23-01-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

domingo, 05 outubro 2014 22:09

Splice, o futuro das colaborações musicais

Apresenta-se como Splice e é a nova plataforma modernizada e revolucionária que pretende conectar os artistas para colaborar em novas músicas, por si produzidas.
 
Fundado por grandes artistas da música eletrónica como Tiësto, Steve Angello, Scooter Braun e outros nomes notáveis, o projeto de 4,5 milhões de dólares tem um incrível potencial de unir artistas para trabalhar em conjunto e da melhor maneira possível. 
 
Disponível desde o dia 19 de setembro, o Splice aposta na flexibilidade no termo de compatibilidade com DAWs, independentemente se o artista utiliza Ableton, Logic ou FL Studio. Esta nova plataforma guarda automaticamente o projeto e sincroniza qualquer alteração feita na produção recebendo também comentários nas secções particulares de algum projeto.
 
Além da troca contínua de música e ideias, a versão beta pública introduz o Splice DNA Player, que faz a visualização dos arranjos, plugins, amostras e anotações. Quando Henry Fong e J-Trick receberam a notícia deste novo projeto, não hesitaram e foram os próprios a oferecer-se para produzir um exemplo único e exclusivo do próximo single, "Scream". Para conferir no gráfico em baixo.
 

 
 
Publicado em Mix
O festival Tomorrowland aconteceu no passado fim de semana na Bélgica e acolheu milhares de visitantes, que utilizaram a aplicação Shazam para descobrir algumas músicas. Foi agora divulgada a lista dos temas mais procurados durante todo o festival de música eletrónica, que inclui artistas como Robin Schulz, DJ Snake e Avicii.
 
Confere abaixo a lista completa:
 
  • Major Lazer feat. M Ø & DJ Snake – Lean On
  • Robin Schulz feat. Ilsey – Headlights
  • Lea Rue – I Can’t Say No! (Broiler Remix)
  • Jack Ü feat. Justin Bieber – Where Are Ü Now
  • Avicii – Waiting For Love
  • Félix Jaehn feat. Jasmine Thompson – Ain’t Nobody (Loves Me Better)
  • Dimitri Vegas & Like Mike feat. Ne-Yo – Higher Place
  • DJ Snake & AlunaGeorge – You Know You Like It
  • Netsky – Rio
  • Kygo feat. Parson James – Stole The Show
 

 
Publicado em Tomorrowland
segunda, 20 agosto 2012 23:41

Ballantine's transforma sabores em música

A Ballantine's decidiu avançar em colaboração com um grupo de cientistas e um DJ, com uma experiência inovadora. O objetivo é transformar o sabor do Ballantine's Finest em música. A iniciativa pioneira pretendeu mostrar como alguns dos principais sabores encontrados em cada trago podiam ser transformados em ritmo e batidas para criar diferentes tipos de música.

Os especialistas em tecnologia da The Robin Collective (pioneiros no estudo de sabores) juntaram-se à cientista Carla Valentine para transformar cada sabor de Ballantine's Finest em respostas que o DJ Joe Berditch transformou em ritmo e batidas como parte do seu set.

"Cada um de nós tem cerca de 10.000 papilas gustativas na língua e por isso todos saboreamos de maneiras diferentes. Queríamos ver como um corpo reage a estes sabores e como essas reações podem ser transformadas em batidas para mix’s musicais individuais", explicou a cientista Carla Valentine.

Na experiência cada sabor foi testado em separado e posteriormente foram criadas faixas musicais para cada um deles.

"O paladar de Ballantine's Finest é incrivelmente complexo, suave e com múltiplos sabores que se vão revelando. Baunilha, maçã vermelha suave e chocolate de leite são as notas que imediatamente se destacam, sabores que foram a base para a nossa experiência única", referiu Sandy Hyslop, Master Blender da Ballantine’s.

A experiência concluiu que o sabor da maça criou um ritmo destacado e com uma suspensão entre as notas, por seu lado a baunilha abrandou o batimento porque por norma remete para recordações de infância. Por fim, o chocolate acrescentou uma linha mais intensa para o conjunto que se refletiu no ritmo.
 
Publicado em Marcas
Reunindo os criadores de música e DJs essenciais do presente, os novos temas e todos os momentos de festivais que realmente importam, a RBMA Radio construiu um inigualável arquivo com milhares de entrevistas, mixes e gravações ao vivo que não se encontram em mais lado nenhum. Desde o dia 21 de março, que tudo isto está na palma da mão de qualquer pessoa, com a nova aplicação para iPhone, Android, WindowsPhone e Symbian.

