Diretor Ivo Moreira  \  Periodicidade Mensal
A Polícia de Segurança Pública (PSP) já terá identificado os autores das agressões a um jovem na zona dos bares do Cais do Sodré, divulgadas num vídeo captado pelo jornal Público no dia 20 de fevereiro. O subcomissário do Comando Metropolitano da PSP, Hugo Abreu, confirmou ao jornal Público que foram levadas a cabo “diligências para a descoberta da verdade e identificação dos autores do crime”. Todavia, refere também que, uma vez que se trata de um crime de ofensas à integridade física, está dependente de uma queixa da pessoa agredida, algo que ainda não foi efetuado.
 
De acordo com o Correio da Manhã, os agressores serão seguranças, certificados pelo Ministério da Administração Interna, já identificados pela polícia. O Público precisa que um deles trabalharia na empresa de segurança privada “Cosmos”. No entanto, o diretor da empresa, Bruno Sousa, garante que o suspeito "já não pertence ao efetivo da empresa" e assegura ainda que não conhece a identidade do segundo agressor. Os outros seguranças vistos no vídeo foram entretanto suspensos "enquanto decorre um processo interno". 
 
O Público obteve também uma declaração de um membro do movimento que representa 13 dos bares situados nesta zona, Miguel Gonçalves, que se refere a situação como “normal em todas as cidades da Europa e do mundo, em qualquer zona de diversão noturna”. O empresário referiu ainda que “aquela situação não sucederia se não tivesse havido uma razão muito forte”, dando a entender que a “suposta vítima” deve ser culpado de algum crime.
 
 
Fonte: Público.
Publicado em Nightlife
domingo, 10 outubro 2010 15:32

Noite de incidentes no Kremlin

A PSP entrou ontem de madrugada em força na discoteca Kremlin, em Lisboa. Pouco passava das 03h00 quando dezenas de agentes irromperam pelo estabelecimento e passaram a pente-fino seguranças, clientes e o próprio espaço. Ao todo cinco pessoas foram detidas, bem como apreendidas várias armas brancas e droga.
Levada a cabo pela Divisão de Investigação Criminal da PSP de Lisboa, a operação insere-se nas várias campanhas de prevenção à criminalidade da polícia.
 
Um dos seguranças foi detido na posse de um bastão extensível e outros quatro clientes foram ainda levados pela PSP por posse de droga, por imigração ilegal e ainda outros dois sobre quem recaíam mandados de detenção pendentes.
 
Para além das cinco detenções, os agentes, que contaram com o apoio de uma equipa do Corpo de Intervenção da Unidade Especial de Polícia (UEP), revistaram o espaço, encontrando duas navalhas, luvas e várias doses de droga, em especial haxixe, cocaína e ecstasy.
 
Conhecida por vários incidentes e agressões violentas na noite de Lisboa, a discoteca foi o único alvo da madrugada de ontem. Os quatro clientes levados pela PSP acabaram por ser soltos ao longo da madrugada. Quanto ao segurança ficou detido e será amanhã presente a tribunal por posse de arma ilegal.
 
Fonte: Correio da Manhã.
Publicado em Nightlife
Um grupo de pelo menos sete pessoas agrediu um jovem, de 24 anos, que teve de ser transportado pelos bombeiros de Fafe para o hospital devido a ferimentos considerados graves.

Os confrontos aconteceram na madrugada do último domingo entre um grupo de jovens à porta de uma discoteca, na Zona Industrial de Fafe.

O jovem, natural daquela cidade, foi transportado em estado considerado grave para o Hospital de Guimarães, sendo mais tarde transferido para o Hospital de Braga, onde se encontra internado em estado de coma.

O Correio da Manhã avança que esta não terá sido a primeira vez que o grupo se terá envolvido em agressões e que a Polícia Judiciária de Braga está a investigar o caso.
Publicado em Nightlife
Dois jovens foram agredidos de forma violenta por seguranças da discoteca Urban Beach, localizada em Santos, Lisboa. O incidente aconteceu na madrugada de quarta-feira e o caso já está a ser investigado embora ainda não existam detenções.
 
Num vídeo agora divulgado e captado à porta da discoteca é possível ver um grupo de seguranças em volta de dois jovens. Um dos homens agride violentamente um dos jovens e, instantes depois, deita o segundo jovem no chão e salta com os dois pés em cima da sua cabeça. No vídeo, vê-se ainda várias pessoas a assistir à cena de pancadaria.
 
