24-05-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

×

Erro

[sigplus] Erro crítico: Memória insuficiente para concluir a operação solicitada root/images/stories/ultra/diario6/29390958_1217462075052001_1403569645_o.jpg, 36578304 bytes requeridos, 31457280 bytes disponiveis.

[sigplus] Erro crítico: Memória insuficiente para concluir a operação solicitada root/images/stories/ultra/diario4/28946914_1216323671832508_1100040736_o.jpg, 36578304 bytes requeridos, 31457280 bytes disponiveis.

[sigplus] Erro crítico: Memória insuficiente para concluir a operação solicitada root/images/stories/ultra/diario3/29468583_1215628718568670_327121953557053440_o.jpg, 36542016 bytes requeridos, 31457280 bytes disponiveis.

[sigplus] Erro crítico: Memória insuficiente para concluir a operação solicitada root/images/stories/ultra/diario2/29425743_1214856351979240_1381610006104768512_o.jpg, 36578304 bytes requeridos, 31457280 bytes disponiveis.

sexta, 29 janeiro 2016 21:14

Ultra Music Festival regressa ao Brasil

O Ultra Music Festival está de volta ao Brasil. Segundo a Phouse, projeto parceiro do Portal 100% DJ, o festival de música eletrónica vai realizar-se no próximo dia 14 de outubro, na Marina da Glória do Rio de Janeiro.
 
O anúncio oficial foi feito hoje durante a Rio Music Conference, no Porto Maravilho do Rio de Janeiro. Até ao momento não há artistas confirmados para o line up do Ultra Music Festival Brasil, mas a Phouse avança com nomes como Martin Garrix e Carl Cox como prováveis presenças no evento.
 
Nos últimos anos o Brasil tem sido palco de grandes festivais como é o caso do Tomorrowland e o Electric Daisy Carnival. O território carioca já recebeu outras edições do Ultra Music Festival no passado, mais propriamente em 2008, 2010 e 2011, em locais diferentes e com artistas como Erick Morillo, Benny Benassi, Gui Boratto, Kaskade, Swedish House Mafia e Laidback Luke no cartaz.
 
{youtube}VhyCqQ3b1U8{/youtube}
Publicado em Ultra Music Festival
O Ultra Music Festival, que decorre em Miami nos próximos dias 27 a 29 de março acaba de revelar os nomes que constam da primeira fase na edição de 2015. Hardwell, Martin Garrix, Avicii, Afrojack, Tiesto e Steve Aoki são alguns dos nomes que regressam à cidade norte americana para atuar num dos maiores festivais de música eletrónica a nível mundial. 
 
No recinto vão existir três palcos, intitulados de "Carl Cox & Friends", "A State Of Trance" e "Resistance", que vão receber os festivaleiros com artistas de vários géneros de música eletrónica.
 
Mais uma vez, os artistas portugueses ficaram de fora do cartaz do Ultra Music Festival, que é composto por grandes DJs internacionais e alguns live acts. Como é habitual, algumas atuações deverão ter transmissão em direto para todo o mundo, através do canal oficial do Ultra Music Festival no Youtube.
 
Confere abaixo o cartaz oficial:
 
 
Publicado em Ultra Music Festival

[sigplus] Erro crítico: Memória insuficiente para concluir a operação solicitada root/images/stories/ultra/diario6/29390958_1217462075052001_1403569645_o.jpg, 36578304 bytes requeridos, 31457280 bytes disponiveis.

 
Dia 6
 
Hoje inicia-se o Ultra! É a primeira vez que cá estou e a ansiedade é muita.
 
Almoçámos perto do recinto num restaurante mexicano. Dirigimo-nos para a entrada do festival. Está uma fila interminável! Demorámos cerca de 1h30 para conseguirmos entrar. As revistas foram rápidas ou quase inexistentes.
 
Entrámos e fomos descobrir todos os palcos. O espaço é pequeno e os palcos encontram-se relativamente perto uns dos outros. Optámos por disfrutar do máximo de atuacoes no mainstage como Oliver Heldens, Steve Aoki, Armin van Buuren, Hardwell, DJ Snake e finalmente Axwell /\ Ingrosso. Armin passou um set sem igual. DJ Snake também surpreendeu e claro, a dupla que tanto gosto Axwell /\ Ingrosso.
 
