20-07-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

A música corre-lhe nas veias. Encara o dia-a-dia com naturalidade e "energia" é a palavra que melhor o define. Aos 25 anos, Hardwell transforma um sonho realidade. Tornou-se o DJ número um do mundo - cimentado, desta feita, a sua posição na cena eletrónica mundial, sendo o mais novo DJ a conquistar o cobiçado Top 100 da Revista Britânica DJ Mag. A ascensão do menino da cidade de Breda (Holanda) tornou-se um conto inspirador para todos, relatado na primeira pessoa no documentário 'I Am Hardwell' - que será exibido em várias salas em todo o mundo - desenvolvido com o lema "Se você pode sonhar, você pode fazê-lo".

A poucos dias da sua vinda a Portugal, o Portal 100% DJ foi ao encontro de Hardwell, para saber quais as suas expectativas e a resposta foi direta: "Vai ser brutal!", estando o DJ holandês à espera de uma "festa selvagem" no próximo dia 14 de dezembro, em Lisboa. Na entrevista exclusiva, o DJ e produtor falou do importante prémio recebido, de Portugal, do evento 'I Am Hardwell' e revelou quais os seus planos para concretizar no próximo ano.

 

Antes de mais, queremos felicitar-te em nome de todos os teus fãs portugueses. Como é que te sentiste quando foi revelado o teu nome nos prémios da DJ Mag?
Fiquei sem palavras e ainda estou estupefacto! Tive um sorriso de orelha a orelha durante duas semanas.
 
Consideras este prémio um marco importante na tua carreira? É uma responsabilidade de peso ter este prémio nas mãos?
Estou muito orgulhoso e sinto-me honrado em ter sido votado para o número 1 e é definitivamente um marco importante para mim, mas não é tudo. A minha música é a coisa mais importante e desde que os fãs estejam contentes com ela, tudo é secundário.
 
Se pudesses dedicar o prémio a alguém, a quem seria?
Aos meus fãs, por mostrarem todo o seu apoio e acreditarem em mim ao longo do caminho.
 
Descreve em três palavras o evento 'I Am Hardwell'...
O, melhor, incrível, espetáculo… ok, são quatro palavras, mas prometo será uma festa fantástica.
 
Desta tour mundial qual foi até agora o gig que mais te surpreendeu e porquê?
Não consigo escolher apenas um, pois são todos diferentes, no entanto estou a gostar imenso dos espetáculos ‘I Am Hardwell’. A produção, a energia de cada evento… nunca senti nada igual.
 
Que feedback tens tido nos outros países?
Muito, muito feedback positivo. Tem sido muito divertido até agora e mal posso esperar para vos levar este espetáculo, porque vocês vão adorar.
 
Quais são as tuas expectativas para o próximo dia 14 de dezembro no Meo Arena?
Vai ser brutal! Estou à espera de uma festa «selvagem».
 
Vais trazer o teu amigo Dannic. Consideras que a ajuda que lhe tens dado, serviu também para o impulsionar a nível mundial?
O sucesso do Dannic tem sido feito por ele próprio. Somos bons amigos e conhecemo-nos há muitos anos e ele sempre foi muito dedicado à sua música e ao djing. Ele é extremamente trabalhador e tem uma boa visão. Estou muito contente de o ver a dar-se muito bem com a sua música.
 
O que é que te vem à cabeça quando se fala em Portugal? Que referências tens?
Praias incríveis, marisco e que deu ao mundo alguns futebolistas famosos.
 
O que é que gostarias de conhecer melhor em Portugal?
Estou desejoso de poder passar algum tempo no vosso país nesta viagem e experienciar mais da vossa cultura e da maravilhosa comida.
 
Que planos tens para concretizar em 2014?
Em 2014 será tudo à volta da música. Quero concentrar-me em acabar o meu primeiro álbum como artista. Também estou a concentrar-me na minha tour mundial 'I Am Hardwell' e pretendo levá-la a mais destinos à volta do mundo. O próximo ano vai ser muito ocupado e um período excitante para mim tanto em estrada como no estúdio.
 
Tens em vista a edição de mais trabalhos de produtores portugueses na tua editora Revealed?
Estou aberto para trabalhar com diferentes escritores, cantores e produtores de todo o mundo, e claro que seria muito bom trabalhar com portugueses. Alguma sugestão?
 
Que mensagem gostarias de enviar para os teus fãs portugueses e leitores do Portal 100% DJ?
Obrigado pelo suporte contínuo que me têm dado. Estou desejoso de poder «rebentar» a vossa festa dia 14.
 

