18-02-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

O festival belga Tomorrowland anunciou novos artistas que irão subir a três palcos alternativos, intitulados de Cocoon (vinyl), Paradise e Minus (minimal e techno).
 
O palco Cocoon tem como anfitrião Sven Vath e conta com Dana Ruh, Fred Hush, Josh Wink, Maceo Plex, Markus Fix e Seth Troxler para sábado, dia 25 de julho.
 
Jamie Jones irá apresentar Cajmere, The Martinez Brothers, Patrick Topping, Richy Ahmed, Robert James, wAFF, Cheap Charly Men e Smos no palco Paradise, na sexta-feira, dia 24 de julho.
 
Por fim, o palco Minus conta com as atuações de Bollen & Fichtner, Fabio Florido, Gaiser, Julian Jeweil, Justin James, Marc Houle, Matador e Richie Hawtin no domingo, dia 26 de julho.
 
Confere aqui os restantes artistas já confirmados para o festival Tomorrowland, que vai decorrer em Boom.
 
Publicado em Tomorrowland
quinta, 23 julho 2015 21:06

Tomorrowland anuncia livestream

O festival Tomorrowland começa hoje para os campistas, mas o livestream para todo o planeta só terá início amanhã. Segundo a organização, através do site oficial vai ser possível assistir em direto a algumas atuações dos melhores artistas de música eletrónica do evento, de sexta-feira a domingo.
 
Para quem possui a aplicação Nowlive, pode viver uma experiência única do livestream do Tomorrowland. A transmissão em direto vai ser possível em computadores, tablets e telemóveis, em qualidade HD, possibilitando ainda aos seus utilizadores de assistirem a vários palcos ao mesmo tempo.
 
Tal como acontece nos diretos do Youtube, no Nowlive também vai existir um chat, para os fãs do festival comentarem as atuações. Segundo Brad Sexton, Presidente da Live Media Group, que detem o Nowlive, “a reputação do Tomorrowland como um dos festivais mais bem sucedidos de música eletrónica no mundo faz com que esta parceria deixe-nos muito anciosos. Construímos a tecnologia Nowlive especialmente para os fãs do Tomorrowland e TomorrowWorld, porque merecem uma melhor e controlada experiência de visualização, que é o nosso objetivo com esta plataforma”.
 
A Nova Era é, mais uma vez, a rádio oficial do Tomorrowland em Portugal e a partir de amanhã, até domingo, vai estar em direto desde Boom, na Bélgica.
 
Publicado em Tomorrowland
quinta, 26 julho 2012 23:03

Mas afinal o que é o Tomorrowland?!

Nas últimas semanas, ou até meses, acreditamos que porventura tenha existido muitos leigos no assunto que se questionam com a pergunta que faz título a este artigo. Assumimos que é de facto uma boa pergunta. Não é tarefa fácil, explicar. Mas vamos tentar.
Não, nao é uma receita de waffles com caramelo e natas, nem uma marca de pizza de uma cadeia empresarial de comida italiana. Nada disso. Aliás... é melhor que isso!

Numa pequena nota: É um festival de música de dança que começa hoje, dia 27 de julho e termina no domingo. É por ter um tamanho considerável que é denominado de 'Festival'.
Sejamos práticos e diretos ao assunto: é uma discoteca em «ponto grande» com vários palcos, instalada num gigantesco jardim botânico da cidade de Boom chamado De Schorre. Boom situa-se a 26 quilómetros de Bruxelas.
 
Por ser relativamente perto, significa que até podes dar um saltinho à sede do Parlamento Europeu em Bruxelas, e cumprimentar sua excelência, o Drº Durão Barroso ou até mesmo a Drª Angela Merkel (porque não?!).
 
Ok. Política à parte - não vamos por aí.
 
O Tomorrowland é classificado por qualquer amante de música de dança, como o melhor festival da europa.
É idealizado e produzido por uma filial da ID&T na Bélgica. Uma das melhores e mais criativas produtoras de eventos quer a nível Europeu quer a nível Mundial. Sensation White, Sensation Black, Mysterland e Dirtdutch são apenas algumas das estrondosas produções desta produtora com sede na Holanda. O empresário Duncan Stutterheim é o seu cérebro e fundador. Duncan conhece bem Portugal. País onde esteve presente nas duas edições de Sensation White em 2009 e 2010 respetivamente.
"Os portugueses são muito conhecidos pelo seu espírito de festa que foi bem demonstrado na 1ª edição Portuguesa que se estreou em Portugal em Maio de 2009" disse Ducan à imprensa .
De salientar que no Brasil também já existe uma filial da ID&T desde o ínicio deste ano.

