01-12-2020
  Diretor Ivo Moreira  \  Periodicidade Diária
quarta, 12 fevereiro 2020 23:17

Portugal recebe tour mundial de Black Coffee

A Arena do Campo Pequeno em Lisboa recebe no próximo dia 3 de maio, domingo, a tour mundial do icónico DJ e produtor Black Coffee. Depois de esgotar todos os palcos por onde tem passado, o artista sul-africano ruma agora até Lisboa onde irá apresentar o seu novo álbum "SBCNCSLY", num espetáculo único juntamente com outros DJs que a organização irá divulgar muito em breve.

Além de um palco exclusivo, este espetáculo será repleto das já conhecidas sonoridades house, deep house e afro house, que transformarão o Campo Pequeno no maior palco da música eletrónica em Portugal, tendo como cabeça de cartaz Nkosinathi Maphumulo, dono da editora Soulistic Music, pela qual editou o álbum "Pieces Of Me" em 2015.

Os bilhetes encontram-se à venda em toda a rede da Ticketline com valores que oscilam entre os 25 e os 87,50 euros.
 
Publicado em Eventos
Lisboa vai receber um novo festival de música eletrónica no próximo dia 9 de junho, no Campo Pequeno, com grandes nomes nacionais e internacionais e o Portal 100% DJ como Media Partner Oficial.
 
Thomas Gold, Matisse & Sadko, KEVU, Justin Mylo, D.O.D. e Audiotricz são os artistas confirmados para a primeira edição deste festival. Se és DJ, podes ter a oportunidade de abrir o evento, participando num concurso com um set de 30 minutos através do site oficial do Discoveries Festival.
 
Os bilhetes já se encontram disponíveis com preços entre os 15 e os 560 euros na Ticketline e nos restantes locais habituais.
 
Publicado em Festivais
O mercado dos espetáculos registou uma quebra de 87% entre janeiro e outubro deste ano, face a 2019, segundo o manifesto da Associação de Promotores de Espetáculos, Festivais e Eventos (APEFE), que promove este sábado em Lisboa um protesto do setor.

Para a associação, "é chegado o momento de os decisores políticos dizerem o que querem para Portugal, no que respeita à Cultura e às manifestações artísticas", pode ler-se no manifesto, onde são também enumeradas uma série de questões, às quais considera que é "preciso, clara e inequivocamente responder", recordando que "os promotores, as salas, as empresas de audiovisuais e equipamentos para espetáculos, os artistas, os autores, os agentes, os produtores, os técnicos, e profissionais dos espetáculos estão sem chão".

De modo a evitar, entre outros, "o aumento dos desempregados, as falências e as insolvências das empresas, e os danos irreparáveis para a saúde mental de toda a sociedade, se esta atividade for interrompida", a APEFE exige "um apoio a fundo perdido da 'Bazuca Europeia' correspondente a 20% da quebra de faturação das empresas e a 40% no rendimento de artistas, técnicos e profissionais dos espetáculos, vulgo 'intermitentes', valor este a ser pago em duodécimos, de janeiro a dezembro de 2021".

A "Bazuca Europeia" a que se refere a APEFE são os 13,2 mil milhões de euros (a preços de 2018) que Portugal vai receber em subvenções (a fundo perdido), até 2023, através do Mecanismo de Recuperação e Resiliência, o principal instrumento do Fundo de Recuperação europeu pós-crise gerada pela Covid-19.

"Algumas dezenas de empresas já fecharam portas e outras centenas lutam diariamente para não seguirem o mesmo caminho, lutam para não despedir nenhum colaborador. Sem apoios concretos e contextualizados adequados às reais necessidades das empresas do sector e aos milhares de trabalhadores para quem a cultura é sinónimo de existência e subsistência, o fim está próximo. Infelizmente para muitos, o fim já chegou", assegura.

Para este sábado a referida Associação agendou uma "Manifestação pela Cultura" que irá decorrer no Campo Pequeno, em Lisboa. Sandra Faria, da APEFE, explicou que a manifestação irá decorrer "dentro do Campo Pequeno, como se de um espetáculo se tratasse, cumprindo as regras impostas pela DGS" e com a capacidade do recinto limitada a duas mil pessoas.

A Associação convidou "associações e movimentos formais e informais do setor", bem como artistas a juntarem-se ao protesto.
Publicado em Eventos
Devido às recomendações das autoridades de saúde e de forma a combater a propagação da pandemia que atualmente afeta todo o mundo, a apresentação ao vivo do icónico DJ e produtor Black Coffee no Campo Pequeno, em Lisboa, foi adiada.

O evento que estava agendado para dia 3 de maio, acontece agora a 20 de setembro, domingo, e os bilhetes vão voltar a estar à venda em toda a rede da Ticketline com valores que oscilam entre os 25 e os 87,50 euros.

Além de um palco exclusivo, este espetáculo será repleto das já conhecidas sonoridades house, deep house e afro house, que transformarão o Campo Pequeno no maior palco da música eletrónica em Portugal, tendo como cabeça de cartaz Nkosinathi Maphumulo, dono da editora Soulistic Music, pela qual editou o álbum "Pieces Of Me" em 2015.
 
Publicado em Eventos
A primeira edição do Discoveries Festival foi adiada para o final do ano “por razões de produção do espetáculo”, revelou a organização em comunicado, referindo ainda que será anunciada uma nova data para o evento.
 
O festival iria decorrer no próximo dia 9 de junho, no Campo Pequeno em Lisboa com Audiotricz, D.O.D., Matisse & Sadko, Justin Mylo, Thomas Gold, KEVU e Alex-T no line-up. A promotora do evento, Westablished, informou ainda “que estão a ser efetuadas todas as diligências junto dos artistas e seus representantes de forma a ser mantido o mesmo cartaz”.
 
Os bilhetes já comprados vão ser válidos para a nova data, que deverá ser no final deste ano, mas para quem pretende a devolução de entradas, o reembolso pode ser efetuado nas respetivas bilheteiras.
 
Publicado em Festivais
domingo, 28 agosto 2016 23:27

MTV assina festival de regresso às aulas

Este ano o regresso às aulas vai ter outra música com a primeira edição do festival “MTV Back To School” assinado pela MTV Portugal. No dia 17 de setembro, o Campo Pequeno, em Lisboa, será palco de um dia dedicado à música nacional e internacional com um cartaz que levará ao rubro a audiência. 
 
Abraham Mateo, April Ivy, Diego Miranda, Djodje e Dj Ride são os artistas que vão atuar no “MTV Back To School”. O festival promete encerrar em grande as férias de verão com muita música, várias atividades e surpresas.
 
“O regresso às aulas significa uma nova etapa na vida dos estudantes e a MTV Portugal quer estar presente nestes momentos de forma a torná-los memoráveis. Assim surgiu a ideia da primeira edição do festival ‘MTV Back To School’, um dia de festa para ser passado entre amigos com música de grande qualidade e com o cunho da MTV”, explica Victor Mourão, responsável da MTV Portugal. 
 
Os bilhetes já se encontram à venda nos vários locais habituais com valores a começar nos 20 euros.
 
Publicado em Eventos