20-07-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

Tal como aconteceu com o aftermovie do festival Tomorrowland belga deste ano, o nosso país voltou a estar representado no filme “This Was Tomorrow”, que retrata as três edições deste ano (Bélgica, Brasil e Estados Unidos da América), através do grupo Tomorrowland Crew Portugal.
 
O filme, que estreou no passado dia 26 de novembro, na Bélgica, demonstra todos os pormenores vividos não só pelos festivaleiros como também pelos artistas, durante os dias dos festivais Tomorrowland e TomorrowWorld. No “This Was Tomorrow” são ainda destacadas várias histórias do “People Of Tomorrow” dos quatro cantos do mundo, com um lado emotivo e que retrata o verdadeiro espírito do festival.
 
Um grande grupo de portugueses destaca-se a meio do filme (minuto 29:45), representados com várias bandeiras portuguesas e com o Main Stage como pano de fundo. Laetitia Esteves, fundadora da Tomorrowland Crew Portugal afirmou em exclusivo ao Portal 100% DJ que “a sensação é indescritível. Conseguir estar no aftermovie e no filme no mesmo ano era algo impensável. Desde 2013 que tínhamos o desejo de deixar a nossa marca, a marca do nosso país na história do Tomorrowland e este ano conseguimos em dose dupla. Sem dúvida que ficámos muito felizes, e, acima de tudo bastante emocionados. Só nos dá vontade e força para continuar. Foi a primeira vez que Portugal apareceu desta forma num aftermovie do Tomorrowland - fizemos história! Num curto espaço de tempo, muita coisa aconteceu e sem dúvida que isto foi o auge de todo o nosso percurso. Só nos resta agradecer a todos que nos acompanham, aos mais de 10 mil seguidores e claro, ao meu grande amigo Pete Tha Zouk por todo o apoio que nos tem dado”.
 
FTampa, Afrojack, Dimitri Vegas & Like Mike, NERVO, Steve Angello, David Guetta, Steve Aoki, Armin van Buuren, Tiesto, Dave Clarke, Yves V, Richie Hawtin, Pete Tong e Hardwell são alguns dos artistas que deixam o seu testemunho acerca das edições deste ano do Tomorrowland, ao longo deste filme agora divulgado.
 
“É uma revolução”, diz Armin van Buuren sobre o festival, comparando-o ainda ao famoso Woodstock, enquanto que Steve Angello confessa que o Tomorrowland Brasil foi o melhor até ao momento. O mau tempo que levou ao cancelamento do último dia do TomorrowWorld também pode ser observado em alguns planos.
 
“This Was Tomorrow” está disponível gratuitamente até ao próximo dia 14 de dezembro, no site oficial do Tomorrowland ou no canal do festival no Youtube.
 
{youtube}xFgAOXTWDD0{/youtube}
Publicado em Tomorrowland
O festival TomorrowWorld, que vai acontecer em Atlanta, nos Estados Unidos da América, entre os dias 25 e 27 de setembro, confirmou nas redes sociais os novos artistas a figurar no cartaz.
 
Bassnectar, Benny Benassi, Bingo Players, Borgore, Bro Safari, The Chainsmokers, DVBBS, Gramatik, Guy Gerber, Kaskade, Laidback Luke, The Magician, Maya Jane Coles, Porter Robinson (live), Rudimental, Seven Lions e Thomas Jack foram os nomes confirmados para a edição norte-americana do festival Tomorrowland.
 
O Portal 100% DJ anuncia em primeira mão a presença do DJ brasileiro Alok no TomorrowWorld, revelada através de entrevista exclusiva realizada no passado sábado, na Where’s The Party by Carlsberg em Cascais, que estará brevemente disponível na única plataforma em Portugal “365 dias ao Ritmo da Noite”.
 
