27-06-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

A cidade de Lyss, na Suíça, tem agora um novo atractivo turístico: uma rotunda em homenagem aos discos de vinil, inaugurada recentemente junto à entrada do Centro Cultural Kulturfabrik, uma sala de espectáculos que tem recebido vários artistas, como é o caso da banda britânica Dr. Feelgood.

A obra feita em tartan, material utilizado nos recintos desportivos e nos parques infantis, tem recebido inúmeros elogios, que a Autoridade de Estradas de Berna vê com agrado. 

Pierre Fretz, que vende discos em segunda mão, acredita mesmo que "esta rotunda simboliza o retorno do vinil". Este entusiasta afirma que vende discos de 33 e 45 rpm para jovens "que descobrem um som diferente e nunca tinham conhecido". No entanto, estes consideram que "já nem os CDs interessam", diz Fretz, que ao sábado tem um stand na zona pedestre de Bienne, na Suíça.
 
 
 
Publicado em Mix
Se já ouviste tudo o que tinhas para ouvir dos teus velhos discos de vinil, cede-os para que façam parte de uma instalação.
É este o apelo feito por Serralves, no âmbito da obra interactiva Vinyl Rally, do artista australiano Lucas Abela, que envolve uma grande quantidade de discos de vinil.  A obra insere-se na edição deste ano do Trama - Festival de Artes Performativas, a realizar-se de 13 a 16 de Outubro.

Os discos de vinil (LPs) podem ser entregues na recepção do Museu de Serralves ou na Matéria Prima, na Rua da Picaria, 84, Porto, até 30 de Setembro.

Aos que entregarem, no mínimo, cinco discos, será atribuído um bilhete gratuito para visitar o Museu e o Parque de Serralves. Quem entregar mais discos até essa data recebe um free-pass para os quatro dias do Trama.
A instalação interactiva de grande escala Vinyl Rally cruza arte sonora, escultura, vídeo, novos media e desportos de competição. O vídeo do projecto pode ser visto aqui.
Publicado em Mix
Quase 550 mil LPs foram vendidos em 2013, o melhor resultado desde 2003, segundo o BPI, organismo da indústria musical britânica. Se o ritmo de vendas persistir até ao final do ano, o resultado pode chegar a 700 mil álbuns, o maior número desde 2001.
 
Nos últimos 12 meses, as vendas duplicaram na comparação com o mesmo período do ano passado. Os vinis representam 0,8% de todos os discos vendidos na Grã-Bretanha (em 2007 eram 0,1%).
 
"O LP está de regresso", disse Geoff Taylor, diretor do BPI e dos Brit Awards, os prémios da indústria fonográfica britânica. "Estamos a assistir a um renascimento dos discos, já que não se trata de nostalgia, mas de um formato que os fãs preferem cada vez mais", completou.
 
O LP mais vendido do ano é mesmo o "Random Access Memories", dos Daft Punk, impulsionado pelo single "Get Lucky".
 
David Bowie - que em janeiro lançou o primeiro single depois de uma década -, Arctic Monkeys, Paul McCartney, Pearl Jam e Arcade Fire também contam com novos álbuns em vinil este ano.
 
Fonte: Sapo Música.
 
 
Publicado em Mix
 
A Feira do Vinil, organizada pelo LX Market, realiza-se no próximo domingo na LX Factory, em Lisboa, e pretende trazer à capital novas experiências que apelem aos cinco sentidos. "Ouvir músicas em vinil apela aos cinco sentidos e destina-se às pessoas que procuram novas vivências. No suporte digital só é ativada a audição", referiu a Agência Lusa a responsável pela comunicação do LX Market, Teresa Lacerda.
 
A mesma responsável explicou que, tal como lhe disse um convidado, no caso dos discos de vinil, para além da audição, é estimulado o olfato e a visão com as capas e com que está dentro das mesmas, assim como o tato.
 
A ideia para a criação deste mercado surgiu devido à necessidade demonstrada pelos visitantes do LX Market. "Fomo-nos apercebendo que houve um aumento no número de pessoas que procura discos de vinil", justificou Teresa Lacerda, acrescentando que "nunca tinha sido feito um grande evento sobre este tema".
 
De acordo com a fonte, "este mercado vai ter tudo relacionado com os discos de vinil, desde equipamentos, ao merchandising e aos próprios discos. Vai ter também raridades e peças de coleção". Os visitantes poderão, além de comprar discos de vinil, assistir à exibição dos DJ Edgar Raposo e Maria P, ver exposições de capas e de discos remodelados e ainda fotografias promocionais de bandas e artistas como Morrissey, Iggy Pop, The Who, Beach Boys, Bob Dylan entre outros.
 
Apesar de este evento ser destinado a quem pretenda reviver os anos 60, 70, 80 e 90, será também dirigido aos mais jovens, que, segundo a responsável, procuram cada vez mais os discos de vinil devido à qualidade do som. "Daqui a uns anos voltamos ao contrário: usamos o suporte digital para transportar no dia-a-dia, mas depois em casa temos os discos de vinil", exemplificou Teresa Lacerda, salientando que "esta nova tendência está em expansão pelo mundo inteiro".
 
