19-06-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

Os DJ Awards comemoraram no passado dia 26 de setembro os seus 20 anos numa uma cerimónia em Ibiza que contou com a presença de vários nomes da música de dança internacional.
 
Hardwell, Black Coffee, Richie Hawtin, Claptone, Luciano, Carlo Cox, Armin van Buuren foram alguns dos vencedores, em diversas categorias. O DJ holandês Hardwell foi o grande vencedor da noite, arrecadando dois galardões nas categorias de “Big Room House” e “International DJ”.
 
A organização sem fins lucrativos apoia todos os artistas de música eletrónica há 20 anos, com esta cerimónia anual realizada na ilha espanhola.
 
Confere abaixo todos os vencedores nas respetivas categorias:
 
  • Bass: Hannah Wants
  • Big Room House: Hardwell
  • Deep House: Black Coffee
  • Downtempo & Eclectic: Todd Terje
  • Techno: Carl Cox
  • Tech House: Luciano
  • House: Claptone
  • Electronic Live Performer: Richie Hawtin
  • Trance: Armin van Buuren
  • Breakthrough: Solardo
  • International DJ: Hardwell
  • Newcomer: Bontan
  • Dance Nation: Romania
  • Eco Awards: Oceanic Global
  • Electronic Music Pioneer: Marshall Jefferson
  • Ibiza DJ: Graham Sahara & Paul Reynolds
  • Ibiza Music Event: Pure Carl Cox
  • Ibiza Night: Elrow Ibiza
  • International Festival: Dimensons Festival
  • Producer: Dennis Cruz
  • Record Label Of The Year: Drumcode
  • Track Of The Season: Cola (Camelphat & Elderbrook)
  • 20º Anniversary Award: DJ Alfredo
 
Publicado em Eventos
Com a notícia da subida de Hardwell para nº 1 do ranking mundial de DJs, a corrida aos bilhetes para o evento I Am Hardwell disparou e obrigou a produtora a criar uma nova zona de bilhetes para o próximo sábado dia 14 de dezembro no Meo Arena em Lisboa.
 
Na zona norte vão ser disponibilizados Bilhetes Vip, em número limitado. Esta nova oferta terá um custo de 50 euros e inclui, por bilhete:
- Bancada de acesso reservado;
- Entrada exclusiva no Meo Arena;
- Oferta de 2 cocktails Licor Beirão;
- Localização com visibilidade privilegiada para o palco.
 
Estes bilhetes estarão à venda a partir de hoje para a zona norte do Meo Arena nos locais habituais.
 
O espetáculo apresentado pela rádio Mega Hits, realizar-se-á no sábado dia 14 de Dezembro no Meo Arena em Lisboa (Pavilhão Atlântico) a partir das 21:30 horas. Os bilhetes estão à venda na blueticket e locais habituais pelo preço de 35 euros (plateia em pé) e 25 euros (balcão 1.)
 
O warm-up, segundo conseguimos apurar, será feito pelo 'prodígio' de Hardwell, que também já esteve presente em Portugal - Dannic.
 
[Queres boleia no 100% DJ BUS? Clica Aqui]
 
'I Am Hardwell' é uma extensão de tudo o que Hardwell representa como artista e a oportunidade de comunicar a sua visão da música eletrónica contemporânea. Da sua sonoridade big room, capaz de enfeitiçar audiências planetárias aos visuais e efeitos especiais, tudo foi desenvolvido pela ALDA Events a partir da visão única do DJ e produtor holandês. 
 
Hardwell é um dos mais importantes DJs mundiais, posicionado agora no número 1 no ranking mundial de DJs da revista DJ Mag (Top100), e é um artista que reúne o consenso do público e da crítica especializada no que toca ao seu talento e versatilidade musical. A atuação de Hardwell no festival Belga Tomorrowland gerou 18 milhões de visualizações online, o seu radioshow - transmitido em Portugal pela Mega Hits - gera semanalmente no Youtube mais de 200 mil visualizações, e é transmitido por 35 rádios internacionais. O seu mais recente single - "Never Say Goodbye" - é uma colaboração com Dyro e "Bright Lights" é um dos grandes êxitos de 2013.
 
