo o mais rápido possível. A editora mostrou interesse imediato, uma vez que já tinham publicado alguns temas meus e decidimos experimentar. Não queria ter a pressão de associar a música a um álbum ou numa edição mais longa. Tem corrido muito bem. Estou contente.
 
 
O que podes desvendar acerca da tua carreira a curto prazo?
Ainda estou a tocar muito este álbum que saiu em outubro. Acho que funciona muito bem em espetáculo ao vivo com banda e o Ghettoven a interpretar as diferentes personagens que são os cantores convidados. Estou a trabalhar em faixas novas, apesar de ainda não saber se serão apenas singles ou se irei incluir num novo álbum. Tenho uma linha de montagem quase alinhada de coisas para sair e não quero estar à espera de ter 20 músicas prontas para editar um álbum. Vou lançando músicas à medida que elas estiverem prontas e se for caso disso, editá-las. Se depois fizer sentido, ou não, incluí-las num álbum logo decido. Mas, por causa de vir também do mundo da pista, gosto muito de álbuns porque cresci a ouvir artistas de álbuns mas, também venho do mundo das 12 polegadas e faz sentido que as coisas saiam depressa. É uma tirania ter uma música pronta e ter de esperar 5 ou 6 meses para que elas saiam e então gosto de subverter esse processo. Como somos donos da nossa própria editora e donos do nosso destino, temos recursos para o fazer. É um privilegio, claro.
 
Que mensagem gostarias de deixar aos leitores e seguidores do Portal 100% DJ?
Continuem a apoiar a música de dança feita em Portugal. Acho que estamos num momento muito saudável da música de dança portuguesa e é bom sentir isso tanto a falar com público mais jovem como os da velha guarda. Apesar de já não me sentir desta geração, admiro os dois lados e sinto-me um bocado no meio disto tudo. É bom sentir que estamos a viver um momento muito saudável e os artistas estão muito bem representados nos festivais nacionais e internacionais. Para mim, é um privilégio que haja também pessoas interessadas em cobrirem o que está a acontecer, como vocês, e desejo o meu maior apoio para o vosso trabalho.
 

Publicado em Entrevistas
O Rock in Rio só volta a Lisboa em 2010 mas já mobiliza e emociona os portugueses! Ao longo das três semanas em que a votação esteve disponível – de 20 de Julho a 9 de Agosto - 36.785 pessoas votaram no site do Rock in Rio-Lisboa, no site da RFM e no Portal Vodafone Live! para darem a sua opinião sobre qual seria o “Melhor Cartaz Rock in Rio-Lisboa 2010”.

Das 40 bandas disponíveis para votação, os dez nomes mais votados foram, por ordem alfabética: Bon Jovi, Coldplay, Foo Fighters, Green Day, Linkin Park, Muse, Pearl Jam, Robbie Williams, The Killers e Xutos e Pontapés.

Para além das pesquisas realizadas dentro do evento, junto dos fãs do Rock in Rio, e fora do evento, junto à população em geral, desde a primeira edição que a organização tem em conta diversas ferramentas de análise das expectativas e gostos dos portugueses, designadamente através de pesquisas junto da indústria da música e entretenimento.

Nas palavras de Agatha Areas, directora de marketing do Rock in Rio, “ficámos muito satisfeitos com a grande adesão ao passatempo e agradecemos o contributo do público com as suas opiniões. Temos a consciência de que o Rock in Rio faz parte dos bons e memoráveis momentos da vida das pessoas por isso o seu parecer a respeito das diferentes áreas do evento é fundamental para a organização do projecto”.

O sorteio dos 60 bilhetes duplos para o evento realizou-se durante a tarde de ontem no escritório do Rock in Rio. Estiveram presentes duas representantes do Governo Civil e das três entidades responsáveis pelo projecto: Rock in Rio, Vodafone e RFM.
Os vencedores serão anunciados hoje (13 de Agosto) através dos sites do Rock in Rio-Lisboa (http://www.rocknrio-lisboa.sapo.pt/), do site da RFM (http://www.rfm.pt/) e do Portal Vodafone Live! (http://www.vodafone.pt/main/live) bem como na emissão da RFM.
Publicado em Rock in Rio
A Vodafone volta a ser uma das patrocinadoras do Rock in Rio Lisboa, apresentando neste âmbito várias iniciativas que dão aos seus fãs a possibilidade de ganhar centenas de bilhetes para o evento. A primeira delas já arrancou na página oficial da Vodafone Portugal no Facebook e dá pelo nome de “Não te deixes dormir e vai ao Rock in Rio”.

