17-02-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

O RFM SOMNII – O Maior Sunset de Sempre vai decorrer entre os dias 6 e 8 de julho, na Praia do Relógio, na Figueira da Foz, e revelou ao longo dos últimos dias as novas confirmações de artistas presentes na edição deste ano.
 
Gregor Salto, Moksi, Corey James, Garmiani, Quintino e Ummet Ozcan juntam-se assim aos já anunciados Angerfist, Chocolate Puma, Cesqeaux, Steve Angello, Alan Walker e Yellow Claw no line-up do evento.
 
Os bilhetes diários e passes gerais já se encontram à venda nos locais habituais com preços entre os 18,50 e os 111 euros.
 
Confere abaixo o cartaz do festival dividido pelos respetivos dias:
 
6 de julho:
Quintino
Angerfist
Yellow Claw
 
7 de julho:
Ummet Ozcan
Slushii
Moksi
Gregor Salto
Chocolate Puma
 
8 de julho:
Garmiani
Corey James
Cesqeaux
Brooks
Alan Walker
Steve Angello
 
Publicado em Festivais

 

Bio Poli é o nome do projeto português de Ana Sofia Malta e Hugo Moreira, um copo reutilizável e ecológico, para ser implantado em eventos e festivais de música.
 
No passado sábado à noite, foi transmitido um novo episódio do “Shak Tank”, na SIC, onde foi apresentado o Bio Poli. Os ‘tubarões’ Susana Sequeira, Tim Vieira e João Rafael Koehler gostaram da ideia e decidiram investir neste projeto.
 
O objetivo deste copo reutilizável, que pode ser personalizado, é evitar a utilização de milhares de copos descartáveis que são deixados no chão e posteriormente levados para aterros sanitários, contribuindo assim para a poluição ambiental. Cada copo de plástico pode demorar cerca de 400 anos para deteriorar-se.
 
O Bio Poli recebeu recentemente uma menção honrosa dos Green Project Awards Portugal 2014. O projeto já marcou também presença em diversos eventos e feiras.
 
 
Publicado em Festivais
A amplitude comunicacional dos festivais de música em Portugal é cada vez mais ampla e por isso são hoje mais recorrentes os que têm no seu cerne ou numa das suas ações a vertente solidária.
 
Deixo abaixo três desses exemplos sendo que apenas tive em conta aqueles que mantêm uma lógica recorrente e estratégica nesta área pois muitos festivais evocaram razões solidárias esporádicas (nomeadamente nos anos de Troika em Portugal) mas ou não existem hoje ou o seu conceito não conseguiu obter um fundamento válido junto do seu público.
 
Rock With Benefits
Existe desde 2011, com uma edição especial no final de cada ano civil e várias sessões espartilhadas ao longo do ano em que recebem artistas pop/rock portugueses. É na cidade de Fafe que está um dos primeiros eventos culturais a ter a causa solidária como um fator de motivação para a realização e dádiva musical como moeda de troca com o seu público. Os fundos revertem para o apoio a famílias carenciadas sinalizadas do Município em que ocorre - o público pode pagar parte do seu bilhete em produtos alimentares;
 
Party Sleep Repeat
É um dos "novos festivais" que melhor tem conseguido posicionar-se e afirmar-se no panorama nacional com um público fiel e que reconhece o critério e qualidade musical (as bandas alternativas portugueses) que coloca a cada edição e respeita o que levou a concretizar este evento. Nasceu, em 2013, como um tributo a Luís Lima, um jovem sanjoanense que tinha um grande interesse pela música e consciência social. Esta homenagem, levou a uma enorme adesão familiar e municipal que levou à concretização de uma associação com o seu nome e à fortificação deste conceito como um festival. Através da sua receita de bilheteira são elaborados donativos para famílias carenciadas (programa "Apadrinhe esta ideia") e a várias instituições nacionais a cada edição;
 
Edp Cooljazz
O leilão de uma guitarra é já algo que acompanha as mais recentes edições do festival. A cada ano, um dos principais artistas internacionais do cartaz assina este objeto dando ênfase ao projeto "Guitarra Solidária". Para 2018, o britânico Van Morrison é o artista envolvido e o valor inicial de licitação está cifrado em 600€ - todo o valor angariado do mesmo reverte para a CERCICA (Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados de Cascais), localizada na cidade que passa a acolher os concertos do festival.

