03-08-2020
  Diretor Ivo Moreira  \  Periodicidade Diária
Os artistas Martin Garrix, Skrillex e Diplo foram os grandes vencedores da área da música eletrónica da edição deste ano dos MTV Europe Music Awards, que decorreu ontem à noite em Milão.
 
O número 3 do Top 100 da DJ Mag foi o vencedor na categoria de Melhor Artista de Eletrónica, enquanto que Skrillex e Diplo venceram o prémio de Melhor Colaboração com o tema “Where Are U Now”, em parceria com o cantor Justin Bieber. Dimitri Vegas & Like Mike venceram na categoria de “Best Belgian Act”.
 
Pela passadeira vermelha do evento da MTV, além de Martin Garrix, estiveram presentes DJs e produtores como Afrojack (nomeado para Melhor World Stage com a sua atuação na Irlanda) e as irmãs NERVO.
 
Entre os nomeados no género da música eletrónica estavam Avicii, Calvin Harris, David Guetta, Major Lazer e ainda o festival Tomorrowland.
 

 
Publicado em Artistas
Decorreu ontem à noite mais uma cerimónia de entrega dos troféus do Top 100 da DJ Mag, em Amesterdão, cujo primeiro lugar pertence pelo terceiro ano consecutivo a Martin Garrix.
 
O top 10 desta famosa e polémica lista é composto ainda por Dimitri Vegas & Like Mike, Hardwell, Armin van Buuren, David Guetta, Tiesto, Don Diablo, Afrojack, Oliver Heldens e Marshmello.
 
Os portugueses Kura e Diego Miranda subiram algumas posições na tabela, ficando colocados em 39º e 50º, respetivamente. 
 
“#39 WOW! A minha posição mais alta de sempre atéhoje! Obrigado do fundo do coração a todos os que votaram! A bandeira segue cada vez mais alto!”, confessou Kura na sua página oficial de Facebook.
 
Confere abaixo a lista completa:
 
1. Martin Garrix
2. Dimitri Vegas & Like Mike
3. Hardwell
4. Armin van Buuren
5. David Guetta
6. Tiësto
7. Don Diablo
8. Afrojack
9. Oliver Heldens
10. Marshmello
11. Steve Aoki
12. R3hab
13. Alok
14. W&W
15. Avicii
16. DVBBS
17. Lost Frequencies
18. KSHMR
19. Vintage Culture
20. Eric Prydz
21. Skrillex
22. Fedde Le Grand
23. Ummet Ozcan
24. DJ Snake
25. Quintino
26. VINAI
27. NERVO
28. Headhunterz
29. Angerfist
30. Bassjackers
31. The Chainsmokers
32. Kygo
33. Timmy Trumpet
34. Vini Vici
35. Wolfpack
36. Alan Walker
37. Blasterjaxx
38. Danny Avila
39. Kura
40. Calvin Harris
41. Axwell /\ Ingrosso
42. Diplo
43. Nicky Romero
44. Zedd
45. Alesso
46. Tujamo
47. Yellow Claw
48. Cat Dealers
49. ATB
50. Diego Miranda
51. Above & Beyond
52. Jeffrey Sutorius (ex-Dash Berlin)
53. Carl Cox
54. Martin Jensen
55. Paul van Dyk
56. Will Sparks
57. Claptone
58. Steve Angello
59. deadmau5
60. Robin Schulz
61. Richie Hawtin
62. Florian Picasso
63. Swedish House Mafia
64. Jay Hardway
65. Miss K8
66. Mike Williams
67. Andrew Rayel
68. Mariana Bo
69. Radical Redemption
70. Brennan Hart
71. Swanky Tunes
72. MATTN
73. Carta
74. Aly & Fila 
75. Ferry Corsten
76. Da Tweekaz
77. Breathe Carolina
78. Deniz Koyu (KO:YU)
79. Adam Beyer
80. Daddy’s Groove
81. Mosimann
82. Tchami
83. Nghtmre
84. DJ L
85. Wildstylez
86. Marco Carola
87. Cedric Gervais
88. MaRLo
89. Deorro
90. Andy C
91. Solomun
92. Lucas & Steve
93. Markus Schulz
94. Bobina
95. Paul Kalkbrenner
96. Alison Wonderland
97. Nina Kraviz
98. Rave Republic 
99. Carl Nunes
100. SLANDER
 
 
Publicado em Mix
Poucos eventos no mundo da música de dança suscitam mais controvérsias nas redes sociais do que o famoso TOP 100 da Revista DJ Mag. As disputadas posições serão reveladas este sábado numa cerimónia integrada no Amsterdam Music Festival, evento onde são esperadas mais de 35 mil pessoas e que já tem os ingressos esgotados.
 
