23-01-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

×

Erro

[sigplus] Erro crítico: Memória insuficiente para concluir a operação solicitada root/images/stories/ultra/diario5/29242950_1216768325121376_2016281424_o.jpg, 36578304 bytes requeridos, 31457280 bytes disponiveis.

[sigplus] Erro crítico: Memória insuficiente para concluir a operação solicitada root/images/stories/ultra/diario6/29390958_1217462075052001_1403569645_o.jpg, 36578304 bytes requeridos, 31457280 bytes disponiveis.

 
É um dos maiores e mais desejados festivais de música eletrónica a nível internacional e está de regresso a Miami, entre os dias 23 e 25 de março. O Ultra Music Festival comemora 20 anos e a organização já prometeu muitas surpresas que vão deixar tudo e todos boquiabertos.

O festival norte-americano, inserido na Miami Music Week, conta este ano com a presença dos portugueses Kura e Kevu, mas também de artistas internacionais como Laidback Luke, Andy C, Pete Tong, Armin van Buuren, Carl Cox, Axwell /\ Ingrosso, entre outros.

Como já vem sendo um hábito, o Portal 100% DJ entrevistou em exclusivo quatro festivaleiros portugueses que se preparam para viver a melhor semana das suas vidas, em Miami, com a melhor música eletrónica do mundo.
 
 
Aos 24 anos, o português Dylan Silva parte de Paris diretamente para Miami, para assistir pela primeira vez ao Ultra Music Festival. "Como é o 20.º aniversário espero que surpreendam!", confessou em exclusivo ao Portal 100% DJ.
 
Segundo Dylan, essas surpresas podiam ser "nomes que não estão no line-up" já divulgado, como é o caso de Alesso, Martin Garrix e também de Swedish House Mafia "que muito se fala".
 
No festival de música eletrónica, o português não quer perder os espetáculos de Armin van Buuren, Hardwell, The Chainsmokers e Eric Prydz. Na bagagem levou roupa, dinheiro e, claro, "umas garrafinhas de vinho português para animar a malta!", concluiu.
 

Apesar de já ter estado presente em grandes festivais de música eletrónica um pouco por todo o mundo, Laëtitia Esteves decidiu "este ano conhecer o Ultra", uma vez que desde o ano 2013 a sua escolha "sempre foi o Tomorrowland".
As suas expectativas são altas "pelo facto do Ultra prometer várias surpresas devido à comemoração do seu 20.º aniversário". Apesar de estar "um pouco desiludida com o cartaz" da edição deste ano, Laëtitia garante que só vai ser realmente surpreendida "com o regresso dos Swedish House Mafia", há muito esperado por todos os fãs de música eletrónica.
 
Habituada a percorrer todos os palcos de vários festivais, a portuguesa de 32 anos, natural de Guimarães, quer estar na frontline das atuações de Kaskade, Armin van Buuren, Axwell /\ Ingrosso e dos portugueses KEVU.
 
Como "Miami é sinónimo de calor e praia", Laëtitia leva consigo protetor solar, óculos de sol, bikini, a câmara GoPro e as bandeiras de Portugal e do seu grupo Tomorrowland Crew Portugal.
 
Para os interessados em fazer uma viagem deste género, Laëtitia aconselha a "comprar tudo com antecedência, principalmente os voos e estadia". Este ano, o seu grupo preferiu reservar um apartamento, para assim "poupar nas refeições".
 
 
Desde Lousada e também pela primeira vez no Ultra Music Festival, estreia-se Márcia Pinto, de 23 anos. "Como este é o 20º aniversário, espero que haja surpresas", como já referiu a própria organização do festival.
 
Durante o festival, Márcia não quer perder nem um segundo de Armin van Buuren, Carl Cox, Tiësto, KSHMR e da dupla Sunnery James & Ryan Marciano. Na sua bagagem transporta o essencial, "roupa e calçado bem confortável" e tudo preparado para o calor porque tudo aponta para as "temperaturas estarem altas na altura do festival", referiu ao Portal 100% DJ.
 
 
Lilita Menezes, de 47 anos, vai estrear-se no Ultra Music Festival em Miami, com um plano bem definido, para que "seja um festival memorável". A festivaleira natural de Porto Santo pretende ver Carl Cox, Armin van Buuren, Alesso, Tiësto, "entre tantos outros", durante os dias em que vai estar presente no Ultra.
 
