20-05-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 85

Para o austríaco Felix Baumgartner e para a vasta equipa da Missão Red Bull Stratos este foi o dia que trouxe a justa recompensa de cinco anos de esforços e intensa dedicação – uma data com grande simbolismo já que coincidiu com o 65º aniversário do primeiro voo supersónico de avião. Depois de uma longa viagem num gigantesco balão de hélio até aos 39.044 metros de altitude, Baumgartner lançou-se num ambicioso voo estratosférico que lhe permitiu superar os resultados do projeto "Excelsior III" de 1960.

Esta aventura nos limites do espaço conseguiu, de uma só vez, bater três recordes que permaneciam invictos há mais de 50 anos: o voo mais alto de balão tripulado (39.044 metros), o salto mais alto de paraquedas e a primeira pessoa a romper a barreira do som em queda livre (a 1.137 km/hora). Todos estes dados estão agora sujeitos a uma confirmação oficial.

Para chegar à altitude definida para esta missão, Baumgartner usou o maior balão de hélio alguma vez construído para uso humano – fabricado com materiais de alta tecnologia e com uns impressionantes 230 metros de altura. Antes da aterragem em segurança próximo de Roswell, o austríaco desceu em queda livre durante 4:19 minutos.

No terreno a partir da sala de controlo da Missão Red Bull Stratos o coronel Joe Kittinger – mentor do projeto e até agora detentor de alguns destes recordes – acompanhou estas longas horas de emoção. Toda a ação esteve centrada em Roswell, no deserto do Novo México (Estados Unidos da América), mobilizando uma vasta equipa de especialistas aeroespaciais – muitos dos quais vindos diretamente da NASA. Este é o caso de Art Thompson - Diretor Técnico da Missão.

Agora cada pormenor desta missão será estudado intensivamente, tendo como objetivo final, a melhoria da segurança no espaço para profissionais e futuros turistas espaciais. A equipa irá partilhar as suas descobertas e avanços nas áreas de aviação e aeroespacial com a comunidade científica internacional e tudo aponta que os limites físicos da humanidade no que toca à sobrevivência no espaço poderão mesmo ser redefinidos graças a esta missão.
 
  • A subida do balão que transportou a cápsula demorou 2h30 a atingir os 39 mil metros acima da crosta terrestre;
  • A porta foi aberta quando o balão se encontrava nos 38.867;
  • Quando o piloto saltou para o vazio para iniciar uma queda livre em direção à terra, tinha abastecimento de oxigénio para 10 minutos;
  • Eram 19h08 em Portugal quando iniciou o salto;
  • A queda livre levou o piloto a atingir os 1.137 km hora em menos de um minuto;
  • A queda livre durou 4 minutos e 19 segundos;
  • Os pés de Baumgartner tocaram o solo de Roswell, Novo México, às 19h17 (9 minutos depois de ter saltado de uma cápsula aos 38 mil metros de altitude).

 

Publicado em Mix
terça, 05 julho 2011 19:41

Red Bull House Of Art - a inauguração

É no dia 13 de Julho, quarta-feira, que todos aqueles cuja alma não se sacia com pouco vão subir, degrau a degrau, até ao mais elevado lugar criativo do LX Factory: a Red Bull House of Art. O depósito de água, que foi feito galeria e agora camera obscura pela mão de Filipe Felizardo,  receberá – a partir das 18 horas e até às 23 h – a inauguração de Camera Avis Struthia, mostra da obra que aflorou depois de oito semanas de exploração e encontro;  tentativa e erro; arte e engenho.

As brocas vingaram sobre o betão armado para deixar entrar a luz, as lentes foram alvo de conjectura e refutação até conseguirem sintetizar o infinito em 4 paredes. E a obra nasceu. A paisagem que abraça a camera obscura de Felizardo invadiu o seu interior, qual alegoria da caverna, através de um processo experimental de contornos artesanais, que trata de projectar imagens flutuantes num universo simétrico, onde a subversão reina e a sobreposição de mundos é uma possibilidade iminente.