Terminou o primeiro dia de ultra. A saída é bastante confusa. Não haviam Ubers e estava um trânsito interminável. Apanhámos o metro até à central de autocarros. Finalmente apanhamos o autocarro até casa. São 2h da madrugada. Estamos estourados. Está na hora de descansar porque amanhã há mais!
 
{gallery}stories/ultra/diario6/{/gallery}
Publicado em Ultra Music Festival
A dupla portuguesa do momento está de volta ao Ultra Music Festival, em Miami, no próximo dia 24 de março, depois de subirem ao palco principal na edição do ano passado.
 
Desta vez, a dupla vai atuar no palco The Arrival no sábado e promete marcar pela diferença num dos maiores festivais de música eletrónica a nível internacional, com a bandeira portuguesa aos ombros.
 
O Ultra Music Festival regressa a Miami entre os dias 23 e 25 de março e poderás assistir às melhores atuações em direto a partir do UMFTV, disponível em breve. Kura é o outro artista português que também irá marcar presença no festival.
 
Recorde-se que os KEVU ficaram colocados em 4º lugar no TOP 30 de 2017 do Portal 100% DJ.
 
Publicado em Ultra Music Festival
Em quase vinte edições de Ultra Music Festival em Miami, muitas são as recordações que são guardadas na memória dos seus festivaleiros e, claro, por toda a internet através de vídeos e fotografias.
 
Para comemorar o regresso deste festival, o Portal 100% DJ selecionou alguns momentos que considera inesquecíveis, engraçados e polémicos. E para ti, qual é o teu momento preferido? Confere abaixo a listagem:
 
  • deadmau5 goza com Martin Garrix durante a sua atuação
 
“Animals” de Martin Garrix estava nas bocas do mundo e no topo das tabelas. Deadmau5, conhecido pelas suas críticas e polémicas, em pleno palco do Ultra Music Festival decidiu gozar com o jovem artista e a sua música, com um tema infantil durante o drop, que é originalmente um edit de McMaNGOS.
 
 
  • A última atuação dos Swedish House Mafia
 
Foi uma das notícias mais tristes para os fãs de música eletrónica: o fim dos Swedish House Mafia. E esse final ficou marcado para o Ultra Music Festival em Miami, com uma atuação de arrepiar.
 
 
  • Above & Beyond obrigados a atuar de costas para o público
 
Durante a sua atuação no palco principal, Above & Beyond foram obrigados a atuar de costas para o público. O motivo? A chuva que se fez sentir na baixa de Miami, que poderia danificar alguns dos equipamentos que estavam a ser usados pelos artistas.
 
 
  • Madonnna sobe ao palco do UMF com Avicii e fala sobre drogas
 
Sim, isto aconteceu. A verdadeira Rainha do Pop subiu ao palco do Ultra Music Festival, em Miami. Este acontecimento deu-se durante a atuação de Avicii, um dos produtores que já trabalhou com Madonna. A artista interpretou o seu single “Girl Gone Wild” e ainda teve tempo de falar com a plateia sobre... drogas. “Quantas pessoas aqui presentes já viram a Molly?”, foi a pergunta feita por artista, referindo-se a MDMA.
 
 
  • Skrillex e Diplo convidam P. Diddy, Justin Bieber e companhia
 
O final da atuação de Skrillex, juntamente com Diplo formando assim os Jack U, foi pensado para acabar em grande e agradar todos os públicos, de várias idades e gostos musicais. P. Diddy, Justin Bieber e Kiesza foram convidados a marcar presença e assim encerrar o festival.
 
 
  • Zedd corre no palco do Ultra Music Festival em boxers
 
Um laço ao pescoço, suspensórios e uns... boxers. Esta era a roupa que Zedd tinha vestido, no momento em que invade o palco principal do Ultra Music Festival, durante a atuação de deadmau5. Percorreu o palco de ponta a ponta e ainda subiu à cabine, junto do rato mais conhecido da música eletrónica, que reagia às gargalhadas.
 