O interface renovado desta aplicação permite uma fácil navegação pelo vasto catálogo de programas. Pressionando o botão em forma de coração de qualquer programa poderá adicionar-se o que mais se gosta aos favoritos nas contas individuais de Facebook ou Twitter. Uma possibilidade que estará igualmente ao alcance de quem usa a plataforma web convencional, o que significa que os favoritos são automaticamente sincronizados tanto nos dispositivos desktop como móveis.
 
Quer a situação seja uma festa que dura a noite inteira ou uma viagem de comboio de 3 horas, estas listas de favoritos tornam-se num autêntico canal de rádio personalizado para qualquer pessoa e em qualquer situação. O motor de áudio, entretanto, adapta o bitrate dependendo do local de acesso, assegurando em qualquer momento a melhor qualidade possível.
 
Conhece a aplicação em rbmaradio.com.
Publicado em Mix
No trabalho, em casa e no carro, estas são para consumo obrigatório e, de preferência o volume tem de estar máximo. Play!
Boa semana ao ritmo da melhor música, com o Portal 100% DJ!
(Se algum player não aparecer, faz refresh, clica em F5)
 
 
2
 
3
 
4
 
5
 
6
 
7
 
8
 
9
 
10
 
Publicado em Mix
Em média o utilizador português do Spotify Premium gasta 82 euros por ano, enquanto o utilizador do iTunes gasta 29 euros em música, quase três vezes menos. Quem o diz é o próprio Spotify que comemorou no passado dia 12 de fevereiro um ano de vida em Portugal. Os números provam que o serviço de música por streaming conseguiu cativar os lusitanos. 
 
Mesmo sem dados para revelar sobre quantos utilizadores tem no mercado português e quantos desses subscrevem o modelo Premium, não deixa de ser relevante a maior dedicação que os utilizadores do Spotify têm relativamente a um serviço com maior tradição no mercado português. 
 
Mas o primeiro ano de vida não fica imaculado. Tal como tem feito noutros países, ao fim de seis meses a empresa restringiu o acesso ilimitado à música, algo que deixou na altura os utilizadores insatisfeitos. Mas mais tarde o Spotify viria a transformar a sua estratégia, sobretudo no segmento mobile, além de ter apostado em novos serviços. 
 
O Spotify revela que o utilizador português caracteriza-se por gastar parte dos rendimentos em tecnologia, por adotar com facilidade novas tendências tecnológicas e por ser um sujeito ativo em mais do que uma rede social. 
 
Neste primeiro ano de vida os portugueses que usaram o Spotify ouviram o equivalente a 2.100 anos de música, cerca de 19 milhões de horas de faixas, tendo para isso contribuído as 3,4 milhões de playlists criadas. 
 
De acordo com uma infografia partilhada pela empresa, Justin Timberlake e John Legend lideram a lista dos artistas mais populares em território nacional, enquanto Pedro Abrunhosa e Ornatos Violeta são os artistas nacionais mais ouvidos.
 
Publicado em Mix
A Google vai lançar um novo serviço de música de subscrição chamado YouTube Music Key, avança o Android Police.
 
O serviço permitirá a reprodução de música sem anúncios, terá a capacidade de gravar canções e vídeos para ouvir offline, disponibilizará uma interface específica para a reprodução de áudio quando o utilizador está ocupado com outras tarefas e custará 9,99 dólares por mês.
 
Ainda não foi revelada a data de lançamento deste serviço, mas tudo aponta para que o YouTube Music Key venha a englobar o atual serviço ‘Google Play All Access’ que a empresa já disponibiliza.
 
Fonte: Exame Informática.
 
Publicado em Mix
Já se encontra disponível em Portugal, o Google Play Music Premium, um novo serviço de assinatura mensal de música no Google Play. Dá acesso a ilimitado a uma enorme biblioteca com milhões de músicas, possíveis de reproduzir online ou a partir de qualquer dispositivo - desde PCs e tablets a smartphones e outros dispositivos portáteis.
 
Segundo a empresa, a versão portuguesa do Google Play Music Premium disponibiliza não só o catálogo internacional do Google Play Music, composto por dezenas de milhões de músicas, artistas e álbuns, como inclui um amplo leque com milhares de álbuns e músicas de artistas portugueses - contemplando desde as novidades até aos clássicos da música nacional.
 
O novo Google Play Music Premium permite ao utilizador criar várias listas de reprodução, assim como uma estação de rádio interactiva de um artista ou com as músicas que mais gosta, livre de publicidade.
 
É possível adicionar, remover ou reordenar a estação como mais gostar, tendo a possibilidade de ver o que vem a seguir; e pode ainda procurar recomendações da equipa de especialista em música da Google, explorando o género pretendido.
 
