27-05-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

Prepara a toalha. Com o Rock in Rio Lisboa a decorrer entre nos dias 23, 24, 29 e 30 de junho, no Parque da Bela Vista, os festivaleiros podem ter a oportunidade de assistir à atuação de vários DJs durante as famosas Somersby Pool Parties.
 
Francisco Praia é o DJ residente deste palco secundário do Rock in Rio Lisboa, que fica junto ao Music Valley. No cartaz constam ainda nomes como Van Breda, Rizzo, DJ Big, DJ Isabel Figueira e DJ Dadda.
 
 
No dia 29 de junho, inserido no espetáculo Revenge The 90s, vai decorrer uma recriação do programa televisivo “Ai os Homens”, com a presença de José Figueira e Dress Her DJ. Vão ser selecionados oito concorrentes através de uma inscrição online para realizarem várias provas. Quem superar todas as provas e não for atirado à piscina, ganha automaticamente dois bilhetes para a edição brasileira do Rock in Rio, que vai decorrer no próximo ano.
 
As Somersby Pool Parties começam às 12 horas, com quatro momentos de animação ao longo dos dias. Confere abaixo o horário de todas as atuações:
 
Publicado em Rock in Rio
domingo, 17 junho 2012 00:39

Balanço do Rock in Rio - Lisboa 2012

 
 
A Cidade do Rock recebeu 353.000 fãs nos 5 dias de evento. O dia 25 de maio, com os Metallica como cabeças de cartaz, contou com 42.000 pessoas. O segundo dia, 26 de maio, com rock alternativo dos Linkin Park e Smashing Pumpkins, foi o mais concorrido, com 83.000 pessoas. O terceiro dia, 1 de junho, 74 mil pessoas não quiseram perder a estreia dos Maroon 5 em Portugal. Já a 2 de junho, 73 mil pessoas cantaram em coro com os veteranos Bryan Adams e Stevie Wonder. No encerramento, a 3 de junho, 81 mil pessoas assistiram aquele que já é considerado por muitos o Concerto do Ano: Bruce Springsteen & The E Street Band.

Segundo os resultados do inquérito realizado pela E-value na Cidade do Rock, a maioria do público era português, essencialmente proveniente da Área Metropolitana de Lisboa (54%), Norte (17,6%) e Centro (17,6%).

Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio deixa uma mensagem de agradecimento “Queremos agradecer a participação do público português e os dias especiais que se viveram na Cidade do Rock. É muito reconfortante sentir que contribuímos de alguma forma para a felicidade de tantas pessoas num altura conturbada como esta em que vivemos. O aumento do número de público da edição de 2010 (329.000 pessoas) para esta edição vem mostrar que a nossa aposta em acelerar contra a crise resultou e que investir em tempos de crise vale a pena”.
 
 
Fabiano Queiroz, do Departamento Artístico, destaca a qualidade dos concertos de Metallica (25 maio), Linkin Park (26 maio), a energia e ligação com o público de Ivete Sangalo e Maroon 5 (1 junho), Bryan Adams e Stevie Wonder (2 Junho), o peso e a história dos 30 anos dos Xutos & Pontapés e a vitalidade e o amor pela música de Bruce Springsteen & The E Street Band, e sublinha “Os artistas mostraram-se felizes por participarem num evento do porte do Rock in Rio-Lisboa, destacando a qualidade técnica do Palco Mundo e do som e o público maravilhoso que os recebeu. Os Maroon 5 enviaram um email agradecendo a simpatia e enorme profissionalismo da equipa de Produção”.
 
