26-02-2020

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

Os governantes de Miami, cidade do estado americano da Flórida, vão debater esta quinta-feira, se permitem ou não a realização do segundo fim-de-semana (Phase 2), previsto e já anunciado pela produção do gigantesco evento de música electrónica Ultra Music Festival, para os dias 22, 23 e 24 de março.
 
Em 2012 os bilhetes para os três e únicos dias de evento esgotaram em poucas horas. Possivelmente esse facto pesou na decisão da produção em alargar o evento para mais um fim-de-semana de música. No entanto essa decisão não agradou aos moradores e empresários da cidade. Os mesmos afirmam que a realização do evento no Bayfront Park levará a perturbações de ruído e tráfego, que influenciam a estrutura da própria cidade e funcionamento dos ecossistemas. Os distúrbios e a desordem causada pelos festivaleiros, estão também em cima da mesa.
 
O documento se for aprovado pela autarquia da cidade, limita a 15ª edição do Festival a apenas um fim-de-semana. O responsável por este assunto - Vice-Presidente Marc Sarnoff - até ao momento, não teceu comentários à comunicação social.
 
A "Phase 1" do evento decorre nos dias 15, 16 e 17 de março e já estão confirmados os mais importantes nomes da música de dança, tais como Tiësto, David Guetta, Armin van Buuren, Avicii Above & Beyond, Afrojack, Bassnectar, Calvin Harris, Carl Cox, Fatboy Slim, Kaskade, Knife Party e Richie Hawtin.
 
Recorde-se que em 2012 passaram pelo festival cerca de 150 mil pessoas de todo o Mundo, divididas por três palcos que representavam diferentes sonoridades musicais. Avicii, David Guetta, Skrillex e Fatboy Slim foram apenas alguns dos artistas que passaram pelo Ultra 2012.
 
 
Publicado em Ultra Music Festival
O DJ e produtor Hardwell vai ser o primeiro artista de música eletrónica a transmitir em direto a sua atuação em realidade virtual e em 360 graus diretamente de Miami, durante a Miami Music Week. O livestream, exclusivo do Littlstar, está marcado para o próximo dia 16 de março, na festa “Hardwell Presents Revealed” que vai decorrer no Nikki Beach.
 
Esta vai ser uma oportunidade única para os fãs de Hardwell que não podem estar presentes em Miami, que vão poder assistir à atuação do artista holandês como se estivessem a dividir o palco com o antigo número 1 do Top 100 da DJ Mag.
 
A iniciativa é uma parceria entre a VBR, LeaseWeb e a Littlstar e vai estar disponível na internet, Apple TV, Android e iOS. Além de Hardwell, Dannic, FTampa, Julian Jordan, Kill The Buzz e o português Kura vão subir ao palco do Nikki Beach.
 
{youtube}1Vq8ZWEZZiw{/youtube}
Publicado em Artistas

 
É um dos maiores e mais desejados festivais de música eletrónica a nível internacional e está de regresso a Miami, entre os dias 23 e 25 de março. O Ultra Music Festival comemora 20 anos e a organização já prometeu muitas surpresas que vão deixar tudo e todos boquiabertos.

O festival norte-americano, inserido na Miami Music Week, conta este ano com a presença dos portugueses Kura e Kevu, mas também de artistas internacionais como Laidback Luke, Andy C, Pete Tong, Armin van Buuren, Carl Cox, Axwell /\ Ingrosso, entre outros.

Como já vem sendo um hábito, o Portal 100% DJ entrevistou em exclusivo quatro festivaleiros portugueses que se preparam para viver a melhor semana das suas vidas, em Miami, com a melhor música eletrónica do mundo.
 
 
Aos 24 anos, o português Dylan Silva parte de Paris diretamente para Miami, para assistir pela primeira vez ao Ultra Music Festival. "Como é o 20.º aniversário espero que surpreendam!", confessou em exclusivo ao Portal 100% DJ.
 