Publicado em Eventos
Já falta pouco menos de um mês para um dos maiores espetáculos de música eletrónica do ano. A nova tour do nº1, segundo a revista DJ Mag, “I Am Hardwell – United We Are” tem data marcada em Lisboa, no MEO Arena, no próximo dia 7 de março, desta vez com uma vertente solidária.
 
Para quem adquirir o bilhete para o espetáculo de Hardwell, está automaticamente a contribuir com 50 cêntimos para a organização DANCE4LIFE. Este projeto de solidariedade é apoiado por Robert e tem como objetivo principal o combate à SIDA nos jovens a nível mundial, através da educação, música e dança.
 
Hardwell é embaixador desta organização de solidariedade há quase um ano, em conjunto com a ALDA Events. A DANCE4LIFE existe desde 2004 e já chegou a mais de 1 milhão e meio de jovens.
 
Os bilhetes para o espetáculo de Lisboa estão à venda na Blueticket e nos locais habituais, com preços desde os 25,50 até aos 50,50 euros.
 
As empresas Comboios de Portugal e a Slide In uniram-se para disponibilizar as melhores opções de transporte dos fãs de Hardwell até Lisboa, no dia 7 de março.
 
A CP criou um comboio especial Intercidades, que parte da estação da capital portuguesa no Oriente, na madrugada do dia 8, às 3h30, após o espetáculo. Este comboio fará paragens nas estações de Santarém, Entroncamento, Pombal, Coimbra B, Aveiro, Espinho, Gaia e Porto Campanhã. Existem também descontos jovens de 25% em todos os serviços e desconto para família e amigos de 50% em Alfa Pendular e Intercidades. Os bilhetes podem ser adquiridos na Bilheteira Online, Linha de Atendimento, bilheteiras CP, Agencias de Viagens e no Multibanco.
 
A Slide In criou autocarros que irão percorrer várias cidades do país até Lisboa, incluindo ainda a viagem de regresso. O preço pode incluir o bilhete para o espetáculo na plateia em pé e estão disponíveis na página de Facebook da Slide In Travel. A chegada ao MEO Arena está prevista para as 19 horas.
 
Publicado em Eventos
O jovem Martin Garrix voltou a conquistar o número 1 do Top 100 da DJ Mag, pelo segundo ano consecutivo. A cerimónia de entrega dos famosos e polémicos prémios decorreu esta noite na Amsterdam Arena, na capital da Holanda, durante o Amsterdam Music Festival.
 
Os restantes lugares do pódio foram entregues à dupla Dimitri Vegas & Like Mike e Armin van Buuren, no segundo e terceiro lugar, artistas que também já ocuparam a primeira posição em anos anteriores. Hardwell desceu uma posição e ocupa o 4.º lugar.
 
Na representação portuguesa voltamos a contar com as subidas de Kura, colocado agora na 48ª posição e Diego Miranda na 56.ª.
 
O ex-membro dos Swedish House Mafia, Steve Angello, sofreu uma descida vertiginosa de 52 lugares, ficando colocado na posição número 82. Lucas & Steve, Solomun, Black Coffee e Maceo Plex foram algumas das novas entradas neste ranking.
 
Confere em baixo a listagem completa da edição deste ano do Top 100 da DJ Mag:
 
