14-12-2018

  Diretor : Ivo Moreira  |  Periodicidade : Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

×

Erro

[sigplus] Erro crítico: A pasta da galeria de imagens tomorrowland/construcao14 deve ter um caminho relativo para a pasta base das imagens especificada na back-end.

Um dos objetivos editoriais do Portal 100% DJ, passa por oferecer aquilo que os leitores procuram. Em 2013 não fugimos à regra e a nossa extensa oferta de conteúdo é fruto da procura dos nossos leitores, a quem agradecemos publicamente a preferência e confiança. 
 
Fizemos um apanhado das três palavras mais procuradas e das que receberam mais 'hits' no Portal 100% DJ durante todo o ano de 2013. O resultado no gráfico em baixo.
 
 

 
Publicado em Infografias
O Festival mais aguardado pelos noctívagos de toda a Europa começa já na próxima sexta-feira na cidade de Boom a 26 quilómetros de Bruxelas.
Neste momento fazem-se os últimos preparativos no evento que receberá os melhores DJs do Mundo e milhares de festivaleiros, incluíndo portugueses.
 
Este é um dos maiores festivais mundiais de música eletrónica, um dos eventos mais impressionantes do planeta. É realizado todos os anos por altura do Verão na Bélgica (Boom) e produzido pela ID&T belga.

O Tomorrowland tem cerca de 12 áreas diferentes, desde o mais comercial ao mais underground, recordando também a década de 90 com a presença bons e grandes nomes da dance music electrónica mundial.
 
Nas fotos em baixo captadas nas montagens iniciais, pode ver-se a grandiosidade do palco principal do evento.
 
 
 
 

 
Publicado em Tomorrowland

[sigplus] Erro crítico: A pasta da galeria de imagens tomorrowland/construcao14 deve ter um caminho relativo para a pasta base das imagens especificada na back-end.

Nada pode falhar e tudo é desenvolvido e montado ao mais ínfimo pormenor. Um gigantesco jardim em Boom na Bélgica está por estes dias, a ser transformado numa cidade dividida por 15 diferentes palcos e pronta a acolher milhares de festivaleiros nos dias 18, 19, 20, 25, 26 e 27 de julho, datas em que decorre a 10ª edição do Festival Tomorrowland - um dos festivais mais procurados a nível mundial.
 
Recorde-se que em fevereiro de 2013 foram vendidos 180 mil bilhetes para 214 países diferentes, em apenas um segundo. Esta procura pesou no facto do festival aumentar para dois fins-de-semana permitindo assim que mais pessoas possam estar presentes nos 10 anos de evento.
 
Na galeria fotográfica em baixo, apresentamos-te imagens de algumas zonas de montagens do Festival mais internacional de sempre.
 
{gallery}tomorrowland/construcao14{/gallery}
Publicado em Tomorrowland
Considerado pela crítica especializada como o melhor festival do mundo, o Tomorrowland realiza-se desde 2005 na cidade de Boom, na Bélgica, a 30 quilómetros da capital. É organizado pela ID&T Entertainment e tem vindo a ganhar cada vez mais destaque um pouco por todo o planeta, tendo já originado várias versões em países como os Estados Unidos da América e recentemente no Brasil.
 
Performances únicas, fontes de água, CO2 e bastante pirotecnia são alguns dos efeitos especiais utilizados, o que tornam o Tomorrowland num espetáculo único. Desde a sua primeira edição que o slogan oficial é “Yesterday is History, Today is a Gift, Tomorrow is Mystery”.
 
O objetivo principal da ID&T, cujos fundadores são os irmãos belgas Manu e Michiel Beers, era construir o Disney World da música eletrónica. A primeira edição, realizada no dia 14 de agosto de 2005, contou com a participação de 10 mil pessoas e atuações de artistas como Armin van Buuren, Sven Väth e Ferry Corsten.
 
Dois anos depois, o Tomorrowland alcançou um público de 20 mil pessoas e só em 2008 é que a organização decidiu aumentar o festival para dois dias de duração, a 26 e 27 de julho, com a participação de mais de 35 mil pessoas.
 