Nas suas malas, além da roupa, leva também bandeiras "alusivas ao festival", equipamento para captar foto e vídeo e o seu telemóvel.
 
Na preparação de toda esta aventura, Lilita aconselha todos a "planear bem a viagem, de maneira a que possamos desfrutar desde as festas a sítios a visitar, por preços mais acessíveis" e que possam também "aproveitar o máximo o Ultra, e não só!", afirmou em entrevista ao Portal 100% DJ.
 
Publicado em Reportagens
 
As autoridades locais de Miami estão a pedir o fim do Ultra Music Festival após uma guarda de segurança ter sido gravemente ferida durante um acidente que envolveu uma multidão de pessoas que a atropelaram no primeiro dia de evento - sexta-feira. O festival de música eletrónica decorreu no passado fim-de-semana em Bayfront Park, no centro de Miami.
 
A segurança Erica Mack de 28 anos, que trabalhava para a empresa CSC (Contemporary Services Corporation), foi levada para o Jackson Memorial Hospital depois de uma multidão ter derrubado uma vedação ao tentar entrar no festival sem ingressos. Ainda que estável, Erica deu entrada no hospital em estado crítico apresentando lesões cerebrais graves e uma perna partida.
 
Entretanto o Presidente de Miami, Tomas Regalado já se pronunciou sobre o sucedido: "O que aconteceu neste fim-de-semana foi uma situação que poderia ter sido evitada. A organização do Ultra não seguiu a ordem policial que aconselhava o reforço das barreiras de segurança do evento, mesmo sabendo que este e no ano anterior, alguns jovens tentaram correr sobre as vedações.
 
De acordo com a CBS4 Miami, a organização do Ultra Music Festival foi obrigada a reforçar o muro na área onde a segurança ficou ferida, mas não cumpriu.
 
"Isto não foi um acidente " continua o Presidente Regaldo. "Isto é algo que poderia ter sido evitado. Assim, nas próximas semanas iremos ter uma discussão a nível da comissão da cidade a fim de negar as autorizações para a realização do evento no próximo ano aqui na cidade".
 
Em resposta, no domingo, a produção o evento emitiu um comunicado onde lamentava o sucedido e partilhava o desejo de uma recuperação rápida e completa da vítima. A produção explicou ainda que existe uma investigação em andamento e que não poderão fornecer comentários adicionais. "Os coordenadores do evento estão a cooperar plenamente com as autoridades de investigação" lê-se no comunicado.
 
Recorde-se que durante sexta e sábado, cerca de 55 festivaleiros foram detidos pela polícia de Miami por acusações que vão desde o saltar da vedação ao uso de drogas.
 
Publicado em Ultra Music Festival
sexta, 23 março 2018 19:26

Miami Music Week: Dia 5 - Praia & festa!

[sigplus] Erro crítico: Memória insuficiente para concluir a operação solicitada root/images/stories/ultra/diario5/29242950_1216768325121376_2016281424_o.jpg, 36578304 bytes requeridos, 31457280 bytes disponiveis.

 
Dia 5
 
Este calor sabe tão bem que só apetece passear pelas ruas e percorrer as praias! Foi mais um dia de praia e de apanhar muito sol.
 
Nota-se uma maior afluência de pessoas nestes últimos dias, mais concretamente festivaleiros dos 4 cantos do Mundo que vêm para o Ultra Music Festival. Já se sente um ambiente de festa.
 
Nos céus, avistam-se várias avionetas com publicidade dos diversos clubes com os maiores nomes dos DJs internacionais: Hardwell na Liv; Dash Berlin, Nervo e Deorro na E11even; Marshmello na Stor, entre muitas outras festas. Miami está repleta de festas a toda a hora. É o paraíso para qualquer fã de música electrónica.
 
A noite promete! Vamos até ao Ora NightClub com Nicky Romero como cabeça de cartaz. Foram várias as surpresas tais como Sunnery James & Ryan Marciano assim como Fedde le Grand. Também Matisse & Sadko marcaram presença.
 
É por isso que as noites de Miami me fascinam. Pensamos que vamos ver um DJ e no fim, aparecem uma 3 ou 4 a tocarem juntos. Já são 5h e temos de descansar porque amanhã começa o tão aguardado Ultra!
 
{gallery}stories/ultra/diario5/{/gallery}
Publicado em Ultra Music Festival
O Ultra Music Festival em Miami, que decorrerá entre os dias 27 e 29 de março, fechou hoje o line up da edição de 2015, onde consta um nome português.
 