Como em toda a arte site-specific, a Camera Avis Struthia é melhor apreciada quando as condições ideais se reúnem. Isto acontece pelas 14 horas, altura em que o sol se encontra numa posição mais favorável à visibilidade das composições, oferecendo um pico de nitidez aos visitantes. É a esta hora que acontecerá a primeira visita guiada pelo curador da exposição, Natxo Checa, que volta a acompanhar psiques curiosas pelas 19 horas numa viagem pelo imaginário de Felizardo, quando a luz amena e a atmosfera pré-lusco-fusco se conjugam para criar uma visão homogénea do trabalho.

Até dia 30 deste mês estará aberta ao público a exposição da segunda residência na Red Bull House of Art. É vital, para quem tem dentro de si um lugar guardado para a exploração e para o belo, vir testemunhar como Felizardo vai moldando o mundo, projectando-o à imagem da exuberância das suas ideias.

Mais informações em www.redbull.pt/houseofart.
Publicado em Eventos
quarta, 04 junho 2014 00:05

De que cor é a tua universidade?

7 Milhões de contatos depois e com cerca de 45 mil votos contabilizados, eis que já se conhecem as universidades que irão receber as festas conduzidas por DJ Ride a partir das mais agitadas rodas de aço produzidas em Portugal.
 
A vontade de dar um sabor a cada universidade foi tal que o próprio Facebook classificou esta iniciativa Red Bull como "trendy": buzz no máximo para a disputa daquelas que serão, certamente, das mais explosivas festas do ano.
 
O sabor SILVER (lima) terá uma refrescante banda sonora House, o RED (frutos vermelhos) terá os volumes de som no vermelho com dubstep e o BLUE (mirtilo) apontará a pista ao futuro do funk. Estas special editions da Red Bull dão o mote para três festas inesquecíveis que DJ Ride, um dos melhores DJs nacionais, antecipa com excitação: "tenho bombas especiais preparadas para cada uma delas", garante Ride. As pistas vão certamente explodir.
 
Confere as três festas agendadas.
 
> FLAVOUR YOUR UNIVERSITY > FESTA SILVER: AEFEUP com DJ Ride
Quinta-feira, 05 de junho, a partir das 00H no Via Rápida, no Porto; Warm-up: DJ Nery
Entrada Livre mediante apresentação de cartão de estudante 
 
> FLAVOUR YOUR UNIVERSITY > FESTA RED: AEFCT-UNL com DJ Ride
Quarta-feira, 11 de junho, a partir das 23H no Campus da Faculdade de Ciência e Tecnologia da UNL, no Monte da Caparica; Warm-up: DJ NERY.
 
> FLAVOUR YOUR UNIVERSITY > FESTA BLUE: AEIST com DJ Ride
Quinta-feira, 03 de julho por Lisboa, em local a confirmar.
 
 
Publicado em Marcas
segunda, 24 novembro 2008 18:35

Red Bull I - Battle

É já no próximo mês de Dezembro, que Portugal se estreia nas Red Bull i-Battles.

A pergunta paira no ar… mas o que é a i-Battle? É uma luta entre I-Pods. Assim, no próximo dia 16 de Dezembro, o musicbox, em Lisboa converte-se em ringue e recebe os one-hit-wonders dos ’80, os maiores club bangers do ano, hinos de estádio e sessões de indie karaoke.

As regras do jogo são simples, reina a lei do MP3. Nesta primeira Red Bull i-Battle competem à vitória oito equipas, compostas por dois membros. Duas a duas, as equipas irão tomar o ringue munidas dos seus i-Pods para escolherem as faixas mais acutilantes no seu banco de sons. O sorteio de eliminatórias decorrerá em pleno ringue, antes do início das batalhas.

Aqui o que importa é conquistar o público – carisma, originalidade e uma mão-cheia de temas épicos são a estratégia a seguir.

