18-07-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

×

Erro

[sigplus] Erro crítico: A pasta da galeria de imagens RockInRio/2016 deve ter um caminho relativo para a pasta base das imagens especificada na back-end.

quarta, 18 novembro 2015 23:27

Tomorrowland anuncia datas para 2016

A edição belga e original do Tomorrowland já tem datas. Nos dias 22, 23 e 24 de julho do próximo ano, a cidade de Boom, na Bélgica, volta a receber os festivaleiros de várias partes do mundo, que se juntam apenas por um motivo: a música eletrónica.
 
Ainda sem cartaz definido para a edição belga, vai ser lançado em dezembro o filme “This Was Tomorrow”, que promete retratar os dias vividos naquele festival pelos seus visitantes e também pelos DJs e produtores que sobem aos vários palcos do recinto.
 
A organização do evento, a SFX, tem vindo a sofrer com a crise económica nos últimos tempos e muitos são os rumores que circulam na internet sobre o assunto, chegando a falar-se da falência da empresa. A última edição norte-americana, o TomorrowWorld, ficou marcada pelas piores razões devido às más condições climatéricas, que até levaram ao cancelamento do último dia do evento.
 
Em relação ao Tomorrowland Brasil, a primeira confirmação para o line-up será revelada na próxima segunda-feira.
 
{youtube}HuAxVfZasUk{/youtube}
Publicado em Tomorrowland
Realizou-se ontem, sábado 12 de maio, a formação geral e específica dos 400 voluntários que vão integrar a equipa do Rock in Rio-Lisboa 2012. Cláudia Vieira, Embaixadora do Projeto de Voluntariado desta edição, deu as boas-vindas aos voluntários selecionados de entre 8.695 inscritos e apresentou-lhes a Cidade do Rock.

Após a ação de formação, os voluntários juntaram-se à equipa do Rock in Rio e a todos os fãs do evento que se inscreveram no site oficial (www.rockinriolisboa.sapo.pt) para compor um logotipo humano de 35 metros com cerca de 650 pessoas que formaram as palavras “EU VOU”.

Os 400 voluntários vão dividir-se por seções chave e dar um contributo indispensável à equipa durante a antecipação e concretização do evento, colaborando nas áreas de Gestão de Público, Assessoria de Imprensa, Área VIP e Áreas de Entretenimento da Cidade do Rock: Palco Mundo, Palco Sunset, Eletrónica Heineken, Rock Street e Street Dance.
 
Publicado em Rock in Rio

[sigplus] Erro crítico: A pasta da galeria de imagens RockInRio/2016 deve ter um caminho relativo para a pasta base das imagens especificada na back-end.

O Rock in Rio esteve de volta ao Parque da Bela Vista, em Lisboa. Este ano a música eletrónica foi um dos grandes destaques do festival, que mais uma vez contava com um DJ internacional no Palco Mundo.
 
Avicii, Carl Cox, Carlos Manaça, DJ Vibe, Poppy, Dynamic Duo, Dan Maarten, Pedro Cazanova, Diego Miranda, Amanda Chang, Beatbombers e Alok foram alguns dos artistas de música de dança convidados para o festival de origem brasileira.
 
Este ano, o palco de música eletrónica alcançou uma grande procura, desde as pool parties ao final da tarde e até à madrugada do dia seguinte. Não houve cabeça de cartaz do Palco Mundo que fizesse esvaziar a pista de dança do Rock in Rio Lisboa. 
 
Passaram pelo Parque da Bela Vista 329 mil pessoas de mais de 15 países diferentes durante os cinco dias de festival. A edição de 2018 já foi confirmada pela organização e promete surpresas.
 

