17-07-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

O dia começa cedo! Por volta das 7 horas já todos estamos acordados. Avizinha-se um dia longo e cheio de emoções. Os que vêm pela primeira vez ficaram tão surpreendidos com a festa da receção que acham que mais nada os pode surpreender! Estão bem enganados.
 
Começamos com um mega pequeno-almoço porque o segredo para se aguentar estes 5 dias passa mesmo por uma boa alimentação.
 
Fomos cedo porque o Tomorrowland avisou-nos que as regras de segurança seriam mais apertadas. E realmente mudaram. Passamos pela primeira porta onde nos entregaram uns sacos transparentes e onde tínhamos de colocar todos os nossos bens. A seguir, passamos pela segunda porta onde este ano temos um detector de metais.
 
Entrámos finalmente! O ambiente é sempre o mesmo: pura magia e felicidade. Dirigimo-nos logo ao Mainstage para descobrir o fantástico palco! O meu palpite era que fosse uma árvore pelo facto de aparecer uma árvore nas garrafas de cerveja que patrocinam o Tomorrowland. E foi mesmo! Um palco enorme e imponente como o Tomorrowland sempre nos habituou.
 

A noite cai e o palco surpreende cada vez mais! Aquelas luzes, toda a produção é fantástica. Provoca arrepios.

 
Fomos de seguida ao restaurante para almoçar. Terminado o almoço, é tempo de descobrir os palcos deste ano. Muitas novidades, mas sempre com aquele toque de magia que o Tomorrowland nos habituou. Os estreantes estão de boca aberta! Dizem que agora me dão razão: não há palavras que descrevam a magia deste festival e que não sabem como irão descrever estes dias aos familiares e amigos.
 
Este ano é muito especial para os portugueses! Quando nos perguntam de onde vimos e respondemos "Portugal", a resposta é sempre a mesma: "oh Portugal, campeões!". Os cânticos dos portugueses em torno da seleção repetem-se sem fim porque temos um orgulho enorme de representar as cores do nosso país no maior festival do mundo de música electrónica. O grito do Cristiano Ronaldo também é uma constante.
 
Após uma concentração de portugueses em frente ao Mainstage, decidimos ir todos para a frontline durante o set de David Guetta. Afinal, ele iria tocar a música do Euro 2016 e os campeões tinham de estar bem lá na frente.
 
A noite cai e o palco surpreende cada vez mais! Aquelas luzes, toda a produção é fantástica. Provoca arrepios. O meu ídolo Alesso encerrava o Mainstage do primeiro dia e era impensável para mim sair da frontline. A seguir a Guetta, Armin van Buuren surpreendeu-nos com um set de cortar a respiração. Tiësto é o senhor que se segue e finalmente, o grande Alesso.
 
E termina assim o primeiro dia. Estamos cansados mas felizes e prontos para o segundo dia.
 
Laetitia Esteves (Tomorrowland Crew Portugal)

 

 

Publicado em Tomorrowland
O Festival Tomorrowland apenas é realizado em julho, mas desde o início do ano que o frenesim anda no ar, fazendo deste um evento bastante apetecido pelos noctívagos dos quatro cantos do Mundo.
 
Nos dias 26, 27 e 28 de julho, a província De Schorre, localizada em Boom, na Bélgica, volta a receber o maior festival electrónico de sempre, sendo esperados milhares de festivaleiros. Os ingressos estão totalmente esgotados desde o passado dia 16 de fevereiro. Nesse mesmo dia, foram vendidos 180 mil bilhetes para 214 países diferentes, em apenas... um segundo. Um recorde histórico e único tornando-o assim o evento mais internacional do Mundo.
 
O Festival dos números e de todos os gostos 
 
Até ao momento o cartaz é o maior de sempre e conta com a presença de 230 artistas dos mais variados estilos musicais, ou não fosse o Tomorrowland um festival para todos os gostos. Pelas dezenas de hectares do recinto serão instalados – como habitualmente – vários palcos, de sonoridades diferentes. Durante as próximas semanas, serão confirmados ainda mais artistas, para um line-up 'do outro mundo'.
 