Mais uma vez a contagem regressiva começará ao final do dia na página do Instagram e do Twitter da DJ Mag e mais tarde terá lugar a transmissão em direto da Amsterdam Arena.
 
Nos últimos anos, o topo da listagem foi ocupado por Martin Garrix, Armin van Buuren, Hardwell, Dimitri Vegas e Like Mike, Tiësto e o épico Carl Cox. As representações portuguesas têm sido feitas por Diego Miranda, Kura, Pete Tha Zouk e DJ Vibe.
 
No ano passado, Martin Garrix tornou-se o mais jovem vencedor deste ranking. O DJ e produtor holandês recebeu o prémio de "DJ número 1" das mãos do seu mentor, Tiësto.
 
Publicado em Mix
Thijs Westbroek, conhecido no meio por Brooks, tem apenas 23 anos e já não passa despercebido na dance scene, não fosse a sua vasta seleção de originais e remixes, amplamente tocados em todo o mundo. David Guetta e Martin Garrix são alguns dos seus amigos com quem já produziu músicas entretanto lançadas por importantes editoras como é o caso da Spinnin Records e da Future House Music. 
A propósito do seu regresso a Portugal, marcado para o próximo dia 8 de julho na Figueira da Foz, o Portal 100% DJ esteve à conversa com o jovem holandês, que além das novidades na sua carreira, também nos falou das expetativas no seu regresso a terras lusas.

Apesar de ainda teres uma curta carreira, tens muito sucesso, o que fez também com que recebesses o prémio "Best Talent" na SLAM! Awards. Descreve-nos como tem sido a tua vida ultimamente depois disso.
Ganhar o SLAM! na categoria de "Melhor Talento" foi definitivamente um dos destaques da minha carreira até agora. Sinto que muita coisa aconteceu desde que comecei a apostar na música e isso só vem reafirmar, para mim, que estou onde estou por um motivo. Está mesmo a valer a pena! Desde então, tenho estado em digressão e a atuar sem parar - está provado que vai ser uma temporada agitada de festivais, sem esquecer que recentemente lancei meu novo single "Lynx" pela STMPD.
 
Qual é a sensação de ter uma colaboração com o atual número 1 do Top 100 da DJ Mag, Martin Garrix?
É uma sensação fantástica! Há algum tempo que eu e o Martin temos estado em contacto. Quando comecei a fazer música a sério, cheguei a enviar-lhe algumas faixas, até que finalmente chegou o momento de unirmos forças quando lançámos a "Byte". Depois lançámos a "Boomerang" e mais tarde, a cereja em cima do bolo, o lançamento do "Like I Do" com David Guetta. Temos uma atitude muito semelhante no que toca a produzir e por isso trabalhamos bem juntos. Estou feliz que estes eventos se realizem para que continuemos a fazer música que as pessoas gostem tanto como nós.
 
Já produziste vários remixes para diferentes artistas. Gostarias de deixar algum conselho para jovens produtores?
Encontrar o seu próprio estilo é a chave para se conseguir destacar e captar a atenção do público. É mais fácil falar do que fazer e sabemos que hoje em dia existe muita competição e pressão na indústria da dance music. A produção musical é muito acessível agora, não há desculpa para não "perdermos" tempo a aperfeiçoar o nosso som e fazer dele o nosso próprio estilo, torná-lo característico. Pretende-se que as pessoas oiçam a música e saibam logo que é daquele artista.
 