Publicado em Tomorrowland
Deixou a carreira de professor de educação física e moral para se dedicar de corpo e alma ao djing e à produção musical. Quando se fala de Yves V, é inevitável referir o festival Tomorrowland, uma vez que o artista belga é considerado o DJ residente. Graças ao impacto das suas atuações transmitidas para todo o planeta, hoje em dia cumpre um dos seus maiores sonhos: viajar por todo o mundo acompanhado da sua música e dos seus fãs. O Portal 100% DJ teve a oportunidade de conversar com o produtor belga, sobre temas como a sua carreira atual, o nosso país e, claro, o festival que é a sua segunda casa.
 
 
És o DJ residente do Tomorrowland. Como te sentes ao fazer parte do maior festival do mundo?
É ótimo. Todas as pessoas me perguntam isso. Eu estou lá quase desde o início por isso eu vi toda a evolução. Agora tenho o meu próprio palco e atuei também no Main Stage, na edição do Brasil e dos Estados Unidos da América. Estou muito feliz por continuar lá e posso chamar-me de ‘DJ residente’ daquele festival, porque às vezes as pessoas não sabem onde é a Bélgica, a minha terra natal, mas sabem onde é o Tomorrowland.
 
Qual é a tua opinião sobre a expansão do Tomorrowland para outros países como o Brasil ou os Estados Unidos da América?
É muito bom, penso eu. Especialmente o Brasil, na minha opinião, é um grande mercado para mim. O público brasileiro e o Tomorrowland são uma combinação muito boa. A primeira edição ficou esgotada em duas horas e a edição americana também vendeu bem. Acho bem que não o façam em todos os países, mas sim em todos os continentes. É positivo expandir a marca.
 
Já atuaste várias vezes no nosso país. O que tens a dizer sobre Portugal e o nosso público?
Fantástico! Amo o clima, porque é muito diferente da Bélgica e o público tem sempre muita energia. Todos estão felizes e sabem as músicas, é uma das coisas que se consegue ver. A última vez que cá estive, havia pessoas no público com uma bandeira com o nome de uma faixa minha que ainda não tinha sido lançada, foi muito bom. 
 
Conheces algum DJ português?
Sim, o Kura. Que outros DJs portugueses me aconselham?
 
E para quando uma colaboração com um DJ português?
Atualmente estou a planear com o Kura para fazermos alguma coisa. Até agora não tenho nenhuma produção com um artista português mas nunca se sabe o que o futuro possa trazer.
 

(…) o meu maior objetivo: viajar pelo mundo e partilhar a minha música.

 
Qual é a tua colaboração de sonho?
É difícil dizer um só nome, mas se pudesse escolher seria alguém fora da música de dança. Alguém de uma banda de rock, de música clássica, ou um cantor. Algo totalmente diferente e que as pessoas não estejam à espera.
 
Como por exemplo?
Há muitos bons cantores, como por exemplo a Birdy. Ela tem uma voz muito boa que desperta muitas emoções. Iria ser uma excelente combinação. Mas há muitos outros bons nomes que seriam uma boa hipótese. 
 
Qual foi o melhor momento da tua carreira?
É óbvio que tenho de referir novamente o Tomorrowland. O mundo inteiro está a ver o Main Stage e aquilo que tu estás a reproduzir naquele momento. Cada vez que atuo lá, consigo ver as reações nas redes sociais. O Tomorrowland é sempre um momento alto na minha carreira.
 
Na tua opinião, quem merece a primeira posição do Top 100 DJs da DJ Mag?
É uma pergunta muito difícil. Mas acho que a resposta é Dimitri Vegas & Like Mike. São os meus irmãos da Bélgica. Na minha opinião é muito difícil dizer quem possa ser o melhor DJ do mundo, porque existem muitos bons artistas.
 
Que novidades podes desvendar acerca do futuro da tua carreira?
Tenho muitas novas produções a chegar. Espero que tudo corra bem. Vou estar em digressão e esse é o meu maior objetivo: viajar pelo mundo e partilhar a minha música.
 
