18-07-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

A rádio Mega Hits e o site oficial de Hardwell vão transmitir em direto no próximo sábado, 24 de janeiro, o arranque da nova tour mundial, intitulada “I Am Hardwell – United We Are”. O primeiro espetáculo desta tour vai decorrer no Ziggo Dome, em Amesterdão.
 
Para comemorar esta nova etapa do DJ número 1, segundo a revista DJ Mag, a Mega Hits preparou emissões especiais. Todos os dias será apresentada uma nova música do novo álbum do artista holandês, pelas 10 horas. A transmissão do espetáculo de Hardwell terá início às 23 horas de sábado, com o repórter Paulo Pereira.
 
O site oficial de Hardwell irá disponibilizar um live stream do espetáculo de estreia da nova tour mundial, através do link live.djhardwell.com.
 
Atour "I Am Hardwell - United We Are" já tem data marcada para Portugal, em Lisboa, no dia 7 de março.
 
Publicado em Mix
domingo, 08 março 2015 20:03

Hardwell de regresso ao Meo Sudoeste

Depois de uma atuação para 14 mil pessoas no MEO Arena, em Lisboa, no dia 7 de março, Hardwell confirma a sua presença no festival MEO Sudoeste, que decorrerá em agosto.
 
A confirmação foi feita acidentalmente pelo próprio, em entrevista à Mega Hits. Vai ser o regresso do DJ número 1, segundo a revista DJ Mag, ao festival alentejano, depois de ter subido ao palco da Zambujeira do Mar na edição do ano passado.
 
Até ao momento Calvin Harris, Steve Aoki, Showtek, Oliver Heldens e Dimitri Vegas & Like Mike são alguns dos artistas que irão passar pela Herdade da Casa Branca.
 
Publicado em Festivais
quarta, 22 janeiro 2014 14:24

Hardwell regressa a Portugal em agosto

Poucas semanas após ter arrasado por completo o Meo Arena (Pavilhão Atlântico), com uma assistência esgotada de 18 mil pessoas, Hardwell volta a confirmar a sua presença em mais um evento no nosso país.
 
Desta vez, serão as terras alentejanas a receber o número 1, segundo a DJ Mag. O DJ e produtor holandês é a primeira confirmação de 2014 e sobe ao palco do Festival Sudoeste a 7 de agosto.
 
Para este ano, uma das novidades apresentadas pela produtora do evento Música no Coração - é a abertura do campismo um dia mais cedo, o que se traduz em 10 dias de campismo grátis para os portadores de passe. Assim, o campismo abre as suas portas a 1 de agosto, sexta feira.
O bilhete diário já se encontra à venda e tem o custo de 48 euros. O passe para 5 dias custa 95 euros.
 
A partir de hoje, todo o país ficará sintonizado com a campanha do evento, centrada na ideia de que só se vive uma vez (#TUSOVIVES1X) e repetida nos meios tradicionais e digitais.
 
A herdade da casa branca na Zambujeira do Mar, recebe a 18ª edição do Festival 'SW' de 6 a 10 de agosto.
 
Publicado em Artistas
A MEO Arena, em Lisboa, recebeu no passado sábado cerca de 14 mil pessoas para assistir ao novo espetáculo de Hardwell, “United We Are”, especialmente dedicado ao seu álbum de estreia, lançado em janeiro. O evento teve a duração de cinco horas e contou com o warm-up de Kill The Buzz. O DJ “número 1”, segundo a revista britânica DJ Mag, voltou a encantar os portugueses num dos eventos de música eletrónica mais aguardados do ano, tendo os seguidores do holandês começado a concentrar-se nas imediações do recinto logo pela manhã.
 

A ESTREIA QUE FEZ “BUZZ” (COM ENTREVISTA)

Diretamente de Breda, a mesma cidade de Robbert, chega Kill The Buzz, o primeiro a dominar a batuta. Além das suas próprias faixas e da estreia de novos temas, The Buzz durante as duas horas de set, reproduziu também músicas de David Guetta (“Just One Last Time” com Taped Rai) e Alesso (“Tear The Roof Up”). No dia anterior ao espetáculo, tinha estreado uma nova faixa intitulada “Metric”, em colaboração com Manse, no radioshow “Hardwell On Air”.
 