A partir do ano de 2009, o festival começou a ganhar outras proporções. Cerca de 90 mil pessoas marcaram presença no Tomorrowland, que pela primeira vez apresentou um Main Stage de maior dimensão e contou com a atuação de 200 DJs.
 
 
Em 2010, o festival superou a marca dos 130 mil participantes e a organização decidiu acrescentar mais um dia na edição do ano seguinte. O Main Stage do ano de 2011 teve como cenário uma árvore gigante, uma homenagem à cidade de Boom, cujo nome significa ‘árvore’ em belga. Avicii, Tiësto e Paul van Dyk foram recebidos de braços abertos por mais de 180 mil pessoas.
 
Com a evolução da internet, o Tomorrowland começou a ganhar cada vez mais seguidores, principalmente através dos famosos aftermovies, que alimentam os sonhos dos amantes da música eletrónica. Em 2012, o festival contou com mais de 400 DJs e mais de 185 mil pessoas de 75 países diferentes. Com o tema “The Book Of Wisdom” e com atuações de Afrojack, Above & Beyond, Carl Cox, Sander van Doorn, Swedish Housa Mafia, Fatboy Slim, Hardwell, Nicky Romero, Laidback Luke, Steve Aoki e muitos outros, o festival alcançou uma vez mais o sucesso absoluto.
 
Cerca de 96 nacionalidades diferentes de festivaleiros estiveram presentes no Tomorrowland de 2013, para onde foram vendidos 190 mil entradas. Uma parte dos bilhetes esgotou em 35 minutos e o restante em apenas 37 segundos. Todos os amantes da música eletrónica queriam fazer parte do festival belga.
 

Foram vendidos 400 mil bilhetes, que esgotaram em cinco minutos.

 
Para comemorar a 10ª edição do Tomorrowland, em 2014, o festival realizou-se em dois fins-de-semana no mês de julho. Foram vendidos 400 mil bilhetes, que esgotaram em cinco minutos, cujo tema era “The Key to Hapiness”. Neste ano, foi também lançado um livro sobre o festival, um documentário produzido pela MTV e ainda foi divulgada a nova localização do Tomorrowland por David Guetta: o Brasil.
 
CURIOSIDADES
 
  • Para quem quer viajar em direção à Bélgica, existem meios de transporte aéreos especiais para o efeito. As hospedeiras vestem-se de acordo com a ocasião e até há DJs a atuar durante a viagem para os festivaleiros se sentirem logo no clima de festa.
 
  • Se algum festivaleiro danificar um objeto de decoração do Tomorrowland, é expulso do recinto no mesmo minuto. Esta é uma das regras mais curiosas que se pode encontrar no regulamento do Festival.
 
  • Tal como em Las Vegas, no recinto do Tomorrowland existe uma “capela do amor”. Nesse local, os casais são recebidos por duas pessoas caraterizadas de freiras, que oferecem preservativos. Esse espaço tem uma cama para os casais fazerem o que quiserem durante um determinado período de tempo.
 
  • A famosa Dreamville, o campismo onde descansam os festivaleiros do Tomorrowland, não existiu durante os primeiros quatro anos.
 
  • David Guetta é o único artista que deu música aos festivaleiros do Tomorrowland em todas as edições até ao momento.
  •  
  • O primeiro ministro da Bélgica, Elio Di Rupo, marcou presença na edição do ano passado. Di Rupo conviveu com os festivaleiros e ainda tirou algumas selfies.
 
  • Na edição de 2012, os avós de Dimitri Vegas & Like Mike foram assistir à atuação dos netos no Main Stage logo na primeira fila.
 
  • Como em qualquer festival, o uso e tráfico de drogas é proibido. Antes de entrarem, os festivaleiros podem colocar as substâncias numa caixa especial, sem qualquer consequência.
 
  • O Youtube comemorou 10 anos em 2015 e para celebrar a data divulgou o Top 10 dos vídeos mais vistos em cada país. Em Portugal, o aftermovie do Tomorrowland de 2012 ficou colocado em oitavo lugar.
 
  • De forma a abranger vários gostos musicais, por todo o recinto estão espalhados 16 palcos diferentes.
 
