22-01-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

O Optimus Alive, que decorrerá de 10 a 12 de julho no Passeio Marítimo de Algés, foi eleito pelo Gigwise, conceituado site inglês de música, como um dos 10 melhores festivais de 2014. O referido site destaca que o Optimus Alive foi já, em 2013, "um dos melhores festivais de verão" e que, este ano, os apreciadores terão oportunidade de ver em Portugal os Artic Monkeys, Imagine Gragons, MGMT, Chet Faker, The Black Keys e Caribou.
 
Da responsabilidade da promotora 'Everything is New', em parceria com a Optimus, este Festival tem já confirmados, além das bandas destacadas pelo Gigwise, os Interpol, os Poliça e The Lumineers. 
 
Os bilhetes estão já à venda e vão variar entre os 53 euros e os 105 euros, consoante se trate do bilhete diário ou o passe de três dias. Há, ainda, vários outros packs disponíveis e que incluem os bilhetes de comboio na Linha de Cascais ou o intercidades a partir do Porto e de Coimbra. O acesso ao campismo para três dias tem um custo extra de 16 euros.
 
Publicado em Festivais
Faltam poucos dias para terminar a única votação em Portugal que vai eleger o TOP 30 de DJs e produtores nacionais, numa ação levada a cabo pelo Portal 100% DJ. Os votos continuam a subir, ultrapassando recordes de dia para dia e os teus artistas favoritos contam com o teu voto para fazerem parte desta listagem. Em baixo apresentamos-te 10 factos que neste momento tens de saber sobre esta iniciativa:
 
  1. 1. A votação está disponível até às 00 horas de 8 de dezembro (inclusive) em www.deejay.pt/top30.
  2.  
  3. 2. O TOP 30 será anunciado de forma gradual a partir das 18 horas do dia 15 de dezembro no Instagram 100% DJ.
  4.  
  5. 3. Esta é uma ação única em Portugal onde o principal objetivo é distinguir o trabalho e talento dos DJs e Produtores nacionais.
  6.  
  7. 4. É o sexto ano consecutivo em que o Portal 100% DJ distingue artistas portugueses.
  8.  
  9. 5. Do Techno ao Trance, do Deep ao Electro. Qualquer género de música eletrónica é aceite nesta votação. 
  10.  
  11. 6. A exemplo do ano passado, os 30 artistas distinguidos receberão um troféu comemorativo.
  12.  
  13. 7. O voto do público é decisivo. Através da soma dos votos, os artistas ficarão dispostos da 1.ª à 30.ª posição.
  14.  
  15. 8. Todos os artistas com nacionalidade portuguesa podem apelar ao voto/criar campanhas. Caso necessitem, existe um kit com material gráfico disponível para download gratuito e devidamente estruturado.
  16.  
  17. 9. Esta votação é monitorizada e os votos devem contemplar apenas e exclusivamente o nome correto de 4 DJs/produtores portugueses. Tudo o que seja diferente dessa regra, será classificado como inválido/voto nulo e não fará parte das contagens.
  18.  
  19. 10. Pelo segundo ano consecutivo a Rádio Nova Era, líder nas audiências a norte do país, é a Rádio Oficial desta ação.
Publicado em 100% DJ
A ‘campanha eleitoral’ para o Top 100 da DJ Mag deste ano já começou. Além dos artistas internacionais, são muitos os DJs e produtores portugueses que estão a apelar ao voto, utilizando, maioritariamente, as redes sociais.
 
Kura, que se estreou o ano passado na lista ocupando a posição número 42, iniciou a sua campanha através de um vídeo que mostra os bastidores da vida de DJ. “As votações da DJ Mag já começaram, o vosso apoio é mais importante do que nunca!”, revelou Kura na sua página oficial de Facebook.
 
Há também outros DJs portugueses empenhados a tentar a sua sorte para a edição deste ano do mais disputado TOP 100 de DJs, com apelo ao voto através das redes sociais, junto dos fãs. É o caso do DJ The Fox, que considera que “esta entrada em votação é idealizada de forma a querer mostrar mais do que se faz em Portugal. A produção é o foco e um resultado inesperado pode acontecer!”.
 
