21-02-2020

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

A Red Bull Music Academy e o Boiler Room regressam a Lisboa com uma incrível e inédita proposta na sua terceira edição em Portugal. É que, desta vez, a aventura Boiler Room reveste-se de contornos inéditos: no próximo dia 21 de janeiro, a partir de uma localização icónica, será efetuada não uma, mas três transmissões distintas com uma seleção de artistas absolutamente única e representativa da modernidade e identidade nacional. Na plataforma boilerroom.tv serão abertas três janelas simultâneas de transmissão que permitirão a quem sintonizar escolher um dos três pontos distintos de broadcast, numa ação inédita a nível mundial na história do Boiler Room.
 
Esta histórica emissão tripartida do Boiler Room a partir de uma localização para já mistério em solo nacional, marca igualmente o arranque da nova fase de candidaturas à Red Bull Music Academy que terá a sua edição 2015 em Paris. Tem assim início mais um ano de atividades singulares no mais avançado universo musical. E logo com três janelas abertas para o mundo a partir de Portugal. 
 
O line-up será divulgado nas próximas semanas. Na sua última passagem por Lisboa, a 17 de janeiro, foram anfitriões o produtor e DJ BRANKO (Buraka Som Sistema/Enchufada), Moullinex & Xinobi, Trikk, Octa Push, Rita Maia, DJ Marfox, Throes + The Shine e Twofold.
 
Publicado em Eventos
É já no próximo dia 27 de setembro que o conhecido conceito Boiler Room regressa a Portugal, desta vez na cidade do Porto com o tema “Into the Dark”, em parceria com a Eristoff. No cartaz constam nomes como Carl Craig, Surgeon e Violet.
 
“Podemos esperar alguns mestres do techno desde Detroit e Europa unidos por uma estrela do techno portuguesa que desafia quaisquer rótulos ou convenções. Esta será a sua estreia no Boiler Room. Vai ser uma experiência de clubbing única de que toda a gente vai falar nas semanas seguintes”, referiu Tom Wilshire, produtor musical do conceito.
 
O Boiler Room existe desde 2010 e foi criado com o objetivo de promover o mundo real e as culturas e subculturas de música underground.
 
Publicado em Eventos

 

Durante esta semana foi criado um canal no Youtube, intitulado “90’s Boiler Room”, onde foram colocadas várias paródias aos vídeos do projeto de música eletrónica, protagonizadas por Solomun, Richie Hawtin, Ben Klock e Mano Le Tough.
 
Os DJs e produtores aceitaram o desafio e gravaram os vídeos, imitando as festas da Boiler Room, reproduzindo êxitos dos anos 90 como “Barbie Girl” e “Everybody”. Rapidamente, o Boiler Room entrou em contato com o Youtube,  que retirou todos os vídeos.
 
O facto destes vídeos poderem prejudicar a imagem do Boiler Room e dos artistas, que apenas quer transmitir música de qualidade, foi o motivo apresentado. No entanto, a empresa pretende voltar a colocar os vídeos online, se os lucros dos mesmos, ganhos com a publicidade, forem entregues a instituições de solidariedade.
 
No entanto, já circula na internet uma petição para que o “90’s Boiler Room” volte a ser colocado online.  Existe também a página oficial de Facebook deste novo projeto de humor, onde podem ser vizualidadas as paródias que não deixam ninguém indiferente a dar uma boa gargalhada.
 
 
When Richie Hawtin drop one of best track ever ! ahahfun :-D
Posted by Angelo Raguso / FAW9 on Terça, 26 de maio de 2015
Publicado em Mix
A Red Bull Academy junta-se ao Boiler Room para a terceira edição portuguesa, que terá lugar em Lisboa num local icónico e secreto no dia 21 de janeiro, e revelou hoje os artistas que irão fazer parte do line up.
 
DJ Ride, Rui Vargas & André Cascais, Djeff Afrozila e Buraka Som Sistema são alguns dos nomes que prometem uma festa inesquecível, dividida em três salas diferentes.
 
A transmissão em direto será na plataforma boilerroom.tv, com três janelas em simultâneo, o que permite aos visitantes de escolherem o broadcast que querem ver, numa iniciativa inédita a nível mundial em toda a história do Boiler Room.
 