Durante três dias e três noites, os amantes da música poderão dançar até o sol raiar e escutar os melhores DJs da atualidade. A estes três dias soma-se ainda a recepção aos campistas que decidam levar a tenda às costas para o DreamVille, um gigantesco espaço equipado para campismo durante os dias do evento. Destaca-se por ser um festival para todos os gostos musicais.
 
A história mágica
 
O Tomorrowland é conhecido por inovar a cada ano na sua decoração, transformando um festival de música eletrónica num evento único, onde os participantes são levados a um universo mágico. A temática do festival é sempre diferente, no entanto intuito é sempre conseguido no seu pleno: levar o público a participar nesse universo.
 
A expansão do conceito e os defensores
 
Para quem não poderá deslocar-se até à Bélgica, este ano a ID&T, em parceria com a SFX, anunciou a expansão do conceito, 
intitulando-o de 'TomorroWorld', onde pela primeira vez o evento será realizado fora da Bélgica. Nos dias 27, 28 e 29 de setembro será realizado na cidade de Chattahoochee Hills, Georgia, EUA. 
Há quem acredite que o conceito não se fique pelos Estados Unidos e que vai ainda percorrer outros países. No entanto, há quem defenda com unhas e dentes que o verdadeiro espirito do Festival apenas se centre e resida na Bélgica.
 
Os importantes prémios deste ano
 
O Festival venceu, no passado dia 9 de janeiro, o prémio de "Melhor Evento Europeu de 2012", nos "Festival Awards Europe", numa cerimónia que decorreu na arena de Oosterport, em Groningen, na Holanda. Pela primeira vez na história dos prémios, um festival dedicado exclusivamente à música eletrónica e de dança recebeu o prémio "Best Major Festival". O público classificou o evento como "a maior história de sucesso do ano".
O prémio mais recente (21 março) foi entregue em Miami, na 28ª edição da “Anual 
International Dance Music Awards”, na categoria "Best Music Event".
 
Onde há festa, há portugueses
 
A Redação do Portal 100% DJ sabe que mais uma vez vão estar presentes no Festival belga, vários grupos de portugueses, prontos a viver esta única e inesquecível experiência.
 
A contagem decrescente está ativa. Que comece a festa! 
 
 
Confere os artistas até agora confirmados:
 
2Dirty
+Battery- b2b Meddik & Toxidelic ft. Mc Mota
Acti
Adam Beyer
Adrenalize
After 12
Alesso
Allure
Alpha2
Aly & Fila
AN21 & Max Vangeli
Andy Moor b2b Lange
Angger Dimas
Antony Nardella
Argy
Armin van Buuren
Army of The Universe
Art Department
Arctic Moon
Arty
Astrix
Atmozfears
Audien
Audio Boulevard
Audiofreq
Autoerotique
Avicii
Axwell
 
Bass Modulators, Ben Klock, Ben Sims, Benga
Benny Benassi
B-Front & Ran-D
Bicep
Bitkit
Bizarre Contact
Bollen & Fichtner
Bonzai All Stars
Botnek
Bountyhunter
Brennan Heart
Brookes Brothers
Bryan Kearney
 
Carl Cox
Caspar
Cedex & Higher Underground
Charly Lownoise & Mental Theo
Chuckie
Code Black
Congorock
Coone
Cor Fijneman
Cosmic Gate
Craig Richards
Crookers
Crossfire (live)
 
DaHool
Da Tweekaz
Dan Sena
Dannic
Datsik
Dave Clarke
Davoodi & Bestien
Deg
Delta Heavy
Deorro
Derrick Carter
Dimitri Vegas & Like Mike
Dirtyphonics
Dismantle
Disco Dasco
Dixon
Dj Jean
Dj Pierre
dj Ward
Dj W!ld
Dubtimus Soundsystem
Dyro
Dzeko & Torres
 
Electrified
Endymion vs Evil Activities
Eric Prydz
Esther Duijn
 
Fast Distance
FCL
Fedde Le Grand
Felix Cartal
Ferry Corsten
Firaga vs Synsun
Flapjackers
Foxy Lady & MC Elvee
Frank Dewulf
Franky Jones
Franky Kloeck
Fred V & Grafix
Frontliner
Ghost
Gregor Salto
Green Velvet
Gunz For Hire
Guti
 