Tom Enzy também já iniciou a sua ‘campanha eleitoral’, afirmando que “tem sido um ano incrível” e que “é o momento certo para fazer isto acontecer!”. Depois de apelar votos aos seus fãs, agradece por tornar este “sonho em realidade”.
 
Depois de atuarem no mesmo palco de grandes nomes como Dimitri Vegas & Like Mike ou Steve Angello, a dupla Club Banditz decidiu também apelar ao voto. “As votações da DJ Mag já começaram, o vosso apoio é muito importante!”, relatam os DJs e produtores na página oficial de Facebook.
 
Diego Miranda é também outro português que quer continuar a marcar presença na lista mais cobiçada da música eletrónica. Além de apelar ao voto durante as suas atuações o DJ aposta ainda na distribuição de autocolantes pelos fãs. Através de um vídeo com alguns dos melhores momentos da sua carreira nos últimos anos, o DJ tem contado com o apoio dos seus seguidores para fazer história.
 
Desde o ano 1997 que a presença de portugueses na lista já vem sendo habitual. DJ Vibe foi o estreante, na posição número 36, a mais alta de um DJ nacional até aos dias de hoje.
 
Pete Tha Zouk, Diego Miranda e Kura também já estiveram presentes no Top 100 da DJ Mag nos últimos anos.
 
Em baixo poderás conferir todas as posições de DJs portugueses no Top da DJ Mag, nos respetivos anos:
 
DJ Vibe:
  • 1997 - #36
  • 1998 - #87
  • 2004 - #80
  • 2005 - #40
  • 2006 - #47
  • 2007 - #40
  • 2008 - #79
  • 2010 - #100
  • 2011 - #84
 
Pete Tha Zouk:
  • 2010 - #80
  • 2011 - #37
  • 2012 - #47
 
Diego Miranda:
  • 2013 - #94
  • 2014 - #70
 
Kura:
  • 2014 - #42
 
 
{youtube}b_fjj48U3zk{/youtube}
Publicado em Mix
terça, 19 novembro 2013 15:09

Dupla portuguesa na lista dos mais ricos

Os produtores discográficos portugueses João Da Silva e Nelson Lino, conhecidos internacionalmente por Da Silva & Lino, acabam de entrar no ranking de celebridades com maior património a nível mundial compilada pelo conhecido website norte-americano TheRichest.com, tendo visto o seu valor combinado avaliado num total de 2.5 milhões de dólares (US$).
 
O mediático website cuja base de dados constantemente atualizada serve como fonte de informação relativamente ao património dos nomes mundialmente mais relevantes dos universos do desporto, espetáculo, política, e negócios, acrescenta assim mais duas figuras nacionais à sua lista, onde já constavam outras personalidades de nacionalidade portuguesa tais como José Mourinho, Cristiano Ronaldo, Belmiro de Azevedo e Américo Amorim.
 
A celebrar este ano o seu décimo aniversário de carreira, João Da Silva e Nelson Lino já produziram discos para mais de 50 editoras em 10 países, incluindo as três grandes multinacionais Universal Music Group, Sony Music Entertainment, e Warner Music Group. Através da sua holding pessoal DS&L Music Group administram ainda todo o seu vasto conjunto de interesses a nível global.
 
Presença assídua na imprensa especializada nacional e estrangeira graças a uma extensa discografia, podemos encontrar entre os seus trabalhos produções e remisturas como "Pump It Up!" do cantor belga Danzel (mais de 3 milhões de cópias vendidas em todo o mundo), "Move Your Body" do grupo latino-americano 740 Boyz (conhecidos pelo seu êxito "Shimmy Shake" de 1995), e "Still Standing" do grupo feminino britânico Anything But Monday (4x disco de platina).
 
