22-01-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

A maior e mais conceituada plataforma de venda de música on-line - Beatport - apresentou o top das faixas, artistas e géneros musicais que mais vendas registaram no decorrer deste ano, incidindo num período de tempo entre os dias 1 de janeiro e 1 de dezembro.
 
No que diz respeito às faixas mais vendidas, o top 20 é liderado pela melodiosa "Pushing On" produzida por Oliver $ e Jimi Jules. A "ganhar" sai também a editora Spinnin que possui sete faixas nesta lista. 
 
No top dos 20 artistas Martin Garrix afia as suas garras num redondo número 1, estando o seu vizinho e colega Hardwell a ocupar a segunda posição. Oliver Heldens fecha assim as primeiras três posições lideradas pela laranja mecânica - um verdadeiro caso holandês.
 
O Top dos géneros musicais mais vendidos, é liderado - pelo segundo ano consecutivo - pelo Deep House que cada vez mais tem sido abraçado pelos clubes e principalmente pelo público. O Minimal aparece em último lugar. 
 
Confere os gráficos em baixo.
 
 
 
 
Publicado em Mix
Mais um ano, mais uma edição do Amsterdam Dance Event, que decorreu na passada semana na capital da Holanda. Como é hábito, muitos foram os artistas portugueses que embarcaram na aventura daquela que é considerada como uma das maiores conferências da música eletrónica internacional.
 
O evento contou com palestras, conferências, meetings, troca de contactos entre personalidades da indústria, atuações, o Amsterdam Dance Event e ainda a cerimónia do Top 100 da DJ Mag, cujo vencedor foi Martin Garrix.
 
Von di Carlo, Club Banditz, Kura, Carlos Manaça, KEVU, Prilho, Branko, DJ Ride, Dan Maarten, Karetus, Ben Ambergen e Ewave foram alguns dos artistas portugueses que estiveram presentes no Amsterdam Dance Event.
 
 
O DJ e produtor Branko apresentou a sua editora Enchufada na discoteca Club Paradiso, em Amesterdão, ao lado de nomes como Rastronaut ou Dengue Dengue Dengue.
 
 
A semana de Kura durante o Amsterdam Dance Event foi muito agitada, a começar com a sua colocação no número 51 do Top 100 da DJ Mag de 2016, entregue durante o Amsterdam Music Festival. “Quero agradecer a todos o apoio nestas votações! A nossa bandeira vai voar cada vez mais alto!”, referiu Kura na sua página oficial de Facebook. Além de subir ao palco com Hardwell para apresentarem a nova colaboração, Kura atuou na boat party da Revealed Recordings e no espaço noturno Jimmy Woo ao lado de Julian Jordan e Jay Hardway.
 
 
Para Von Di Carlo, os dias passados no Amsterdam Dance Event foram uma “experiência fantástica”, ao lado de colegas como os Karetus e por ter sido a vencedora de uma competição de beats. O prémio selecionou a artista portuguesa para a ADE University.
 
 
Os Club Banditz também estiveram presentes na semana da música eletrónica de Amesterdão, a promover a sua carreira, música e o seu patrocínio da Monster Products. Por outro lado, Carlos Manaça esteve na capital holandesa sempre na companhia de amigos de longa data como D-Formation, David Penn e Ivan Pica, assistindo a espetáculos de verdadeira house music.
 
 
São uma das duplas revelação de 2016 e pelo segundo ano consecutivo marcam presença na ADE. Os KEVU partiram em direção a Amesterdão e passaram bons momentos com os seus colegas Olly James, Sick Individuals e Blasterjaxx. Uma das suas faixas foi reproduzida por Hardwell no Amsterdam Music Festival e a dupla teve ainda tempo de assumir a cabine da loja oficial da Don’t Let Daddy Know.
 