Segundo Dylan, essas surpresas podiam ser "nomes que não estão no line-up" já divulgado, como é o caso de Alesso, Martin Garrix e também de Swedish House Mafia "que muito se fala".
 
No festival de música eletrónica, o português não quer perder os espetáculos de Armin van Buuren, Hardwell, The Chainsmokers e Eric Prydz. Na bagagem levou roupa, dinheiro e, claro, "umas garrafinhas de vinho português para animar a malta!", concluiu.
 

Apesar de já ter estado presente em grandes festivais de música eletrónica um pouco por todo o mundo, Laëtitia Esteves decidiu "este ano conhecer o Ultra", uma vez que desde o ano 2013 a sua escolha "sempre foi o Tomorrowland".
As suas expectativas são altas "pelo facto do Ultra prometer várias surpresas devido à comemoração do seu 20.º aniversário". Apesar de estar "um pouco desiludida com o cartaz" da edição deste ano, Laëtitia garante que só vai ser realmente surpreendida "com o regresso dos Swedish House Mafia", há muito esperado por todos os fãs de música eletrónica.
 
Habituada a percorrer todos os palcos de vários festivais, a portuguesa de 32 anos, natural de Guimarães, quer estar na frontline das atuações de Kaskade, Armin van Buuren, Axwell /\ Ingrosso e dos portugueses KEVU.
 
Como "Miami é sinónimo de calor e praia", Laëtitia leva consigo protetor solar, óculos de sol, bikini, a câmara GoPro e as bandeiras de Portugal e do seu grupo Tomorrowland Crew Portugal.
 
Para os interessados em fazer uma viagem deste género, Laëtitia aconselha a "comprar tudo com antecedência, principalmente os voos e estadia". Este ano, o seu grupo preferiu reservar um apartamento, para assim "poupar nas refeições".
 
 
Desde Lousada e também pela primeira vez no Ultra Music Festival, estreia-se Márcia Pinto, de 23 anos. "Como este é o 20º aniversário, espero que haja surpresas", como já referiu a própria organização do festival.
 
Durante o festival, Márcia não quer perder nem um segundo de Armin van Buuren, Carl Cox, Tiësto, KSHMR e da dupla Sunnery James & Ryan Marciano. Na sua bagagem transporta o essencial, "roupa e calçado bem confortável" e tudo preparado para o calor porque tudo aponta para as "temperaturas estarem altas na altura do festival", referiu ao Portal 100% DJ.
 
 
Lilita Menezes, de 47 anos, vai estrear-se no Ultra Music Festival em Miami, com um plano bem definido, para que "seja um festival memorável". A festivaleira natural de Porto Santo pretende ver Carl Cox, Armin van Buuren, Alesso, Tiësto, "entre tantos outros", durante os dias em que vai estar presente no Ultra.
 
Nas suas malas, além da roupa, leva também bandeiras "alusivas ao festival", equipamento para captar foto e vídeo e o seu telemóvel.
 
Na preparação de toda esta aventura, Lilita aconselha todos a "planear bem a viagem, de maneira a que possamos desfrutar desde as festas a sítios a visitar, por preços mais acessíveis" e que possam também "aproveitar o máximo o Ultra, e não só!", afirmou em entrevista ao Portal 100% DJ.
 
Publicado em Reportagens
O cenário urbano do Bayfront Park, em Miami, que caracteriza o Ultra Music Festival pode estar prestes a mudar. Na passada quinta-feira foi realizada uma reunião com a comissão de Miami, que recusou a realização do evento no Bayfront Park.
 
Além dessa decisão unânime, o valor do aluguer do espaço foi aumentado e a próxima edição do festival pode estar em risco. O Ultra Music Festival tem datas marcadas para os dias 29, 30 e 31 de março do próximo ano.
 
Segundo o Miami Herald, a organização do festival está com esperança de chegar a um acordo com os moradores daquela zona, que têm feito várias queixas ao longo dos anos em relação ao barulho, à confusão e o facto do parque ficar fechado ao público durante muito tempo.
 
