18-11-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

É já nesta segunda-feira, 15 de setembro, que terminam as votações para o mais famoso e polémico ranking de DJs, levado a cabo pela Revista britânica DJ Mag. As votações iniciaram-se a 12 de julho.
 
Os 100 DJs mais votados neste período de tempo, serão anunciado a 18 de outubro, data em que mais uma vez coincidirá com a realização da mais importante conferência europeia de música - Amsterdam Dance Event (ADE). Também a 18 de outubro será realizado em Londres um evento de comemoração do artista que irá alcançar a primeira posição.
 
Fazendo jus à frase "o que é nacional é bom", o Portal 100% DJ apela a quem ainda está indeciso e irá inserir o seu voto nestas últimas horas, que o mesmo seja feito apenas em artistas portugueses, para, desta forma, honrar o trabalho que por cá se faz.
 
Recorda o histórico de vencedores Top 100 da DJ Mag:
 
  • 1997 - Carl Cox
  • 1998 - Paul Oakenfold
  • 1999 - Paul Oakenfold
  • 2000 - Sasha
  • 2001 - John Digweed
  • 2002 - Tiësto
  • 2003 - Tiësto
  • 2004 - Tiësto
  • 2005 - Paul van Dyk
  • 2006 - Paul van Dyk
  • 2007 - Armin van Buuren
  • 2008 - Armin van Buuren
  • 2009 - Armin van Buuren
  • 2010 - Armin van Buuren
  • 2011 - David Guetta
  • 2012 - Armin Van Buuren
  • 2013 - Hardwell
Publicado em Mix
A ‘campanha eleitoral’ para o Top 100 da DJ Mag deste ano já começou. Além dos artistas internacionais, são muitos os DJs e produtores portugueses que estão a apelar ao voto, utilizando, maioritariamente, as redes sociais.
 
Kura, que se estreou o ano passado na lista ocupando a posição número 42, iniciou a sua campanha através de um vídeo que mostra os bastidores da vida de DJ. “As votações da DJ Mag já começaram, o vosso apoio é mais importante do que nunca!”, revelou Kura na sua página oficial de Facebook.
 
Há também outros DJs portugueses empenhados a tentar a sua sorte para a edição deste ano do mais disputado TOP 100 de DJs, com apelo ao voto através das redes sociais, junto dos fãs. É o caso do DJ The Fox, que considera que “esta entrada em votação é idealizada de forma a querer mostrar mais do que se faz em Portugal. A produção é o foco e um resultado inesperado pode acontecer!”.
 
Tom Enzy também já iniciou a sua ‘campanha eleitoral’, afirmando que “tem sido um ano incrível” e que “é o momento certo para fazer isto acontecer!”. Depois de apelar votos aos seus fãs, agradece por tornar este “sonho em realidade”.
 
Depois de atuarem no mesmo palco de grandes nomes como Dimitri Vegas & Like Mike ou Steve Angello, a dupla Club Banditz decidiu também apelar ao voto. “As votações da DJ Mag já começaram, o vosso apoio é muito importante!”, relatam os DJs e produtores na página oficial de Facebook.
 
Diego Miranda é também outro português que quer continuar a marcar presença na lista mais cobiçada da música eletrónica. Além de apelar ao voto durante as suas atuações o DJ aposta ainda na distribuição de autocolantes pelos fãs. Através de um vídeo com alguns dos melhores momentos da sua carreira nos últimos anos, o DJ tem contado com o apoio dos seus seguidores para fazer história.
 
Desde o ano 1997 que a presença de portugueses na lista já vem sendo habitual. DJ Vibe foi o estreante, na posição número 36, a mais alta de um DJ nacional até aos dias de hoje.
 
Pete Tha Zouk, Diego Miranda e Kura também já estiveram presentes no Top 100 da DJ Mag nos últimos anos.
 
