17-02-2020

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

A ‘campanha eleitoral’ para o Top 100 da DJ Mag deste ano já começou. Além dos artistas internacionais, são muitos os DJs e produtores portugueses que estão a apelar ao voto, utilizando, maioritariamente, as redes sociais.
 
Kura, que se estreou o ano passado na lista ocupando a posição número 42, iniciou a sua campanha através de um vídeo que mostra os bastidores da vida de DJ. “As votações da DJ Mag já começaram, o vosso apoio é mais importante do que nunca!”, revelou Kura na sua página oficial de Facebook.
 
Há também outros DJs portugueses empenhados a tentar a sua sorte para a edição deste ano do mais disputado TOP 100 de DJs, com apelo ao voto através das redes sociais, junto dos fãs. É o caso do DJ The Fox, que considera que “esta entrada em votação é idealizada de forma a querer mostrar mais do que se faz em Portugal. A produção é o foco e um resultado inesperado pode acontecer!”.
 
Tom Enzy também já iniciou a sua ‘campanha eleitoral’, afirmando que “tem sido um ano incrível” e que “é o momento certo para fazer isto acontecer!”. Depois de apelar votos aos seus fãs, agradece por tornar este “sonho em realidade”.
 
Depois de atuarem no mesmo palco de grandes nomes como Dimitri Vegas & Like Mike ou Steve Angello, a dupla Club Banditz decidiu também apelar ao voto. “As votações da DJ Mag já começaram, o vosso apoio é muito importante!”, relatam os DJs e produtores na página oficial de Facebook.
 
Diego Miranda é também outro português que quer continuar a marcar presença na lista mais cobiçada da música eletrónica. Além de apelar ao voto durante as suas atuações o DJ aposta ainda na distribuição de autocolantes pelos fãs. Através de um vídeo com alguns dos melhores momentos da sua carreira nos últimos anos, o DJ tem contado com o apoio dos seus seguidores para fazer história.
 
Desde o ano 1997 que a presença de portugueses na lista já vem sendo habitual. DJ Vibe foi o estreante, na posição número 36, a mais alta de um DJ nacional até aos dias de hoje.
 
Pete Tha Zouk, Diego Miranda e Kura também já estiveram presentes no Top 100 da DJ Mag nos últimos anos.
 
Em baixo poderás conferir todas as posições de DJs portugueses no Top da DJ Mag, nos respetivos anos:
 
DJ Vibe:
  • 1997 - #36
  • 1998 - #87
  • 2004 - #80
  • 2005 - #40
  • 2006 - #47
  • 2007 - #40
  • 2008 - #79
  • 2010 - #100
  • 2011 - #84
 
Pete Tha Zouk:
  • 2010 - #80
  • 2011 - #37
  • 2012 - #47
 
Diego Miranda:
  • 2013 - #94
  • 2014 - #70
 
Kura:
  • 2014 - #42
 
 
{youtube}b_fjj48U3zk{/youtube}
Publicado em Mix
quinta, 25 outubro 2012 21:30

Vox Pop: o Top 100 da revista DJ Mag

Segundo os resultados da mais famosa votação de deejays, Amin Van Buuren é o melhor DJ do Mundo. O DJ e Produtor de 35 anos, influente num género virado para o trance, voltou a conquistar o primeiro lugar, depois de em 2011, David Guetta ter ficado à sua frente por apenas 1 lugar. Van Buuren soma agora um total de 5 troféus só da Revista DJ Mag.
 
A grande novidade desta edição foi divulgação dos 49 DJs (através da Página de Facebook da Revista) que não entraram no TOP dos 100. Nessa mesma lista, estão os três portugueses: DJ Vibe, Mastiksoul e Diego Miranda. Já Pete Tha Zouk, ocupa a posição número 47.
Todos eles desceram de posição em relação ao ano de 2011.

Quisemos saber a opinião de três pessoas influentes na noite nacional e para este VOX POP convidámos, a Deejay Mariana Couto, Duarte Carvalho da editora Exklusive, e Nuno Gonçalves, Diretor da Revista Supernoite.
 
 

"Qual é a sua opinião sobre o TOP da DJ Mag?"