Voltando ao Tomorrowland... 2012 é o ano da 8ª edição. É um festival para todos os gostos musicais. Será possivelmente essa grande variedade musical que faz com que seja um evento tão procurado. Só em 2011, este festival registou mais de 100 mil participantes de todo o mundo. Apenas maiores de 18 anos, aqui podem entrar.

Espalhados pelo Jardim De Schorre, existem ao todo cerca de 16 palcos que são animados pelos melhores deejays e produtores de música do Mundo. São também palcos decorados com o tema específico de cada ano - um "conto de fadas misterioso" é tema de 2012. O palco MainStage é sempre o mais apetecível.
Há música para todos os gostos musicais - desde o mais comercial ao mais underground, recordando também a década de 90.
 
Não nos podemos esquecer da DreamVille - um gigantesco espaço equipado para campismo durante os dias do evento, dividido por três áreas distintas: 'Easy', 'Relax Room' e 'Mansion'. É separado do recinto do festival numa distância com cerca de 800 metros.

Agora a parte que também interessa: Preços e valores.
Em abril foi num abrir e fechar de olhos a corrida aos ingressos. Garantir lugar na melhor e maior edição de sempre, foi o objetivo primordial dos festivaleiros sortudos. Foi a loucura. Os bilhetes esgotaram em menos de 24 horas.
 
Ok, e os preços? 172,50€ um passe para os 3 dias de evento, e o passe regular diário 72,50€. Se se pretender estadia na DreamVille, a estes valores soma-se a estadia que varia entre 34,50€ (5 dias) e os 9.600€ para um máximo de 12 pessoas (5 dias).
É certo que não é um festival para todos os bolsos. No entanto, 'Crise' não é palavra que aqui entre.
 
Contudo, já levantámos um pouco a 'ponta do véu'. Mas o resto deixamos para o nosso repórter Nuno Dourado que está no festival e vai-nos dar a conhecer tudo sobre o Tomorrowland e os três melhores dias da sua vida.
 
Agora já percebeste o porquê do Tomorrowland ser melhor que um delicioso waffle encharcado de caramelo e natas?
 
 
Publicado em Tomorrowland
segunda, 20 janeiro 2014 00:43

Quanto custa entrar no Tomorrowland?

 

Há preços para todas as carteiras e "crise" é palavra que aqui não entra. No ano em que cumpre 10 anos, o gigantesco Festival europeu Tomorrowland, duplicou os dias da sua realização para dois fins-de-semana, aumentando desta feita, a procura dos ingressos. 

 
 
Muita procura significa muita oferta. Recorde-se que em fevereiro de 2013 foram vendidos 180 mil bilhetes para 214 países diferentes, em apenas... um segundo. Por esse facto, a organização do Festival que anda nas bocas do mundo há 10 anos, mais uma vez, irá disponibilizar uma vasta e reforçada oferta de ingressos onde apresenta vários tipos de pacotes para todos os interessados em viajar até Boom, na Bélgica.
 
Nos dias 18, 19, 20, 25, 26 e 27 de julho a província De Schorre, localizada em Boom, na Bélgica, volta a ganhar vida com um dos festivais mais procurados de sempre. Os festivaleiros que desejam ir ao festival mais internacional do mundo, deverão fazer o seu pré-registo no site do evento até dia 15 de fevereiro e aguardar todas as informações.
 
No gráfico em baixo, poderás conferir os preços dos vários tipos de ingressos.
Importa ressalvar que em Portugal, a agência de viagens certificada pela produção do evento para a venda de pacotes é a Ocean Tour sediada em Póvoa do Varzim.
 
 
 
Publicado em Tomorrowland
Há imagens e atitudes que nos deixam surpreendidos mesmo até boquiabertos. No Festival Tomorrowland - que decorreu nos dois últimos fins-de-semana - as surpresas são uma constante e quando menos esperamos, eis que...
 
O que faz o primeiro-ministro Elio Di Rupo no Tomorrowland? Uma pergunta com inúmeras respostas: diverte-se, convive com as pessoas, orgulha-se do evento que tem no seu país, tira (muitas) selfies e comprova com os seus próprios olhos de que está no maior festival de música eletrónica de sempre. 
 
A sua visita surpresa não passou despercebida e foram vários os festivaleiros que quiseram registar o momento com as tão famosas selfies. Esta atitude de convívio e descontração do ilustre político está a revelar-se viral nas redes sociais, sitio onde Elio Di Rupo, de 63 anos, partilhou a sua presença no festival que durante seis dias, deu vida ao gigantesco parque natural De Schorre, em Boom, na Bélgica.
 