RAC é o nome artístico de André Allen Anjos, nascido no Porto, mas vive atualmente em Portland, nos Estados Unidos da América. Uma das suas especialidades são os remixes de grandes artistas como Lady Gaga, Katy Perry, Kings Of Leon ou Lana Del Rey. Recentemente lançou um álbum de originais pela Cherrytree/Interscope Records intitulado “Strangers”, onde estão incluídos os singles “Let Go”, “Hollywood” e “Cheap Sunglasses”.
 
O artista português faz parte do line up do Ultra Music Festival em Miami, subindo ao Live Stage no dia 27 de março. RAC também irá atuar na edição americana do Coachella, nos dias 12 e 19 de abril.
 
No cartaz do festival americano estão ainda incluídos nomes como Afrojack, Alesso, Armin van Buuren, Avicii, Axwell /\ Ingrosso, Carl Cox, David Guetta, Eric Prydz, Hardwell, Knife Party, Nicky Romero, Skrillex, Martin Garrix, Steve Angello, Tiesto, Steve Aoki, entre outros. Podes consultar a lista completa no site oficial do evento.
 
Publicado em Ultra Music Festival

[sigplus] Erro crítico: Memória insuficiente para concluir a operação solicitada root/images/stories/ultra/diario6/29390958_1217462075052001_1403569645_o.jpg, 36578304 bytes requeridos, 31457280 bytes disponiveis.

 
Dia 6
 
Hoje inicia-se o Ultra! É a primeira vez que cá estou e a ansiedade é muita.
 
Almoçámos perto do recinto num restaurante mexicano. Dirigimo-nos para a entrada do festival. Está uma fila interminável! Demorámos cerca de 1h30 para conseguirmos entrar. As revistas foram rápidas ou quase inexistentes.
 
Entrámos e fomos descobrir todos os palcos. O espaço é pequeno e os palcos encontram-se relativamente perto uns dos outros. Optámos por disfrutar do máximo de atuacoes no mainstage como Oliver Heldens, Steve Aoki, Armin van Buuren, Hardwell, DJ Snake e finalmente Axwell /\ Ingrosso. Armin passou um set sem igual. DJ Snake também surpreendeu e claro, a dupla que tanto gosto Axwell /\ Ingrosso.
 
Terminou o primeiro dia de ultra. A saída é bastante confusa. Não haviam Ubers e estava um trânsito interminável. Apanhámos o metro até à central de autocarros. Finalmente apanhamos o autocarro até casa. São 2h da madrugada. Estamos estourados. Está na hora de descansar porque amanhã há mais!
 
{gallery}stories/ultra/diario6/{/gallery}
Publicado em Ultra Music Festival
O Ultra Music Festival, conhecido pelas suas edições em Miami, África do Sul e Japão, acaba de anunciar três novos destinos do evento na Ásia. Tailândia, Bali e Macau são os novos locais escolhidos, já para este ano.
 
O festival de música eletrónica estreia-se na Tailândia no próximo dia 12 de junho, enquanto que em Macau tem início no dia 13 do mesmo mês e em Bali no dia 25 de setembro.
 
As edições da Coreia e do Japão também já estão marcadas, nos dias 12 e 13 de junho e 19, 20 e 21 de setembro, respetivamente.
 
O evento mais importante do Ultra Music Festival decorre em Miami nos próximos dias 27, 28 e 29 de março, que conta com um nome português no line up.
 
Publicado em Ultra Music Festival
sexta, 29 janeiro 2016 21:14

Ultra Music Festival regressa ao Brasil

O Ultra Music Festival está de volta ao Brasil. Segundo a Phouse, projeto parceiro do Portal 100% DJ, o festival de música eletrónica vai realizar-se no próximo dia 14 de outubro, na Marina da Glória do Rio de Janeiro.
 
O anúncio oficial foi feito hoje durante a Rio Music Conference, no Porto Maravilho do Rio de Janeiro. Até ao momento não há artistas confirmados para o line up do Ultra Music Festival Brasil, mas a Phouse avança com nomes como Martin Garrix e Carl Cox como prováveis presenças no evento.
 
Nos últimos anos o Brasil tem sido palco de grandes festivais como é o caso do Tomorrowland e o Electric Daisy Carnival. O território carioca já recebeu outras edições do Ultra Music Festival no passado, mais propriamente em 2008, 2010 e 2011, em locais diferentes e com artistas como Erick Morillo, Benny Benassi, Gui Boratto, Kaskade, Swedish House Mafia e Laidback Luke no cartaz.
 