 
  • DJ Snake divulga o número de telemóvel pessoal de Dillon Francis
 
Durante a estreia de DJ Snake no Mainstage do Ultra Music Festival, o artista teve uma brilhante ideia: divulgar o número de telemóvel pessoal de Dillon Francis nos ecrãs. Resultado? Milhares de chamadas e mensagens recebidas por Dillon Francis, que chegou a partilhar um vídeo nas redes sociais, onde se podia observar a ‘confusão’ que se estava a passar no seu telemóvel.
 
 
 
Publicado em Ultra Music Festival

[sigplus] Erro crítico: Memória insuficiente para concluir a operação solicitada root/images/stories/ultra/diario4/28946914_1216323671832508_1100040736_o.jpg, 36578304 bytes requeridos, 31457280 bytes disponiveis.

 
Dia 4
 
Acordámos bem cedo de forma a aproveitarmos a praia. À tarde, espera-nos uma das maiores festas da Miami Music Week: o evento da Axtone no hotel Delano Beach Club em South Beach. O cenário era fantástico: sol, palmeiras, uma piscina enorme e um mega palco para receber os melhores DJs internacionais. O cartaz contemplava nomes como Bob Sinclar, Cid, Dirty South, Kryder, Shapov, Matisse & Sadko e claro, o grande Axwell. Pudémos ver a presença de alguns DJs a assistir a esta festa tais como Hardwell, Thomas Gold, Yves V, entre outros. Saímos depois do set de Axwell para jantar.
 
A noite prometia ser longa numa das maiores discotecas de Miami: a Liv. Sunnery James & Ryan Marciano já tocavam. O ambiente era indiscritível, típico das discotecas americanas. Toda a gente aos saltos a vibrar com a música e bailarinas a dançarem em cima da cabine. De seguida, entrou Cedric Gervais num set sem igual.
 
Não temos palavras para descrever a noite que vivemos. Uma coisa chamou-nos à atenção: de cada vez que eram lançados confetis, vinham empregados da Liv varrê-los.
 
Terminámos o dia cansados, mas de coração cheio.
 
{gallery}stories/ultra/diario4/{/gallery}
Publicado em Ultra Music Festival

[sigplus] Erro crítico: Memória insuficiente para concluir a operação solicitada root/images/stories/ultra/diario3/29468583_1215628718568670_327121953557053440_o.jpg, 36542016 bytes requeridos, 31457280 bytes disponiveis.

 
Dia 3:
 
Acordámos e o tempo convida, mais uma vez, uma ida até à praia. Depois do almoço, dirigimo-nos a um dos clubes mais emblemáticos de Miami: o Nikki Beach. Está calor e o ambiente é convidativo para uma boa tarde a dançar.
 
Ouvimos o DJ Abel Ramos e de seguida a Sophie Francis. Toda a gente está de forma descontraída a ouvir a música enquanto se bebem uns cocktails. Uns deitados nas espreguiçadeiras, outros no bar, outros a dançar... Pelo meio, encontrámos o DJ português Steven Rod.
 
No fim da tarde regressámos até casa. Resolvemos não sair hoje porque amanhã aguarda-nos um dia muito preenchido: a pool Party da Axtone com Axwell, Matisse & Sadko, Bob Sinclar, entre outros, e à noite uma ida até uma das maiores discotecas de Miami, a Liv onde vamos poder ouvir Matisse & Sadko e Cedric Gervais.
 
{gallery}stories/ultra/diario3/{/gallery}
Publicado em Ultra Music Festival
O Ultra Music Festival (UMF) regressa à baixa de Miami pela 18ª vez consecutiva nos próximos dias 18, 19 e 20 de março. É um dos festivais de música eletrónica mais famosos, reconhecidos e desejados a nível internacional, com um cartaz de luxo e repleto de novidades a cada ano que passa.
 
Este ano o cartaz é composto por nomes como Blasterjaxx, Don Diablo, Alok, Dyro, Julian Jordan, Afrojack, Carl Cox, Dash Berlin, deadmau5, Kygo e o português Diego Miranda que se estreia no UMF no Stage7.
 
Para quem não tem oportunidade de se deslocar, existem as habituais transmissões em direto através da internet, que deixam os fãs do evento literalmente colados ao ecrã durante várias horas. O livestream da edição deste ano já foi anunciado, através de um video que tem como protagonista Hardwell e o seu cão Jager van de Corput. A transmissão em direto vai ter início a 18 de março e prolonga-se durante os dois dias seguintes.
 