  • Numa parceria entre o Tomorrowland e a Organização das Nações Unidas, foi colocado um novo painel na famosa One World Bridge, direcionada para o “People of Tomorrow”. Nessa mensagem pode-se ler: “Vamos trabalhar todos juntos para proporcionar dignidade a todos”. A ponte de madeira tem 600 metros e contem 210 mil mensagens de pessoas de todo o mundo.
 
  • As pulseiras de acesso ao Tomorrowland permitem que os festivaleiros adicionem novos amigos imediatamente no Facebook, com o aproximar de uma bracelete com outra.
 
  • Até ao momento Du'art e Huma-noyd foram os únicos DJs portugueses que atuaram no Tomorrowland, em palcos alternativos. 
 
Confere abaixo a evolução do palco Main Stage do Tomorrowland:
 

 
Publicado em Tomorrowland
Aos primeiros dias do ano, o line-up da 9ª edição do Festival belga "Tomorrowland" já começa a mexer. Nos dias 26, 27 e 28 de julho, a província De Schorre, localizada em Boom - Bélgica - volta a receber o maior festival eletrónico da Europa, esperando milhares de festivaleiros.

Steve Aoki, Marco Carola, Arty, Dixon, Axwell, Dave Clarke e Alesso, são os primeiros artistas a figurar no line-up mais desejado de sempre. As confirmações têm sido anunciadas diariamente nas redes sociais do evento.

Por três dias e três noites, os amantes da música poderão dançar até o sol raiar a escutar os melhores DJs da atualidade. A estes três dias soma-se ainda a recepção aos campistas que decidam levar a tenda às costas para o DreamVille - um gigantesco espaço equipado para campismo durante os dias do evento. Destaca-se por ser um festival para todos os gostos musicais. Essa diversidade de escolhas faz com que seja um evento tão desejado a nível internacional.

Os ingressos serão colocados à venda no dia 16 de fevereiro, pelas 17 horas (CET = Central European Time) e este ano a organização destaca novos pacotes - "Global Journey" - que podem ser adquiridos em agências de viagens parceiras do evento espalhadas por todo o planeta. Em Portugal, a agência reconhecida e autorizada pela produção, é a Ocean Tour (Póvoa do Varzim). Os pacotes incluem viagem, alojamento e acesso ao festival e serão colocados à venda também no dia 16. Em Portugal variam entre 474,71 euros e 189,96 euros. É importante também referir que apenas poderão adquirir pacotes e ingressos, os interessados que se registem no site do evento ou da agência.

O passe regular de acesso a todos os dias de evento custa 198,50 euros e o passe regular diário tem o custo de 84,50 euros. Existe também outro tipo de passe - o Comfort - que dá acesso a zonas privilegiadas do evento com o custo diário de 145 euros e 365 euros para os três dias. Em 2012, segundo a organização, a venda de ingressos esgotou em menos de 10 minutos.

Recorde-se que o Festival "Tomorrowland" venceu no passado dia 9 de janeiro o prémio de "Melhor Evento Europeu de 2012" nos "Festival Awards Europe" numa cerimónia que decorreu na arena de Oosterport em Groningen, na Holanda. Pela primeira vez na história dos prémios, um festival dedicado exclusivamente à música electrónica e de dança recebeu o prémio de "Best Major Festival". O público classificou o evento como "a maior história de sucesso do ano".

Confere o line-up até agora divulgado:

Sexta, 26: Tiësto, Sebastian Ingrosso, Hardwell, Steve Aoki, Markus Schulz, Marco Carola, Joachim Garraud, Otto Knows, Dixon, Arty, Dirtyphonics, Datsik, Angger Dimas, Autoerotique, Felix Cartal, TAI, Dj Pierre, PeaceTreaty, South central, Botnek, Will Brennan, Dan Sena, Deorro, Jidax, Dzeko & Torres, Army of The Universe
 
Sábado, 27: Armin van Buuren, Avicii, Axwell, Knife Party, Benny Benassi, Wildstylez
 
Domingo, 28: Steve Aoki, Dave Clarke, Alesso, Joachim Garraud, Rush, Mauro Picotto, Joey Beltram, Miss Djax, Huma Noyd, J.Fernandes
 
 
Publicado em Tomorrowland
A sua atuação no Tomorrowland está a dar que falar. Por um lado, muitos foram aqueles que apreciaram o seu espetáculo e o seu set, por outro, fazem-se críticas à prestação excêntrica do artista que muitos desconhecem e que só agora se tornou viral, muito por culpa da sua forma de estar atrás da cabine. Eis Salvatore Ganacci.