Já este ano produziram o tema "La Criminal" para o próximo álbum do grupo latino Fulanito, que no seu currículo conta com 2 nomeações para os Grammy Awards, mais de 5 milhões de álbuns vendidos, e cuja edição se encontra agendada para 2014.
Publicado em Artistas
sexta, 29 maio 2015 19:29

E os DJs mais ricos do mundo são...

A Celebrity Networth, um website sobre economia e as fortunas de milionários, divulgou hoje a lista dos 50 DJs mais ricos do mundo. Calvin Harris, Tiesto e Avicii ocupam os primeiros lugares do pódio.
 
Outros nomes sonantes da música eletrónica como Guy-Manuel de Homem-Christo (Daft Punk), Paul Oakenfold, Paul van Dyk, David Guetta, Armin van Buuren e Steve Aoki fazem parte deste top 50.
 
Uma curiosidade acerca desta lista, é a presença de Swedish House Mafia, passado mais de um ano depois do fim do trio sueco.
 
Confere abaixo a lista completa e os respetivos valores:
 
  • 1 – Calvin Harris – 110 milhões de dólares
  • 2 – Tiesto – 105 milhões de dólares
  • 3 – Avicii – 75 milhões de dólares
  • 4 – Guy-Manuel de Homem-Christo – 70 milhões de dólares
  • 5 – Thomas Bangalter – 70 milhões de dólares
  • 6 – Paul Oakenfold – 65 milhões de dólares
  • 7 – Paul van Dyk – 60 milhões de dólares
  • 8 – David Guetta – 60 milhões de dólares
  • 9 – Armin van Buuren – 55 milhões de dólares
  • 10 – Steve Aoki – 55 milhões de dólares
  • 11 – Deadmau5 – 53 milhões de dólares
  • 12 – Afrojack – 50 milhões de dólares
  • 13 – John Digweed – 48 milhões de dólares
  • 14 – Kaskade – 43 milhões de dólares
  • 15 – Judge Jules – 42 milhões de dólares
  • 16 – Sasha – 40 milhões de dólares
  • 17 – Skrillex – 36 milhões de dólares
  • 18 – Pete Tong – 33 milhões de dólares
  • 19 – Moby – 32 milhões de dólares
  • 20 – Tom Joyner – 30 milhões de dólares
  • 21 – Kidd Kraddick – 30 milhões de dólares
  • 22 – Zedd – 25 milhões de dólares
  • 23 – Fatboy Slim – 24 milhões de dólares
  • 24 – Steve Angello – 24 milhões de dólares
  • 25 – Hardwell – 23 milhões de dólares
  • 26 – The Chemical Brothers – 22 milhões de dólares
  • 27 – Swedish House Mafia – 20 milhões de dólares
  • 28 – John Laws – 20 milhões de dólares
  • 29 – Ferry Corsten – 20 milhões de dólares
  • 30 – DJ Pauly D – 20 milhões de dólares
  • 31 – Ryan Lewis – 18 milhões de dólares
  • 32 – DJ Khalil – 16 milhões de dólares
  • 33 – Sebastian Ingrosso – 16 milhões de dólares
  • 34 – Carl Cox – 16 milhões de dólares
  • 35 – Axwell – 16 milhões de dólares
  • 36 – Eddie Piolin Sotelo – 15 milhões de dólares
  • 37 – Bob Kevoian – 15 milhões de dólares
  • 38 – Benny Benassi – 15 milhões de dólares
  • 39 – Tom Griswold – 15 milhões de dólares
  • 40 – Diplo – 15 milhões de dólares
  • 41 – John R. Gambling – 15 milhões de dólares
  • 42 – Martin Garrix – 14 milhões de dólares
  • 43 – Sven Vath – 14 milhões de dólares
  • 44 – Jeffrey Sutorius – 13,5 milhões de dólares
  • 45 – Tim Westwood – 13 milhões de dólares
  • 46 – Gareth Emery – 13 milhões de dólares
  • 47 – Darude – 12 milhões de dólares
  • 48 – Aphex Twin - 12 milhões de dólares
  • 49 – Don Geronimo – 10 milhões de dólares
Publicado em Mix
Foi com agrado que recebi o convite da 100% DJ para efectuar uma antevisão do TOP 100 da DJ MAG. 
Se em anos anteriores foi relativamente "fácil" acertar nas posições cimeiras desta tabela (um lugar acima ou abaixo), este ano não tenho tantas certezas. 
Muitos de vocês poderão estar neste momento a pensar que é óbvio que este será o ano do Martin Garrix, outros que o Hardwell ou o Armin Van Buuren regressam ao primeiro lugar e ainda outros que os vencedores do ano passado (Dimitri Vegas e Like Mike) permanecem no topo da tabela, no entanto, nenhum de nós pode afirmar com toda a certeza que o seu palpite será o correcto. 
 