Recorde-se que o Ultra Music Festival chegou a decorrer no Bicentennial Park, em Miami, entre 2005 e 2011.
 
Publicado em Ultra Music Festival

 
Dia 7
 
Segundo dia de Ultra. A manhã é passada a descansar porque hoje o recinto abre ao meio dia. Entramos e vamos ver Fedde Le Grand no mainstage. Depois, andámos a percorrer todos os palcos e fomos até ao merchandising comprar umas lembranças.
 
Adorei o set do Tiësto e, para mim, o momento alto foi mesmo quando a mulher subiu ao palco. Foi arrepiante. Vimos também Jauz, Alan Walker e Afrojack. Fomos até ao palco Resistance ver o rei Carl Cox. Nunca desilude. Fomos até ao palco para ver Kevu e regressamos ao mainstage para o grande show dos The Chaimsmokers. Encerrou o segundo dia de Ultra.
 
Regressámos a casa para descansar porque amanhã será um dia histórico: o regresso do trio Swedish House Mafia aos palcos.
 
Publicado em Ultra Music Festival
Está neste preciso momento a decorrer em Miami a 15ª Edição do Ultra Music Festival, evento inserido na 20ª edição da Winter Music Conference que pretende receber milhares de festivaleiros durante 6 dias de pura loucura, onde a música e a dança, se juntam para uma união perfeita.
 
No gráfico em baixo, damos a conhecer um pouco do Festival que anda – literalmente – nas bocas do mundo.
 
 
Publicado em Ultra Music Festival
O DJ português mais internacionalmente conhecido da atualidade a acaba de adicionar mais um grande festival ao seu currículo. Kura é um dos mais recentes nomes confirmados para a 20ª edição do Ultra Music Festival, que vai decorrer em Miami entre os dias 23 e 25 de março.
 
O festival conta ainda com nomes como Afrojack, Carl Cox, David Guetta, Hardwell, Jamie Jones, Kaskade, Maceo Plex, Nicky Romero e Steve Aoki no cartaz. Kura é, até ao momento, o único português confirmado no line-up.
 
Depois do festival norte-americano, o artista português tem atuações marcadas no México, China, Espanha e República Checa, em vários festivais.
 
Os bilhetes para a edição deste ano do Ultra Music Festival em Miami já se encontram esgotados, mas poderás assistir às atuações de diversos artistas através da UMF.TV, como é habitual.
 
Publicado em Ultra Music Festival
O Ultra Music Festival (UMF) regressa à baixa de Miami pela 18ª vez consecutiva nos próximos dias 18, 19 e 20 de março. É um dos festivais de música eletrónica mais famosos, reconhecidos e desejados a nível internacional, com um cartaz de luxo e repleto de novidades a cada ano que passa.
 
Este ano o cartaz é composto por nomes como Blasterjaxx, Don Diablo, Alok, Dyro, Julian Jordan, Afrojack, Carl Cox, Dash Berlin, deadmau5, Kygo e o português Diego Miranda que se estreia no UMF no Stage7.
 
Para quem não tem oportunidade de se deslocar, existem as habituais transmissões em direto através da internet, que deixam os fãs do evento literalmente colados ao ecrã durante várias horas. O livestream da edição deste ano já foi anunciado, através de um video que tem como protagonista Hardwell e o seu cão Jager van de Corput. A transmissão em direto vai ter início a 18 de março e prolonga-se durante os dois dias seguintes.
 
 
A exemplo do ano passado, o Portal 100% DJ esteve à conversa com vários amantes da música eletrónica que já embarcaram no avião com destino a Miami, para viver e experienciar toda a magia do UMF e da Miami Music Week.
 
