24-06-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

×

Erro

[sigplus] Erro crítico: A pasta da galeria de imagens eventos-meoarena deve ter um caminho relativo para a pasta base das imagens especificada na back-end.

quinta, 05 novembro 2015 16:29

Reality show para DJs foi cancelado

O polémico reality show de DJs produzido por Simon Cowell intitulado “Ultimate DJ” foi cancelado pela Yahoo!, quando o mesmo ainda estava em fase de pré-produção. O programa era baseado no The X Factor e no American Idol, mas tinha como objetivo encontrar um novo DJ.
 
O cancelamento aconteceu devido à falta de receita que as transmissões no Yahoo! iriam arrecadar, segundo um comunicado oficial de Ken Goldman, diretor financeiro da marca. O reality show ia ser realizado em parceria com a Live Nation e a Ultra Records.
 
O vencedor do concurso televisivo iria assinar um contrato com a Sony Music e a Ultra Records, tendo ainda a oportunidade de atuar num grande festival de música. As votações iriam estar a cargo do público, através do Tumblr.
 
Este novo programa de Simon Cowell foi muito criticado nas redes sociais e por DJs reconhecidos, como Fatboy Slim que considerou uma “ideia terrível” e Gordon City que afirmou que seria “mau para a indústria”.
 
Steve Aoki e as irmãs NERVO eram dois dos nomes falados para fazer parte do painel de júris do programa.
Publicado em Mix
quarta, 25 março 2009 21:51

Super Bock à procura do melhor DJ

A Super Bock está à procura dos novos valores da música electrónica do país. DJ Tour Super Bock 2009, é uma iniciativa que vai percorrer diversos pontos de Portugal. O grande vencedor vai actuar no Festival Surfest, desfrutar de um fim-de-semana em Ibiza e ganha um curso de DJ.

As inscrições para a primeira edição do DJ Tour Super Bock estão abertas até ao próximo dia 26 online, em www.superbock.pt, onde se pode consultar o regulamento. Os candidatos, DJ amadores, com um mínimo de 16 anos, devem enviar um set mix de 30 minutos que inclua um tema dos Depeche Mode e um dos The Killers e uma demo de 3 minutos, ambos em formato mp3.

Os trabalhados são analisados por um júri que vai seleccionar 32 DJ, que participam depois em oito eliminatórias, onde cada um terá a oportunidade de mostrar o que vale em meia hora, para passar à fase seguinte.

Évora recebe a primeira eliminatória, a 3 de Abril, no Spazio, e termina a 25 de Abril, no Hacienda Club, em Setúbal, passando pelo Algarve (Trignometria), Ofir (Pacha), Porto (Bela Cruz), Coimbra (Vynil), Braga (Lagar) e Lisboa (Doca de Santo) o 100% DJ vai lá estar.

O público, um representante do local onde decorre o evento e a organização escolhem quem chega às meias-finais. Os quatro concorrentes da final vão ser avaliados pelo público, por um DJ de renome e por um representante da Unicer.
Publicado em Marcas

[sigplus] Erro crítico: A pasta da galeria de imagens eventos-meoarena deve ter um caminho relativo para a pasta base das imagens especificada na back-end.

Desde que foi inaugurada, em 1998, pela maior sala multiusos do país já passaram inúmeros eventos, das mais diferentes tipologias, desde congressos, exposições, concertos e até mesmo provas desportivas.
 
Localizada às portas de Lisboa, a (agora) Meo Arena dispõe de uma área total de construção de 47 mil metros quadrados e na sua capacidade máxima pode albergar 20 mil pessoas em pé e 12.900 sentadas. Tem dois balcões (1.º e 2.º andar) e a área total da arena é de 5.200 metros quadrados.
 
A ideia de construir este edifício remonta às primeiras discussões sobre o Plano de Urbanização da Expo 98. Ao contrário de outras cidades europeias, Lisboa não possuía uma sala polivalente para acolher eventos de grande envergadura. As salas existentes, tanto na capital como noutros pontos do país, ou tinham lotação limitada - até 4000 lugares -, ou eram dificilmente adaptáveis a eventos não convencionais, como o desporto de alta competição em recinto coberto. Além disso, não dispunham do aparato tecnológico exigido para coberturas televisivas modernas ou pelos grandes espetáculos musicais ou teatrais.
 