Que mensagem gostarias de deixar aos seguidores e leitores do Portal 100% DJ?
Quero agradecer a todos que têm ido às minhas atuações e se nunca o fizeram, espero conhecê-los em breve num dos meus próximos shows. Continuem a apoiar a música eletrónica!
 
 
Segue Yves V nas redes sociais
     
 
Publicado em Entrevistas
A magia do Tomorrowland ganhou uma comemoração especial. No ano em que o evento completou dez edições em Boom, na Bélgica, e para celebrar a conquista, a MTV produziu um documentário de 44 minutos de duração, com o título "Tomorrowland - 10 Years of Unity, Love, Madness and Magic".
 
No vídeo pode assistir-se a excertos dos melhores momentos do evento que vem conquistando milhões de fãs por todo mundo. Há também entrevistas a DJs consagrados, como Nicky Romero, Dimitri Vegas & Like Mike, Steve Aoki, Kaskade, David Guetta, e um pedido de casamento romântico de um casal de festivaleiros.
 
O documentário, apesar de ter sido disponibilizado nas últimas semanas, foi filmado em 2013 e inclui a memória de uma experiência de vida "que só se vive uma vez" de Armin van Buuren, imediatamente após o nascimento de seu filho.
 
Confere, em baixo, o documentário assinado pela MTV e também o aftermovie da edição deste ano que foi lançado esta semana.
 
 
Publicado em Tomorrowland
Os moradores da cidade de Schorre em Boom, local onde se realiza o Festival Tomorrowland - lançaram uma petição contra o segundo fim-de semana de evento, agendado para os dias 25, 26 e 27 de julho, estando em causa o incómodo causado pelo evento. O caso vai ser mesmo levado para tribunal.
 
Os habitantes exigem que o segundo fim-de-semana seja cancelado e que o ruído seja limitado durante o primeiro fim-de-semana de Festival (18, 19, 20 de julho). À comunicação social, o advogado dos moradores, alega que o Festival Tomorrowland não tem sequer as licenças necessárias.
 
Esta, não é a primeira vez que a organização do Festival se vê em apuros. Recorde-se que em 2009, duas pessoas foram afectadas pelos lasers instalados no palco alegando que foram afetadas nos olhos causando-lhes hemorragias.
 
Deste o inicio da sua realização, a produção do evento sempre tentou ser gentil para com os moradores de Schorre, inclusive os que vivem nas proximidades do Festival sempre tiveram bilhetes gratuitos de acesso. No entanto e ao que parece para algumas pessoas isso só não chega.
 
Entretanto e para fazer frente ao 'Contra', foi lançada uma outra petição a favor da realização do evento. Por enquanto resta mesmo esperar pelos desenvolvimentos desta situação que em nada está a favor dos fãs do evento que este ano celebra 10 anos.
 
 
Publicado em Tomorrowland
Sábado, 23 de julho, segundo dia do Tomorrowland. Acordámos cedo mais uma vez. A chuva e alguma trovoada não nos deixaram ter uma noite descansada. O cansaço começa a sentir-se. São muitos quilómetros, muitos saltos, muitos gritos, muitos cânticos... Mas não interessa. Afinal estamos no local onde milhares de pessoas queriam estar e infelizmente não podem. Temos de aproveitar ao máximo cada segundo.
 
Este ano, a novidade da Dreamville são as aulas de ioga logo pela manhã e também uma banda de música escocesa para acordar os festivaleiros.
 
Depois do almoço, decidimos ir à roda gigante ver o recinto. Simplesmente impressionante a grandeza deste festival! A felicidade e o espanto estão estampados na cara dos que vêm pela primeira vez.
 