 
A exemplo do ano passado, o Portal 100% DJ esteve à conversa com vários amantes da música eletrónica que já embarcaram no avião com destino a Miami, para viver e experienciar toda a magia do UMF e da Miami Music Week.
 
João Santos é natural de Sintra, tem 22 anos e vai pela primeira vez ao festival. Com expectativas “muito elevadas”, pretende ver bem de perto artistas como The Prodigy, Yellow Claw, Andrew Rayel, e deadmau5. “Para mim existem dois festivais de música eletrónica no mundo: Tomorrowland (Bélgica) e UMF (Miami). O resto é cópia. Uma vez que já fui ao Tomorrowland, falta-me o UMF para cumprir o meu sonho. Não podia estar mais feliz!”, confessa o jovem ao Portal 100% DJ. As suas preferências recaem sobre Pete Tha Zouk e Massivedrum, quando questionado sobre os artistas nacionais que gostaria de ver no "UMF". Na mala de viagem leva a bandeira de Portugal, t-shirt da "Tomorrowland Crew Portugal", protetor solar e calçado confortável. Na opinião do português, no nosso país falta um festival “grandioso”, uma vez que estão reunidas todas as condições tais como “espaço, sol e cerveja”. “Bastava um espaço cuidado e um cartaz competitivo! As pessoas vinham de todo o lado. Vejam o exemplo do Tomorrowland”, diz. Uma vez que ir ao "UMF" não é um investimento barato, o jovem admite que “não foi nada fácil arranjar todo o dinheiro necessário” e teve de “fazer uma espécie de contrato” consigo mesmo: todos os meses, levantava uma quantia certa de dinheiro. O bilhete e os voos foram planeados com alguma antecedência “para garantir os melhores preços”.
 
 
Uma das representantes do sexo feminino português é Susana Coelho, de 35 anos, que partiu diretamente de Boliqueime para Miami pela primeira vez. Apesar de já ter estado presente em alguns festivais, “as expectativas são as mais altas possíveis” e nem as consegue exprimir por palavras. Em Portugal, Susana afirma que existem “excelentes profissionais e pessoas super talentosas” que poderiam subir a um dos palcos do "UMF", como vai acontecer com Diego Miranda. Sapatos e roupa confortável “para dançar e pular todos os segundos do festival”, máquina fotográfica “para poder reviver em Portugal os grandes momentos” e a bandeira nacional são alguns dos objetos que leva na bagagem. Para viajar até Miami, a algarvia realizou algumas poupanças mas afirma que “com algum esforço todos os meses, 'grão a grão' consegue-se. Quando colocamos metas e objetivos, tudo se consegue!”. Um dos conselhos que deixa a quem pretende ir ao "UMF" no futuro é comprar as viagens e bilhetes bastante tempo antes, uma vez que o preço é mais acessível e “não custa tanto, porque os pagamentos são faseados ao longo do ano”.
Hardwell, Armin van Buuren e Steve Angello são os artistas que deseja ver com mais atenção em Miami. “Já que temos tanto turismo, praia e clima fantásticos, porque não sermos conhecidos também por festivais brutais e controlados”, que ao mesmo tempo atraem “mais pessoas a virem conhecer o nosso país?”, questiona Susana deixando a sugestão para a realização de um grande festival em Portugal.
 
 
Tiago Rodrigues tem 27 anos e vive em Issy-les-Moulineaux, em França, de onde partiu em direção ao Ultra Music Festival pela primeira vez. O português não vive de ilusões e vai para Miami com o objetivo de “ver para crer”, toda a grandiosidade do festival de música eletrónica. Apesar de não estar presente atualmente em Portugal, Tiago não foge às suas origens e destaca Pete Tha Zouk como o artista nacional que gostaria de ver num palco do Ultra Music Festival. Na sua mala de viagem, além de todos os objetos essenciais, o português garante que não se vai esquecer da sua garrafa de whisky. Relativamente a Portugal, Tiago afirma que “a nível de festivais, não estamos mal servidos” e que não tem “razão de queixa” quando questionado a respeito do investimento feito para viajar até ao Ultra. Nos seus planos, a atuação de Martin Garrix será imperdível.
 