Mas quem é? Para a grande maioria, é um artista que, além de DJ, exibe uns passos de dança brilhantes que contagiam tudo e todos. Na verdade, Salvatore conta com uma sólida carreira no mercado da música de dança desde 2014, quatro anos depois de entrar para a escola Musikmakarna, na Suécia.

Ao longo da sua carreira, Ganacci já lançou várias colaborações com artistas de renome, como é o caso de Major Lazer, Dillon Francis, Sebastian Ingrosso, Axwell, Pusha-T, entre muitos outros. Do seu currículo fazem ainda parte vários remixes oficiais para os Swedish House Mafia, Knife Party, Dada Life, Afrojack, Snoop Dogg e Alesso.

Além da música eletrónica, o artista oriundo da Bósnia aprecia também moombahton, trap e dancehall. É também reconhecido por editoras como a Universal Music Group, STMPD RCRDS, Dim Mak, Def Jam Recordings, Virgin Records ou a Warner Music Group.

Depois de duas atuações em anos consecutivos no Tomorrowland e no Ultra Music Festival em Miami, quem não gostaria de ver este verdadeiro showman ao vivo em Portugal?
 
Publicado em Artistas
No Dia Internacional da Amizade e a poucos momentos do arranque de mais uma edição do festival Tomorrowland, fomos conhecer a “Tomorrowland Crew Portugal”, um grupo de amigos bastante especial que tem uma paixão em comum: a música eletrónica. Laëtitia Esteves desde 2013 que lidera esta comunidade, que tem vindo a ganhar cada vez mais seguidores.
 
O grupo, fundado em 2013, inicialmente não tinha um nome específico. “A partir daí, sempre que um DJ internacional vinha a Portugal, sempre que havia um evento de Electronic Dance Music (EDM) ou sempre que o Pete Tha Zouk atuava, juntávamo-nos todos. Começaram-se a juntar amigos nossos que não tinham ido ao Tomorrowland mas que acabaram por fazerem parte deste grupo por acharem o ambiente fantástico”, salientou.
 
Vestiam-se sempre a rigor, com t-shirts, pulseiras e a famosa bandeira do Tomorrowland, que os acompanha em todos os eventos. O nome “Tomorrowland Crew Portugal” surgiu através de Pete Tha Zouk. Durante uma atuação do DJ português na Discoteca Pedra do Couto, em Santo Tirso, a crew esteve “na frontline a noite toda”, uma das características do grupo e “durante o set foi puxando pelo público, como é habitual e apelidou-nos de Tomorrowland Crew Portugal”, incluindo o novo nome numa publicação na sua página oficial de Facebook. “Desde então somos a Tomorrowland Crew Portugal com o melhor padrinho que alguma vez poderíamos ter: Pete Tha Zouk”.
 

 
O grupo conta com cerca de 60 elementos “mas vai crescendo todos os dias. A cada evento, juntam-se mais pessoas” e “temos a sensação que nos conhecemos há imenso tempo. No fundo, temos uma única coisa que nos junta: a paixão por música eletrónica”. Laëtitia Esteves revelou ainda que a “Tomorrowland Crew Portugal” tem como objetivo principal “juntar o maior número possível de elementos” para “formar o maior e melhor grupo de festivaleiros portugueses de sempre”.
 
Esta Crew já esteve presentes em eventos como o Ultra Music Festival, Ultra Europe, Amesterdam Music Festival, Qapital, Mega Hits Kings Fest, Melhores do Ano da rádio Nova Era, EDP Beach Party, RFM SOMNII - O Melhor Sunset de Sempre, MEO Sudoeste, Where’s The Party by Carlsberg, Azurara Beach Party e em digressões de artistas como Armin van Buuren, Hardwell, Alesso e o português Pete Tha Zouk por vários países do mundo.
 
