14-12-2018

  Diretor : Ivo Moreira  |  Periodicidade : Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

Nova Batida é o nome do novo festival de música e arte que chega a Lisboa, nos dias 14 e 15 de setembro, no LX Factory e no Village Underground Lisboa. O evento é organizado pela Soundcrash, uma prestigiada promotora de Londres e já tem line-up completo.
 
O cartaz da primeira edição do Nova Batida é composto por Little Dragon, Mount Kimbie, Maribou State, Seun Kuti, Max Cooper, MNDSGN, George Fitzgerald, Gilles Peterson, Peanut Butter Wolf, Riot (Buraka Som Sistema), Anchorsong, DJ Marfox, Connie Constance, DJ Marky, Rita Maia, Owiny Sigoma Soundsystem, Mafalda, Lefto, Yazmin Lacey, Camilla Fuchs, Izem, Octa Push, Howsons Groove, Blaya, Cervo, Miki Mak, La Flama Blanca, Fiesta Bombarada, Simply Rockers Soundsystem, Afriquoi DJ, Stamp the Wax Djs e Tuckshop Djs.
 
Os bilhetes encontram-se à venda no Resident Advisor com preços entre a partir dos 65 euros.
 
Publicado em Festivais
O DJ e produtor Steve Aoki é o primeiro artista anunciado para fazer parte do cartaz da edição deste ano da EDP Beach Party, que vai decorrer nos dias 29 e 30 de junho, na Praia do Aterro Norte, em Matosinhos.
 
Steve Aoki é conhecido pelos seus espetáculos repletos de energia, que incluem, por vezes, o lançamento de bolos. O fundador da Dim Mak tem presença habitual em Portugal, como já aconteceu no festival MEO Sudoeste e Rock In Rio Lisboa.
 
A organização do festival promete grandes momentos no evento deste ano, com mais artistas a anunciar em breve.
 
Os bilhetes já estão à venda a preços entre os 17 e os 70 euros, incluindo o Fã Pack Fnac a 37 euros que inclui também um bilhete para os Melhores do Ano da rádio Nova Era.
 
Publicado em Festivais
A quarta edição do festival Dancefloor, em Leiria, decorreu no passado fim-de-semana, nos dias 27 e 28 de julho no estádio municipal Dr. Magalhães Pessoa com um cartaz diversificado, mas com destaque para o hardstyle.
 
Nicky Romero, Borgore, Blasterjaxx, NEW_ID e os portugueses KEVU foram alguns dos artistas que subiram ao palco do Dancefloor, que teve o Portal 100% DJ como Media Partner Oficial.
 
O género hardstyle, que tem vindo a aumentar a sua notoriedade e público, foi o ‘rei’ deste evento que promete voltar e crescer no próximo ano, para ser “a meca nacional” deste estilo, mas sem esquecer a chamada ‘EDM’.
 
Além das atuações ao vivo, o festival contou ainda com o evento Be Fit, que transformou o estádio da cidade de Leiria num ginásio gigante ao ar livre, com aulas de Zumba, Body Pump, Body Attack e Cycling.
 
Para os festivaleiros que estiveram a acampar na Praia do Pedrógão, a festa começou mais cedo com um sunset no dia 26 de julho, com atuações de Rob Willoe, Madara e Solberjum.
 
Para inaugurar o palco do Dancefloor no dia 27 de julho, subiram ao palco os artistas Solberjum e Madara, que ficarem encarregues do warm up de dois dias que se adivinhavam épicos.
 

 
Após a atuação de Vendark, João Rosário dos KEVU subiu ao palco com um set enérgico e repleto de drops que puseram o público presente a saltar. No final, ainda houve tempo para apresentar a música oficial do Dancefloor, uma colaboração com Vendark, intitulada “Be Free”.
 

 
Seguiu-se Will Sparks, que já tinha o público bem preparado para a sua atuação. Os efeitos especiais, C02, confetis, lasers, fogo e pirotecnia foram cada vez mais utilizados, levando os festivaleiros à loucura.
 

 
A dupla VINAI subiu posteriormente ao palco do Dancefloor, com um dos membros a vestir uma camisola da Seleção Portuguesa de Futebol, numa demonstração do carinho que os artistas italianos têm pelo público nacional. Os drops de todas as faixas eram acompanhados por saltos dos presentes, bem como as letras que os festivaleiros tinham na ponta da língua.
 