 

Publicado em Entrevistas

 

A editora de Hardwell, Revealed Recordings, comemorou 5 anos de existência com o lançamento de uma compilação dos seus melhores temas, no passado dia 3 de abril.
 
As faixas foram escolhidas pelos fãs, através da página oficial da editora, que incluíram os hits “Never Say Goodbye”, “Spaceman” e “Apollo”. O Top 100 da Revealed Recordings está também disponível para audição através do Spotify.
 
“Cinco anos depois, o tempo voa quando nos divertimos! Eu sempre sonhei sobre criar a minha própria editora e uma plataforma para novos artistas, para ajudá-los a encontrar o seu caminho e a partilhar a música com o mundo”, revelou Hardwell sobre a sua editora, que lança agora a compilação intitulada “Revealed Recordings 5 Year Anniversary”.
 
Publicado em Mix
Armin van Buuren, Axwell /\ Ingrosso, Hardwell e Martin Garrix são os cabeças de cartaz da edição do Ultra Music Festival da África do Sul, que vai decorrer nos dias 13 e 14 de fevereiro, na Cidade do Cabo e em Joanesburgo, respetivamente.
 
Outros nomes como a dupla DVBBS, Oliver Heldens e DJ Fresh também foram confirmados para a segunda edição africana do Ultra Music Festival.
 
A organização considera o evento como o “maior festival de música da história de África” e está prevista a presença de 40 mil pessoas.
 
Confere abaixo toda a programação:

 

 
Publicado em Eventos
Hardwell – Ultra Music Festival Live 2013
Mainstage 16-03-2013
 
TrackList:
  • 01. Hardwell - Spaceman (Hardwell Intro Edit)[REVEALED]
  • Hardwell vs. Above & Beyond - Thing Called Spaceman (W&W Mashup)[ANJUNABEATS/REVEALED]
  • Ignazio (86)w/ Above & Beyond feat. Richard Bedford - Thing Called Love (Acappella)[ANJUNABEATS]
  • 02. ID - ID
  • cybershot (191)1min Hardwell & MAKJ - ID
  • Hardzik (234)5min Hardwell & W&W - ID
  • w/
  • Alesso & Sebastian Ingrosso feat. Ryan Tedder - Calling (Lose My Mind) (Acappella)[REFUNE]
  • Pyroblazer (294)
  • 03. Hardwell feat. Amba Shepherd - Apollo (Lucky Date Remix)[REVEALED]
  • w/
  • Hardwell feat. Amba Shepherd - Apollo (Noisecontrollers Remix)[REVEALED]
  • 04. Krewella - Alive (Cash Cash & Kalkutta Remix)[KREWELLA]
  • 05. Hardwell - ID
  • 06. Jordy Dazz vs. Linkin Park vs. Chuckie & Glowinthedark - At Night vs. Numb vs. Who Is Ready To Jump (Hardwell Smashup)[BIG BEAT]
  • 07. Showtek & Justin Prime - Cannonball[MUSICAL FREEDOM]
  • 08. Zedd feat. Foxes - Clarity (W&W Bootleg)[INTERSCOPE]
  • w/
  • ID - ID
  • Hardwell & W&W- ID
  • 09. Tiesto & Hardwell vs. Sebastian Ingrosso & Tommy Trash - Reload Zero 76 (Hardwell Clashup)
  • 10. Hardwell - Encoded[REVEALED]
  • w/
  • Charlie Darker - ID
  • w/
  • Matt Caseli & Danny Freakazoid - Raise Your Hands (Acappella)[AXTONE]
  • Ignazio (86)10:11track after AutoErotique & Felix Cartal - The Alarm (Charlie Darker Remix / Hardwell Edit)[DIM MAK]
  • 11. Hardwell & Showtek - How We Do[REVEALED]
  • 12. W&W & Ummet Ozcan - The Code[REVEALED]
  • w/
  • Daft Punk - Harder Better Faster Stronger (Acappella)[VIRGIN]
  • 13. ID - ID
  • 14. ID - ID
  • 15. Hardwell & Dyro - ID
  • Guest45min Hardwell & Dyro - Never Say Goodbye
  • 16. Kid Cudi feat. MGMT - Pursuit Of Happiness (Steve Aoki Remix)
  • 17. Dada Life - Kick Out The Epic Motherfucker (Vocal Mix)[SO MUCH DADA]
  • 18. Alvaro & Mercer feat. Lil Jon - Welcome To The Jungle
  • 19. Dyro - Leprechauns & Unicorns[REVEALED]
  • 20. Noisecontrollers & Showtek - Loose (When The Beat Drops)[OWSLA]
  • w/
  • Noisecontrollers & Showtek - Loose (When The Beat Drops) (Tiesto Remix)

 

Video:

 

 

Live Set

 

 
 
 
Publicado em Ultra Music Festival
No dia 14 de dezembro, a tour mundial - I Am Hardwell - chega a Portugal, ao Meo Arena, com a Rádio Mega Hits. 
 