A "Feira do Vinil" é realizada em parceria com a editora 'Record a Day' e visa agregar no mesmo espaço vendedores e editoras independentes que queiram divulgar o seu trabalho. A iniciativa decorre entre as 11h00 e as 19h00 do próximo domingo, dia 23, no Pavilhão Brasil da LX Factory, em Alcântara, enquanto na rua principal decorre o LX Market.
 
Publicado em Eventos
segunda, 11 janeiro 2016 15:13

Technics SL 1200: O Regresso!

 

Sim, estão a ler bem… Não, não é mais um boato. O gira-discos Technics Sl 1200 está de volta.
O Sl 1200 sempre foi idolatrado pelos DJs pelo seu potente torque e pelo seu prato de tracção directa que permite mixes perfeitas e performances precisas de scratch.
 
A última versão deste gira-discos, o MK6, foi lançado em 2008, mas na semana passada, na feira CES, a Panasonic (detentora da empresa Technics) anunciou que irá voltar a fabricar este gira-discos, agora sob o nome Technics SL-1200G e a versão limitada SL-12000GAE.
 
 
A Panasonic não modificou muito esta nova versão G comparando com o clássico Sl-1200, mas há algumas modificações chave que prometem tornar esta versão ainda melhor. Os gira-discos de tração directa como o SL-1200 têm potência suficiente de torque (motor) para colocarem o prato a rodar à velocidade apropriada e desejada quase instantaneamente, mas as vibrações no motor, que produzem variações subtis de velocidade, causam alguns problemas. E este foi um dos pontos-chave que sofreram modificações.
 
Principais modificações:
 
- Prato de 3 camadas: o prato de um gira-discos previne vibrações e ressonância, e estes novos modelos apresentam um com 3 camadas produzidas em cobre, alumínio e borracha isoladora.
 
- Construção de 4 camadas: A Panasonic adicionou um painel de alumínio de 10mm ao topo do “chassi” do gira-discos. Novamente, esta é uma nova camada extra em relação ao Sl-1200 MK5.
 
- Supressão da vibração do motor: Para ajudar a controlar quaisquer pequenas vibrações que o motor de tração directa possa criar, há um microprocessador instalado neste novo SL-1200 que detecta as vibrações usando sensores de posicionamento e eliminando-as, e um codificador no fundo do motor para detectar o ângulo preciso de rotação.
 
- Braço em alumínio e magnésio: No SL-1200G, o braço é de alumínio, enquanto que na versão limitada 1200GAE é em magnésio.
 
- Terminais banhados a ouro: A maior parte dos DJs que possuem um Technics sabem que uma das coisas mais usadas e com mais gasto, são as conexões RCA. Neste novos modelos existem terminais banhados a ouro que permitem uma rápida ligação de qualquer cabo.
 
 
Ambos os modelos irão ser lançados ainda este ano, com a versão limitada SL-1200GAE a sair no verão e o SL-1200G a ser lançado já na recta final do ano. Até ao momento pelo que se pode apurar, a única vantagem em optar pela versão limitada é a placa na base com o número de série e o braço em magnésio.
 
Assim que houver mais novidades podes contar com a Danceplanet para em primeira mão ficares a saber todos os pormenores do tão aguardado regresso do SL-1200.
 
 
Publicado em Tech

 

O vinil tem vindo a ganhar destaque nos últimos anos e segundo um estudo feito pelo British Recorded Music Industry e pelo Nielsen Soundscan, as vendas deste produto atingiram o maior aumento de vendas desde os anos 1994.
 
Nos Estados Unidos da América, a venda de vinil subiu cerca de 14%, enquanto que no Reino Unido aumentaram 4%. Quase 9% das vendas de álbuns físicos correspondem a discos em vinil.
 
A venda de CDs tem vindo a descer cada vez mais, tendo atingido menos 14,9% em 2013. Em relação ao mercado digital, a venda desceu 9,4%. Desde 1994, o aumento da venda de vinil foi de 38% nos Estados Unidos da América e de 56% no Reino Unido.
 
 
Publicado em Mix

 

Desenhada pelo arquiteto Moongyu Choi, a maior biblioteca de vinyl abriu em Seoul, na Coreia do Sul, com mais de 10 mil discos, 3 mil livros e ainda um espaço próprio para atuações ao vivo.
 
Tem o nome de “Music Library + Understage” e o palco tem a assinatura de JR e do português Vhils. Na biblioteca, é possível ler todas as edições da revista Rolling Stone desde 1967 e uma cópia rara do single “God Save The Queen” dos Sex Pistols. Estão também disponíveis vários gira-discos para o público ouvir as obras musicais.
 
O edifício fica localizado em Hannam-dong, em Seoul e é propriedade da HyundayCard.
 
 
Publicado em Mix
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.