08-04-2020

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 109

 

Super Bock Mix é o nome da nova gama de cervejas da marca, compostas por duas fusões: Super Bock Mix Vodka Limão e Super Bock Mix Caipirinha. Estes dois novos sabores são as apostas da cerveja portuguesa, que promete refrescar as noites do verão que se aproxima.
 
O público-alvo são indivíduos urbanos, que gostam de saídas noturnas e convívios com os amigos, apostando assim nas redes sociais com a hashtag #unlockatuanoite, que significa “o desbloquear de novas oportunidades e momentos” que o produto proporcionará.
 
A Super Bock Mix Vodka Limão, com elementos gráficos alusivos à Rússia, é uma cerveja mais forte e aromatizada com vodka e limão, que é considerada refrescante, doce, suave e fácil de beber. A Super Bock Mix Caipirinha também contém grafismos que lembram o Brasil, com ingredientes como aromas a aguardente de cana e lima, num sabor suave, doce, forte e refrescante.
 
A garrafa de vidro é azul, de 0,33 cl e encontra-se à venda em hipers e supermercados, num formato four-pack a 5,49 euros. O seu consumo deve ser a uma temperatura de 5ºC.
 
A marca vai realizar duas festas de lançamento das novas cervejas, no dia 7 de maio, no Urban Beach em Lisboa e no dia 16 de maio, no Armazém do Chá, no Porto. Serão realizadas também várias ações de rua, para dar a provar ao público as novas cervejas.
 
Publicado em Marcas
O Governo vai mesmo avançar com a proibição de venda de álcool a menores de 18 anos. A lei em vigor prevê que seja proibida a venda a menores de 16. A proposta de legislação conjunta entre os Ministérios da Saúde e da Administração Interna "já iniciou o seu processo legislativo" e vai "dentro em breve" ser debatida em Conselho de Ministros, adiantou o secretário de Estado adjunto e da Saúde, Fernando Leal da Costa, para quem a ideia é prevenir o abuso de álcool entre os adolescentes.

O governante não esclareceu se o Governo vai também avançar com a subida generalizada do preço das bebidas alcoólicas e a definição de preços mínimos. São medidas que, conforme o Jornal Público noticiou, constam do plano de prevenção do suicídio, a concluir até final de março, e que desencadearam já uma oposição dos responsáveis do setor. O presidente da Associação de Produtores de Cerveja, Pires de Lima, que é também presidente do conselho nacional do CDS-PP, qualificou a proposta como "completamente disparatada".

Em resposta ao diretor do Programa Nacional para a Saúde Mental, Álvaro de Carvalho, para quem o consumo de álcool aumenta em períodos de crise, bem como as mortes a ele associadas, nomeadamente os suicídios, o secretário-geral da Associação dos Municípios Produtores de Vinho, José Arruda, também já veio criticar o "simplismo primário" que imputa aos que pensam que "é colocando restrições ao álcool que se resolve o problema dos suicídios em Portugal".

Se optar por se manter fiel àquilo que Leal da Costa defendeu publicamente em Abril passado, o Governo não se limitará a proibir a venda de álcool a menores de 18 anos. Na altura, o secretário de Estado adiantou que a comissão interministerial responsável pelas alterações à lei do álcool se preparava ainda para proibir a venda de bebidas alcoólicas nos postos de abastecimento de combustível e nas lojas de conveniência, neste último caso apenas a partir da meia-noite. A descida da taxa de alcoolemia de 0,5 gramas por litro de sangue para 0,2 gramas era outra das propostas a aplicar aos condutores encartados há menos de dois anos.

Na qualidade de presidente da Associação de Produtores de Cerveja, Pires de Lima diz desconhecer a existência de qualquer "estudo sério que relacione o preço do álcool com uma diminuição das depressões que levam ao suicídio". Mas, acrescenta, "mesmo que tal correlação exista, é disparatado penalizar as 99,99 por cento de pessoas que consomem álcool com moderação pela infinitésima parte dos consumidores que, por razões depressivas, podem consumir álcool e suicidar-se".