 
Zé Ricardo, Diretor Artístico deste palco mostrou-se satisfeito com os resultados: “O Sunset de 2012 foi sem dúvida o melhor de todos em Lisboa. O público aderiu massivamente assistindo a todos os concertos, desde a abertura ao encerramento do palco, a integração dos artistas em cada encontro foi perfeita e o espírito destes encontros que vão além da música, são encontros de alma, ficou absolutamente claro para o público português”. Destaque para a banda alemã Kreator, que recebeu Andreas Kisser, o guitarrista dos Sepultura num encontro com duelos de guitarra marcantes (25 maio). Os Xutos & Pontapés e o Titãs repetiram o encontro memorável que realizaram no Rock in Rio Brasil e o público delirou (26 maio). Boss AC uniu os seus beats e batidas ao groove do Samba e do Soul do cantor Zé Ricardo e da cantora Paula lima (1 junho). Jorge Palma juntou-se a Luís Represas e João Gil para um verdadeiro encontro de velhos de amigos (2 junho). E para encerrar com chave de ouro, no dia 3 junho, o Palco Sunset recebeu o maior encontro de rock em língua portuguesa dos últimos anos: Rui Veloso e Erasmo Carlos num encontro inesquecível.
 
 
Cerca de 30.000 pessoas passaram por este espaço cuja conceção e cenografia, bem como a extrema qualidade ao nível técnico do palco, som e luz, foram alvo de elogios por parte dos artistas e do público. Miguel Marangas, Diretor Artístico, conclui “as atuações ao vivo das bandas Azari & III, dOP e Discotexas Band levaram à Cidade do Rock público interessado especificamente em assistir a este tipo de apresentações. Os internacionais Chase and Status com o Mc Rage, Dr Lektroluv, The Magician, Dyed Soundorom, Maceo Plex, Jamie Jones, Martinez Brothers e Masters at Work destacaram-se, juntamente com os nacionais Dj Vibe e Stereo Addiction. No último dia o lendário Dj Harvey abriu o palco com um Sunset Set que não deixou indiferente quem assistiu”.
 
A Rock Street foi sempre um dos espaços com maior movimento na Cidade do Rock, repetindo o sucesso já registado em 2011 na edição brasileira. Bruce Leitman, Diretor Artístico da Rock Street considera que “Fazendo juz ao espírito e à cultura de Nova Orleães que homenageia, este espaço fez o público mergulhar nas águas do Mississippi para participar em momentos inesquecíveis de jazz e de improviso. O público português mostrou-se extremamente entusiasta e participou com uma alegria e espontaneidade que deixou os artistas impressionados. O comentário geral no backstage era de agradecimento e alegria por participar em algo tão inovador e surpreendente”. Destaque no primeiro fim de semana para Melech Mechaya, Gypsy Ska Orkestra, Nobodys Bizness e TJ Johnson que empolgou todos tocando e cantando seu Rhythm & Blues acompanhado pelo Bruce Henri Trio. No segundo fim de semana Christian Reyes, Lillian Boutté, a artista que mais impacto teve, não só pela grande simpatia e energia, mas também pela capacidade de comunicar, fazendo o público cantar, chorar, e expressar-se, Cais Sodré Funk Connection, Mingus Project e Rat Swingers. O espaço foi animado todos os dias por vários artistas de rua como a estátua de chocolate, a Taróloga, o Mágico, os Motoqueiros cantores, o Caricaturista, o Casal de Andas, o Malabarista, e as bandas Dixie Gang, Projeto Bug e Lindy Hoppers.
 
Marina Frangioia, Diretora Artística deste espaço inspirado num bairro de Nova Iorque que teve a sua estreia internacional dentro do Rock in Rio-Lisboa, faz o balanço dos 5 dias “O palco conseguiu agarrar o público, com a sua dinâmica, energia e alegria e apresentou coreografias contagiantes. Vários elementos do público subiram ao palco e integraram a performance com alegria”. A Street Dance apresentou três performances diárias da crew residente, os Jukebox, excelentes profissionais e com uma forte capacidade de comunicação com o público, e atuações de crews e dos semi-finalistas do Concurso Street Dance. No dia 3 de junho, os Momentum Crew, 4 elementos masculinos do Porto, venceram a final do Concurso Street Dance. “A actuação da crew vencedora foi magnífica. Foi uma performance de B-boying puro, que incorporou o hino do palco, com uma limpeza na técnica que é reconhecida tanto em Portugal como no estrangeiro, composição coreográfica  bem estruturada, balizada por conceitos perceptíveis até nos figurinos, um pouco à imagem da Escola Olímpica Russa. São excelentes Street dancers e deram espectáculo!”, comentou Marina Frangioia. Os Momentum Crew vão representar Portugal na Final do Concurso Street Dance que se realiza no próximo ano, na edição de Buenos Aires, disputando o prémio com os vencedores que forem apurados no Rock in Rio-Madrid 2012, Rock in Rio 2013 (Rio de Janeiro) e Rock in Rio-Buenos Aires 2013.
 
