10-04-2020

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

O Rock in Rio Lisboa associa-se às instituições Re-food e Dariacordar numa iniciativa pioneira contra o desperdício e a gestão das sobras alimentares. Durante os 5 dias do evento (25 e 26 de maio, 1, 2 e 3 de junho) a Dariacordar e a Re-food vão recolher as refeições não utilizadas na Cidade do Rock e encaminhá-las para famílias carencidadas, através de instituições de solidariedade locais.

A Re-food irá recolher todas as sobras alimentares dos bares oficiais do evento e de todos os stands alimentares das marcas presentes na Cidade do Rock e a Dariacordar irá juntar todas as refeições excedentes do catering da Área VIP e do catering da equipa de produção.

De modo a assegurar que estes alimentos chegam a quem mais precisa e em perfeitas condições a seleção das instituições que irão receber e encaminhar as refeições será feita pela Junta de Freguesia de Marvila e ambas as organizações seguem os critérios de exigência da ASAE. As refeições serão recolhidas assim que os stands e os caterings da Área VIP e da equipa encerrem e serão entregues a tempo de serem consumidas no almoço do dia seguinte à recolha.

O projeto da Re-Food4Good - Aproveitar para Alimentar consiste em resgatar alimentos em perfeito estado de conservação e entregar o mais rápido possível a quem precisa. A equipa envolvida atua localmente com baixa pegada carbónica, visto que a recolha de alimentos é feita com bicicletas, por uma equipa de voluntários.
A organização tem como objetivo espalhar os benefícios da iniciativa e influenciar a consciência e o comportamento humano, procurando que o “re-fooding” se torne uma prática universal.

No Rock in Rio-Lisboa 2012 o objetivo é combater o desperdício alimentar e a fome recolhendo os excedentes alimentares pelos vários stands.
 

A Dariacordar - Associação contra o desperdício é uma associação sem fins lucrativos contra o desperdício alimentar. O seu objetivo é combater o desperdício, seja qual for a sua natureza e tipo, procurando captar excedentes e competências ainda suscetíveis de (re) utilização, onde estes possam existir, promovendo e dinamizando a sua subsequente distribuição, reutilização e otimização.

A associação iniciou um movimento intitulado Zero Desperdício (www.zerodesperdicio.pt), uma solução encontrada para ajudar portugueses em dificuldades, através da qual se pretende “acordar” as pessoas e as instituições para a realidade, despertando ações comunitárias de boa vizinhança e de solidariedade. Procuram igualmente encaminhar adequadamente os desperdícios contribuindo para o “Carbono Zero” e para um planeta mais saudável.
 
Publicado em Rock in Rio
O Seaside Sunset Sessions, festival que terá lugar na Pampilhosa da Serra de 17 a 25 de agosto, acaba de anunciar mais um nome que fará parte do cartaz deste ano. O DJ, compositor e produtor holandês Nicky Romero junta-se assim a CØDE, Karetus, Oskar DJ (residente do evento), Hugo Tabaco e DJ É-me - DJ oficial da Cidade FM. 

Depois de lançar vários singles no início da sua carreira, Nicky alcançou oficialmente o sucesso com o hino viral "Toulouse" e "I Could Be the One" (vs. Avicii), que acumulou mais de 185 milhões de streams no Spotify. A sua habilidade meticulosa levou-o a co-produzir com artistas lendários, como Rihanna no hit "Right Now" e Britney Spears em "It Should Be Easy". Para o presente ano o artista anunciou colaborações com Dimitri Vegas e Mike, Afrojack, David Guetta e Taio Cruz. 

O Festival Seaside Sunset Sessions decorre na Praia Fluvial da Pampilhosa da Serra, e terá entrada gratuita de 17 a 22 de agosto e paga nos dias 23 e 24. Com a natureza como cenário de fundo, o festival promete proporcionar uma experiência inesquecível aos seus visitantes, que poderão desfrutar da melhor música eletrónica.

Os ingressos podem ser adquiridos em exclusivo na Blueticket, com condições especiais até ao próximo dia 31 de maio com preços que variam entre os 13 e os 75 euros.
 