Hard Driver
Hardfloor
Hardwell
Headhunterz
Heidi
Hype
 
Indecent Noise
Infected Mushroom
Infinity Ink
 
Jackie White vs Norion
Jamie Jones
Jidax
Jeff Mills
Joachim Garraud
Johan Gielen
John 00 Fleming
John Digweed
John O’Callaghan
Jon Rundell
Joris Voorn
Joseph Capriati
Julien Bracht (ive)
 
Kai Tracid
Kerri Chandler
Knife Party
Kr!z
Kutski
 
La Fuente
Laidback Luke
Len Faki
Levon Vincent
Licious & Mr Grammy
Locked Groove
Loco Dice
Lowqui
Luna
Marco Carola
Marco Bailey
Mark Farina
Markus Schulz
Mark with a K
Marshall Masters
Martin Solveig
Mary Velo
Masters At Work
Master X
Max Enforcer
Max Graham vs Protoculture
Maxim Lany
Mc Villain
Miss Sunshine
Moska
 
N-Type b2b Youngsta
Neelix
NERVO
NGA Sound
Nicon
Nico Parisi
NO_ID
Noisecontrollers
 
Omegatypez
One87 b2b Hookerz ft. Mc Mush
Orjan Nilssen
Oscar Mulero
Otto Knows
Outlander
 
Paul van Dyk
PeaceTreaty
Phill Da Cunha & Alec
PhiPhi
Psyko Punkz
Psytox
Push
 
Ramirez
Rebekah
Ricardo Villalobos
Richie Hawtin
Richy Ahmed
Riva Starr
Roma
Russ Yallop
 
Sander Van Doorn
Sandro Silva
Satoshi Tomiie
Shogun
Sied Van Riel
Sebastian Ingrosso
Sneak
Solarstone
Solomun
Soul Clap
South central
S.P.Y
SP:MC
Spacid
Speedwagon & Stykz b2b Alert
Stereoclash
Steve Angello
Steve Aoki
Subreachers
Sunnery James & Ryan Marciano
Superman, Spiderman & Batman
Sven Van Hees
Sven Väth
 
TAI
Technasia
Tenishia
The Prophet
The Prototypes
Thomas Gold
Tiësto
tINI
Tito & Echo Virus b2b James Marvel
Todd Terje
Tom Dazing
Tom Leclercq & Dave Lambert
Tommy Trash
Toneshifterz
Trance Addict
 
Ulterior Motive
Umlaut
Undertone
 
W&W
wAFF
Wasted Penguinz
Wildstylez
Will Brennan
 
Yousef
Yves De Ruyter
Zatox
Zedd
 
Publicado em Tomorrowland
Depois de aftermovies e documentários, chegou a vez do maior festival do mundo lançar um filme. O Tomorrowland vai estrear no próximo dia 26 de novembro o filme “This Is Was Tomorrow”, na Arena Sportpaleis, na Bélgica.
 
São esperadas mais de 20 mil pessoas na estreia da longa metragem, que promete mostrar os melhores momentos da edição deste ano das diferentes edições do festival e do “People Of Tomorrow”. O cenário do local vai ser diferente, com efeitos especiais e vai contar ainda com a Orquestra Nacional da Bélgica, que este ano também pisou o palco do Tomorrowland.
 
Os bilhetes para a sessão de cinema vão ser colocados à venda no próximo dia 5 de outubro no site oficial do festival, com preços entre os 35 e os 43 euros (mais 5 euros de taxas de serviço).
 
{youtube}O49pbIFsDT8{/youtube}
Publicado em Tomorrowland
O evento Unite with Tomorrowland, que vai decorrer no Parque Oriental da Cidade do Porto no próximo dia 27 de julho, além de atuações ao vivo de Diego Miranda, Martin Solveig, Robin Schulz e Carnage, os presentes vão poder assistir a performances em direto do festival belga.
 
Tratam-se das atuações de Vini Vici, David Guetta e Dimitri Vegas & Like Mike, que durante três horas vão estar conectados com Portugal, Espanha, Grécia e Malta neste evento através de uma ligação em direto via satélite, com um espetáculo e efeitos especiais sincronizados com o festival Tomorrowland, que irá estar a decorrer ao mesmo tempo.
 