Na última edição do Boiler Room que decorreu em Lisboa, Branko, Moullinex & Xinobi, Trikk, Octa Push, Rita Maia, DJ Marfox, Thrones + The Shine e Twofold foram os nomes que fizeram parte do cartaz.
 
Confere abaixo o line up:
 
Room 1:
  • Alex FX
  • Die Von Brau
  • DJ Ride
  • Gala Drop
  • Ivvvo
  • Jibóia
  • Marie Dior
  • Mariza
  • Mr. Herbert Quain
  • Paus
  • Sequin
 
Room 2:
  • CVLT
  • Jorge Caiado + Zé Salvador
  • Miguel Torga
  • MMMOOONNNOOO
  • Moullinex Live
  • Rui Vargas + André Cascais
  • Switchst(d)ance + Twofold
  • Tiago
  • Trikk + Solution
 
Room 3:
  • Batida
  • Bison + Squareffekt
  • Buraka Som Sistema Live
  • Cachupa Psicadélica
  • Djeff Afrozila
  • Nigga Fox
  • Rastronaut
 
Publicado em Eventos
segunda, 06 janeiro 2014 21:23

Boiler Room regressa a Lisboa

A 17 de janeiro, na semana de arranque da fase de candidaturas para a edição da Red Bull Music Academy de 2014 - que vai levar um grupo de cientistas do futuro sónico até Tóquio para partilhar skills e visão - a Academia traz de volta à cidade de Lisboa um evento lendário. E não poderia fazer mais sentido celebrar a capital Japonesa, não fosse em Tóquio que acontece o Club Domune, um dos pioneiros e líder de audiência de live streaming em formato clubbing.

 
Este, define-se como um conceito inovador, abraçado desde a primeira hora pela Red Bull Music Academy. Heróis do subsolo da música eletrónica invadem locais secretos em capitais icónicas do planeta - Londres, Berlim, Nova Iorque, Los Angeles... - e, na companhia de um número limitado de convidados, transmitem em live streaming para o globo inteiro uma celebração musical sem regras, levada a cabo com ferramentas como decks, synths, drum machines, microfones e laptops.
 
Depois de um primeiro Boiler Room em Lisboa que superou todas expetativas em intensidade e em adesão, a fasquia continua alta, e nem o céu é o limite, juntando de novo um leque improvável de artistas nacionais como BRANKO (Buraka Som Sistema/Enchufada), Moullinex & Xinobi, Trikk, Octa Push, Rita Maia, DJ Marfox, Throes + The Shine e Twofold.
 
Há muitos motivos para celebrar, ou não fosse a antecipação a Tóquio 2014 um monumento em si - de olhos postos no futuro da música. Cada computador será um sound system - basta apontar os browsers no dia 17 de janeiro entre as 19 e as 00:15 horas para o site do evento.
 
Publicado em Eventos
quarta, 20 fevereiro 2013 14:42

Boiler Room conquistou Portugal

Algumas dezenas de metros acima do nível do chão, como se Lisboa estivesse pronta para descolar para o espaço, ali mesmo com o rio Tejo aos pés e a ponte 25 de Abril como rampa de lançamento. Foi assim o Boiler Room Lisboa Red Bull Music Academy Takeover, estreia em grande no nosso país de uma iniciativa que tem gerado ondas de entusiasmo em todo o mundo.
 
A ideia simples foi conseguida: um sound system de luxo, uma sala repleta de clubbers fanáticos, um line-up do mais avançado que a eletrónica tem para oferecer e uma série de câmaras a transmitirem tudo pela internet, transformando o planeta numa pista de dança.
 
Em Lisboa, quem pôs tudo a ferver foram os Sensible Soccers, os Voxels, Ivvvo, Buraka Som Sistema, Dj Ride, Switchst(d)ance e a «cereja em cima do bolo» - DJ Vibe.
 
Para chegar ao Boiler Room Lisboa Red Bull Music Academy Takeover era necessário subir as escadas metálicas que conduziam ao topo de um antigo reservatório de àgua na LXFactory. Uma vez lá em cima, podia-se desfrutar das incríveis vistas do terraço com a banda sonora proporcionada pelos DJs de serviço ou então subir mais um lanço de escadas para mergulhar no antigo depósito propriamente dito: luzes baixas, som alto com a qualidade inexcedível "Funktion One" e uma energia que se podia literalmente cortar à faca.
 