Preferes atuar num Club ou num Festival?
Tanto os clubs como os festivais têm coisas muito boas. Num club é um ambiente mais intimista e consegue-se chegar até às pessoas mais facilmente. O que não é tão frequente num festival. O que os festivais têm de bom é a sua dimensão, com milhares de pessoas a gritar e a cantar as músicas, é algo que não esqueço tão depressa.

Que tipo de hardware e software consideras essencial para se começar nesta área?
Num começo pode-se usar apenas um software e uns phones ou com umas simples speakers. Primeiro que tudo, é importante que se tenha um Daw em que o produtor se sinta confortável. Uso Fruity Loops como DAW o que é relativamente fácil para quem está a começar, mas é possível usar-se outras DAWs também. A respeito de plugins, podem assistir às minhas masterclasses no meu canal de youtube e ver que plugins aconselho.
 
Que expectativas tens para a tua performance no RFM Somnii?
Primeiro que tudo, Portugal é um dos meus sítios preferidos no mundo e só quero chegar para aproveitar algum tempo antes do festival começar. De mim, podem esperar muita energia e mãos no ar. Pela minha experiência de outras atuações em Portugal, espero um público que se sabe divertir e que não tem medo de sentir a música. A comunidade da dance music em Portugal percebe do assunto, por isso sei que vai ser um espetáculo envolvente. Mal posso esperar!
 
Queres revelar-nos algumas novidades sobre o futuro da tua carreira?
Neste momento estou no meio da época dos festivais. Tenho atuações agendadas na Hungria, Polónia, Holanda, Alemanha... Se assistirem a estes espetáculos vão ouvir-me passar alguma música nova. Tenho passado muito tempo em estúdio, quando não estou em tour, por isso podem esperar grandes colaborações e lançamentos brevemente.
 
Que mensagem queres deixar aos leitores e seguidores do Portal 100% DJ?
Vocês são brutais! Obrigado pelo vosso trabalho e por terem conversado comigo. Obrigado por continuarem a apoiar-me enquanto lanço novas músicas, tenho novidades para os vossos ouvidos em breve.
 
Publicado em Entrevistas
Os prémios Fornova Melhores do Ano estão a chegar e a rádio Nova Era já revelou todos os nomeados da edição deste ano, que vai decorrer no dia 27 de abril, na Exponor.
 
Marshmello, Martin Garrix e Timmy Trumpet concorrem na categoria de Melhor DJ, enquanto que Alok, Fisher e Sunnery James & Ryan Marciano lutam pelo galardão de Melhor Dance. Na categoria de Melhor Single, a faixa “One Kiss” de Calvin Harris e Dua Lipa é uma das nomeadas.
 
Durante o evento, o público poderá contar com atuações de artistas como Blaya, Bárbara Bandeira, Bispo, Boss AC, David Carreira, Dealema, Diogo Piçarra, Fernando Daniel, Holly Hood, Jimmy P, Kappa Jotta, Karetus, Mundo Segundo & Sam The Kid, Piruka, Supasquad, Putzgrilla e Virgul. A after-party do evento está a cargo de Carnage, Blasterjaxx e Club Banditz.
 
Os bilhetes encontram-se disponíveis nos locais habituais com preços entre os 17 e os 42 euros.
 
 
 
Publicado em Eventos
A rádio Nova Era divulgou a lista de nomeados para os Melhores do Ano, que irá acontecer no próximo dia 11 de abril, no Porto, com os W&W como cabeça de cartaz.
 
DVBBS, Oliver Holdens, Calvin Harris, Martin Garrix e Hardwell são alguns dos nomeados, em várias categorias. Podes votar no teu preferido no site oficial da estação de rádio. Os vencedores serão revelados durante o evento.
 
O Pavilhão Rosa Mota irá receber, além dos W&W, os portugueses Kura, Pete Tha Zouk, DJ Ride, Slimcutz e Club Banditz.
 
Os bilhetes para a Nova Era Melhores do Ano estão à venda a 15 euros na Ticketline, Blueticket, Fnac, Worten, Agências Abreu, Media Markt e El Corte Inglés.
 
