16-09-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

×

Erro

[sigplus] Erro crítico: A pasta da galeria de imagens RockInRio/2016 deve ter um caminho relativo para a pasta base das imagens especificada na back-end.

[sigplus] Erro crítico: A pasta da galeria de imagens RockInRio/2016 deve ter um caminho relativo para a pasta base das imagens especificada na back-end.

O Rock in Rio esteve de volta ao Parque da Bela Vista, em Lisboa. Este ano a música eletrónica foi um dos grandes destaques do festival, que mais uma vez contava com um DJ internacional no Palco Mundo.
 
Avicii, Carl Cox, Carlos Manaça, DJ Vibe, Poppy, Dynamic Duo, Dan Maarten, Pedro Cazanova, Diego Miranda, Amanda Chang, Beatbombers e Alok foram alguns dos artistas de música de dança convidados para o festival de origem brasileira.
 
Este ano, o palco de música eletrónica alcançou uma grande procura, desde as pool parties ao final da tarde e até à madrugada do dia seguinte. Não houve cabeça de cartaz do Palco Mundo que fizesse esvaziar a pista de dança do Rock in Rio Lisboa. 
 
Passaram pelo Parque da Bela Vista 329 mil pessoas de mais de 15 países diferentes durante os cinco dias de festival. A edição de 2018 já foi confirmada pela organização e promete surpresas.
 

NOVIDADE NO PALCO ELETRÓNICO

Uma das grandes novidades da edição deste ano foram as pool parties do palco de música eletrónica, que decorreram entre as 18 e as 21 horas. Com um ambiente inspirado em Las Vegas, os festivaleiros foram convidados a experienciar uma verdadeira sunset party com direito a piscina.
Dynamic Duo, Poppy e Dan Maarten foram alguns dos artistas que deram música aos festivaleiros presentes na piscina do Rock in Rio Lisboa. No penúltimo dia Olga Ryazanova foi obrigada a cancelar a sua atuação devido a um atraso no voo e foi substituída por Paula Chalup.
 

OH YES! OH YES! CARL COX NO ROCK IN RIO

Uma das maiores lendas da música eletrónica mundial esteve presente no Rock in Rio Lisboa e encheu o recinto do palco eletrónico do festival. O line up da mesma noite era de luxo, com os ‘mestres’ nacionais Carlos Manaça e DJ Vibe.
Carl Cox foi recebido de braços abertos pelos seus ansiosos fãs portugueses. Em agosto, o DJ está de volta a Portugal, desta vez no festival NEOPOP em Viana no Castelo.
 

PORTUGAL E BRASIL DE MÃOS DADAS

O nosso país e o território carioca sempre estiveram juntos em todas as edições do Rock in Rio Lisboa e este ano não houve exceção. Além dos lusitanos Diego Miranda, Pedro Cazanova, Beatbombers, DJ Vibe e Carlos Manaça, o palco de música eletrónica do festival contou também com a presença dos brasileiros Alok e Amanda Chang.
 

UMA DAS ESTREIAS NO ROCK IN RIO

O DJ e produtor português Dan Maarten realizou a sua estreia no festival Rock in Rio Lisboa nas novas pool parties e considera que “é um reconhecimento do trabalho que tenho vindo a ter até agora. Claro que tocar num festival com esta envergadura é sempre um marco na carreira. Espero que daqui a dois anos esteja aqui outra vez e que abra portas para outras coisas”, confessou o artista ao Portal 100% DJ.
O seu mais recente single, “A Little Love”, já alcançou o Top 100 do Shazam por diversas vezes e está presente na banda sonora na nova novela da TVI intitulada de “Massa Fresca”. “Estou muito contente porque é o meu primeiro single a sério desde que eu tenho este projeto a solo e o feedback, na minha opinião, não poderia ser melhor”, afirmou Dan.
Para o futuro do seu projeto, referiu que já tem novas músicas a sair, como é o caso “Down On You”, revelado em primeira mão e em exclusivo ao Portal 100% DJ, uma colaboração com Alon que possivelmente verá a luz do dia ainda este verão. Em relação a uma colaboração de sonho, o artista afirmou que gostaria de trabalhar com Michael Calfan ou Jauzz mas “para já, a minha colaboração de sonho é comigo próprio, ter bons songwriters a trabalhar comigo, bons cantores e criar o meu caminho sem precisar de estar a colaborar com alguém”.
Sempre atento às novidades, Dan Maarten considera que Portugal está recheado de novos talentos no mundo da música eletrónica, como é o caso de Francisco Cunha e Zinko.
 