Dizer que foi memorável é, pois claro, dizer muito pouco: a estreia do Boiler Room em Portugal pela mão da Red Bull Music Academy pode muito bem ter ficado para a história. Diferentes sonoridades, diferentes gerações, diferentes ferramentas, mas uma mesma vontade de impor a dança como prática comum. Os presentes talvez não tenham reparado, mas por um momento aquele antigo reservatório de água descolou e viajou pelo espaço: as colunas foram os reactores, a música o combustível e os clubbers os tripulantes.
 
Boiler Room Lisboa Red Bull Music Academy Takeover signing out: Missão cumprida!
 
Publicado em Eventos
De Portugal para o mundo. Essa tem sido a história, e no presente, um verdadeiro desígnio nacional. A primeira edição do Boiler Room Lisboa Red Bull Music Academy Takeover vai ser exatamente isso: uma apresentação do melhor que a eletrónica portuguesa tem para oferecer ao mundo, uma amostra variada daquilo que por cá se faz com computadores, sintetizadores, caixas de ritmos, samplers, gira-discos e demais ferramentas de investigação rítmica aplicada.

O Boiler Room é um conceito que a Red Bull Music Academy abraçou desde o primeiro momento - locais secretos nalgumas das mais cosmopolitas capitais do planeta - Londres, Berlim, Nova Iorque e Los Angeles são apenas alguns exemplos - com alguns dos mais inovadores DJs de sempre - de Theo Parrish a Diplo, de Gaslamp Killer a Goldie ou Terror Danjah.
 
A celebração musical sem barreiras é aberta a um número sempre limitado de convidados que se entregam sem reservas à música num local secreto. E depois - importante! - tudo é transmitido via streaming para que seja qual for o local do mundo em que se esteja a música possa invadir os sentidos e fazer aquilo que faz melhor - transportar-nos para outro local e fazer-nos parte de uma comunidade global – uma nação sob um mesmo groove.
 
Desta feita, o Boiler Room estreia-se agora em Lisboa uma vez mais em parceria com a Red Bull Music Academy, num local secreto da capital, juntando um dos mais incríveis line-ups de que há memória por terras lusas. Diferentes sensibilidades, diferentes formas de entender o ritmo e de gerir a pista, diferentes bpms e tempos, mas uma mesma vontade de obrigar o sistema de som a fazer horas extraordinárias.

O arranque do Boiler Room Lisboa Red Bull Music Academy Takeover será feito com o psicadelismo eletrónico dos Sensible Soccers, que levarão instrumentos e ousadia para cima do palco apostando, como o nome indica na sensibilidade musical.
 
Seguem-se os Voxels, dupla portuense que a partir da sua base de trabalho Magical Audio Unicorn tem investido numa abordagem elegante à música de dança tendo produzido num curto espaço de tempo uma série de aplaudidos temas de pista.

IVVVO é outro dos nomes convocados. Este misterioso produtor investe numa eletrónica mais sombria, de ambientes carregados que traduz na perfeição os dias do presente nos sistemas de som mais exigentes, explorando as frequências mais baixas com mestria.

A marcar forte presença neste primeiro Boiler Room em terreno nacional estarão também os Buraka Som Sistema, que representam a vanguarda de um som que veio de Luanda mas ganhou força em Lisboa antes de conquistar o mundo.
 
Do cartaz consta também DJ Ride, SWITCHST(d)ANCE, alter ego de Marco Antão e DJ Vibe, referência maior da história do house nacional, onde lhe caberá a missão final de levar o Bolier Room ao ponto de ebulição.

Diferentes gerações unidas por uma causa, diferentes entendimentos do que significa fazer dançar, fazer vibrar um sistema de som: United Colours of the New Portuguese Underground? Qualquer coisa assim. O que é certo é que o mundo inteiro vai ouvir Lisboa.

Cada computador será um sound system se apontarem os browsers para http://boilerroom.tv/live a partir das 19h do dia 15 de Fevereiro.
Publicado em Eventos
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.