Publicado em Festivais
Considerado como um dos maiores festivais de música eletrónica de Portugal, o NEOPOP está de volta no próximo ano e divulgou as datas do evento numa conferência de imprensa, com a presença da organização e da direção da Câmara Municipal de Viana do Castelo.
 
O Forte de Santiago da Barra volta a receber o festival nos dias 3, 4 e 5 de agosto, depois da edição deste ano ter contado com mais de 26 mil pessoas vindas de 46 países diferentes.
 
A organização promete aumentar ainda mais a qualidade do evento, com forte ligação à cidade de Viana do Castelo, com várias novidades a serem divulgadas em breve. Os passes para o NEOPOP já estão disponíveis no site oficial do festival a um preço promocional de 65 euros.
 
Magazino, Carl Cox, Maceo Plex, Richie Hawtin e Rui Vargas foram alguns dos DJs e produtores que marcaram presença na edição deste ano do NEOPOP Electronic Music Festival.
 
{youtube}DNu-gHHDM2k{/youtube}
Publicado em Festivais
Embora ainda sem datas definidas e depois de uma primeira edição de sucesso, a organização acaba de anunciar que o Festival BPM regressa a Portugal em setembro do próximo ano, concretamente a Lagoa e a Portimão. No comunicado pode ainda ler-se que a edição mexicana não será realizada devido à instabilidade que existe naquela região. 
 
O festival fundado por Craig Pettigrew e Philip Pulitano teve a sua estreia europeia em Portugal entre os dias 14 e 17 de setembro, recebendo inúmeros amantes da música eletrónica oriundos de 91 países. Danny Tenaglia, Chus & Ceballos, Audiofly e Paco Osuna, foram alguns dos artistas que animaram a edição portuguesa.
 
O BPM Festival é um evento originário do México, focado em talentos emergentes, que atrai público de todo o mundo para as suas pistas de dança, ao apresentar no mesmo cartaz, os artistas, marcas e editoras mais procurados do mercado da música eletrónica Nas suas edições, o tem programado festas de selos como All Day I Dream, ANTS, DIYNAMIC Music, Drumcode, ENTER., Intec, Music On, Paradise, SCI+TEC, Stereo Productions ou Toolroom Records.
 
Na sua última edição mexicana, em janeiro deste ano, foi alvo de um tiroteio que fez cinco vítimas mortais. A tragédia deu-se durante a festa de encerramento do festival na discoteca Blue Parrot na Playa del Carmen.
 

Publicado em Festivais
quarta, 14 fevereiro 2018 22:22

Lisboa tem uma Nova Batida em setembro

Dos criadores de festivais como Soundwave, Paradise Island e Funk & Soul Weekender chega um novo evento à cidade de Lisboa. O Nova Batida pretende ser um festival citadino, que mistura música, arte, cultura e estilos de vida de vários pontos do planeta.

Organizado pela Soundcrash, o Nova Batida terá a sua primeira edição nos dias 14 e 15 de setembro em dois dos espaços mais populares da capital portuguesa, no LX Factory e no Village Underground Lisboa.

Mount Kimbie, Maribou State, Gilles Peterson, George Fitzgerald, Max Cooper, Stones Throw e MNDSGN são alguns dos artistas já confirmados. De acordo com a organização, o festival promoverá também aulas de surf e yoga, entre outras animações de rua. Os bilhetes já estão à venda com preços que variam entre os 20 e os 150 euros.
Publicado em Festivais
O festival Coachella anunciou na passada quinta-feira o cartaz completo para a sua edição de 2019. Entre os cabeças de cartaz estão Tame Impala, Ariana, Diplo, DJ Snake, Weezer, Mac DeMarco, Idris Elba, J Balvin, Playboy Carti, Jon Hopkins, Rosalía, The 1975 e Zedd.

O festival decorre nos fins-de-semana de 12 a 14 e 19 a 21 de abril no Empire Polo Club, na Califórnia e a venda de ingressos para os primeiros dias de evento esgotou em apenas 40 minutos. Para o segundo fim-de-semana demoram apenas seis horas até esgotarem. Os passes mais baratos de três dias custavam 376 euros, existindo ainda outras tipologias que alteravam o valor.

No entanto, há boas notícias para quem não conseguiu ingressos. Pela primeira vez em nove anos, o YouTube irá transmitir os concertos do festival. A plataforma que antes exibia apenas os primeiros três dias, alargou o contrato e além da transmissão, também será responsável pelas playlists oficiais.
 