Adicionalmente, a opção "Listen Now" coloca um leque de opções de artistas e estações de rádio recomendados para o respetivo utilizador, de modo a que a audição comece assim que a biblioteca de músicas é aberta.
 
É possível experimentar o novo Google Play Music Premium, tendo acesso grátis por um mês e pagar apenas 7.99€ nos meses seguintes. O preço normal para quem se inscrever após o dia 31 de Agosto será de 9,99€ por mês, com o teste gratuito durante 30 dias.
 
Publicado em Mix
sábado, 18 abril 2015 15:58

Esta foi a música mais vendida de 2014

O tema "Happy" de Pharrell Williams e a banda sonora do filme de animação "Frozen" foram os mais vendidos de 2014, segundo o relatório anual da Federação Internacional da Indústria Discográfica (IFPI, em inglês), que destaca Taylor Swift como artista mais popular. Nas contas, a IFPI inclui as vendas físicas e os downloads e cópias em streaming.
 
Os dados da Federação revelam que o cantor norte-americano Pharrell Williams vendeu no ano passado 13,9 milhões de cópias do seu êxito "Happy", que faz parte da banda sonora do filme "Gru, o maldisposto 2".
 
O disco de maior êxito foi a banda sonora de "Frozen", o filme da Disney, que vendeu 10 milhões de cópias. O álbum inclui o tema "Let it go", interpretado nas suas diversas versões por Idina Menzel e Demi Lovato, que ganhou Óscar de Melhor Canção em 2014, derrotando precisamente "Happy".
 
A artista mais popular do ano passado, segundo a IFPI, foi a cantora norte-americana Taylor Swift, que, aos 25 anos, ocupou o segundo lugar em número de discos vendidos com o seu álbum "1989", com seis milhões de unidades.
 
One Direction, Ed Sheeran, Coldplay, AC/DC, Michael Jackson, Pink Floyd, Sam Smith, Katy Perry e Beyoncé completam a lista dos artistas mais populares. O cantor britânico Ed Sheeran, de 24 anos, que vendeu 4,4 milhões de cópias do seu segundo álbum "X", ocupa o terceiro lugar, superando os Coldplay, que venderam 3,7 milhões de unidades do seu álbum "Ghost stories".
 
Relativamente às músicas, depois de "Happy", a mais vendida foi "Dark Horse", o tema da norte-americana Katy Perry em parceria com o rapper Juicy J, com 13,2 milhões de unidades vendidas, seguido de "All of me", de John Legend, que vendeu 12,3 milhões de unidades. Já "All about That Bass", de Meghan Trainor, ocupa o quarto lugar, com 11 milhões de unidades vendidas.
 
A lista dos dez temas mais vendidos é encerrada com o espanhol Enrique Iglesias com "Bailando", que conta com uma participação do português Mickael Carreira, com oito milhões de unidades vendidas em todo o mundo, em 2014.
 
Publicado em Mix
A vila de Odemira dispõe desde a passada terça-feira, 30 de junho, de um novo espaço cultural para produção, formação e promoção de música, representando um investimento de cerca de 166 mil euros. 
 
Chama-se Quintal da Música e é uma obra da responsabilidade da Câmara Municipal e teve o apoio do Programa de Desenvolvimento Rural, resultando da adaptação do edifício do antigo matadouro, situado junto à zona ribeirinha da vila.
 
“Com a abertura ao público deste novo equipamento cultural na vila de Odemira, pretendemos reconhecer e enaltecer esta importante manifestação artística e cultural que acompanha a evolução da humanidade desde os tempos mais primórdios, em todas as épocas ou regiões”, explica ao site Correio Alentejo a vereadora Deolinda Seno Luís, acrescentando que ao dotar a região e o concelho “com este novo espaço cultural de referência, é intenção da autarquia evocar e promover a produção, a formação e promoção da música nos seus mais variados géneros e estilos”.
 
O Quintal da Música é constituído por um espaço-esplanada com palco, áreas de apoio, receção, um bar e camarins, e vários estúdios individuais dedicados ao ensino de música. Assumir-se-á como um espaço de formação, pela mão de entidades vocacionadas e credenciadas para o efeito, promovendo o ensino/aprendizagem da música junto da população, com especial incidência junto das camadas mais jovens. 
 
 
“Paralelamente, e de forma mais intimista, a população poderá desfrutar de espetáculos musicais ao ar livre, cuja programação tentará evocar a multiplicidade de géneros musicais, do tradicional ao contemporâneo”, como explica Deolinda Seno Luís.
 
Fonte: Correio Alentejo.
 
Publicado em Mix
Pág. 1 de 9
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.