PRESENÇA ASSÍDUA NO FESTIVAL

O ‘mestre’ DJ Vibe é um dos artistas com presença assídua nos festivais Rock in Rio, seja em Lisboa, Las Vegas ou Brasil. Este ano, subiu ao palco antes de Carl Cox. 
Há dois anos atrás, Vibe ocupou a “aranha” eletrónica com um dos projetos mais importantes deste género musical em Portugal: “Os Underground Sound Of Lisbon”, com Rui da Silva, autores do clássico “So Get Up”. Sobre um possível regresso da dupla, Vibe respondeu que “nunca se sabe”, pois “o Rui vive em Londres e as coisas não são muito fáceis. (...) Não sei de hoje para amanhã, se poderá aparecer alguma coisa de novo” deste projeto.
Para o futuro, está previsto o lançamento de uma colaboração com Fauvrelle, intitulada de “Newtons” na editora de Dixon, bem como alguns temas originais durante este verão.
 

AVICII ENCERRA EDIÇÃO 2016

Foi a primeira e a última vez que Avicii esteve em Lisboa. Depois de anunciar a sua retirada das digressões, o DJ e produtor sueco esteve presente em Portugal para se despedir dos seus fãs, com uma atuação enérgica, repleta de efeitos visuais, pirotecnia, c02 e fogo. 
Durante o seu set, grande parte do catálogo musical incluiu alguns dos seus maiores êxitos como “I Could Be The One”, “Hey Brother”, “Seek Bromance”, “Addicted To You”, “Waiting For Love” e “Wake Me Up”. Depois de reproduzir temas de colegas como David Guetta, Blasterjaxx ou Sebastian Ingrosso, Avicii terminou a sua atuação em grande: com o hit “Levels” e no final a versão dubstep assinada por Skrillex, recheada de pirotecnia que levou o público ao rubro. A última atuação de Avicii vai ficar para sempre na memória das 47 mil pessoas e ficou registada pela SIC Radical. 
 
Confere aqui a lista de faixas reproduzidas por Avicii no Rock in Rio Lisboa e em baixo, a reportagem fotográfica de Jorge Afonso.
 
{gallery}RockInRio/2016{/gallery}
 
Publicado em Reportagens
A cidade de Lisboa parou no passado dia 12 de dezembro para assistir à cerimónia de entrega dos prémios do TOP 30 - 100% DJ de 2018 que decorreu na discoteca MOME (antigo Main). No evento, foram apresentadas as posições do TOP 30 de 2018 do Portal 100% DJ e entregues os troféus aos artistas presentes, com Kura a manter-se no primeiro lugar, seguido de Diego Miranda e KEVU no segundo e terceiro lugar, respetivamente. Foram ainda feitas duas distinções extras: o Prémio Carreira AIMEC a XL Garcia, escolhido pela redação do Portal 100% DJ; e o Prémio Talento AIMEC, entregue à dupla Alpha Heroes, servindo de estímulo para o trabalho a desenvolver nos próximos tempos.

Pelo sétimo ano consecutivo, o Portal 100% DJ premiou, em conjunto com todos os noctívagos que votaram, a dedicação, o esforço e o trabalho desenvolvido ao longo do ano por parte dos DJs e produtores nacionais, numa iniciativa única que muito tem contribuído não só para a indústria da música eletrónica como também para o desenvolvimento da carreira dos artistas. 

O evento contou com a apresentação do modelo e DJ Valter Carvalho, que conduziu todo o evento. A after party contou com o warm up de Pedro Orvalho e ainda a atuação de vários DJs e produtores que fazem parte do TOP 30 como Christian F, Steven Rod, Zinko e KEVU. 
 
Confere em baixo o TOP 30 de 2018.

1 - Kura
2 - Diego Miranda
3 - KEVU
4 - DJ Vibe
5 - Pete Tha Zouk
6 - Karetus
7 - Carlos Manaça
8 - DJ Ride
9 - Miss Sheila
10 - Overule
11 - Christian F
12 - Tom Enzy
13 - Club Banditz
14 - Djeff
15 - Pedro Carrilho
16 - Steven Rod
17 - Souza
18 - Francisco Cunha
19 - Zinko
20 - Branko
21 - Kamala
22 - Mauro Barros
23 - Ben Ambergen
24 - Von Di Carlo
25 - Kaiser-T
26 - Sunlize
27 - Mello
28 - Prilho
29 - Meith
30 - Vendark
Prémio Talento AIMEC - Alpha Heroes
Prémio Carreira AIMEC - XL Garcia
Publicado em 100% DJ
Já falta pouco menos de um mês para um dos maiores espetáculos de música eletrónica do ano. A nova tour do nº1, segundo a revista DJ Mag, “I Am Hardwell – United We Are” tem data marcada em Lisboa, no MEO Arena, no próximo dia 7 de março, desta vez com uma vertente solidária.
 
