06-04-2020

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 106

Cerca de 80 indivíduos envolveram-se em confrontos junto à discoteca La Movida, na zona industrial do Porto, pelas 5:30 da madrugada deste sábado. Segundo fonte policial, na origem da rixa terá estado um desentendimento entre dois clientes, ainda no interior do estabelecimento, alegadamente por causa de uma rapariga.
 
Segundo noticia o Jornal de Notícias, os seguranças conduziram os dois envolvidos no incidente ao exterior e foi lá que cerca de 80 indivíduos se envolveram em confrontos. 
 
A PSP só terá sido chamada ao local mais de uma hora depois do incidente, altura em que já estava a ser prestada ajuda a um jovem de 21 anos, com ferimentos graves. A vítima está agora internada na Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital de Santo António, no Porto.
 
A fonte policial indicou ainda que além de não terem sido efetuadas detenções, também nos confrontos não terão sido usadas armas, porém registou-se ainda um outro ferido ligeiro.
Publicado em Nightlife
terça, 22 junho 2010 19:46

Baile Electrónico em noite de S. João

Os Jardins do Palácio de Cristal, vão ser palco privilegiado da mistura entre a música electrónica e uma das vistas mais bonitas do Porto, numa noite ainda mais especial - A Noite de S. João.
É amanhã, 23 de Junho, que o Jameson Baile Electrónico fará a diferença nesta noite em que o Porto não dorme. Este será também um dos melhores spots do Porto para ver o tradicional fogo de artifício no Douro

Hercules & Love Affair será a grande atracção musical acompanhado ainda por Diego Miranda, Pedro Tabuada, Superkiko, Alecwizz, Nuno Carneiro e Dee:Na.
 
Um Porto diferente do habitual numa noite muito especial.
Publicado em Eventos
A divulgação foi feita na reunião pública do executivo pelo vereador da Proteção Civil e Fiscalização, António Sousa Lemos, que acrescentou estarem pendentes dez processos, devido a providências cautelares interpostas pelos donos dos estabelecimentos.

Novas medidas para disciplinar a noite portuense foram aprovadas hoje pela autarquia, incluindo a proibição da venda de bebidas em vasilhame de vidro, para consumo na via pública, e a possibilidade de encerrar estabelecimentos ou de lhes reduzir horários, em caso de infração.

As alterações incluídas no Código Regulamentar do Município mereceram o voto contra da CDU, que pretendia uma duplicação do valor das coimas, e não impediram duas moradoras de se queixarem de mercearias abertas "até à meia-noite", cafés a vender "litrosas", esplanadas que não cumprem horários, estacionamento caótico e falta de limpeza das ruas.

A Câmara poderá ainda proceder à "cassação da autorização de utilização" do estabelecimento se, "nos últimos três anos", o seu titular tiver sido condenado por "três contraordenações relacionadas com o exercício da atividade".
Nestes casos, o novo código regulamentar determina que durante dois anos "não pode ser concedido ao titular" novo título de utilização.

As novas "regras de funcionamento dos estabelecimentos" impõem que os espaços com "aparelho emissor de som com amplificação ou mesa de mistura" comprem e instalem um "limitador de potência sonora, que deverá ser calibrado e selado pelos serviços municipais competentes".

A Câmara pretende também proibir "a instalação de colunas e demais equipamentos de som no exterior do estabelecimento ou nas respetivas fachadas", e vedar a instalações dos mesmos na via pública. O incumprimento reiterado destas regras pode determinar "a restrição do horário de funcionamento para as 24:00", durante um período mínimo de 30 dias ou de 90 dias, no máximo.

O espaço pode ser encerrado pela Câmara quando a culpa do agente e a gravidade da infração "o justifique" ou nos "casos de reincidência". Porém, o fecho deverá ser feito "durante um período não inferior a três meses e não superior a dois anos".

A Câmara do Porto aprovou em março medidas para disciplinar a movida noturna, mas, segundo explica Rui Rio na proposta hoje votada, "importa acautelar a eficácia das referidas medidas".