 
O jovem Prilho foi pela primeira vez ao Amsterdam Dance Event e teve a oportunidade de conhecer vários artistas como KSHMR e Sick Individuals. Segundo o que o artista partilhou na sua página oficial de Facebook, “o balanço foi muito positivo” e “vêm aí muitas novidades”
 
Os Karetus e DJ Ride também foram promover o seu trabalho a Amesterdão, enquanto que Ben Ambergen e Ewave tiveram a oportunidade de conhecer Hardwell pessoalmente. Ben Ambergen agradeceu ao antigo número 1 do Top 100 da DJ Mag por ter reproduzido a sua faixa “Earthquake” no radioshow “Hardwell On Air”.
 

 

Publicado em Reportagens
A capital portuguesa vai ser palco de um novo festival de música eletrónica no próximo ano. Nos dias 4 e 5 de março de 2016, o Lisboa Dance Festival estreia-se com Sven Vath, Moullinex, Xinobi e outros nomes que vão ser revelados em breve.
 
A produção do evento tem a assinatura da da Live Experiences, que escolheu a LX Factory como o espaço que vai receber a primeira edição do Lisboa Dance Festival, um conceito inovador que vai ter três áreas distintas: Music, Talks e Market.
 
Vários espetáculos de DJs nacionais e internacionais, debates, seminários, workshops, masterclasses, conferências e um mercado com a presença de diversas marcas e editoras são algumas das iniciativas confirmadas.
 
Os bilhetes já estão à venda na Blueticket, Fnac, Worten, Mediamarkt, El Corte Inglés, ABEP, Portimão Arena, Bilheteiras MEO Arena e no Turismo de Lisboa (aeroporto de Lisboa e Praça do Comércio) a preços entre os 20 (quantidade limitada) e os 50 euros.
 
Confere os nomes confirmados até ao momento:
 
  • Sven Vath
  • Motor City Drum Ensemble
  • Move D
  • Prosumer
  • Vakula
  • XDB
  • Glenn Astro
  • Daze Maxim
  • S. A. M.
  • Moullinex
  • Xinobi (live)
  • Niagara (live)
  • Blacksea Não Maya
  • DJ Lilocox
  • DJ Maboku
  • Magazino
  • Cruz
  • Rompante (live)
  • St. Joseph
  • João Maria
  • Jorge Caiado
  • Artivista
  • Tiago
  • Black
  • Cleymoore & Diogo Lacerda
  • De Los Miedos
  • Gonçalo
  • Zé Salvador
 
{youtube}uInltd4OkTQ{/youtube}
Publicado em Festivais

 

A compilação “Ibiza 2015” foi lançada para o mercado através da editora Cr2 e incluí os principais sucessos do verão da Europa. Este ano, o álbum contém 77 músicas de Steve Angello, Eric Prydz, Deorro, Chuckie, Oliver Heldens, AN21, Borgore e ainda a participação do DJ brasileiro Mario Fishetti.
 
Além dos hits, o “Ibiza 2015” possui quatro mixes exclusivos de 1 hora de artistas como Borgore, Matthew Heyer, Mr. Gonzo e Mario Fushetti. Esta compilação é produzida desde o ano de 2008 e tem alcançado a primeira posição na tabela de vendas da Apple, nos últimos dois anos e no Spotify nos últimos cinco.
 
 
Publicado em Mix

São dois nomes incontornáveis da cena eletrónica e do hip hop, sobejamente conhecidos pelas suas atuações energéticas e pelas produções repletas de talento. Cruzfader e Stickup dão vida ao projeto Dynamic Duo, que anda imparável e tem percorrido o país em grandes eventos. Durante o Rock in Rio Lisboa, o Portal 100% DJ teve a oportunidade de estar à conversa com a dupla, onde ficámos a saber algumas curiosidades e novidades para o futuro.

 

Com tantas atuações a nível nacional e internacional, como é que vocês têm tempo para os vossos projetos paralelos?
Stikup: Vou dizer uma coisa que parece uma bocado estranha. Nós viemos de uma ‘escola’ chamada turntables, que te dá bastante técnica para se fazer tudo a nível de produção e mistura. O scratch é uma coisa que se ganha, treina-se e tem um complemento totalmente diferente dos outros tipos de DJs. Nós conseguimos fazer isso, conseguimos conciliar tocar aqui hoje, amanhã outro estilo, depois outro e ainda estar a produzir. É um bocadinho por aí. Ajuda-nos bastante.
 
