25-05-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

A cantora Aurea, as bandas Orelha Negra, The Black Mamba e The Gift e os DJs Vibe e Ride fazem parte da comitiva de artistas que irão representar este ano Portugal no Rock in Rio Brasil.

O festival decorre em setembro no Rio de Janeiro, e os Orelha Negra dividem no dia 13 de setembro o palco Sunset com o músico brasileiro Flávio Renegado, que se move nas mesmas áreas musicais dos portugueses, hip-hop e soul.

No dia 15 atuam também no palco Sunset a cantora Aurea e o trio The Black Mamba, no dia 20 é a vez de os The Gift apresentarem-se ao Rock in Rio, dividindo o palco com os brasileiros AfroReggae.

A banda de Alcobaça, liderada por Sónia Tavares, já se tinha apresentado no palco secundário do Rock in Rio do Rio de Janeiro em 2011, ao lado do grupo dinamarquês Asteroids Galaxy Tour.

Quem também regressa ao festival brasileiro em setembro, depois de uma primeira apresentação em 2011, é DJ Vibe, que tem atuação marcada para o dia 21 na tenda eletrónica.

No mesmo palco, mas dois dias antes, a 19 de setembro, atua também o português DJ Ride.

A edição deste ano do Rock in Rio Brasil decorre no Rio de Janeiro nos dias 13, 14, 15, 19, 20 e 21 de setembro. Como cabeças de cartaz estão já confirmados os nomes de artistas como os norte-americanos Beyoncé, Metallica, Justin Timberlake e Beyoncé, e os britânicos Iron Maiden e Muse.
Publicado em Rock in Rio
quinta, 05 março 2015 19:15

DJ Vibe no Rock in Rio Las Vegas

O DJ e produtor português, DJ Vibe, é um dos nomes confirmados para a edição norte-americana do festival Rock In Rio, que decorrerá nos dias 8, 9, 15 e 16 de maio, em Las Vegas.
 
O cartaz do palco eletrónico foi composto especialmente com artistas que já passaram por outras edições do festival Rock In Rio, em países como Portugal, Brasil e Espanha.
O primeiro fim de semana, nos dias 8 e 9 de maio, foram escolhidos os estilos de EDM e Bass and Trap, com as atuações de Cake Up, DJ Gaslamp Killer, Ftampa, Wax Motif, MVTH, Felguk, Alok e do convidado especial AN21.
 
Nos últimos dois dias, é a vez de Whitney Fierce, Jeniluv, Valid, Heidi Lawden, Behrouz, o DJ brasileiro Renato Ratier, Uner e DJ Vibe  subirem ao palco de música eletrónica.
 
De relembrar que DJ Vibe foi um dos artistas escolhidos pela equipa do Portal 100% DJ n’Os 20 + de 2014, aqueles que se destacaram no ano passado.
 
Publicado em Rock in Rio
Pela primeira vez em 26 anos de história, a organização do Rock in Rio anuncia que está em negociações com patrocinadores e artistas para a realização do sétimo dia de evento, previsto para 29 de Setembro.
A decisão foi tomada devido ao sucesso da venda oficial de bilhetes, que terminou em apenas quatro dias, e atende a um pedido do prefeito Eduardo Paes e ao grande volume de solicitações dos fãs, que se mobilizaram na internet após os bilhetes esgotarem — no total, o evento tem cerca de 800 mil seguidores.

Os números das redes sociais do Rock in Rio são impressionantes – o evento é hoje o maior festival de música nas redes. Durante a venda de bilhetes, 94 países consultaram o site para obter mais informações. O site brasileiro soma, desde o seu lançamento, 13,668,832 milhões de visitas, 7,004,660 milhões de visitantes únicos e 48,496,220 milhões de pageviews. No Twitter, o Rock in Rio tem um total de 212.671 seguidores. Já o Facebook atingiu a marca de 585.413 fãs.