Na sua capacidade máxima pode albergar 20 mil pessoas em pé e 12.900 sentadas.

 
Recuando atrás no tempo, durante os 132 dias de Expo 98, o edifício era designado Pavilhão da Utopia, onde era realizado, quatro vezes ao dia, um espetáculo de efeitos teatrais clássicos com as modernas tecnologias multimédia, designado "Oceanos e Utopias". A sua autoria foi de François Confino e Philipe Genty, produzido pela empresa Rozon. 
 
Esta construção não foi feita ao acaso. A localização foi um dos pontos fortes aquando da fase de projeto, pois tinha a vantagem de servir não só a população da maior área metropolitana portuguesa, mas também o país no seu conjunto, dada a proximidade da Estação do Oriente (onde se interligam os principais meios de transporte público) e dos principais nós rodoviários.
 
Ao longo dos últimos anos, além dos concertos que estamos habituados a assistir com banda, também os espetáculos de música eletrónica têm vindo a ganhar o seu lugar cativo nesta arena portuguesa e a atingir um público-alvo cada vez maior. O primeiro evento com DJs aconteceu em 2003. O conhecido “Olá Love 2 Dance” contou com uma gigantesca produção, onde em destaque esteve a música e todo o conjunto de efeitos multimédia. Roger Sanchez, Luís leite, Carlos Manaça, Diego Miranda e Miss Blondie estreavam desta feita a maior “discoteca” do país. 
 
Na timeline em baixo, poderás conferir todos os eventos de música eletrónica que decorreram na Meo Arena a partir do ano 2003. De recordar que os dois últimos ainda vão acontecer este ano, dias 18 e 31 respetivamente.
 
 
{gallery}eventos-meoarena{/gallery}
 
Agradecimentos 
  • Meo Arena
  • Unilever Portugal
 
Publicado em Infografias
segunda, 06 abril 2015 19:16

Com que idade morrem os DJs?

 

Os DJs também são humanos. Com que idade morrem? As respostas podem ser consultadas num estudo publicado no site The Conversation, que incluí gráficos.
 
Em relação à idade, os artistas de música eletrónica podem morrer entre os 40 e os 45 anos (mulheres) e os 45 e os 50 anos (homens). As causas de morte podem ser várias, como acidentais (16,7%), suicídio (5,0%), homicídio (10,0%), relacionados com problemas de coração (15,0%) e cancro (25,0%), segundo o estudo.
 
Estes dados estão também relacionados com os hábitos dos artistas, como a dependência de álcool e drogas, horários irregulares, cansaço de digressões, elevados níveis de stress e ansiedade.
 
Publicado em Mix

 

Todos os artistas têm as suas exigências/riders, ou seja, aquilo que acham necessário possuir num camarim ou palco, para que todo o espetáculo ocorra na melhor das condições. O cliente que contrata, por exemplo, um DJ, tem de conseguir responder aos pedidos feitos antes de cada performance. Se isso não acontecer, a atuação pode até ser cancelada, no pior dos cenários.
 
Há artistas mais simples e outros mais excêntricos. Há pedidos que podem fazer alguma confusão para quem lê a lista, mas para o artista podem ser essenciais. Para quem anda pelo mundo em digressão, só ao fim de alguns meses é que volta a casa, o que faz com que alguns pedidos de vestuário, principalmente roupa interior, façam sentido. Em relação ao álcool e às refeições, cada artista tem os seus gostos e apetites. Material de som e iluminação também são preciosos, uma vez que o artista quer sempre manter a qualidade do seu espetáculo, enquadrado na sua digressão. De lembrar também que as exigências podem ser diferentes de atuação para atuação, ou de país para país.
 
Em baixo, confere alguns dos pedidos feitos pelos artistas, numa pesquisa realizada pelo Portal 100% DJ.
 
  • David Guetta: Jato privado; Carros blindados; Hotel de 5 estrelas; Proteína líquida; Champanhe; Vodka; Comida típica do país, mas sem cebola e alho porque é alergico; Red Bull; Gatorade; Pastilhas.
 
