Diretor Ivo Moreira  \  Periodicidade Semanal
sábado, 29 agosto 2015 16:37

Avicii lança “Stories” em outubro

O DJ e produtor Avicii vai lançar o seu segundo álbum de originais, intitulado “Stories”, no dia 2 de outubro. O CD tem a participação especial de Zac Brown Band, Wyclef Jean, Matisyahu e muitos outros.
 
Apesar de algumas músicas saírem na internet sem autorização do artista e da editora, Avicii começou a divulgação do seu álbum com os singles “Waiting For Love” (co-produzido por Martin Garrix) e os novos temas “Pure Grinding” e “For a Better Day”.
 
Para comemorar o final das sessões de gravação de “Stories”, Avicii usou a sua conta oficial de Twitter para celebrar: “Finalmente terminei o meu álbum! Após dois anos de trabalho árduo, está finalmente pronto! É tão bom!”, confessou. O novo ábum já está disponível para pré-venda.
 
Confere abaixo o alinhamento:
 
  • 1 – Waiting For Love (feat. Simon Aldred)
  • 2 – Talk to Myself
  • 3 – Touch Me (feat. Audra Mae)
  • 4 – Ten More Days
  • 5 – For a Better Day (feat. Alex Ebert)
  • 6 – Broken Arrows (feat. Zac Brown Band)
  • 7 – True Believer
  • 8 – City Lights
  • 9 – Puré Grinding (feat. Kristoffer Fogelmark & Earl St. Clair)
  • 10 – Sunset Jesus
  • 11 – Can’t Cath Me (feat. Wyclef Jean & Matisyahu)
  • 12 – Somewhere In Stockholm
  • 13 – Trouble
  • 14 – Gonna Love Ya
 
{youtube}cHHLHGNpCSA{/youtube}
Publicado em Música
O produtor sueco Avicii juntou-se a Wyclef Jean e lançaram um tema intitulado “Divine Sorrow”, especialmente dedicado ao RED Alert, uma campanha contra a SIDA.
 
Hoje assinala-se o Dia Mundial da Luta Contra a SIDA e podes adquirir o tema no Itunes, contribuindo assim para a recolha de fundos da organização. O objetivo da RED Alert é erradicar a transmissão do vírus HIV da mãe para o filho.
 
“Divine Sorrow” poderá estar incluída no novo álbum de Avicii, “Stories”, com lançamento previsto para o próximo ano. O artista voltará em breve aos palcos, depois de alguns problemas de saúde que obrigaram ao cancelamento de várias atuações.
 
Publicado em Música
Foi uma das notícias mais tristes do mundo da música eletrónica internacional. O artista sueco Avicii anunciou esta semana através das redes sociais o fim das suas atuações, para se dedicar a outros interesses.
 
No entanto, o DJ e produtor realizou um acordo com a BBC Worldwide para o lançamento de um filme intitulado “Stories”, o mesmo nome do seu último álbum de originais. A longa-metragem, ainda em processo de produção, vai retratar os bastidores da sua carreira.
 
“O Avicii redefiniu as fronteiras da música de dança contemporânea com o seu álbum de estreia. Os seus hits atingiram o ouro e platina em 25 países, mas poucos conhecem o homem que está por detrás da música. Este filme promete oferecer aos fãs e amantes de música uma perspetiva do inacreditável mundo de um grande artista”, referiu Salim Mukaddam, Diretor de Música da BBC Worldwide.
 
O DJ e produtor sueco tem data marcada em Portugal no próximo dia 29 de maio, no Rock in Rio Lisboa.
 
{youtube}Iw6Gn_ux6fI{/youtube}
Publicado em Artistas
domingo, 02 agosto 2015 18:15

Avicii acusado de plágio por Starkillers

Após uma troca de palavras com o polémico deadmau5, Avicii foi acusado de plágio por Starkillers. Em causa está o seu êxito “Seek Bromance”, de 2010, quando o artista sueco ainda usava o nome Tim Berg.
 