Olhamos para o relógio e já eram 16 horas. Hora da concentração de portugueses no Mainstage. Juntámos as bandeiras todas no chão atando-as umas às outras. Os cânticos sucediam-se chamando a atenção de quem por ali estava. Decidimos então levantar o manto de bandeiras e para o Mainstage. Foi sem dúvida dos momentos mais bonitos desta edição do Tomorrowland.
 
Tive o privilégio de conhecer o português mais velho nesta edição do Tomorrowland. Encontrei também o Dylan, um dos meus companheiros nas minhas viagens pelos festivais. Deve ser das pessoas que conheço com mais paixão por música electrónica. Foi operado há uma semana e está cá de muletas, pois mal pode mexer a perna. Um exemplo de força de vontade.
 
Às 19 horas Axwell subia ao palco Axtone com um set sem igual. A “armada tuga” estava na frontline para aplaudir um dos elementos dos Swedish House Mafia que tanto já nos fizeram sonhar.
 
Seguem-se os set's de Nicky Romero, Afrojack e, é claro, dos residentes do Tomorrowland: Dimitri Vegas & Like Mike. As luzes, o fogo de artifício juntamente com a música tornam este local único com um ambiente sem igual. Axwell /\ Ingrosso encerram o Mainstage. Entre muitas músicas, a "One" e "Sun is Shining" provocam arrepios.
 
Encerra-se mais um dia, o segundo. O tempo passa rápido, demasiado rápido neste festival onde há tanto para se ver. Resta um dia, o último!
 
Laetitia Esteves (Tomorrowland Crew Portugal)

 

 

 
Publicado em Tomorrowland
O festival Tomorrowland está de regresso a Boom, na Bélgica, para mais uma edição que promete ficar para a história, nos dias 20, 21, 22, 27, 28 e 29 de julho. Com o tema “The Story Of Planaxis”, o evento vai contar com o habitual livestream.
 
A transmissão ao vivo vai estar disponível no site oficial do Tomorrowland durante os dias do festival, para todos aqueles que não conseguiram os tão desejados bilhetes. Até ao momento ainda não foram confirmados os artistas e palcos que serão transmitidos, mas a organização revelará novas informações em breve.
 
A edição deste ano do Tomorrowland conta com a atuação de grandes nomes como Armin van Buuren, Dimitri Vegas & Like Mike, Afrojack, os portugueses Diego Miranda e Kura, entre muitos outros. No dia 27 de julho, os festivaleiros vão ainda ter a oportunidade de assistir a um grande fenómeno natural: um eclipe lunar chamado de “Lua de Sangue”, que vai acontecer durante a atuação de Tiesto.
 
Publicado em Tomorrowland
1. É um festival que está 'pendurado' de uma árvore 
Tomorrowland é realizado num gigantesco jardim botânico chamado "De Schorre", em Boom. A cidade de Boom situa-se na Bélgica, entre Antuérpia e Bruxelas. Boom significa 'Árvore' em Belga. Foi exatamente por isso, que foi construída uma árvore gigante na 7ª edição do evento (ano 2011).
 
 
2. Os servidores estiveram sobrecarregados
A venda de ingressos pelo mundo teve início às 17 horas do Sábado dia 16 de fevereiro de 2013. No ano passado houve demasiadas pessoas a tentar comprar um bilhete ao mesmo tempo. A empresa de bilhetes 'Timoco', que esteve encarregue da distribuição online não aguentou a pressão, e com isto a organização trocou para a Paylogic assim que se registou a primeira quebra nos servidores da Timoco.
 
 
3. Tomorrowland oferece frescura
As casas de banho espalhadas por todo o evento, incluindo a DreamVille são gratuitas e limpas regularmente. Também dentro do recinto existem 'FreshPoints', que servem para os festivaleiros se refrescar com água. Além disso existem pessoas específicas que, caso lhe seja pedido, poderão colocar nas pessoas desodorizante em spray.
 