Publicado em Rock in Rio
A Cidade do Rock recebeu mais de 345.000 fãs ao longo dos cinco dias de evento, e ultrapassou a meta dos 2 milhões de pessoas que passaram as portas da Cidade do Rock, ao longo dos 10 anos do evento em Portugal.
 
O dia 25 de maio, com o regresso a Portugal de Robbie Williams recebeu cerca de 60 mil pessoas, que vibraram com um concerto cheio de classe e bom humor. Já o segundo dia, 29 de maio, teve lotação esgotada com os míticos The Rolling Stones, que tiveram 90 mil pessoas a assistirem ao seu concerto, e que contou com Bruce Springsteen como convidado surpresa.
 
O terceiro dia, 30 de maio, 68 mil pessoas vibraram com o rock de Linkin Park, que levou a multidão à loucura e assistiram ao espectáculo do DJ Steve Aoki, que atirou bolos e barcos ao público. A 31 de maio, 47.500 pessoas vibraram com a estreia de Lorde em Portugal, e com o espetáculo de Arcade Fire e Ed Sheeran, e celebraram a obra de Variações, durante a Homeagem que o Palco Mundo acolheu. 
No encerramento, a 1 de junho, 80 mil pessoas dançaram ao ritmo da boa disposição de Jessie J e receberam Justin Timberlake com uma verdadeira ovação.
 
Na edição que comemora os 10 anos do Rock in Rio-Lisboa, foi ultrapassada a marca dos 2 milhões de pessoas que passaram pela Cidade do Rock, no Parque da Bela Vista, desde 2004. Entretanto, já foi confirmada a edição do evento, que regressa em 2016 e 2018.  
 
Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio deixou uma mensagem de agradecimento "Mais uma vez, a Cidade do Rock encheu-se de sorrisos e foram cinco dias cheios de histórias e memórias bonitas. A Rock Street voltou a ser um êxito, a Street Dance continuou a surpreender, e o Palco Vodafone conseguiu conquistar milhares de pessoas, que todos os dias assistiram aos concertos. E, todas as noites terminaram na impressionante aranha Eletrónica, que ganhou vida e fez a festa continuar até às 04h00." 
 
O maior evento de música e entretenimento do mundo segue agora para Las Vegas, onde a primeira edição do evento nos Estados Unidos acontece em maio de 2015. Em Setembro de 2015, o Rock in Rio volta também ao Rio de janeiro.
 
Publicado em Rock in Rio
Para os Smashing Pumpkins, que estiveram em Portugal no final do ano  passado, esta será a primeira vez no Parque da Bela Vista, novamente o cenário  do festival de música, onde deverão apresentar "Oceania", o novo disco, que sairá em junho.

Já para os norte-americanos Linkin Park será uma repetição neste festival, depois de terem protagonizado uma noite esgotada no ano 2008. Desta vez darão a ouvir aos portugueses as novas canções do álbum, "Living Things", previsto para 26 de junho.

Hoje o dia incluirá ainda no palco Mundo The Offspring e Limp Bizkit, enquanto no palco Sunset acontecerá um novo encontro entre os portugueses Xutos & Pontapés e os brasileiros Titãs, "irmãos do rock", depois de terem atuado no ano passado no Rock in Rio na sua cidade berço - Rio de Janeiro.

Destaque ainda para as parcerias, no Palco Sunset, entre Rita Redshoes e Moreno Veloso, filho de Caetano Veloso, e entre Mafalda Veiga e o brasileiro Marcelo Jeneci.  

A quinta edição do Rock in Rio Lisboa começou ontem com os Metallica como cabeças-de-cartaz e prossegue entre os dias 01 e 03 de junho com nomes como Stevie Wonder, Bruce Springsteen, Bryan Adams, Lenny Kravitz, Maroon 5 e Ivete Sangalo.