Laëtitia Esteves ainda não tem um futuro definitivo para a Tomorrowland Crew Portugal, porque “é tudo muito recente”, mas pode “passar pela organização de eventos de EDM”.
 
Publicado em Tomorrowland
Foi num abrir e fechar de olhos a corrida aos ingressos para a oitava edição do gigantesco festival eletrónico Tomorrowland. Garantir lugar na melhor e maior edição de sempre foi o objetivo.

Em menos de 24 horas, esgotaram os bilhetes diários, bilhetes completos para todos os dias e bilhetes para a DreamVille - um gigantesco espaço equipado para campismo, dividido por três áreas 'Easy', 'Relax Room' e 'Mansion'.
Os ingressos foram colocados à venda no dia de hoje e desapareceram num ritmo estonteante concretamente em cerca de duas horas. O pass regular para os três dias de evento tem o valor de 172,50€, e o pass regular diário de 72,50€.

O Tomorrowland 2012 decorre nos dias 27, 28 e 29 de julho na cidade de Boom a 26Kms de Bruxelas (Bélgica) e já tem o seu line-up quase completo onde poderemos encontrar nomes como Avicii, Fatboy Slim, Calvin Harris, Alesso, Carl Cox, John Digweed, Jamie Jonesm, entre outros mundialmente conhecidos.

Este é um dos maiores festivais mundiais de música eletrónica, um dos eventos mais impressionantes do planeta. É realizado todos os anos por altura do Verão na Bélgica (Boom) e produzido pela ID&T belga.

Acolhe mais de 100 mil participantes de todo o mundo e tem cerca de 12 áreas diferentes, desde o mais comercial ao mais underground, recordando também a década de 90 com a presença bons e grandes nomes da dance music electrónica mundial.
 
Publicado em Tomorrowland
Tudo vai mudar na estrutura de controlo do Rock in Rio, o maior festival de música do mundo, numa mudança que poderá abrir as portas a outros países. O empresário Eike Batista vai vender a sua parte do festival à norte-americana SFX, ficando apenas com uma pequena posição não quantificada. 
 
O processo é o seguinte: a empresa brasileira que até aqui detinha o Rock in Rio (em que 50% eram de Eike Batista e os outros 50% do fundador Roberto Medina) será comprada por uma holding (Sociedade Gestora de Participações Sociais), criada para o efeito. Esta holding será controlada em partes iguais pela SFX Entertainment e por Roberto Medina. A IMX de Eike Batista fica com uma pequena posição minoritária, mas apenas da empresa brasileira e não na nova holding.
 
A SFX, cotada no Nasdaq, "é a maior produtora de entretenimento ao vivo do mundo, com foco principal em eventos culturais e de música eletrónica", diz a organização do Rock in Rio. O festival já tem a ambição de se expandir há algum tempo e chegará aos Estados Unidos pela primeira vez em 2015.
 
"Embora seja uma grande oportunidade para ajudar a fazer crescer a marca Rock in Rio, utilizando a nossa rede internacional, é também uma oportunidade de aprender com a experiência operacional e comercial do Roberto Medina e do Rock in Rio, que são fenómenos globais", afirma Robert FX Sillerman, CEO da SFX Entertainment. "A música eletrónica tem-se estabelecido entre os festivais de música moderna e esperamos que esta tendência cresça para divulgarmos ainda mais os DJs e produtores na nossa rede".
 
Roberto Medina, presidente do Rock in Rio, comentou que esta parceria irá permitir "acelerar o crescimento" da marca em novos territórios. Além disso, permitirá "uma mudança de foco" na era digital. "Com a SFX, firmamos o compromisso no desenvolvimento de uma plataforma integrada de soluções de última geração, e acreditamos que a nossa velocidade de crescimento será expressiva. Os nossos patrocinadores terão uma plataforma ainda melhor para a exibição das suas marcas nos Estados Unidos, assim como já acontece nos países onde o Rock in Rio é realizado, onde o festival é a principal ferramenta de comunicação das marcas parceiras."
 