O vídeo está a circular nas redes sociais mas está também a ser enviado por uma conta de e-mail, intitulada Urban Rules, e cujo nome de utilizador é Filmagens Urban.
 
Entretanto, Paulo Dâmaso, administrador do Grupo K já reagiu ao vídeo. “Não nos revemos em absoluto neste tipo de situação. Temos estabelecimentos de diversão e não de agressão. Como é normal, temos uma equipa de segurança que não é nossa, são serviços que são prestados por uma outra empresa. Esta já foi contactada e vamos agir junto da mesma”, assegurou o administrador ao Jornal SOL.
 
Fonte do executivo municipal de Lisboa disse à revista SÁBADO que foi pedida uma reunião de emergência do Conselho Metropolitano para avaliar as condições de segurança na referida discoteca.
 
Aviso: O vídeo contém imagens violentas e podem impressionar alguns leitores.
 
Publicado em Nightlife
quinta, 16 junho 2011 15:10

"Se bebeu deixe-me conduzir" (c/ vídeo)

A Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados (ACA-M) e a Polícia de Segurança Pública, lançaram no passado domingo (12 de Junho), em Lisboa, uma campanha de alerta para os riscos da condução sob o efeito do álcool.
 
Esta acção destinada, sobretudo ao público jovem, aposta em termos de divulgação em cartazes, promoção televisiva e nas redes postalfree, com uma mensagem gráfica contundente: a figura da morte carregando um cartaz com a mensagem “se bebeu, deixe-me conduzir”.

Além de material informativo, com dados estatísticos relativos à sinistralidade e conselhos aos condutores, a PSP disponibilizou ainda testes de álcool preventivos a quem pretender testar a sua taxa de alcoolemia antes de conduzir.

Aos condutores com taxa zero foi entregue um autocolante com a mesma mensagem que consta nos cartazes, “se bebeu, deixe-me conduzir”, acompanhada pela indicação de que poderão ser o 'Condutor Eleito da noite'.
 
A mensagem é muito importante e por isso deixamos os conselhos da PSP e ACA-M:
• Se conduzir, não beba álcool.
• Se conduzir, não consuma drogas.
• Nas saídas em grupo, assegure-se que há um condutor que não beba.
• Prefira os transportes públicos ou partilhe transporte.
• Não utilize o veículo como meio de ameaça ou agressão.
• Tenha cuidado com a condução dos outros.
• Respeite os limites de velocidade legais.
• Pare sempre nos sinais STOP e abrande nos semáforos laranja.
• Reduza a velocidade nas zonas de peões.
 
Publicado em Nightlife
Dezoito jovens em “situação de risco” foram identificados pela PSP na madrugada de sábado, em Lisboa, numa operação conjunta com a comissão de proteção de menores que visou detetar crianças a consumir álcool e drogas na via pública.
 
Para esta operação, que decorreu entre as 00:15 e as 05:00 de sábado na zona do Bairro Alto e na Avenida Dom Carlos I, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP contou com a colaboração de membros da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens Lisboa Centro e técnicos da Comissão Nacional de Proteção de Crianças e Jovens em Risco.
 
A PSP explica, em comunicado, que a operação teve como objetivo “a identificação de crianças (menores de 18 anos) que se encontrassem na via pública a consumir álcool e drogas, sem a supervisão de um adulto responsável, estando por isso sujeitos aos perigos de um crime ou de um acidente”.
 
Segundo a PSP foram identificadas 67 pessoas, tendo-se constatado que 18 jovens, menores de 16 anos, se encontravam na via pública, alguns deles a consumir bebidas alcoólicas, sem a supervisão de um adulto responsável, o que representa “uma situação de risco para o menor”.
 
Em todos os casos foram contatados os responsáveis legais dos menores e explicado o âmbito da intervenção policial, em conjunto com membros da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens - Lisboa Centro.
 
Os pais deslocaram-se ao local da operação, “onde lhes foram entregues os seus filhos em segurança”, sublinha a PSP.
 
No comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa anuncia que vai intensificar, nos próximos meses, o número destas operações conjuntas, alargando a sua área de intervenção a todo o espaço de diversão noturna da grande Lisboa.
 
Publicado em Nightlife

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.