Numa entrevista exclusiva ao Portal 100% DJ e ainda com a adrenalina pós-gig a fervilhar, Kill The Buzz não escondeu o orgulho e satisfação que é fazer o warm-up de Hardwell: “Eu e o Robbert somos amigos desde, mais ou menos, 8 ou 9 anos, e tenho-o acompanhado nas suas tours como amigo, nomeadamente em muitos festivais na Holanda. Há cerca de três anos atrás produzi três faixas que ele gostou imenso. Significa muito para mim que ele me tenha trazido para o seu espetáculo. É ótimo estar aqui!”
 
Questionado quanto ao grau de dificuldade em abrir as hostes do “#1”, The Buzz confessa que Hardwell lhe diz as coisas mais difíceis de tocar ao vivo. “Por exemplo, não podes tocar muitas músicas que são “top” e que grande parte das pessoas quer ouvir num festival. Essencialmente não te podes expor. A coisa mais inteligente num warm-up é dizer às pessoas que tu estás ali” referiu.
 
 
Esta é a primeira vez do holandês em Portugal: “Estou a adorar esta cidade - Lisboa. Um ótimo sítio para estar, e as pessoas são simpáticas, bem como a comida. É ótima!” rematou com um sorriso nos lábios, indicando Kura como o DJ português que conhece.
 

A PROVA QUE SOMOS UNIDOS

A estrutura e logística de palco teve assinatura portuguesa, enquanto que a estrutura superior foi desenhada na Holanda e irá acompanhar Hardwell nesta tour. Semelhante a uma nave espacial, Hardwell, que desta vez “aterrou” em Portugal acompanhado pela sua cara-metade, levou os fãs a uma viagem alucinante e cheia de energia, ao som dos maiores êxitos do passado, do presente, e ainda, de novas músicas.
 
Vestindo uma nova camisola de Portugal, oferecida pela rádio Mega Hits, tal como aconteceu no espetáculo de 2013, o artista holandês contagiou os presentes com a sua paixão e dedicação pela música eletrónica, criando uma forte interação e ligação com o público que delirava em todo o recinto, erguendo por vezes uma bandeira portuguesa e um cachecol, gritando algumas palavras como “braços no ar” e “obrigado”.
 
As letras de algumas músicas eram visíveis no ecrã gigante, que acompanhadas por efeitos de CO2, pirotecnia e um conjunto de luzes único, transformaram a MEO Arena numa autêntica pista de dança gigante. Na plateia e no balcão 1, podiam-se observar vários cartazes, t-shirts e ainda bandeiras do Tomorrowland e de países como Portugal, Espanha, Colômbia, Holanda e Brasil.
 
 
Apesar do balcão 2 não ter sido aberto ao público, a moldura humana de 14 mil fãs do “#1” demonstrou que Portugal tem um dos melhores públicos a nível mundial.
 
Além do seu álbum de estreia, “United We Are”, lançado em janeiro, Hardwell também estreou novas sonoridades. Da sua autoria, não podiam faltar os sucessos como “Spaceman” e “Dare You”, enquanto gritava “Portugal, i love you!”. Hit’s como “Blame” (Calvin Harris & John Newman), “A Sky Full Off Stars” (Coldplay & Avicii), “Drop It Like It’s Hot” (Snoop Dogg & Pharrel Williams) e “Leave The World Behind” (Swedish House Mafia) fizeram as delícias dos fãs, que receberam uma pequena surpresa no final: as últimas duas músicas contaram com selo português: “Hangover” e “Kalemba (Wegue Wegue)”, dos Buraka Som Sistema, foram os temas que finalizaram a atuação, numa recordação que nos retornou ao espetáculo de 2013, ocorrido no mesmo local.
 

NEM OS FAMOSOS RESISTEM A HARDWELL

Algumas caras conhecidas compareceram no MEO Arena para assistir a um dos eventos mais esperados do ano. Nomes como Inácio Ramos, Luís Evaristo, Diogo Dias, Diana Monteiro, João Montez, Dan Maarten, Olga Ryazanova, Dynamic Duo, Hugo Rizzo, Ricardo Silva, Mauro Barros, Olívia Ortiz e Joana Vieira fizeram questão de marcar presença neste regresso de Hardwell ao nosso país.
 