 

Ricardo Bramão
Presidente e Fundador APORFEST, Associação Portuguesa de Festivais de Música.
 
Publicado em Ricardo Bramão
O Sol da Caparica anunciou esta semana duas estreias no festival: Moullinex e Kamala. O evento decorre entre os dias 16 e 19 de agosto, na Costa da Caparica.
 
Os dois artistas portugueses juntam-se à dupla Rich & Mendes, DJs oficiais da RFM, que fica encarregue de encerrar em grande a última noite do festival Sol da Caparica. Sara Tavares, GNR, Virgul, Carminho, Jimmy P, entre outros, vão também subir ao palco do evento.
 
Os bilhetes encontram-se à venda nos locais habituais com preços entre os 17 e os 37 euros.
 
Publicado em Festivais
O MEO Sudoeste está de regresso de 4 a 11 de agosto de 2018 e já se conhecem as primeiras confirmações. Hardwell e Marshmello são os artistas divulgados hoje pela organização do festival da Zambujeira do Mar.
 
Os DJs e produtores não são estreias neste evento, tendo já subido ao palco principal da Herdade da Casa Branca em edições anteriores.
 
Os bilhetes já estão à venda com preços entre os 30 e os 180 euros até ao final deste ano. Podes também adquirir o Fã Pack Fnac, que inclui o passe para todos os dias do festival, área de campismo exclusiva, uma t-shirt oficial do MEO Sudoeste e ainda podes ser um dos 20 premiados e ter acesso à zona VIP.
 
Publicado em Festivais
quarta, 04 julho 2018 19:28

O Rock in Rio Lisboa em números

O festival Rock in Rio regressou à Cidade do Rock, no Parque da Bela Vista em Lisboa, para mais uma edição de sucesso nos dias 23, 24, 29 e 30 de junho. Ao todo, passaram pelo recinto 278 mil pessoas, 85 mil delas no dia 24 de junho, que teve lotação esgotada.
 
No total, foram 57 horas de música com 264 atuações de artistas como The Chemical Brothers, Diego Miranda ou Vintage Culture. Em Portugal, 5,8 milhões de pessoas assistiram às transmissões ao vivo dos concertos através da televisão e da web.
 
Confere abaixo outros números revelados pela organização do Rock in Rio Lisboa:
 
- 18,999 pessoas andaram na roda-gigante
- 3,611 pessoas andaram no slide
- 90 mil copos de Somersby consumidos
- 360 mil copos de Super Bock consumidos
- 62,500 copos de Pepsi consumidos
- 55 mil sofás da Vodafone distribuídos
- mais de 56 horas de livestream
- 21 vezes nos Trending Topics no Twitter em Portugal
- 2,256 publicações no Facebook, Instagram e Twitter
- 70% dos visitantes inquiridos tem a intenção de voltar na próxima edição
- 95% dos visitantes inquiridos atribuiu a nota máxima à edição de 2018 
- mais de 150 horas de emissão ao vivo pelas rádios do grupo Renascença Multimédia
 
Publicado em Rock in Rio
O Maior Sunset de Sempre, que vai decorrer na Praia do Relógio, na Figueira da Foz, entre os dias 6 e 8 de julho, adicionou hoje mais dois grandes para o cartaz da edição deste ano.
 
Trata-se de Angerfist, a dupla Chocolate Puma e de Cesqeaux, com atuação marcada para os dias 6, 7 e 8 de julho, respetivamente, juntando-se assim aos já anunciados Steve Angello, Alan Walker e Yellow Claw.
 
Os bilhetes para o festival já se encontram à venda nos locais habituais a preços entre os 18.50 e os 110 euros.
 
Publicado em Festivais
O DJ português Marcos Daviz é um dos artistas confirmados para a próxima edição do It’s The Ship, um dos festivais de música eletrónica mais conhecidos do continente asiático, que vai decorrer entre os dias 17 e 20 de novembro.
 
Marcos Daviz é DJ de hip hop, eletrónica e trap há mais de 10 anos e pertence ao line up da edição deste ano do It’s The Ship ao lado de nomes como Krewella, Yellow Claw, Andrew Rayel e Thrid Party.
 
O It’s The Ship é um festival de música eletrónica a bordo de um cruzeiro que parte de Singapura em direção a Phuket, na Tailândia, regressando depois ao local de embarque. No cruzeiro, além das festas únicas, os passageiros podem ainda usufruir de bowling, casino, mini golf, restaurantes, bares e clubes.
 
