20-01-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

×

Erro

[sigplus] Erro crítico: Memória insuficiente para concluir a operação solicitada root/images/stories/ultra/diario3/29468583_1215628718568670_327121953557053440_o.jpg, 36542016 bytes requeridos, 31457280 bytes disponiveis.

O habitual livestream do Ultra Music Festival, que decorre em Miami nos próximos dias 27, 28 e 29 de março, foi hoje anunciado, incluindo os horários das transmissões.
 
As rádios SiriusXM e UMF Radio vão reproduzir em direto os sets de vários artistas que compõem o cartaz da edição deste ano do festival americano, bem como entrevistas exclusivas. A transmissão ao vivo com imagens pode ser vista no site Twitch.tv, a partir de sexta-feira, às 20 horas.
 
Martin Garrix, que vai atuar no palco principal do festival, é a cara do anúncio publicitário deste livestream. Também presente no line up está o portuense RAC, que terá o apoio de cinco portugueses que vão viajar até Miami.
 
Confere abaixo os horários das transmissões:
 
  • Sexta-feira: 20h00 às 04h00
  • Sábado: 19h00 às 04h00
  • Domingo: 19h00 às 03h00

 

 

Publicado em Ultra Music Festival
O Ultra Music Festival, conhecido pelas suas edições em Miami, África do Sul e Japão, acaba de anunciar três novos destinos do evento na Ásia. Tailândia, Bali e Macau são os novos locais escolhidos, já para este ano.
 
O festival de música eletrónica estreia-se na Tailândia no próximo dia 12 de junho, enquanto que em Macau tem início no dia 13 do mesmo mês e em Bali no dia 25 de setembro.
 
As edições da Coreia e do Japão também já estão marcadas, nos dias 12 e 13 de junho e 19, 20 e 21 de setembro, respetivamente.
 
O evento mais importante do Ultra Music Festival decorre em Miami nos próximos dias 27, 28 e 29 de março, que conta com um nome português no line up.
 
Publicado em Ultra Music Festival
O design do palco do Ultra Music Festival deveria estar no segredo dos deuses, mas foi acidentalmente divulgado por Martin Garrix, através de uma fotografia publicada na sua página oficial de Instagram.
 
Na foto, o DJ e produtor holandês aparece junto da sua equipa, que preparam os efeitos de iluminação e vídeo. É possível observar nos ecrãs a maquete do palco do Ultra Music Festival, com os testes dos efeitos que irão ser utilizados.
 
Em entrevista ao website Your EDM, Martin Garrix revelou que irá reproduzir no seu espetáculo do primeiro dia do Ultra Music Festival, 8 ou 9 faixas inéditas, que fazem parte do seu álbum de estreia com data de lançamento marcada para abril. O festival de Miami vai decorrer entre os dias 18, 19 e 20 de março, com o português Diego Miranda no cartaz.
 
 
Publicado em Ultra Music Festival
O Ultra Music Festival (UMF) regressa à baixa de Miami pela 18ª vez consecutiva nos próximos dias 18, 19 e 20 de março. É um dos festivais de música eletrónica mais famosos, reconhecidos e desejados a nível internacional, com um cartaz de luxo e repleto de novidades a cada ano que passa.
 
Este ano o cartaz é composto por nomes como Blasterjaxx, Don Diablo, Alok, Dyro, Julian Jordan, Afrojack, Carl Cox, Dash Berlin, deadmau5, Kygo e o português Diego Miranda que se estreia no UMF no Stage7.
 
Para quem não tem oportunidade de se deslocar, existem as habituais transmissões em direto através da internet, que deixam os fãs do evento literalmente colados ao ecrã durante várias horas. O livestream da edição deste ano já foi anunciado, através de um video que tem como protagonista Hardwell e o seu cão Jager van de Corput. A transmissão em direto vai ter início a 18 de março e prolonga-se durante os dois dias seguintes.
 
 
A exemplo do ano passado, o Portal 100% DJ esteve à conversa com vários amantes da música eletrónica que já embarcaram no avião com destino a Miami, para viver e experienciar toda a magia do UMF e da Miami Music Week.
 