Avicii escreveu um tweet na sua conta oficial da rede social a anunciar que realizou um remix da faixa “Insomnia” e recebeu a resposta de Starkillers que pergunta se “foi um orgulho roubar-me ‘Bromance’?”, acusando também o manager do produtor sueco, Ash Pournouri.
 
Starkillers é um DJ e produtor americano com 12 faixas no topo da Beatport até ao momento e ao que parece trabalhou com Avicii e Ash em “Bromance” e não recebeu os devidos créditos. “Tu sabes que estás a ir bem quando outros managers roubam-te as ideias para os seus clientes”, escreveu ainda Starkillers na sua conta oficial de Twitter, após divulgar um vídeo com a versão demo de “Seek Bromance”.
 
O produtor sueco ainda respondeu às acusações, questionando Starkillers: “Mas se foi o Ash, porque pluralizas isto?”, perguntou Avicii no Twitter.
 
Em relação à polémica com o rato da música eletrónica, desta vez foi Avicii que ganhou a luta. Na sua conta oficial de Instagram, o artista sueco publicou uma fotografia com o seguinte texto: “Entendo a tua frustração. Eu esforço-me todos os dias com a minha equipa para trazer elementos mais inovadores e criativos para tudo o que estou a fazer, tanto no estúdio, como ao vivo... Eu tinha que saudar o teu contributo técnico e tive o prazer de te ajudar a aprender a tocar piano e todo o teu material musical melódico... Vem para Ibiza e junta-te a mim. Realmente. Para com todo esse ódio irmão. Se precisares de um amigo, eu estou aqui para ti!. P.S: Sabes o que é mais irritante do que EDM? Pessoas a lamentarem-se sobre EDM”.
 
 
 
Esta publicação alcançou milhares de ‘gostos’ no Instagram, deixando deadmau5 frustrado. “Escolhe gozar com alguém do teu nível”, escreveu o rato mais polémico da música eletrónica no Twitter.
 
{youtube}eWUC5Q0RCAA{/youtube}
Publicado em Artistas
Klas Bergling, pai de Avicii, fez esta semana a sua primeira aparição pública desde a morte do filho, que se suicidou em abril aos 28 anos de idade. Bergling esteve presente na cerimónia de entrega dos prémios Rockbjörnen, realizados anualmente pela publicação sueca Aftonbladet aos melhores artistas do último ano. 

Ao aceitar um prémio em nome do filho, Klas agradeceu aos fãs pelo apoio prestado, não só ao longo dos últimos anos mas especialmente nestes últimos meses. "Obrigado pelas homenagens que fizeram ao Tim e à sua música. Por parte de todos os seus fãs e não só: igrejas, escolas, festivais e muito mais. Tem sido quase incompreensível e tem aquecido os corações de toda a família durante este período difícil. Muito obrigado", disse.

Recorde-se que o DJ e produtor sueco pôs termo à vida no passado dia 20 de abril, em Mascate, capital do sultanato de Omã, onde se encontrava há alguns dias de férias com amigos. Desde o seu desaparecimento e por todo o mundo têm sido registadas inúmeras homenagens, feitas não só por colegas DJs como por fãs do artista.

Avicii atuou três vezes em Portugal: em 2012, em Leça da Palmeira, Matosinhos, em 2013 no festival Sudoeste, na Zambujeira do Mar, Odemira, e em 2016 no Rock in Rio Lisboa, ano em que anunciou que iria deixar de atuar ao vivo.
 
Publicado em Artistas
Está a chegar o derradeiro final da última digressão de Avicii. Após o polémico anúncio da sua retirada dos palcos, na próxima sexta-feira o artista sueco despede-se dos fãs ao vivo no Tennent’s Festival em Belfast, no Reino Unido.
 
A sua carreira foi repleta de sucessos como “Levels” e “Hey Brother” mas ficou também marcada por vários cancelamentos de digressões e atuações devido a problemas de saúde de Avicii.
 