A explosão da música eletrónica de dança é uma realidade e em Portugal tem cada vez mais adeptos. Por isso a CP Comboios de Portugal associa-se ao evento mais esperado do ano em Portugal. 
 
A CP disponibiliza um comboio especial, que dá a oportunidade a todos os fãs de Hardwell viajarem de todo o país até Lisboa, para assistir ao espetáculo do DJ Nº1 do mundo - segundo a DJ Mag - e de regressarem de forma confortável a suas casas, evitando os incómodos do trânsito e do estacionamento
 
'A CP leva-te à música I Am Hardwell e a casa no final', é a promoção criada pela CP para este evento. A empresa disponibiliza por isso qualquer comboio Alfa Pendular ou Intercidades no comboio especial Intercidades, que parte da estação Lisboa Oriente na madrugada de dia 15 de dezembro, às 03:50 horas. Este comboio pára nas estações de Santarém, Entroncamento, Pombal, Coimbra B, Aveiro, Espinho e Gaia e tem como destino final - Porto Campanhã. 
 
Os bilhetes já podem ser adquiridos no netTICKET (cp.pt), no Call Center CP, nas Bilheteiras da CP, em Agências de Viagens e no Multibanco a partir de 25 de novembro.
 
 
Publicado em Eventos
quinta, 09 agosto 2018 21:10

Hardwell falha MEO Sudoeste

O DJ e Produtor holandês Hardwell acaba de cancelar a sua atuação agendada para hoje, 9 de agosto, no festival MEO Sudoeste. Além de ser um dos cabeças de cartaz desta quinta-feira, o DJ foi um dos primeiros confirmados no cartaz do evento.

"Devido a doença súbita, o DJ Hardwell está impossibilitado de atuar no festival MEO Sudoeste esta noite", confirmou a organização em comunicado. Wet Bed Gang e Kura vão substituir o DJ que já tinha atuado no mesmo recinto em 2014 e 2015.

O MEO Sudoeste realiza-se até sábado, 11 de agosto, na Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar. Depois de, em 2017, o festival ter recebido cerca de 200 mil pessoas, a organização estima que esse número seja superado até ao último dia.
 
Publicado em Festivais
O MEO Arena, em Lisboa, foi o palco escolhido pela editora de Hardwell, a Revealed Recordings e pela rádio Mega Hits, para receber uma passagem de ano especial com um line up recheado de vários artistas internacionais incluindo o português Kura.
 
Dannic, Sick Individuals, Joey Dale, Julian Calor, Manse e Tom & Jame transformaram a maior sala de espetáculos do país numa festa única com a melhor música eletrónica em grande destaque.
 
A inaugurar a cabine e durante cerca de uma hora esteve a dupla Tom & Jame que antes de voar até Gondomar, passou o ‘testemunho’ ao DJ e produtor Manse. O melhor amigo de Hardwell, Dannic, mais uma vez não desiludiu e foi com um set cheio de energia que contagiou tudo e todos, abrindo assim caminho para o artista que se seguia, o único português no line up: Kura - artista que ficou encarregue de inaugurar o ano 2016. Julian Calor assumiu já no dia 1 de janeiro de 2016 os comandos do MEO Arena com um set único, provando o seu talento para a arte do djing. De seguida, Joey Dale subia à cabine para provar, em terras nacionais, que é um dos jovens produtores dono de um potencial e talento singular.
 
Para finalizar a noite, a chegada da dupla Sick Individuals estremeceu o antigo Pavilhão Atlântico com hits da atualidade, temas originais e faixas melódicas acompanhadas dos habituais e energéticos drops.
 
Um palco repleto de ecrãs LED, efeitos pirotécnicos, fogo, lasers e C02, juntamente com as melhores músicas do momento, fizeram as delícias dos presentes que tiveram a oportunidade de receber o ano de 2016 rodeados de amigos e família.
 