João Santos é natural de Sintra, tem 22 anos e vai pela primeira vez ao festival. Com expectativas “muito elevadas”, pretende ver bem de perto artistas como The Prodigy, Yellow Claw, Andrew Rayel, e deadmau5. “Para mim existem dois festivais de música eletrónica no mundo: Tomorrowland (Bélgica) e UMF (Miami). O resto é cópia. Uma vez que já fui ao Tomorrowland, falta-me o UMF para cumprir o meu sonho. Não podia estar mais feliz!”, confessa o jovem ao Portal 100% DJ. As suas preferências recaem sobre Pete Tha Zouk e Massivedrum, quando questionado sobre os artistas nacionais que gostaria de ver no "UMF". Na mala de viagem leva a bandeira de Portugal, t-shirt da "Tomorrowland Crew Portugal", protetor solar e calçado confortável. Na opinião do português, no nosso país falta um festival “grandioso”, uma vez que estão reunidas todas as condições tais como “espaço, sol e cerveja”. “Bastava um espaço cuidado e um cartaz competitivo! As pessoas vinham de todo o lado. Vejam o exemplo do Tomorrowland”, diz. Uma vez que ir ao "UMF" não é um investimento barato, o jovem admite que “não foi nada fácil arranjar todo o dinheiro necessário” e teve de “fazer uma espécie de contrato” consigo mesmo: todos os meses, levantava uma quantia certa de dinheiro. O bilhete e os voos foram planeados com alguma antecedência “para garantir os melhores preços”.
 
 
Uma das representantes do sexo feminino português é Susana Coelho, de 35 anos, que partiu diretamente de Boliqueime para Miami pela primeira vez. Apesar de já ter estado presente em alguns festivais, “as expectativas são as mais altas possíveis” e nem as consegue exprimir por palavras. Em Portugal, Susana afirma que existem “excelentes profissionais e pessoas super talentosas” que poderiam subir a um dos palcos do "UMF", como vai acontecer com Diego Miranda. Sapatos e roupa confortável “para dançar e pular todos os segundos do festival”, máquina fotográfica “para poder reviver em Portugal os grandes momentos” e a bandeira nacional são alguns dos objetos que leva na bagagem. Para viajar até Miami, a algarvia realizou algumas poupanças mas afirma que “com algum esforço todos os meses, 'grão a grão' consegue-se. Quando colocamos metas e objetivos, tudo se consegue!”. Um dos conselhos que deixa a quem pretende ir ao "UMF" no futuro é comprar as viagens e bilhetes bastante tempo antes, uma vez que o preço é mais acessível e “não custa tanto, porque os pagamentos são faseados ao longo do ano”.
Hardwell, Armin van Buuren e Steve Angello são os artistas que deseja ver com mais atenção em Miami. “Já que temos tanto turismo, praia e clima fantásticos, porque não sermos conhecidos também por festivais brutais e controlados”, que ao mesmo tempo atraem “mais pessoas a virem conhecer o nosso país?”, questiona Susana deixando a sugestão para a realização de um grande festival em Portugal.
 
 
Tiago Rodrigues tem 27 anos e vive em Issy-les-Moulineaux, em França, de onde partiu em direção ao Ultra Music Festival pela primeira vez. O português não vive de ilusões e vai para Miami com o objetivo de “ver para crer”, toda a grandiosidade do festival de música eletrónica. Apesar de não estar presente atualmente em Portugal, Tiago não foge às suas origens e destaca Pete Tha Zouk como o artista nacional que gostaria de ver num palco do Ultra Music Festival. Na sua mala de viagem, além de todos os objetos essenciais, o português garante que não se vai esquecer da sua garrafa de whisky. Relativamente a Portugal, Tiago afirma que “a nível de festivais, não estamos mal servidos” e que não tem “razão de queixa” quando questionado a respeito do investimento feito para viajar até ao Ultra. Nos seus planos, a atuação de Martin Garrix será imperdível.
 