 
 
Mariana Couto, Deejay
 
Foi incredulamente que tomei conhecimento dos resultados da votação da DJ MAG. Na verdade, fiquei quase em estado de choque. Mas depois de alguns minutos percebi que, o que nos transmite o resultado desta votação é muito mais do que um golpe baixo à qualidade da house music. De facto, todos os DJs, e amantes da noite em geral, devem reflectir sobre este top.

Porque é uma votação que assenta nas opiniões dos clubbers, que votam nos seus artistas favoritos. Ponto. Sim, é evidente que aqui há uma grande dose de "engano": os resultados da votação também dependem diretamente de quanto o DJ investe na sua fan base em termos de campanha "pro voto". E sabemos que muitos investem ao ponto de parar sets, enquanto sabemos que outros se dedicam ao trabalho e deixam que o público fale por si.
(...) Quanto a mim, não votei. Nem neste, nem nenhum do género. A minha forma de homenagear os melhores do mundo, passa por comprar os seus temas, passa por ir vê los, passa por tocar as sonoridades que marcam. (...)
 
De facto, com a massificação e popularização da house music a barreira entre o bom e o mau esbateu-se e dessa mistura, às vezes quase irreal de sonoridades, resulta um top perfeitamente atípico, mas... que, também, dá uma lição de marketing (e aposto que o PSY é que não chegou a tempo...)
 
Quanto a mim, não votei. Nem neste, nem nenhum do género. A minha forma de homenagear os melhores do mundo, passa por comprar os seus temas, passa por ir vê los, passa por tocar as sonoridades que marcam.
O resto? É entretenimento.

PS - Já estive nos headquarters da DJ Mag, em Londres e lembro-me da Liz (na altura a diretora) me dizer que se a revista quisesse enriquecer com os DJs era fácil: não faltavam os que queriam comprar lugares no top. Como diz o outro: "agora pensa!"
 

 

Duarte Carvalho, Exklusive Records
 
O Top dos 100 melhores DJ Mag está cada vez mais polémico. Não concordo inteiramente com isto e passo a explicar porquê. Se olharmos para os primeiros 20, não acho nada estranho ver os nomes tais como, Armin Van Buuren, um gigante do trance que se rendeu ao progressivo, conquistando assim mais uma grande massa de público. Tiësto, já por várias vezes em número 1, de certa forma teve exactamente o mesmo percurso que o Armin. Avicii, acho que nem há comentários a fazer. David Guetta, foi somente o homem que abriu o mercardo norte-americano para a música de dança, e por aí fora...
(...) o que faz a diferença hoje em dia é somente isto, uma boa máquina de promoção a funcionar, algo que, seguramente qualquer um dos TOP 20 tem (...)
 
Creio que o Top se torna algo estranho quando verificamos que grandes mestres da cena electrónica, tais como, Roger Sanchez, Erick Morillo, Fatboy Slim, Sven Vath e outros, caíram do TOP 100.
 
Creio que isto se explica por uma questão de máquinas de promoção, seja em redes sociais, blogs, magazines, TV, e por aí fora, o que faz a diferença hoje em dia é somente isto, uma boa máquina de promoção a funcionar, algo que, seguramente qualquer um dos TOP 20 tem e os que estão mais abaixo são capazes de não ter ou, pelo menos, não se encontra a funcionar a pleno.
 

 

Nuno Gonçalves, Dir. Revista Supernoite
 
Bom, na minha humilde opinião e sem retirar mérito aos restantes DJs, acho que o TOP 10 dos 100 melhores DJs está ocupado realmente pelos "melhores" (Mas será que alguns deles são os melhores? Pelo género musical? Pelas suas capacidades técnicas? Ou pelos seus playbacks ao vivo? Pelo mediatismo que se faz em volta deles? Ficam as questões).
(...) na verdade há que saber dar valor a quem vence, mas temos de dar ainda mais valor a quem batalha ano após ano para, pelo menos tentar vencer, isso sim é um esforço reconhecido.
Voltando à realidade dos 100 melhores, quero apenas dizer que, para a quantidade de DJs que concorre, mais uma vez Portugal está de Parabéns pelas excelentes participações dos nossos artistas (ainda que não inseridos nos 100 melhores), que demonstram mais uma vez que, o que é nacional é bom, e muito.
 