Em baixo poderás conferir todas as posições de DJs portugueses no Top da DJ Mag, nos respetivos anos:
 
DJ Vibe:
  • 1997 - #36
  • 1998 - #87
  • 2004 - #80
  • 2005 - #40
  • 2006 - #47
  • 2007 - #40
  • 2008 - #79
  • 2010 - #100
  • 2011 - #84
 
Pete Tha Zouk:
  • 2010 - #80
  • 2011 - #37
  • 2012 - #47
 
Diego Miranda:
  • 2013 - #94
  • 2014 - #70
 
Kura:
  • 2014 - #42
 
 
{youtube}b_fjj48U3zk{/youtube}
Publicado em Mix
segunda, 20 outubro 2014 19:50

Top 100 DJ Mag: a análise dos resultados

A plataforma 100% DJ foi a primeira a anunciar (antevisão) a presença de dois portugueses no TOP 100 da DJ MAG. 
Nessa mesma antevisão, foram lançados resultados que poucos estariam à espera mas que vieram a confirmar-se (na sua maioria).  Não foi de estranhar ver nomes a desaparecer desta tabela e os resultados cimeiros eram mais ou menos previsíveis. 
 
As principais surpresas foram os resultados de Nicky Romero e Skrillex, onde se esperava uma queda acentuada no seu posicionamento (situação que não se verificou, tendo Skrillex melhorado a sua classificação em 2 posições). 
 
No meio destes resultados, todos esperavam uma entrada e boa classificação para os DVBBS (entraram directamente para a 20ª posição) mas a "estrela" nas entradas directas (e algo que ainda não consegui perceber) foi o posicionamento do Deorro para o TOP 20 (19ª posição) o que levanta (novamente) algumas duvidas na forma como as votações são feitas (não colocando em causa o seu valor). 
 
Outras subidas que tenho de destacar são nomes como o dos Blasterjaxx, Showtek, R3hab, Steve Angello (a meu ver merecia um posicionamento ainda melhor), Dannic, Diplo, Ummet Ozcan, Vicetone e Umek (este ultimo prova que os fãs de musica electrónica estão cada vez mais eclécticos).  
 
Como tinha sido "anunciado" previamente os Swedish House Mafia não constam neste TOP 100 e estranhamente o DJ/Produtor Brasileiro Ftampa fica também fora desta tabela, deixando os seus compatriotas Felguk no "último lugar" (100ª posição). 
 
Para terminar a análise geral, realço ainda a reentrada de um "dinossauro" chamado Boy George, as entradas mais do que merecidas do Quintino, Vinai, Borgore e Makj e é sempre um prazer ver o "Rei" Carl Cox e o "Plastikman" Richie Hawtin numa tabela que para mim não passa disso mesmo e que suscita sempre imensas duvidas na forma como são feitas as votações e a sua veracidade. 
 
Relativamente aos portugueses, se é com imenso agrado que vejo dois portugueses neste TOP e com uma entrada histórica do Kura e uma excelente classificação do Diego Miranda (está pelo segundo ano consecutivo nesta tabela e melhorou a sua classificação), também fico revoltado com muitos comentários que tenho lido nas redes sociais por parte de alguns "colegas de profissão". 

(...) fico revoltado com muitos comentários que tenho lido nas redes sociais por parte de alguns "colegas de profissão (...)

 
Fico com a clara impressão que os "aziados" não conseguem compreender que é o nome de Portugal e dos DJs Portugueses que é promovido mundialmente e que coloca mais "olhares" no nosso mercado, abrindo portas para outros. Acho inacreditável que a mentalidade seja "rebaixar" o trabalho de outros para tentarem sentir-se melhores. Critiquem o jogo, nunca critiquem os jogadores. 
 
Pela primeira vez na sua carreira o DJ e Produtor português, KURA, alcançou um lugar entre os 100 mais importantes DJ’s mundiais com entrada directa para os "50 Mais" com a classificação no lugar 42º. Com este resultado o português fez história ao conseguir a mais alta entrada directa de sempre não só de um Português mas de toda a comunidade lusófona mundial.
 
Para terminar deixo os parabéns ao Ruben (Kura) e ao Diogo (Diego Miranda) e aos meus colegas da WDB e ao Barreto pelo trabalho que fizeram com os artistas que representam. 
 
Obrigado à 100% DJ pelo convite realizado pelo segundo ano consecutivo para elaborar a antevisão e o "pós resultados" desta tabela que todos os anos levanta imensa polémica com os seus resultados mas continua a servir de "bitola" para definir e destacar os melhores DJ’s do mundo. 
 