VOX POP

José Paulo Costa, de 20 anos, veio de Santa Maria da Feira para assistir ao concerto de Hardwell pela primeira vez. Para ele, a prestação do “número 1” foi "espetacular e fantástica". Já Telma Silva, de 32 anos, "estava à espera de um pouco melhor" em relação à área VIP do evento. Tiago, natural de Almeirim, de 36 anos, confessou-nos que achou um bom espetáculo, mas que o mesmo "acabou muito cedo". Já Mónica, de 31 anos, gostou do seu primeiro espetáculo de Hardwell e admitiu voltar um dia.
 
 

A PARCERIA DE SUCESSO CONTINUA (COM ENTREVISTA A NELSON CUNHA)

Depois de “One Last Tour” (Swedish House Mafia), o RFM SOMNII e a tour “I Am Hardwell”, foi a vez da “United We Are” chegar a Portugal. Mais uma vez, a parceria entre a Genius Y Meios, a Mega Hits e a Sociedade Lusa de Espetáculos foi um sucesso, elevando a fasquia para aquilo que poderá vir no futuro. 
 
“Duas vezes ‘melhor do mundo’, duas vezes em Portugal no MEO Arena, e superámos as espectativas. Voltámos a repetir a ‘dose’ com um espetáculo diferente, inovador... e o Hardwell está praticamente a ‘jogar em casa’”, revelou-nos Nelson Cunha, Diretor da Mega Hits. “Existem fortes afinidades de Hardwell com Portugal, ele sente o nosso país de uma maneira muito especial. A maior parte dos países da Europa onde ele toca não tem um público tão emotivo, e aqui sim, ao mínimo toque/gesto, o público português reage e isso é muito bom”, por isso, “ele gosta de vir a Portugal e é por isso que veio cá outra vez” disse o diretor da estação.
 
Em relação à rádio Mega Hits, Nelson desvendou algumas das novidades, como a estreia do radioshow da editora de Hardwell – Revealed Records, o radioshow semanal do Quintino, a residência mensal com Djeff Afrozilla e, além dos Beatbombers, o “regresso” do DJ Glue e a Mega DJ Academy. Quanto ao Mega Hits Kings Fest, que contou com a presença de Martin Garrix no ano passado, está a ser realizado um “trabalho de pesquisa”.
 
Para concluir e em relação ao Portal 100% DJ, Nelson Cunha prestou um agradecimento: “Quero agradecer à 100% DJ por ter vindo mais uma vez, pelo grande apoio dado à dance music em Portugal, mantendo sempre aquela isenção, que é importante, e respeitando os artistas e produtores. Têm feito um trabalho excecional - parabéns a vocês”.

 

BACKSTAGE

Nos bastidores do espetáculo, Hardwell teve ainda tempo de conhecer alguns dos seus fãs portugueses, através de um Meet & Greet. Diogo Calhó, de 16 anos, foi um dos fãs sortudos que teve a oportunidade de conhecer o seu ídolo. “Achei-o uma pessoa simpática e nada fria com os fãs”, foi a descrição que Diogo nos fez, em exclusivo, sobre o sonho de conhecer o DJ holandês, pois é o seu ídolo e inspiração. Relativamente ao espetáculo, o jovem de Barcarena confessou que adorou todo o espetáculo, desde os “LED’s, sonoridade, ambiente e a interação com o público”. Foi o primeiro espetáculo de “EDM” de Diogo e “teve um maior significado por ser do Hardwell”, revelou.
                        
A Mega Hits, patrocinadora do evento, além da t-shirt, ofereceu a Hardwell o prémio de “Melhor DJ do Ano”, um totem com logótipo da rádio em 3D.
 

BILHETES SOLIDÁRIOS

Todos os espetáculos da tour “United We Are” têm uma vertente solidária. Para quem comprou bilhete, contribuiu automaticamente com 50 cêntimos para a organização DANCE4LIFE. Este projeto de solidariedade é apoiado por Robbert e tem como objetivo o combate à SIDA nos jovens a nível mundial, através da educação, música e dança.
 