{youtube}VhyCqQ3b1U8{/youtube}
Publicado em Ultra Music Festival
O DJ português mais internacionalmente conhecido da atualidade a acaba de adicionar mais um grande festival ao seu currículo. Kura é um dos mais recentes nomes confirmados para a 20ª edição do Ultra Music Festival, que vai decorrer em Miami entre os dias 23 e 25 de março.
 
O festival conta ainda com nomes como Afrojack, Carl Cox, David Guetta, Hardwell, Jamie Jones, Kaskade, Maceo Plex, Nicky Romero e Steve Aoki no cartaz. Kura é, até ao momento, o único português confirmado no line-up.
 
Depois do festival norte-americano, o artista português tem atuações marcadas no México, China, Espanha e República Checa, em vários festivais.
 
Os bilhetes para a edição deste ano do Ultra Music Festival em Miami já se encontram esgotados, mas poderás assistir às atuações de diversos artistas através da UMF.TV, como é habitual.
 
Publicado em Ultra Music Festival
segunda, 19 março 2018 15:12

Miami Music Week: Dia 1 - A chegada

Dia 1
 
Chegou o tão aguardo dia 18 de março de 2018. A viagem estava marcada há quase um ano e finalmente chegou o dia. Encontrei-me com a Márcia no aeroporto do Porto e fizemos escala em Lisboa onde o Dylan, que vive em França, se juntou a nós. É sempre tão bom reencontrar quem partilha a mesma paixão por música! Estamos prontos para quase 10 horas de voo.
 
São 18h00 em Miami e já 21h00 em Portugal. Finalmente chegámos! Tão bom sentir este calor depois de muitos dias de chuva intensa no nosso país. Estamos cansados mas felizes por cá estar. Na viagem até ao nosso apartamento, pudemos disfrutar das magnificas paisagens de Miami, mas também do louco dia-a-dia dos americanos. Segundo o motorista do Uber, Miami está repleto de gente pelo facto de ser o St.Patrick’s day, a Spring Break, o Miami Music Week, mas também o Open de Miami.
 
Miami não dorme e vê-se de tudo na Washington Avenue. Estamos cansados e aproveitamos para dormir mais um pouco porque avizinham-se dias intensos. 
 
Publicado em Ultra Music Festival
Miami é todos os anos palco de um dos maiores eventos de música eletrónica a nível mundial: o Ultra Music Festival. Inserido na Winter Music Conference, o festival junta na mesma cidade DJs, produtores, agências, editoras e várias pessoas da área da música, onde são apresentados novos temas e projetos a cada ano que passa.
 
O primeiro Ultra Music Festival aconteceu em 1999, com a duração de um dia, num local diferente dos dias de hoje. South Beach, em Miami, era o sítio escolhido pela organização, fundada pelos empresários Russel Faibish, Bruce Braxton e Alex Omes, falecido no ano passado. No ano de 2006, devido ao seu crescimento em larga escala, o festival passou a ter a duração de dois dias, já no local atual, no Bayfront Park, a zona baixa de Miami. 
 
Esse crescimento deve-se também ao livestream feito através do Youtube, no canal UMFTV para todo o mundo, aumentando a sua notoriedade. A partir do ano 2007, o Ultra Music Festival começou a sua expansão para outros países. Espanha (Ibiza), Brasil, Argentina, Coreia do Sul, Chile, Croácia, África do Sul, Colômbia, Japão, Paraguai, Tailândia, Bali e Macau são alguns dos locais por onde o evento já passou e irá continuar a ser realizado. 
 
Este ano, o Ultra Music Festival acontece entre os dias 27 e 29 de março, em Miami. O cartaz de luxo, composto com alguns dos melhores artistas a nível mundial, inclui também RAC, um português, que sobe ao palco do evento no dia 27 de março. As rádios SiriusXM e UMF Radio irão transmitir os sets de vários artistas, bem como entrevistas exclusivas.
 
O Portal 100% DJ entrevistou em exclusivo alguns portugueses que irão viajar até Miami para vivenciar o Ultra Music Festival de 2015.
 
