Diretor Ivo Moreira  \  Periodicidade Semanal
Um estudo realizado por profissionais do Centro Hospitalar Lisboa Norte e que foi apresentado esta quinta-feira no congresso da Sociedade Portuguesa de Alcoologia, no Porto, concluiu que o confinamento imposto pela pandemia mudou os padrões de consumo de álcool em três de cada quatro utentes que estavam a ser seguidos na consulta de etilo-risco do Hospital de Santa Maria.
 
"Primeiro, as pessoas não tinham como comprar álcool, depois, começou a ser levado a casa pelas empresas de take-away. Mas, até aí, alguns doentes tiveram sintomas de privação e alguns necessitaram mesmo de internamento e apoio nas consultas para a privação que estavam a sentir, relativamente a esta [álcool] e outras dependências", explicou à Agência Lusa, Fátima Ismail, uma das coordenadoras do estudo, acrescentando que seria essencial que se fizesse um estudo ao consumo de álcool na população em geral.
 
"Se os dados indicam um aumento na venda de bebidas alcoólicas, alguém as está a consumir. Provavelmente, é a população a consumir em excesso e isso era importante perceber, pois pode trazer mais tarde problemas de saúde pública que se poderiam prevenir", acrescentou.
 
Este estudo avaliou 154 doentes e terá uma segunda parte para apurar se existiram alterações aos dados já apresentados.
 
À Lusa, Maria João Gonçalves, outra das coordenadoras do estudo, considerou que a área das dependências é "um pouco abandonada" e defende mais investigação.
 
"Há pouca gente a investir nas dependências e a considerar que é uma doença. As pessoas não consomem porque querem, há uma vulnerabilidade e isto precisa de ser abordado numa consulta especializada. Há muita carência de investigação na área das dependências em geral", afirmou Maria João Gonçalves, que é médica interna de formação específica de psiquiatria.
Publicado em Nightlife
Este ano o aniversário do DJ e produtor Pete Tha Zouk foi bastante especial. Através da plataforma de donativos disponibilizada pela rede social Facebook, o artista português realizou uma angariação de fundos bem sucedida onde foram recebidos cerca de 500 euros entretanto doados à conhecida Operação Nariz Vermelho que tem a sua intervenção nos serviços pediátricos de 17 hospitais portugueses.

"Fiquei muito feliz e surpreso com o excelente resultado" confessa Pete Tha Zouk à 100% DJ. O objetivo começou por ser 200 euros mas ao fim de poucas horas esse resultado já tinha sido atingido. Foi por isso que o DJ quis "elevar a fasquia até aos 500 euros".

O facto da Operação Nariz Vermelho ser uma instituição portuguesa que lida com crianças hospitalizadas, foi motivo suficiente para criar uma angariação de donativos, a coincidir com uma altura em que todos precisamos de todos. "Foram sempre contribuições singulares de 5 a 20 euros. Por muito ou pouco que dê, é quase um dever cívico nosso podermos contribuir para alguma coisa", conta o DJ algarvio.

No próximo dia 12 de junho, Pete Tha Zouk atuará em Ansião, distrito de Leiria, no Parque de Estacionamento do Estúdio 33, no evento "DRIVE IN" promovido pelo mágico Luís de Matos. Neste formato a música chegará ao público através de uma frequência de rádio. Os bilhetes estão à venda na Ticketline, sendo que o valor é por veículo.

"Luis de Matos DRIVE-IN" estreia a 5 de junho e é a resposta criativa, original e segura, num tempo de exceção que a todos obriga a pensar diferente.
 
Publicado em Artistas
O DJ e produtor Paul van Dyk sofreu uma aparatosa queda durante a sua atuação no festival A State Of Trance, na Holanda. O artista seguiu de imediato para o hospital, de helicóptero.
 
A atuação foi cancelada de imediato, incluindo a performance de vinil de Armin van Buuren, que se seguia a Paul van Dyk, em forma de respeito ao produtor alemão. O palco principal do festival, onde estava a decorrer a atuação do DJ de música trance, foi encerrado e o evento decorreu apenas nos palcos secundários até ao final da noite. “Ele é um dos heróis do A State Of Trance Festival e por isso vamos fechar o Maistage”, afirmou Armin van Buuren no evento.
 
Vários artistas de música eletrónica e fãs do artista encheram as redes sociais com reacções ao sucedido, incluindo palavras de força para o DJ alemão. Gareth Emery declarou que “o mundo da música trance” precisa de Paul van Dyk.
 
Thank you for the overwhelming show of love and support for Paul. As you know there was an accident last night causing...
 
A equipa de Paul van Dyk publicou um comunicado na página oficial de Facebook do artista a agradecer as demonstrações de amor e apoio ao artista, confirmando a sua presença no hospital e que mais detalhes acerca do acidente e dos sofrimentos causados a Paul van Dyk vão ser divulgados em breve.
 
{youtube}fQWgdvQGUSs{/youtube}
Publicado em Artistas
Dois participantes do Boom Festival morreram a caminho do Hospital de Castelo Branco e um terceiro está hospitalizado com sinais de estupefacientes no organismo, avança a SIC. 
 
Segundo a informação disponível, as duas vítimas mortais são de nacionalidade chinesa e holandesa e de sexo masculino. Ainda não se sabe se a morte foi provocada pelo consumo de droga. O ferido que está hospitalizado é da nacionalidade portuguesa e segundo adiantou o tenente-coronel Miranda à SIC Notícias, seria uma “mula”, ou seja, transportaria droga no organismo.
 
A vítima portuguesa está a ser assistida no Hospital de Castelo Branco e ainda não se sabe qual é o produto, nem as quantidades que teria no organismo. 
 
Para já não existem certezas sobre a ligação entre os dois incidentes. Segundo o tenente-coronel Miranda, o pedido de assistência aos dois participantes foi feito a partir do festival. As duas vítimas mortais faleceram quando estavam a chegar a Castelo Branco. 
 
O Boom Festival arrancou esta quinta-feira em Idanha-a-Nova e os seus participantes são sobretudo estrangeiros. O evento estava esgotado desde dezembro e os 33.333 bilhetes disponíveis foram vendidos em 34 dias.
 
 
Fonte: Observador.
Publicado em Festivais
sábado, 12 novembro 2016 17:52

Álvaro Costa internado após sofrer AVC

O locutor e divulgador cultural Álvaro Costa está internado desde o início da madrugada deste a madrugada desta sexta-feira no Hospital de Santo António, no Porto, após ter sofrido um acidente neurológico (AIT - acidente isquémico transitório, também conhecido por miniacidente vascular cerebral).
 
O comunicador, de 57 anos, que chegou no início desta semana dos Estados Unidos da América, deu entrada na unidade hospitalar com uma paralisia parcial do lado esquerdo.
 
O AIT consiste numa perturbação no funcionamento do cérebro, provocada por uma insuficiência temporária de fornecimento de sangue ao mesmo.
 
O apresentador do programa "Porto 3.0", emitido na Antena 3 e na RTP2, tem-se envolvido desde meados da década de 1980 em múltiplos projetos televisivos e radiofónicos, como "Via rápida", "Liga dos últimos" ou "Rádio Hollywood". É ainda DJ e comentador desportivo.
 
Fonte: Jornal de Notícias.
Publicado em Nightlife