A SFX produz e promove um crescente portfolio de eventos ao vivo, incluindo marcas líderes como Tomorrowland, TomorrowWorld, Mysteryland, Sensation, QDance, Stereosonic, Eletric Zoo, entre outros. A empresa norte-americana também detém o Beatport, a maior plataforma online de venda de música.
Publicado em Tomorrowland
quarta, 23 julho 2014 00:06

Tomorrowland vai 'falar' português

Confirmam-se os rumores! O festival que anda nas bocas do mundo vai mesmo viajar até ao outro lado do Atlântico e desta vez irá sediar-se no Brasil, país que irá receber pela primeira vez o festival que durante dez anos teve a sua residência no parque de lazer chamado De Schorre em Boom, na Bélgica.
 
O anúncio foi feito durante a atuação de David Guetta ("People in Brazil, Tomorrowland is coming to you!") no Mainstage, no passado domingo (20) último dia de evento, deste primeiro fim-de-semana. Recorde-se que este ano, o evento será realizado em duas "rondas" e a próxima começa já esta sexta dia 25. Dois fins-de-semana para comemorar o 10º aniversário do evento mais internacional dos últimos anos, a vender ingressos para mais de 214 países em apenas um segundo.
 
A ID&T, produtora do evento, uniu-se à produtora brasileira Plus Talent para realizar a primeira edição do Tomorrowland na América do Sul, na cidade de Itu, em São Paulo. O festival decorre nos dias 1, 2 e 3 de maio de 2015, com mais de 100 artistas divididos por seis palcos. Para a edição brasileira ganhará vida o tema "The Book of Wisdom", que marcou a história do festival na Bélgica, em 2012, ao elevar a produção do evento a um nível nunca antes visto. Este foi também o tema inaugural da edição americana (TomorrowWorld), em Atlanta, no ano passado. O evento voltará este ano a ser realizado em Atlanta, nos dias 26, 27 e 28 de setembro. 
 

Redes sociais pesaram na decisão

Por ser considerado um dos festivais mais criativos e completos da atualidade, o Tomorrowland já conquistou milhões de fãs em todos os continentes. Porém, foi no Brasil que a organização do evento encontrou o terreno mais fértil para crescer, visto que a maior comunidade de fãs do evento está no país, com 1,4 milhões de brasileiros nas páginas oficiais do evento espalhadas pelas redes sociais.
 
"Estamos a estudar o público e o território brasileiro há mais de dois anos, assim como alguns outros países da América do Sul. Neste período, pudemos constatar que o público sul-americano, em especial o brasileiro, é um dos mais apaixonados pelo Tomorrowland", diz Mauricio Soares, vice-presidente de marketing da ID&T no Brasil, que remata com uma frase importante "O Tomorrowland veio para o Brasil para ficar".
 
"O Tomorrowland Brasil será um dos mais internacionais encontros desta geração do milénio no nosso país. Não é só sobre aquilo que está nos palcos, mas também tudo o que acontece entre eles", diz Luiz Eurico Klotz, diretor da Plus Talent. 
 

Começa a corrida aos ingressos

Os interessados têm até ao dia 5 de setembro, para fazer o seu pré-registo no site oficial do evento. As vendas começam no dia seguinte. O primeiro lote de ingressos custa 299 reais (apróx. 100 euros) para um dia e o passe para os três dias tem o valor de 699 reais (apróx. 233,75 euros). São esperadas mais de 60 mil pessoas no evento. 
 
A edição brasileira vai ter também a famosa DreamVille, o campismo oficial do evento, que terá o pré-evento exclusivo, chamado "The Gathering", que acontece no dia 30 de abril de 2015.
 
A programação será revelada a partir do final de agosto e as organização já adiantou que o line-up vai seguir o mesmo padrão das edições internacionais do festival, que já contou com nomes como David Guetta, Swedish House Mafia, Avicii, Paul van Dyk, Kaskade, entre outros.
 
Publicado em Tomorrowland
Pág. 1 de 9

Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Acesso Rápido

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.