Ricardo Silva
Publicado em Mix
Poucos eventos no mundo da música de dança suscitam mais controvérsias nas redes sociais do que o famoso TOP 100 da Revista DJ Mag. As disputadas posições serão reveladas este sábado numa cerimónia integrada no Amsterdam Music Festival, evento onde são esperadas mais de 35 mil pessoas e que já tem os ingressos esgotados.
 
Mais uma vez a contagem regressiva começará ao final do dia na página do Instagram e do Twitter da DJ Mag e mais tarde terá lugar a transmissão em direto da Amsterdam Arena.
 
Nos últimos anos, o topo da listagem foi ocupado por Martin Garrix, Armin van Buuren, Hardwell, Dimitri Vegas e Like Mike, Tiësto e o épico Carl Cox. As representações portuguesas têm sido feitas por Diego Miranda, Kura, Pete Tha Zouk e DJ Vibe.
 
No ano passado, Martin Garrix tornou-se o mais jovem vencedor deste ranking. O DJ e produtor holandês recebeu o prémio de "DJ número 1" das mãos do seu mentor, Tiësto.
 
Publicado em Mix
Atualmente ocupa a posição número 94 no Top 100 da Revista britânica DJ Mag. Com um prémio quente nas mãos e de enorme responsabilidade, Diego Miranda, sente-se orgulhoso e honrado em ser o único DJ português a representar o seu país. Poucos meses depois da edição de “Say Yeah”, o álbum de estreia, Diego vê confirmado e reconhecido pelo público além-fronteiras aquilo que lhe corre nas veias em abundância: talento. Na entrevista ao Portal 100% DJ revela já ter uma agenda repleta de festivais até ao próximo ano, com paragens pela América, Ásia e África. Faz também referência à sua nova editora que pretende editar música de qualidade e dar a conhecer novos talentos.
Confere a conversa que tivemos com Diego Miranda depois de ter recebido este importante prémio.

 

O que representa para ti estar no Top 100 da DJ Mag?
É um grande orgulho e uma grande honra ser o único português a singrar na lista dos 100 melhores DJs do mundo pela conceituada revista britânica DJ Mag.
 
Estavas à espera de subir no Top em relação a 2012?
Curiosamente nos últimos 2 anos estive a um passo de entrar na lista, ficando nas posições 101 e 108 respetivamente. Este ano, tenho a perfeita noção que trabalhei ainda mais que nos outros anos, lancei o álbum "Say Yeah", toquei muito mais no estrangeiro e obtive mais visibilidade nos media. Por outro lado, tinha consciência que este ano era muito mais difícil entrar, porque houve grandes novos talentos internacionais a explodir por todo o mundo e consequentemente a subir nas posições. Como por exemplo o caso do Hardwell e também por haver novas entradas no ranking. É por isso que esta conquista teve um sabor especial e estou muito feliz por isso.

O facto de estar na DJ Mag não só traz mais visibilidade mas também acarreta mais responsabilidades.


Na tua opinião deveriam estar mais portugueses neste Top?
Claro que sim, é sempre um orgulho haver portugueses a representar o nosso país por todo o mundo e quantos mais melhor, mas acredito que nos próximos anos vão entrar muito mais portugueses neste Top, porque Portugal tem muitos novos talentos que se continuarem a trabalhar como estão, vão dar cartas em todo o mundo.
 
O que podemos esperar de Diego Miranda nos próximos meses?
Para já vou continuar a promover o álbum "Say Yeah" que contém ainda outros temas por mostrar ao público. Entretanto, vou continuar a trabalhar em estúdio para o meu próximo álbum. Vão também sair novas faixas minhas mais mainstream, com novas colaborações de outros produtores. Já tenho festivais agendados até ao próximo ano que incluem várias paragens, nomeadamente pela América, Ásia e África. Tenho também uma nova editora "Less is More Records" que pretende editar, principalmente, música de qualidade e dar a conhecer novos talentos. Quero, também, realizar outros projetos que tenho em mente, mas que ainda é cedo para revelar...