Publicado em Festivais
De 9 a 11 de agosto do próximo ano, o Festival Neopop regressa a Viana do Castelo para três dias com o melhor que a música electrónica tem para oferecer, no local de sempre, junto ao Forte de Santiago da Barra.

Além das datas anunciadas hoje na conferência de imprensa, foram ainda divulgados alguns dados resultantes de um estudo encomendado pela organização à empresa Ernst & Young Global Limited à edição deste ano.
 
O Festival gerou um retorno financeiro em Viana do Castelo de 3,5 milhões de euros em três dias com cerca de 30 mil pessoas a visitar a cidade e o distrito. Deste montante, 1,3 milhões foram gastos no setor da restauração, 944 euros em alojamento sendo que em média cada festivaleiro passou três a quatro noites na região dos quais 54% ficaram em alojamento local, 998 euros no comércio local e 285 em deslocações e viagens no distrito. A edição de 2017 recebeu visitantes oriundos de 52 nacionalidades diferentes, sendo que 62% do público foi português. Entre 5 a 7 espectadores já tinham vindo mais do que uma vez ao festival. A idade de 43% dos festivaleiros oscila entre os 26 e 35 anos de idade.

Relativamente à hospitalidade da população de Viana do Castelo, o estudo agora revelado vem dizer que 92% dos visitantes classificou a relação com a comunidade local como "Boa" ou "Muito Boa". Cerca de 26% dos festivaleiros ouvidos neste levantamento referiram que se não fosse o Neopop não se deslocavam à região.

Relativamente à edição do próximo ano a organização salienta que pretende "um cartaz mais coeso e que os vianenses participem mais no festival. Queremos que a experiência Neopop não seja só musical, mas também cultural, gastronómica, turística, que as pessoas desfrutem da cidade. Queremos passar a linha dos 30 mil visitantes".

Os primeiros bilhetes para a 13.ª edição do festival foram hoje colocados à venda, num formato "early bird", pelo valor de 65 euros, tornando-se impossível dizer "havemos de ir a Viana".
 
Publicado em Festivais
São quarenta horas de música no alinhamento deste festival online realizado pela primeira vez em território nacional e que arranca já esta terça-feira. Os concertos terão a duração de meia hora, e decorre entre as 17h e as 23h30. O  "Festival Eu Fico em Casa" continua até domingo no mesmo horário e pode ser visto na página de Instagram da iniciativa ou na dos respetivos artistas.

O objetivo deste festival é "sensibilizar a população para a necessidade de ficar em casa" durante este período crítico da propagação do surto de COVID-19. Ao mesmo tempo, chama a atenção para as consequências da pandemia na atividade do setor das artes, paralisando por completo os espetáculos públicos e "deixando artistas, músicos, técnicos, agências e várias empresas numa situação económica muito delicada".

Entre os artistas que aderiram à iniciativa estão nomes como Fausto Bordalo Dias, António Zambujo, Capicua, Benjamim, Ana Bacalhau, Pedro Abrunhosa, Ana Moura, Luísa Sobral, Sean Riley, Cláudia Pascoal, Márcia, David Fonseca e muitos outros. A música eletrónica será representada pelos DJs Stereossauro, Supa Squad, Xinobi, Branko, Ride e Moullinex, que ocupa a posição número 17 do TOP30, o único ranking da música eletrónica em Portugal.

Alinhamento do Festival Eu Fico em Casa:

Terça, 17 de Março
17h00 – Bárbara Tinoco
17h30 – André Henriques
18h00 – Elisa Rodrigues 
18h30 – Buba Espinho
19h00 – Filipe Gonçalves
19h30 – João Pedro Pais
20h00 – DOMI
20h30 – Cristina Branco
21h00 – Boss AC
21h30 – Diogo Piçarra
22h00 – David Fonseca
22h30 – Samuel Úria
23h00 – BRANKO

Quarta, 18 de Março
17h00 – Tiago Nacarato 
17h30 – Lince 
18h00 – Irma
18h30 – Filho da Mãe 
19h00 – André Sardet 
19h30 – Tomás Adrião
20h00 – Chico da Tina
20h30 – April Ivy
21h00 – Murta
21h30 – Fernando Daniel
22h00 – Márcia
22h30 – Noiserv
23h00 – Supa Squad