NOVIDADE NO PALCO ELETRÓNICO

Uma das grandes novidades da edição deste ano foram as pool parties do palco de música eletrónica, que decorreram entre as 18 e as 21 horas. Com um ambiente inspirado em Las Vegas, os festivaleiros foram convidados a experienciar uma verdadeira sunset party com direito a piscina.
Dynamic Duo, Poppy e Dan Maarten foram alguns dos artistas que deram música aos festivaleiros presentes na piscina do Rock in Rio Lisboa. No penúltimo dia Olga Ryazanova foi obrigada a cancelar a sua atuação devido a um atraso no voo e foi substituída por Paula Chalup.
 

OH YES! OH YES! CARL COX NO ROCK IN RIO

Uma das maiores lendas da música eletrónica mundial esteve presente no Rock in Rio Lisboa e encheu o recinto do palco eletrónico do festival. O line up da mesma noite era de luxo, com os ‘mestres’ nacionais Carlos Manaça e DJ Vibe.
Carl Cox foi recebido de braços abertos pelos seus ansiosos fãs portugueses. Em agosto, o DJ está de volta a Portugal, desta vez no festival NEOPOP em Viana no Castelo.
 

PORTUGAL E BRASIL DE MÃOS DADAS

O nosso país e o território carioca sempre estiveram juntos em todas as edições do Rock in Rio Lisboa e este ano não houve exceção. Além dos lusitanos Diego Miranda, Pedro Cazanova, Beatbombers, DJ Vibe e Carlos Manaça, o palco de música eletrónica do festival contou também com a presença dos brasileiros Alok e Amanda Chang.
 

UMA DAS ESTREIAS NO ROCK IN RIO

O DJ e produtor português Dan Maarten realizou a sua estreia no festival Rock in Rio Lisboa nas novas pool parties e considera que “é um reconhecimento do trabalho que tenho vindo a ter até agora. Claro que tocar num festival com esta envergadura é sempre um marco na carreira. Espero que daqui a dois anos esteja aqui outra vez e que abra portas para outras coisas”, confessou o artista ao Portal 100% DJ.
O seu mais recente single, “A Little Love”, já alcançou o Top 100 do Shazam por diversas vezes e está presente na banda sonora na nova novela da TVI intitulada de “Massa Fresca”. “Estou muito contente porque é o meu primeiro single a sério desde que eu tenho este projeto a solo e o feedback, na minha opinião, não poderia ser melhor”, afirmou Dan.
Para o futuro do seu projeto, referiu que já tem novas músicas a sair, como é o caso “Down On You”, revelado em primeira mão e em exclusivo ao Portal 100% DJ, uma colaboração com Alon que possivelmente verá a luz do dia ainda este verão. Em relação a uma colaboração de sonho, o artista afirmou que gostaria de trabalhar com Michael Calfan ou Jauzz mas “para já, a minha colaboração de sonho é comigo próprio, ter bons songwriters a trabalhar comigo, bons cantores e criar o meu caminho sem precisar de estar a colaborar com alguém”.
Sempre atento às novidades, Dan Maarten considera que Portugal está recheado de novos talentos no mundo da música eletrónica, como é o caso de Francisco Cunha e Zinko.
 

PRESENÇA ASSÍDUA NO FESTIVAL

O ‘mestre’ DJ Vibe é um dos artistas com presença assídua nos festivais Rock in Rio, seja em Lisboa, Las Vegas ou Brasil. Este ano, subiu ao palco antes de Carl Cox. 
Há dois anos atrás, Vibe ocupou a “aranha” eletrónica com um dos projetos mais importantes deste género musical em Portugal: “Os Underground Sound Of Lisbon”, com Rui da Silva, autores do clássico “So Get Up”. Sobre um possível regresso da dupla, Vibe respondeu que “nunca se sabe”, pois “o Rui vive em Londres e as coisas não são muito fáceis. (...) Não sei de hoje para amanhã, se poderá aparecer alguma coisa de novo” deste projeto.
Para o futuro, está previsto o lançamento de uma colaboração com Fauvrelle, intitulada de “Newtons” na editora de Dixon, bem como alguns temas originais durante este verão.
 