A organização garante ainda que serão revelados em breve novos artistas nacionais e internacionais para atuarem no Unite with Tomorrowland do Porto.
 
O evento é co-produzido pela UAU e a PEV Entertainment, em parceria com a Câmara Municipal do Porto e os bilhetes encontram-se à venda na Ticketline a preços entre os 60 e os 150 euros.
 
Publicado em Tomorrowland
segunda, 18 fevereiro 2013 16:42

Tomorrowland anuncia Tomorroworld

Estima-se que 2 milhões de pessoas tenham tentado comprar ingressos para a edição 2013 do Festival Tomorrowland. Num simples segundo, os bilhetes esgotaram. Os compradores oriundos de 214 países, deram-lhe o importante título de "evento mais internacional do Mundo". Em 2012, o festival acolheu 180 mil pessoas.
 
Porém, o Festival Tomorrowland tornou-se pequeno para tanta procura. "Porque não, dar a volta ao Mundo?" É exactamente nisso que a organização está empenhada, e por isso anunciou hoje um novo capitulo na história do festival: Tomorroworld!
 
Sem relevar pormenores, a produção do evento, avança com mais três dias de festa «num novo destino, numa nova casa». A poção mágica já foi lançada ao mar, e agora é esperar para saber onde a força da natureza a levará. Quem sabe, a "máquina" Tomorrowland, não possa vir a passar por Portugal.
 
Agendado para os últimos dias do mês de setembro – 27, 28, e 29 – este novo capitulo, é uma excelente oportunidade para os milhares de festivaleiros que não conseguiram o seu ingresso para os dias 26, 27 e 28 de julho.
 
A 9ª edição do Festival belga Tomorrowland decorre nos já conhecidos dias 26, 27 e 28 de julho, na província De Schorre, localizada na Bélgica, e a 27, 28, e 29 de setembro, em local a anunciar brevemente.
 
Publicado em Tomorrowland
Diego Miranda volta a marcar presença no maior evento de música eletrónica à escala planetária. Falamos, obviamente, do festival Tomorrowland, que se realiza nos próximos dois fins-de-semana em Boom, na Bélgica. O DJ e produtor português marcará presença no palco "Generation Smash" no dia 26 de julho, sexta-feira, ao lado de artistas como Bassjackers, Chuckie e ainda a dupla Wolfpack. 

Este ano a responsabilidade é acrescida, pois será o único artista a representar Portugal no festival. "É o meu quarto ano consecutivo no Tomorrowland, por isso sei bem o peso dessa responsabilidade. Infelizmente este ano sou o único português a representar o nosso país o que me deixa bastante triste, até pelos milhares de portugueses que vão estar no evento" confessa Diego Miranda ao Portal 100% DJ.

Um dia depois, a 27 de julho, sábado, Diego viaja diretamente para o Porto, concretamente até ao Parque Oriental da Cidade, local que irá acolher a estreia do Unite With Tomorrowland, que irá recriar o espírito do evento belga sob o tema "Amicorum Spectaculum". Além de Portugal, este evento irá também decorrer em simultâneo em Espanha, Grécia e Malta. Por transmissão via satélite, podemos assistir às atuações de Vini Vici, David Guetta e Dimitri Vegas & Like Mike. Ao vivo, estarão na cabine os DJs Alok, Martin Solveig, Robin Schulz, Carnage, Diego Miranda e Miguel Rendeiro.

Nestes dois eventos em particular, Diego Miranda confessa-nos que espera que o público se divirta ao máximo. "Trabalho com emoções e por isso quero ver o público feliz." Além de muita música nova a solo o DJ português irá ainda apresentar colaborações.

Entre tours pelo mundo e lançamentos de singles, Diego vive um momento alto e incomparável da sua carreira. A semana passada e a convite de Dimitri Vegas & Like Mike atuou no conhecido Ushuaia em Ibiza, e próximos meses podemo-lo encontrar no Rock In Rio Brasil e na Madeira. Entretanto ainda este ano regressa à Ásia em tour. "But the Best is Yet to Come" remata o artista português atualmente posicionado em 2.º lugar no TOP 30 da 100% DJ.
 