Prevendo a afluência de 90 mil pessoas a organização aconselha o uso de transportes públicos porque muitas das avenidas circundantes ao recinto estarão com trânsito condicionado ou cortado.

O Instituto de Meteorologia prevê para hoje céu limpo ou pouco nublado e temperaturas a variarem entre os 14 e os 21 graus.
 
Publicado em Rock in Rio
sábado, 26 maio 2012 15:38

Eletrónica Heineken 26.05.2012

Tenda Eletrónica Heineken 26 maio 2012
 
Azari & III Live (CN)
O concerto dos canadianos Azari & III promete ser um dos pontos altos de hoje. Os produtores Dinamo Azari e Alixander II e os vocalistas Fritz Helder e Cedric Gasiada ficaram conhecidos mundialmente pelo single “Hungry for Power” e apresentam-se pela primeira vez no Rock in Rio, um ano depois de terem dado um concerto memorável em Lisboa.

Miguel Quintão (PT)
Miguel Quintão é um dos mais conceituados DJ's e apresentadores de rádio em Portugal. É ainda o criador dos projectos Zig Zag Warriors (com Zé Pedro, dos Xutos & Pontapés) e Bons Rapazes (com Álvaro Costa), programa de rádio da Antena 3 que é um sucesso de audiências.

The Magician (BEL)
O belga Magician vem ao Rock in Rio mostrar porque é um dos DJ's mais requisitados da atualidade. Este “mágico” tem mais do que um truque na manga e por isso mesmo não será dificil vê-lo a tocar numa discoteca de Moscovo num dia e em Santiago do Chile no dia seguinte. A sua sonoridade é descrita como dream pop e alternative disco. Recentemente, The Magician produziu o tema “I Follow Rivers” de Lykke Li, video que já tem mais de 11 milhões de visualizações no Youtube. As suas influências passam por Brian Ferry, Supertramp, Human League, Visage, Abba, entre outros. The Magician é também mentor e parte da dupla Aeroplane.

The Discotexas Band Live (PT)
Constituída por Who, Moullinex, Xinobi e Da Chick, The Discotexas Band vai atuar pela primeira vez no Rock in Rio-Lisboa para apresentar o trabalho desenvolvido pelos quatro DJ's portugueses.

Punks Jump Up (UK)
Os Punks Jump Up são uma dupla constituída pelo londrino Joe e pelo sueco David. Apesar de gostarem de batidas mais agressivas, os Punks Jump Up não abdicam de linhas melódicas e por isso mesmo já fizeram remixes de artistas como Gossip, Crystal Castles, Lykke Li, Chromeo, Kele, Miike Snow, Robyn, Tiga, Yelle, Peter Bjorn & John ou Ladytron.

Mirror People (Rui Maia/X Wife) (PT)
Rui Maia, membro dos X-Wife, aposta na sonoridade disco-house para colocar o público a dançar. Deu os primeiros passos enquanto DJ com apenas 16 anos e desde então a sua carreira tem vindo a crescer a grande velocidade. Atualmente é “as mãos” por detrás de Mirror People e tem tocado um pouco por toda a Europa.
 
 
Publicado em Rock in Rio
Nos dois primeiros dias de Rock in Rio Lisboa, 23 e 24 de junho, o Parque da Bela Vista recebeu mais de 150 mil festivaleiros. O segundo dia, que tinha como cabeça de cartaz Bruno Mars e atuações como a de DJ Kamala num dos palcos secundários, estava esgotado há vários meses e contou com 85 mil pessoas que dançaram ao ritmo dos seus artistas favoritos.
 
Mais uma vez, alguns dos palcos presentes na Cidade do Rock receberam grandes nomes da música eletrónica, como foi o caso de DJ Vibe, Moullinex, Funkamente, Francisco Praia, DJ Dadda, Kamala, DJ Roshida e Rizzo.
 
SOMERSBY POOL PARTIES: OS MELHORES SUNSETS DA CIDADE DO ROCK
 
 
Os finais de tarde ficaram marcados pelas festas na piscina instalada junto ao palco Music Valley. As Somersby Pool Parties contaram com boa música num cenário descontraído em pleno parque da Bela Vista.
 