A vitória no combate cabe à equipa que conseguir a manifestação mais ruidosa por parte da assistência no conjunto dos quatro assaltos (ou faixas). O ambiente será registado no sonómetro oficial Red Bull i-Battle. Palmas, gritos e toda a forma de histeria é bem-vinda no fantástico Mundo dos decibéis.

Mais informações em www.redbull.pt/i-battle.
Publicado em Eventos
Desde os tempos da passarola de Bartolomeu de Gusmão, passando pela primeira travessia aérea do atlântico sul empreendida por Gago Coutinho e Sacadura Cabral, que ficou provada a destreza e entusiasmo dos portugueses pela arte de voar. Os anos de 2002 e 2006 ficaram também na história graças a um desafio que foi agarrado com determinação e muita criatividade: o "Red Bull Flugtag. O Dia das Asas".
 
A saga dos gloriosos malucos das máquinas voadoras regressa este ano ao nosso país com uma nova localização. Cascais sucede assim às duas primeiras edições realizadas em Lisboa. O encontro está marcado para 6 de setembro, estando as inscrições abertas até ao dia um de julho.
 
Nascido em 1992 na Áustria, o "Red Bull Flugtag. O Dia das Asas." tem percorrido o mundo ao longo dos últimos 22 anos - levando esta fórmula única a dezenas de países dos seis continentes em mais de cem edições já realizadas. Em Portugal ficaram imortalizados na galeria de honra deste desafio um surpreendente bacalhau voador (2002) e uma rolha que rompeu os céus com uma espantosa pressão (2006).
 
Para aspirar a um dos cobiçados 40 lugares na final do dia 6 de setembro, os interessados devem apostar forte num misto de criatividade e técnica - já que as máquinas que vão ter hipótese de passar do papel à realidade são avaliadas pelo júri tendo em conta a sua originalidade, respeito pelo regulamento e viabilidade de construção. As equipas são compostas por quatro elementos maiores de 16 anos - três ajudantes e um piloto - não podendo as máquinas ultrapassar os seis metros de comprimento e de largura e dois metros de altura, para um peso máximo de 200 quilos (máquina + piloto). Já a propulsão dos engenhos voadores é exclusivamente baseada em força humana, estando por isso proibidos todo o tipo de motores, catapultas e elásticos.
 
O "Red Bull Flugtag. O Dia das Asas." é co-organizado pela Câmara Municipal de Cascais e conta com o apoio da Capitania do Porto de Cascais. As inscrições podem ser realizadas na página oficial do evento em www.redbullflugtag.pt.
 
Publicado em Eventos
Pelo segundo ano consecutivo, o Coliseu dos Recreios em Lisboa volta a receber o Red Bull Music Culture Clash no dia 2 de março do próximo ano, um evento que conta com 4 palcos, 4 crews e apenas 1 vencedor escolhido pelo público presente.
 
Este conceito, inspirado nos sound clash jamaicanos, vai transformar o Coliseu lisboeta numa arena com 4 palcos, onde vão subir mais de 30 artistas diferentes numa só noite. A decisão da crew vencedora ficará a cargo do público, através de um sonómetro que vai medir os decibéis de entusiamo dos presentes.
 
Os bilhetes já estão à venda em www.redbullmusic.bol.pt.
 
Confere abaixo os hosts e as crews do evento:
 
Hosts: Carlão e Alex D’Alva Teixeira
 
Crews:
  • Capicua e Guerrilha Cor-de-Rosa – Capicua, DJ D-One, M7 aka Beatriz Gosta, Ana Bacalhau, Eva Rap Diva, Marta Ren e Blaya
  • PAUS e Pedras – Joaquim Albergaria, Hélio Morais, Fábio Jevelim, Makoto Yagyu, DJ Glue, Mike El Nite, Holly Hood e Silk
  • Richie Campbell apresenta Bridgetown – Richie Campbell, Mishlawi, General Gogo, Luís franco Bastos, Bem Miranda, Dengaz, Plutonio, DJ Dadda, Dodas Spencer e Afonso Ferreira
  • Rui Pregal da Cunha apresenta Ultramar – Rui Pregal da Cunha, Capitão Fausto, Memória de Peixe e Throes + The Shine 