Para finalizar quero apenas deixar uma nota crítica, não só ao mundo da música, mas ao mundo em geral: "as votações valem o que valem, desde que inventaram o dinheiro tudo é subjectivo", na verdade há que saber dar valor a quem vence, mas temos de dar ainda mais valor a quem batalha ano após ano para, pelo menos tentar vencer, isso sim é um esforço reconhecido.
Parabéns a todos os DJs Portugueses que participaram nesta votação.
 
 
Publicado em Mix
quarta, 27 outubro 2010 16:18

Top 100 DJs - Resultados Oficiais

Acaba de ser finalmente divulgado o famoso Top mundial dos 100 melhores DJ's.
Durante as votações, foram milhares as pessoas, oriundas de todos os cantos do mundo, que votaram nos seus DJ's favoritos para assim fazer o Top dos 100 mais votados.
 
Os resultados de 2010, incluem novos artistas, novos géneros e novas formas de cimentar o o estatuto de melhor 'DJ mundial'.
 
Nesta lista de 100, há portugueses.
Destaque para Pete Tha Zouk que alcançou o lugar número 81 e o DJ Vibe corresponde mesmo ao número 100 - Parabéns a ambos.
 
Confere a lista completa com as respectivas posições.
 
 
1 Armin van Buuren (manteve posição)

2 David Guetta (subiu 1)

3 Tiesto (desceu 1)

4 Deadmau5 (subiu 2)

5 Above & Beyond (desceu 1)

6 Paul van Dyk (desceu 1)

7 Gareth Emery (up 2)

8 Markus Schulz (manteve posição)

9 Ferry Corsten (desceu 2)

10 Axwell (subiu 4)

11 ATB (manteve posição)

12 Sander van Doorn (desceu 2)

13 Infected Mushroom (desceu 1)

14 Steve Angello (subiu 6)

15 Dash Berlin (nova entrada)

16 Sebastian Ingrosso (subiu 9)

17 Laidback Luke (subiu 10)

18 Judge Jules (subiu 26)

19 Afrojack (nova entrada)

20 Aly & Fila (subiu 2)

21 Fedde Le Grand (subiu 8)

22 Carl Cox (desceu 4)

23 Swedish House Mafia (nova entrada)

24 Cosmic Gate (desceu 5)

25 Bobina (desceu 10)

26 Benny Benassi (manteve posição)

27 Sasha (desceu 14)

28 Simon Patterson (subiu 14)

29 John Digweed (desceu 12 )

30 Eric Prydz (subiu 4)

31 Richie Hawtin (desceu 3)

32 Andy Moor (desceu 17)

33 John O’Callaghan (desceu 9)

34 Roger Shah (desceu 13)

35 Kaskade (subiu 16)

36 Headhunterz (nova entrada)

37 Chuckie (subiu 25)

38 Bob Sinclar (desceu 3)

39 Avicii (nova entrada)

40 Kyau & Albert (desceu 3)

41 Feel (desceu 11)

42 Moonbeam (subiu 34)

43 Joachim Garraud (desceu 7)

44 Daft Punk (desceu 11)

45 Lange (desceu 14)

46 Sean Tyas (desceu 1)

47 Eddie Halliwell (desceu 6)

48 Erick Morillo (subiu 5)

49 James Zabiela (desceu 11)

50 Umek (desceu 11)

51 Paul Oakenfold (desceu 28)

52 Matt Darey (subiu 2)

53 Mark Knight (subiu 8)

54 Richard Durand (desceu 5)

55 Martin Solveig (desceu 8)

56 tyDi (desceu 4)