Para o futuro, Avicii promete lançar novas produções e, quem sabe, um dia voltar a pisar palcos internacionais. Em Portugal, o sueco marcou presença na Nova Era EDP Beach Party, MEO Sudoeste e Rock in Rio Lisboa.
 
“Uma parte de mim diz que nunca digas nunca, eu poderei voltar, mas não voltarei tão cedo”, referiu Avicii em comunicado oficial no passado mês de março.
 
{youtube}m5idQFK0aAc{/youtube}
Publicado em Artistas
A morte prematura do DJ e produtor Avicii foi devastadora e causou um impacto à escala planetária que foi muito além da comunidade da música eletrónica. A notícia abalou particularmente o seu país de origem, a Suécia, país onde no dia de hoje se multiplicaram homenagens ao artista. 
 
Também as redes sociais serviram nas últimas horas como palco de sentidas homenagens, sendo desde ontem, a palavra “Avicii” assunto do momento. Quem também se quis associar ao luto, foi Stefan Löfven, Primeiro-Ministro da Suécia que utilizou a sua página de Facebook para enviar condolências à família e amigos do artista, reconhecendo a influência do jovem, saudando-o como "um dos maiores músicos da Suécia nos tempos modernos". Confere em baixo a publicação.
 
Publicado em Artistas
Após a morte de Avicii, muito foi falado na comunicação social e nas redes sociais sobre novas músicas que o artista teria já produzido para o seu próximo álbum de originais. Segundo a revista sueca Aftonbladet, o álbum póstumo de Avicii pode sair ainda este ano.
 
Sabe-se que nas últimas semanas alguns familiares de Avicii têm realizado reuniões com vários membros da equipa com que trabalhava o artista sueco a fim de conversarem sobre as faixas inéditas e, ao que parece, autorizaram o lançamento de um novo álbum.
 
Entre os novos temas de Avicii estavam algumas colaborações que ele já teria planeadas. Entretanto, todas essas parcerias vão ser analisadas, tal como várias músicas que não estão finalizadas na sua totalidade.
 
Recorde-se que Avicii terá cometido o suicídio num quarto de hotel, no Omã, no passado mês de abril, aos 28 anos.
 
 
Publicado em Música
A lista de nomeados para a edição de 2014 dos American Music Awards já foi divulgada. A música eletrónica foi presenteada com uma categoria, intitulada “Favourite Artist – EDM”, onde estão nomeados os DJ’s Avicii, Calvin Harris e Zedd.
 
As votações já estão abertas no site oficial do canal ABC, mas apenas para residentes dos Estados Unidos da América. A cerimónia de entrega dos prémios americanos de música vai ter lugar em Los Angeles, no Nokia Theater, no próximo dia 23 de novembro.
 
Na edição do ano passado, o grande vencedor desta categoria foi Avicii, enquanto que em 2012 foi David Guetta quem levou o prémio para casa.
 
Publicado em Eventos
Passado quase um ano sobre a morte do DJ e produtor sueco Avicii, a família do artista anunciou esta terça-feira que vai criar uma fundação em sua homenagem.

De acordo com a família, a Tim Bergling Foundation, irá inicialmente focar-se "no apoio a pessoas e organizações no campo das doenças mentais e na prevenção do suicídio", no entanto, esta também pretende atuar na problemática da alterações climáticas, a favor da conservação da natureza e na proteção de espécies ameaçadas, como explicaram à revista Rolling Stone.

A fundação será lançada no próximo dia 20 de abril, data do primeiro aniversário da morte do artista. A família do DJ pretende que a fundação trabalhe não só na Suécia, mas também fora dela.

"Começar uma fundação em seu nome é a nossa maneira de honrar a memória dele e continuar a agir no seu espírito", avançou a família. Recorde-se que Tim Bergling fez várias ações para chamar a atenção para várias crises humanitárias. Em 2011, produziu uma série de concertos com o objetivo de juntar dinheiro para acabar com a fome mundial. Em 2014, fez uma parceria com a RED para angariar fundos que serviram para o combate de doenças como a sida, a tuberculose e a malária.
 
Publicado em Artistas
Pág. 1 de 4

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.