 
E chegou o momento que muitos esperavam: o regresso de Nicky Romero a palcos portugueses. A ansiedade era sentida e notável no público, que recebeu o artista de braços abertos, em euforia. O fogo de artifício fez-se ver no ar e todos puderam dançar e cantar os êxitos do momento e alguns clássicos. Na fila da frente, houve quem usa-se a famosa máscara dos Anonymous ou do V de Vendetta, usada no videoclip de “Toulouse”.
 

 
A noite já era longa e o hardstyle ocupou lugar no palco do Dancefloor, com as atuações de Noisecontrollers e Zatox. As batidas agressivas deste género musical que está a tornar-se popular entre os amantes de música eletrónica contagiaram o público, que reagia a cada faixa que era reproduzida. Muitos eram aqueles que envergaram com muito orgulho as bandeiras referentes ao hardstyle.
 

 
Se o primeiro dia do festival já tinha um bom cartaz, o segundo ainda elevou mais a fasquia. Depois do warm-up feito pelos mesmos artistas do dia anterior, Alecks subiu ao palco antes da atuação de NEW_ID.
 

 
Para quem não conhecia ou nunca tinha assistido a uma performance de NEW_ID, o artista surpreendeu todos os presentes pela positiva. Foi um set pensado, com uma seleção musical feita a rigor, desde os hits da atualidade até aos clássicos. NEW_ID foi dos que mais agradeceu ao público, através de gestos, sorrisos e palavras.
 

 
O dubstep também teve lugar no Dancefloor, com Borgore. Depois da sua atuação no Lick, no Algarve, o DJ israelita encantou os amantes de música eletrónica que estavam no estádio de Leiria, desde os mais novos até aos mais velhos. Bandeiras, cartazes e t-shirts com o seu nome eram muito visíveis na frontline.
 

 
Seguiu-se Tujamo, que continuou a festa que já estava a ficar memorável, mas que não ia ficar por ali. Os efeitos especiais cada vez mais levavam o público à loucura, antes da entrada do convidado especial: Carnage.
 

 
Depois da sua atuação na EDP Beach Party, Carnage ganhou uma grande legião de fãs portugueses que não saíram da frente do palco por nada. A sua atuação foi acompanhada por todos bem de perto, com direito a vários momentos de mosh pit, impressionantes para quem via de cima, desde a zona VIP.
 

 
Os cabeças de cartaz, Blasterjaxx, sobem ao palco apenas com a presença de Thom, mas mais uma vez sem desiludir. O ambiente vivido no relvado do Dancefloor era de invejar, ond era possível sentir uma energia única e uma única paixão: a música eletrónica.
 

 
Por fim, a dupla Audiotricz encerrou a edição deste ano do festival Dancefloor com muita música hardstyle, levando os fãs do estilo à loucura, mais uma vez, depois do aquecimento de Carnage. No final, fizeram questão de descer do palco e trocar algumas palavras com os fãs, além das habituais selfies e autógrafos.
 

 
Durante os dois dias de festival, o estádio de Leiria recebeu cerca de 15 mil amantes de música eletrónica e a organização já está a preparar a edição de 2019, que promete ser ainda melhor.
 
Até para o ano, Dancefloor!
 
Galeria de Fotos:
 
Publicado em Reportagens
O Algarve acaba de ganhar um novo festival de música eletrónica, intitulado Solaris Sunset Empire, que vai decorrer nos dias 14 e 15 de agosto, na Praia da Rocha, em Portimão, das 14 à 1 hora da madrugada.
 
Até ao momento estão confirmados Afrojack, a dupla W&W, KSHMR, Fedde Le Grand, Tchami, Kungs, Dannic, Juicy M, Mike Williams, Michael Calfan, Ravitez, Trobi e os portugueses Rich & Mendes que prometem agitar as areias algarvias e transformar aquela praia numa gigante pista de dança, acompanhados das melhores sonoridades eletrónicas.
 
E como a festa não pode acabar, durante as duas noites de festival vão decorrer ainda after parties no Blanco Beach Club, das 01h30 às 06h00. Os bilhetes estão disponíveis no site oficial, com preços entre os 9,99 e os 100 euros.
 