57 Hernan Cattaneo (desceu 25)

58 Sven Väth (desceu 10)

59 Astrix (desceu 4)

60 Super8 & Tab (subiu 22)

61 Andy C (subiu 39)

62 Myon & Shane 54 (subiu 29)

63 Marcel Woods (subiu 11)

64 Roger Sanchez (desceu 4)

65 Wally Lopez (desceu 3)

66 Mat Zo (nova entrada)

67 Marco V (desceu 17)

68 Leon Boiler (desceu 5)

69 Ronski Speed (manteve posição)

70 Wolfgang Gartner (nova entrada)

71 W&W (nova entrada)

72 Boys Noize (desceu 4)

73 D-Block & S-TE-FAN (nova entrada)

74 Dubfire (desceu 28)

75 Dirty South (desceu 16)

76 John B (subiu 16)

77 Daniel Kandi (subiu 10)

78 Arty (nova entrada)

79 BT (nova entrada)

80 Boy George (nova entrada)

81 Pete Tha Zouk (nova entrada)

82 Fatboy Slim (subiu 12)

83 Skazi (desceu 2)

84 Paul Kalkbrenner (nova entrada)

85 Pete Tong (desceu 2)

86 Bloody Beetroots (nova entrada)

87 Arnej (nova entrada)

88 Joris Voorn (nova entrada)

89 Dada Life (nova entrada)

90 Noisecontrollers (nova entrada)

91 Showtek (nova entrada)

92 Laurent Wolf (desceu 26)

93 Claudia Cazacu (nova entrada)

94 Calvin Harris (nova entrada)

95 Luciano (desceu 6)

96 Marcus Schossow (desceu 17)

97 Sied Van Riel (desceu 12)

98 The Thrillseekers (desceu 41)

99 Justice (desceu 34)

100 DJ Vibe (nova entrada)
Publicado em Mix
Na passada terça-feira, um site de notícias da Rússia (EDM-News) divulgou a listagem de 70 artistas, que alegadamente iriam corresponder ao Top 100 da DJ Mag, divulgado este sábado à noite, no evento Amsterdam Music Festival.
 
O site afirmava que tinha hackeado a página da DJ Mag onde iriam aparecer os resultados do Top 100. No entanto, e após termos realizado uma comparação entre esta a lista especulativa e a oficial, concluímos que as primeiras posições correspondem de facto à sua realidade, mas a partir da 47ª posição, o 'leak' falhou (mas por pouco). A curiosidade em destaque incide sobre a "viravolta" que a lista dá, quando a posição 52 corresponde ao 70, o 53 ao 69, e assim sucessivamente.
 
Confere no gráfico em baixo a comparação dos resultados.
 
 
Publicado em Mix
domingo, 19 outubro 2014 19:06

Top 100 DJ Mag: as reações dos vencedores

Depois da divulgação dos resultados da edição de 2014 do Top 100 da prestigiada DJ Mag, os vencedores correram para as redes sociais para agradecer aos seus fãs. Apesar da felicidade ser uma constante, nem todos ficaram contentes com as escolhas do público.
 
Vê abaixo algumas das reações dos melhores DJ’s do mundo:
 
  • Hardwell: “#1 Outra vez!!!! O vosso apoio e amor fez deste 2014 outro ano que nunca vou esquecer!!”
 
  • Kura: “#42 Top 100 DJ Mag! OBRIGADO! O melhor dia da minha vida!”
 
  • Diego Miranda: “Directamente do Brasil não podia deixar de agradecer a todos os meus fãs que me têm apoiado ao longo da minha carreira, este destaque que me continuam a dar é essencialmente vosso! É com muita alegria que continuo a ver o meu trabalho reconhecido. Bjs e abraços a todos os meus fãs de todo o mundo, encontramo-nos no dancefloor!”
 
  • NERVO: “Conseguimos ‪#‎NERVOnation!! Muito amor para que votou em nós e nos ajudou a chegar ao 21º lugar do mundo. Vocês são absolutamente incríveis, nós nunca estaríamos onde estamos sem vocês!! ‪#‎NERVOfansforeverrr‬”
 
  • Armin van Buuren: “Acabei de receber o prémio de 'Highest Trance DJ' 2014 no Top 100 da DJ Mag. Muitíssimo obrigado a todos que votaram!! Sinto-me abençoado…”
 
  • R3hab: “Obrigado por todo o apoio #23”
 
  • Dyro: “Wow estou no #27 este ano no Top 100 da DJ Mag, muito obrigado pelo apoio!”
 