João Santos é natural de Sintra, tem 22 anos e vai pela primeira vez ao festival. Com expectativas “muito elevadas”, pretende ver bem de perto artistas como The Prodigy, Yellow Claw, Andrew Rayel, e deadmau5. “Para mim existem dois festivais de música eletrónica no mundo: Tomorrowland (Bélgica) e UMF (Miami). O resto é cópia. Uma vez que já fui ao Tomorrowland, falta-me o UMF para cumprir o meu sonho. Não podia estar mais feliz!”, confessa o jovem ao Portal 100% DJ. As suas preferências recaem sobre Pete Tha Zouk e Massivedrum, quando questionado sobre os artistas nacionais que gostaria de ver no "UMF". Na mala de viagem leva a bandeira de Portugal, t-shirt da "Tomorrowland Crew Portugal", protetor solar e calçado confortável. Na opinião do português, no nosso país falta um festival “grandioso”, uma vez que estão reunidas todas as condições tais como “espaço, sol e cerveja”. “Bastava um espaço cuidado e um cartaz competitivo! As pessoas vinham de todo o lado. Vejam o exemplo do Tomorrowland”, diz. Uma vez que ir ao "UMF" não é um investimento barato, o jovem admite que “não foi nada fácil arranjar todo o dinheiro necessário” e teve de “fazer uma espécie de contrato” consigo mesmo: todos os meses, levantava uma quantia certa de dinheiro. O bilhete e os voos foram planeados com alguma antecedência “para garantir os melhores preços”.
 
 
Uma das representantes do sexo feminino português é Susana Coelho, de 35 anos, que partiu diretamente de Boliqueime para Miami pela primeira vez. Apesar de já ter estado presente em alguns festivais, “as expectativas são as mais altas possíveis” e nem as consegue exprimir por palavras. Em Portugal, Susana afirma que existem “excelentes profissionais e pessoas super talentosas” que poderiam subir a um dos palcos do "UMF", como vai acontecer com Diego Miranda. Sapatos e roupa confortável “para dançar e pular todos os segundos do festival”, máquina fotográfica “para poder reviver em Portugal os grandes momentos” e a bandeira nacional são alguns dos objetos que leva na bagagem. Para viajar até Miami, a algarvia realizou algumas poupanças mas afirma que “com algum esforço todos os meses, 'grão a grão' consegue-se. Quando colocamos metas e objetivos, tudo se consegue!”. Um dos conselhos que deixa a quem pretende ir ao "UMF" no futuro é comprar as viagens e bilhetes bastante tempo antes, uma vez que o preço é mais acessível e “não custa tanto, porque os pagamentos são faseados ao longo do ano”.
Hardwell, Armin van Buuren e Steve Angello são os artistas que deseja ver com mais atenção em Miami. “Já que temos tanto turismo, praia e clima fantásticos, porque não sermos conhecidos também por festivais brutais e controlados”, que ao mesmo tempo atraem “mais pessoas a virem conhecer o nosso país?”, questiona Susana deixando a sugestão para a realização de um grande festival em Portugal.
 
 
Tiago Rodrigues tem 27 anos e vive em Issy-les-Moulineaux, em França, de onde partiu em direção ao Ultra Music Festival pela primeira vez. O português não vive de ilusões e vai para Miami com o objetivo de “ver para crer”, toda a grandiosidade do festival de música eletrónica. Apesar de não estar presente atualmente em Portugal, Tiago não foge às suas origens e destaca Pete Tha Zouk como o artista nacional que gostaria de ver num palco do Ultra Music Festival. Na sua mala de viagem, além de todos os objetos essenciais, o português garante que não se vai esquecer da sua garrafa de whisky. Relativamente a Portugal, Tiago afirma que “a nível de festivais, não estamos mal servidos” e que não tem “razão de queixa” quando questionado a respeito do investimento feito para viajar até ao Ultra. Nos seus planos, a atuação de Martin Garrix será imperdível.
 