  • Steve Aoki: 6 Meias; 6 Boxers; Bandeira do país; 2 Barcos insufláveis para 2/3 pessoas; 6 bolos grandes, um deles com o logótipo da Dim Mak (apenas para espetáculos da sua digressão ou para festivais onde é cabeça de cartaz); Listerine; Cadeira de realizador; Hotel (escolhido pelo artista) a 3.2 km de distância do local do espetáculo; Mel orgânico, Pizza grande de queijo; Prato de fruta variada; 3 T-shirts pretas com gola em V; 48 garrafas de água; Iogurte orgânico; 2 Garrafas de vodka premium; 3 Garrafas de champanhe (pode ser sem álcool, se a entrada de menores for permitida); Sumo de laranja; 2 Baldes de gelo; 4 Toalhas de banho; 3 Pacotes de pasta de dentes.
 
  • Calvin Harris: Garrafa de gel desinfetante; Snacks sem glúten de boa qualidade; Gengibre fresco; Fruta variada (que inclua maçãs, laranjas, bananas e morangos); Café da Starbucks; 4 Toalhas de banho pretas; 8 Red Bulls; 8 Garrafas de água mineral; 8 Latas de Coca Cola light; Garrafa de vodka premium;  20 Copos de plástico grandes; Balde de gelo.
 
  • Fatboy Slim: Pão sem trigo; Café instantâneo ou chá; Pratos; Guardanapos; Tábua de queijos; Fruta; Água destilada.
 
  • Tiesto: Velas; 4 Garrafas de Jagermeister; 3 Garrafas de Grey Goose; 50 Copos de plástico.
 
  • 2 Many DJS (especificamente para o Rock In Rio Lisboa 2010): Chá verde; Camarim decorado com velas; Tábua de engomar.
 
  • Moby: Roupa interior.
 
  • Deadmau5: Sofá para 6 pessoas; Espelho; 48 Garrafas de Corona ou Sol Beer; 16 Latas de Red Bull; Garrafa de vodka premium; Garrafa de champanhe premium; 2 Maços de tabaco Marlboro; 2 Pares de meias (brancas e pretas); 2 Embalagens de gel de banho de boa qualidade; Animal insuflável.
 
  • Dirty South: Garrafa de Grey Goose: 2 Garrafas de champanhe premium; 12 Garrafas de cerveja premium; 15 Garrafas de água; 6 Latas de Red Bull; Fruta e vegetais frescos; 2 Pacotes de pastilhas.
 
  • Roger Sanchez: 20 Garrafas de água; Garrafa grande de vodka; 10 Garrafas de cerveja; 10 Latas de Red Bull.
 
  • Paul van Dyk: 15 Garrafas de água pequenas; 6 Garrafas de Coca Cola light; 6 Garrafas de Coca Cola; 6 Garrafas de Sprite/7Up; 6 Latas de Red Bull; 2 Litros de sumo de tomate; 2 Litros de sumo de laranja; 2 Litros de sumo de manga ou pêssego; Café; Leite; Fatias de limão e lima; Gelo; Fruta fresca; Bolachas; Chocolates; Copos de vários tamanhos.
 
  • Afrojack: 2 Toalhas; Garrafa de 1 litro de Grey Goose; Garrafa de Dom Perignon; 10 Coca Colas light; 10 Sprites/7Ups; 10 Red Bulls; Sandes.
 
  • Chuckie: 4 Garrafas de Grey Goose.
 
  • Paris Hilton (especificamente para a atuação no Seven, em Vilamoura, em agosto de 2014): Passadeira vermelha; Bailarinas; Maquilhagem; Cabeleireiro; Comida especial para os seus cães.
 
  • Pauly D: Garrafa de Grey Goose; 12 Garrafas de água; 4 Garrafas de champanhe.
 
  • Jack U: 3 Garrafas de Champanhe Moet; 3 Garrafas de vodka Grey Goose; 1 garrafa de rum Havana Club de 7 anos; 1 garrafa de tequila Patron; 12 garrafas de cerveja local; 1 litro de água tónica; 12 latas de Coca-Cola light; 12 latas de Pepsi light; 24 latas de Coca-Cola; 6 latas de Ginger Ale; 24 latas de Red Bull sem açúcar; 2 garrafas de sumo de laranja; fruta fresca para 12 pessoas; vegetais frescos para 12 pessoas; 1 saco de pistachos; 2 maços de cigarros Camel; 2 isqueiros; 2 cinzeiros; 1 abre-latas; 1 saca-rolhas; 1 par de meias brancas da H&M; 2 pares de meias pretas da H&M; 1 t-shirt preta do tamanho M da H&M com gola em V e 95% de algodão; talheres; pratos em cerâmica e guardanapos para 10 pessoas; gelo; 8 saladas de frango.
 