"Não é pelo facto de muitos suicidas se atirarem das pontes do Tejo abaixo que vamos impedir o acesso ou aumentar as portagens na ponte", acrescenta, para considerar que "se está, de forma primária, a usar o álcool como argumento para justificar este eventual aumento da taxa de suicídios em Portugal". No mesmo sentido, Pires de Lima lembra que o álcool "não pode servir de bode expiatório", mais ainda quando "o seu consumo, nomeadamente da cerveja, tem vindo a baixar ao longo dos últimos três anos, em Portugal".

Combater o mau uso do álcool passa, ainda no entender de Pires de Lima, "pelo investimento na educação dos jovens e pela fiscalização".
 
Fonte: Público.
Publicado em Mix
A Associação Nacional de Empresas de Bebidas Espirituosas (ANEBE), em colaboração com a PSP e GNR, realizará, a partir de hoje e ao longo de todo o Verão, acções nocturnas 100% Cool nos diversos distritos de Portugal continental, mais Madeira e Açores para sensibilização dos jovens para o consumo moderado de álcool. A 1.ª acção tem início hoje, com o Festival Super Bock Super Rock.

As acções 100% Cool terão como pontos de maior enfoque os Festivais de Verão e os principais pontos balneares e de diversão nocturna do país durante este período.
Nas acções de sensibilização, os condutores entre os 18 e os 30 anos detectados com 0% de álcool nas operações de fiscalização serão premiados e poderão depois trocar os vales por prémios no website www.100porcentocool.pt que podem ser senhas de 20€ de combustível na BP e descontos e ofertas dos restantes parceiros da campanha: Holmes Place, ACP, Staples.

Esta operação nacional surgiu na sequência da assinatura de um protocolo entre a PSP, a GNR e a ANEBE para levar o conceito 100% Cool a estas operações de fiscalização de trânsito e promover o consumo responsável através da discriminação positiva dos condutores.  

Inseridas em acções nocturnas de patrulhamento, elementos da PSP e da GNR irão realizar testes de alcoolemia nos 21 distritos com a atribuição de prémios simbólicos aos condutores entre os 18 e os 30 anos que registem taxas de alcoolemia de 0%.

Quando acederem ao site para reclamar o prémio, os condutores terão acesso, ainda, ao novo projecto da ANEBE – Drive Me – constituído por uma rede social de boleias on-line para saídas nocturnas. O novo serviço é uma rede de boleias que permite a partilha de percursos à noite entre locais de diversão nocturna e zonas limítrofes de casa e que terá ligações às redes sociais existentes. De modo a poder ser acedida a partir de qualquer local e a qualquer hora, o Drive Me estará brevemente acessível através do telemóvel. Este projecto conta actualmente com mais de 1000 condutores registados desde o lançamento no passado mês de Novembro.
 

A 8º edição do 100% Cool promovida pela ANEBE conta, este ano, além do renovado patrocínio da Presidência da República, com um vasto leque de parceiros e apoios institucionais, entre eles, a GNR, a PSP, o Museu da Presidência da República, Fundação EDP, Ministério da Administração Interna, Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, entre outros. 

A Campanha 100% Cool, uma das mais antigas e contínuas campanhas de prevenção rodoviária em Portugal, tem como público-alvo os jovens entre os 18 e os 30 anos e, por objectivo, sensibilizar os jovens para um consumo moderado de álcool. A campanha de prevenção rodoviária difere em larga medida de muitas outras desenvolvidas no nosso país, apostando antes na educação, motivação e responsabilização dos jovens para um consumo moderado de álcool.
Publicado em Mix
domingo, 27 fevereiro 2011 14:35

Álcool: nova campanha para consumo moderado

A campanha "Vinho com Moderação", que apela a um consumo responsável e inclui um código de auto-regulação em comunicação comercial, programas educacionais e anúncios de televisão, é apresentada na segunda-feira no colóquio "Jovens, Álcool e Segurança Rodoviária".