Confere abaixo os nomeados:
 
Melhor Single:
  • Coldplay – A Sky Full Of Stars
  • Mr. Probz – Waves (Robin Schulz Remix)
  • Pharrel Williams – Happy
 
Revelação:
  • DVBBS
  • Elliphant
  • Oliver Heldens
 
Melhor Dance:
  • Calvin Harris – Summer
  • David Guetta & Showtek feat. Vassy – Bad
  • Dimitri Vegas & Like Mike & Martin Garrix – Tremor
 
Melhor DJ:
  • Dimitri Vegas & Like Mike
  • Hardwell
  • Martin Garrix
 
Melhor Colaboração:
  • Calvin Harris & Alesso – Under Control
  • Dimitri Vangelis & Wyman & Steve Angello – Payback
  • Dimitri Vegas & Like Mike & W&W - Waves
 
Publicado em Eventos
Foi durante a cerimónia dos Melhores do Ano do passado sábado no Porto que foram divulgados os dois mais recentes nomes confirmados para a EDP Beach Party. Martin Garrix e KSHMR sobem ao palco do festival nos dias 30 de junho e 1 de julho respetivamente.
 
A EDP Beach Party vai decorrer na Praia do Aterro Norte, em Matosinhos, com Carnage, Hardwell, Martin Garrix, KSHMR e muitos outros artistas que serão revelados em breve.
 
Esta vai ser a primeira atuação de Martin Garrix este verão em Portugal, uma vez que também irá estar presente na edição deste ano do MEO Sudoeste no dia 4 de agosto.
 
Os bilhetes para a EDP Beach Party já stão disponíveis na Fnac, Worten, Media Market, El Corte Inglés, ACP e Masqueticket com preços entre os 15 e os 60 euros.
 
{youtube}e2vBLd5Egnk{/youtube}
Publicado em Eventos
Um dos eventos de música eletrónica mais esperados do ano, o Mega Hits Kings Fest, decorreu no passado sábado, dia 22, com uma noite cheia de surpresas, espetáculo e emoções.
 
Kura, Blasterjaxx, Jay Hardway, DVBBS e Martin Garrix foram os artistas que subiram ao palco do MEO Arena, em Lisboa, transformando a maior sala de espetáculos do país numa autêntica pista de dança durante mais de seis horas. As portas do antigo Pavilhão Atlântico abriram meia hora antes do previsto, pelas 19h30, e uma contagem decrescente era visível no ecrã principal do palco, aumentando desta feita os nervos e a ansiedade do público. O logótipo da emissora radiofónica, uma gigante coroa laranja, estava colocada por cima da cabine - local por onde iriam passar os novos “reis” da música eletrónica. Um autêntico trono.
 
Tal como foi revelado numa entrevista exclusiva ao Portal 100% DJ por Nelson Cunha, diretor da Mega Hits, a festa contou com um sistema de som com mais 170.000 watts de potência, 200 m2 de ecrãs de vídeo e efeitos especiais de co2, pirotecnia e confetis que deixavam todo o público em delírio.
 

A abertura das "hostes"

O único português que atuou no evento, o número 42 do Top 100 da revista britânica DJ Mag, começou o espetáculo à hora marcada - 21 horas -, e foi recebido pelos fãs com muita euforia, felicidade e entusiasmo, provocando arrepios a quem assistia. Kura apresentou um set cheio de energia, incluindo produções suas como "Collide" e "Bumbershoot" e contagiou o público que esteve sempre de braços no ar e aos saltos. Poucos minutos antes de deixar o palco, o DJ e produtor português apresentou um novo tema, que vai ser lançado no próximo dia 29 de dezembro pela Revealed Records, editora de Hardwell. A rádio oficial do evento transmitiu todo o set em direto para os ouvintes.
Confere a entrevista exclusiva do Portal 100% DJ a Kura, após a sua atuação no evento.
 
 

A primeira vez dos Blasterjaxx 

A estreia da noite em solo nacional, os Blasterjaxx, subiram ao palco logo de seguida, para a felicidade de muitos fãs presentes no recinto que vestiam t-shirts alusivas à dupla e erguiam bandeiras de vários países e até mesmo do festival Tomorrowland. O duo composto por Idir Makhlaf e Thom Jongkind rendeu-se aos portugueses numa atuação musicalmente diversificada.
 
