17-02-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

sábado, 30 julho 2011 18:39

DJ Tape edita o seu primeiro tema

O DJ Tape em parceria com DJ Shock acaba de editar o seu primeiro tema original intitulado " Makossa".
Um tema enquadrado num estilo latin house, que saiu à semanas atrás pela editora Kaos Records/ Goldbrain.

Este tema conta também com uma versão remisturada pelo DJ Grouse e está à venda em formato digital no beatport.

De referir ainda, que 'Makossa' faz parte do volume 2 do CD El Ritmo Caliente agora em formato digital e brevemente em formato fisico que será lançado em Agosto também pela mesma editora.
Publicado em Artistas

 

A editora I Bounce Records vai lançar no próximo dia  1 de julho, pelo quarto ano consecutivo, a compilação Algarve Summer Grooves. O álbum vai estar à venda em exclusivo nas lojas FNAC.
 
O Algarve Summer Grooves seguiu novamente as vertentes do deep e da house music, focando a época do verão que está à porta. Nesta compilação estão presentes novos talentos da música de dança nacional, bem como artistas já consagrados no panorama eletrónico, mixados por Charlie Spot e Bruno Zarra.
 
Confere abaixo o alinhamento:
 
  • 1 – Mário Marques feat. Latasha Jordan – Come See About Me (Labsoul & Mastercris Mix)
  • 2 – Sorcha Richardson –Alone (David K & Lexer Remix)
  • 3 – Sylva Drums feat. Ana Rostron & João Kaiano – The Sun Of Freedom
  • 4 – Hugo Villanova – Good Luv
  • 5 – Alex Moraia & PedroP – Summer Daze
  • 6 – Double B – Enjoy Life
  • 7 – Charlie Spot e Bruno Zarra feat. Miss Kim – Turn Me On
  • 8 – Bruno Zarra e Pedro P – All Alone
  • 9 – Carlos Mantilla – Can’t Fake The Feeling
  • 10 – Charlie Spot e Bruno Zarra – Trompette
  • 11 - &lez – Styless
  • 12 – Pete Tha Zouk feat. Ethan Thompson – Paradise (Algarve Lounge Mix) – Bonus Track
 
 
Publicado em Mix
O novo tema de Pedro Cazanova e Antony Preston – Pedro Cazanova Introduces Antony Preston "Go Where The Love Is" – acaba de atingir o terceiro lugar na lista das 40 mais tocadas da Rádio Nova Era.
Esta distinção acontece pouco mais de um mês após a sua estreia na rádio, em exclusivo, a 2 de Maio passado na Nova Era.

Pedro Cazanova estreou o tema perante uma pista de dança de milhares de pessoas no passado dia 2 de Abril, na gala Melhores do Ano da Rádio Nova Era.
 
Com um sucesso tão rápido na rádio e com as inúmeras actuações que Pedro Cazanova terá este Verão por todo o país está encontrado um dos temas que fará a banda sonora desta estação. Go where the love is!
 
Publicado em Música
“Avacalhar” é o nome do novo single dos Putzgrilla, em colaboração com Cali (Flow 212), lançado no início de setembro. A música já se encontra disponível em todas as plataformas digitais.
 
Após os sucessos como “Sentadinha”, “Squeeze Me” e “Pegate”, o novo tema promete arrasar nas pistas de dança e festivais, com ritmos africanos contagiantes.
 
O videoclip também já se encontra disponível no Youtube, cujas gravações foram realizadas em Lisboa.
 
Os Putzgrilla são um caso de sucesso e já percorreram Portugal de norte a sul, com atuações em grandes eventos e festivais como a Queima das Fitas de Coimbra ou MEO Sudoeste.
 
Publicado em Música
segunda, 30 julho 2018 19:35

Frepz assina tema pela FWRD Records

O jovem artista Frepz assinou recentemente um novo tema pela editora FWRD Records. Com o nome de “Beaker North”, a faixa é uma colaboração com a portuguesa Roxana.
 
A produção foi feita num estilo future bass, com uma melodia viciante que irá certamente fazer parte da playlist de muitos dos fãs deste género musical inserido na eletrónica.
 
“Beaker North” está disponível nas diversas plataformas digitais.
 

 

Publicado em Música
sexta, 11 novembro 2016 22:30

GNTK apresentam nova faixa

A dupla composta por Menasso e João Correia lançou recentemente um novo single pela Sony Music intitulado de “Be Yourself”. O tema conta com uma mensagem “nua e crua” sobre sonhos, amor e esperança e pretende conquistar todos aqueles que frequentam as pistas de dança nacionais.
 
Depois de um verão recheado de atuações um pouco por todo o país, esta nova faixa representa mais um passo em direção ao sucesso da dupla de Leiria, especialista em géneros como a eletrónica, hip hop, rap, trap, house e moombahton.
 
“Este projeto tem poucos meses de existência e a confiança que depositaram em nós, desde todas as organizações, comissões de festas, público e todos os que contribuíram para que estes espetáculos se realizassem com sucesso, foi incrível!”, confessaram os GNTK.
 
Publicado em Música
Um estudo levado a cabo pelo Instituto de Cardiologia da Universidade de Nis, na Sérvia, revela que ouvir música faz bem ao coração. Segundo os investigadores, ouvir música fortalece o coração e ajuda à recuperação dos doentes com problemas cardíacos.
 
As conclusões dão conta de que as sensações sentidas, ao ouvir os nossos temas e melodias preferidos, são benéficas à saúde do coração. 
 
Nos ensaios, os 74 pacientes em análise, com problemas cardíacos, foram divididos em três grupos: um para ter aulas de exercício físico durante três semanas, outro para ter as mesmas aulas mas também ouvir música à sua escolha, a qualquer altura do dia, durante 30 minutos, e um último que só ouvia música, sem fazer os exercícios cardio, ao contrário daquilo que é habitualmente prescrito aos doentes com este tipo de patologias.
 