REDES SOCIAIS

Nas redes sociais como o Facebook, Instagram e Twitter, Hardwell foi um dos temas que mais “buzz” gerou. Quando o DJ chegou ao nosso país, fez questão de colocar uma fotografia na sua página oficial de Facebook e do Instagram, de uma vista privilegiada de Lisboa, elogiando o clima: “A aproveitar o lindo clima em Lisboa. Preparado para a I Am Hardwell desta noite!”. Kill The Buzz publicou também uma fotografia sua, com a descrição: “A aproveitar esta vista de topo em Lisboa, Portugal”. Após o espetáculo na MEO Arena, Hardwell partilhou ainda uma fotografia tirada durante o concerto, onde se pode ler “Obrigado Portugal! #UnitedWeAre”.
 

 

O REGRESSO ANUNCIADO

O DJ e produtor holandês, em entrevista à Mega Hits, confirmou acidentalmente o seu regresso ao MEO Sudoeste deste ano, pouco tempo antes da sua atuação em Lisboa. Entretanto, a organização do festival alentejano já confirmou a presença de Hardwell na Zambujeira do Mar, no dia 8 de agosto. Robbert esteve presente na edição de 2014 do MEO Sudoeste.
 
Vemo-nos em Agosto, Robbert!
 
Publicado em Reportagens
Pela terceira vez consecutiva, Hardwell vai ser um dos cabeças de cartaz do festival MEO Sudoeste, que comemora em 2016 os seus 20 anos de existência, segundo o Diário de Notícias.
 
O DJ número 1 do Top 100 da DJ Mag está de volta à Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar, depois de ter atuado nas duas últimas edições. O português Agir é outra das primeiras confirmações, mas desta vez vai subir ao palco principal.
 
Segundo Luís Montez, da promotora Música no Coração, cerca de 188 mil pessoas passaram pelo MEO Sudoeste na edição deste ano, com um aumento de público inglês e espanhol. “Isto é um festival para divertir, não é para deprimir”, referiu Luís ao Diário de Notícias, confirmando a continuação da aposta em artistas de música eletrónica no festival alentejano.
 
{youtube}ALM1CwRMrmw{/youtube}
Publicado em Festivais
Depois de um misterioso anúncio em vídeo, de que algo grande estaria para ser anunciado, eis que finalmente o dia “D” chega. A rádio Mega Hits acaba de revelar duas grandes festas da Revealed Recordings, editora de Hardwell, com Dannic, Sick Individuals, Joey Dale, Julian Calor, Manse e Tom & Jane na noite de passagem de ano.
 
No dia 31 de dezembro, o MEO Arena e o Pavilhão Multiusos de Gondomar vão receber esta festa única e exclusiva a nível mundial com grandes nomes da música eletrónica que têm o apoio incondicional de Hardwell, o atual “número 1” segundo a DJ Mag. O evento “New Year Revealed” servirá para todos os fãs de música de dança eletrónica entrarem com o pé direito em 2016, das 22 às 05 horas da madrugada.
 
A organização do evento promete fazer história, com grandes sucessos da música, pirotecnia, confetis e um cenário incrível. Dannic, Sick Individuals, Joey Dale, Manse e Tom & Jane vão atuar nas duas cidades portuguesas, enquanto que Julian Calor ficará apenas em Lisboa e Thomas Newson em Gondomar.
 
Os bilhetes já estão à venda na Blueticket e nos locais habituais e incluem duas bebidas de oferta. Confere abaixo os preços e datas:
 
Plateia (até 15 de outubro) – 26 euros
Plateia (de 16 de outubro a 15 de novembro) – 28,5 euros
Plateia (de 16 de novembro a 20 de dezembro) – 32 euros
Plateia (de 21 a 31 de dezembro) – 37,5 euros
Golden Circle – 49 euros
Zona VIP – 75 euros
 
Publicado em Eventos
domingo, 11 fevereiro 2018 23:54

Zinko lança música pela editora de Hardwell

O artista de música eletrónica é o mais recente português a lançar um tema pela Revealed Recordings, editora de Hardwell, juntando-se assim aos KEVU ou Kura. O tema, apresentado na passada sexta-feira no Hardwell On Air, tem o nome de “Guaraná”.
 
“A Revealed é um sonho dos amantes de electronic dance music. É uma das maiores editoras do mundo, então, posso dizer que foi o marco mais importante da minha carreira”, confessou Zinko, em entrevista ao Portal 100% DJ.
 
A faixa “foi uma produção super natural em que o fluxo de trabalho foi rápido”, tendo o DJ e produtor demorado cerca de três dias a terminar, acreditando “a 200% na música”.
 