A Associação de Bares da Zona Histórica (ABZH) do Porto disse no dia 11 à Lusa que disciplinar a movida implica mexer na "lei geral", já que a distinção feita entre sociedades por quotas e empresários em nome individual permite que os primeiros paguem multas "entre os 2.500 e os 30.000 euros" e os segundos "entre os 250 e os 3.000 euros".
 
Fonte: Lusa.
Publicado em Nightlife
O Pérola Negra, no Porto, ganhou recentemente um espaço onde os amantes de música em espanhol se podem sentir em casa. As noites Turbo acontecem a cada dois meses e a próxima está marcada para o dia 29 de novembro.
 
O line-up conta com a estreia em solo nacional da DJ madrilena Albal, Catxibi e El Nando, que prometem uma noite repleta de ritmos latinos, reggaeton, cumbia, trap e salsa.
 
Este novo evento foi criado a partir do preconceito que existe em torno da cultura reggaeton. Rosa Pistola, Noia e Torres e La Flama Blanca foram alguns dos artistas que já passaram por estas festas. 
Publicado em Eventos
O evento Unite with Tomorrowland, que vai decorrer no Parque Oriental da Cidade do Porto no próximo dia 27 de julho, além de atuações ao vivo de Diego Miranda, Martin Solveig, Robin Schulz e Carnage, os presentes vão poder assistir a performances em direto do festival belga.
 
Tratam-se das atuações de Vini Vici, David Guetta e Dimitri Vegas & Like Mike, que durante três horas vão estar conectados com Portugal, Espanha, Grécia e Malta neste evento através de uma ligação em direto via satélite, com um espetáculo e efeitos especiais sincronizados com o festival Tomorrowland, que irá estar a decorrer ao mesmo tempo.
 
A organização garante ainda que serão revelados em breve novos artistas nacionais e internacionais para atuarem no Unite with Tomorrowland do Porto.
 
O evento é co-produzido pela UAU e a PEV Entertainment, em parceria com a Câmara Municipal do Porto e os bilhetes encontram-se à venda na Ticketline a preços entre os 60 e os 150 euros.
 
Publicado em Tomorrowland
terça, 19 fevereiro 2013 16:05

Paredes de Coura começa mais cedo no Porto

Este ano com a Vodafone, o Festival Paredes de Coura começa mais cedo.
Durante dois dias, na cidade do Porto, o festival começa a aquecer com o Warm-up Vodafone Paredes de Coura. Nos dias 12 e 13 de Abril, a Praça D. João I, junto ao Rivoli, recebe artistas nacionais e internacionais, num cartaz vibrante, que conta com nomes emergentes e artistas consolidados da música independente.

Capitão Fausto, Everything Everything, Lee Ranaldo Band, Linda Martini, Matias Aguayo, No Age, Omar Souleyman, Sensible Soccers, Stealing Sheep, The Wedding Present e Veronica Falls completam o alinhamento que antecipa o mítico festival de verão, no coração da cidade do Porto.

O Warm-up Vodafone Paredes de Coura realiza-se numa arena construída em plena Praça D. João I e os concertos serão transmitidos, em direto a partir de um estúdio no recinto.

Nas páginas da Vodafone e da Vodafone Música no facebook e na antena da Vodafone FM, fãs e ouvintes terão a oportunidade de ganhar bilhetes nos passatempos que serão lançados.

Os bilhetes para o festival já estão disponíveis nos locais de venda habituais. O passe geral, que dá acesso aos dois dias do Warm Up Vodafone Paredes de Coura, custa 25€ e o bilhete diário 15€.
 
Publicado em Festivais
A Associação de Bares da Zona Histórica (ABZH) do Porto revelou hoje que vai “avançar com um projecto de policiamento gratificado” 24 horas por dia em mais de 20 ruas do centro histórico da cidade.
A proposta, que vai ser apresentada à Câmara do Porto e a PSP, prevê a criação de “uma pequena taxa” paga pelos comerciantes das zonas abrangidas pelo projecto, para sustentar “todos os encargos com o policiamento gratificado”, explicou à Agência Lusa, António Fonseca, presidente da ABZH.