 
4. Existe um depósito de drogas fora do recinto
É proibido o uso e tráfico de drogas, bem com a posse dentro do recinto do festival, e da giganteca DreamVille. Antes de entrar, quer seja no recinto do festival ou na área camping, os festivaleiros terão a oportunidade de se livrar das substâncias em caixas especiais, sem qualquer consequência.
 
5. Organização reduz custos de impressão
Este ano não existe bilhetes. A organização enviou para os festivaleiros uma bracelete pessoal do festival que dá acesso à área do evento, bem como à área camping. Isto irá reduzir as filas de entrada, bem como irá melhorar a entrada para o Tomorrowland e Dreamville.
 
 
6. Em tempos conseguias entrar gratuitamente
A primeira edição do Tomorrowland realizou-se em 2005. Durante a edição desse ano, a organização distribui diversos bilhetes grátis para aumentar o número de festivaleiros. Acredites ou não, nessa edição o line-up dos DJs tinha Armin Van Buren, Ferry Corsten e até o holandês Chuckie.
 
7. É o evento mais internacional do Mundo com o maior line-up de sempre
Segundo dados revelados, pessoas provenientes de cerca de 214 países têm presença garantida na 9ª edição, tornando este o evento mais internacional do Mundo. Em 2012, o festival acolheu 180 mil pessoas. Este ano, mais de 230 artistas compõem o line-up dos vários palcos espalhados pelo recinto.
 
 
8. Quando a música pára, não quer dizer que a festa acabou
Antes pelo contrário, durante estes três dias, a festa continua sem parar.
 
 
Parte destas curiosidades foram vividas e captadas na edição 2012 por um festivaleiro.
 
Fonte: exQlusiv.
 
Publicado em Tomorrowland
Tudo vai mudar na estrutura de controlo do Rock in Rio, o maior festival de música do mundo, numa mudança que poderá abrir as portas a outros países. O empresário Eike Batista vai vender a sua parte do festival à norte-americana SFX, ficando apenas com uma pequena posição não quantificada. 
 
O processo é o seguinte: a empresa brasileira que até aqui detinha o Rock in Rio (em que 50% eram de Eike Batista e os outros 50% do fundador Roberto Medina) será comprada por uma holding (Sociedade Gestora de Participações Sociais), criada para o efeito. Esta holding será controlada em partes iguais pela SFX Entertainment e por Roberto Medina. A IMX de Eike Batista fica com uma pequena posição minoritária, mas apenas da empresa brasileira e não na nova holding.
 
A SFX, cotada no Nasdaq, "é a maior produtora de entretenimento ao vivo do mundo, com foco principal em eventos culturais e de música eletrónica", diz a organização do Rock in Rio. O festival já tem a ambição de se expandir há algum tempo e chegará aos Estados Unidos pela primeira vez em 2015.
 
"Embora seja uma grande oportunidade para ajudar a fazer crescer a marca Rock in Rio, utilizando a nossa rede internacional, é também uma oportunidade de aprender com a experiência operacional e comercial do Roberto Medina e do Rock in Rio, que são fenómenos globais", afirma Robert FX Sillerman, CEO da SFX Entertainment. "A música eletrónica tem-se estabelecido entre os festivais de música moderna e esperamos que esta tendência cresça para divulgarmos ainda mais os DJs e produtores na nossa rede".
 
Roberto Medina, presidente do Rock in Rio, comentou que esta parceria irá permitir "acelerar o crescimento" da marca em novos territórios. Além disso, permitirá "uma mudança de foco" na era digital. "Com a SFX, firmamos o compromisso no desenvolvimento de uma plataforma integrada de soluções de última geração, e acreditamos que a nossa velocidade de crescimento será expressiva. Os nossos patrocinadores terão uma plataforma ainda melhor para a exibição das suas marcas nos Estados Unidos, assim como já acontece nos países onde o Rock in Rio é realizado, onde o festival é a principal ferramenta de comunicação das marcas parceiras."
 