Esta não é a primeira vez que o nome Zinko é reconhecido por Hardwell, uma vez que outra faixa também já tinha sido reproduzida no radioshow do antigo número 1 do Top 100 da DJ Mag.
“Guaraná” está disponível em download gratuito em todas as plataformas digitais e também no site oficial da Revealed Recordings.
 
Recorde-se que Zinko ficou colocado na posição número 24 do TOP 30 do Portal 100% DJ do ano passado.
 
Publicado em Música
Robbert van de Corput, mais conhecido como Hardwell, é um dos maiores artistas de música eletrónica a nível mundial, tendo sido classificado pelo segundo ano consecutivo como número 1 pela revista DJ Mag. Uma carreira sólida e de sucesso não se faz sozinha, e o DJ/produtor holandês conta com a ajuda de Anna Knaup, a sua manager, que estudou na Universidade de Amesterdão.
 
Anna Knaup é atualmente a diretora da Anna Agency, uma empresa que gere a carreira de grandes DJs internacionais como Dannic, Dyro, Joey Dale, Kill The Buzz, Sick Individuals e Thomas Newson. Em entrevista ao blog Just Go, a manager de Hardwell revelou algumas curiosidades sobre o seu trabalho de sucesso.
 
O seu emprego resume-se a “uma procura de talento”, além de “planear o futuro, para onde um artista quer estar num determinado número de anos”. Este planeamento está relacionado com “lançamentos de álbuns, atuações, imprensa” e ainda com estratégias de marketing direcionadas aos seus artistas.
 
“Dar oportunidade a um talento” é uma das coisas preferidas de Anna, mas defende que a personalidade do artista “é um grande fator” e que o manager “tem de gostar dos artistas com quem trabalha”.
 
Nos últimos tempos tem estado bastante ocupada com a carreira do número 1 mundial: “estivémos dedicados na sua digressão, com 34 atuações em 18 meses”, bem como o processo de “finalizar o documentário (“I Am Hardwell”), a sua estreia” e ainda o radioshow “Hardwell On Air”.
 
Para o futuro, “temos o álbum (“United We Are”), bem como o seu novo espetáculo que começa em janeiro”, revelou Anna Knaup, confirmando a presença de Hardwell também em festivais.
 
A sua agência comemora 20 anos de existência e Anna referiu que foi uma das primeiras no seu país a “ser agente no género da música de dança, quando a maioria dos DJs não tinham agentes ou gestores”. A empresa de Knaup detém agora três agentes e dois assistentes de booking.
 
Para os artistas que ainda não têm um manager, Anna dá alguns conselhos úteis: “olhar para os artistas que gostam” e “verificar qual é a equipa que está por trás deles”, para assim “chegar a essa pessoa/empresa e ver se há disponibilidade” de contratar determinado DJ. A manager de Hardwell revelou ainda que tem “inumeros artistas” que a contatam para serem agenciados, mas que tem de recusar muitos deles. Uma das coisas que chama a atenção de Anna num artista é o seu “som único e a sua própria identidade”.
 
A imprensa e as redes sociais são dois elementos considerados “muito importantes” para a manager holandesa e os seus artistas, “dando-lhes liberdade e uma plataforma para mostrar a sua personalidade, pela sua música ou pela comunicação social”.
 
A nova digressão já tem data marcada em Lisboa, no próximo dia 7 de março, no MEO Arena com selo da emissora Mega Hits. O álbum de estreia de Hardwell vai ser lançado mundialmente no próximo dia 23 de janeiro, pela Revealed Recordings, a editora fundada pelo próprio em 2010.
 
Em Portugal, Hardwell já atuou diversas vezes, destacando as suas performances no MEO Arena a 14 de dezembro de 2013 e no festival MEO Sudoeste no dia 7 de agosto de 2014. Em entrevista exclusiva ao Portal 100% DJ, o número 1 revelou o seu interesse pelas praias “incriveis” que o nosso país tem para oferecer e na sua atuação em Lisboa afirmou que aquele foi o “melhor espetáculo da ‘I Am Hardwell Tour’” até àquela data.
 
Através da sua editora Revealed Recordings, Hardwell acaba de lançar o tema “Makhor” do português Kura, que tem vindo a ser um sucesso internacional. Além disso, o artista holandês tem tocado as músicas de Kura ao vivo e no seu radioshow.
 