E tu, já imaginaste o primeiro-ministro de Portugal num festival de música eletrónica? (O "Paulinho das Feiras" não conta.)
 
 
 
Publicado em Tomorrowland
A sua atuação no Tomorrowland está a dar que falar. Por um lado, muitos foram aqueles que apreciaram o seu espetáculo e o seu set, por outro, fazem-se críticas à prestação excêntrica do artista que muitos desconhecem e que só agora se tornou viral, muito por culpa da sua forma de estar atrás da cabine. Eis Salvatore Ganacci.

Mas quem é? Para a grande maioria, é um artista que, além de DJ, exibe uns passos de dança brilhantes que contagiam tudo e todos. Na verdade, Salvatore conta com uma sólida carreira no mercado da música de dança desde 2014, quatro anos depois de entrar para a escola Musikmakarna, na Suécia.

Ao longo da sua carreira, Ganacci já lançou várias colaborações com artistas de renome, como é o caso de Major Lazer, Dillon Francis, Sebastian Ingrosso, Axwell, Pusha-T, entre muitos outros. Do seu currículo fazem ainda parte vários remixes oficiais para os Swedish House Mafia, Knife Party, Dada Life, Afrojack, Snoop Dogg e Alesso.

Além da música eletrónica, o artista oriundo da Bósnia aprecia também moombahton, trap e dancehall. É também reconhecido por editoras como a Universal Music Group, STMPD RCRDS, Dim Mak, Def Jam Recordings, Virgin Records ou a Warner Music Group.

Depois de duas atuações em anos consecutivos no Tomorrowland e no Ultra Music Festival em Miami, quem não gostaria de ver este verdadeiro showman ao vivo em Portugal?
 
Publicado em Artistas
De entre vários motivos e razões, o Festival Tomorrowland destaca-se de todos os outros festivais eletrónicos realizados na Europa.
Este Festival que ocorre na cidade de Boom começou a anunciar os primeiros artistas logo no primeiro dia do ano 2012.

O Line-Up desta 8ª edição está fechado e acolhe dezenas de talentos de todos os géneros musicais espalhados por cerca de 16 palcos, todos eles diferentes.
 
No website do evento, já se encontra disponível o horário das atuações de todos os palcos e artistas. Recorde-se que o fuso horário da Bélgica é +1 hora.
 
Numa aplicação que existe no website, é possível criar o seu próprio line-up com os artistas que se pretende assistir ao vivo para que os festivaleiros não percam nenhuma atuação.

O Line-up do primeiro dia, sexta-feira, foi ligeiramente alterado porque Calvin Harris teve de cancelar alguns shows, incluíndo este no Tomorrowland por outros compromissos promocionais que não podem ser evitados ou reprogramados.
Publicado em Tomorrowland
Têm nacionalidade portuguesa e vão embarcar numa viagem de sonho rumo a Boom, na Bélgica. Destino: Tomorrowland.
 
Por estes dias que antecedem a viagem, o frenesim dispara e são mais que muitas as borboletas presentes no estômago dos nossos seis convidados. São oriundos de Vialonga, Tavira, Vila Nova de Gaia, Portimão, Queluz e Braga. Apesar de terem idades diferentes, partilham todos o mesmo desejo: embarcar numa viagem de sonho.
 
 
NÃO SE EXPLICA, SENTE-SE
 
É a primeira vez que Olga Jerónimo vai ao Tomorrowland, no entanto, o desejo de ir ao evento belga já vem quase desde a primeira edição. Tem 30 anos e é de Vialonga. Conta-nos que este ano os seus melhores amigos lançaram-lhe o desafio e que foi "impossível resistir". Vai com as expectativas "altíssimas" e confessa que viaja 
exatamente com as pessoas que gostaria de ir.
 
O Gustavo Cavaco tem 22 anos, é de Tavira e também será a sua primeira vez no evento. Revela-nos que quer comprovar com os seus próprios olhos "os cenários, os palcos, a loucura do pessoal e a quantidade de pessoas." 
 
De Queluz e com 20 anos vai o Tiago Castro. Poder ver todos os seus DJs favoritos num único local, foi um facto  que pesou na decisão de embarcar até à Bélgica. Já teve esta viagem programada o ano passado, mas entretanto teve outras prioridades. Vai ao Tomorrowland com os seus melhores amigos de infância e o que o desperta mais à atenção no evento, é mesmo "o cartaz e a qualidade de produção do evento." 
 