Como é a reação do público aos vossos sets, recheados de hip hop nacional e internacional, que é muito habitual nas vossas atuações?
Stikup: É um complemento. O Cruzfader é o pilar do hip hop dos Dynamic Duo.
Cruzfader: Cada atuação é diferente e cada caso é um caso. Por vezes experimento tocar hip hop e não pega e aí vimos que neste caso será mais música eletrónica, mais comercial.
Stikup: Basicamente, eu acho que esse vai ser o futuro do DJ, ser uma pessoa, que não toque só uma linha de música. Eu vejo isto a longo prazo porque as pessoas cada vez mais estão “come e deita fora”, o chamado consumo rápido. E acho que o DJ já é isso. É aquele DJ que toca tudo, que o faz bem porque também não é fácil tocar todos os estilos musicais.
 

(...) as pessoas cada vez mais estão “come e deita fora”, o chamado consumo rápido.

 
Vocês conseguem observar esse aspeto logo no início das atuações?
Stikup: Não. Dynamic Duo é um projeto 100% freestyle. Se for uma Queima das Fitas como a de Coimbra, nós levamos algo já estruturado ou se for algo diferente usamos mais o microfone, o que conta também bastante hoje em dia, mas usamos muito o freestyle.
Cruzfader: Também tem a ver com o line-up do evento. Se for um cartaz com mais artistas de hip hop, obviamente que o público vai estar mais virado para esse estilo. Se há um cartaz mais virado para o kizomba e outros artistas, vai ser um set mais comercial. A leitura do cartaz em si indica mais ou menos como irá ser o set. Nos primeiros 10 a 15 minutos consegue-se ver o que o pessoal quer ouvir.
Stikup: Muitos DJs não têm noção disto. Como me disse sempre o Cruzfader, “os primeiros 15 minutos são a tua marca”. 
Cruzfader: Outra coisa importante que nós fazemos é criar picos de subida e descida dentro do nosso estilo musical. Por exemplo, quando tem de subir, passa-se por uma coisa mais afro, não propriamente hits. Às vezes o balanço da música, o bpm em si, chama pelo público. Depois vamos contornando. É muito importante fazer a gestão do set, que não é só disparar as músicas: é saber coordena-las com o público para criar um ambiente com altos e baixos.
 
Alguma vez pensaram atuar no Rock in Rio Lisboa?
Cruzfader: Sinceramente, não. Quer dizer, como dupla já me passou pela cabeça aquela vontade.
Stikup: Havia uma vontade mas nunca me passou pela cabeça vir ao Rock in Rio. Tem mais a ver connosco o MEO Sudoeste. Mas o Rock in Rio é o início.
 
O que representa esta atuação para vocês?
Cruzfader: Representa um reconhecimento da nossa rádio, a Mega Hits.
Stikup: Nós estamos aqui muito por causa da Mega Hits. É preciso referir isso. E também é certo que o Rock in Rio também tem a sua parte de dizer vai ou não vai. Por isso é um reconhecimento das duas partes.
 
Para quando um tema original dos Dynamic Duo?
Cruzfader: Não sabemos. Estamos sempre a produzir e a fazer coisas mas ainda não veio essa parte.
 
Que projetos pretendem desenvolver agora a curto prazo?
Stikup: Eu tenho um projeto novo com o Kking Kong, que trabalha com o Branko dos Buraka Som Sistema e com o Sensi, o irmão do Fred dos Orelha Negra, que se chama KNS, ou seja Kanalhas e estamos a vir aí com um registo mais trap, de música mais urbana, mais bass music. Temos os nossos projetos a solo.
Cruzfader: Estamos muito em estúdio, sempre a trabalhar.
 