O serviço será feito por polícias, nas “horas vagas dos agentes” e deve “reforçar o policiamento habitualmente prestado pela PSP”.
“O modelo não prejudicará o serviço normal das forças policiais, visto tratar-se de um serviço prestado nas horas vagas dos agentes”, esclareceu também a ABZH, em comunicado.

A ideia surgiu a propósito dos problemas de ruído e vandalismo causados pela nova “movida” nocturna da zona dos Clérigos, mas António Fonseca disse à Lusa que a ideia é alargar o projecto a outras áreas do centro histórico.

“Estamos a falar de vinte e tal ruas. A zona de animação noturna está na génese, mas a ideia é alargar a outras ruas, como Santa Catarina, Sá da Bandeira e Cedofeita”, observou.

António Fonseca garantiu que a ABZH fez “uma auscultação entre os comerciantes”, nomeadamente proprietários de bares e mercearias, e estes “mostraram-se disponíveis para dividir uma taxa simbólica” para terem mais policiamento.

“Temos de ser realistas. Estamos conscientes de que não podemos ter um polícia em cada esquina. Mas, com um projecto destes, poderia pensar-se numa cobertura integral de policiamento no centro do Porto. Julgo que será um grande contributo no policiamento de proximidade”, afirmou o responsável.

Falta agora saber “qual o suporte legal para a criação desta taxa” e “quanto poderá custar” o serviço.
“Vamos reunir com a PSP para saber quantos efectivos são precisos para ter este policiamento 24 horas por dia nas ruas identificadas para o projecto”, esclareceu António Fonseca, adiantando que, durante quatro horas, um polícia gratificado custa “mais ou menos 40 euros”.
 
Fonte: Sapo e Lusa.
 
Publicado em Mix
sexta, 23 março 2012 23:00

Noite portuense vai "acabar" mais cedo

O executivo camarário do Porto vai aprovar na próxima semana um conjunto de medidas para disciplinar a "movida" noturna na baixa da cidade. O documento, a que a Agência Lusa teve acesso, vai ser votado pelo executivo na próxima terça-feira e vai impor medidas mais apertadas para bares e cafés.
 
As medidas, que incluem um reforço da fiscalização e tolerância zero em caso de incumprimento, abrangem "estabelecimentos de restauração e/ou bebidas e recintos de diversão" nas ruas Galerias de Paris, Cândido dos Reis, Conde Vizela, José Falcão, e Passos Manuel, bem como as praças Parada Leitão e dos Poveiros.
 
A venda ambulante de bebidas vai passar a ser proibida, os estabelecimentos vão ter de de encerrar até às 04:00, adquirir limitadores de potência sonora e fechar as esplanadas mais cedo, são algumas das determinações do documento.
 
"Em caso algum, poderá ser autorizado o alargamento de horário para além das 04:00", diz a proposta do vereador da Proteção Civil, Fiscalização e Juventude, António Sousa Lemos. O documento refere que lojas de conveniência, cafés, pastelarias, cervejarias e similares "estabelecimentos de bebidas" vão ter de encerrar até às 02:00 e que os "clubes noturnos e estabelecimentos de bebidas ou restauração com espaços destinados a dança" fechem até às 04:00 da madrugada.
 
O plano estipula também uma revisão dos "horários de abertura e funcionamento alargados" já autorizados, para que todos cumpram o que está previsto no Código Regulamentar do município.
A partir de agora, todas as "eventuais autorizações de alargamento de horários serão "ponderadas caso a caso", depois de "consultados os sindicatos, as associações patronais e de consumidores, a PSP e a Junta de Freguesia onde o estabelecimento se situa, bem como as adjacentes quando assim se considere necessário", refere.alt
 
Em caso algum será autorizado o alargamento até depois das 04:00 e os prolongamentos de horários até essa hora. Apenas serão autorizados "para os dias de sexta, sábado e vésperas de feriado".
 