100 - Disclosure
99 - Swanky Tunes
98 - DJ L
97 - Paul Kalkbrenner
96 - Porter Robinson
95 - Tchami
94 - Julian Jordan
93 - Quentin Mosimann
92 - Carta
91 - Maceo Plex
90 - Ferry Corsten
89 - Alison Wonderland
88 - Shogun
87 - Flume
86 - Dillon Francis
85 - Black Coffee
84 - Mariana Bo
83 - Will Sparks
82 - Steve Angello
81 - Solomun
80 - Richie Hawtin
79 - Andrew Rayel
78 - Carnage
77 - Andy C
76 - Robin Schulz
75 - Sam Feldt
74 - Cat Dealers
73 - Jauz
72 - Vini Vici
71 - Florian Picasso
70 - Martin Jensen
69 - Claptone
68 - Jay Hardway
67 - Da Tweekaz
66 - Galantis
65 - Warface
64 - Lucas & Steve
63 - Carl Nunes
62 - Carl Cox
61 - Dannic
60 - Mike Williams
59 - Brennan Heart
58 - Miss K8
57 - Yellow Claw
56 - Diego Miranda
55 - Yves V
54 - ATB
53 - Aly & Fila
52 - Danny Avila
51 - Paul Van Dyk
50 - Nicky Romero
49 - deadmau5
48 - Kura
47 - Tom Swoon
46 - Tujamo
45 - Major Lazer
44 - Radical Redemption
43 - Timmy Trumpet
42 - NERVO
41 - Wolfpack
40 - Angerfist
39 - Fedde le Grand
38 - Ummet Ozcan
37 - Alesso
36 - Blasterjaxx
35 - Bassjackers
34 - Eric Prydz
33 -Headhunterz
32 - VINAI
31 - Vintage Culture
30 - Quintino
29 - Zedd
28 - Avicii
27 - Above & Beyond
26 - Lost Frequencies
25 - Diplo
24 - Kygo
23 - DJ Snake
22 - DVBBS
21 - Axwell /\ Ingrosso
20 - Dash Berlin
19 - Alok
18 - R3hab
17 - Alan Walker
16 - Skrilexx
15 - Calvin Harris
14 - W&W
13 - Oliver Heldens
12 - KSHMR
11 - Don Diablo
10 - Marshmello
9 - Steve Aoki
8 - Afrojack
7 - David Guetta
6 - The Chainsmokers
5 - Tiesto
4 - Hardwell
3 - Armin Van Buuren
2 - Dimitri Vegas & Like Mike
1 - Martin Garrix
 
Publicado em Mix
Os KEVU, dupla composta por João Pedro e João Rosário, lançaram recentemente uma nova faixa intitulada de “Bang” em colaboração com Maddix, com o selo da Revealed Recordings, a editora de Hardwell.
 
“Esta colaboração surgiu devido ao facto de já existir um grande interesse da nossa parte pelo trabalho do Maddix, pelo que decidimos então enviar-lhe algumas ideias para que fosse possível trabalharmos juntos. A partir do momento em que ele gostou do que enviámos, o processo foi bastante simples. Trabalhámos via Skype e a faixa concluiu-se em cerca de uma semana”, revelaram os KEVU em entrevista exclusiva ao Portal 100% DJ.
 
No final de fevereiro, a faixa alcançou o número 1 da plataforma Beatport e foi apresentada ao público no programa de rádio “Hardwell On Air”, do antigo primeiro lugar do Top 100 da DJ Mag.
 
Esta não é a primeira editora de prestígio onde os KEVU lançam faixas originais. No ano passado já tinha sido apresentada uma colaboração com Jaggs intitulada de “Stop Me” também na Revealed Recordings e “Bandana”, uma parceria com Olly James com o selo da Maxximize Records, editora dos Blasterjaxx. No entanto, a dupla portuguesa tem “grande interesse em trabalhar” como por exemplo com a Mainstage Music, Armada Music ou a Spinnin’ Records, mas sempre com o objetivo de “manter o mesmo nível”.
 
Os ‘padrinhos’ dos KEVU são os Blasterjaxx, que apoiam o trabalho dos DJs e produtores portugueses há já algum tempo e pretendem produzir algo juntos, “porém existem outros artistas que também admirados bastante, tal como Hardwell, KSHMR e W&W e, quem sabe, no futuro seja possível trabalhar com algum deles”, referiram João Pedro e João Rosário.
 