 
Residente em Leiria, Zé Manel leva as suas expectativas para Miami “muito altas, visto que o line-up está muito bom”. Em Portugal, considera que existem ótimos DJs como o Kura, afirmando que seria “muito bom” vê-lo atuar neste Festival. A câmara GoPro, carteira, bilhete do festival, bandeira de Portugal e da marca Armin van Buuren Intense são alguns dos objetos que irão consigo para Miami. “Infelizmente Portugal precisa de um festival a sério”, afirma Zé Manel ao Portal 100% DJ, poucos dias antes de embarcar no avião com destino aos Estados Unidos da América. Para esta viagem, o português admite que é fácil: “Basta querer. Lutei para ir, pois é complicado devido aos salários baixos que se recebe em Portugal”. Entre os artistas que pretende assistir estão deadmau5, Armin van Buuren e Tiesto.
 
 
Daniel Reis tem 28 anos e vive na Cordinhã (Coimbra). Esta vai ser a sua estreia no Ultra, juntamente com o seu irmão. As suas expectativas são “muito grandes” e consigo leva a bandeira de Portugal, uma “peça fundamental”, tal como o bilhete pois “sem ele não há festa”. Pete Tha Zouk seria a sua escolha nacional para estar presente no cartaz do UMF, se o português fizesse parte da equipa de organização do festival. A atuação dos The Prodigy é uma das mais esperadas por Daniel, que certamente irá assistir bem de perto, uma vez que para realizar esta “viagem de sonho para um festival único” teve “dois anos a juntar dinheiro”. Em relação ao facto de Portugal vir a receber no futuro um evento como o Ultra Music Festival, o jovem confessa que o território lusitano “não tem condições nem logística para um festival deste género”.
 
 
{youtube}F0xoBUDUYyo{/youtube}
 
Publicado em Reportagens
O Ultra Music Festival vai comemorar o seu 20º aniversário com um cartaz de fazer inveja, entre os dias 23 e 25 de março do próximo ano, no Bayfront Park, em Miami (EUA).
 
Afrojack, Armin van Buuren, Axwell /\ Ingrosso, Carl Cox, Eric Prydz, Hardwell, Jamie Jones, Marshmello, Steve Aoki e Tiesto são alguns dos artistas que já confirmaram a presença.
 
A organização promete novidades para breve, incluindo o restante line-up, e adianta que irão existir atuações especiais de aniversário. Podes consultar todos os artistas confirmados no site oficial do Ultra Music Festival.
 
Os bilhetes para o tão desejado festival já estão disponíveis no website no evento.
 
Publicado em Ultra Music Festival
terça, 16 fevereiro 2010 22:31

Ultra Music Festival: de cortar a respiração

Já alguma vez foste a um evento em que tenhas ficado sem respiração? Não?
Então faz as malas para os melhores dias da tua vida e prepara-te para voares até ao maior evento do mundo de música electrónica ao ar livre - Ultra Music Festival.
 
É realizado anualmente em Miami, na Flórida no mês de março, coincidindo com o Winter Music Conference.
Este festival lendário já ganhou os prémios: "Evento Best Music" pela International Dance Music Awards (IDMA) em 2009, 2008, 2007 e 2005, "International Dance Music Festival" pela Ibiza DJ Awards, em 2008 e "Melhor Festa" pela Village Voice Media New York Times em 2009, 2008, 2007 e 2006.
 
Até à data, Ultra tem crescido a cada ano no atendimento, na força do line-up e no valor da produção.
Em 2009 este mega festival, estabeleceu um novo recorde com mais de 85.000 pessoas na festa, presentes durante dois dias, vindos de 56 países e territórios, 50 estados.
 
Originalmente criado em 1999, Ultra tem crescido ao longo dos anos para apresentar os mais quentes, os maiores e os melhores artistas do mundo.
The Prodigy, The Chemical Brothers, Tiesto, Underworld, Moby, Fatboy Slim, Carl Cox, Paul van Dyk, David Guetta, Armin Van Buuren, Erick Morillo, Deadmau5 e Paul Oakenfold, são alguns dos exemplos.
 
Todos os promenores do UMF estão em www.ultramusicfestival.com.
 