A procura de bilhetes para o Rock in Rio 2011 surpreendeu até mesmo os organizadores do evento, que não esperavam uma procura tão grande e filas enormes. A venda oficial para a edição de 2011 teve início no dia 7 de Maio e encerrou três dias depois. Somando a venda do Rock in Rio Card – o lote de 100 mil bilhetes acabou em apenas 21 dias, em Novembro, com menos de 10% da programação anunciada – e a pré-venda do Itaú – o patrocinador principal do evento concedeu alguns benefícios para os seus clientes antes da venda oficial –, em menos de 60 dias, o Rock in Rio 2011 vendeu os 600 mil bilhetes disponíveis para os seis dias de evento.

Para o sétimo dia, a organização informa que ainda não há bandas confirmadas. O Rock in Rio é o maior evento de música e entretenimento do mundo por proporcionar experiências além da música, com este novo parque temático que chega ao Brasil pela primeira vez. A nova data, caso seja confirmada, será completa, como os restantes dias de evento - Palco Mundo, Palco Sunset, Eletrónica, Rock Street, além do Shopping Village e das restantes atracções (Roda-Gigante, Kaboon, Montanha-Russa e Slide).
 
Publicado em Rock in Rio
No dia em que foram divulgados os vencedores do casting para protagonistas da campanha de televisão e de rádio do Rock in Rio Portugal (Nuno e Inês), a vice-presidente do evento, Roberta Medina, evidenciou, em entrevista ao Diário Económico, novos projectos da marca para Portugal.

“O objectivo é fazer do Rock in Rio a maior marca de música do mundo e música não quer dizer festival. Estamos a trabalhar para ter mais países, queremos três países por ano. Depois queremos entrar no lifestyle. No site do Brasil já temos uma rádio que pode até ganhar uma proporção maior. Uma televisão com conteúdos de música…”, refere Roberta Medina, acrescentando que a ideia é ser global.

Por isso, Portugal vai também passar a contar com uma rádio Rock in Rio.
Porém, Medina citou ainda: “não sei se tocará a mesma música em todo o lado mas como marca será única”.
Publicado em Rock in Rio
O Rock in Rio-Lisboa regressa ao Parque da Bela Vista a 23, 25, 30 e 31 de maio e a 1 de junho de 2014, numa edição que assinala os dez anos do maior evento de música e entretenimento do mundo na capital portuguesa. A Vodafone Portugal é o Patrocinador Oficial desta 10ª edição, reforçando a sua ligação a um evento que patrocina desde 2004.
 
Associada ao Rock in Rio-Lisboa desde a primeira edição, em 2004, a Vodafone Portugal continua a apostar na sua ligação à música e está já a preparar um conjunto de experiências inéditas que, em maio e junho de 2014, irão surpreender os milhares de visitantes esperados na Cidade do Rock.
 
Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio, afirma "Estamos muito felizes pelo apoio que a Vodafone Portugal tem dado ao Rock in Rio-Lisboa durante todos estes anos e é com grande prazer que lhe damos as boas-vindas agora no seu novo papel de 'Patrocinador Principal'. Ao anunciarmos as datas da próxima edição, confirmamos a nossa convicção de que vale a pena continuar a apostar e a investir em Portugal e que Lisboa é a cidade ideal para acolher o Rock in Rio. Vamo-nos dedicar ao máximo para, com a Vodafone, fazer desta 10ª edição um momento ainda mais especial, e para podermos voltar a ver os sorrisos e olhos brilhantes do público na Cidade do Rock."
 
A organização anunciou também que os bilhetes para a edição do próximo ano vão manter-se inalterados, no valor diário de 61€.
Publicado em Rock in Rio
sábado, 26 maio 2012 11:22

O primeiro dia em números

A cor negra dominou o cenário no primeiro dia de Rock in Rio-Lisboa 2012 mas de longe foi sinónimo de luto ou tristeza. Muito pelo contrário, 42 mil pessoas cruzaram os portões da Cidade do Rock, no Parque da Bela Vista, para assistirem aos concertos de sonoridades mais pesadas, com os Metallica como cabeças de cartaz.
 
Antes de começarem os concertos nos palcos Mundo e Sunset, a Rock Street, com casas coloridas inspiradas em Nova Orleães, foi a sala de visitas do Rock in Rio-Lisboa 2012, recebendo os visitantes com música, performances e artistas de rua.
Ao longo da noite, a animação continuou neste espaço e os números não negam o sucesso da Rock Street: 69 por cento do público deu nota máxima a esta novidade do evento.