A SFX produz e promove um crescente portfolio de eventos ao vivo, incluindo marcas líderes como Tomorrowland, TomorrowWorld, Mysteryland, Sensation, QDance, Stereosonic, Eletric Zoo, entre outros. A empresa norte-americana também detém o Beatport, a maior plataforma online de venda de música.
Publicado em Tomorrowland
Aos primeiros dias do ano, o line-up da 9ª edição do Festival belga "Tomorrowland" já começa a mexer. Nos dias 26, 27 e 28 de julho, a província De Schorre, localizada em Boom - Bélgica - volta a receber o maior festival eletrónico da Europa, esperando milhares de festivaleiros.

Steve Aoki, Marco Carola, Arty, Dixon, Axwell, Dave Clarke e Alesso, são os primeiros artistas a figurar no line-up mais desejado de sempre. As confirmações têm sido anunciadas diariamente nas redes sociais do evento.

Por três dias e três noites, os amantes da música poderão dançar até o sol raiar a escutar os melhores DJs da atualidade. A estes três dias soma-se ainda a recepção aos campistas que decidam levar a tenda às costas para o DreamVille - um gigantesco espaço equipado para campismo durante os dias do evento. Destaca-se por ser um festival para todos os gostos musicais. Essa diversidade de escolhas faz com que seja um evento tão desejado a nível internacional.

Os ingressos serão colocados à venda no dia 16 de fevereiro, pelas 17 horas (CET = Central European Time) e este ano a organização destaca novos pacotes - "Global Journey" - que podem ser adquiridos em agências de viagens parceiras do evento espalhadas por todo o planeta. Em Portugal, a agência reconhecida e autorizada pela produção, é a Ocean Tour (Póvoa do Varzim). Os pacotes incluem viagem, alojamento e acesso ao festival e serão colocados à venda também no dia 16. Em Portugal variam entre 474,71 euros e 189,96 euros. É importante também referir que apenas poderão adquirir pacotes e ingressos, os interessados que se registem no site do evento ou da agência.

O passe regular de acesso a todos os dias de evento custa 198,50 euros e o passe regular diário tem o custo de 84,50 euros. Existe também outro tipo de passe - o Comfort - que dá acesso a zonas privilegiadas do evento com o custo diário de 145 euros e 365 euros para os três dias. Em 2012, segundo a organização, a venda de ingressos esgotou em menos de 10 minutos.

Recorde-se que o Festival "Tomorrowland" venceu no passado dia 9 de janeiro o prémio de "Melhor Evento Europeu de 2012" nos "Festival Awards Europe" numa cerimónia que decorreu na arena de Oosterport em Groningen, na Holanda. Pela primeira vez na história dos prémios, um festival dedicado exclusivamente à música electrónica e de dança recebeu o prémio de "Best Major Festival". O público classificou o evento como "a maior história de sucesso do ano".

Confere o line-up até agora divulgado:

Sexta, 26: Tiësto, Sebastian Ingrosso, Hardwell, Steve Aoki, Markus Schulz, Marco Carola, Joachim Garraud, Otto Knows, Dixon, Arty, Dirtyphonics, Datsik, Angger Dimas, Autoerotique, Felix Cartal, TAI, Dj Pierre, PeaceTreaty, South central, Botnek, Will Brennan, Dan Sena, Deorro, Jidax, Dzeko & Torres, Army of The Universe
 
Sábado, 27: Armin van Buuren, Avicii, Axwell, Knife Party, Benny Benassi, Wildstylez
 
Domingo, 28: Steve Aoki, Dave Clarke, Alesso, Joachim Garraud, Rush, Mauro Picotto, Joey Beltram, Miss Djax, Huma Noyd, J.Fernandes
 
 
Publicado em Tomorrowland
Pág. 1 de 9
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.

Este site utiliza cookies. Ao navegares neste site estás a consentir a sua utilização. Para mais informações consulta a nossa Política de Privacidade.