24-05-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

O interesse do Twitter no Soundcloud já dura há dois anos, mas agora a rede social acaba de investir 70 milhões de dólares na plataforma de música. Segundo o website Recode, este investimento é apenas uma pequena parte do negócio, que poderá chegar aos 100 milhões de dólares.

 

O Soundcloud vale neste momento 700 milhões de dólares e com este investimento feito por parte do Twitter, a rede social fica com cerca de 10% da plataforma musical.

 

Ainda não está esclarecido o objetivo principal deste investimento, feito no início deste ano, mas o negócio já foi confirmado por Jack Dorsey, CEO do Twitter.

Publicado em Mix
O Spotify recusa-se a apagar playlists criadas por utilizadores com alinhamentos exatamente iguais aos das compilações criadas pela Ministry of Sound. A acusação é feita pela editora londrina, que na segunda-feira interpôs uma ação judicial contra a plataforma de música.
 
O caso deverá fazer jurisprudência. Os 24 milhões de utilizadores que o Spotify tem atualmente, criaram desde o lançamento deste serviço de música online, em 2008, mais de mil milhões de playlists. É uma funcionalidade popular para reunir e partilhar conjuntos de canções com amigos - que também podem participar na construção dos alinhamentos - ou, nos casos de alguns sites, com leitores.
 
À escolha existem mais de 20 milhões de temas (dados de Dezembro de 2012), devidamente licenciados, que os utilizadores podem ouvir ou compilar. Entre eles estão os temas usados nas compilações da Ministry of Sound, que apenas detém os direitos para os editar em formato disco (físico ou digital) mas não para streaming
 
A Ministry of Sound, marca associada a uma discoteca de Londres com o mesmo nome, aceita essa contingência como uma dificuldade criada pela transformação da indústria da música no tempo da Internet. O que a deixa a lutar pelo que sobra - a curadoria. A editora defende que esse trabalho intelectual também deve estar protegido pela lei dos direitos de autor.
 
"O que fazemos é mais do que agrupar temas: há muita pesquisa na criação das nossas compilações e propriedade intelectual envolvida nisso. Não é apropriado que alguém faça corta-e-cola com elas", argumenta o presidente executivo da Ministry of Sound, Lohan Presencer, em declarações ao "Guardian", que deu a notícia do processo à imprensa.
 
A editora londrina - que se dedica à música de dança e já vendeu mais de 50 milhões de discos nos últimos 20 anos - exige na ação judicial que as playlists sejam apagadas, que o Spotify bloqueie de forma permanente a possibilidade de os seus alinhamentos voltarem a ser copiados e ainda uma indeminização que a compense por danos e custos com o processo.
 
O diário britânico lembra que, em 2010, houve um caso idêntico no Reino Unido, envolvendo as ligas de futebol inglesa e escocesa. Na altura, o Tribunal Superior deu razões a estes dois representantes dos clubes britânicos, que pretendia que os seus calendários (ordem dos jogos) fossem protegidos pela lei dos direitos de autor. Mas a decisão foi revertida na sequência de um recurso. No setor da música, é o primeiro caso a chegar à justiça.
 
Fonte: P3.
 
Publicado em Mix

 

Com o objetivo de celebrar o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, o Spotify divulgou a lista das músicas mais ouvidas pelos portugueses.
 
A listagem está dividida por regiões, mas poucas são as alterações encontradas e algumas músicas eletrónicas estão presentes nas mesmas. O Spotify conclui ainda que os portugueses ouvem mais música entre as 16 e as 18 horas.
 
Avicii, Jack U, Kygo e Major Lazer são alguns dos artistas que fazem parte da lista divulgada pelo Spotify.
 
Confere abaixo as tabelas:
 
Aveiro:
  • 1 – Wiz Khalifa feat. Charlie Putch – See You Again
  • 2 – Major Lazer feat. MO & DJ Snake – Lean On
  • 3 – OMI – Cheerleader (Félix Jaehn Remix Radio Edit)
  • 4 – Kygo – Firestone
  • 5 – Bruno Mars feat. Mark Ronson – Uptown Funk
  • 6 - James Bay – Hold Back The River
  • 7 - Ellie Goulding - Love Me Like You Do
  • 8 - Hozier – Take Me To Church
  • 9 – Jack U feat. Justin Bieber – Where Are U Now
  • 10 - 10 – Rihanna feat. Kanye West & Paul McCartney – FourFiveSeconds
 