Pelo Palco Mundo, passaram nomes sonantes do heavy metal, como Sepultura, Mastodon ou Evanescence, mas James Hetfield e companhia eram os mais aguardados pelo público.

76 por cento dos espetadores vieram nesta sexta-feira ao Rock in Rio-Lisboa 2012 para ver Metallica. E a banda não dececionou, mostrando por cerca de duas horas o seu carinho pelo público português.

E, como não poderia faltar, as tradicionais diversões do festival foram muito procuradas e quem quis andar na roda gigante, montanha russa e slide teve que esperar, em média, 30 minutos.

Hoje, os cabeça de cartaz são os Smashing Pumpkins e os Linkin Park, num dia que também contará com as atuações dos Offspring e Limp Bizkit.
 
Publicado em Rock in Rio
domingo, 17 junho 2012 00:39

Balanço do Rock in Rio - Lisboa 2012

 
 
A Cidade do Rock recebeu 353.000 fãs nos 5 dias de evento. O dia 25 de maio, com os Metallica como cabeças de cartaz, contou com 42.000 pessoas. O segundo dia, 26 de maio, com rock alternativo dos Linkin Park e Smashing Pumpkins, foi o mais concorrido, com 83.000 pessoas. O terceiro dia, 1 de junho, 74 mil pessoas não quiseram perder a estreia dos Maroon 5 em Portugal. Já a 2 de junho, 73 mil pessoas cantaram em coro com os veteranos Bryan Adams e Stevie Wonder. No encerramento, a 3 de junho, 81 mil pessoas assistiram aquele que já é considerado por muitos o Concerto do Ano: Bruce Springsteen & The E Street Band.

Segundo os resultados do inquérito realizado pela E-value na Cidade do Rock, a maioria do público era português, essencialmente proveniente da Área Metropolitana de Lisboa (54%), Norte (17,6%) e Centro (17,6%).

Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio deixa uma mensagem de agradecimento “Queremos agradecer a participação do público português e os dias especiais que se viveram na Cidade do Rock. É muito reconfortante sentir que contribuímos de alguma forma para a felicidade de tantas pessoas num altura conturbada como esta em que vivemos. O aumento do número de público da edição de 2010 (329.000 pessoas) para esta edição vem mostrar que a nossa aposta em acelerar contra a crise resultou e que investir em tempos de crise vale a pena”.
 
 
Fabiano Queiroz, do Departamento Artístico, destaca a qualidade dos concertos de Metallica (25 maio), Linkin Park (26 maio), a energia e ligação com o público de Ivete Sangalo e Maroon 5 (1 junho), Bryan Adams e Stevie Wonder (2 Junho), o peso e a história dos 30 anos dos Xutos & Pontapés e a vitalidade e o amor pela música de Bruce Springsteen & The E Street Band, e sublinha “Os artistas mostraram-se felizes por participarem num evento do porte do Rock in Rio-Lisboa, destacando a qualidade técnica do Palco Mundo e do som e o público maravilhoso que os recebeu. Os Maroon 5 enviaram um email agradecendo a simpatia e enorme profissionalismo da equipa de Produção”.
 
 
Zé Ricardo, Diretor Artístico deste palco mostrou-se satisfeito com os resultados: “O Sunset de 2012 foi sem dúvida o melhor de todos em Lisboa. O público aderiu massivamente assistindo a todos os concertos, desde a abertura ao encerramento do palco, a integração dos artistas em cada encontro foi perfeita e o espírito destes encontros que vão além da música, são encontros de alma, ficou absolutamente claro para o público português”. Destaque para a banda alemã Kreator, que recebeu Andreas Kisser, o guitarrista dos Sepultura num encontro com duelos de guitarra marcantes (25 maio). Os Xutos & Pontapés e o Titãs repetiram o encontro memorável que realizaram no Rock in Rio Brasil e o público delirou (26 maio). Boss AC uniu os seus beats e batidas ao groove do Samba e do Soul do cantor Zé Ricardo e da cantora Paula lima (1 junho). Jorge Palma juntou-se a Luís Represas e João Gil para um verdadeiro encontro de velhos de amigos (2 junho). E para encerrar com chave de ouro, no dia 3 junho, o Palco Sunset recebeu o maior encontro de rock em língua portuguesa dos últimos anos: Rui Veloso e Erasmo Carlos num encontro inesquecível.
 