 
Residente em Leiria, Zé Manel leva as suas expectativas para Miami “muito altas, visto que o line-up está muito bom”. Em Portugal, considera que existem ótimos DJs como o Kura, afirmando que seria “muito bom” vê-lo atuar neste Festival. A câmara GoPro, carteira, bilhete do festival, bandeira de Portugal e da marca Armin van Buuren Intense são alguns dos objetos que irão consigo para Miami. “Infelizmente Portugal precisa de um festival a sério”, afirma Zé Manel ao Portal 100% DJ, poucos dias antes de embarcar no avião com destino aos Estados Unidos da América. Para esta viagem, o português admite que é fácil: “Basta querer. Lutei para ir, pois é complicado devido aos salários baixos que se recebe em Portugal”. Entre os artistas que pretende assistir estão deadmau5, Armin van Buuren e Tiesto.
 
 
Daniel Reis tem 28 anos e vive na Cordinhã (Coimbra). Esta vai ser a sua estreia no Ultra, juntamente com o seu irmão. As suas expectativas são “muito grandes” e consigo leva a bandeira de Portugal, uma “peça fundamental”, tal como o bilhete pois “sem ele não há festa”. Pete Tha Zouk seria a sua escolha nacional para estar presente no cartaz do UMF, se o português fizesse parte da equipa de organização do festival. A atuação dos The Prodigy é uma das mais esperadas por Daniel, que certamente irá assistir bem de perto, uma vez que para realizar esta “viagem de sonho para um festival único” teve “dois anos a juntar dinheiro”. Em relação ao facto de Portugal vir a receber no futuro um evento como o Ultra Music Festival, o jovem confessa que o território lusitano “não tem condições nem logística para um festival deste género”.
 
 
{youtube}F0xoBUDUYyo{/youtube}
 
Publicado em Reportagens

[sigplus] Erro crítico: Memória insuficiente para concluir a operação solicitada root/images/stories/ultra/diario2/29425743_1214856351979240_1381610006104768512_o.jpg, 36578304 bytes requeridos, 31457280 bytes disponiveis.

 

Dia 2
 
Acordámos cedo, talvez pela vontade de descobrir este mundo à parte que é Miami. São centenas as máquinas que desfilam pelas principais ruas de Miami, tais como Mustang, Roll Royce, Lamborghini, BMW, entre outras.
 
Dirigimo-nos até à praia, apreciando até lá todas as lojas. A praia é lindíssima e o cenário é perfeito: céu azul, areia branca, água azul turquesa, palmeiras... Há grupos de americanos que levam colunas enormes para a praia e ouvem música nas alturas a tarde toda.
 
São vários os promotores de festas, clubes e restaurantes que percorrem a praia a distribuir panfletos e tentar recrutar turistas para os seus estabelecimentos.
 
Aproveitámos a praia o dia todo. No final do dia chegaram mais portugueses assim como os DJs Steven Rod e KEVU. Jantámos num restaurante cubano e aproveitámos para passear pela Ocean Drive, com bares repletos de turistas.
 
 Amanhã é outro dia com festa no Nikki Beach.

{gallery}stories/ultra/diario2/{/gallery}

Publicado em Ultra Music Festival
O design do palco do Ultra Music Festival deveria estar no segredo dos deuses, mas foi acidentalmente divulgado por Martin Garrix, através de uma fotografia publicada na sua página oficial de Instagram.
 
Na foto, o DJ e produtor holandês aparece junto da sua equipa, que preparam os efeitos de iluminação e vídeo. É possível observar nos ecrãs a maquete do palco do Ultra Music Festival, com os testes dos efeitos que irão ser utilizados.
 
Em entrevista ao website Your EDM, Martin Garrix revelou que irá reproduzir no seu espetáculo do primeiro dia do Ultra Music Festival, 8 ou 9 faixas inéditas, que fazem parte do seu álbum de estreia com data de lançamento marcada para abril. O festival de Miami vai decorrer entre os dias 18, 19 e 20 de março, com o português Diego Miranda no cartaz.
 
 
Publicado em Ultra Music Festival
Pág. 1 de 5
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.