Diretor Ivo Moreira  \  Periodicidade Semanal
O clube portuense repleto de varões e espelhos é já uma das maiores referências nacionais da cultura club. Na agenda de março do Pérola Negra destacam-se nomes como o austríaco Dorian Concept (live), o clássico da disco norueguesa Prins Thomas, o português Xinobi, e ainda as festas residentes TURBO, Nomad Club Sessions e Ciclope, que prometem encher a pista de dança todas as sextas e sábados deste mês.

Feita a celebração do alívio das restrições no mês de Fevereiro, a pista de dança do Pérola Negra entra agora em Março a todo o vapor. Esta sexta-feira, 11 de março, os faróis do carro da TURBO acendem-se para receberem "el mas romantico de los romanticos". Florentino é o condutor desta noite e vem acompanhado de El Nando e NOIA. Com presença já confirmada no NOS Primavera Sound no formato Sangre Nueva, em aliança com Kelman Duran e DJ Python, o produtor britânico apresenta uma lista de colaborações bem quentes, como Bad Gyal, Ms Nina ou MC Bin Laden. Sábado 12, segue com um clássico da disco norueguesa. Prins Thomas toma conta da cabine juntamente com Elite Athlete, e traz para a pista uma mistura de disco, house, techno minimal, electro, Krautrock, jazz fusion e space rock. 

O último fim-de-semana do mês conta com os sets de Xinobi e Dupplo no dia 25 de março. O produtor Bruno Cardoso e co-fundador da editora Discotexas caminha agora até ao lançamento do seu novo álbum "Balsame", com data marcada para o dia 8 de abril. No dia seguinte é a estreia de Wrong Weather Play #1 com a atuação live do compositor, produtor e teclista austríaco Dorian Concept e ainda os DJ sets de Supa e Liquid. Tune, como os álbuns "The Nature of Imitation" (2018) e "Joined Ends" (2014).

A programação do mês fica completa com a Ciclope no dia 18 de março, com os DJs Mâhfoud, Shrumate e Mendes e ainda com a festa Contracoutura presents: Soho Kids OPO Fashion Week Drop, com Lord Apex (live) e co-curadoria da Versus. Os bilhetes estão à venda nos locais habituais.
Pedro Loios, artisticamente conhecido como Zinko, acaba de adicionar uma nova faixa ao seu portfólio musical. 

O clássico "Toxic" da estrela norte-americana Britney Spears recebe desta feita uma nova roupagem com vibrações de house music e pensada para deixar as pistas de dança ao rubro.

Zinko disponibiliza a faixa "Toxic" em download gratuito, sendo que os interessados deverão aceder à página da mesma.

O DJ e produtor português que em 2020 recebeu o "Prémio Talento" da 100% DJ regressa aos palcos no próximo dia 2 de abril num novo e irreverente formato ao vivo, desenhado por si e pela sua equipa.

segunda, 07 março 2022 15:24

Don Diablo regressa este ano a Portugal

O DJ e produtor Don Diablo é a mais recente confirmação do festival JN North Festival. O artista neerlandês que ocupa a posição número 7 do TOP 100 da revista DJ Mag, atuará no segundo dia do festival, 27 de maio, juntando-se a Tricky, Capicua, Domingues, T-Rex, Cassete Pirata e Throes + The Shine.
 
De seu verdadeiro nome Don Pepijn Schipper, o artista de 42 anos é considerado um dos pioneiros do future house, tendo lançado quatro álbuns de estúdio entre 2004 e 2021, e êxitos como "Chemicals" (com Tiësto) e ‘Survive’ (com Emeli Sandé e Gucci Mane). Como produtor, trabalhou com artistas como Madonna, Dua Lipa, Justin Bieber, Ed Sheeran ou Coldplay.
 
O JN North Music Festival, anteriormente denominado North Music Festival, tem lugar na Alfândega do Porto, nos dias 26, 27 e 28 de maio. Não se realizou em 2020 e 2021 devido à pandemia de covid-19. Os bilhetes diários custam 50 euros.
 
Confere em baixo o cartaz divulgado até ao momento.
 
 
26 de maio
Palco Principal
Ornatos Violeta
Linda Martini
PAUS
Zen
Paraguaii
Pedro da Linha
 
Palco Indoor
S. Pedro
Riot
 
27 de maio
Palco Principal
Don Diablo
Tricky
Capicua
Domingues
Cassete Pirata
T-Rex
 
Palco Indoor
Throes + the Shine
 
28 de maio
Palco Principal
The Jesus and Mary Chain
The Waterboys
GNR
Conjunto Cuca Monga
Keep Razors Sharp
 
Palco Indoor
Moullinex & Xinobi
DJ Vibe
A fabricante da vodka Stolichnaya anunciou uma mudança na marca, em resposta direta à "posição veemente" do seu fundador contra o regime de Putin e por sua vez à invasão russa na Ucrânia.