2016 foi ano de Campeonato Europeu de Futebol e tivemos o David Guetta com uma exposição planetária com o seu tema oficial, temos sempre um Tiësto na "corrida" e não nos podemos esquecer do "adeus" do Avicii, do "Sr. dos bolos" Steve Aoki, do Calvin (Harris) e do ano em grande do Oliver Heldens, sem esquecer o DJ Snake, KSHMR e o Kygo (qualquer um destes últimos três nomes devem subir lugares na tabela). 
 
A "luta" pelo Top 20 vai ser mais renhida que nunca e não arrisco dar a minha previsão para posições certas. Estou a esquecer-me de muitos nomes que poderão entrar nos 20 primeiros? 
Certamente que sim (Skrillex, Alesso, W&W, Afrojack, DVBBS, Axwell e Ingrosso, Nicky Romero e até os JackU ou o próprio Diplo). 
 
Por esta altura, já estarás tão baralhado e sem certezas tal como eu estou e nem sequer mencionei os Yellow Claw, Eric Prydz, Major Lazer, Carnage, Kaskade, Don Diablo ou o Steve Angello. Percebes agora as minhas dúvidas para a tabela deste ano? 
 
Falta-me falar dos "nossos" portugueses. Parece-me óbvio que o Kura e o Diego vão fazer parte do Top 100 mas também não consigo prever se irão subir ou descer na classificação. O importante para mim e para os portugueses é que ambos se mantenham nesta tabela sendo a sua classificação irrelevante. Teria certamente um relevo maior se estivessem a competir ou com probabilidades de entrar num Top 10 ou 20 mas não é o caso e assim sendo a classificação que tiverem, para nós portugueses, já é motivo de orgulho (seja ela qual for). 
 

O importante para mim e para os portugueses é que ambos se mantenham nesta tabela sendo a sua classificação irrelevante.

 
Gostava de deixar uma última nota. 
Muitos de vocês ainda se lembram dos nomes que compunham esta tabela à meia dúzia de anos atrás. Certamente 70% ou 80% desses nomes não entram neste Top. Podíamos divagar e voltar a abrir a discussão dos motivos e/ou da forma como estas votações são efectuadas e seria algo que não nos levaria a lado nenhum. Todos temos de compreender que a indústria da música electrónica mudou. É uma indústria que envolve milhões (dinheiro e pessoas) e devido a isso teve de ser adaptada. Hoje em dia "não se vende música" (formato físico ou até digital) como se vendia antigamente, as fontes de rendimento são outras (actuações, streaming, youtube, etc.) e o marketing tem uma importância vital no sucesso dos DJs, mas, na minha opinião, o principal factor de mudança foi a própria musica. 
 
Se à 10 anos atrás me dissessem que o D&B ia mover multidões, que ia haver um estilo "esquisito" como o Dubstep que enchia pavilhões e arenas ou que o Electro ia ter este impacto, eu iria desatar a rir. Tudo acelerou e o que antigamente era "Underground" passou a ser "pop". O que era "moda" e todos ouviam (House, Techouse, etc.) passaria para segundo plano em termos de massas. Alguém conseguiria prever que haveria festivais só com DJs que levassem mais pessoas que os concertos de bandas Internacionais? 
 
