28-02-2020

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

Portugal recebe, pela primeira vez na história, o Festival Eurovisão em Lisboa, na Altice Arena, no próximo dia 12 de maio e vai contar com a boa música da dupla Beatbombers.
 
Depois da faixa “Verdes Anos” ter sido escolhida para um anúncio do Festival Eurovisão da Canção, a dupla composta por DJ Ride e Stereossauro vai subir ao palco lisboeta durante o tradicional desfile de bandeiras.
 
“O convite surgiu de forma natural, já que o tema ‘Verdes Anos’ foi a banda sonora do anúncio do Festival Eurovisão da Canção. É sempre bom ter este tipo de reconhecimento e vai ser provavelmente a nossa maior atuação: vão estar milhões de pessoas por todo o mundo a ver. Temos um medley preparado com material original nosso e alguns temas inéditos”, afirmaram os Beatbombers.
 
Este ano, Portugal vai ser representado por ‘O Jardim’, faixa interpretada por Cláudia Pascoal e composta por Isaura, depois de na edição de 2017 o nosso país ter sido o grande vencedor com a música “Amar Pelos Dois” de Salvador Sobral.
 
Publicado em Eventos
O bi-campeão mundial de scratch, juntamente com DJ Ride no projeto Beatbombers, encontra-se neste momento em estúdio para a gravação do seu novo álbum. Stereossauro prevê que o lançamento aconteça ainda no final deste ano.
 
As novas produções originais do DJ e produtor português serão uma mistura da tradição com a modernidade. Vários géneros estarão presentes, como é o caso do fado, eletrónica, pop, hip hop e rock, também com a inclusão de guitarra portuguesa.
 
Depois da grande final da Eurovisão e da Taça de Portugal de Futebol, os Beatbombers preparam-se agora para subir ao palco da Expofacic, em Cantanhede, no dia 27 de julho e no festival Monte Verde, nos Açores, a 10 de agosto.
 
Publicado em Música
A mais recente faixa de Stereossauro, intitulada “A Noite”, conta com Carlão e Marisa Liz na voz e um sample do clássico “Lisboa Menina e Moça” de Paulo de Carvalho.
 
A produção original, que já é um sucesso, segue a mesma linha do último álbum de originais do membro dos Beatbombers, “Bairro da Ponte”, desconstruindo estéticas mais tradicionais.
 
A letra tem a assinatura dos dois intérpretes, Carlão e Marisa Liz, que também participaram no videoclip oficial realizado por Bruno Ferreira. O tema já se encontra disponível nas plataformas digitais habituais.
 
Publicado em Música
A mais recente campanha publicitária do Festival Eurovisão da Canção de 2018 foi divulgada recentemente e conta com um remix de “Verdes Anos”, um original de Carlos Paredes numa nova versão dos Beatbombers.
 
A dupla campeã mundial de scratch, composta por DJ Ride e Stereossauro, juntou a sonoridade tradicional com o som próprio dos Beatbombers, resultando num tema único.
 
A campanha já conta com mais de 450 mil visualizações e pretende mostrar a cidade de Lisboa, que irá receber o festival no próximo ano depois de Salvador Sobral sagrar-se vencedor na última edição.
 

 

Publicado em Eventos
sexta, 21 fevereiro 2014 15:52

Stereossauro disponibiliza nova mixtape

Depois de ter terminado 2013 em alta com o mashup do tema "Solteiro" dos Orelha Negra, ("Problema de Expressão" dos Clã e "Sexual Healing" de Marvin Gaye), Stereossauro acaba de disponibilizar uma nova mixtape para download gratuito.
 
Em "Above All Clouds", o campeão do mundo de scratch leva-nos numa viagem pela mais recente música eletrónica, através de temas de artistas com Mr. Carmack, Flume, Machine Drum, Bobby Tank, Diplo, Bro Safari, Sango, entre outros, rumo a um estado de espírito elevado, mais alto que as nuvens.
 
Senhoras e senhores passageiros, a viagem vai começar.
 