Que mensagem gostarias de deixar aos teus fãs?
O facto de estar na DJ Mag não só traz mais visibilidade mas também acarreta mais responsabilidades, para todos aqueles que acompanham e apoiam a minha carreira só lhes posso prometer que vou trabalhar ainda mais e melhor. De resto, só posso dizer: "The Best is Yet to Come"... e agradecer a todos os que me têm apoiado até aqui.
 
 
Publicado em Entrevistas
terça, 16 setembro 2008 19:52

Já decorre a eleição do Top 100

Está a decorrer a votação para a eleição do Top 100 da prestigiada Dj Mag, pull em que Dj Vibe obteve no ano transacto um prestigiante 40º lugar.

Tido a par com a Dj List como um dos mais prestigiados rankings de djs do mercado mundial, e tendo Vibe, vindo a ocupar ao longo do último ano e meio posições de grande relevo nestas tabelas, nunca será demais informar que em http://top100djs.djmag.com/ poderá elaborar o seu top e votar naqueles que são os seus djs de eleição, de maneira a que também por estes lados se façam sentir as preferências nacionais.
Publicado em Mix
O mais famoso e polémico Top de DJs a nível internacional está de volta e as votações arrancaram hoje, no site oficial do Top 100 DJs da DJ Mag. Este ano, a iniciativa é uma parceria com a UNICEF.
 
No ano passado foi o jovem Martin Garrix a ficar colocado no topo da tabela da DJ Mag, lista onde também estiveram presentes os portugueses Diego Miranda e Kura, nas posições 58 e 51, respetivamente.
 
As votações decorrem até ao próximo dia 13 de setembro. Os resultados vão ser apresentados em outubro, durante o Amsterdam Dance Event.
 
Publicado em Mix
O holandês Nicky Romero, que atuou na última edição do RFM SOMNII – O Maior Sunset de Sempre, na Figueira da Foz, lançou uma campanha original para arrecadar votos para o Top 100 da DJ Mag deste ano.
 
No ano passado, o DJ e produtor ficou colocado na 9ª posição e este ano pretende subir na tabela. Para isso, lançou um jogo online, semelhante ao famoso Super Mario, onde o jogador tem de saltar e deslizar por baixo dos camiões da Protocol Recordings, a sua editora.
 
O jogo tem três níveis diferentes e ao longo do mesmo, Nicky, a personagem principal, vai encontrando membros da sua equipa, que o levam depois de helicóptero para um club, onde vai atuar para uma multidão de fãs. A banda sonora do videojogo é o seu conhecido single “Toulouse”.
 
Clica aqui e começa a jogar.
 
{youtube}N5mhz7pH9lU{/youtube}
Publicado em Artistas
Com as votações encerradas, só resta contabilizar os resultados da tabela mais famosa e polémica da história da música eletrónica. O Top 100 da DJ Mag, realizado anualmente, vai decorrer no próximo dia 19 de outubro no Heineken Music Hall em Amesterdão.
 
No ano passado, o topo da tabela foi conquistado pela dupla Dimitri Vegas & Like Mike e houve ainda espaço para os portugueses Diego Miranda e Kura, colocados nas posições 58 e 61, respetivamente.
 
A cerimónica de entrega dos prémios do Top 100 da DJ Mag vai ser acompanhada ao vivo e com atualizações ao minuto a partir do Portal 100% DJ e nas redes sociais associadas, numa cobertura com direito a conteúdos exclusivos.
 
A festa na Holanda continua entre os dias 22 e 23 de outubro no Amsterdam Music Festival que conta com nomes como Alesso, Armin van Buuren, Blasterjaxx, Dash Berlin, Hardwell e Steve Aoki.
 
{youtube}Dp4_-GwZNW0{/youtube}
Publicado em Mix
terça, 07 outubro 2014 22:56

Top 100 DJ Mag: a antevisão dos resultados

É com enorme agrado que pelo segundo ano consecutivo, aceito o desafio do portal 100% DJ para fazer a antevisão dos resultados para o TOP 100 da DJ MAG. 
 
Este ano continuou a ser marcado por "Animals" e "Tsunamis" onde o Progressive continuou em destaque, apesar de termos presenciado uma mudança nos hits de Verão para temas mais "Deep". No entanto, o "miúdo" que surpreendeu tudo e todos ao entrar na tabela de 2013 directamente para a 40ª posição (Martin Garrix) é falado como o próximo numero 1 do mundo (ainda à dias, o Laidback Luke afirmou que assim seria). 
 