  • Dannic: “Nem acredito, sou #30 no Top 100 da DJ Mag este ano. Muito, muito obrigado!!!”
 
  • Yves V: “Wow… Acabei de receber notícias fantásticas de que entrei no Top 100 da DJ Mag no lugar #55!!! Tenho os fãs mais incríveis!”
 
  • DVBBS: “Os melhores fãs do mundo… Muito obrigado mundo. Muito obrigado #20”
 
  • W&W: “#18 na DJ Mag, é fantástico todo o apoio que recebemos todos os anos!! Obrigado!!”
 
  • Deadmau5: “Ninguém quer saber. A sério. Ninguém.”
 
  • Blasterjaxx: “Gostaríamos de agradecer a todo do fundo do coração por terem votado e às pessoas envolvidas que nos têm ajudado até aqui!!”
 
  • Borgore: “Obrigado a todos!”
 
  • Dimitri Vegas & Like Mike: “Sem palavras... Temos os melhores fãs do mundo!! Obrigado!”
 
  • Felguk: “É oficial!! Estamos entre os 100 novamente! Valeu galeraaa!!”
 
  • Quintino: “WOOW WOOW WOOW!! Muito feliz por ter entrado no Top 100 DJ Mag!! Quero agradecer a todos os que me apoiaram.”
 
  • Vicetone: “Nós chegámos ao #36 no Top 100 da DJ Mag, muito obrigado pelo apoio”
 
  • Nicky Romero: “Quero agradecer a todos pelo apoio, o ano passado tive alguns problemas de saúde mas mantivémo-nos juntos. Estou super ansioso por 2015 e pronto para continuar!”
 
  • Martin Garrix: “Os últimos anos têm sido um grande sonho. O facto de muitos de vós perderem tempo para votar em mim no Top 100 da DJ Mag é um sonho tornado realidade. É difícil de descrever este sentimento mas eu sei uma coisa… Nada disto era possível sem vocês… Obrigado por tudo!!! #4”
 
  • Dash Berlim: “Honrado por ser #14 no Top 100 DJ Mag! Obrigado a todos os fãs de música do mundo por fazerem os DJ’s sentirem-se especiais!”
 
  • Ummet Ozcan: “Sonhos tornados realidade… Muitos feliz agora! Muito obrigado!”
 
  • DJ Bl3nd: “Obrigado Bl3nders pelo amor e apoio!!! Estou no Top 100 da DJ Mag outra vez!! Vocês são os melhores fãs do mundo. Mal consigo esperar para vos mostrar mais videos e músicas. Vejo-vos nos meus próximos shows!”
 
 
Publicado em Mix
O Festival belga Tomorrowland foi o evento mais votado pelos leitores da revista britânica DJ Mag, líder nas sondagens da área nightlife, fundada em janeiro de 1991.
 
O formulário da votação pública que decorreu nos primeiros meses do ano para definir os 100 melhores Clubs do Mundo - onde também figura a discoteca Lux -, incluía uma nova opção que permitia aos votantes escolher também o festival “número 1” do mundo.
 
Sem margem para dúvidas, o festival Tomorrowland foi o mais escolhido, elevando desta forma o estatuto de evento mais desejado pelo público e que este ano se realiza nos dias 24, 25 e 26 de julho em Boom, na Bélgica. Os bilhetes para esta edição já se encontram esgotados.
 
Avicii, Armin Van Buuren, Hardwell, Sven Vath, Solomun, Alesso e a Orquestra Nacional da Bélgica são alguns dos artistas que irão pisar os diferentes palcos espalhados pelo gigantesco jardim eletrónico. Este ano, uma das grandes novidades é um novo palco destinado a atuações com vinil, apresentado pela Cocoon Recordings e comandado por Sven Vath. 
 