Os vencedores deste passatempo ficarão alojados, por uma noite, no recinto do festival, num dos quartos do “Vodafone 5 Estrelas”, que está de regresso nesta edição. O passatempo é composto por cinco desafios: Pijama Party, Quizz Alarm, Sleep Attack, Pillow Fight e Stage Diving, que serão lançados numa base semanal. Em cada semana serão apurados dois vencedores para o “Vodafone 5 Estrelas” e oferecidos 50 bilhetes para um dos dias do Rock in Rio-Lisboa.

Também este ano a 2ª Circular, a Avenida das Forças Armadas e a Praça de Espanha, em Lisboa, voltaram a receber os countdowns com o formato de “guitarras gigantes”. Além da contagem descrescente para a abertura das portas do Rock in Rio 2012, as guitarras divulgam informações sobre o cartaz do evento e as iniciativas da Vodafone, que permitem ganhar bilhetes para o festival.

Em Maio a operadora vai voltar a oferecer, aos vencedores da Corrida de Sofás, o acesso ao “Best Seat Vodafone”, um lugar com vista privilegiada para o Palco Mundo e tratamento VIP. A competição decorrerá em local ainda a anunciar.
Publicado em Rock in Rio
domingo, 23 maio 2010 19:01

Stephen Dewaele perde avião

A organização do Rock in Rio-Lisboa comunica que, a actuação dos 2 Many DJS LIVE não contou com a presença de Stephen Dewaele porque o artista perdeu o vôo para Portugal. Com David Dewaele actuou Stefaan Van Leuven, um dos elementos dos Soulwax que concebeu o projecto “2 Many Djs Live”.
Publicado em Rock in Rio
A primeira edição americana do festival Rock In Rio começa hoje, em Las Vegas. O evento de música decorre nos dias 8 e 9 e 15 e 16 de maio, com três palcos distintos: Principal, Evolution e Eletrónico.
 
O cartaz deste fim de semana conta com No Doubt e Metallica no palco principal, enquanto que no eletrónico irão atuar nomes como Felguk, Alok e AN21.
 
O DJ e produtor português Vibe sobe ao palco da ‘aranha’ no próximo dia 16 de maio, juntamente com Behrouz, Renato Ratier e Uner.
 
Podes acompanhar ao vivo do festival no Yahoo Live. Até ao momento não há confirmação de quais atuações serão transmitidas no livestream.
 
Confere abaixo os artistas e as respetivas datas e palcos:
 
8 de maio:
  • Palco Principal: No Doubt, Maná, The Pretty Reckless, Smallpools, Cirque du Soleil
  • Palco Mercedes-Benz Evolution: Foster the People, Gary Clark Jr, Bleachers, Saints of Valory
  • Palco Eletrônico: AN21, Ftampa, Wax Motif, MVTH
  • Rock Street Brazil: Spock Frevo Orquestra, Pepeu Gomes, Leo Gandelman
  • Rock Street USA: DJ Druskee & MC Myron Marten, Academy of Villains, Rock in Rio Dance Crew
  • Rock Street UK: Stones the Beetles, Terra Celta
 
9 de maio:
  • Palco Principal: Metallica, Linkin Park, Rise Against, Hollywood Undead
  • Palco Mercedes-Benz Evolution: Deftones, Sepultura (apresentando Steve Vai),Coheed and Cambria, Of Mice & Men
  • Palco Eletrônico: Caked Up, Gaslamp Killer, Felguk, Alok
  • Rock Street Brazil: Spock Frevo Orquestra, Pepeu Gomes, Leo Gandelman
  • Rock Street USA: DJ Druskee & MC Myron Marten, Academy of Villains, Rock in Rio Dance Crew
  • Rock Street UK: Stones the Beetles, Terra Celta
 
15 de maio:
  • Palco Principal: Taylor Swift, Ed Sheeran, Echosmith, Ivete Sangalo
  • Palco Mercedes-Benz Evolution: Jessie J, Charli XCX, Tove Lo, James Bay
  • Palco Eletrônico: Whitney Fierce, Jeniluv, Valida, Heidi Lawden
  • Rock Street Brazil: Simoninha apresentando Toni Garrido, Marcos Valle, BossaCucaNova
  • Rock Street USA: DJ Druskee & MC Myron Marten, Rock in Rio Dance Crew
  • Rock Street UK: Stones the Beetles, Terra Celta
 
16 de maio:
  • Palco Principal: Bruno Mars, Empire of the Sun, Big Sean
  • Palco Mercedes-Benz Evolution: John Legend, Joss Stone, Magic!, Mikky Ekko
  • Palco Eletrônico: Behrouz, Renato Ratier, Uner, Dj Vibe
  • Rock Street Brazil: Simoninha apresentando Toni Garrido, Marcos Valle, BossaCucaNova
  • Rock Street USA: DJ Druskee & MC Myron Marten, Rock in Rio Dance Crew
  • Rock Street UK: Stones the Beetles, Terra Celta 
 
Publicado em Rock in Rio
Pág. 1 de 14
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.