Pelo segundo ano consecutivo e a representar Braga, vai o Pedro Freitas. Admite que não estava nos seus planos voltar a Boom este ano, porque pretendia ir ao DEFQON 1. "Gostei tanto do ano passado e fiz um grupo de amigos excelente e como muitos deles conseguiram bilhete, não pensei noutra opção a não ser voltar este ano lá", revelou. Questionado sobre a sua experiência anterior, Pedro não teve dúvidas: "O Tomorrowland é sempre uma surpresa em tudo, nenhum dos três dias de festival é igual ao anterior."
 
Em 2012, Nuno Machado não teve sorte e falhou a data de compra dos bilhetes, mas este ano antecipou-se e conseguiu. É de Portimão e confessa que não resistiu 'à chamada': "Tanto a quantidade de palcos como a qualidade do espectáculo durante os três dias e ainda a festa da Dreamville chamam qualquer um a Boom." A música e o ambiente criado à volta do evento e tudo o que se vive neste curto espaço de tempo são os aspectos que lhe despertam mais atenção.
 
Também pela segunda vez vai Tiago Cunha. Com 24 anos e natural de Vila Nova de Gaia, este amante da música electrónica ficou de tal maneira 'maravilhado', que não teve dúvidas quanto ao seu regresso à 'terra do amanhã'. Parte com expectativas elevadas relativamente ao 'Mainstage' deste ano e admite que gostaria de levar consigo os seus amigos mais próximos.
 
 
DE OLHOS POSTOS NO PALCO
 
A oferta é variada e adapta-se facilmente a todos os gostos. Perguntámos aos nossos seis convidados, quais os principais artistas que vão querer ver ao vivo no Tomorrowland, e a opinião surge unânime em alguns nomes da electrónica mundial, como é o caso de Carl Cox, Dimitri Vegas & Like Mike, Hardwell, Tiësto, Nicky Romero, Headhunterz e Armin van Buuren.
 
Além de Pete Tong, Jeff Milles - entre muitos outros - Olga também não quer perder a atuação de Sebastian Ingrosso. Já Gustavo promete ficar na linha da frente, durante as atuações de alguns dos seus artistas favoritos como é o caso de Pryda, Arty, Axwell e Zedd. Tiago Castro nomeia Carl Cox, Headhunterz, Hardwell e Fedde Le Grand como os seus ídolos. Pedro, considera que a pergunta tem uma resposta complicada e ainda não sabe quem vai ver ao vivo, é um caso que irá decidir no momento, principalmente porque alguns artistas atuam à mesma hora em palcos opostos do recinto. "Provavelmente vou ter de optar" refere mencionando Headhunterz, NERVO, Dave Till, Frontliner, Wildstylez, Isaac, Kai Tracid, Coone , Brennan Heart e Yves V como os seus favoritos.
 
Armin van Buuren aparece na primeira posição da ordem de preferências de Nuno - e em seguida outros nomes que crescem de ano para ano como Nicky Romero, W&W até mesmo Krewella. Este festivaleiro se conseguir, pretende ainda passar por todos os palcos, "para aproveitar tudo". Tiago Cunha este ano não tem dúvidas e na sua agenda tem Afrojack, Avicii, Sander Van Doorn, R3hab, Otto Knows entre outros.
 
 
NA MALA, O SÍMBOLO DA NAÇÃO
 
De um modo geral, as malas dos nossos seis convidados, vão carregadas apenas com o essencial. Roupa confortável e produtos de higiene são a preocupação principal, mas obviamente que há espaço para 'extras'. Olga diz-nos que vai levar uma segunda mala cheia de "boa disposição e uma vontade gigante de diversão." O Gustavo é adepto das novas tecnologias e transportará consigo a sua camara GoPro, para captar grandes momentos que jamais irá esquecer. Tiago Castro em tom de brincadeira refere que levará tenda, mas que nem a irá usar. Já o bragantino Pedro opta por levar um sofá insuflável, a mascote 'Jurema', tampões para os ouvidos comprados o ano passado no festival, e uma mão cheia pilhas que facilmente são carregadas com a energia que existe no Tomorrowland. Nuno levará o menos possível na mala e o Tiago Cunha que já é repetente na viagem, não tem dúvidas naquilo que vai levar e até já conhece 'os cantos à casa'.
 
Mas o bom português que se preze, sempre que sai da fronteira, carrega consigo o símbolo máximo da nação e os nossos convidados não são excepção. Todos eles vão transportar com muita estima - e sempre direita - até à Bélgica, a Bandeira Nacional.
 