A conhecida vodka será agora comercializada simplesmente como Stoli, disse a empresa em comunicado.

Yuri Shefler, fundador do Stoli Group, foi exilado daquele país há 20 anos atrás devido à sua oposição a Putin. Embora a Stolichnaya seja comercializada como sendo vodka russa a verdade é a que a sua produção é feita na Letónia desde essa altura e o Stoli Group é uma unidade do SPI Group, com sede no Luxemburgo.

Nos últimos dias diversas lojas dos Estados Unidos removeram das suas prateleiras diversos produtos fabricados na Rússia ou de marca russa - o que na maioria dos casos significa vodka. Há registo de alguns proprietários de estabelecimentos de diversão noturna terem atirado para o lixo a vodka Stolichnaya em protesto.

De acordo com a IWSR Drinks Market Analysis, empresa global que acompanha as vendas de álcool a nível mundial, nos Estados Unidos, menos de 1% da vodka consumida é produzida na Rússia e mais de metade de toda a vodka consumida no mercado interno é fabricada nos EUA.
O conhecido DJ e produtor DJEFF irá estrear-se na edição deste ano do festival Tomorrowland que se realiza em Boom, na Bélgica, no próximo mês de julho.

Depois de um início em 2022 bastante positivo, com passagens por Angola, México (Tulum) e Israel (Tel Aviv), DJEFF é agora anunciado num dos festivais de referência a nível mundial, conhecido por todos os amantes de música eletrónica.

Com dois anos de paragem, devido à pandemia de covid-19, o festival Tomorrowland regressa em grande, a decorrer pela primeira vez ao longo de três fins-de-semana. O cartaz é novamente "infinito" mas nos vários palcos espalhados pelo recinto iremos encontrar The Chainsmokers, Carl Cox, Amelie Lens, Martin Garrix, Armin van Buuren, Tiësto, entre muitos outros. O português DJEFF irá atuar a 24 de julho, domingo, no palco Core.

No passado dia 18 de fevereiro, o responsável pela Kazukuta Records apresentou o seu novo projeto musical intitulado "Enlightened Path: Remixes PT2" e que conta com as participações de Manoo, Floyd Lavine, Rocco Rodamaal e Sparrow & Barbossa.
 
O festival Dancefloor - Jump To The Drop acaba de divulgar mais um nome para o cartaz deste ano. O DJ e produtor norte-americano Acraze junta-se assim aos já anunciados Cat Dealers, Sefa, Carnage, Habstrakt, Brian Cross e os Gunz For Hire (DJ's Adaro e Ran-D), pioneiros na produção e desenvolvimento do sub-género do Hardstyle, conhecido como Rawstyle.

Acraze editou em agosto passado, o conhecido single "Do It To It", neste momento um dos mais tocados nas rádios nacionais, tendo o vídeo no YouTube a ultrapassar os 25 milhões de visualizações.

Com dois anos de interregno devido à pandemia, o festival regressa ao Altice Forum Braga entre os dias 29 e 30 de julho para a sua 5.ª edição e os bilhetes estão à venda nos locais habituais com valores a oscilar entre os 25 (bilhete diário) e os 35 euros, o passe para os dois dias de evento.

No que diz respeito à escolha do Altice Forum Braga para a realização do festival, Tiago Martins, rosto da organização refere que é uma decisão estratégica. "É uma das cidades mais jovens do país, tem uma acessibilidade muito boa para captar público de Espanha, França, Inglaterra e Holanda. O local escolhido oferece condições para a realização de eventos como este. Também o facto de ser um local fechado ajuda devido às oscilações climáticas que podem ocorrer."

A ministra da Cultura da França suspendeu a realização, dentro e fora do país, de qualquer evento cultural associado a instituições oficiais russas ou artistas russos que sejam a favor da invasão da Ucrânia.

Roselyne Bachelot especificou que nenhum evento ligado a instituições culturais oficiais ou artistas "que se manifestaram a favor da política empreendida pela Rússia na Ucrânia" será bem-vindo.

A ministra acrescentou que os projetos de parceria entre instituições culturais russas e francesas, quer em França, quer na Rússia, estão "suspensas até novo aviso".