Publicado em Eventos
sábado, 03 setembro 2011 22:38

É já amanhã a corrida mais louca do mundo

Já começou a contagem decrescente para a corrida mais esperada do ano! O Grande Prémio Red Bull - A Corrida Mais Louca do Mundo regressa no próximo domingo a Lisboa, prometendo transformar por completo o cenário do Parque Eduardo VII. Durante a manhã, a partir das 10h30, o público tem a oportunidade de visitar o Paddock da prova e conhecer em detalhe cada um dos 66 bólides construídos de norte a sul do país.

No que toca à corrida propriamente dita, a acção começa às 15 horas. Antes porém é altura de despertar a multidão (40 mil pessoas na primeira edição em 2004) com uma actuação dos Farra Fanfarra. A dupla Fernando Alvim/Rui Unas irá garantir a apresentação da corrida, enquanto a avaliação das equipas foi confiada a um colectivo de juízes onde figuram personalidades de diversas áreas - como é o caso do piloto Pedro Lamy, da actriz Maria Ruef, da manequim Joana Freitas, do Base Jumper Mário Pardo ou do popular Hélio Imaginário (vídeo YouTube “O medo a mim não me assiste ó Guedes”).

Na rampa de partida, antes de iniciarem a alucinante descida do Parque Eduardo VII, as equipas têm 30 segundos para mostrar os seus dotes artísticos ao som da sua música oficial. Esta performance conta para a avaliação final, em conjunto com a velocidade em pista e  criatividade/originalidade do carro. Os elementos da equipa mais pontuada vão ganhar asas num circuito europeu e assistir a uma etapa do Campeonato do Mundo de F1, com direito a uma visita exclusiva às boxes da Red Bull Racing!

Todos aqueles que não conseguirem estar presentes no Parque Eduardo VII podem assistir em suas casas à transmissão em directo da corrida a partir das 15 horas no site grandepremioredbull.com.

HORÁRIO
Dia 4 de Setembro | Domingo 
10:30h Abertura do Paddock/Boxes
14:20h Descida de Apresentação
15:00h Início da Corrida
18:30h Entrega de Prémios
Publicado em Eventos
No dia 12 de junho é em altura que se faz a festa mais inconformista dos Santos Populares. Red Bull O Santo Vertical está de regresso, após uma estreia épica no ano passado. O palco? Uma fachada pombalina no Largo do Intendente. Uma banda de cada vez ocupa as varandas em simultâneo e lança a sua energia sobre uma cidade ao rubro, entre as 19 e as 02 horas. 
 
O cartaz de artistas já está confirmado e promete fazer jus ao calibre desta celebração vertical: os Sensible Soccers trazem o seu psicadelismo colorido, os Capitão Fausto a sua vivacidade indie, a Blaya o seu hip hop de fusão e The Discotexas Band os seus beats contagiantes - estes últimos num concerto exclusivo que não se irá repetir em Portugal durante este ano. O Hosting reveste-se de performance e estará a cargo de Cláudia Jardim e Joana Barrios com "Acolhimento típico". Entre as atuações, DJ Nery vai estar nos comandos, a garantir que o termómetro não desce com a sua impecável seleção de grooves.
 
E já que a música estará entregue nas mãos de quem molda o panorama sónico nacional, o mesmo vai acontecer com o lado visual: João Pedro Vale e Nuno Alexandre Ferreira, artistas multifacetados, colaboradores habituais e desbravadores de terreno por excelência, estarão encarregues da intervenção artística do local apresentando "Nas Nuvens". E pela curadoria da exposição "Intendente" que terá inicio uma semana antes, inaugura a 5 de junho em vários locais ao redor do Largo (das 15 às 00H) patente até dia 12.
 