Para quem adquirir o bilhete para o espetáculo de Hardwell, está automaticamente a contribuir com 50 cêntimos para a organização DANCE4LIFE. Este projeto de solidariedade é apoiado por Robert e tem como objetivo principal o combate à SIDA nos jovens a nível mundial, através da educação, música e dança.
 
Hardwell é embaixador desta organização de solidariedade há quase um ano, em conjunto com a ALDA Events. A DANCE4LIFE existe desde 2004 e já chegou a mais de 1 milhão e meio de jovens.
 
Os bilhetes para o espetáculo de Lisboa estão à venda na Blueticket e nos locais habituais, com preços desde os 25,50 até aos 50,50 euros.
 
As empresas Comboios de Portugal e a Slide In uniram-se para disponibilizar as melhores opções de transporte dos fãs de Hardwell até Lisboa, no dia 7 de março.
 
A CP criou um comboio especial Intercidades, que parte da estação da capital portuguesa no Oriente, na madrugada do dia 8, às 3h30, após o espetáculo. Este comboio fará paragens nas estações de Santarém, Entroncamento, Pombal, Coimbra B, Aveiro, Espinho, Gaia e Porto Campanhã. Existem também descontos jovens de 25% em todos os serviços e desconto para família e amigos de 50% em Alfa Pendular e Intercidades. Os bilhetes podem ser adquiridos na Bilheteira Online, Linha de Atendimento, bilheteiras CP, Agencias de Viagens e no Multibanco.
 
A Slide In criou autocarros que irão percorrer várias cidades do país até Lisboa, incluindo ainda a viagem de regresso. O preço pode incluir o bilhete para o espetáculo na plateia em pé e estão disponíveis na página de Facebook da Slide In Travel. A chegada ao MEO Arena está prevista para as 19 horas.
 
Publicado em Eventos
O segundo semestre do Musicbox será marcado pela continuidade das grandes apostas programáticas da casa e pelo lançamento de novas rúbricas que refletem a atualidade da música nacional e internacional. Future Islands, Men Eater, Shabazz Palaces, Sleepy Sun, Glass Animals, Capitão Fausto, Tim Hecker, Peter Broderick e Taylor Mcferrin são alguns dos nomes a passarem pelo Cais do Sodré nos próximos meses.
 
Em setembro arranque da primeira edição do Rock Monster, um mini festival de três dias dedicado a mostrar alguns dos nomes que marcam o género no panorama nacional. O regresso dos Men Eater, os novos trabalhos de Hills Have Eyes e Dreamweapon e as atuações de The Quartet of Woah, 10 000 Mil Russos e Kilimanjaro completam o cartaz do evento a ter lugar entre 18 e 20 de setembro.
 
No arranque do mês a estreia nacional, e europeia, de "Maui Tears" o novo registo dos americanos Sleepy Sun (11 de setembro), o regresso às paisagens da world-bass com a dupla holandesa Umoja no Baile Tropicante de 13 de setembro e o regresso aos concertos em Lisboa de Capitão Fausto (27 de setembro). 
 
No universo das novas apostas destaque aos japoneses Kufuki (17 de setembro) e a sua sonoridade que bebe da música do mundo, e o lançamento do primeiro disco de Tocha Pestana (26 de setembro), a dupla que tem misturado o humor à eletrónica dos 70, ao hard rock, o techno dos 80, ao metal e à música popular portuguesa.
 
No campo das artes plásticas, o Musicbox inaugura, a 25 de setembro, uma instalação do artista Pedro Matos, que prevê acionar seis diferentes pontos da sala - dando continuidade à sua prática que questiona as qualidades efémeras e decadentes presentes tanto na paisagem urbana, em gestos coletivos inconscientes feitos pela mão humana, e nas mais puras formas da natureza.
 