Beja:
  • 1 – Wiz Khalifa feat. Charlie Putch – See You Again
  • 2 – Major Lazer feat. MO & DJ Snake – Lean On
  • 3 – OMI – Cheerleader (Félix Jaehn Remix Radio Edit)
  • 4 – Kygo – Firestone
  • 5 – Bruno Mars feat. Mark Ronson – Uptown Funk
  • 6 – Carlão – Os Tais
  • 7 – Diogo Piçarra – Tu e Eu
  • 8 - James Bay – Hold Back The River
  • 9 - Ellie Goulding - Love Me Like You Do
  • 10 - Hozier – Take Me To Church
 
Braga:
  • 1 – Wiz Khalifa feat. Charlie Putch – See You Again
  • 2 – Major Lazer feat. MO & DJ Snake – Lean On
  • 3 – OMI – Cheerleader (Félix Jaehn Remix Radio Edit)
  • 4 – Kygo – Firestone
  • 5 – Bruno Mars feat. Mark Ronson – Uptown Funk
  • 6 – Ellie Goulding - Love Me Like You Do
  • 7 – Hozier – Take Me To Church
  • 8 – James Bay – Hold Back The River
  • 9 – Ed Sheeran – Thinking Out Loud
  • 10 – Rihanna feat. Kanye West & Paul McCartney – FourFiveSeconds
 
Coimbra:
  • 1 – Wiz Khalifa feat. Charlie Putch – See You Again
  • 2 – Major Lazer feat. MO & DJ Snake – Lean On
  • 3 – OMI – Cheerleader (Félix Jaehn Remix Radio Edit)
  • 4 – Kygo – Firestone
  • 5 – Bruno Mars feat. Mark Ronson – Uptown Funk
  • 6 – Ellie Goulding - Love Me Like You Do
  • 7 - James Bay – Hold Back The River
  • 8 - Hozier – Take Me To Church
  • 9 - Jack U feat. Justin Bieber – Where Are U Now
  • 10 – Avicii – The Nights
 
Faro:
  • 1 – Wiz Khalifa feat. Charlie Putch – See You Again
  • 2 – Major Lazer feat. MO & DJ Snake – Lean On
  • 3 - Rihanna feat. Kanye West & Paul McCartney – FourFiveSeconds
  • 4 - OMI – Cheerleader (Félix Jaehn Remix Radio Edit)
  • 5 - Kygo – Firestone
  • 6 - Hozier – Take Me To Church
  • 7 - Ellie Goulding - Love Me Like You Do
  • 8 - Bruno Mars feat. Mark Ronson – Uptown Funk
  • 9 - Ed Sheeran – Thinking Out Loud
  • 10 - Jack U feat. Justin Bieber – Where Are U Now
 
Leiria:
  • 1 – Wiz Khalifa feat. Charlie Putch – See You Again
  • 2 – Major Lazer feat. MO & DJ Snake – Lean On
  • 3 - Kygo – Firestone
  • 4 - OMI – Cheerleader (Félix Jaehn Remix Radio Edit)
  • 5 - Ellie Goulding - Love Me Like You Do
  • 6 - James Bay – Hold Back The River
  • 7 - Bruno Mars feat. Mark Ronson – Uptown Funk
  • 8 - Hozier – Take Me To Church
  • 9 - Rihanna feat. Kanye West & Paul McCartney – FourFiveSeconds
  • 10 - Jack U feat. Justin Bieber – Where Are U Now
 
Lisboa:
  • 1 – Wiz Khalifa feat. Charlie Putch – See You Again
  • 2 – Major Lazer feat. MO & DJ Snake – Lean On
  • 3 – OMI – Cheerleader (Félix Jaehn Remix Radio Edit)
  • 4 – Kygo – Firestone
  • 5 - Bruno Mars feat. Mark Ronson – Uptown Funk
  • 6 - Ellie Goulding - Love Me Like You Do
  • 7 - Hozier – Take Me To Church
  • 8 - Ed Sheeran – Thinking Out Loud
  • 9 - James Bay – Hold Back The River
  • 10 - Rihanna feat. Kanye West & Paul McCartney – FourFiveSeconds
 