No final, aqueles que ouviram música e levaram a cabo o plano de exercícios cardio revelaram significativas melhorias a nível do funcionamento do coração, com a aptidão física a registar uma evolução de 39%.  
 
O grupo que só praticou exercícios aeróbicos revelou uma melhoria de 29% nas suas capacidades físicas e aquele que não fez qualquer tipo de atividade, para além de ouvir as suas músicas preferidas durante uma hora e meia por dia, deu, mesmo assim, provas de 19% de evolução a nível cardíaco.
 
Os resultados foram apresentados no congresso anual da Sociedade Europeia de Cardiologia e dão conta da libertação de hormonas chave para o bom funcionamento do sistema cardiovascular. Em comunicado, Delijanin Ilic, líder da investigação, explica que "quando ouvimos música, o nosso cérebro liberta endorfinas que melhoram o desempenho do nosso coração". 
 
"Não há nenhuma música que seja a 'melhor' para se ouvir. O que interessa é aquilo que a pessoa gosta e a faz feliz", acrescenta a especialista. Embora os ensaios tenham sido feitos apenas com pacientes com problemas cardíacos, Ilic acredita que os resultados são aplicáveis a uma população muito mais abrangente.
 
 
Publicado em Mix
A música é capaz de provocar as mais fortes sensações e uma das mais fascinantes é descrita por algumas pessoas como um "orgasmo da pele". Escreve a BBC que esse "orgasmo" carateriza-se por arrepios ou formigueiros que percorrem o corpo e são provocados por algumas músicas.
 
Psyche Loui, violinista e pianista, além de ser psicóloga e investigadora de neurologia, conta à estação britânica que teve esta sensação quando ouviu o Concerto No. 2 para piano de Rachmaninov. No entanto, existem uma série de outras músicas com as quais isso pode acontecer.
 
Normalmente o nosso corpo apenas reage de forma tão intensa em situações que possam garantir ou ameaçar a nossa sobrevivência - a comida pode fazê-lo, bem como o ato sexual. Ou até um assustador passeio numa montanha russa. Mas o ato de ouvir música não parece encaixar em nenhuma dessas categorias.
 
Tal como aconteceu com Loui, muitas pessoas são capazes de distinguir o que lhes provoca essas sensações. Assim, através desses relatos, a psicóloga e violinista foi capaz de perceber quais são as caraterísticas das músicas que mais facilmente podem desencadear estas sensações. Por exemplo, mudanças na harmonia, saltos dinâmicos na melodia e notas dissonantes que chocam com a melodia principal estão entre os "culpados".
 
No youtube existe uma playlist com músicas que podem criar "orgasmos da pele". Entre outros, encontram-se músicas de Adele, Céline Dion e Oasis.
 
A investigadora acredita que um dos principais responsáveis por esta sensação é a forma como o nosso cérebro lida com as expetativas. Se a música for muito convencional não vai captar a nossa atenção, mas se for um registo muito fora do comum, o cérebro interpretará o som como ruído. Por isso, uma música que nos cause um "orgasmo" deve estar algures entre a familiaridade e o incomum.
 
A antecipação e a resolução das nossas expetativas provoca a liberação de dopamina, um neurotransmissor, que age em duas regiões-chave do cérebro pouco antes e logo após o "orgasmo". Este é o mesmo químico que é libertado no corpo quando uma pessoa está sob o efeito de drogas ou quando tem relações sexuais.
 
Esta investigação pode assim ajudar a explicar o facto de considerarmos algumas músicas "viciantes". Quando mais familiarizados estamos com uma música mais intensas podem ser as sensações de orgasmo, uma vez que ultrapassado a surpresa acabamos por condicionar a emoção que obtivemos com aquela música.
 
"As nossas experiências autobiográficas interagem com os dispositivos musicais para que todos encontremos uma diferente parte da música recompensadora", afirmou a artista à BBC.
 
Publicado em Mix
A equipa do 100% DJ está completamente louca e viciada no hit Raboduro do Jetuga! Ah! E já tem coreografia.

Para que tu também possas curtir esta música que está a fazer furor nos Tops Nacionais, terás que participar no passatempo exclusivo que o 100% DJ tem para ti até amanhã, Domingo. Estamos a oferecer 10 Singles do Jetuga.

Por José Luís e alguns amigos, no ano de 2008, nasceram os Jetuga. Inicialmente ligados ao hip-hop, como forma de crítica à sociedade, os Jetuga acabaram por enveredar por outros estilos musicais, levando-os assim à fusão do hip-hop com o R&B e Dance Pop, cantando deste modo a beleza feminina.

Chegam à ribalta com Raboduro, tema na linha do kuduro que não deixa ninguém indiferente, pelos seus ritmos contagiantes.

Neste momento a banda é formada por 4 elementos, sendo eles, José Luís, vocalista; Denise, backvocal; Miguel Laborda, guitarrista e Álvaro Monteiro, baterista.
Publicado em Música

 

A polémica com o Soundcloud continua. A empresa está a ter algumas dificuldades em obter lucro e anunciou agora uma nova regra, que vai mudar os hábitos dos utilizadores deste serviço.
 
Segundo um comunicado à imprensa, o Soundcloud vai iniciar no próximo dia 1 de julho um limite 15 mil reproduções de músicas nas aplicações, a cada 24 horas.
 
O Souncloud tem estado em negociações nos últimos tempos com várias editoras independentes, devido aos royalties. Alguns artistas viram as suas músicas retiradas das suas contas.
 
Publicado em Mix
Pág. 1 de 9
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.