AVICII ENCERRA EDIÇÃO 2016

Foi a primeira e a última vez que Avicii esteve em Lisboa. Depois de anunciar a sua retirada das digressões, o DJ e produtor sueco esteve presente em Portugal para se despedir dos seus fãs, com uma atuação enérgica, repleta de efeitos visuais, pirotecnia, c02 e fogo. 
Durante o seu set, grande parte do catálogo musical incluiu alguns dos seus maiores êxitos como “I Could Be The One”, “Hey Brother”, “Seek Bromance”, “Addicted To You”, “Waiting For Love” e “Wake Me Up”. Depois de reproduzir temas de colegas como David Guetta, Blasterjaxx ou Sebastian Ingrosso, Avicii terminou a sua atuação em grande: com o hit “Levels” e no final a versão dubstep assinada por Skrillex, recheada de pirotecnia que levou o público ao rubro. A última atuação de Avicii vai ficar para sempre na memória das 47 mil pessoas e ficou registada pela SIC Radical. 
 
Confere aqui a lista de faixas reproduzidas por Avicii no Rock in Rio Lisboa e em baixo, a reportagem fotográfica de Jorge Afonso.
 
{gallery}RockInRio/2016{/gallery}
 
Publicado em Reportagens
segunda, 07 novembro 2016 22:59

Lisboa Dance Festival já tem confirmações

A segunda edição do Lisboa Dance Festival está a chegar e a organização acaba de divulgar as primeiras confirmações. Tokimonsta e Dekmantel Soundsystem são os primeiros nomes a constar no cartaz.
 
O evento, que decorre nos dias 10 e 11 de março do próximo ano, no LX Factory em Lisboa, contou no ano passado com a presença de 9 mil pessoas e o reconhecimento do Resident Advisor, que destacou o evento como “um novo conceito de festival de música”.
 
Este evento, além de diversas atuações, inclui ainda vários debates, seminários e uma área de market. Os primeiros bilhetes já estão disponíveis em edição limitada, a um preço de 25 euros para o passe de dois dias. 
 
{youtube}bLTkmf6PyV8{/youtube}
Publicado em Festivais
De 9 a 11 de agosto do próximo ano, o Festival Neopop regressa a Viana do Castelo para três dias com o melhor que a música electrónica tem para oferecer, no local de sempre, junto ao Forte de Santiago da Barra.

Além das datas anunciadas hoje na conferência de imprensa, foram ainda divulgados alguns dados resultantes de um estudo encomendado pela organização à empresa Ernst & Young Global Limited à edição deste ano.
 
O Festival gerou um retorno financeiro em Viana do Castelo de 3,5 milhões de euros em três dias com cerca de 30 mil pessoas a visitar a cidade e o distrito. Deste montante, 1,3 milhões foram gastos no setor da restauração, 944 euros em alojamento sendo que em média cada festivaleiro passou três a quatro noites na região dos quais 54% ficaram em alojamento local, 998 euros no comércio local e 285 em deslocações e viagens no distrito. A edição de 2017 recebeu visitantes oriundos de 52 nacionalidades diferentes, sendo que 62% do público foi português. Entre 5 a 7 espectadores já tinham vindo mais do que uma vez ao festival. A idade de 43% dos festivaleiros oscila entre os 26 e 35 anos de idade.

Relativamente à hospitalidade da população de Viana do Castelo, o estudo agora revelado vem dizer que 92% dos visitantes classificou a relação com a comunidade local como "Boa" ou "Muito Boa". Cerca de 26% dos festivaleiros ouvidos neste levantamento referiram que se não fosse o Neopop não se deslocavam à região.

Relativamente à edição do próximo ano a organização salienta que pretende "um cartaz mais coeso e que os vianenses participem mais no festival. Queremos que a experiência Neopop não seja só musical, mas também cultural, gastronómica, turística, que as pessoas desfrutem da cidade. Queremos passar a linha dos 30 mil visitantes".