Porto:
  • 1 – Wiz Khalifa feat. Charlie Putch – See You Again
  • 2 – Major Lazer feat. MO & DJ Snake – Lean On
  • 3 – OMI – Cheerleader (Félix Jaehn Remix Radio Edit)
  • 4 – Kygo – Firestone
  • 5 – Bruno Mars feat. Mark Ronson – Uptown Funk
  • 6 – Ellie Goulding - Love Me Like You Do
  • 7 – Hozier – Take Me To Church
  • 8 - Ed Sheeran – Thinking Out Loud
  • 9 - James Bay – Hold Back The River
  • 10 – Rihanna feat. Kanye West & Paul McCartney – FourFiveSeconds
 
Publicado em Mix
A forma como as pessoas ouvem, partilham e gerem os ficheiros musicais, sofreu, nos últimos anos uma grande revolução, e a aplicação Shazam veio também contribuir para tal. Com mais de 35 milhões de utilizadores registados, esta aplicação distingue-se por tornar os telemóveis nos melhores amigos dos melómanos que pretendem estar a par de todas as novidades.
Com um simples clique, a Shazam reconhece música e conteúdos multimédia em reprodução à volta do telemóvel e em apenas 10 segundos, ter-se-á a resposta traduzida num 'tag'.
 
Recentemente a empresa publicou a listagem dos temas que obtiveram mais “tags” neste ano. O hit de Avicii "Wake Me Up" foi procurado por cerca de 14,7 milhões de pessoas em todo o mundo.
 
Porém o tema com mais 'tags' foi "Blurred Lines" de Robin Thicke, recebendo um total de 17,8 milhões de procuras.
 
Confere a listagem em baixo.
 
1 - Robin Thicke – Blurred Lines
2 - Avicii – Wake Me Up
3 - Macklemore & Ryan Lewis – Thrift Shop
4 - Macklemore & Ryan Lewis – Can´t Hold Us
5 - P!NK – Just Give Me A Reason
6 - Daft Punk – Get Lucky
7 - Rihanna – Stay
8 - Lorde – Royals
9 - Passenger – Let Her Go
10 - Will.I.Am – Scream & Shout
 
Importa também recordar que em 2012, a plataforma Shazam se aliou ao Beatport cruzando cerca de um milhão e meio de temas eletrónicos. Desta forma este ano o Top eletrónico com mais tags é:
 
1 - Avicii – Wake Me Up
2 - Daft Punk  – Get Lucky
3 - Lana Del Rey & Cedric Gervais – Summertime Sadness
4 - Calvin Harris – I Need Your Love
5 - Krewella – Alive
6 - Swedish House Mafia – Don´t You Worry Child
7 - David Guetta – Play Hard
8 - Zedd – Clarity
9 - Calvin Harris – Sweet Nothing
10 - Martin Garrix Animals
 
E tu, qual foi a que «taggaste» mais?
 
Publicado em Mix
Está comprovado que a música certa consegue levar as pessoas a esforçarem-se mais e melhor no ginásio. Uma lista motivadora de músicas e será mais fácil manter essas resoluções de ano novo, diz o Spotify, o serviço de streaming de música online que recentemente passou a ser gratuito no telemóvel.
 
Para encontrar a playlist perfeita para o ginásio, o Spotify analisou 6,7 milhões de listas criadas para o exercício e consultou um especialista em Psicologia de Desporto da Universidade de Brunel, em Londres, Costas Karageorghis.
 
"Quando sincronizamos os nossos movimentos com o ritmo da música, isto aumenta a intensidade do nosso exercício à medida que o cérebro vai ouvindo um ou dois BPM além da nossa zona de conforto - isto aumenta o esforço físico com a característica de que a diferença de esforço será quase imperceptível", explica o especialista. A playlist resultante é baseada na popularidade global das músicas e no seu ritmo, estilo e conteúdo lírico.
 
O resultado é a playlist "Ultimate Workout" do Spotify, que engloba faixas de aquecimento, trabalho e relaxamento:
 
1. Roar - Katy Perry 
2. Talk Dirty - Jason Derulo ft 2 Chainz 
3. Skip To The Good Bit - Rizzle Kicks 
4. Get Lucky - Daft Punk ft Pharrel Williams 
5. Move - Little Mix 
6. Need U 100% - Duke Dumont ft A*M*E
7. You Make Me - Avicii
 
 
8. Feel My Rhythm - Viralites 
9. Timber - Pitbull ft Ke$ha 
10. Applause - Lady Gaga 
11. Can't hold us - Macklemore & Ryan Lewis
12. Happy - Pharrell Williams
13. The Monster - Eminm & Rihanna
14. Love me again - John Newman
 