Confere abaixo os artistas distribuídos pelos respetivos dias:
 
14 de agosto:
KSHMR
Fedde Le Grand
Kungs
Dannic
Mike Williams
Trobi
 
15 de agosto:
Afrojack
W&W
Tchami
Juicy M
Michael Calfan
Ravitez
 
Publicado em Festivais
Os bilhetes para os principais festivais de verão e centenas de outros espetáculos vão ser vendidos a um preço mais baixo durante o dia de hoje, 13 de abril. A iniciativa é levada a cabo pela Associação Portuguesa de Espetáculos, Festivais e Eventos (APEFE), que aproveitou a polémica levantada na passada semana em relação aos apoios às artes para lançar uma campanha pela reposição do IVA a 6% na compra de ingressos para espetáculos ao vivo. Esta sexta-feira, os bilhetes para o Rock in Rio, o NOS Alive, o Super Bock Super Rock e muitos outros festivais serão vendidos como se o IVA ainda fosse 6% e não os atuais 13%.

Álvaro Covões, proprietário da Everything is New, explicou ao Público que a APEFE também lançou uma petição pública pela reposição do valor do IVA para os níveis pré-troika. O promotor, que também é vice-presidente da Associação, indicou que a adesão dos responsáveis pelos espetáculos de teatro mais relevantes, como Filipe La Féria ou a produtora UAU, vai alargar a iniciativa aos "maiores espetáculos de música e teatro de norte a sul do país promovidos por agentes privados".

"Quando a troika chegou a Portugal foi pedido a todos os portugueses um sacrifício. Tudo isso foi reposto. Passada a tempestade e com os números fantásticos da economia portuguesa, não faz sentido discutir os subsídios à área cultural quando não se pode usufruir dela", defendeu Álvaro Covões.

O dono da Everything is New lamentou ainda que os agentes culturais do Estado não possam associar-se à iniciativa "24 horas de cultura a 6%", ainda que concordem com a premissa. A APEFE conseguiu agregar os representantes da Everything is New, da UAU, da Ritmos (responsável pelo Paredes de Coura e pelo Primavera Sound), da Música no Coração (Super Bock Super Rock e Meo Sudoeste), da Ritmos & Blues e da PEV Entertainment (Marés Vivas). De acordo com a lei, os bilhetes têm de ser vendidos com IVA de 13%, por isso, o valor será reduzido no custo base.
Publicado em Eventos
O Parque de Campismo de São Gião, em Oliveira do Hospital, vai receber a estreia do Orbits Festival entre os dias 21 e 24 de junho, com um cartaz especializado na música techno e várias iniciativas solidárias e sustentáveis.
 
Gusta-vo, Tiago Fragateiro, Amulador, Ruuar, Peter Van Hoesen e DJ Deep são alguns dos artistas que estão presentes no line-up do festival.
 
Além dos DJs e produtores confirmados, no recinto do festival os visitantes poderão ainda participar em iniciativas como a eletrónica ambiental e experimental, artes visuais, galeria de arte, instalações, performances e cenografia.
 
Este festival pretende também ser um exemplo e irá adotar várias medidas ambientais como as casas de banho secas, chuveiros com pouco consumo, oferta de produtos de banho biodegradáveis e autocarro ecológico.
 
O concelho de Oliveira do Hospital foi um dos mais afetados pelos incêndios do ano passado, o que fez com que a organização do Orbits Festival desenvolvesse um projeto comunitário e solidário, oferecendo uma árvore por cada bilhete vendido.
 
Os passes de dois dias estão disponíveis no site oficial por 85 euros. Confere abaixo os horários:
 
21 de junho
16h-18h: Dasil
18h-20h: The Lions
20h-22h: Norbak B2B Sepypes
22h-00h: Vil B2B Temudo
00h-02h: Gusta-vo B2B Tiago Fragateiro
02h-04h: Ruuar
 
22 de junho
17h-19h: Yassine & Amulador
19h-21h: Fjader (hybrid set)
21h-23h: Jacopo
23h-02h: Sebastian Mullaert (live set)
02h-04h: Aurora Halal
04h-07h: Peter Van Hoesen
07h-09h: Chris SSG
 
23 de junho
12h-14h: Kinetic
14h-16h: Burnt Friedman (live set)
16h-18h: re:ni
18h-19h30: Shackleton (live set)
19h30-21h30: Jane Fitz
21h30-23h: Retina.it (live set)
23h-02h: Evigt Morker (live set & DJ set)
02h-04h30: Blind Observatory
04h30-07h30: Wata Igarashi
07h30-09h: Yagya (live set)
 
24 de junho
12h-14h: Hydrangea
14h-16h: A Sacred Heometry (live set)
16h-18h: Hiver (live set)
18h-21h: Marco Suttle B2B Efdemin
21h-00h: DJ Deep
 
 
Publicado em Festivais
quinta, 29 janeiro 2009 10:23

Oeiras Alive! Pode mudar de local

O ano passado teve um cartaz de luxo e despertou a curiosidade da imprensa europeia ao ponto de o considerarem um dos melhores festivais de 2008, mas este ano o Alive! corre sérios riscos de ter que mudar de ares.