Publicado em Ultra Music Festival

[sigplus] Erro crítico: Memória insuficiente para concluir a operação solicitada root/images/stories/ultra/diario3/29468583_1215628718568670_327121953557053440_o.jpg, 36542016 bytes requeridos, 31457280 bytes disponiveis.

 
Dia 3:
 
Acordámos e o tempo convida, mais uma vez, uma ida até à praia. Depois do almoço, dirigimo-nos a um dos clubes mais emblemáticos de Miami: o Nikki Beach. Está calor e o ambiente é convidativo para uma boa tarde a dançar.
 
Ouvimos o DJ Abel Ramos e de seguida a Sophie Francis. Toda a gente está de forma descontraída a ouvir a música enquanto se bebem uns cocktails. Uns deitados nas espreguiçadeiras, outros no bar, outros a dançar... Pelo meio, encontrámos o DJ português Steven Rod.
 
No fim da tarde regressámos até casa. Resolvemos não sair hoje porque amanhã aguarda-nos um dia muito preenchido: a pool Party da Axtone com Axwell, Matisse & Sadko, Bob Sinclar, entre outros, e à noite uma ida até uma das maiores discotecas de Miami, a Liv onde vamos poder ouvir Matisse & Sadko e Cedric Gervais.
 
{gallery}stories/ultra/diario3/{/gallery}
Publicado em Ultra Music Festival

 
É um dos maiores e mais desejados festivais de música eletrónica a nível internacional e está de regresso a Miami, entre os dias 23 e 25 de março. O Ultra Music Festival comemora 20 anos e a organização já prometeu muitas surpresas que vão deixar tudo e todos boquiabertos.

O festival norte-americano, inserido na Miami Music Week, conta este ano com a presença dos portugueses Kura e Kevu, mas também de artistas internacionais como Laidback Luke, Andy C, Pete Tong, Armin van Buuren, Carl Cox, Axwell /\ Ingrosso, entre outros.

Como já vem sendo um hábito, o Portal 100% DJ entrevistou em exclusivo quatro festivaleiros portugueses que se preparam para viver a melhor semana das suas vidas, em Miami, com a melhor música eletrónica do mundo.
 
 
Aos 24 anos, o português Dylan Silva parte de Paris diretamente para Miami, para assistir pela primeira vez ao Ultra Music Festival. "Como é o 20.º aniversário espero que surpreendam!", confessou em exclusivo ao Portal 100% DJ.
 
Segundo Dylan, essas surpresas podiam ser "nomes que não estão no line-up" já divulgado, como é o caso de Alesso, Martin Garrix e também de Swedish House Mafia "que muito se fala".
 
No festival de música eletrónica, o português não quer perder os espetáculos de Armin van Buuren, Hardwell, The Chainsmokers e Eric Prydz. Na bagagem levou roupa, dinheiro e, claro, "umas garrafinhas de vinho português para animar a malta!", concluiu.
 

Apesar de já ter estado presente em grandes festivais de música eletrónica um pouco por todo o mundo, Laëtitia Esteves decidiu "este ano conhecer o Ultra", uma vez que desde o ano 2013 a sua escolha "sempre foi o Tomorrowland".
As suas expectativas são altas "pelo facto do Ultra prometer várias surpresas devido à comemoração do seu 20.º aniversário". Apesar de estar "um pouco desiludida com o cartaz" da edição deste ano, Laëtitia garante que só vai ser realmente surpreendida "com o regresso dos Swedish House Mafia", há muito esperado por todos os fãs de música eletrónica.
 
Habituada a percorrer todos os palcos de vários festivais, a portuguesa de 32 anos, natural de Guimarães, quer estar na frontline das atuações de Kaskade, Armin van Buuren, Axwell /\ Ingrosso e dos portugueses KEVU.
 
Como "Miami é sinónimo de calor e praia", Laëtitia leva consigo protetor solar, óculos de sol, bikini, a câmara GoPro e as bandeiras de Portugal e do seu grupo Tomorrowland Crew Portugal.
 
Para os interessados em fazer uma viagem deste género, Laëtitia aconselha a "comprar tudo com antecedência, principalmente os voos e estadia". Este ano, o seu grupo preferiu reservar um apartamento, para assim "poupar nas refeições".
 