Publicado em Tomorrowland
Boom, na Bélgica, é uma cidade com menos de 20 mil habitantes. Durante os próximos dias 24, 25 e 26 de julho, a localidade vai receber milhares de festivaleiros unidos por um objetivo: a música eletrónica, vivida nos vários palcos do festival Tomorrowland.
 
A edição deste ano conta com nomes como Alesso, Avicii, David Guetta, Dyro, Nicky Romero, Oliver Heldens, Steve Aoki, Ummet Ozcan, W&W, Armin van Buuren, Axwell /\ Ingrosso, Blasterjaxx, Deorro, Martin Garrix e muitos outros.
 
Pelo segundo ano consecutivo, o Portal 100% DJ foi ao encontro de alguns portugueses que vão embarcar na experiência Tomorrowland e que têm uma única paixão: a música eletrónica.
 

“NÃO É UM FESTIVAL, É UMA RELIGIÃO!”

 
Já tentei explicar a centenas de pessoas. É mais do que um festival, é uma religião! Não se explica, sente-se. Uma vez ‘Tomorrowlander, Tomorrowlander’ até à morte! Estranho? Depois de lá irem vão entender”, são as palavras de João Santos, de 48 anos e natural de Sintra, que parte para o festival belga pela terceira vez. Na sua mala de viagem constam produtos de higiene e roupa prática para ver alguns dos seus artistas favoritos como Coone e Brennan Heart.
 
Em relação às expetativas para a edição deste ano, João afirma que “as lágrimas ameaçam quando começo a pensar só de entrar no avião e ouvir aquela mensagem arrepiante do comandante: ‘flight to Tomorrowland’”. O sintrense considera ainda que “este festival é muito caro, mas é um facto que as pessoas como eu, que adoram electronic dance music (EDM) e apesar da minha idade e de já ter ido duas vezes... ainda vou uma terceira. Isto tem a ver com um facto: o Tomorrowland não é um festival, é uma religião!”.
 
Apesar de achar que Portugal tem falta um evento deste género, João Santos não acredita “que fosse possível um espírito igual ao da Bélgica”.
 

“TENTO NÃO CRIAR EXPETATIVAS”

 
Bruno Alves tem 31 anos e vai ao festival pela primeira vez, diretamente de Vizela. “Tento não criar muitas expetativas para poder ser completamente surpreendido por tudo! Mas como é lógico, são elevadíssimas”, confessou o festivaleiro em exclusivo ao Portal 100% DJ. Na sua mala, além da bandeira nacional, leva a GoPro, telemóvel, óculos de sol e a camisola do seu ídolo: Francesco Totti (jogador do Roma).
 
No festival pretende assistir às atuações de Axwell /\ Ingrosso e Oliver Heldens, e destaca “o ambiente, os palcos que são mágicos, as pessoas e claro, a música”. Em relação a Portugal, Bruno considera que o público não se pode queixar com o que já tem, visto que já existem “eventos que vão decorrendo ao longo do ano e onde podemos ver os melhores DJs do mundo”.
 

“VALE TODOS OS CÊNTIMOS GASTOS”

 

Com 33 anos, Marco Reis parte da Trofa em direção à Bélgica pela segunda vez consecutiva. “Tudo no Tomorrowland é especial. É o festival que promove a magia e o amor. Isso nota-se a cada passo que damos: existe magia no ar e é tudo feito ao pormenor. Não se consegue exprimir em palavras o que é o Tomorrowland”, salientou Marco.
 
As suas expetativas “são sempre elevadas”, principalmente para “ver como será o palco Main Stage”. Na bagagem leva “o essencial”, como a máquina fotográfica e telemóvel “para registar todos os momentos e mais tarde recordar”, comida, bebida, um impermeável e objetos de higiene.
 
“É um festival caríssimo. Temos de poupar um ano inteiro para termos três dias de loucura inesquecível. Mas vale todos os cêntimos gastos. É talvez a maior e melhor memória que teremos para o resto das nossas vidas”, destaca Bruno.
 
O português garante que Portugal não necessita de um festival desta envergadura, pois existe o MEO Sudoeste e outras festas com grandes nomes da música eletrónica, porém, atesta que “o país em si, não inspira confiança para um festival do género”.
 