Recorde-se que o aftermovie do festival belga de 2012 é um dos vídeos que os portugueses mais assistem no Youtube.
Publicado em Tomorrowland
Conhecido pela sua simplicidade e profissionalismo explosivo, o DJ algarvio, acarinhado por todos os portugues venceu na noite de ontem um importante prémio que valoriza por completo a sua carreira de DJ.
Levada a cabo pela Revista DJ Mag, o TOP 100 DJ's é uma importante votação a nível Mundial na dance scene que se realiza todos os anos, através de uma votação que é disponibilizada na web. Este ano, 500 mil pessoas votaram nos seus DJ favoritos.
Pela primeira vez, um DJ Português alcançou um lugar no TOP bastante reconhecedor.
Pete Tha Zouk subiu 44 posições e arrecadou este ano o 37º lugar. Sendo que é 2010 deu entrada neste importante TOP no lugar 81º.
O TOP também é ocupado pelo português DJ Vibe (84º) que subiu 16 posições em relação a 2010 que estava no último lugar (100º).
Esta dupla vitória é sem dúvida um orgulho para Portugal. 'O que é Nacional, é bom!'
Em jeito de 'medir a pulsação' e ainda na euforia do lugar alcançado, o Projecto 100 % DJ foi ao encontro de Pete Tha Zouk.

 

O que representa para ti estar entre os 100 melhores DJ’s do Mundo?
Representa todo o reconhecimento de um trabalho enquanto DJ, que faço com todo muito gosto, adoro aquilo que faço, principalmente sentir que faço muitas pessoas felizes enquanto estou a tocar!

Esta é uma excelente forma de recompensar o teu trabalho até agora desenvolvido?
Sim, é óptimo ter obtido esta classificação, para mim é quase indescritível o que senti quando vi a tabela deste ano... fiquei MUITO FELIZ!!!

Que mensagem deixas aos teus fiéis seguidores?
LUTEM PELOS VOSSOS SONHOS... mesmo que vos digam em algum ponto da vossa vida... Não vais conseguir!

 

Parabéns Pete Tha Zouk e DJ Vibe!
Publicado em Mix
terça, 22 outubro 2013 22:07

Vox Pop: o top 100 da revista DJ Mag 2013

Quisemos - e a exemplo do ano passado - saber a opinião de três pessoas influentes na noite nacional sobre o já revelado Top da Revista DJ Mag que sem surpresas dá vitória ao jovem holandês Hardwell. Para este VOX POP convidámos, o DJ e Produtor Carlos Manaça, Andreia Parrinha da Groove TV e Ricardo Silva, responsável pela DWM-D World Management.
 

"Qual é a sua opinião sobre o Top 100 da Revista DJ Mag?"

 
 
Carlos Manaça
DJ/Produtor
 
Apesar de ter sido assinante da revista entre os anos 1993 e 2005, há muitos anos que não presto muita atenção ao Top 100 da DJ Mag. Por vários motivos. No início do Top 100, a votação era feita através de um impresso destacável que era enviado, por correio, para os escritórios da revista. Fazia algum sentido ser os leitores da revista e eventuais "clubbers" a elegerem os "100 Melhores DJs". Embora a contagem fosse feita pela redacção da revista e sempre terem havido algumas suspeitas de "favorecimento" de alguns artistas, (tal como em quase todos os Top DJs nas várias revistas da especialidade...) na minha opinião, o método de votação fazia sentido.
 
A partir do momento que a votação passou a ser online, na minha opinião, a votação passou a eleger os DJ "mais populares", os que têm mais "presença" na Internet (através de empresas de marketing que gerem as suas páginas de Facebook, Twitter, Soundcloud, Instagram, entre muitas outras...) ou aqueles que cujas músicas atingem uma maior quantidade de pessoas (neste momento, os produtores do chamado "EDM"), quer sejam "clubbers", quer sejam simplesmente miúdos que não têm sequer idade para entrar numa discoteca/evento de música electrónica. 

A partir do momento que a votação passou a ser online, na minha opinião, a votação passou a eleger os DJ "mais populares", os que têm mais "presença" na Internet.

 
No entanto, acho que o principal problema das votações online foram as muitas irregularidades que foram detectadas logo desde o início, com alguns DJs (ou as suas agências de marketing) a serem "apanhados" (e desclassificados) a fazerem votações massivas com a mesma direcção IP, através de emails "fantasma" ou através de outros métodos. A partir desse momento, as pessoas passaram obviamente a questionar a autenticidade dos votos. Basta fazer uma busca no Google e facilmente se encontram "scripts", aplicações e outros métodos de "contornar" os métodos "normais" de verificação que as páginas usam para "certificar" os votos que são colocados nos respectivos artistas... ou seja, é praticamente impossível garantir que as votações online sejam 100% fiáveis.
 