A Administração do Porto de Lisboa (APL) é proprietária do Passeio Marítimo de Algés, onde decorre habitualmente o evento, e tem em mente a edificação de uma sede para a instituição o que inviabilizará a hipótese de realização do Festival.

Álvaro Covões, responsável máximo da promotora Everything Is New, esteve reunido ontem de manhã com a APL na tentativa de garantir o espaço pelo menos para a edição deste ano mas, até à data, ainda não há nenhum desenvolvimento.


Ainda que acredite que "a decisão possa ser revertida", Álvaro Covões afirmou já ter em mente alguns espaços alternativos, pelo que a realização do Festival não parece estar em causa.

O ano passado o Alive! juntou no mesmo palco nomes como Rage Against The Machine , Bob Dylan , Neil Young ou Ben Harper.

Fonte, MusicaOnline.
Publicado em Festivais
O DJ e produtor israelita é a mais recente confirmação para o cartaz da edição deste ano do festival Dancefloor, que vai decorrer no estádio municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria nos dias 27 e 28 de julho.
 
Borgore regressa a Portugal para uma atuação única, onde não faltarão certamente o seus hits “Nympho”, “Decisions” ou “Ice Cream”. 
 
Blasterjaxx, Audioctricz, Noisecontrollers e KEVU são outros dos artistas confirmados no evento. Os bilhetes já se encontram à venda a partir de 10 euros.
 
Publicado em Festivais
Designa-se por APORFEST - Associação Portuguesa Festivais Música e pretende representar esta área em Portugal. Os objetivos desta associação passam por partilhar conteúdos importantes para melhorar o conhecimento; promover e apoiar investigação na área dos festivais; fazer pontes entre o mercado nacional e internacional através de outros organismos e associações; dar acesso a eventos exclusivos e especializados, entre outros.
 
No seu lançamento, a associação informou que consegue já ter um conjunto de serviços, soluções e eventos próprios e outros em parceria, assim como benefícios e vantagens exclusivas, para as diferentes modalidades de associados: Estudante/Público em geral; Profissional; Empresa/ Festival. O site está disponível em aporfest.pt e em breve será constituído um comité para cobrir as diferentes funções e áreas cognitivas.
 
A APORFEST é uma organização sem fins lucrativos formada maioritariamente por uma equipa que colabora com o Talkfest.  
 
Fonte: Eventpoint.
 
Publicado em Festivais
O festival MEO Sudoeste, que decorreu no mês passado na Zambujeira do Mar, foi o grande evento de música mais mediático em agosto, segundo um estudo feito pela Cision.
 
O estudo “Maratona dos Festivais de Verão – Ranking Cision” analisou o desempenho mediático de vários festivais, com base no número de artigos noticiosos e o espaço e tempo ocupados pelos mesmos na comunicação social. A análise foi feira a mais de 2000 meios de televisão, rádio, imprensa e online.
 
Segundo a revista Blitz, o MEO Sudoeste foi referido em 795 notícias, seguido pelo Vodafone Paredes de Coura com 1048 e o Sol da Caparica com 462. Entre janeiro e agosto, o NOS Alive foi o mais mediático.
 
Confere abaixo a lista dos festivais mais mediáticos no mês de agosto:
 
  • 1 – MEO Sudoeste
  • 2 – Vodafone Paredes de Coura
  • 3 – Sol da Caparica
  • 4 – EDP Cool Jazz
  • 5 – NOS Alive
  • 6 – Super Bock Super Rock
  • 7 – NOS Primavera Sound
  • 8 – MEO Marés Vivas
  • 9 – Sumol Summer Fest
 
{youtube}aoHL1RR4a38{/youtube}
Publicado em Festivais
Pág. 1 de 12

Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Acesso Rápido

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.