 
Publicado em Música
Stereossauro é o nome artístico de Tiago, o companheiro e “irmão” de DJ Ride, dos Beatbombers. Em entrevista exclusiva ao Portal 100% DJ, o artista português fala sobre a sua carreira, o regresso à competição mundial de scracth e algumas curiosidades acerca das suas produções e atuações. A caminho estão dois EPs de tributo a bandas portuguesas.

 

Quando e onde compraste o teu primeiro gira-discos? Ainda lhe dás uso?
Foi no Porto, na Danceplanet, mas esse já não lhe dou uso. Era um Reloop dos fraquinhos, mas deu para começar.
 
A tua formação em artes plásticas e design influencia a tua carreira musical? De que forma?
Sim, influenciou-me bastante, tanto as metodologias como os conceitos que aprendi nos cursos, mas mais importante ainda as pessoas que conheci. O facto de estar exposto a várias ideias é muito enriquecedor e ainda hoje tenho amigos próximos dessa altura.
 
De todas as atuações enquanto projeto Beatbombers, qual gostarias de destacar e porquê?
Todas são importantes, mas o campeonato IDA de 2011... essa noite foi épica. Essa é minha e do DJ Ride - ninguém nos tira. Um grande abraço para meu “bro” DJ Ride, Beatbombers4ever!
 
Preferes atuar sozinho ou através dos Beatbombers com o DJ Ride?
É difícil escolher. Sozinho posso "planear" o set todo, ou desenvolver uma ideia, mas com o Ride é mais fácil e mais surpreendente, porque improvisamos bastante. Nunca sabemos bem como vai ser o set. Como Beatbombers acaba por ser mais divertido, mas também adoro fazer um set sozinho.
 
Qual é a sensação de atuar num Boiler Room, em direto para todo o mundo?
Isso foi no set do Ride. Alto convite do Ride, mas nem tinha pensado bem nisso. Foi "bué" descontraído, porque o set era dele, a responsabilidade maior era dele (risos). Eu fui só curtir uns scratches, nem estava propriamente a pensar que aquilo estava a ser transmitido para uma audiência enorme. Grande set dele mais uma vez!
 
Que equipamento consideras essencial na tua cabine?
Technics 1210, Rane 62 e Akai MPD. Com isto estou em casa.
 
 
Quais são as tuas referências e com quem gostarias de fazer um B2B?
Tenho muitas referências de DJs: MixMaster Mike, DJ Shadow, DJ Craze, Z-trip e mais recentemente o Gaslamp Killer. Provavelmente escolhia o Mixmaster Mike para o B2B.
 
Quais foram as inspirações e influências que levaram à gravação do teu último álbum “Bombas em Bombos”?
De tudo um pouco, mas mais focado na fusão de Bass music eletrónica com música tradicional de vários países.
 
“Verdes Anos” foi uma das tuas produções de mais sucesso. Qual é a história por detrás desta faixa?
É a primeira vez que me perguntam isso! Mas foi muito simples. Andava com essa música do Carlos Paredes na cabeça e um dia cheguei a casa, peguei no CD e ouvi a música umas dez vezes seguidas para perceber o que conseguia fazer com esses samples. Depois foi cerca de duas horas e estava feito. Foi muito rápido e também tive sorte, acho eu, pelo menos na maneira como os samples resultam e pela aceitação do público. Quando fiz isso não estava minimamente preocupado se alguém ia curtir, se o sample português ia funcionar ou não, e depois mostrei ao Ride quando ele passou lá em casa. Ele pôs isso no Youtube e comecei a receber montes de mensagens, foi brutal! Ainda hoje é um "high-light". Sempre que toco isso o público mostra que está a sentir!
 
Como foi o regresso à competição mundial de scratch?
Só estivemos um ano sem competir e foi principalmente por não se realizarem campeonatos no nosso país, com muita pena nossa. Mas como já vencemos aquela competição foi-nos concedido um ‘wild card’. Nós ainda temos muita vontade de continuar a competir e evoluir cada vez mais. Dá muito trabalho e é muito pesado psicologicamente, pois nós empenhamo-nos mesmo a sério, mas é o que nos põe o sangue a "correr" nas veias.
 