Os primeiros bilhetes para a 13.ª edição do festival foram hoje colocados à venda, num formato "early bird", pelo valor de 65 euros, tornando-se impossível dizer "havemos de ir a Viana".
 
Publicado em Festivais
A sua atuação no Tomorrowland está a dar que falar. Por um lado, muitos foram aqueles que apreciaram o seu espetáculo e o seu set, por outro, fazem-se críticas à prestação excêntrica do artista que muitos desconhecem e que só agora se tornou viral, muito por culpa da sua forma de estar atrás da cabine. Eis Salvatore Ganacci.

Mas quem é? Para a grande maioria, é um artista que, além de DJ, exibe uns passos de dança brilhantes que contagiam tudo e todos. Na verdade, Salvatore conta com uma sólida carreira no mercado da música de dança desde 2014, quatro anos depois de entrar para a escola Musikmakarna, na Suécia.

Ao longo da sua carreira, Ganacci já lançou várias colaborações com artistas de renome, como é o caso de Major Lazer, Dillon Francis, Sebastian Ingrosso, Axwell, Pusha-T, entre muitos outros. Do seu currículo fazem ainda parte vários remixes oficiais para os Swedish House Mafia, Knife Party, Dada Life, Afrojack, Snoop Dogg e Alesso.

Além da música eletrónica, o artista oriundo da Bósnia aprecia também moombahton, trap e dancehall. É também reconhecido por editoras como a Universal Music Group, STMPD RCRDS, Dim Mak, Def Jam Recordings, Virgin Records ou a Warner Music Group.

Depois de duas atuações em anos consecutivos no Tomorrowland e no Ultra Music Festival em Miami, quem não gostaria de ver este verdadeiro showman ao vivo em Portugal?
 
Publicado em Artistas

 

Os DJs e produtores portugueses Cruz, Kaesar, Magazino, Serginho e Tiago Marques ficaram agora a cargo da matiné da Bloop Recordings, que vai acontecer no festival NEO POP, em Viana do Castelo, de 12 a 15 de agosto.
 
Entre as novidades para este ano, irá decorrer a festa de abertura do festival de música eletrónica, em Santa Luzia, no dia 12 de agosto, com entrada livre. No line up, constam nomes como Acid Symphony Orchestra (live), Biolive (by Oscar Mulero & Fium), Max Cooper (live), Reykjavik 606 (live), Echomental live (by Alex Fx), Space Exploration (by Lewis Fautzi live) e The Gold Of The Labyrinth Soundtack (by Mr. Herbert Quain).
 
Os bilhetes já se encontram à venda nos locais habituais, a preços entre os 75 (passe geral normal) e os 150 euros (passe geral com acesso à área VIP, WC privativa, 8 senhas de bebida, livro, t-shirt, chapéu e fita).
 
Confere abaixo todos os artistas confirmados até ao momento e os respetivos dias:
 
12 de agosto:
NEO Stage:
Alex.Do, Marco Carola, Son Kite (live), Freshkitos
Santa Luzia Opening Concert:
Acid Symphony Orchestra (live), Biolive by Oscar Mulero & Fium, Max Cooper (live), Reykjavik 606 (live), Echomental (live) by Alex FX, Marco Coelho, Space Exploration by Lewis Fautzi, The Gold Of The Labyrinth Soundtrack by Mr. Herbert Quain
 
13 de agosto:
NEO Stage:
DVS1, Joseph Capriati, Oscar Mulero, Robert Hood, Rodhad, Sven Vath, Bloop Recordings Matinee by Cruz, Kaesar, Magazino, Serginho, Tiago Marques
Anti Stage:
Don Williams, Eduardo de La Calle, Move D, Steevio & Suzybee (live), Dexter, Pixel82, Rompante (live)
 
14 de agosto:
NEO Stage:
Chris Liebing, Deep Dish, K!z, Recondite (live), Paco Osuna, Paul Ritch (live), Tiago Fragateiro
Anti Stage:
Abdulla Rashim, James Ruskin, Jonas Kopp, Tripeo (live), Vril (live), A Thousand Details (live), Terzi
 