Publicado em Artistas
A edição deste ano do Rock in Rio Lisboa, que terminou no passado fim-de-semana, foi, mais uma vez, um verdadeiro sucesso. Nos vários palcos espalhados pela Cidade do Rock, muitos foram os artistas de música eletrónica que atuaram para milhares de pessoas durante a sexta-feira e sábado. 
 
 
MERGULHAR AO SOM DA MELHOR MÚSICA ELETRÓNICA
 
 
As Somersby Pool Parties vieram para ficar. Durante os dois últimos dias de Rock in Rio Lisboa, vários nomes como DJ Big, Van Breda, Isabel Figueira e o residente Francisco Praia deram música à piscina da Cidade do Rock. No último dia, houve ainda tempo para recriar o famoso programa “Ai os Homens”, apresentado por José Figueiras. Esta ação teve assinatura da organização das festas “Revenge Of The 90s”.
 
 
A RESIDÊNCIA CONTINUOU
 
 
Ficou sempre a cargo de inaugurar as Somersby Pool Parties. Francisco Praia, DJ residente daquele palco, apresentou mais uma vez vários sets dos mais diversos estilos musicais, que proporcionaram momentos únicos ao som de ritmos dançantes até sensivelmente ao pôr-do-sol.
 
 
NOVENTEIROS QUE SABEM FAZER A FESTA
 
 
Se és fã das eternas músicas dos anos 90 então não podes perder a próxima festa “Revenge Of The 90s”. Van Breda, Galão com Coca e André Henriques foram os DJs encarregues de recordar todos os festivaleiros que nos anos 90 também se fazia boa música. Ao longo da noite, com o tema “Welcome to the Jungle”, muitos foram os momentos em que se recordou a música, a televisão e figuras marcantes da época, com direito a convidados especiais como os Ena Pá 2000, ou os Haddaway. 
 
 
OS IRMÃOS DA ELETRÓNICA
 
 
The Chemical Brothers dispensam qualquer tipo apresentações. Deram um espetáculo único, ao som dos seus mais famosos êxitos, os irmãos apresentaram um show repleto de efeitos especiais no Palco Mundo que deliciou todos os festivaleiros amantes de música eletrónica.
 
 
O HIP HOP PELAS MÃOS DE DJ BIG
 
 
Uma das sunset parties da piscina da Somersby ficou a cargo de DJ Big. O artista português ofereceu um set recheado de sonoridades hip hop e todas as suas vertentes, fazendo dançar todos os presentes.
 
 
ISABEL FIGUEIRA: DA TELEVISÃO PARA OS PRATOS
 
 
Para quem pensa que a Isabel Figueira é apenas uma figura da televisão, engane-se. A artista portuguesa tem investido também na arte do djing e animou a piscina da Cidade do Rock, com um DJ set bastante versátil, para todos os gostos e idades.
 
 
DIEGO MIRANDA, A DOBRAR
 
 
Após o cancelamento de última hora dos Karetus, que não aceitaram as mudanças de horários devido à transmissão do jogo da Seleção Portuguesa de Futebol, Diego Miranda teve direito a um set alargado. Mais uma vez, o DJ e produtor português que se prepara para aterrar no Tomorrowland, pôs todos os seus fãs a dançar e a saltar.
 
 
PRODÍGIO BRASILEIRO
 
 
Vintage Culture foi o responsável de encerrar a edição deste ano do Rock in Rio Lisboa, no palco Music Valley. Sempre acompanhado de vários efeitos especiais, fogo e CO2, o artista brasileiro apresentou um set que recebeu nota positiva na pista de dança do festival.
 
 
Até 2020, Rock in Rio Lisboa!
 
 
Publicado em Reportagens

 

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) deteve hoje cinco pessoas por venda online ilegal de bilhetes para o festival NOS Alive, que vai decorrer entre os dias 9 e 11 de julho, em Lisboa.
 
A Unidade Regional do Centro instaurou os cinco processos-crime por prática de crime de especulação na forma tentada, uma vez que os bilhetes estavam à venda a 250 euros, quando na realidade têm um valor comercial de 55 euros cada.
 
Em comunicado, divulgado pela Agência Lusa, a ASAE afirma ainda que “tem vindo a realizar várias ações de investigação/fiscalização da venda online de bilhetes para o festival NOS Alive 2015”.
 
 
Publicado em Festivais
Pág. 1 de 14
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.