Que novidades podemos esperar de Stereossauro para este ano?
Estou a preparar umas remixes do meu álbum com uns amigos, que quero manter surpresa por enquanto. Vou lançar pelo menos dois EPs de tributo a bandas portuguesas, um agora no início do ano, outro mais para o fim. Mixtapes, muitas atuações, DJ sets, e claro que vou tentar alguma competição de DJs, mas isso é difícil de prever. Muita música nova a caminho!
 
Que mensagem gostarias de deixar aos leitores do Portal 100% DJ?
Que se a música for o vosso caminho, trabalhem bastante, todos os dias. O talento é muito importante, mas sem o trabalho não se consegue. Sejam originais e divirtam-se! 
 
Segue Stereossauro nas Redes Sociais
    
 
Publicado em Entrevistas
Após se terem tornado campeões mundiais pela segunda vez no International DJ Association (IDA) no ano passado, na Polónia, os Beatbombers regressam agora ao concurso como júris no próximo dia 2 de dezembro.
 
Além disso, o vídeo promocional da edição deste ano do IDA conta com a banda sonora da dupla portuguesa composta por DJ Ride e Stereossauro. Já nos dias 15 e 16 de dezembro, os Beatbombers sobem à cabine do Club Magma em Shenzhen e do festival This Is My City, em Macau (China).
 
Outra das datas em destaque dos Beatbombers é a festa de passagem de ano, que está marcada para o Terreiro do Paço, em Lisboa, acompanhada de fogo de artifício.
 
A nível individual, Stereossauro prepara-se para lançar um álbum no próximo ano, com uma mistura de raízes tradicionais do fado e a guitarra portuguesa com música eletrónica.
 
Publicado em Artistas
As habituais festas no Lux, em Lisboa, com a curadoria de DJ Glue e intituladas “C.R.E.A.M.”, estão de volta em 2016. A primeira sessão está marcada para o próximo dia 7 de janeiro, com a apresentação da nova editora Wemany e os convidados DJ Ride, o seu irmão Holly e Stereossauro.
 
DJ Ride prepara-se agora para lançar o terceiro single retirado do novo álbum “From Scratch”, cuja data de estreia está marcada para o próximo mês de fevereiro. Em breve, será também divulgado o novo show, que já está em preparação. O artista português foi um dos artistas que fez parte da Carlsberg Where’s The Party, que decorreu no MEO Arena no passado mês de dezembro e o Portal 100% DJ teve a oportunidade de entrevistar o DJ e produtor.
 
A partir deste mês, as festas C.R.E.A.M. vão passar a acontecer mensalmente, segundo a gerência da discoteca lisboeta Lux. 
 
{youtube}2NZ6sFJFzRA{/youtube}
Publicado em Eventos
A dupla composta por DJ Ride e Stereossauro voltou a sagrar-se campeã do mundo no IDA World DJ Championships, que decorreu no passado fim-de-semana, na categoria “Show”.
 
Esta já é a segunda vez que os artistas portugueses vencem a mais prestigiada competição de scratch e turntablism, depois de também alcançarem o topo do pódio em 2011. Na categoria técnica, Stereossauro ficou colocado em 4º lugar, enquanto que na competição online os Beatbombers sagraram-se vice-campeões.
 
A competição decorreu em Cracóvia, na Polónia e o prémio foi entregue aos Beatbombers pelos júris do concurso Scratch Perverts, Kentaro, Rafik, Esquire e DJ Erie. 
 
{youtube}0fY0xUWfhuA{/youtube}
Publicado em Artistas
Chama-se “Nunca Pares” e é o primeiro single de apresentação do novo álbum de originais de Stereossauro, com lançamento previsto para este ano. A faixa é uma colaboração com Slow J, Papillon e Plutónio.
 
O videoclip oficial do tema já está disponível para visualização no Youtube e foi realizado por Vasco Reis Ruivo e Made in LX, com a produção da Sente Isto. 
 
O novo álbum do colega de DJ Ride nos Beatbombers vai seguir uma linha de junção de vários estilos como a música eletrónica, fado, hip hop, pop e rock, com guitarra portuguesa.
 
Publicado em Música
Pág. 1 de 3
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.