É um facto que com as votações online a votação no Top 100 da DJ Mag "democratizou-se", permitindo a muitas mais pessoas votarem nos seus DJs favoritos. Também é um facto que neste momento, qualquer pessoa pode ver no Youtube (ou outros), em directo ou diferido, as actuações dos DJs, em alguns eventos, por isso podem ter uma opinião sobre os seus "sets", logo podem votar tendo isso em conta. Mas também é verdade que muita gente vota num determinado DJ sem nunca o ter visto actuar ao "vivo", simplesmente porque gosta dos temas que edita, ou seja pela sua vertente de produtor. Ou porque gosta dos vídeos em que o artista tem "performances" que nada têm a ver com o acto de "Djying" (basta ver as actuações de Steve Aoki).
 
O que me leva a perguntar: o "Top" da DJ Mag deveria continuar a chamar-se "Top 100 DJ"? Não se deveria retirar a palavra "DJ" e substitui-la por uma mais "abrangente"?
 
 
 
Andreia Parrinha
Groove TV
 
O Top 100 da DJ Mag, é apenas mais um concurso injusto como tantos outros.
E com o passar dos anos tem caído no ridículo com tanta especulação em volta das "acções" de marketing para angariar votos. Está completamente viciado e descredibilizado, ao ponto de, na minha opinião, ser preferível nem participar.
 
Não é por estar no Top 100 que se é o melhor, e a prova disso, é a quantidade de nomes (dos verdadeiros senhores) da dance-scene mundial que ficam de fora. Ainda assim, e já que esta votação acontece, é bom ver pelo menos um português na lista.
 
 
 
 
 
Ricardo Silva
DWM-D World Management
 
Mais uma edição do Top 100 da revista DJ MAG, mais uma "avalanche" de indignações sobre a votação. Todos sabemos como funcionam este tipo de "concursos" e a sua "veracidade" dos nomes que constam neste Top. 
 
Num ano em que apenas um Português (Diego Miranda) entrou nesta tabela, há algo que todos temos de compreender. A indústria da música electrónica mudou e fazendo uma comparação ao futebol, tudo gira em torno dos interesses financeiros, empresários, marketing e especulação. Não se pode deixar de dar o mérito e o devido valor a quem integra esta lista, mas sabemos a quantidade de artistas que deviam constar na mesma (e não constam).

A indústria da música electrónica mudou e fazendo uma comparação ao futebol, tudo gira em torno dos interesses financeiros, empresários, marketing e especulação.

 
Independentemente de todos os factores agregados a este concurso e a esta listagem, quem vive e trabalha neste meio, só tem duas opções. Ou aceita e faz o mesmo que os outros, ou continua o seu trajecto de trabalho, abdicando e sujeitando-se onde poderá chegar. É um mercado cada vez mais difícil e onde a qualidade e o trabalho não são suficientes para garantir o sucesso. É justo? Não. De forma alguma, mas são estas as regras e nem todos conseguem ter condições financeiras, contactos, managers e tempo para poder competir mundialmente. 
 
Por último deixo apenas um pensamento. Quantos DJ's Portugueses poderiam ter uma entrada nesta tabela e porquê? Tirando uma elite de 5 ou 6 que têm actuações ao nível Mundial, Portugal continua com muito pouca qualidade musical para poder ver novos DJ’s a "entrar" nos melhores palcos mundiais. Não será com certeza com as sonoridades que ouvimos na larga maioria dos nossos clubes e discotecas, nem com o que os produtores Portugueses fazem, que os convites aparecem. Produções com "influências" brasileiras e africanas sem qualidade, onde nem ao Brasil ou aos Palop's chegam ou são ouvidas, não são certamente o caminho para podermos ver os novos produtores em festivais de renome mundial.
 