Quinta, 19 de Março
17h00 – Paulo Sousa
17h30 – Afonso Cabral
18h00 – Joana Espadinha & Cassete Pirata 
18h30 – Tainá
19h00 – Fábia Rebordão
19h30 – Bispo
20h00 – Mirai
20h30 – Marta Carvalho
21h00 – António Zambujo 
21h30 – Mafalda Veiga
22h00 – Matias Damásio
22h30 – Prodígio
23h00 – DJ Ride

Sexta, 20 de Março
17h00 – Tomás Wallenstein
17h30 – Sean Riley
18h00 – Frankie Chavez
18h30 – Catarina Munhá
19h00 – Kalú
19h30 – Cláudia Pascoal
20h00 – Nelson Freitas
20h30 – Marco Rodrigues
21h00 – AGIR
21h30 – Pedro Abrunhosa
22h00 – Capicua
22h30 – Pedro Mafama
23h00 – Stereossauro

Sábado 21 de Março
17h00 – Valas
17h30 – O Gajo
18h00 – Joana Almeida
18h30 – Luís Severo
19h00 – Benjamim
19h30 – Jorge Benvinda
20h00 – Cálculo
20h30 – Rui Massena
21h00 – Héber Marques
21h30 – Carolina Deslandes
22h00 – The Legendary Tigerman
22h30 – Ana Bacalhau
23h00 – Moullinex

Domingo, 22 de março
17h00 – Fausto Bordalo Dias 
17h30 – João Só
18h00 – Sara Correia 
18h30 – Júlio Resende
19h00 – Selma Uamusse
19h30 – Ricardo Ribeiro
20h00 – Best Youth
20h30 – Nuno Ribeiro
21h00 – Ana Moura 
21h30 – David Carreira
22h00 – Luísa Sobral
22h30 – Tiago Bettencourt
23h00 – Xinobi
Publicado em Eventos
A Super Bock Super Rock lançou hoje uma aplicação para smartphones que permite aos festivaleiros ter informação em primeira mão sobre a edição deste ano, de 18 a 20 de julho, e encontrar tudo o que procuram no recinto da Herdade do Cabeço da Flauta, junto à Praia do Meco, em Sesimbra.
 
Além de ter o mapa do recinto e toda a informação útil sobre o festival - como chegar, localização, campismo, parceiros, preço e locais de compra dos bilhetes - a aplicação também dispõe de informação sobre os artistas que vão atuar na 19ª edição do Super Bock Super Rock (biografias e vídeos).
 
Cada utilizador poderá assinalar os concertos a que pretende assistir no e criar a sua agenda. Esta e outras funcionalidades irão sendo atualizadas de acordo com a divulgação do alinhamento final de atividades do festival.
 
Disponível para download gratuito, a aplicação dirige-se a telemóveis com Android e ao iPhone (IOS). Para instalar basta ir ao android market ou a appStore e pesquisar por "19SBSR".
Publicado em Festivais

 

A One World Bridge, conhecida ponte presente no recinto do festival belga Tomorrowland, recebeu recentemente uma nova mensagem da Organização das Nações Unidas (ONU) para o “People of Tomorrow”.
 
Numa parceria entre o Tomorrowland e a ONU, este novo painel pretende passar uma mensagem positiva aos festivaleiros, para partilharem valores como a amizade, dignidade, respeito, diversidade e solidariedade. Além de uma imagem de uma rosa dos ventos e várias nuvens, pode-se ler a frase “Vamos trabalhar todos juntos para proporcionar dignidade a todos”.
 
A ponte de mandeira 600 metros contém 210 mil mensagens de pessoas de todo o mundo e é um símbolo de união. Foi construída no ano passado, para comemorar os 10 anos do Tomorrowland, em colaboração com a região de Antuérpia e do artista Arne Quinze.
 
O festival Tomorrowland decorre entre os próximos dias 24 e 26 de julho em Boom, na Bélgica. Os bilhetes para a edição deste ano já se encontram esgotados.
 
 
Publicado em Tomorrowland
Pág. 1 de 12
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.