A continuidade das apostas e parcerias de clubbing tem como destaques para o mês nove do ano as noites "Experimentbox" que todas as quartas criam espaço para a afirmação de novos valores e produtores nacionais. A música de dança de hoje, produzida em Lisboa, nos guettos, e transformada mensalidade chega a 6 de setembro. A começar à uma da manhã a Noite Principe contará com as presenças de Puto Andersson, DJ Lilocox & DJ Maboku e do colectivo Blacksea Não Maya. A 11 de setembro, Rui Estevão e Magazino transportam o Sala das Bicas das Antenas da 3 para a pista de pedra do Cais do Sodré, numa noite de clubbing que contará com uma participação especial de Mr. Herbert Quain, encarregue de misturar uma música de The Legendary Tigerman. A Thug Unicorn de 12 de setembro, o 1º aniversário da editora Golden Mist Records, a 25 do mês, e a versão dançante do Casa Cláudia, com Cláudia Duarte e Mr. Mitsuhirato, a 27, completam o cardápio de escolhas a horas mais tardias.
Publicado em Nightlife
segunda, 29 junho 2015 18:15

Incêndio deflagra na discoteca Main

 

A discoteca Main, uma das mais famosas de Lisboa, sofreu um pequeno foco de incêndio no passado sábado, dia 27 de junho, pelas 07h00. Os proprietários do espaço noturno publicaram um comunicado oficial na página oficial de Facebook do Main, revelando que a discoteca voltará a abrir “no final de setembro”.
 
Até ao momento são desconhecidas as causas do incêndio que deflagrou na área de serviços do último piso, “aguardando-se o relatório dos Bombeiros e a avaliação dos estragos”. O foco de incêndio aconteceu “já com a discoteca vazia, apenas com o pessoal do staff”, (...) “que teve a intervenção pronta dos Bombeiros Sapadores de Lisboa, chamados ao local.
 
Entretanto, todas as festas marcada para o Main foram transferidas para o mais recente club do grupo, o Böoks em Alcântara.
 
 
Publicado em Nightlife
O Rock in Rio Lisboa associa-se às instituições Re-food e Dariacordar numa iniciativa pioneira contra o desperdício e a gestão das sobras alimentares. Durante os 5 dias do evento (25 e 26 de maio, 1, 2 e 3 de junho) a Dariacordar e a Re-food vão recolher as refeições não utilizadas na Cidade do Rock e encaminhá-las para famílias carencidadas, através de instituições de solidariedade locais.

A Re-food irá recolher todas as sobras alimentares dos bares oficiais do evento e de todos os stands alimentares das marcas presentes na Cidade do Rock e a Dariacordar irá juntar todas as refeições excedentes do catering da Área VIP e do catering da equipa de produção.

De modo a assegurar que estes alimentos chegam a quem mais precisa e em perfeitas condições a seleção das instituições que irão receber e encaminhar as refeições será feita pela Junta de Freguesia de Marvila e ambas as organizações seguem os critérios de exigência da ASAE. As refeições serão recolhidas assim que os stands e os caterings da Área VIP e da equipa encerrem e serão entregues a tempo de serem consumidas no almoço do dia seguinte à recolha.

O projeto da Re-Food4Good - Aproveitar para Alimentar consiste em resgatar alimentos em perfeito estado de conservação e entregar o mais rápido possível a quem precisa. A equipa envolvida atua localmente com baixa pegada carbónica, visto que a recolha de alimentos é feita com bicicletas, por uma equipa de voluntários.
A organização tem como objetivo espalhar os benefícios da iniciativa e influenciar a consciência e o comportamento humano, procurando que o “re-fooding” se torne uma prática universal.

No Rock in Rio-Lisboa 2012 o objetivo é combater o desperdício alimentar e a fome recolhendo os excedentes alimentares pelos vários stands.
 

A Dariacordar - Associação contra o desperdício é uma associação sem fins lucrativos contra o desperdício alimentar. O seu objetivo é combater o desperdício, seja qual for a sua natureza e tipo, procurando captar excedentes e competências ainda suscetíveis de (re) utilização, onde estes possam existir, promovendo e dinamizando a sua subsequente distribuição, reutilização e otimização.

A associação iniciou um movimento intitulado Zero Desperdício (www.zerodesperdicio.pt), uma solução encontrada para ajudar portugueses em dificuldades, através da qual se pretende “acordar” as pessoas e as instituições para a realidade, despertando ações comunitárias de boa vizinhança e de solidariedade. Procuram igualmente encaminhar adequadamente os desperdícios contribuindo para o “Carbono Zero” e para um planeta mais saudável.
 