A campanha será implementada, segundo explicou à Lusa George Sandeman, da Direcção da Associação de Comerciantes e Industriais de Bebidas Espirituosas e Vinho (ACIBEV), através da divulgação de uma mensagem comum de moderação.

Será criado um código de auto-regulação para promover os "Princípios de Comunicação do Vinho", específicos para comunicações comerciais e apoiados em códigos nacionais.
 
Fonte: Lusa.
Publicado em Mix
Dezoito jovens em “situação de risco” foram identificados pela PSP na madrugada de sábado, em Lisboa, numa operação conjunta com a comissão de proteção de menores que visou detetar crianças a consumir álcool e drogas na via pública.
 
Para esta operação, que decorreu entre as 00:15 e as 05:00 de sábado na zona do Bairro Alto e na Avenida Dom Carlos I, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP contou com a colaboração de membros da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens Lisboa Centro e técnicos da Comissão Nacional de Proteção de Crianças e Jovens em Risco.
 
A PSP explica, em comunicado, que a operação teve como objetivo “a identificação de crianças (menores de 18 anos) que se encontrassem na via pública a consumir álcool e drogas, sem a supervisão de um adulto responsável, estando por isso sujeitos aos perigos de um crime ou de um acidente”.
 
Segundo a PSP foram identificadas 67 pessoas, tendo-se constatado que 18 jovens, menores de 16 anos, se encontravam na via pública, alguns deles a consumir bebidas alcoólicas, sem a supervisão de um adulto responsável, o que representa “uma situação de risco para o menor”.
 
Em todos os casos foram contatados os responsáveis legais dos menores e explicado o âmbito da intervenção policial, em conjunto com membros da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens - Lisboa Centro.
 
Os pais deslocaram-se ao local da operação, “onde lhes foram entregues os seus filhos em segurança”, sublinha a PSP.
 
No comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa anuncia que vai intensificar, nos próximos meses, o número destas operações conjuntas, alargando a sua área de intervenção a todo o espaço de diversão noturna da grande Lisboa.
 
Publicado em Nightlife
A Super Bock celebra o Verão com o lançamento da caixa para gelo Icebocks e de uma “cerveja especial mais leve, mais refrescante e de baixo teor alcoólico”, segundo refere a marca. Duas edições limitadas que já estão à venda e disponíveis apenas durante os próximos meses.

A Icebocks é uma caixa que permite a colocação de gelo no seu interior, refrescando as 24 Super Bock minis em apenas 30 minutos, mantendo a temperatura para consumo durante 5 horas.

Apesar de ter surgido no mercado nacional em 2010, este ano regressa com nova imagem, onde sobressai o elemento principal da embalagem, a frescura.

As duas edições especiais da marca de cerveja estão disponíveis em exclusivo nos hiper e supermercados.
Publicado em Marcas
A esmagadora maioria dos jovens condutores sujeitos a testes de álcool na passada noite em Lisboa apresentaram taxa zero de alcoolemia, anunciou hoje a Associação Nacional de Empresas de Bebidas Espirituosas (ANEBE).

«Dos 160 condutores, com idades entre os 18 e os 30 anos, fiscalizados, 144 apresentaram uma taxa de zero gramas de álcool por litro de sangue», disse o presidente da ANEBE, Mário Moniz Barreto.

A acção de fiscalização resultou de uma iniciativa conjunta da GNR e da ANEBE, promotora da iniciativa 100%Cool, que desenvolve acções para promover o consumo moderado de álcool.
Dos condutores fiscalizados, um apresentava uma taxa de álcool no sangue acima dos 0,5 gramas por litro de sangue, o valor a partir do qual é considerado infracção.
A seis dos condutores fiscalizados foi detectada uma taxa de alcoolemia entre as zero e as 0,5 gramas.

O presidente da ANEBE faz um balanço «extremamente positivo» desta acção e realça que «90 por cento dos jovens fiscalizados tinham conhecimento da campanha e começam a alterar os seus comportamentos».
A ANEBE aproveitou ainda esta acção para promover a rede social de boleias Drive Me que conta já, segundo Mário Moniz Barreto, com 900 inscritos.