Para o futuro, “para além de várias músicas a sair nas melhores editoras, temos também um remix oficial para um enorme artista internacional. A nível de atuações, vamos estar um pouco por todo o lado, não só e Portugal as também internacionalmente”, como é o caso da Tailândia, Suiça, Holanda, Itália e Estados Unidos da América.
 
Outra das novidades revelada pelos KEVU e que estão “bastante felizes por todo o nosso management passar agora a ser gerido pela Mascarade”, uma nova empresa criada pelos próprios Blasterjaxx.
 
Os KEVU foram uns dos artistas de música eletrónica nacionais que mais destacaram no ano passado, sendo considerados por muitos uma ‘revelação’. Todos os bons resultados alcançados fizeram com que ocupassem a posição número 6 do Top 30 de 2016 do Portal 100% DJ.
 
“Sinceramente, mais do que um grande orgulho e felicidade, é uma enorme responsabilidade porque não queremos desiludir as pessoas que votaram e acreditam em nós todos os dias, mas também queremos justificar esta posição para as pessoas que nem sequer nos conheciam. Aproveitamos aqui para saudar a 100% DJ, não só por esta iniciativa mas também por todo o apoio que tem oferecido à música eletrónica portuguesa”, concluíram os KEVU.
 
{youtube}t84E2R6V0Yg{/youtube}
Publicado em Música
O DJ e produtor Hardwell vai ser o primeiro artista de música eletrónica a transmitir em direto a sua atuação em realidade virtual e em 360 graus diretamente de Miami, durante a Miami Music Week. O livestream, exclusivo do Littlstar, está marcado para o próximo dia 16 de março, na festa “Hardwell Presents Revealed” que vai decorrer no Nikki Beach.
 
Esta vai ser uma oportunidade única para os fãs de Hardwell que não podem estar presentes em Miami, que vão poder assistir à atuação do artista holandês como se estivessem a dividir o palco com o antigo número 1 do Top 100 da DJ Mag.
 
A iniciativa é uma parceria entre a VBR, LeaseWeb e a Littlstar e vai estar disponível na internet, Apple TV, Android e iOS. Além de Hardwell, Dannic, FTampa, Julian Jordan, Kill The Buzz e o português Kura vão subir ao palco do Nikki Beach.
 
{youtube}1Vq8ZWEZZiw{/youtube}
Publicado em Artistas
A MEO Arena, em Lisboa, recebeu no passado sábado cerca de 14 mil pessoas para assistir ao novo espetáculo de Hardwell, “United We Are”, especialmente dedicado ao seu álbum de estreia, lançado em janeiro. O evento teve a duração de cinco horas e contou com o warm-up de Kill The Buzz. O DJ “número 1”, segundo a revista britânica DJ Mag, voltou a encantar os portugueses num dos eventos de música eletrónica mais aguardados do ano, tendo os seguidores do holandês começado a concentrar-se nas imediações do recinto logo pela manhã.
 

A ESTREIA QUE FEZ “BUZZ” (COM ENTREVISTA)

Diretamente de Breda, a mesma cidade de Robbert, chega Kill The Buzz, o primeiro a dominar a batuta. Além das suas próprias faixas e da estreia de novos temas, The Buzz durante as duas horas de set, reproduziu também músicas de David Guetta (“Just One Last Time” com Taped Rai) e Alesso (“Tear The Roof Up”). No dia anterior ao espetáculo, tinha estreado uma nova faixa intitulada “Metric”, em colaboração com Manse, no radioshow “Hardwell On Air”.
 
Numa entrevista exclusiva ao Portal 100% DJ e ainda com a adrenalina pós-gig a fervilhar, Kill The Buzz não escondeu o orgulho e satisfação que é fazer o warm-up de Hardwell: “Eu e o Robbert somos amigos desde, mais ou menos, 8 ou 9 anos, e tenho-o acompanhado nas suas tours como amigo, nomeadamente em muitos festivais na Holanda. Há cerca de três anos atrás produzi três faixas que ele gostou imenso. Significa muito para mim que ele me tenha trazido para o seu espetáculo. É ótimo estar aqui!”
 