Filipe Pereira tem 27 anos e viaja pela primeira vez para Miami desde Oliveira de Azeméis. Para ele, a sua presença no festival é a “realização de vários sonhos, num só sítio”, e a nível de adereços levará camisolas da seleção nacional, do clube de fãs do Armin van Buuren, do Space Ibiza e a bandeira portuguesa na sua bagagem. Um dos espetáculos que mais quer ver é de Dash Berlin e afirmou ainda que em Portugal não há condições “para um festival de tal envergadura, tanto a nível logístico como financeiro”. O investimento feito para a viagem de sonho foi feito “com muito sacrifício” e muita vontade.
 
 
Natural do Porto, Cristina Lima, de 31 anos, parte em direção ao Festival de Miami pela segunda vez. As suas expetativas “são sempre altas”, pois “é um festival fantástico, enquadrado dentro da cidade de Miami, o que lhe dá um ambiente espetacular”. Cristina tem conhecimento da atuação do português RAC e está “ansiosa por vê-lo ao vivo”, porque “será um orgulho erguer a nossa bandeira na frontline!”. Na sua mala de viagem, “para além do bilhete e da nossa bandeira”, estão também “um bom par de sapatilhas, protetor solar e uma mochila com depósito de água”, um objeto que considera “essencial”. Entre os artistas que mais quer ver ao vivo, destaca a dupla Axwell /\ Ingrosso, no local onde “estamos todos unidos pela cultura da EDM”. Em relação ao Ultra, Cristina afirmou que “não é só o cartaz que conta”, destacando “as condições de segurança, higiene e organização” do mesmo. Em relação ao público alvo, deve ser um conjunto de pessoas “que viva a música”, para não tornar o evento num “festival de adolescentes” que pensam que são “umas férias para estarem com os amigos fora de casa”. Além de ir a Miami, Cristina vai também ao Tomorrowland e ao Ultra Music Festival na Croácia, pois “com planeamento e organização tudo se consegue”.
 
Diogo Lobo é um português de 34 anos, que vive na Dinamarca, e embarca este ano pela primeira vez em direção ao Ultra, apesar de já ter estado presente na Winter Music Conference em 2011. A escolha deste festival deve-se aos artistas, à “variedade de estilo” de música eletrónica, à “praia, calor e a um ambiente multicultural”. Kygo, Gordon City, Odesza, Armin van Buuren e Eric Prydz são alguns dos artistas que tem mais curiosidade em ver, mas “com sete ou oito palcos a atuar ao mesmo tempo, o difícil vai ser escolher quem ver/ouvir”. Para isso, vai “imprimir um horário e definir previamente” a quais pretende assistir. Diogo leva consigo “a carteira, protetor solar, óculos de sol e talvez um boné”, referindo ainda que “não há muito espaço para levar coisas, pois as regras de segurança são muito restritas”. Apesar do território português ter muitos eventos de música durante o verão, “um festival destes faz falta em Portugal, pois seria um estilo alternativo e um público bem mais internacional do que é habitual”. O investimento feito para ir a este Festival “para a maioria das pessoas que vivem e trabalham em Portugal não é fácil, pois tem um peso elevado no orçamento das pessoas”.
 
Vive na capital portuguesa, tem 26 anos e chama-se Armando Gomes. O lisboeta estreia-se este ano no Ultra. Bandeiras de Portugal e calções de praia são alguns dos objetos escolhidos para o acompanharem na viagem, enquanto vai ver alguns dos seus artistas favoritos: Armin van Buuren, Carl Cox, Eric Prydz, Axwell /\ Ingrosso, Kygo, Krewella e Knife Party. Em relação a Portugal, Armando tem a opinião de que “temos condições” para receber um festival deste género, afirmando que o “Ultra Europe bem poderia ser realizado cá”. Para realizar este sonho americano, o jovem revelou que “não é fácil”, pois “estamos a falar de mais de 1000 euros, só entre a viagem de avião e o bilhete do festival”, além do 
“alojamento e os gastos com comida”. Para poupar um pouco, Armando confessa que “requer um controlo orçamental relativamente rigoroso, mas, como é óbvio, um sonho é um sonho e quem corre por gosto, não cansa!”.
 
Com expetativas “muito altas, uma vez que o local é Miami”, Tiago Gomes, de 29 e natural de Cucujães (Oliveira de Azeméis), leva essencialmente alguns dólares, a moeda americana, que certamente lhe irão fazer muita falta. Hardwell e Armin van Buuren são os seus artistas de eleição e não quer perder a sua atuação. Tiago preferiu o Ultra Music Festival ao Tomorrowland “por ser no local que é” e considera que Portugal precisa de um festival do mesmo género.
 
 
 
 
Publicado em Mix
Pág. 1 de 5
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.