 

Jay Hardway voltou a surpreender

Uma das grandes promessas da música eletrónica, Jay Hardway, entrou em ação antes do cabeça-de-cartaz com a responsabilidade de continuar o bom trabalho de aquecimento que os seus colegas anteriores fizeram. Num set cheio de energia e êxitos como “Bootcamp”, da sua autoria, e “Viva La Vida”, dos Coldplay, Hardway demonstrou mais uma vez ao público português todo o seu talento de DJing e de interação com os presentes. O artista holandês tem sido uma presença constante no nosso país no último ano, com atuações no Porto, Algarve e no Festival Sudoeste. 
 
 

O "animal" de palco que mostrou as garras

Trinta minutos depois da meia-noite, é transmitido um vídeo no ecrã gigante sobre Martin Garrix, o cabeça de cartaz do Mega Hits Kings Fest. Os telemóveis e as máquinas fotográficas ergueram-se, tal como os cartazes de apoio ao jovem artista de 18 anos. "És o número 4, mas para mim és o número 1", era a frase que estava escrita num cartaz de uma rapariga presente na frontline do Golden Circle, e é uma possibilidade que será bastante provável acontecer nos próximos anos. 
 
As 10 mil pessoas presentes no Meo Arena gritaram e saltaram do início ao fim do seu energético set, que contou com temas do próprio como "Animals", "Turn Up The Speakers", "Tremor" e ainda "Locked Out Of Heaven" do Bruno Mars e "All Of Me" de John Legend. O seu grande amigo Jay Hardway juntou-se em palco, para um momento "back2back". Ao despedir-se do público, Garrix agradeceu pela noite e revelou o seu carinho pelos fãs portugueses: "I love you!". A mãe de Martin Garrix esteve sempre atenta à atuação no backstage, com um sorriso cheio de orgulho estampado no rosto. Apenas 45 minutos do set do número 4 do Top 100 da DJ Mag foram transmitidos em direto via Rádio.
 
 

"Tsunami" inundou Meo Arena

DVBBS deram início à sua atuação pouco passava das duas horas da madrugada e desde a primeira música demonstraram a sua energia invejável, com surpresas que foram reveladas aos poucos. Depois de "Pyramids", o novo single da dupla canadiana composta pelos irmãos Christopher e Alexandre van den Hoef, chegou um dos grandes momentos da noite: o verdadeiro "Tsunami". O primeiro êxito desta dupla fez tremer o Meo Arena. Mais tarde todos os colegas que atuaram anteriormente foram chamados ao palco, à exceção de Kura, que já tinha abandonado o evento. Com bandeiras portuguesas e uma pistola de Co2 nas mãos, todos os artistas divertiram-se juntamente com o público, com direito a uma viagem de Jay Hardway no barco insuflável, uma das exigências feitas por DVBBS à organização. Um dos irmãos canadianos ofereceu diversas garrafas de água aos fãs do Golden Circle e ainda um "champagne shower", como é habitual nos seus espetáculos. Martin Garrix, Jay Hardway e Blasterjaxx voltaram a meter as mãos na mesa de mistura, enquanto que, um dos elementos dos DVBBS elogiava o nosso país e deixava o agradecimento "Vocês têm um país bonito! Obrigado!".
 
 

Mega reforça 'Hits'

O posicionamento da rádio nacional Mega Hits foi mais uma vez reforçado com a segunda edição do Kings Fest. A rádio oficial do evento teve a oportunidade de entrevistar todos os artistas e ainda ofereceu aos mesmos, Mega Crows, que foram depois autografados. Foi também organizado um passatempo que dava direito aos vencedores a um Meet & Greet com Kura, que aconteceu pouco antes do início do evento. O artista demonstrou a sua simpatia para com os fãs, agradecendo todo o apoio, enquanto tirava fotografias e assinava bandeiras e bilhetes.
 