 
15. Get down - Groove Armada & Stush
16. #thatPOWER - will.i.am & Justin Timberlake
17. It's my party - Jessie J. 
18. Play Hard feat. Ne-Yo & Akon - David Guetta
 
 
19. Burn - Ellie Goulding
20. Royals - Lorde
 
Em Portugal os dados do Spotify indicam que as mulheres preferem ir ao ginásio de manhã, enquanto que os homens optam pela hora de almoço, e este é o top de músicas que ouvem:
 
1. Leaving You (Radio Edit) Audiene Michael S.
 
 
2. From Nowhere - Live At Spotify Offices - Dan Croll 
3. Do It - Pitbull 
4. The Best Thing (That Never Happened) - We Are The In Crowd 
5. Evolved - Sex Ray Vision
 
 
6. Masquerade - Nicki Minaj 
7. Nice To Meet You - Forever The Sickest Kids 8. The Monster - Eminem 
9. United Kids of the World - Headhunterz 
10. Tonight Is The Night - Outasight
 
Publicado em Mix
Depois de anunciar que muito em breve estará de regresso ao selo holandês Spinnin Records e com um tema tocado no passado fim-de-semana no Mainstage do Ultra Music Festival, o DJ e produtor português Pedro Carrilho remistura agora um dos mais emblemáticos músicos jamaicanos de sempre: Shaggy. O tema intitula-se "Own The Night" e nele participam também Nicola Fasano e Honorebel. 

"Achei o tema original bastante catchy e decidi dar-lhe uma roupagem mais club e festivaleira, de forma a poder enquadrar-se nos meus DJ sets. O Nicola Fasano adorou o resultado e foi rapidamente assinada como remistura oficial. Na fase de promos tivemos ótima recetividade por parte de DJs e diversas rádios um pouco por todo o mundo. Estou muito satisfeito com o feedback até agora!" conta Pedro Carrilho, que atualmente ocupa a posição número 15 do TOP 30 - 100% DJ.

Esta nova remix está disponível nas plataformas Spotify, Beatport e iTunes, pela Route75 Recordings.
 
Publicado em Música
segunda, 20 agosto 2012 23:41

Ballantine's transforma sabores em música

A Ballantine's decidiu avançar em colaboração com um grupo de cientistas e um DJ, com uma experiência inovadora. O objetivo é transformar o sabor do Ballantine's Finest em música. A iniciativa pioneira pretendeu mostrar como alguns dos principais sabores encontrados em cada trago podiam ser transformados em ritmo e batidas para criar diferentes tipos de música.

Os especialistas em tecnologia da The Robin Collective (pioneiros no estudo de sabores) juntaram-se à cientista Carla Valentine para transformar cada sabor de Ballantine's Finest em respostas que o DJ Joe Berditch transformou em ritmo e batidas como parte do seu set.

"Cada um de nós tem cerca de 10.000 papilas gustativas na língua e por isso todos saboreamos de maneiras diferentes. Queríamos ver como um corpo reage a estes sabores e como essas reações podem ser transformadas em batidas para mix’s musicais individuais", explicou a cientista Carla Valentine.

Na experiência cada sabor foi testado em separado e posteriormente foram criadas faixas musicais para cada um deles.

"O paladar de Ballantine's Finest é incrivelmente complexo, suave e com múltiplos sabores que se vão revelando. Baunilha, maçã vermelha suave e chocolate de leite são as notas que imediatamente se destacam, sabores que foram a base para a nossa experiência única", referiu Sandy Hyslop, Master Blender da Ballantine’s.

A experiência concluiu que o sabor da maça criou um ritmo destacado e com uma suspensão entre as notas, por seu lado a baunilha abrandou o batimento porque por norma remete para recordações de infância. Por fim, o chocolate acrescentou uma linha mais intensa para o conjunto que se refletiu no ritmo.
 
Publicado em Marcas
O Twitter lançou o #music, um serviço que recomenda música com base nos artistas e nos gostos das outras pessoas que o utilizador segue, e que mostra as músicas mais populares na rede social.
 