FRANCISCO PRAIA: O DJ RESIDENTE
 
 
Tal como é habitual em discotecas, as Somersby Pool Parties têm um DJ residente: Francisco Praia. O membro dos FunkYou2 inaugurou a edição deste ano do Rock in Rio Lisboa, com sonoridades dançantes e para todos os gostos. O DJ português volta ao festival no próximo fim-de-semana ao lado de nomes como Van Breda, DJ Big, DJ Isabel Figueira, Karetus, Rich & Mendes, Diego Miranda e Vintage Culture.
 
MOULLINEX, O NOME QUE CONSEGUE SURPREENDER
 
 
Este é um dos nomes que todos deveriam conhecer, ver e ouvir. Moullinex, desta vez em formato live, com banda, no palco Music Valley. Energia contagiante do início ao fim do concerto, com uma animação única capaz de contagiar tudo e todos. Moullinex mostrou que é um artista repleto de criatividade e deu, certamente, um espetáculo digno de um palco ainda maior.
 
O ANIVERSÁRIO DO REI MERECE SER COMEMORADO VÁRIAS VEZES
 
 
50 primaveras e 35 anos de carreira internacional invejável. DJ Vibe regressa ao Rock in Rio Lisboa com um set especial de comemoração destes dois aniversários, inserido na sua atual digressão. Durante a sua atuação, do vinil à mais recente tecnologia, celebrámos a vida do “Tó do Kremlin” a dançar os maiores êxitos de todos esses anos num ambiente que ficará na memória de todos os que puderam testemunhar.
 
DJ RASHIDA, CONVIDADA SURPRESA DE BRUNO MARS
 
 
Foi a convidada surpresa da tarde de domingo, pois não estava anunciada oficialmente no line-up do Rock in Rio Lisboa. A artista norte-americana, é, neste momento, a responsável pelo warm up de todos os concertos da digressão de Bruno Mars e animou todos os presentes, enquanto alguns convidados mostraram os seus verdadeiros passos de dança.
 
A CURADORIA QUE TROUXE O HIP HOP À CIDADE DO ROCK
 
 
O DJ Kamala foi o responsável pela curadoria do Music Valley durante o dia 24 de junho e, principalmente, pela exaltação do hip hop e da música portuguesa, ao convidar artistas como Mishlawi, Dillaz, Supa Squad, Bispo e HMB. O seu DJ set fechou o primeiro fim-de-semana de Rock in Rio com um público de perder de vista no “vale da música”.
 
 
Publicado em Reportagens
O Rock in Rio-Lisboa regressa ao Parque da Bela Vista a 23, 25, 30 e 31 de maio e a 1 de junho de 2014, numa edição que assinala os dez anos do maior evento de música e entretenimento do mundo na capital portuguesa. A Vodafone Portugal é o Patrocinador Oficial desta 10ª edição, reforçando a sua ligação a um evento que patrocina desde 2004.
 
Associada ao Rock in Rio-Lisboa desde a primeira edição, em 2004, a Vodafone Portugal continua a apostar na sua ligação à música e está já a preparar um conjunto de experiências inéditas que, em maio e junho de 2014, irão surpreender os milhares de visitantes esperados na Cidade do Rock.
 
Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio, afirma "Estamos muito felizes pelo apoio que a Vodafone Portugal tem dado ao Rock in Rio-Lisboa durante todos estes anos e é com grande prazer que lhe damos as boas-vindas agora no seu novo papel de 'Patrocinador Principal'. Ao anunciarmos as datas da próxima edição, confirmamos a nossa convicção de que vale a pena continuar a apostar e a investir em Portugal e que Lisboa é a cidade ideal para acolher o Rock in Rio. Vamo-nos dedicar ao máximo para, com a Vodafone, fazer desta 10ª edição um momento ainda mais especial, e para podermos voltar a ver os sorrisos e olhos brilhantes do público na Cidade do Rock."
 