“É O MAIOR FESTIVAL DO MUNDO”

 
Rui Sá, natural de Braga, tem 22 anos e também é estreante no Tomorrowland, prometendo que vai “aproveitar ao máximo aquele que é o maior festival do mundo. Sentir o ambiente proporcionado pelos artistas e que entusiasma o público e, acima de tudo, conhecer malta que, tal como eu, ‘vive’ a música eletrónica!”.
 
A bandeira portuguesa e a camisola de Steve Angello, o seu “artista de eleição” que não quer perder, vão bem guardadas na mala de viagem. Para conseguir ir à Bélgica, Rui confessa que quem “tem o sonho de ir ao Tomorrowland, que nunca desista desse objetivo, pois mais cedo ou mais tarde, há-de conseguir”, apesar de não ser fácil economicamente.
 

“UM SONHO DO QUAL QUEREMOS FAZER PARTE”

 
Depois de viajar até ao Ultra Music Festival de Miami e Ultra Europe na Croácia, Cristina Lima parte agora para o Tomorrowland pela segunda vez. A portuguesa de 31 anos e natural do Porto confessou estar “bastante ansiosa por ver o Main Stage” e afirma que os organizadores do evento “vendem um sonho do qual queremos fazer parte”.
 
Dois pares de sapatilhas e uma câmara fotográfica “para captar os melhores momentos” são os objetos essenciais que destacou em exclusivo ao Portal 100% DJ. Após ver Tiesto no Ultra Europe, Cristina está “curiosa por vê-lo no Tomorrowland”.
 
“Em Portugal fazem-se festivais à medida das mentalidades. Neste momento temos bons festivais, com bons cabeças de cartaz de EDM”, respondeu a portuense quando questionada sobre a falta de um festival do género no nosso país. Para viajar até Boom, “desejar apenas não chega, é preciso querer. Quando se quer algo temos de fazer opções, ir menos vezes ao café, despender menos dinheiro na noite... para quando chegar a hora temos tudo a postos para comprar o sonho!” confessou Cristina Lima.
 

“É A DISNEYLAND PARA ADULTOS!”

 
Laëtitia Esteves, de 29 anos e natural de Guimarães, viaja pela terceira vez consecutiva até Boom e espera voltar a “ser surpreendida com a magia que se respira durante aqueles três dias”, destacando ainda “um dos momentos marcantes e mais emocionantes” de cada ano como “a descoberta do Main stage”.
 
“Na realidade, tudo é especial. Eu costumo dizer que não se consegue descrever, é preciso vivê-lo e toda a gente deveria de lá ir pelo menos uma vez na vida. Tudo é pensado ao pormenor de forma a marcar as nossas vidas para sempre. E marca mesmo!”, confessou Laëtitia.
 
A amante de EDM destaca ainda que “a música é sem dúvida o ponto alto do festival com os seus inúmeros artistas de renome internacional. Mas a decoração, a organização, o ambiente que se vive... é a Disneyland para adultos! São mais de 200 mil pessoas vindas dos quatro cantos do mundo com a mesma paixão. Não interessa a cor, raça, idade, sexo e nacionalidade, porque no fundo a música une-nos”.
 
Na mala de viagem não vai poder faltar a bandeira nacional, roupas leves, calçado confortável, óculos de sol, protetor solar e a camisola do seu ídolo, Alesso. Quando questionada sobre que atuações mais deseja assistir, Laëtitia salienta Alesso, Armin van Buuren, Steve Angello e Axwell /\ Ingrosso, deixando ainda uma sugestão à organização: “um dia gostava de ver Pete Tha Zouk no Tomorrowland. É o meu ídolo nacional”.
 
Relativamente aos seus gostos musicais, a vimaranense considera que Portugal tem falta de um festival como o Tomorrowland, mas tem dúvidas em relação à adesão das pessoas. E porquê? “A entrada para o Tomorrowland é cerca de três vezes mais cara do que a de um MEO Sudoeste” e “neste momento está enraizada uma ‘onda’ de Kizomba no nosso país. As casas foram praticamente obrigadas a apostarem nessa ‘onda’ porque é o que se vende”.
 