Esta rede social permite a partilha de percursos entre zonas de diversão nocturna e as casas de quem nela se inscreve.

Promovida pela ANEBE desde 2002, a iniciativa 100% Cool tem como objectivo sensibilizar os jovens para um consumo moderado de álcool.

Fonte: Lusa / SOL.
Publicado em Mix
A Rússia, país que recebe o próximo Campeonato Mundial de Futebol, em 2018, vai moderar a proibição que impôs à publicidade de cerveja até lá. Acredita-se que o evento, que tem a marca de cerveja Budweiser como bebida oficial, irá dar um impulso aos fabricantes de cerveja daquele país.
 
A expectativa é que o país gaste cerca de 20 mil milhões de dólares com o Mundial e o facto de atenuar as regras publicitárias podem permitir que seja beneficiado com os gastos de marketing das empresas de cerveja para o Campeonato.
 
A mudança na lei publicitária permite que cervejas, e bebidas à base de cerveja, possam ser promovidas na televisão, desde que o contexto esteja relacionado com o próximo Campeonato do Mundo. Uma mudança que beneficia todas as marcas de cerveja presentes naquele país, como por exemplo a Heineken e a Carlsberg.
 
O país, onde a cerveja só foi classificada formalmente como bebida alcoólica em 2012, tem apertado as regras ao mercado de álcool nos últimos anos, incluindo a proibição da publicidade deste tipo de bebida, como parte de uma campanha para reduzir o alcoolismo. Durante anos, a cerveja foi considerada um refrigerante na Rússia, país classificado entre os maiores consumidores de álcool do mundo. Mas, após muito debate, em 2012 o governo aprovou uma lei que considera a cerveja uma bebida alcoólica, proibindo assim a sua venda, por exemplo, em bancas de jornais ou no metro, como era comum até então.
 
Fonte: Imagens de Marca.
 
Publicado em Mix
quarta, 29 janeiro 2014 21:59

Hendrick's mede crânio aos fãs

A Hendrick's vai abrir em fevereiro uma pop-up store em Lisboa em que, além de gin, oferece aos fãs da marca um serviço único: uma consulta de frenologia. Na prática, trata-se de uma medição do crânio humano para identificação de tendências psicológicas, comportamento e traços de carácter.
 
Diz a marca que, na Hendrick's Phrenological Society, os participantes terão a oportunidade de serem consultados por um especialista de frenologia, que fará uma leitura do seu crânio, através de um "experiente e refinado tato". Todas as leituras irão incidir sobre a personalidade dos visitantes.
 
Aos mais corajosos, Hendrick's oferece a oportunidade de criarem uma máscara de gesso com o molde da cara. No final, após a análise dos resultados de cada "paciente", é recomendado um cocktail de gin, de acordo com o diagnóstico efetuado.
 
Publicado em Marcas

Chama-se "Os melhores do ano" mas ficaram conhecidos como "Os Óscares do Vinho em Portugal". A 17ª edição desta iniciativa, organizada pela Revista de Vinhos, terá lugar no dia 14 de fevereiro, no Campo Pequeno, em Lisboa.

 
Para além de toda a equipa da Revista de Vinhos, estarão presentes os principais agentes da fileira do vinho e gastronomia: produtores, enólogos, técnicos, empresários, distribuidores e outros agentes deste setor, vindos de todo o país.
 
A iniciativa premeia os vinhos, as personalidades, as empresas, as instituições e os espaços que mais se distinguiram durante o ano 2013, de acordo com critérios editoriais da publicação e refletindo um trabalho de avaliação e crítica bastante rigorosos, diz a organização em comunicado.
 
Para além dos vinhos, "Os Melhores do Ano" vão também distinguir o produtor, os técnicos, a empresa, a adega cooperativa, a garrafeira, a loja gourmet, o wine bar, os restaurantes, entre outros, que tiveram uma ação relevante no último ano.
 
Publicado em Mix
Pág. 1 de 10
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.