A organização anunciou também que os bilhetes para a edição do próximo ano vão manter-se inalterados, no valor diário de 61€.
Publicado em Rock in Rio
terça, 16 janeiro 2018 21:32

No Rock in Rio Lisboa bebe-se Super Bock

A Super Bock é Patrocinador Oficial da edição de 2018 do Rock in Rio-Lisboa e nessa qualidade vai dar nome a um dos palcos da Cidade do Rock. O Super Bock Digital Stage é uma das novidades deste ano e tem como missão trazer os fenómenos do entretenimento online - que utilizam as redes sociais como principal canal de comunicação e interação - para o universo offline, contando com uma programação dinâmica e surpreendente que irá incluir desde apresentações de youtubers, músicos, vloggers, a grupos de dança e momentos de humor.

Quem visitar a Cidade do Rock vai também poder usufruir de uma experiência cervejeira, proporcionada pela Super Bock, nos vários bares e num stand próprio que contará com ativações da marca. Noutra zona do recinto, na Gourmet Square - outra das novidades desta edição - haverá um espaço dedicado a outras marcas do Super Bock Group, nomeadamente, a gama especial Selecção 1927, água Pedras e a sidra Somersby, propondo novas experiências criadas especificamente para o Rock in Rio-Lisboa. Segundo o estudo OMNIBUS, de Setembro de 2017, Super Bock é a marca mais associada a música e a marca mais associada a festivais de música.
 
A 8.ª edição do Rock in Rio-Lisboa está de volta à capital nos dias 23, 24, 29 e 30 de junho, oferecendo aos seus visitantes uma nova Cidade do Rock que promete transformar a Bela Vista num gigante parque temático da música, com inúmeras experiências e uma programação surpreendente, combinando o melhor do entretenimento. Para esta edição, a organização já confirmou Muse (23 de junho), Bruno Mars, Demi Lovato, Anitta e Agir (24 de junho) e The Killers (29 de junho). Os bilhetes estão disponíveis nos locais habituais.
Publicado em Rock in Rio
O festival Rock in Rio Lisboa anunciou esta semana o lançamento de uma inovadora plataforma de rede de hotéis, que vai permitir aos seus utilizadores de viver uma experiência única durante o evento, repleta de música e entretenimento.
 
Esta nova rede de hotéis é composta por 19 unidades e podes beneficiar de tarifas online mais baixas do mercado, possibilitando aos utilizadores bons momentos que começam no hotel até à Cidade do Rock. Exposições e menus de refeição personalizados são algumas das iniciativas programadas para os hóspedes, que garantem assim o alojamento de uma maneira prática, segura e confortável.
 
“Com os Hotéis Rock in Rio ampliamos toda a experiência do festival e oferecemos aos visitantes muito mais que um momento inesquecível no recinto – levamos a experiência Rock in Rio para fora da Cidade do Rock e proporcionamos, assim, uma experiência mais completa que começa no hotel, passa pelas ruas da cidade e culmina no Parque da Bela Vista”, referiu Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio.
 
A 8ª edição do Rock in Rio Lisboa vai decorrer nos dias 23, 24, 29 e 30 de junho no Parque da Bela Vista e já conta com artistas confirmados como The Chemical Brothers, The Killers, Muse, HAIM, Bastille, Diogo Piçarra, Bruno Mars, Demi Lovato, Anitta e Agir.
 
Os bilhetes já se encontram à venda nas lojas FNAC, Blueticket, Festicket e Ticketmaster.
 
Publicado em Rock in Rio
O Rock In Rio é um dos festivais mais famosos e antigos do planeta Terra. Este ano, a organização do evento comemora 30 anos desde a primeira edição, que decorreu no Rio de Janeiro, no Brasil, em janeiro de 1985.
 
HISTÓRIA
Fundado por Roberto Medina há 30 anos atrás, o festival contava com o maior palco do mundo até àquele ano. Eram 5 mil metros quadrados de área de palco, numa zona de podia receber quase 2 milhões de pessoas na aclamada Cidade do Rock.
 
Os primeiros passos para o sucesso do Rock In Rio foram a confirmação de grandes nomes da música internacional no cartaz que nunca tinham atuado no Brasil, como foi o caso dos Queen. O êxito foi instantâneo.
 