Questionado quanto ao grau de dificuldade em abrir as hostes do “#1”, The Buzz confessa que Hardwell lhe diz as coisas mais difíceis de tocar ao vivo. “Por exemplo, não podes tocar muitas músicas que são “top” e que grande parte das pessoas quer ouvir num festival. Essencialmente não te podes expor. A coisa mais inteligente num warm-up é dizer às pessoas que tu estás ali” referiu.
 
 
Esta é a primeira vez do holandês em Portugal: “Estou a adorar esta cidade - Lisboa. Um ótimo sítio para estar, e as pessoas são simpáticas, bem como a comida. É ótima!” rematou com um sorriso nos lábios, indicando Kura como o DJ português que conhece.
 

A PROVA QUE SOMOS UNIDOS

A estrutura e logística de palco teve assinatura portuguesa, enquanto que a estrutura superior foi desenhada na Holanda e irá acompanhar Hardwell nesta tour. Semelhante a uma nave espacial, Hardwell, que desta vez “aterrou” em Portugal acompanhado pela sua cara-metade, levou os fãs a uma viagem alucinante e cheia de energia, ao som dos maiores êxitos do passado, do presente, e ainda, de novas músicas.
 
Vestindo uma nova camisola de Portugal, oferecida pela rádio Mega Hits, tal como aconteceu no espetáculo de 2013, o artista holandês contagiou os presentes com a sua paixão e dedicação pela música eletrónica, criando uma forte interação e ligação com o público que delirava em todo o recinto, erguendo por vezes uma bandeira portuguesa e um cachecol, gritando algumas palavras como “braços no ar” e “obrigado”.
 
As letras de algumas músicas eram visíveis no ecrã gigante, que acompanhadas por efeitos de CO2, pirotecnia e um conjunto de luzes único, transformaram a MEO Arena numa autêntica pista de dança gigante. Na plateia e no balcão 1, podiam-se observar vários cartazes, t-shirts e ainda bandeiras do Tomorrowland e de países como Portugal, Espanha, Colômbia, Holanda e Brasil.
 
 
Apesar do balcão 2 não ter sido aberto ao público, a moldura humana de 14 mil fãs do “#1” demonstrou que Portugal tem um dos melhores públicos a nível mundial.
 
Além do seu álbum de estreia, “United We Are”, lançado em janeiro, Hardwell também estreou novas sonoridades. Da sua autoria, não podiam faltar os sucessos como “Spaceman” e “Dare You”, enquanto gritava “Portugal, i love you!”. Hit’s como “Blame” (Calvin Harris & John Newman), “A Sky Full Off Stars” (Coldplay & Avicii), “Drop It Like It’s Hot” (Snoop Dogg & Pharrel Williams) e “Leave The World Behind” (Swedish House Mafia) fizeram as delícias dos fãs, que receberam uma pequena surpresa no final: as últimas duas músicas contaram com selo português: “Hangover” e “Kalemba (Wegue Wegue)”, dos Buraka Som Sistema, foram os temas que finalizaram a atuação, numa recordação que nos retornou ao espetáculo de 2013, ocorrido no mesmo local.
 

NEM OS FAMOSOS RESISTEM A HARDWELL

Algumas caras conhecidas compareceram no MEO Arena para assistir a um dos eventos mais esperados do ano. Nomes como Inácio Ramos, Luís Evaristo, Diogo Dias, Diana Monteiro, João Montez, Dan Maarten, Olga Ryazanova, Dynamic Duo, Hugo Rizzo, Ricardo Silva, Mauro Barros, Olívia Ortiz e Joana Vieira fizeram questão de marcar presença neste regresso de Hardwell ao nosso país.
 

VOX POP

José Paulo Costa, de 20 anos, veio de Santa Maria da Feira para assistir ao concerto de Hardwell pela primeira vez. Para ele, a prestação do “número 1” foi "espetacular e fantástica". Já Telma Silva, de 32 anos, "estava à espera de um pouco melhor" em relação à área VIP do evento. Tiago, natural de Almeirim, de 36 anos, confessou-nos que achou um bom espetáculo, mas que o mesmo "acabou muito cedo". Já Mónica, de 31 anos, gostou do seu primeiro espetáculo de Hardwell e admitiu voltar um dia.
 