A entrada é gratuita e a presença obrigatória: no dia 12 de junho, Lisboa vem à varanda. Corações ao alto, que esta festa vai arranhar o céu.
 
Publicado em Eventos
O português DJ Ride foi selecionado como wild card para representar Portugal na competição Red Bull Thre3Style no Japão e vai documentar a sua viagem através de vários vídeos “Follow The #LuckyBastid”. A estreia será amanhã, com a exibição de um episódio por dia, até 21 de setembro.
 
A competição de DJs Red Bull Thre3Style nasceu no Canadá em 2011 e até agora já sagrou três camepões: DJ Hedspin, DJ Four Color Zack e DJ Shintaro. A única regra deste concurso é que o DJ tem de repreoduzir, no mínimo, três estilos musicais diferentes, juntamente com as suas técnicas e competências. O jurí vai avaliar todos estes aspetos, incluindo ainda a reação do público.
 
DJ Ride foi escolhido para a competição pois segundo Skratch Bastid, DJ canadiano que ficou responsável por selecionar a wild card de 2015, o produtor português contém “equilíbrio entre técnica e musicalidade e as suas seleções”.
 
A eliminatória que poderá dar o acesso de DJ Ride à final será no próximo dia 19 de setembro (sábado), onde vai disputar o lugar com Mr. Skin e Bomber Selecta. A final vai ser no dia seguinte e será transmitida em direto para todo o mundo através de um live stream.
 
Mas DJ Ride não fica por aqui. O artista das Caldas da Rainha ainda arranjou tempo para enviar um freestyle de vídeo scratch par a categoria Visual DJ do DMC World DJ Championships e apelou aos seus fãs, através da sua página oficial de Facebook, para votarem no mesmo.
 
 
Publicado em Artistas
O lançamento da Missão Red Bull Stratos foi ontem adiado, eram 11:42 horas da manhã em Roswell, no Novo México. Esta decisão surgiu já depois do gigantesco balão de 30 milhões de metros cúbicos que iria transportar a cápsula de Felix Baumgartner até à estratosfera ter sido insuflado. A saída da missão já tinha sido adiada às primeiras horas da manhã devido aos fortes ventos. A descolagem foi então adiada para as 11.40h, mas as fortes rajadas de vento inviabilizaram este objetivo.

Felix Baumgartner está a tentar realizar um voo estratosférico até próximo dos 37 quilómetros de altitude, para depois se lançar num longo voo em queda livre a uma velocidade supersónica – feito nunca conseguido sem a ajuda de uma máquina. Com este salto, o austríaco espera poder contribuir para o estudo científico e compreensão do comportamento humano num ambiente tão extremo como é a estratosfera.
O piloto irá viajar até às grandes altitudes a bordo de uma sofisticada cápsula acoplada a um enorme balão de hélio. Atingida a altura pretendida, Baumgartner irá lançar-se num salto em queda livre supersónico antes de aterrar com um pára-quedas no solo.

Neste momento, a equipa da Missão está a monitorizar as condições dos próximos dias, aguardando por conclusões para dar luz verde a uma nova contagem decrescente. Todas as novidades neste domínio serão oportunamente comunicadas.

RED BULL STRATOS
Red Bull Stratos, o projeto criado numa parceria entre a Red Bull e Felix Baumgartner, é uma missão aos limites do espaço para ultrapassar limites humanos que existem há mais de 50 anos. Apoiado numa equipa de especialistas, Felix Baumgartner fará um voo até a estratosfera a mais de 36.576 m de altitude e cairá em queda livre na tentativa de bater o recorde e de se tornar o primeiro homem a bater a barreira do som (1.110 Km/h), ao mesmo tempo que recolhe dados úteis às áreas médica e científica.
Publicado em Mix
Pág. 1 de 4
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.