Na segunda edição, em 1991, o festival foi transferido para o Estádio do Maracanã e recebeu 700 mil pessoas durante os 9 dias de evento. Dez anos depois o Rock In Rio volta à original Cidade do Rock, que foi reconstruída especialmente para a terceira edição do festival e foram adicionados mais palcos alternativos, como o de música eletrónica, brasileira, africana e mundial. Infelizmente, a Cidade do Rock, apesar de continuar montada, não vai ser utilizada de novo pelo Rock In Rio, uma vez que a área vai receber a Vila Olímpica dos Jogos Olímpicos de Verão deste ano.
 
DO BRASIL PARA O MUNDO
 
Diretamente do Brasil, o Rock In Rio chega a Lisboa pela primeira vez em 2004, para o Parque da Bela Vista. Além do mainstage, a capital portuguesa contava ainda com mais três palcos alternativos, um deles dedicado a música eletrónica. Ao longo dos 5 dias de festival, o Rock In Rio Lisboa recebeu mais de 385 mil pessoas.
 
O sucesso foi absoluto, mas a comunicação social e o público brasileiro lançou várias críticas a Roberto Medina, por levar o festival para o outro lado do oceano Atlântico. A terceira edição portuguesa realizou-se em 2008 e no mesmo ano o festival parte para Madrid, sem sucesso. Segundo a organização do Rock In Rio, o evento vai permanecer em Lisboa, a cada dois anos, pelo menos até 2018.
 
Mais recentemente, no ano de 2015, o Rock In Rio parte para a cidade do pecado de Las Vegas, nos Estados Unidos da América.
 
Este ano o festival decorre nos dias 19, 20, 27, 28 e 29 de maio, no Parque da Bela Vista, em Lisboa.
 
ARTISTAS DE MÚSICA ELETRÓNICA NO PARQUE DA BELA VISTA
 
Chase & Status, Tha Lovely Bastards (Mad Mac & Nuno Lopes), Jamie Jones, Maceo Plex, Magazino, Zé Salvador, Louie Vega, The Martinez Brothers, Miguel Rendeiro, Dixon, deadmau5, Calvin Harris, Pedro Tabuada, King Bizz, Major Lazer, Jamie XX, John Digweed, Gui Boratto, Dubfire, Jiggy, Steve Aoki, 2Many DJs, Paul Van Dik, Underground Sound Of Lisbon e Axwell foram alguns dos artistas que passaram por vários edições do Rock In Rio Lisboa, no palco de música eletrónica.
 
Este ano, o cartaz do palco eletrónica conta com nomes como DJ Vibe, Carl Cox, Diego Miranda, Alok, Dan Maarten, Dynamic Duo, Beatbombers, Sigala, Carlos Manaça e Pedro Cazanova.
 
RECOMENDAÇÕES
Em relação à alimentação, além dos habituais stands de comida rápida, este ano existem menus especiais criados por chefs conceituados como Vítor Sobral, Nuno Bergonse e Kiko. Se quiseres poupar algum dinheiro, podes levar alguma comida e bebida (garrafas de plástico sem tampa ou latas).
 
A lista de objetos proibidos no recinto do festival também já foi divulgada, onde se encontram capacetes, armas de fogo e selfie-sticks. No entanto, se tiveres contigo algum destes objetos, podes deixá-lo num dos bengaleiros da organização.
 
LEILÃO DE GUITARRAS AUTOGRAFADAS
Uma das novidades deste ano, é a oportunidade de teres na tua própria casa uma guitarra autografa por Carl Cox, Calvin Harris, Major Lazer, DJ Vibe, Dubfire, John Digweed, Gui Boratto, deadmau5 ou 2Many DJs. O leilão já está em licitação, com uma base de 250 euros, no site oficial do Rock In Rio.
 
INGRESSOS NOS LOCAIS HABITUAIS
Podes adquirir o teu bilhete para o Rock In Rio Lisboa no Continente, Fnac, BP, Vodafone e Santander Totta. Outras modalidades de entradas também estão disponíveis, como é o caso do Rock Card CP, Rock In Rio Express e Rock In Rio Sightseeing Pack.
Publicado em Rock in Rio
Pág. 1 de 7
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.