Publicado em Mix
quinta, 08 março 2018 22:05

As mulheres na música eletrónica

Em quase todos os line-ups dos festivais internacionais, a presença de DJs femininas tem uma percentagem de apenas 10%. No ranking da revista Forbes, não existe nenhuma DJ feminina e no Top 10 da famosa tabela da DJ Mag, também nunca uma mulher figurou. O sexo forte representa apenas 4% de toda a lista. Quais foram as últimas três DJs mulheres que já ouviste ao vivo?

É do conhecimento geral que o mundo da música eletrónica é dominado pelo género masculino. Um mercado lucrativo em ascensão a nível mundial, onde a pouco e pouco as mulheres vão assumindo a sua posição de destaque na música de dança, área associada aos homens. 

"(...) neste campo uma mulher tem que trabalhar o dobro para alcançar metade do reconhecimento de um artista masculino", referiu Miss Sheila, na sua crónica de opinião publicada no Portal 100% DJ, “Djing no feminino”. No entanto, a artista portuguesa considera que “as coisas estão a mudar de uma forma mais positiva”.

Apesar desta lenta mudança de mentalidade, ainda é pouca a credibilidade que é dada às DJs, muito por culpa de algumas artistas que prejudicaram a imagem do género feminino da música eletrónica. Mariana Couto, na crónica de opinião publicada em 2014, intitulada "Teremos sempre Paris", criticava Paris Hilton por ter entrado no mundo da música eletrónica: "Presença habitual nos melhores clubs do mundo, Paris a Empreendedora conseguiu encontrar a forma certa de continuar a fazer dinheiro. (...) Mas é por isso que alguém "vai ver" a Paris Hilton? A expressão está lá: "ver", que ouvir é outra coisa. Afinal, ainda que separadas por um oceano de dinheiro, não há todo um segmento no mercado nacional que está na cabine para - essencialmente - ser visto?", remata.

Recentemente a dupla Krewella também comentou a presença de mulheres na área. “A indústria da música eletrónica pode ser assustadora para as mulheres. Se mais mulheres estiverem dispostas a assumirem grandes riscos e não terem medo do ridículo e quaisquer outros contratempos ou problemas, nós começaremos lentamente a ver mais mulheres a produzir músicas, espetáculos e festivais, e assim teríamos mais espaço no Top 100.”

É importante que a igualdade de género seja uma realidade e que a curto prazo consigamos ver mais DJs femininas no topo do mundo da música eletrónica. Em baixo, apresentamos algumas artistas nacionais e internacionais, referências na área da eletrónica, enquanto DJs e também produtoras de música.
 
  • - Miss Sheila
  • - Von di Carlo
  • - Kika Lewis
  • - Poppy
  • - Rita Zukt
  • - Joana Perez
  • - Rita Mendes
  • - Miss Pink
  • - DJoana
  • - Heartbreakers
  • - Lady M
  • - Lady Van
  • - Magalie
  • - Miss Blondie
  • - Miss Nutz
  • - Mónica Seidl
  • - NERVO
  • - Nicole Moudaber
  • - Krewella
  • - Juicy M
  • - Alison Wonderland
  • - Nina Kraviz
  • - Deborah de Luca
  • - Sophie Francis
  • - Ruby Rose
  • - Miss Nine
  • - Oriska
  • - Lovra

 

Publicado em Mix
É considerado um dos maiores concursos de DJs do mundo e está de volta com mais uma edição. Este ano, o vencedor recebe um contrato de 100 mil euros de investimento, além de participar numa experiência única.
 
Os novos talentos da música eletrónica internacional podem concorrer a esta iniciativa e ver a sua carreira evoluir, com a oportunidade de subir ao palco de uma cidade europeia e de ter uma residência de 6 semanas em Ibiza.
 
Cada etapa deste concurso irá ser avaliada por um painel de jurados de luxo, como já tem acontecido em edições anteriores com a presença de Carl Cox, Pete Tong, John Digweed, Maceo Plex, Steve Lawler, Fatboy Slim, Luciano ou Jamie Jones.
 
A primeira etapa consiste na inscrição do DJ com um set no parceiro oficial da Burn Residency, o Mixcloud. Depois, apenas é necessário promover o set e angariar o maior número de votos. Após a contagem dos votos, vai ser escolhido um finalista por país, sendo os participantes reduzidos a 26 candidatos.
 