 
Segue Dynamic Duo nas redes sociais

    

 
Publicado em Entrevistas
domingo, 01 fevereiro 2015 22:18

Ushuaia Beach Hotel prepara nova temporada

Ainda o Verão está longe mas o Ushuaïa Ibiza Beach Hotel já anda a preparar a sua nova e quinta temporada de festas únicas e apetecíveis a qualquer noctívago. O arranque terá lugar no sábado, 30 de maio e até meados de setembro serão muitas as festas que irão parar Ibiza. Em apenas quatro anos, o Ushuaïa tornou-se uma das maiores atrações da famosa ilha espanhola, graças à programação de luxo que tem apresentado e às suas instalações únicas na Playa D'en Bossa.
 
Desde a sua inauguração em 2011, este reconhecido hotel tem recebido inúmeras festas ao ar-livre com line-ups premium, que combinam música com efeitos de iluminação e pirotecnia. David Guetta, Avicii, Armin van Buuren, Hardwell, Paul Kalkbrenner, Loco Dice e o português Diego Miranda são alguns dos nomes que já passaram pela cabine.
 
As estadias no Ushuaïa Beach Hotel variam entre os 135 euros e os 5.000 euros por noite e o cartaz da temporada deste ano será apresentado nas redes sociais do espaço.
 
 
Publicado em Eventos
"We Are Your Friends" é o novo filme protagonizado por Zac Efron, que interpreta o papel de um DJ que trabalha na sua primeira música e pretende alcançar o estrelato.
 
A música eletrónica está a ganhar cada vez mais público e parece que a sétima arte é uma nova área a explorar. Max Joseph é o realizador do filme, que chega aos ecrãs em 2015 e pretende mostrar também a vida noturna de Hollywood.
 
No dia 11 deste mês, Alesso esteve presente no set de filmagens da longa-metragem e deu algumas lições de djing ao ator. Zac partilhou a fotografia no seu Facebook, considerando-o uma lenda. Em relação à banda sonora do filme, ainda não há informações, mas Alesso pode vir a fazer parte do alinhamento tal como outros DJ's.
 
A estrela do videoclip "Blurred Lines" de Robin Thicke e Pharrell, Emily Ratajkowski, faz parte do elenco.
 
Publicado em Artistas
O amor é um sentimento que muitos não conseguem explicar ou expressar e muitas vezes a música é a forma mais fácil de o fazer. Muitos são os críticos que consideram a música eletrónica como um género ‘mecânico’, que não transmite sentimentos aos seus ouvintes. Está errado.
 
A revista Billboard divulgou uma lista de 50 músicas românticas, dentro do género de eletrónica, onde constam nomes como deadmau5, Kaskade, Daft Punk, Alesso e Calvin Harris. Esta lista é ideial para ser a banda sonora oficial do Dia dos Namorados, para os amantes de música eletrónica.
 
Confere abaixo a lista completa:
 