 
Desde Lousada e também pela primeira vez no Ultra Music Festival, estreia-se Márcia Pinto, de 23 anos. "Como este é o 20º aniversário, espero que haja surpresas", como já referiu a própria organização do festival.
 
Durante o festival, Márcia não quer perder nem um segundo de Armin van Buuren, Carl Cox, Tiësto, KSHMR e da dupla Sunnery James & Ryan Marciano. Na sua bagagem transporta o essencial, "roupa e calçado bem confortável" e tudo preparado para o calor porque tudo aponta para as "temperaturas estarem altas na altura do festival", referiu ao Portal 100% DJ.
 
 
Lilita Menezes, de 47 anos, vai estrear-se no Ultra Music Festival em Miami, com um plano bem definido, para que "seja um festival memorável". A festivaleira natural de Porto Santo pretende ver Carl Cox, Armin van Buuren, Alesso, Tiësto, "entre tantos outros", durante os dias em que vai estar presente no Ultra.
 
Nas suas malas, além da roupa, leva também bandeiras "alusivas ao festival", equipamento para captar foto e vídeo e o seu telemóvel.
 
Na preparação de toda esta aventura, Lilita aconselha todos a "planear bem a viagem, de maneira a que possamos desfrutar desde as festas a sítios a visitar, por preços mais acessíveis" e que possam também "aproveitar o máximo o Ultra, e não só!", afirmou em entrevista ao Portal 100% DJ.
 
Publicado em Reportagens
O Ultra Europe, a versão do velho continente do Ultra Music Festival, vai decorrer nos próximos dias 10, 11 e 12 de julho, em Split, na Croácia, com grandes nomes da música eletrónica internacional.
 
Afrojack, Alesso, Andy C, Armin van Buuren, Axwell /\ Ingrosso, Blasterjaxx, Carl Cox, Dash BErlin, David Guetta, DVBBS, Galantis, Hardwell, Jamie Jones, Knife Party, Nicky Romero, Paul van Dyk, Steve Angello, Tiesto e Zedd são alguns dos artistas confirmados para o Ultra Europe deste ano, em vários palcos.
 
 
O conceito do palco Resistance, que se estreou no Ultra Music Festival de Miami, é uma das novidades deste ano, para os amantes da música eletrónica alternativa. O Ultra Europe está inserido no Destination Ultra Croatia Music Week, composto ainda por uma festa de abertura no Giraffe Palm Beach House (9 de julho), Yacht Regatta na Ilha de Brac Zlatni Rat em Bol (13 de julho), o Ultra Beach, na ilha de Hvar no hotel Amfora Grande Beach Resorte (14 de julho) e pela festa de encerramento na ilha de Vis, em Fort George (15 de julho).
 
O Portal 100% DJ esteve à conversa com alguns portugueses que vão embarcar em direção à Croácia, para vivenciar a experiência única do Ultra Europe. Fábio Lindeza, Marc Matos e Pedro Lino são três amigos do Fundão e contaram-nos alguns pormenores da sua viagem.
 
“Esta será a minha primeira vez no Ultra Europe e as minhas expetativas são altíssimas, com a ansiedade à mistura, sinto-me capaz de dizer que ir a um Ultra é a realização de um sonho”, confessou Fábio Lindeza, de 25 anos. A escolha deste festival foi devido a “todas as emoções” que o mesmo proporciona e “ao facto da realização de outras festas, como o Ultra Beach e a Boat Party”, além de que o português é “fã incondicional de tudo o que seja Ultra Music Festival”.
 
Na sua mala leva “a bandeira do glorioso” e “uma pitada de felicidade misturada com excitação”, pois vai ser “o festival mais importante” da sua vida. Galantis, Steve Angello, Axwell /\ Ingrosso e o “mítico” Carl Cox são os artistas que não quer perder nem um minuto.
 
“Em Portugal seria interessante ver um festival desta dimensão, mas na minha opinião nunca será possível, pois não reunimos condições financeiras para tal”, afirmou Fábio ao Portal 100% DJ, dias antes de embarcar no avião para a Croácia. O adepto de música eletrónica deixou ainda um conselho aos leitores “que trabalhem e juntem dinheiro e vão para fora, pois aí é que a electronic dance music é grande. Para não falar do ambiente vivido lá fora, onde se pode experienciar mais de 100 nacionalidades diferentes”.
 