 

Reações nas redes sociais

As redes sociais dos artistas que formavam o cartaz do Mega Hits Kings Fest e da própria rádio encheram-se de fotografias e vídeos. Martin Garrix agradeceu a Lisboa e partilhou ainda uma fotografia com fãs da frontline do Golden Circle, com uma descrição motivadora: "Amo isto, muito obrigado pelo apoio! Vi muitas bandeiras/t-shirts em Portugal. Isto é surreal". Kura também se expressou na sua conta oficial do Instagram e do Facebook onde agradeceu aos seus fãs. A dupla DVBBS publicou uma fotografia no Instagram durante a tarde, no quarto de hotel, onde é possível ver uma paisagem de Lisboa. Após o espetáculo, partilharam com os fãs uma foto do espetáculo, juntamente com Martin Garrix e um dos membros dos Blasterjaxx. Jay Hardway publicou um vídeo e fotografias no Instagram, uma delas com Martin Garrix, onde faz o seu agradecimento em português com um "obrigado" e aproveita para descrever a noite como "louca". Os Blasterjaxx publicaram um vídeo de 15 segundos na sua conta do Instagram, onde é possível observar alguns dos melhores momentos do seu set. Na descrição pode ler-se "Obrigado pelo amor, Portugal. Voltaremos em breve!". Ficaremos à espera.
 

Os rostos conhecidos 

Luís Evaristo, Von Di Carlo, Rui Maria Pêgo, D’jay Rich, Agir, Mauro Barros, Mónica Sofia, Dynamic Duo (Cruzfader & Stikup), Tiago Caridade e António Manuel Pereira, o icónico "Blinds", foram algumas das personalidades que se deslocaram até à maior arena do país para assistir ao Mega Hits Kings Fest. As caras conhecidas não quiseram perder este evento eletrónico e marcaram a sua presença não só na zona VIP Meo Lounge, como também nas bancadas e na plateia.
 

Estrelas fiéis e agradecidas aos fãs

Sempre que podiam, os artistas juntavam-se aos fãs que estavam presentes nas primeiras filas. Desde pequenas conversas, abraços, fotografias e autógrafos, os DJ’s fizeram as delícias ao público, distribuindo sorrisos de um lado ao outro na zona que delimitava o backstage.
 

 
 
 
Publicado em Reportagens
O atual número 1 do Top 100 da DJ Mag está de volta a Portugal. O jovem Martin Garrix vai subir ao palco do festival Nelson Mandela Music Tribute, na Praia do Aterro em Matosinhos, no dia 18 de julho,  juntamente com Bob Geldof, Kaiser Chiefs, Pablo Alboran e Calema.
 
Esta é uma atuação inserida no evento solidário que pretende comemorar o centésimo aniversário de Nelson Mandela, juntamente com várias associações de áreas como a saúde, educação e com um espírito de paz, unidade e esperança.
 
Kura, Wyclef Jean, Gabriel O Pensador, Jimmy P, Steven Tyler e Rui Veloso são outros dos artistas confirmados no festival. Os bilhetes estão disponíveis no site oficial com preços entre os 40 e os 100 euros.
 
Publicado em Festivais
A perda de um amigo é uma das situações mais duras de ultrapassar na vida. Lamentavelmente o DJ e produtor holandês Martin Garrix, sentiu isso na pele nos últimos dias, quando perdeu o seu amigo de infância Darryl Gunawan, uma das vítimas mortais do avião da Malaysia Airlines que foi abatido na passada quinta-feira (17) em território ucraniano com 298 pessoas a bordo.
 
Gunawan tinha 20 anos e produzia música sob o pseudónimo Darryl Dwight. Era na casa de Garrix, que os dois se reuniam quando eram mais novos. Como resultado dessas noites divertidas de há quatro anos, nasceu uma faixa intitulada "Out of the Earth".
 
Como forma de homenagear o seu amigo falecido, Martin Garrix publicou na sua página de Facebook a faixa produzida por ambos e um sentido texto onde agradece o facto de o amigo ser uma das suas inspirações.
 
Sem dúvida que esta colaboração é para o jovem produtor um grande tesouro do passado que lhe trará boas lembranças de todos os momentos que partilhou com Darryl Gunawan. 
 
 
Publicado em Artistas
Pág. 1 de 4