Nesta previsão de resultados que venho apresentar, posso garantir que "Garrix" estará seguramente no TOP 5 mundial mas não acredito que este fenómeno consiga destronar nomes como o de Hardwell ou Armin Van Buuren.
 
Vou fazer algo que não fiz o ano passado e vou "arriscar" na ordem do TOP 5 deste ano, colocando como numero 1 o Hardwell, seguido por Armin Van Buuren, com o fenómeno Martin Garrix a ocupar o ultimo lugar do pódio. Na 4ª posição estarão os "afilhados" do organizador do Tomorrowland - Dimitri Vegas e Like Mike e apesar de ter anunciado o cancelamento dos Tours Mundiais, o Avicii ficará na 5ª posição. Poderei estar enganado na classificação mas acho muito difícil que não seja este o TOP 5 em 2014. 
 

Estou plenamente convencido da 'queda' do Nicky Romero e das 'manas' NERVO (...)

 
No que diz respeito aos lugares cimeiros, estou plenamente convencido da "queda" do Nicky Romero e das "manas" NERVO, numa subida do Steve Angello e tenho algumas dúvidas sobre o posicionamento de David Guetta. Os W&W irão cair certamente, Calvin Harris e Alesso deverão subir e não se consegue prever se Skrillex continuará a ter uma grande votação com a queda do Dubstep e se a sua ligação ao Diplo com o projecto JackU terá sido suficiente para recolher os votos necessários dos fãs.
 
Tiesto, Steve Aoki e Deadmau5 continuam com uma base de fãs sólida e entrarão sem grandes dúvidas nos lugares de destaque tal como o Afrojack. 
 
Algo que ninguém consegue prever, é se nomes como Swedish House Mafia vão continuar na tabela (por razões óbvias e visto os seus elementos "competirem" a solo) e o que será que vai acontecer com os Daft Punk. 
 
Obviamente que faltam aqui imensos nomes que vão constar neste TOP (Above & Beyond, Zedd, Knife Party, Showtek, Dyro, Chuckie, Quentin Mosimann, Blasterjaxx, etc.) mas não quero perder mais tempo e vou falar do realmente interessa a todos nós. OS PORTUGUESES. 
 
Sim, escrevi bem... OS PORTUGUESES. Tudo leva a crer que vamos ter 2 Portugueses no TOP 100 Mundial em 2014. É escusado dizer os nomes mas o KURA e DIEGO MIRANDA estarão nesta tabela e estou convicto de uma entrada histórica do Kura (perto da posição 80) e de uma melhoria do posicionamento do Diego Miranda (em 2013 atingiu a 94ª posição) podendo mesmo chegar aos "70's". 
 

É escusado dizer os nomes mas o KURA e DIEGO MIRANDA estarão nesta tabela (...)

 
Volto a referir que isto são tudo previsões que são baseadas no conhecimento e experiência que fui obtendo ao longo dos anos e que permitem uma análise mais aprofundada mas poderei estar errado (faço votos para que não esteja porque é um orgulho ver 2 Portugueses nesta tabela). 
 
Não posso esquecer os nossos irmãos Brasileiros nesta minha previsão (até porque estou a torcer por um deles). Se os Felguk são presença certa nesta tabela, estou convicto da entrada de um "fenómeno" chamado Ftampa e de quem muito me orgulho, não só pelo seu trabalho e qualidade mas também pelo trabalho do seu manager de quem sou amigo e admirador confesso (Guilherme Tannenbaum) que tem feito um trabalho notável apesar da sua tenra idade.
 
Não vou alongar-me mais e cá estaremos todos para conferir se estas previsões em forma de antevisão estarão correctas e se iremos celebrar a presença de 2 nomes Portugueses nesta tabela que tem servido de referência na escolha dos melhores DJ's dos mundo.
 
Ricardo Silva
Publicado em Mix
Pág. 1 de 6
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.

Este site utiliza cookies. Ao navegares neste site estás a consentir a sua utilização. Para mais informações consulta a nossa Política de Privacidade.