  • 50. Axwell - "Centre of the Universe" (2013)
  • 49. Filo & Peri ft. Audrey Gallagher - "This Night (Dash Berlin Remix)" (2010)
  • 48. Kaskade & Tiesto ft. Haley - "Only You" (2010)
  • 47. Third Party vs. Cicada - "Feel" (2012)
  • 46. Fedde Le Grand - "So Much Love" (2011)
  • 45. Major Lazer ft. Wild Belle - "Be Together" (2015)
  • 44. Duke Dumont - "The Giver (Reprise)" (2015)
  • 43. Alison Wonderland - "I Want U" (2014)
  • 42. Nadia Ali - "Rapture (Avicii Remix)" (2010)
  • 41. Gareth Emery ft. Lucy Saunders - "Sanctuary" (2010)
  • 40. Magnetic Man - "I Need Air" (2010)
  • 39. Late Night Alumni - "Empty Streets" (2005)
  • 38. Above & Beyond ft. Richard Bedford - "Thing Called Love" (2011)
  • 37. Tiësto ft. Sneaky Soundsystem - "I Will Be Here (Wolfgang Gartner Remix)" (2009)
  • 36. Tim Berg - "Seek Bromance" (2010)
  • 35. Oliver Heldens x Becky Hill - "Gecko (Overdrive)" (2014)
  • 34. Hot Natured - "Benediction" (2012)
  • 33. Gorgon City - "Ready for Your Love" (2014)
  • 32. Duke Dumont ft. Jax Jones - "I Got U" (2014)
  • 31. Marvin Gaye - "Sexual Healing (Kygo Remix)" (2013)
  • 30. Porter Robinson - "Language" (2012)
  • 29. Seven Lions - "Days to Come" (2012)
  • 28. Galantis - "Gold Dust" (2015)
  • 27. Benny Benassi - "Cinema (Skrillex Remix)" (2011)
  • 26. Frank Wiedemann & Ry X - "Howling (Âme Remix)" (2012)
  • 25. Calvin Harris ft. Ellie Goulding - I Need Your Love (2012)
  • 24. Armin van Buuren ft. Laura V - "Drowning (Avicii Remix)" (2010)
  • 23. The Chemical Brothers - "Snow" (2010)
  • 22. Fatboy Slim - "Praise You" (1999)
  • 21. Calvin Harris - "Feel So Close" (2012)
  • 20. Alex Gaudino - "I'm in Love (I Wanna Do It)" (2010)
  • 19. Nadia Ali ft. Starkillers & Alex Kenji - "Pressure (Alesso Remix)" (2011)
  • 18. Zedd ft. Matthew Koma - "Spectrum" (2012)
  • 17. Galantis - "Runaway (U&I)" (2014)
  • 16. Avicii - "Fade Into Darkness" (2011)
  • 15. Alesso & Ingrosso ft. Ryan Tedder - "Calling (Lose My Mind)" (2012)
  • 14. Stardust - "Music Sounds Better With You" (1998)
  • 13. Daft Punk - "Something About Us" (2001)
  • 12. Kölsch feat. Troels Abrahamsen - "All That Matters" (2012)
  • 11. David Guetta ft. Kelly Rowland - "When Love Takes Over" (2009)
  • 10. Skrillex - "With You, Friends (Long Drive)" (2010)
  • 9. Kaskade - "Eyes" (2011)
  • 8. Krewella - "Alive" (2012)
  • 7. Rihanna ft. Calvin Harris - "We Found Love" (2011)
  • 6. OneRepublic vs. Alesso - "If I Lose Myself" (2013)
  • 5. Disclosure ft. Sam Smith - "Latch" (2012)
  • 4. Zedd ft. Foxes - "Clarity" (2012)
  • 3. Steve Angello & Laidback Luke ft. Robin S. – "Show Me Love" (2009)
  • 2. Deadmau5 & Kaskade – "I Remember" (2008)
  • 1. Daft Punk - "Digital Love" (2001)
 
Publicado em Mix
 
O site de venda de música eletrónica Beatport, comemora este ano 10 anos de existência. Para celebrar a data, a marca decidiu oferecer várias músicas por semana de artistas conhecidos, aos seus utilizadores. 
 
A oferta intitulada "Beatport Decade" começou há cerca de um mês, com Hardwell como artista da semana, disponibilizando 5 músicas. A lista seguiu-se com Radio Slave, Afrojack e, esta semana, com Todd Terry. Ao todo, serão 10 semanas com 10 artistas diferentes. Esta iniciativa termina na semana de 17 de novembro, no site oficial.
 
Para comemorar a década de existência, cada editora lançou ainda uma compilação com 10 músicas dos seus artistas, que podem ser adquiridas por 7 dólares.
 
Publicado em Mix
domingo, 25 novembro 2012 14:49

6 Músicas para consumo obrigatório

Desta vez apresentamos uma lista de 6 músicas para serem obrigatoriamente consumidas e de vicío fácil. O play está à espera do teu clique!
 
1
 
 
 
3
 
4
 
5
 
6
 
 
Publicado em Mix
Pág. 1 de 5
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.