 

A PARCERIA DE SUCESSO CONTINUA (COM ENTREVISTA A NELSON CUNHA)

Depois de “One Last Tour” (Swedish House Mafia), o RFM SOMNII e a tour “I Am Hardwell”, foi a vez da “United We Are” chegar a Portugal. Mais uma vez, a parceria entre a Genius Y Meios, a Mega Hits e a Sociedade Lusa de Espetáculos foi um sucesso, elevando a fasquia para aquilo que poderá vir no futuro. 
 
“Duas vezes ‘melhor do mundo’, duas vezes em Portugal no MEO Arena, e superámos as espectativas. Voltámos a repetir a ‘dose’ com um espetáculo diferente, inovador... e o Hardwell está praticamente a ‘jogar em casa’”, revelou-nos Nelson Cunha, Diretor da Mega Hits. “Existem fortes afinidades de Hardwell com Portugal, ele sente o nosso país de uma maneira muito especial. A maior parte dos países da Europa onde ele toca não tem um público tão emotivo, e aqui sim, ao mínimo toque/gesto, o público português reage e isso é muito bom”, por isso, “ele gosta de vir a Portugal e é por isso que veio cá outra vez” disse o diretor da estação.
 
Em relação à rádio Mega Hits, Nelson desvendou algumas das novidades, como a estreia do radioshow da editora de Hardwell – Revealed Records, o radioshow semanal do Quintino, a residência mensal com Djeff Afrozilla e, além dos Beatbombers, o “regresso” do DJ Glue e a Mega DJ Academy. Quanto ao Mega Hits Kings Fest, que contou com a presença de Martin Garrix no ano passado, está a ser realizado um “trabalho de pesquisa”.
 
Para concluir e em relação ao Portal 100% DJ, Nelson Cunha prestou um agradecimento: “Quero agradecer à 100% DJ por ter vindo mais uma vez, pelo grande apoio dado à dance music em Portugal, mantendo sempre aquela isenção, que é importante, e respeitando os artistas e produtores. Têm feito um trabalho excecional - parabéns a vocês”.

 

BACKSTAGE

Nos bastidores do espetáculo, Hardwell teve ainda tempo de conhecer alguns dos seus fãs portugueses, através de um Meet & Greet. Diogo Calhó, de 16 anos, foi um dos fãs sortudos que teve a oportunidade de conhecer o seu ídolo. “Achei-o uma pessoa simpática e nada fria com os fãs”, foi a descrição que Diogo nos fez, em exclusivo, sobre o sonho de conhecer o DJ holandês, pois é o seu ídolo e inspiração. Relativamente ao espetáculo, o jovem de Barcarena confessou que adorou todo o espetáculo, desde os “LED’s, sonoridade, ambiente e a interação com o público”. Foi o primeiro espetáculo de “EDM” de Diogo e “teve um maior significado por ser do Hardwell”, revelou.
                        
A Mega Hits, patrocinadora do evento, além da t-shirt, ofereceu a Hardwell o prémio de “Melhor DJ do Ano”, um totem com logótipo da rádio em 3D.
 

BILHETES SOLIDÁRIOS

Todos os espetáculos da tour “United We Are” têm uma vertente solidária. Para quem comprou bilhete, contribuiu automaticamente com 50 cêntimos para a organização DANCE4LIFE. Este projeto de solidariedade é apoiado por Robbert e tem como objetivo o combate à SIDA nos jovens a nível mundial, através da educação, música e dança.
 