Apresentado oficialmente nesta quinta-feira, a empresa diz que o #music está disponível nos EUA, Canadá, Reino Unido, Irlanda, Austrália e Nova Zelândia – mas a versão na web do serviço está acessível a utilizadores a partir de Portugal. Naqueles países, é ainda possível descarregar a aplicação para iPhone. O Twitter refere que em breve a aplicação chegará aos Android e a outros países.
 
O #music pode ser integrado com a loja iTunes e também com os serviços de música Spotify e Rdio para que o utilizador possa ouvir os temas musicais. Ao escolher uma canção, o #music toca a amostra que a loja da Apple disponibiliza gratuitamente, bem como um botão que encaminha o utilizador para o iTunes, onde pode a comprar.
 
O utilizador pode escolher ver as músicas mais populares, os "talentos escondidos", os artistas que siga, a música que está a ser ouvida pelas pessoas que segue e sugestões de músicos.
Publicado em Mix
Depois de em 2018 terem lançado o primeiro álbum de originais "Favela Rave", os Putzgrilla regressam com o single "Tá Controlado", juntando-se novamente aos Supa Squad e pela primeira vez a Vado Más Ki Ás, um dos mais promissores nomes do Rap português com raízes cabo-verdianas, que já pisou palcos tão importantes como o Musa ou o Festival Iminente.

"Tá Controlado" é um single feito a pensar no público e especialmente projetado para ser um hino das viagens de finalistas que se aproximam. À sonoridade rave, típica dos Putzgrilla, juntam-se as influências Afro, Funk, Trap e Dancehall, criando uma autêntica bomba para as pistas e festivais.

Os Putzgrilla são já um nome incontornável do panorama português tendo feito colaborações com diversos artistas como Virgul, 9 Miller ou Kranium, acumulando mais de 10 milhões de visualizações no seu canal de Youtube.

Publicado em Música
A música é capaz de provocar as mais fortes sensações e uma das mais fascinantes é descrita por algumas pessoas como um "orgasmo da pele". Escreve a BBC que esse "orgasmo" carateriza-se por arrepios ou formigueiros que percorrem o corpo e são provocados por algumas músicas.
 
Psyche Loui, violinista e pianista, além de ser psicóloga e investigadora de neurologia, conta à estação britânica que teve esta sensação quando ouviu o Concerto No. 2 para piano de Rachmaninov. No entanto, existem uma série de outras músicas com as quais isso pode acontecer.
 
Normalmente o nosso corpo apenas reage de forma tão intensa em situações que possam garantir ou ameaçar a nossa sobrevivência - a comida pode fazê-lo, bem como o ato sexual. Ou até um assustador passeio numa montanha russa. Mas o ato de ouvir música não parece encaixar em nenhuma dessas categorias.
 
Tal como aconteceu com Loui, muitas pessoas são capazes de distinguir o que lhes provoca essas sensações. Assim, através desses relatos, a psicóloga e violinista foi capaz de perceber quais são as caraterísticas das músicas que mais facilmente podem desencadear estas sensações. Por exemplo, mudanças na harmonia, saltos dinâmicos na melodia e notas dissonantes que chocam com a melodia principal estão entre os "culpados".
 
No youtube existe uma playlist com músicas que podem criar "orgasmos da pele". Entre outros, encontram-se músicas de Adele, Céline Dion e Oasis.
 
A investigadora acredita que um dos principais responsáveis por esta sensação é a forma como o nosso cérebro lida com as expetativas. Se a música for muito convencional não vai captar a nossa atenção, mas se for um registo muito fora do comum, o cérebro interpretará o som como ruído. Por isso, uma música que nos cause um "orgasmo" deve estar algures entre a familiaridade e o incomum.
 
A antecipação e a resolução das nossas expetativas provoca a liberação de dopamina, um neurotransmissor, que age em duas regiões-chave do cérebro pouco antes e logo após o "orgasmo". Este é o mesmo químico que é libertado no corpo quando uma pessoa está sob o efeito de drogas ou quando tem relações sexuais.
 
Esta investigação pode assim ajudar a explicar o facto de considerarmos algumas músicas "viciantes". Quando mais familiarizados estamos com uma música mais intensas podem ser as sensações de orgasmo, uma vez que ultrapassado a surpresa acabamos por condicionar a emoção que obtivemos com aquela música.
 
"As nossas experiências autobiográficas interagem com os dispositivos musicais para que todos encontremos uma diferente parte da música recompensadora", afirmou a artista à BBC.
 
Publicado em Mix
Pág. 1 de 10
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.