Devido a isso, todas as "queixas" que se possam ter (no que diz respeito aos Portugueses) são infundadas, mesmo sabendo a forma que se pode chegar ao Top 100 da DJ MAG. 
Publicado em Mix
É já nesta segunda-feira, 15 de setembro, que terminam as votações para o mais famoso e polémico ranking de DJs, levado a cabo pela Revista britânica DJ Mag. As votações iniciaram-se a 12 de julho.
 
Os 100 DJs mais votados neste período de tempo, serão anunciado a 18 de outubro, data em que mais uma vez coincidirá com a realização da mais importante conferência europeia de música - Amsterdam Dance Event (ADE). Também a 18 de outubro será realizado em Londres um evento de comemoração do artista que irá alcançar a primeira posição.
 
Fazendo jus à frase "o que é nacional é bom", o Portal 100% DJ apela a quem ainda está indeciso e irá inserir o seu voto nestas últimas horas, que o mesmo seja feito apenas em artistas portugueses, para, desta forma, honrar o trabalho que por cá se faz.
 
Recorda o histórico de vencedores Top 100 da DJ Mag:
 
  • 1997 - Carl Cox
  • 1998 - Paul Oakenfold
  • 1999 - Paul Oakenfold
  • 2000 - Sasha
  • 2001 - John Digweed
  • 2002 - Tiësto
  • 2003 - Tiësto
  • 2004 - Tiësto
  • 2005 - Paul van Dyk
  • 2006 - Paul van Dyk
  • 2007 - Armin van Buuren
  • 2008 - Armin van Buuren
  • 2009 - Armin van Buuren
  • 2010 - Armin van Buuren
  • 2011 - David Guetta
  • 2012 - Armin Van Buuren
  • 2013 - Hardwell
Publicado em Mix
Pelo segundo ano consecutivo, o DJ holandês Hardwell ficou classificado em 1º lugar no Top 100 da conceituada revista DJ Mag, arrecandando o título de "melhor DJ do mundo". Depois de receber e agradecer o prémio no Amesterdam Music Festival, o artista demonstrou aquilo que faz de melhor: a arte de djing, numa atuação cheia de energia.
 
Nos restantes lugares do pódio, Dimitri Vegas & Like Mike ficaram colocados em segundo lugar, enquanto que Armin van Buuren, também já eleito o melhor do mundo em edições anteriores, ficou-se pelo 3º lugar. Uma das grandes surpresas do Top 5 foi Martin Garrix, que com apenas 18 anos, alcançou a quarta posição.
 
Portugal marcou presença no Top 100, com destaque à estreia de Kura na 42ª posição. Diego Miranda continua na tabela, com uma subida de 24 posições em relação a 2013, ficando em 70º lugar.
 
A nível do "Top 50", recorde-se que Vibe atingiu a posição número 40 em 2007 e Pete Tha Zouk o 37º lugar em 2011. Em 2012 o algarvio desceu 10 posições alcançando o número 47.
 
A nível de ausências, foram muitas as que se fizeram notar num ano de grande ascenção para vários artistas, como é o caso de Tommy Trash, Sunnery James & Ryan Marciano, o brasileiro FTAMPA, Cedric Gervais, Alvaro e Jay Hardway que por diversas vezes marcou presença em Portugal.
 
A votação para o Top 100 DJ Mag esteve aberta desde 12 de julho até 15 de setembro, no site oficial da revista.
 
Os resultados foram divulgados via Twitter e no Amesterdam Music Festival, transmitido em direto através do Youtube, com cerca de 14 mil pessoas a assistir online.
 
Confere em baixo, além do histórico de vencedores, a listagem completa e oficial.
 
 
Histórico de Vencedores TOP 100 da DJ Mag:
1997 - Carl Cox
1998 - Paul Oakenfold
1999 - Paul Oakenfold
2000 - Sasha
2001 - John Digweed
2002 - Tiësto
2003 - Tiësto
2004 - Tiësto
2005 - Paul van Dyk
2006 - Paul van Dyk
2007 - Armin van Buuren
2008 - Armin van Buuren
2009 - Armin van Buuren
2010 - Armin van Buuren
2011 - David Guetta
2012 - Armin Van Buuren
2013 - Hardwell
2014 - Hardwell
 
Publicado em Artistas
Pág. 1 de 6
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.