"Estamos solidários com os artistas, profissionais da cultura e jornalistas ucranianos, duramente atingidos. Não esquecemos os dissidentes russos. Juntos, eles mantêm viva a democracia e a cultura todos os dias, fermento de paz e diálogo entre os povos", sustentou.

Roselyne Bachelot avançou ainda com a criação de um fundo de apoio, de um milhão de euros, para "acompanhar as instituições culturais francesas que se organizam para permitir que artistas e profissionais da cultura continuem a trabalhar".

Até agora, o cancelamento de eventos culturais em França com entidades ou artistas russos dependia de decisões individuais.

Também esta quarta-feira a Ópera de Paris referiu que não haverá novas colaborações com instituições culturais russas ou artistas que manifestaram publicamente o seu apoio ao regime.
Um cidadão israelita foi morto a tiro esta terça-feira por tropas ucranianas quando tentava sair de Kiev juntamente com outra pessoa da mesma nacionalidade.

Trata-te de Roman Brodsky, DJ de 41 anos de idade, com dois filhos, que foi confundido como sendo um militar russo. O DJ deslocava-se para a fronteira da Moldávia na tentativa de viajar para Israel, quando foi parado num posto de controlo pelas forças ucranianas, que abriram fogo contra o carro onde seguiam os dois ocupantes.

A viver em Israel, os pais de Brodsky enfrentam agora sérias dificuldades em repatriar o corpo devido à situação perigosa que se vive no país.

"Não sei se consigo sair daqui viva ou consigo leva-lo para Israel. Eles estão a atirar como loucos", disse Mila, esposa de Brodsky, ao Canal 12.

Entretanto foi criada pelos amigos do DJ uma angariação de fundos para a transladação do corpo para Israel. O custo estimado é de cerca de 30 mil euros.

Um amigo da família disse ao jornal Israel Hayom que, além de questões financeiras, as condições perigosas no terreno são também um obstáculo significativo para garantir um voo para Israel.

"O problema não é o dinheiro - ninguém quer escoltar o corpo de Brodsky de Zhytomyr - a cidade em que está localizado - até à fronteira entre a Moldávia e a Polónia. Estamos a tentar um contacto com o Ministro do Turismo Yoel Razvozov e com o embaixador mas ninguém está a ajudar", disse o amigo.

Na Internet circula um vídeo do presumível tiroteio ao carro de Roman Brodsky. As imagens podem ferir a susceptibilidade dos leitores mais sensíveis.
Da entrada à cabine, percebe-se de antemão que tudo foi pensado ao pormenor no Sky Valley - The Club. Este novo espaço promete fazer a diferença na animação noturna em Portugal e tem assinatura de Jay Rodriguez, proprietário do grupo que dá nome ao club.

Localizado na cidade de Esposende, frente ao mar e ao rio, este incrível club está equipado com o que há de melhor para surpreender os clientes. A nível de sistema de som, podemos encontrar a linha de produtos Void Acoustics, incluindo os mais recentes Air Vantage e os Air Motion.

A programação conta com os mais prestigiados artistas internacionais e sem esquecer o que de melhor se faz no nosso território. Pela cabine já passaram DJ Vibe, Sandy Rivera, Sparrow & Barbossa, Miguel Rendeiro e Miguel Nery, sendo André Alves a assumir a residência.

Para os próximos eventos estão confirmados vários nomes conhecidos da cena eletrónica, como Claptone, Danny Tenaglia, David Morales, DJ Chus, Kenny Dope, Tony Humphries, Todd Terry, Rui Vargas, Fauvrelle, Pedro Tabuada e um showcase com o coletivo Faina.

A gerência garante que no novo Sky Valley “podemos encontrar amizade, amor e boa música. É um lugar onde só o agora importa e o ritmo da música marca a sensação primordial da alegria de estar vivo.”
terça, 22 fevereiro 2022 09:43

Vidigueira volta a ter Festival Jovem

Já com datas definidas e um cartaz a ser preparado com os melhores nomes da atualidade, o Festival Vidigueira Jovem regressa este ano à pacata vila alentejana da Vidigueira.

Durante os dias 9 e 10 de setembro, além do campismo, os festivaleiros poderão experienciar várias atividades de entretenimento, artes performativas, arte urbana, workshops e atividades radicais.

Os bilhetes já se encontram à venda nos locais habituais com valores que oscilam entre os 20 euros (bilhete diário) e os 30 euros (passe geral) com direito a campismo e piscina grátis. Existem ainda os bilhetes VIP a 60 euros.

A primeira edição realizou-se em 2006 tendo como cabeças de cartaz a banda Da Weasel e Boss AC.

Pág. 4 de 80