 
Residente em Leiria, Zé Manel leva as suas expectativas para Miami “muito altas, visto que o line-up está muito bom”. Em Portugal, considera que existem ótimos DJs como o Kura, afirmando que seria “muito bom” vê-lo atuar neste Festival. A câmara GoPro, carteira, bilhete do festival, bandeira de Portugal e da marca Armin van Buuren Intense são alguns dos objetos que irão consigo para Miami. “Infelizmente Portugal precisa de um festival a sério”, afirma Zé Manel ao Portal 100% DJ, poucos dias antes de embarcar no avião com destino aos Estados Unidos da América. Para esta viagem, o português admite que é fácil: “Basta querer. Lutei para ir, pois é complicado devido aos salários baixos que se recebe em Portugal”. Entre os artistas que pretende assistir estão deadmau5, Armin van Buuren e Tiesto.
 
 
Daniel Reis tem 28 anos e vive na Cordinhã (Coimbra). Esta vai ser a sua estreia no Ultra, juntamente com o seu irmão. As suas expectativas são “muito grandes” e consigo leva a bandeira de Portugal, uma “peça fundamental”, tal como o bilhete pois “sem ele não há festa”. Pete Tha Zouk seria a sua escolha nacional para estar presente no cartaz do UMF, se o português fizesse parte da equipa de organização do festival. A atuação dos The Prodigy é uma das mais esperadas por Daniel, que certamente irá assistir bem de perto, uma vez que para realizar esta “viagem de sonho para um festival único” teve “dois anos a juntar dinheiro”. Em relação ao facto de Portugal vir a receber no futuro um evento como o Ultra Music Festival, o jovem confessa que o território lusitano “não tem condições nem logística para um festival deste género”.
 
 
{youtube}F0xoBUDUYyo{/youtube}
 
Publicado em Reportagens
O Ultra Music Festival, que decorre em Miami nos próximos dias 27 a 29 de março acaba de revelar os nomes que constam da primeira fase na edição de 2015. Hardwell, Martin Garrix, Avicii, Afrojack, Tiesto e Steve Aoki são alguns dos nomes que regressam à cidade norte americana para atuar num dos maiores festivais de música eletrónica a nível mundial. 
 
No recinto vão existir três palcos, intitulados de "Carl Cox & Friends", "A State Of Trance" e "Resistance", que vão receber os festivaleiros com artistas de vários géneros de música eletrónica.
 
Mais uma vez, os artistas portugueses ficaram de fora do cartaz do Ultra Music Festival, que é composto por grandes DJs internacionais e alguns live acts. Como é habitual, algumas atuações deverão ter transmissão em direto para todo o mundo, através do canal oficial do Ultra Music Festival no Youtube.
 
Confere abaixo o cartaz oficial:
 
 
Publicado em Ultra Music Festival
O DJ e produtor português Steven Rod, depois de ter visitado Miami pela primeira vez no ano passado e ter atuado durante a Miami Music Week, está de volta ao território americano na próxima semana.
 
Após a sua excelente prestação em 2014, Steven foi agora convidado a subir à cabine de vários eventos, onde um deles será no Vedado Social Club, em Miami, no dia 27 de março.
 
“Miami é mesmo isto. Para além de ser uma enorme reunião de artistas e amigos, serve também para mostrares a toda a gente o teu trabalho”, referiu o DJ ao Portal 100% DJ. Desta vez, a viagem para Miami tem novos objetivos: “temos imensos promotores a querer conhecer mais acerca do nosso trabalho, mas também apresentar novos projetos que tenho vindo a realizar ao longo do ano”, salientou.
 
Em relação à sua carreira, Steve Rod tem-se “dedicado imenso no estúdio, produzindo alguns temas” e vai ter a oportunidade de apresentá-los em Miami. “Os feedback’s que tenho recebido são muito positivos e espero que em breve os meus seguidores possam dançar ao som de alguns originais meus”, promete o produtor português.
 
O futuro também é um dos temas que está no pensamento de Steve Rod, que vai em direção a Miami “também com o interesse de conhecer as novas modas, o que está para acontecer nos próximos tempos, qual será o futuro da música eletrónica” e “estar sempre um passo à frente para evoluir cada vez mais”.
 
Publicado em Artistas
Pág. 1 de 5
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.