O Pavilhão de Multiusos de Gondomar também recebeu a mesma festa de passagem de ano, uma iniciativa que aconteceu em Portugal pela primeira vez. Thomas Newson foi o artista exclusivo do New Year Revealed da zona norte.
 
Em baixo poderás conferir a entrevista de Joey Dale ao Portal 100% DJ, momentos antes da sua atuação no MEO Arena.
 
Quais são as tuas expectativas para esta noite?
As minhas expectativas para Portugal são sempre altas. O público é sempre fantástico. E agora no MEO Arena, uma das maiores arenas da Europa, tenho umas expectativas muito altas.
 
Qual é a tua opinião acerca do público português?
Esta é a quinta vez que atuo cá e o público português é sempre bom. Sempre cheio de energia, sabem as músicas e qual é a faixa que estou a tocar. É um público muito bom, um dos melhores da Europa.
 
 
Que memórias guardas em relação às tuas atuações em Portugal?
Uma das atuações que está no meu Top 3 em toda a minha vida foi no RFM Somnii, um dos meus primeiros espetáculos por cá. Foi já há um ano atrás mas continua a ser um dos melhores que já fiz.
 
Como é atuar ao lado de grandes colegas e amigos como Dannic ou Kura?
É uma mistura de sentimentos. O Kura é um herói nacional no vosso país e o Dannic é um dos meus ídolos há muitos anos e atuar com ele, tal como os Sick Individuals e grandes talentos como Thomas Newson e Julian Calor é uma mistura de sentimentos.
 
O apoio de Hardwell continua a ser essencial para a tua carreira?
Sim, continua a ser muito importante. É o fundador da Revealed Recordings e eu lancei a maior parte das minhas músicas nessa editora. Sem Hardwell ou a Revealed eu acredito que neste momento não estava aqui.
 
Qual é o segredo para ter uma carreira de sucesso no mundo da música eletrónica?
É uma pergunta difícil! Eu acho que não existe segredo, apenas trabalho árduo e dedicação à tua paixão. Se o teu sonho é ser um DJ de sucesso, não existe segredo nenhum, é só trabalhar muito.
 

Se o teu sonho é ser um DJ de sucesso, não existe segredo nenhum, é só trabalhar muito.

 
Que novidades podes desvendar em relação ao futuro da tua carreira?
Tenho muitas músicas a sair. Passei os últimos dois meses em casa e fiz umas sete faixas até agora. Vou lançar mais um tema pela Revealed, por isso vem aí muita música.
 
Alguma nova colaboração?
Sim, com os Paris & Simo, vai sair pela Revealed e também outras colaborações que podem vir a acontecer, mas nada está planeado ainda.
 
Para ti, quais foram os hits de 2015?
Uma das minhas favoritas é dos Major Lazer e DJ Snake, “Lean On”.
 
E da Revealed Recordings?
Aquela que ocorre agora é dos Paris & Simo e Makko, “Not Alone”, é uma faixa muito, muito boa. Continuo a ouvi-la todos os dias.
 
Com que artista português gostarias de colaborar?
Kura, claro! Nós por acaso já falámos sobre isso e trocámos algumas ideias entre nós. Nada está planeado até agora mas há de acontecer de certeza absoluta.
 
Que mensagem gostarias de deixar aos leitores e seguidores do Portal 100% DJ?
Como já disse, vocês são um dos melhores públicos do mundo e eu amo atuar aqui. Para mim, é um dos meus países favoritos da Europa. Obrigado por aqui estarem e espero ver-vos em breve!

 

Publicado em Reportagens
Quer seja um ponto final ou uma simples pausa na carreira de DJ, certo é que a decisão de Hardwell apanhou tudo e todos de surpresa. Num comunicado divulgado esta sexta-feira, o artista holandês afirmou que "ser Hardwell 24 horas por dia e 7 dias por semana acaba por deixar pouca energia, amor, criatividade e atenção" para a sua vida como uma pessoa normal. 

Além das suas grandes tours pelo planeta, a vida de Hardwell é também ocupada com a sua editora Revealed e com "Hardwell On Air", programa emitido não só na internet como em várias rádios por todo o mundo e onde já vários artistas portugueses tiveram em destaque, como é o caso de Ben Ambergen, Kevu, Zinko, Se7en e o seu amigo pessoal Kura

A propósito desta decisão de Hardwell fomos ao encontro dos referidos artistas onde a opinião é unânime. No DJing nem tudo é como parece ser e para combater a pressão e desgaste físico e psicológico nada melhor de que uma pausa. Neste caso, por tempo indeterminado.
 