Marc Matos, de 23 anos, estreia-se também este ano no Ultra Europe, que considera como o “melhor festival da Europa” devido às festas que lhe estão associadas. Na bagagem leva calções, toalha, uma câmara GoPro e uma bandeira de Portugal, a representar a nação. Para ir ao Ultra Europe teve de “poupar bastante” e considera que “Portugal poderia ter um festival deste género, apesar de ter um evento muito bom como a EDP Beach Party”. Axwell /\ Ingrosso são, sem dúvida, os artistas que mais quer ver em palco do Ultra Europe.
 
As expectativas de Pedro Lino, de 24 anos, são “as melhores” para a sua primeira vez no Ultra Music Festival da Croácia. É “uma grande panóplia de DJs excecionais e um multiculturalismo humano” que Pedro tem “muito interesse em conhecer e assistir”. Para ir a este festival, o português aconselha a “comprar os bilhetes com antecedência” e, principalmente em relação à viagem de avião. Na sua mala leva o cachecol do Sport Lisboa e Benfica e a bandeira nacional, para marcar presença nas atuações de Afrojack, Martin Garrix e Galantis, os artistas que mais deseja ver no Ultra Europe. Pedro Lino considera ainda que Portugal tem falta de um festival deste género, mas “cada vez temos mais festas que atraem um bom número de DJs com qualidade”.

 

Publicado em Reportagens
1828 dias passaram desde a última atuação do mais bem sucedido projeto de música de dança eletrónica. No palco principal do Ultra Music Festival em Miami e perante milhares de pessoas, não só presentes no evento como a assistir à transmissão em direto em todo o mundo, o trio despediu-se de forma emotiva das luzes da ribalta, pelo menos enquanto tutores da "máfia sueca".
 
Nos últimos anos, os rumores dispararam sempre que existia algum movimento, um encontro entre artistas. Muita tinta correu a propósito de um possível regresso e muitos arrepios foram sentidos no corpo só de pensar nisso mesmo. A estratégia de três artistas juntos é delineada ao pormenor e nada pode falhar, nem o término, nem o regresso: cinco anos depois, no mesmo local, numa edição em que tudo pode acontecer, assim garante a organização.
 
A confirmação é feita em exclusivo à redação do Portal 100% DJ por fontes próximas dos artistas e juntando inúmeros factos que ocorreram nas últimas semanas, a margem de erro é quase nula. Garantidamente os três artistas estarão juntos no palco principal durante cerca de 1 hora, no domingo, 25 de março, quando forem 03 horas da madrugada em Portugal. Fica a dúvida se Axwell, Sebastian Ingrosso e Steve Angello darão continuidade ao projeto Swedish House Mafia.
 

As movimentações

O primeiro sinal foi dado no início deste mês na Página de Facebook do coletivo, aquando a atualização de uma nova fotografia de perfil e de capa.
 
O possível reencontro também foi dado como certo por Hardwell. Numa entrevista à rádio holandesa SLAM!, o DJ e produtor holandês foi questionado sobre os rumores do regresso do projeto sueco. “Eu acredito que vai acontecer. Do nada, Steve Angello cancelou sua tour na Ásia, não tem nenhum espetáculo agendado e está em Miami. Para mim, isso significa que vão voltar”.
 
Charly Bendenounm, técnico de iluminação que já trabalhou com o trio, também deixou os fãs a salivar, quando recentemente colocou uma publicação (entretanto eliminada) no seu Facebook, afirmando que os artistas iriam atuar no festival.
 
A pressão é gigante e a fasquia está elevada. Diariamente as redes sociais dos artistas são inundadas com centenas de comentários com pedidos muito sentidos. Dificilmente os artistas suecos não irão ceder. É esperar e ver para crer.
 
Última atualização às 19:00h, 25-03-2018: Hora de atuação. 
 
Publicado em Artistas
Pág. 1 de 5
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.