Quero acreditar que a música era e vai continuar a ser o principal factor para todas as tabelas, rankings, escolhas do público e até investimento desta indústria. Quem decide é sempre quem consome a música que é produzida. A dimensão que um DJ ou produtor atinge, se é com investimento em marketing, se é produzida por terceiros, se são factores externos (sejam eles quais forem) é sempre algo secundário porque se o público não consumir a música desse artista, não há marketing que lhe valha ou investimento que dê retorno. A música é sempre o primeiro factor de diferenciação.
 
Ricardo Silva
 
Publicado em Mix
O DJ e Produtor nacional Pedro Carrilho, assina o mais recente tema da 4Kenzo.
Fazendo-se acompanhar da percussão de Guitos, "Pachanguero" é um contagiante registo house, com imenso groove e recheado de influências latinas.

Este pack conta ainda com remisturas da autoria de Stefano Noferini (recentemente nomeado para os Beatport Awards), Filthy Rich e Vlada Asanin. Um excelente lançamento, que atingiu de imediato o TOP 100 do portal beatport.com (categoria house-music) e vem apenas confirmar o porquê de Carrilho continuar a marcar posição na linha da frente da produção nacional. Promete!
Publicado em Artistas
O website Resident Advisor divulgou hoje a lista dos 100 DJs do ano, escolhido através de uma votação online aberta ao público. Este top representa o oposto daquele que é apresentado pela conhecida revista DJ Mag onde o pódio é ocupado pelos irmãos Dimitri Vegas & Like Mike.
 
Nicole Moudaber, Steve Lawer, Luciano, Dubfire, Carl Cox, Jeff Mills, John Digweed, Sven Vath e Richie Hawtin são alguns dos artistas presentes nesta nova lista, liderada por Dixon, Maceo Plex e Tale Of Us, que ocupam o primeiro, segundo e terceiro lugar, respetivamente.
 
É uma disputa que levanta muitas críticas, até pelos próprios artistas de estilos musicais diferentes, mas esta batalha está longe de terminar, apesar de haver lugar para todos.
 
Confere abaixo o Top 100 do Resident Advisor:
 
  • 1 – Dixon
  • 2 – Maceo Plex
  • 3 – Tale Of Us
  • 4 – Ben UFO
  • 5 – Jackmaster
  • 6 – Ricardo Villalobos
  • 7 – Seth Troxler
  • 8 – Ben Klock
  • 9 – Ame
  • 10 – Rodhad
  • 11 – Four Tet
  • 12 – Laurent Garnier
  • 13 – Solomun
  • 14 – Motor City Drum Ensemble
  • 15 – Mano Le Tough
  • 16 – Jamie Jones
  • 17 – Bicep
  • 18 – Mind Against
  • 19 – Adam Beyer
  • 20 – Nina Kraviz
  • 21 – Richie Hawtin
  • 22 – Raresh
  • 23 – Marco Carola
  • 24 – Marcel Dettmann
  • 25 – John Talabot
  • 26 – Hunee
  • 27 – The Martinez Brothers
  • 28 – Job Jobse
  • 29 – Sven Vath
  • 30 – DJ Koze
  • 31 – Joris Voorn
  • 32 – Loco Dice
  • 33 – Eats Everything
  • 34 – Zip
  • 35 – Gerd Janson
  • 36 – Floating Points
  • 37 – The Black Madonna
  • 38 – Joseph Capriati
  • 39 – Hot Since 82
  • 40 – Apollonia
  • 41 – Skream
  • 42 – DVS1
  • 43 – John Digweed
  • 44 – Jeff Mills
  • 45 – Jeremy Underground
  • 46 – Daniel Avery
  • 47 – Rhadoo
  • 48 – Patrick Topping
  • 49 – Pan-Pot
  • 50 – DJ Tennis
  • 51 – Joy Orbinson
  • 52 – Roman Flugel
  • 53 – Black Coffee
  • 54 – Helena Hauff
  • 55 – Scuba
  • 56 – Adriatique
  • 57 – Sasha
  • 58 – Lee Burridge
  • 59 – Carl Cox
  • 60 – Jamie xx
  • 61 – Robert Hood
  • 62 – Enzo Siragusa
  • 63 – Claude VonStroke
  • 64 – Move D
  • 65 – Objekt
  • 66 – Midland
  • 67 – Levon Vincent
  • 68 – Dubfire
  • 69 – Chris Liebing
  • 70 – Len Faki
  • 71 – Alan Fitzpatrick
  • 72 – Kerri Chandler
  • 73 – tINI
  • 74 – Blawan
  • 75 – Maya Jane Coles
  • 76 – Donato Dozzy
  • 77 – DJ Harvey
  • 78 – Petre Inspirescu
  • 79 – Sonja Moonear
  • 80 – Luciano
  • 81 – Jasper James
  • 82 – Fur Coat
  • 83 – wAFF
  • 84 – Kolsch
  • 85 – George FitzGerald
  • 86 – Richy Ahmed
  • 87 – Hernan Cattaneo
  • 88 – Function
  • 89 – Barac
  • 90 – Mike Servito
  • 91 – Tama Sumo
  • 92 – Steve Lawler
  • 93 – Dusky
  • 94 – Barnt
  • 95 – Carl Craig
  • 96 – Ryan Elliot
  • 97 – Margaret Dygas
  • 98 – Omar-S
  • 99 – Answer Code Request
  • 100 – Nicole Moudaber
 