Também de acordo com o documento, as esplanadas passam a ter de fechar mais cedo do que o estabelecimento, "sempre que o ruído produzido seja suscetível de perturbar terceiros". Os estabelecimentos com "música ao vivo ou amplificada" terão de adquirir e instalar um limitador de potência sonora, sob pena de "restrição do horário de funcionamento".
 
A autarquia vai assegurar ainda um "reforço da fiscalização", em articulação com a PSP, no que toca ao "cumprimento de horários" e da existência de "licenças e autorizações de utilização" A autarquia avisa que "não haverá qualquer tolerância caso ocorra o incumprimento das medidas fixadas".
 
O plano prevê também um "reforço da limpeza pública na área de intervenção". O trânsito será proibido em "algumas artérias", com exceção para os moradores, "entre as 22:00 e as 04:00, em todas as sextas-feiras, sábados e vésperas de feriados". O município pretende também instensificar uma maior fiscalização da Polícia Municipal e da PSP, de forma a "disciplinar" o estacionamento noturno na zona.
 
Fonte: Lusa.
Publicado em Nightlife
A rádio Nova Era acaba de revelar novidades quanto aos seus eventos, nomeadamente a EDP Beach Party e a gala dos Melhores do Ano. Overule, Janieck Devy, Diogo Piçarra e Agir são as primeiras confirmações dos Melhores do Ano da rádio Nova Era, que têm data marcada para o próximo dia 2 de abril (sábado), no Pavilhão Rosa Mota, no Porto e vão premiar artistas nacionais e internacionais.
 
Em relação à EDP Beach Party, foram divulgadas as datas da edição do próximo ano, que vai acontecer nos dias 1 e 2 de julho em Leça da Palmeira (Matosinhos). Este ano, Steve Angello, Yellow Claw e DVBBS foram alguns dos artistas que subiram ao palco da beach party, cujo aftermovie já está disponível.
 
Os bilhetes para os dois eventos já estão à venda, num formato Fã Pack em exclusivo nas lojas Fnac. O pacote incluí 1 bilhete para os Melhores do Ano, 1 passe de 2 dias para a EDP Beach Party e ainda 1 t-shirt Cirrone Jeans, por um preço de 37 euros.
 
{youtube}C-3_rTSE5Uk{/youtube}
Publicado em Eventos
domingo, 24 outubro 2010 16:15

Passar o Halloween numa mansão assombrada

O Eristoff Black Halloween, que no ano anterior obteve enorme êxito e lotação esgotava na Alfândega do Porto, realiza-se agora no Ateneu Comercial do Porto no coração da baixa portuense, na noite de dia das bruxas, Domingo 31 de Outubro a partir das 00h. A Eristoff posiciona-se assim no mercado com um evento de referência numa das datas mais carismática do ano.
'Serías capaz de passar uma noite numa mansão assombrada?' Eis a pergunta que a Eristoff faz a todos este ano.

Seguindo o formato do ano anterior, onde foi adoptado um tema, para a edição de 2010 o tema escolhido é: “The Hunted Mansion  (Mansão Assombrada)". O Ateneu Comercial do Porto tornar-se-á numa mansão assombrada de onde apenas os mais audazes sairão invictos. 

Depois do extraordinário sucesso que levou mais de 2.000 pessoas à primeira edição do Eristoff Black Halloween no dia 31 de Outubro de 2009, na Alfândega, no Porto, a expectativa relativamente ao segundo capítulo deste evento sai assim reforçada.

Este evento, que se afirma já como um dos maiores acontecimentos da noite de Halloween do país, sendo caracterizado sempre por ser privado, seleccionado e acessível apenas e através do contacto com os Relações Públicas do evento, vem colocar o Porto na rota das melhores festas temáticas.

A produção e desenvolvimento do evento será da responsabilidade da Welove Events.
Valor de entrada é 15€, e o dress-code exigido é 'full black'.
Publicado em Eventos
Pág. 1 de 13
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.