15 de agosto:
NEO Stage:
Dixon, Loco Dice, Luciano, Mano Le Tough, Schwarzmann (live), The Martinez Brothers, Cardia, Frank Maurel
Anti Stage:
Dasha Rush (live), Karenn (live), Secluded (live), Shifted (live), Zadig, Lewis Fautzi (live), Nuno Di Rosso, Ruuar
 
Publicado em Eventos
O Seaside Sunset Sessions, festival que terá lugar na Pampilhosa da Serra de 17 a 25 de agosto, acaba de anunciar mais um nome que fará parte do cartaz deste ano. O DJ, compositor e produtor holandês Nicky Romero junta-se assim a CØDE, Karetus, Oskar DJ (residente do evento), Hugo Tabaco e DJ É-me - DJ oficial da Cidade FM. 

Depois de lançar vários singles no início da sua carreira, Nicky alcançou oficialmente o sucesso com o hino viral "Toulouse" e "I Could Be the One" (vs. Avicii), que acumulou mais de 185 milhões de streams no Spotify. A sua habilidade meticulosa levou-o a co-produzir com artistas lendários, como Rihanna no hit "Right Now" e Britney Spears em "It Should Be Easy". Para o presente ano o artista anunciou colaborações com Dimitri Vegas e Mike, Afrojack, David Guetta e Taio Cruz. 

O Festival Seaside Sunset Sessions decorre na Praia Fluvial da Pampilhosa da Serra, e terá entrada gratuita de 17 a 22 de agosto e paga nos dias 23 e 24. Com a natureza como cenário de fundo, o festival promete proporcionar uma experiência inesquecível aos seus visitantes, que poderão desfrutar da melhor música eletrónica.

Os ingressos podem ser adquiridos em exclusivo na Blueticket, com condições especiais até ao próximo dia 31 de maio com preços que variam entre os 13 e os 75 euros.
 
Publicado em Festivais
O Boom Festival, que decorre entre os dias 28 de julho e 4 de agosto do próximo ano em Idanha-a-Nova, acaba de divulgar o tema da 13ª edição do evento. A escolha recaiu sobre “Antropoceno”.
 
Antropoceno é um convite à reflexão e ação no nosso mundo e no impacto que temos no mesmo, lutando por mudanças de hábitos para tornar o planeta num lugar melhor. 
 
“Mais de duas décadas após a fundação do Boom Festival, séculos após a invenção da máquina a vapor, em plena ebulição de um planeta maravilhoso e inconstante, onde as possibilidades luminosas se entrecruzam com previsões fatalistas, chamamos o ativista em ti, o ser imaginador, apelamos à natureza construtiva do ser humano para um impacto regenerativo, para a vivência num bom Antropoceno”, revelou a organização do festival em comunicado.
 
Ao longo dos anos, o Boom Festival tem sido distinguido com os prémios “Outstanding Greener Festival Award, um importante galardão de eventos sustentáveis.
 
Publicado em Festivais

 

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) deteve hoje cinco pessoas por venda online ilegal de bilhetes para o festival NOS Alive, que vai decorrer entre os dias 9 e 11 de julho, em Lisboa.
 
A Unidade Regional do Centro instaurou os cinco processos-crime por prática de crime de especulação na forma tentada, uma vez que os bilhetes estavam à venda a 250 euros, quando na realidade têm um valor comercial de 55 euros cada.
 
Em comunicado, divulgado pela Agência Lusa, a ASAE afirma ainda que “tem vindo a realizar várias ações de investigação/fiscalização da venda online de bilhetes para o festival NOS Alive 2015”.
 
 
Publicado em Festivais
Pág. 4 de 12
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.

Este site utiliza cookies. Ao navegares neste site estás a consentir a sua utilização. Para mais informações consulta a nossa Política de Privacidade.