Os representantes de cada território passarão à fase de Bootcamp, uma prova que dura 4 dias e de onde serão selecionados apenas 16. Estes 16 finalistas vão ter a oportunidade de subir ao palco de um evento da Burn numa cidade europeia a revelar em breve, com os seus sets a serem transmitidos em direto através da Be-At.Tv. A segunda etapa do Bootcamp será em Ibiza durante 7 dias, onde os participantes irão estar presentes em palestras, workshops de mixing, masterclasses e vários desafios de DJ e produção.
 
Os três finalistas irão ter a oportunidade de assumir a sua própria residência em Ibiza nas seis últimas semanas da temporada, onde serão avaliados e testados pelos jurados, com o objetivo de descobrir o grande vencedor.
 
O vencedor do Burn Residency do ano passado foi Lollino, que assinou com a Ask My Management, lançando depois um set com a Bedrock, a editora de John Digweed. Na edição de 2016, o representante português foi DJ Baron.
 
Para te inscreveres e esclareceres dúvidas, acede ao site oficial da Burn em www.burn.com. O Portal 100% DJ é, mais uma vez, Media Partner Oficial desta iniciativa e deseja a maior sorte a todos os participantes.
 
{youtube}qJuhPMSpLmA{/youtube}
Publicado em Marcas

 

Ultimate DJ é o nome do novo reality show de talentos para a televisão, direcionado para DJs e produzido por Simon Cowell para a plataforma Yahoo Live, em parceria com a LiveNation e a Ultra Records. A data da estreia ainda não foi divulgada, mas está para breve.
 
O DJ vencedor do concurso televisivo vai assinar um contrato com a Sony Music e a Ultra Records e terá a oportunidade de atuar num grande festival de música. A votação ficará também a cargo do público, através da rede social Tumblr.
 
“A música eletrónica é um dos géneros mais importantes em todo o mundo e nós queremos respeitar o que está a acontecer no planeta”, afirmou Simon Cowell na conferência de imprensa e de apresentação do programa, na passada segunda-feira, em Nova Iorque.
 
O DJ e produtor Steve Aoki é um dos jurís do Ultimate DJ, depois de Fatboy Slim recusar o convite por achar que a iniciativa era uma “ideia terrível”, segundo o Digital Psy. Gordon City afirmou que será “mau para a indústria”.
 
Simon Cowell é uma das personalidades mais conhecidas da televisão mundial, tendo participado como mentor e jurí em reality shows como X-Factor, Britain’s Got Talent e American Idol. Leona Lewis, Cher Lloyd, One Direction, Fifth Harmony e Emblem 3 são alguns dos artistas descobertos pelo produtor.
 
Publicado em Mix
Está oficialmente fechado o cartaz da Eletrónica, que promete levar o público do Parque da Bela Vista ao rubro, no 10º aniversário do Rock in Rio-Lisboa. Nomes como Hercules and Love Affair, DJ Vibe, Rui Vargas, Magazino e Miss Sheila são alguns dos 30 artistas nacionais e internacionais que prometem animar a Cidade do Rock pela noite fora. 
 
A fechar o certame de grandes nomes da eletrónica internacional, Hercules and Love Affair e Claude Von Stroke, no dia 30 de maio, e Claptone, no dia 25 de maio - que vem substituir os londrinos Dusky -, juntam-se à festa do Rock in Rio-Lisboa. 
 
Para comemorar em grande o 10º aniversário do maior evento de entretenimento e música do mundo, a organização preparou muitas surpresas e, pela primeira vez num evento de música, apresenta um plantel de luxo, 100% nacional, para o dia 29 de maio. Uma das novidades, são as atuações "B2B", juntando na mesma cabine, numa apresentação inédita e exclusiva, DJs que se juntam propositadamente para atuações únicas como é o caso dos DJs Vibe e Rui Vargas e os DJs Jiggy e A.Paul que aceitaram este convite e juntam-se, pela primeira vez, na Eletrónica do Rock in Rio-Lisboa. A estes, juntam-se também outros nomes como Magazino e Ari, Miss Sheila e Mirror People Live. 
 