O investimento para uma aventura como estas não é “nada fácil”. “Termina um Tomorrowland e já estamos a poupar para o próximo, porque os bilhetes são vendidos cerca de seis meses antes da realização do festival. Fica caro pelo facto de serem apenas três dias, mas vale cada cêntimo investido”, confessou Laëtitia Esteves ao Portal 100% DJ.

 

{youtube}NtDG-Cnj-pw{/youtube}

 

Publicado em Tomorrowland
O Festival belga Tomorrowland foi o evento mais votado pelos leitores da revista britânica DJ Mag, líder nas sondagens da área nightlife, fundada em janeiro de 1991.
 
O formulário da votação pública que decorreu nos primeiros meses do ano para definir os 100 melhores Clubs do Mundo - onde também figura a discoteca Lux -, incluía uma nova opção que permitia aos votantes escolher também o festival “número 1” do mundo.
 
Sem margem para dúvidas, o festival Tomorrowland foi o mais escolhido, elevando desta forma o estatuto de evento mais desejado pelo público e que este ano se realiza nos dias 24, 25 e 26 de julho em Boom, na Bélgica. Os bilhetes para esta edição já se encontram esgotados.
 
Avicii, Armin Van Buuren, Hardwell, Sven Vath, Solomun, Alesso e a Orquestra Nacional da Bélgica são alguns dos artistas que irão pisar os diferentes palcos espalhados pelo gigantesco jardim eletrónico. Este ano, uma das grandes novidades é um novo palco destinado a atuações com vinil, apresentado pela Cocoon Recordings e comandado por Sven Vath. 
 
Recorde-se que o aftermovie do festival belga de 2012 é um dos vídeos que os portugueses mais assistem no Youtube.
Publicado em Tomorrowland
O festival Tomorrowland realiza-se este ano pela primeira vez no Brasil. Foi uma notícia dada por David Guetta no ano passado, que pôs os cariocas em delírio. Nomes como Afrojack, Alok, Armin van Buuren, Blasterjaxx, Borgore, Don Diablo, Hardwell, Oliver Heldens e Steve Angello vão pisar os vários palcos do evento, que irá decorrer nos dias 1, 2 e 3 de maio em Itu, São Paulo.
 
O evento de música eletrónica já se encontra completamente esgotado e está prevista a presença de 180 mil pessoas durante os três dias de festa, de 56 nacionalidades diferentes. O local escolhido para a edição brasileira do Tomorrowland foi o Parque Maeda, que vai receber 178 artistas, 116 deles internacionais. A organização prevê que o Tomorrowland Brasil se realize naquele local durante os próximos 10 anos.
 
O festival terá um forte impacto na economia local, uma vez que a sua realização deu emprego temporário a cerca de 2000 pessoas e num raio de 30 km, mais de 90% dos quartos estão ocupados. Para o Tomorrowland correr bem, foram contratadas cerca de 7000 pessoas para trabalharem durante os três dias. Devido à crise hídrica que está a afetar aquela área brasileira, o fornecimento de água para o evento é independente, ou seja, foram pedidos 1600 tanques com 15 mil litros de água. O espetáculo visual é um dos pormenores mais importantes, além da música, o que fez com que fossem instalados 56 geradores para garantir toda a energia necessária. A decoração é outro ponto forte do Tomorrowland, que chegou ao Brasil em 89 contentores.
 
A transmissão em direto no Youtube ainda não foi anunciada, mas o canal MTV Brasil já confirmou a transmissão de algumas atuações ao vivo. No canal serão transmitidas duas horas do festival, enquanto que no site oficial serão seis horas. A gravação vai ser depois transmitida em todo o mundo, em dois especiais MTV World Stage de 60 minutos cada, numa parceria entre a SFX Entertainmet e a MTV. No site oficial tomorrowlandbrasil.com também será possível assistir ao vivo o festival durante os 3 dias.
 
A equipa do Portal 100% DJ reuniu algumas informações que podem ser essenciais para quem vai ao Tomorrowland Brasil, mas também são interessantes para os mais curiosos.
 
Acampamento Dreamville
 
Nas DreamLodges vão existir cacifos, mas os festivaleiros deverão levar um cadeado. A tenda inclui um cadeado, almofadas e um ponto de USB.
 