{youtube}WwTjqXtYyJA{/youtube}
Publicado em Mix
Com o fim de 2015, a aplicação Shazam, que dá a oportunidade aos seus utilizadores de descobrir o nome da música que estão a ouvir, divulgou a lista das músicas mais pesquisadas durante o ano passado.
 
DJ Snake, Kygo e Lost Frequencies são os artistas que contêm mais músicas no Top 10, composto também por Calvin Harris, Martin Solveig e Major Lazer.
 
Confere abaixo o Top 10:
 
  • 1 – Major Lazer & DJ Snake feat. MØ – Lean On
  • 2 – Lost Frequencies – Are You With Me
  • 3 – Kygo feat. Conrad Sewell – Firestone
  • 4 – DJ Snake & AlunaGeorge – You Know You Like
  • 5 – Feder feat. Lyse – Goodbye
  • 6 – Kygo feat. Parson James – Stole The Show
  • 7 – Calvin Harris feat. Disciples – How Deep Is Your Love
  • 8 – Lost Frequencies feat. Janieck Devy – Reality
  • 9 – The Avener – Fade Out Lines
  • 10 – Martin Solveig & GTA - Intoxicated
 
{youtube}YqeW9_5kURI{/youtube}
Publicado em Mix
quarta, 05 dezembro 2012 20:52

Resident Advisor lança Top 100 de 2012

É apelidado por muitos como o verdadeiro Top de DJs mundial. Aquele que traduz a verdade no que toca ao mundo da musica eletrónica.
Porém, todos sabemos que isso é algo relativo.
 
Este Top 100 do magazine Resident Advisor é muito ligado ao movimento mais underground mas, dentro disso, não deixa de ser um top em que a popularidade também têm algo a dizer.
Em 2011, o pódio pertencia a Richie Hawtin, Seth Troxler e Jamie Jones, terceiro, segundo e primeiro lugar respectivamente.
 
Este ano, Seth Troxler foi então o escolhido para ocupar a primeira posição. Richie Hawtin, Dixon, Maceo Plex e Ben Klock completam o top 5.
Ao contrario do Top 100 da Dj Mag, neste top 100, não figura qualquer artista português.
 
Deixamos-te aqui o Top 10 para este ano de 2012 mas podes ver todo o Top no site oficial da Resident Advisor - www.residentadvisor.net
 
RA Poll - TOP 10 - 2012
1. Seth Troxler
2. Richie Hawtin
3. Dixon
4. Maceo Plex
5. Ben Klock
6. Jamie Jones
7. Loco Dice
8. Ricardo Villalobos
9. Tale Of Us
10. Maya Jane Coles
Publicado em Mix
Pág. 1 de 5
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.