Depois de estrear no Rock in Rio 2013, no Rio de Janeiro, a Cidade do Rock de Lisboa vai agora receber a nova Eletrónica: uma estrutura com 40 metros de diâmetro com uma cenografia futurista, inspirada na forma de uma aranha robótica em que pilares de 11 metros de altura simulam a forma de patas gigantes. Com um espaço para público de mais de 1500 m2, a Eletrónica aproxima ainda mais o público dos Dj’s, ao colocar a cabine num espaço central, que fica completamente rodeado pelo público. 
 
Confere aqui o cartaz eletrónico completo e prepara-te para a festa!
 
 
Publicado em Rock in Rio
sexta, 29 maio 2015 19:29

E os DJs mais ricos do mundo são...

A Celebrity Networth, um website sobre economia e as fortunas de milionários, divulgou hoje a lista dos 50 DJs mais ricos do mundo. Calvin Harris, Tiesto e Avicii ocupam os primeiros lugares do pódio.
 
Outros nomes sonantes da música eletrónica como Guy-Manuel de Homem-Christo (Daft Punk), Paul Oakenfold, Paul van Dyk, David Guetta, Armin van Buuren e Steve Aoki fazem parte deste top 50.
 
Uma curiosidade acerca desta lista, é a presença de Swedish House Mafia, passado mais de um ano depois do fim do trio sueco.
 
Confere abaixo a lista completa e os respetivos valores:
 
  • 1 – Calvin Harris – 110 milhões de dólares
  • 2 – Tiesto – 105 milhões de dólares
  • 3 – Avicii – 75 milhões de dólares
  • 4 – Guy-Manuel de Homem-Christo – 70 milhões de dólares
  • 5 – Thomas Bangalter – 70 milhões de dólares
  • 6 – Paul Oakenfold – 65 milhões de dólares
  • 7 – Paul van Dyk – 60 milhões de dólares
  • 8 – David Guetta – 60 milhões de dólares
  • 9 – Armin van Buuren – 55 milhões de dólares
  • 10 – Steve Aoki – 55 milhões de dólares
  • 11 – Deadmau5 – 53 milhões de dólares
  • 12 – Afrojack – 50 milhões de dólares
  • 13 – John Digweed – 48 milhões de dólares
  • 14 – Kaskade – 43 milhões de dólares
  • 15 – Judge Jules – 42 milhões de dólares
  • 16 – Sasha – 40 milhões de dólares
  • 17 – Skrillex – 36 milhões de dólares
  • 18 – Pete Tong – 33 milhões de dólares
  • 19 – Moby – 32 milhões de dólares
  • 20 – Tom Joyner – 30 milhões de dólares
  • 21 – Kidd Kraddick – 30 milhões de dólares
  • 22 – Zedd – 25 milhões de dólares
  • 23 – Fatboy Slim – 24 milhões de dólares
  • 24 – Steve Angello – 24 milhões de dólares
  • 25 – Hardwell – 23 milhões de dólares
  • 26 – The Chemical Brothers – 22 milhões de dólares
  • 27 – Swedish House Mafia – 20 milhões de dólares
  • 28 – John Laws – 20 milhões de dólares
  • 29 – Ferry Corsten – 20 milhões de dólares
  • 30 – DJ Pauly D – 20 milhões de dólares
  • 31 – Ryan Lewis – 18 milhões de dólares
  • 32 – DJ Khalil – 16 milhões de dólares
  • 33 – Sebastian Ingrosso – 16 milhões de dólares
  • 34 – Carl Cox – 16 milhões de dólares
  • 35 – Axwell – 16 milhões de dólares
  • 36 – Eddie Piolin Sotelo – 15 milhões de dólares
  • 37 – Bob Kevoian – 15 milhões de dólares
  • 38 – Benny Benassi – 15 milhões de dólares
  • 39 – Tom Griswold – 15 milhões de dólares
  • 40 – Diplo – 15 milhões de dólares
  • 41 – John R. Gambling – 15 milhões de dólares
  • 42 – Martin Garrix – 14 milhões de dólares
  • 43 – Sven Vath – 14 milhões de dólares
  • 44 – Jeffrey Sutorius – 13,5 milhões de dólares
  • 45 – Tim Westwood – 13 milhões de dólares
  • 46 – Gareth Emery – 13 milhões de dólares
  • 47 – Darude – 12 milhões de dólares
  • 48 – Aphex Twin - 12 milhões de dólares
  • 49 – Don Geronimo – 10 milhões de dólares
Publicado em Mix
Pág. 1 de 5
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.