Publicado em Rock in Rio
segunda, 10 setembro 2018 12:02

Len Faki estreia-se em Lisboa com a LX Music

A produtora portuguesa LX Music vai trazer Len Faki pela primeira vez a Lisboa, no próximo dia 15 de setembro, na FIL. Ao todo, serão 12 horas de música com 14 artistas no cartaz divididos por dois palcos.
 
Len Faki é um dos grandes nomes do techno internacional, proprietário da editora Figure e ainda um dos DJs residentes do Berghain desde 2004. Sigha, Steve Menta, Midinoize, A Thousand Details e Trigger também fazem parte do line-up do palco principal.
 
No palco secundário do evento poderás contar com as atuações de Boltzman, Francisca Urbano, Joel Campos, DJ Myro, Pete Naz, RED-B, RUOD-Rik, Tilikum e Xima.
 
Os bilhetes já estão disponíveis através dos embaixadores, Xceed, Resident Advisor e Festicket entre os 20 e os 100 euros.
 
Publicado em Eventos
A 8ª edição portuguesa do festival está quase a chegar e a organização divulgou hoje os horários de todas as atuações nos respetivos palcos. O Rock in Rio Lisboa regressa à ao Parque da Bela Vista nos dias 23, 24, 29 e 30 de junho.
 
Este ano o festival conta com 14 horas de entretenimento diárias, com o recinto a abrir portas pelas 12h00 e com encerramento marcado para as 02h00. O dia 24 de junho, que conta com Bruno Mars, Demi Lovato, Anitta, Agir, DJ Kamala, Mishlawi, Dillaz, Dupa Squad, HMB, entre outros, já se encontra esgotado.
 
Nos outros dias do Rock in Rio, podes ainda contar com as atuações de The Chemical Brothers, DJ Vibe, Moullinex, Revenge of the 90s, Vintage Culture, Diego Miranda, Karetus, entre muitos outros.
 
Os bilhetes encontram-se à venda nos locais habituais com preços entre os 69 e os 117 euros.
 
Confere abaixo os horários:
 
 
 
Publicado em Rock in Rio
sexta, 10 setembro 2010 15:15

Billy Dalessandro de volta a Portugal

Billy Dalessandro é um dos maiores responsáveis pela renovação do techno de Chicago. Movendo-se entre o techno e house minimal, confere às suas produções uma sonoridade futurista, assente em fortes linhas de baixo e com um apelo irresistível à dança.

Notabilizou-se na Europa pelos trabalhos editados pela Force Inc. e Resopal mas também pelos seus temas terem sido inseridos em compilações de John Digweed, Marco Carola ou Expander. Na Soniculture tem-se vindo a afirmar como uma certeza no campo inovador da música de dança e as suas actuações ao vivo têm gerado um reconhecimento cada vez maior em solo europeu, sendo hoje um dos mais destacados produtores americanos de techno-house.

Billy Dalessandro acaba de editar o seu novo EP na Soniculture. Com os temas "Water to Wine" e "Neuron Hunter", volta a mostrar a sua criatividade. Contém ainda uma remistura de Expander & Thinkfreak e encontra-se à venda nas lojas da especialidade.

Vai estar no Sábado, 11 de Setembro no Op Art em Lisboa juntamente com os DJ's Expander e David Rodrigues.
Publicado em Artistas
Pela primeira vez o nosso país vai receber o conceito Elrow, evento de música de eletrónica com um espetáculo único, no próximo dia 3 de março, no Centro de Congressos de Lisboa.
 
No cartaz da festa já estão confirmados grandes nomes como Paco Osuna, Paul Ritch, Toni Varga, Tini Gessler, Frank Maurel, John E, Glove, D-9, Panchito, Guz, Another Joseph, Klashtech, Matteo Gatti, Myro, Pedro Vasconcelos, Vision & Gudfellaz, White Noise, Ziko & Luis Sousinha e 2Break.
 
Este conceito nasceu em Viladecans, perto de Barcelona, mas já se internacionalizou em diversos festivais e em cidades como Nova Iorque, Ibiza, Istambul ou Amesterdão. O tema do evento, Psychedelic Trip, é inspirado no movimento hippy dos anos 60 com o objetivo de celebrar o amor e união, ao lado de uma decoração e performances da época.
 
Os bilhetes já se encontram à venda a partir de 30 euros nos locais habituais.
 
Publicado em Eventos
Pág. 1 de 40
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.

Este site utiliza cookies. Ao navegares neste site estás a consentir a sua utilização. Para mais informações consulta a nossa Política de Privacidade.