Para quem vai pernoitar nas Easys Tents, se adquirir um upgrade, terá direito a uma tomada (220v). A tenda é impermeável mas não possui lençol ou almofadas.
 
Na Dreamville haverá cabines de duche individual. Para quem for para o Regular Camping ou Easy Tent, cada banho tem o custo de 3 tokens. Quem possui o pacote DreamLodge, terá direito a um banho por dia. Os valores dos banhos não incluem produtos de higiene pessoal. A área dos banhos tem um horário de funcionamento.
Vão estar disponíveis diversas tomadas (220v) apenas nas casas de banho da Dreamville. Também irão estar à venda e para alugar diversos carregadores de telemóvel.
 
Pagamentos
 
Dentro do festival, a moeda oficial é o Token. Podem ser adquiridos dentro do recinto, em dinheiro ou cartão, tal como na loja online. 15,42 euros, por exemplo, correspondem a 9 tokens e o valor está sujeito a alterações. Os tokens que não forem usados, não serão reembolsados.
 
Objetos proibidos
 
Não é permitida a entrada a: Chuveiros portáteis, cadeiras de praia, brinquedos, cartazes, gelo (que pode ser adquirido dentro do recinto), embalagens de vidro, máquinas fotográficas profissionais (sem acreditação), desodorizante em spray (roll on é permitido)...
 
Recomendações
 
Não exagerar no tamanho das malas, apesar de não existir um tamanho máximo permitido. A bagagem com rodas não é recomendável, pois o caminho entre o estacionamento e o festival tem um terreno irregular. A mala considerada ideal pela organização é a backpack, uma mochila para acampamento.
 
Para entrar na área de acampamento com alimentos e bebidas, o festivaleiro deve possuir o voucher de autorização, que é solicitado durante o check-in na Dreamville, no ato da troca do bilhete pela pulseira. Em toda a área do festival não existem bebedouros.
 
Para quem possui o Day Pass, não pode sair e voltar a entrar no festival. A idade mínima para entrar no Tomorrowland é de 18 anos, que vai ser comprovada à entrada, com a apresentação de um documento oficial com fotografia.
 
Segurança
 
O festival conta com o apoio de várias equipas de segurança, entre elas o Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Estadual.
Os objetos pessoais não devem estar longe de alcance e visão.
 
VIP ZONE
 
Em frente ao palco principal vai existir a área VIP, com 14 mesas a partir de 4 pessoas e uma vista privilegiada e confortável. O preço é de 3638,16 euros por dia. Cada mesa terá direito a uma garrafa de vodka, 2 garrafas de champanhe, 12 bebidas energéticas, água e comida.
 
Quem possuir uma mesa, tem também direito a 4 lugares de estacionamento. Depois de deixar o carro, um transfer gratuito irá deixar os festivaleiros na entrada da área VIP.
 
Publicado em Tomorrowland
quarta, 18 novembro 2015 23:27

Tomorrowland anuncia datas para 2016

A edição belga e original do Tomorrowland já tem datas. Nos dias 22, 23 e 24 de julho do próximo ano, a cidade de Boom, na Bélgica, volta a receber os festivaleiros de várias partes do mundo, que se juntam apenas por um motivo: a música eletrónica.
 
Ainda sem cartaz definido para a edição belga, vai ser lançado em dezembro o filme “This Was Tomorrow”, que promete retratar os dias vividos naquele festival pelos seus visitantes e também pelos DJs e produtores que sobem aos vários palcos do recinto.
 
A organização do evento, a SFX, tem vindo a sofrer com a crise económica nos últimos tempos e muitos são os rumores que circulam na internet sobre o assunto, chegando a falar-se da falência da empresa. A última edição norte-americana, o TomorrowWorld, ficou marcada pelas piores razões devido às más condições climatéricas, que até levaram ao cancelamento do último dia do evento.
 
Em relação ao Tomorrowland Brasil, a primeira confirmação para o line-up será revelada na próxima segunda-feira.
 
{youtube}HuAxVfZasUk{/youtube}
Publicado em Tomorrowland
Pág. 1 de 9
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.

Este site utiliza cookies. Ao navegares neste site estás a consentir a sua utilização. Para mais informações consulta a nossa Política de Privacidade.