REDES SOCIAIS

Nas redes sociais como o Facebook, Instagram e Twitter, Hardwell foi um dos temas que mais “buzz” gerou. Quando o DJ chegou ao nosso país, fez questão de colocar uma fotografia na sua página oficial de Facebook e do Instagram, de uma vista privilegiada de Lisboa, elogiando o clima: “A aproveitar o lindo clima em Lisboa. Preparado para a I Am Hardwell desta noite!”. Kill The Buzz publicou também uma fotografia sua, com a descrição: “A aproveitar esta vista de topo em Lisboa, Portugal”. Após o espetáculo na MEO Arena, Hardwell partilhou ainda uma fotografia tirada durante o concerto, onde se pode ler “Obrigado Portugal! #UnitedWeAre”.
 

 

O REGRESSO ANUNCIADO

O DJ e produtor holandês, em entrevista à Mega Hits, confirmou acidentalmente o seu regresso ao MEO Sudoeste deste ano, pouco tempo antes da sua atuação em Lisboa. Entretanto, a organização do festival alentejano já confirmou a presença de Hardwell na Zambujeira do Mar, no dia 8 de agosto. Robbert esteve presente na edição de 2014 do MEO Sudoeste.
 
Vemo-nos em Agosto, Robbert!
 
Publicado em Reportagens
Terá sido uma das decisões mais difíceis da sua vida. O DJ e produtor Hardwell anunciou hoje o término da sua carreira enquanto DJ por tempo indeterminado. "Ser Hardwell 24/7 deixa muito pouca energia, amor, criatividade e atenção para minha vida como uma pessoa normal" pode ler-se no comunicado apresentado pelo artista que promete continuar a produzir música.

As reações a este comunicado estendem-se um pouco por todo o mundo e ninguém fica indiferente, não fosse Hardwell atualmente um dos artistas mais bem sucedidos da música de dança eletrónica que irá atuar pela última vez no Amsterdam Dance Event, a decorrer no próximo mês de outubro.

O fundador da editora Revealed Recordings recebeu por dois anos consecutivos o título de "N.º 1" da tabela TOP 100 - DJ Mag e atuou em Portugal inúmeras vezes, onde se inclui duas tours que encheram a Altice Arena. No passado mês de agosto cancelou a sua atuação no Meo Sudoeste. "Tenho imensa pena de não poder atuar esta noite. Espero compensar-vos em breve!" disse no Facebook.

Confere em baixo o comunicado.
 
Publicado em Artistas
Não é só em Portugal que o family show "The Voice" dá que falar. O programa televisivo também transmitido na Holanda, recebeu esta sexta-feira o atual número 2 da DJ Mag, Hardwell, numa atuação ao vivo juntamente com os participantes do programa.
 
O DJ e produtor holandês foi responsável pelas honras de abertura da quarta gala do "The voice of Holland", onde apresentou o seu single "Mad World", lançado no passado dia 11 de outubro pela Revealed Recordings. Na interpretação, além do público e dos próprios cantores, também os jurados ficaram em êxtase com o ritmo enérgico da faixa.
 
Em Portugal as galas são transmitidas pela RTP aos domingos à noite e o formato televisivo pertence ao grupo Shine Iberia. O júri é composto por Anselmo Ralph, Aurea, Marisa Liz e Mickael Carreira.
 
Confere no vídeo em baixo a atuação ao vivo de "Mad World".
 
Publicado em Artistas
domingo, 08 março 2015 20:03

Hardwell de regresso ao Meo Sudoeste

Depois de uma atuação para 14 mil pessoas no MEO Arena, em Lisboa, no dia 7 de março, Hardwell confirma a sua presença no festival MEO Sudoeste, que decorrerá em agosto.
 
A confirmação foi feita acidentalmente pelo próprio, em entrevista à Mega Hits. Vai ser o regresso do DJ número 1, segundo a revista DJ Mag, ao festival alentejano, depois de ter subido ao palco da Zambujeira do Mar na edição do ano passado.
 
Até ao momento Calvin Harris, Steve Aoki, Showtek, Oliver Heldens e Dimitri Vegas & Like Mike são alguns dos artistas que irão passar pela Herdade da Casa Branca.
 
Publicado em Festivais
Pág. 1 de 7
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.