 
Publicado em Mix
2013 é sem dúvida o ano de Hardwell. O Jovem Holandês de 25 anos acaba de conquistar o número 1 do Top 100, promovido pela Revista DJ Mag. A votação decorreu entre os meses de julho e setembro através da plataforma online disponibilizada pela revista, e os fãs eram convidados a votar em 5 nomes - por ordem de preferência. Desta feita, Hardwell subiu uma mão cheia de posições em relação a 2012, atirando Amin Van Buuren - o vencedor que possui mais troféus (5) - para o 2º lugar.
 
Também em relação ao ano passado, Avicii ficou intacto na 3ª posição e Tiësto caiu do número 2 para o 4. O Francês David Guetta que em 2011 foi o número 1, também recuou uma posição, ocupando agora o lugar número 5 - deixado por Hardwell.
 
Sem surpresas e devido ao enorme sucesso que ambos têm tido com a marca 'Tomorrowland', a dupla Dimitri Vegas & Like Mike sobe 32 posições e ocupa agora o lugar cativo número 6.
O patrão da Protocol Recordings - Nicky Romero - que em 2012 entrou pela primeira vez no Top e abriu a 17ª porta, este ano sobe 10 degraus e senta-se num estável 7º lugar.
 
Steve Aoki com os seus poderes sobrenaturais, este ano gerou uma 'turbulence' mundial e da posição 15, subiu para a número 8.
Sem qualquer alteração, Afrojack permanece na nona posição e a fechar o 'top ten' está Dash Berlin que desceu apenas 3 posições.
 
As novidades
Para o Top deste ano, registou-se a entrada de 12 novos artistas, como é o caso de Dyro, que ocupou diretamente o lugar número 30. Com mais 10 posições está o produtor de 'Animals' - Martin Garrix (40), que é também o mais novo artista a fazer parte desta lista - tem apenas 17 anos.
Vicetone (60), Gunz For Hire (63), Diplo (64), Antonie (68), Blasterjaxx (71), Dillon Francis (73), Dannic (74), Adaro (75), Diego Miranda (94) e DJs From Mars (95) estrearam pela primeira vez o seu lugar no Top 100.
 
Oscilações
A queda mais acentuada desta votação soube a amargo à dupla Cosmic Gate (Nic Chagall e DJ Bossi) registando menos 41 posições. Por outro lado, o DJ e Produtor de trance Andrew Rayel conquistou a maior subida - 49 posições.
 
Portugal
Pete Tha Zouk desapareceu do Top dando lugar a Diego Miranda. O DJ algarvio não conseguiu alcançar a lista dos 100 - ele que em 2012 ocupava o 47º lugar e em 2011 o 37º. 
Este ano o produtor de 'Say Yeah!' entrou diretamente para a posição número 94, subindo assim 14 números em relação a 2012 (108), colocando desta feita, Portugal no Top 100.
 
Histórico de Vencedores TOP 100 da DJ Mag
1997 - Carl Cox
1998 - Paul Oakenfold
1999 - Paul Oakenfold
2000 - Sasha
2001 - John Digweed
2002 - Tiësto
2003 - Tiësto
2004 - Tiësto
2005 - Paul van Dyk
2006 - Paul van Dyk
2007 - Armin van Buuren
2008 - Armin van Buuren
2009 - Armin van Buuren
2010 - Armin van Buuren
2011 - David Guetta
2012 - Armin Van Buuren
2013 - Hardwell
 
Em baixo confere a lista completa e oficial divulgada pela DJ Mag.
 