 
Ben Ambergen
Esta decisão de Hardwell é para mim de coragem e merece todo o nosso respeito. A mesma coragem que ele teve quando decidiu deixar toda uma vida pessoal, enquanto Robbert, para se tornar Hardwell a "full time". Não imagino o que é ser o Hardwell, a pressão de todos os compromissos com tudo e com todos. Calculo que seja uma vida, tal como os espetáculos dele, programada ao segundo. É certamente difícil e desgastante seja fisicamente seja psicologicamente. No documentário do Avicii, deparamo-nos com esse mesmo facto. Imagino que este comunicado não será o fim das tours do Hardwell mas sim o repensar de uma carreira com tours mais moderadas. Espera-se que seja apenas uma breve pausa para que possa descansar e estar junto da família e amigos. Toda a gente precisa e ele merece. Ele deixa boas notícias ainda há música para sair e que não vai deixar de produzir. Agora percebe-se o adiamento do álbum Hardwell & Friends Vol. 4. Acho que teremos direito uma atuação surpresa dele no Ultra Music Festival 2019, como "comeback" e que será a sua melhor atuação de sempre.
 
 
 
Kevu (João Rosário)
A ideia que o público em geral tem da vida de um DJ internacional é bastante errada. Muitas pessoas pensam que é tudo fácil, muitas festas, passear, estar junto dos fãs... mas existe uma história bem diferente daquilo que se mostra nas redes sociais. O viajar constantemente onde inúmeras vezes os horários de sono são bastante reduzidos, a pressão de dar bons espetáculos enquanto se tem de lançar musica regularmente acaba por afetar toda a gente. Acredito que o Hardwell com o seu horário incrivelmente preenchido sentiu que estava na hora de aproveitar algum tempo para si mesmo. Não nos podemos esquecer que é um homem normal, com família de quem está muitas vezes longe. Acredito que seja essa umas das razões porque decidiu fazer uma pausa. Sendo ele quem é, tenho a certeza que vai voltar ainda mais forte. Às vezes temos de dar um passo atrás para dar dois em frente.
 
 
 
Zinko
Não sei o que pensar nestas situações, pois a especulação é sempre muita e muitas vezes sem fundos de fontes seguras do que realmente acontece, dou a minha opinião mais sincera. Todos sabemos quem é o Hardwell, o que fez, o que ajudou no crescimento do EDM no mundo e de alguma forma no nosso país, obviamente que o peso de uma retirada é enorme e causa um impacto brutal na indústria. Ele e a sua equipa sabem com certeza do envolvente deste facto. Nunca falei com o Hardwell pessoalmente, tenho alguma ligação por intermédios a partir da editora Revealed, por isso vou comparar de certo modo com a minha situação. A minha carreira já tem alguns anos, e de alguma forma já senti o peso da pressão, e muitas vezes eu próprio digo... "Bem se eu tenho 4 ou 5 gigs seguidos chego a casa todo partido, imagino alguém como o Hardwell, por exemplo". E a verdade é esta, todo um acumular de uma carreira no EDM numa altura em que a música eletrónica é na maior parte dos eventos Mainstream é uma alta pressão, acho que ele diz a verdade quando tem de pensar nele enquanto pessoa e enquanto "parte" de uma família, não só por já ter alguns longos anos disto, mas também porque as nossas bases seja para o que for, estão nos nossos princípios familiares, a falta de imaginação pode ser motivo para um artista entrar em depressão. Considero esta retirada do Hardwell como um "precaver" a uma situação similar a isso, não acho que seja jogada, nem um estudo de mercado, acho que é sim uma pausa interior e pessoal para com ele mesmo. Será para voltar em força daqui a algum tempo? Será para realmente sentir falta da pressão e da vida agitada? Não sei. Mas sei que Hardwell estando ou não no ativo já deixou provas e a sua marca ao mundo de que sempre será um nome de referência no EDM. Claro que fico triste, mas por outro lado fico tranquilo por saber que a música continuará a existir. Espero que não seja mais um caso Avicii e que o "Rei" do EDM volte em força brevemente.
 