 
A CRISE TAMBÉM 'PESA' NA CARTEIRA
 
Em tempos de crise, Olga admite que foi difícil criar condições para ir ao evento mas que "com grandes amigos tudo é possível". Para Gustavo a compra não se revelou difícil, salientando que apareceu no momento certo: "Foi numa altura em que tinha bastante trabalho." Tiago Castro refere que "é sempre um custo elevado", mas por outro lado salienta que com "espírito de poupança e cinto apertado tudo se consegue, se se quiser muito."
 
No ano passado, Pedro optou pelo travel pack de avião e, de um modo geral, ficou mais caro do que aquilo que pagou este ano. Apesar de ter economizado alguns euros, o repetente no Tomorrowland considera ter sido difícil criar condições para voltar a Boom, visto que a crise não lhe passou ao lado. Pedro conta-nos que o seu plano de poupança começou logo a 1 de agosto de 2012: "Quando voltei do Tomorrowland e decidi que lá queria voltar, comecei a juntar um euro por dia, e fui desafiando várias pessoas a fazer o mesmo." O habitante da cidade dos Arcebispos salienta que "apesar do dinheiro que juntava todos os dias não chegar para a totalidade do bilhete, serviu para tornar a situação mais fácil." Pedro acrescenta que "independentemente da crise, se temos algo como objetivo, conseguimos realizá-lo, basta poupar noutros tipos de gastos diários que são dispensáveis." Para este jovem de 31 anos tudo não passa de prioridades: "Trocar as férias lá fora ou no Algarve por uma ida ao Tomorrowland, são prioridades, cada um tem as suas, mas depois não se pode queixar."
 
Nuno considera que hoje em dia "é sempre difícil fazerem-se apostas destas" e que também teve de recorrer a um plano de poupança: "Foi um ano inteiro a poupar para que pudesse conseguir estes dias." À semelhança do Gustavo, também Tiago Cunha revela que não foi difícil arranjar condições que o permitissem ir ao evento. No entanto, o jovem de Vila Nova de Gaia admite ter muitos amigos que estão desempregados e que não têm possibilidade de realizar o sonho de ir ao Festival.
 
Publicado em Tomorrowland
O festival Tomorrowland comemora este ano o seu 10º aniversário e lançou um livro exclusivo e de edição limitada para os verdadeiros fãs do evento. “We Are Tomorrow” é o título da obra, que contem diversas histórias, imagens e entrevistas de um dos maiores festivais de música eletrónica a nível mundial.
 
David Guetta, Moby, Dimitri Vegas & Like Mike, Steve Aoki, Armin van Buuren, Hardwell, Yves V, Carl Cox, Hans Zimmer, Sérgio Herman, e Arne Quinze são alguns dos artistas que deram o seu testemunho para este livro de colecionador.
 
Podes adquirir o “We Are Tomorrow” na loja online oficial do festival por 39,99 euros.
 
Publicado em Tomorrowland
Foi num abrir e fechar de olhos a corrida aos ingressos para a oitava edição do gigantesco festival eletrónico Tomorrowland. Garantir lugar na melhor e maior edição de sempre foi o objetivo.

Em menos de 24 horas, esgotaram os bilhetes diários, bilhetes completos para todos os dias e bilhetes para a DreamVille - um gigantesco espaço equipado para campismo, dividido por três áreas 'Easy', 'Relax Room' e 'Mansion'.
Os ingressos foram colocados à venda no dia de hoje e desapareceram num ritmo estonteante concretamente em cerca de duas horas. O pass regular para os três dias de evento tem o valor de 172,50€, e o pass regular diário de 72,50€.

O Tomorrowland 2012 decorre nos dias 27, 28 e 29 de julho na cidade de Boom a 26Kms de Bruxelas (Bélgica) e já tem o seu line-up quase completo onde poderemos encontrar nomes como Avicii, Fatboy Slim, Calvin Harris, Alesso, Carl Cox, John Digweed, Jamie Jonesm, entre outros mundialmente conhecidos.

Este é um dos maiores festivais mundiais de música eletrónica, um dos eventos mais impressionantes do planeta. É realizado todos os anos por altura do Verão na Bélgica (Boom) e produzido pela ID&T belga.

Acolhe mais de 100 mil participantes de todo o mundo e tem cerca de 12 áreas diferentes, desde o mais comercial ao mais underground, recordando também a década de 90 com a presença bons e grandes nomes da dance music electrónica mundial.
 
Publicado em Tomorrowland
Pág. 1 de 9
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.