2013 NOME DIFERENÇA
100 Ran D down (12)
99 Ummet Ozcan New entry
98 Solar Stone Re entry
97 Umek down (38)
96 Matt Darey Re entry
95 DJs From Mars New entry
94 Diego Miranda New entry
93 Mat Zo down (21)
92 Paul Oakenfold down (23)
91 Bl3nd New entry
90 Stafford Brothers New entry
89 Benny Benassi down (16)
88 Bob Sinclar up (6)
87 Tenashar New entry
86 Da Tweekaz up (13)
85 Skazi Re entry
84 Tiddey Re entry
83 Wasted Penguinz down (8)
82 John O’Callaghan Re entry
81 Heatbeat «»
80 Cosmic Gate down (41)
79 Myon and Shane 54 Re entry
78 Felguk up (12)
77  Martin Solveig down (29)
76 Richie Hawtin up (2)
75 Adaro New entry
74 Dannic New entry
73  Dillon Francis New entry
72 D Block and S Te Fan down (8)
71 Blasterjaxx New entry
70 Project 46 up (30)
69 Quentin Mosimann up (5)
68  DJ Antoine New entry
67 Mike Candys up (19)
66 Noisecontrollers down (39)
65 Tenishia down (15)
64 Diplo New entry
63 Gunz For Hire New entry
62 DJ Feel down (6)
61 Brennan Heart down (12)
60 Vicetone New entry
59 Madeon down (5)
58 R3hab up (15)
57 Arty down (29)
56 Wildstylez down (15)
55 Tommy Trash up (7)
54 Eric Prydz down (2)
53 Infected Mushroom down (10)
52 Bingo Players up (14)
51 Gareth Emery down (37)
50 Zatox down (14)
49 Orjan Nielsen down (17)
48 Omnia up (10)
47 Bobina up (6)
46 Carl Cox down (1)
45 Coone down (8)
44 Krewella New entry
43 Chuckie down (8)
42 Ferry Corsten down (20)
41 Porter Robinson down (1)
40 Martin Garrix New entry
39 Sander Van Doorn down (21)
38  Steve Angello up (19)
37 Frontliner up (42)
36 Kaskade down (6)
35 Dada Life down (11)
34 Angerfist up (8)
33 ATB down (12)
32 Paul Van Dyk down (16)
31 Laidback Luke down (2)
30 Dyro New entry
29 Fedde Le Grand down (3)
28 Andrew Rayel up (49)
27 Showtek Re entry
26 Swedish House Mafia down (14)
25  Knife Party up (8)
24 Zedd up (27)
23 Headhunterz down (12)
22 Daft Punk up (22)
21 Markus Schulz down (8)
20 Aly & Fila down (1)
19 Axwell up (4)
18 Sebastian Ingrosso up (16)
17 Above & Beyond down (9)
16 Nervo up (30)
15 Calvin Harris up (16)
14 W&W up (11)
13 Alesso up (7)
12 Deadmau5 down (7)
11 Skrillex down (1)
10 Dash Berlin down (3)
9 Afrojack «»
8 Steve Aoki up (7)
7 Nicky Romero up (10)
6 Dimitri Vegas & Like Mike up (32)
5 David Guetta down (1)
4 Tiesto down (2)
3 Avicii «»
2 Armin van Buuren down (1)
1  Hardwell up (5)

 

Publicado em Mix
domingo, 28 setembro 2014 23:37

Hardwell toca nova música de Kura

Ainda não foi lançada para o mercado mas já está a dar que falar. Chama-se "Blackmail" e é a nova faixa com assinatura do DJ e produtor português Kura, numa colaboração com os Halfway House. 
 
O tema fez parte das escolhas do radioshow do melhor DJ do mundo, segundo a DJ Mag, divulgando mais uma vez o nome de Kura a nível internacional. O "Hardwell On Air" foi emitido na passada sexta-feira com a edição número 186 (conferir em baixo).
 
"Blackmail" tem venda exclusiva no Beatport a partir de 10 de outubro e possui selo da Flashover Recordings.
 
Recorde-se que a 14 de dezembro, no encontro com os jornalistas antes da sua atuação no Meo Arena (Antigo Pavilhão Atlântico), e numa pergunta feita pelo Portal 100% DJ, o holandês admitiu conhecer o trabalho de Kura, elogiando as suas produções, definindo-as como "incríveis". No final da resposta, e até fazendo-o corar, Hardwell não poupou elogios ao português "é um bom produtor e DJ, e além disso uma ótima pessoa, o que é importante para esta área."
 
De recordar também que Kura foi distinguido não só pelo Portal 100% DJ, como pelo público como um dos "13+ de 2013", ação que voltará a ser desenvolvida este ano num diferente formato.
 
 
 
Publicado em Artistas
Pág. 1 de 7
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.

Este site utiliza cookies. Ao navegares neste site estás a consentir a sua utilização. Para mais informações consulta a nossa Política de Privacidade.