 
 
Se7en
Penso que foi a melhor opção que ele possa ter tomado. Não é saudável ter de lidar com uma agenda cheia de entrevistas e atuações, e chegar ao final do dia e ainda ter forças para se focar em futuros lançamentos e na produção musical... Portanto percebo perfeitamente como se sente e respeito totalmente a sua decisão. Se formos a ver as coisas como elas são, é dos poucos artistas que mantém-se fiel ao seu género de música e trabalha diariamente de forma árdua para agradar os seus fãs. Leve o tempo que precisar, tenho a certeza que o número 1 do mundo voltará com toda a energia que nos tem acostumado ao longo dos anos. Força Hardwell!
 
 
 
Kura
A decisão do Robbert foi bastante pensada pois ele sabe o impacto que vai ter nos fãs que o adoram e que o gostariam de ver atuar brevemente, mas precisamos de ter tempo para cuidar de nós. Esta vida é extremamente exigente, tanto psicologicamente como fisicamente. A maioria das pessoas pensa que é tudo um mar de rosas mas não é bem assim, são centenas de voos por ano, várias noites sem dormir, onde o cansaço se começa a acumular, não vês os teus familiares e amigos durante semanas a fio, enfim. Todos estes fatores começam a desgastar o artista e por vezes a melhor solução é parar um bocado para recarregar baterias.
Publicado em Artistas
O DJ número 1 segundo a DJ Mag, Hardwell, revelou recentemente numa entrevista ao Sun Times que teve um pequeno trabalho no cinema. O produtor de “Arcadia” dá a voz à personagem Walter Jr. do novo filme “Minions”, na versão holandesa.
 
Em entrevista ao Sun Times, Hardwell revelou que fazer a dobragem de um filme de animação era uma das coisas que gostaria de realizar um dia. “Ser ator de dobragens, eu sempre quis fazer algo do género”, revelou o DJ holandês.
 
“Sabes que o novo filme “Minions” está prestes a sair, certo? Eu faço uma das vozes de uma das personagens em holandês, na versão holandesa do filme. (...) Eu faço o Walter Jr., (...) um dos criminosos do filme”, afirmou Hardwell.
 
“Minions” foi lançado no passado dia 25 de junho e conta a história de vários seres amarelos que têm como única missão servir os maiores vilões do mundo.
 
Hardwell está de regresso a Portugal no próximo dia 8 de agosto, no festival MEO Sudoeste, na Zambujeira do Mar.
 
Publicado em Artistas
Pela terceira vez o DJ e produtor português Ben Ambergen vê um tema original seu ser reproduzido no “Hardwell On Air”, o radioshow do artista holandês. Depois de “Dilt” e “Earthquake”, na passada sexta-feira a sua nova produção “I Want Your Love” foi considerada como “Demo da Semana” por Hardwell.
 
“A sensação é incrível”, confessou Ben Ambergen em exclusivo ao Portal 100% DJ. Para este tema, o artista português “já tinha como objetivo o Hardwell On Air” e a sua deslocação ao Amsterdam Dance Event “também contribuiu muito para este feito”, pois permitiu a Ben Ambergen de “perceber o que eles procuram no que toca à música nos dias de hoje”.
 
O radioshow de Hardwell tem vindo a destacar várias produções nacionais, como é o caso de artistas como Kura, KEVU, Rizzo, Stego e mais recentemente Se7en. Na opinião de Ben Ambergen, existem ainda muitos mais talentos que mereciam tal destaque devido à sua “qualidade e potencial”, como por exemplo os Energy System, Ewave e Pete Kingsman. “Não somos desvalorizados como muitas vezes ‘ouvimos na praça’, até pelo contrário. Acho que a dance scene a nível de produção tem crescido bastante e que somos mais devalorizados ‘em casa’ do que lá fora”, admitiu o DJ e produtor português.
 
Em relação ao futuro da sua carreira, após a sua estreia no palco Moche Room do festival MEO Sudoeste e do seu tema “Get Out” ter atingido o Top 20 de vendas no género big room no Beatport, Ben Ambergen ambiciona “pisar pela primeira vez o palco de festivais como a EDP Beach Party ou o RFM SOMNII”. O artista tem “vários temas quase a sair, em que alguns deles são colaborações”, uma delas com Pete Kingsman. “Acho que 2017 poderá ser um ano interessante”, confessou.
 
Apesar de ainda não poder avançar com a data de lançamento e a editora de “I Want Your Love”, o produtor sente-se “agradecido e afortunado” por esta nova meta alcançada.

 

 

Publicado em Artistas
Pág. 1 de 7
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.

Este site utiliza cookies. Ao navegares neste site estás a consentir a sua utilização. Para mais informações consulta a nossa Política de Privacidade.