 
Cerca de 30.000 pessoas passaram por este espaço cuja conceção e cenografia, bem como a extrema qualidade ao nível técnico do palco, som e luz, foram alvo de elogios por parte dos artistas e do público. Miguel Marangas, Diretor Artístico, conclui “as atuações ao vivo das bandas Azari & III, dOP e Discotexas Band levaram à Cidade do Rock público interessado especificamente em assistir a este tipo de apresentações. Os internacionais Chase and Status com o Mc Rage, Dr Lektroluv, The Magician, Dyed Soundorom, Maceo Plex, Jamie Jones, Martinez Brothers e Masters at Work destacaram-se, juntamente com os nacionais Dj Vibe e Stereo Addiction. No último dia o lendário Dj Harvey abriu o palco com um Sunset Set que não deixou indiferente quem assistiu”.
 
A Rock Street foi sempre um dos espaços com maior movimento na Cidade do Rock, repetindo o sucesso já registado em 2011 na edição brasileira. Bruce Leitman, Diretor Artístico da Rock Street considera que “Fazendo juz ao espírito e à cultura de Nova Orleães que homenageia, este espaço fez o público mergulhar nas águas do Mississippi para participar em momentos inesquecíveis de jazz e de improviso. O público português mostrou-se extremamente entusiasta e participou com uma alegria e espontaneidade que deixou os artistas impressionados. O comentário geral no backstage era de agradecimento e alegria por participar em algo tão inovador e surpreendente”. Destaque no primeiro fim de semana para Melech Mechaya, Gypsy Ska Orkestra, Nobodys Bizness e TJ Johnson que empolgou todos tocando e cantando seu Rhythm & Blues acompanhado pelo Bruce Henri Trio. No segundo fim de semana Christian Reyes, Lillian Boutté, a artista que mais impacto teve, não só pela grande simpatia e energia, mas também pela capacidade de comunicar, fazendo o público cantar, chorar, e expressar-se, Cais Sodré Funk Connection, Mingus Project e Rat Swingers. O espaço foi animado todos os dias por vários artistas de rua como a estátua de chocolate, a Taróloga, o Mágico, os Motoqueiros cantores, o Caricaturista, o Casal de Andas, o Malabarista, e as bandas Dixie Gang, Projeto Bug e Lindy Hoppers.
 
Marina Frangioia, Diretora Artística deste espaço inspirado num bairro de Nova Iorque que teve a sua estreia internacional dentro do Rock in Rio-Lisboa, faz o balanço dos 5 dias “O palco conseguiu agarrar o público, com a sua dinâmica, energia e alegria e apresentou coreografias contagiantes. Vários elementos do público subiram ao palco e integraram a performance com alegria”. A Street Dance apresentou três performances diárias da crew residente, os Jukebox, excelentes profissionais e com uma forte capacidade de comunicação com o público, e atuações de crews e dos semi-finalistas do Concurso Street Dance. No dia 3 de junho, os Momentum Crew, 4 elementos masculinos do Porto, venceram a final do Concurso Street Dance. “A actuação da crew vencedora foi magnífica. Foi uma performance de B-boying puro, que incorporou o hino do palco, com uma limpeza na técnica que é reconhecida tanto em Portugal como no estrangeiro, composição coreográfica  bem estruturada, balizada por conceitos perceptíveis até nos figurinos, um pouco à imagem da Escola Olímpica Russa. São excelentes Street dancers e deram espectáculo!”, comentou Marina Frangioia. Os Momentum Crew vão representar Portugal na Final do Concurso Street Dance que se realiza no próximo ano, na edição de Buenos Aires, disputando o prémio com os vencedores que forem apurados no Rock in Rio-Madrid 2012, Rock in Rio 2013 (Rio de Janeiro) e Rock in Rio-Buenos Aires 2013.
 
Publicado em Rock in Rio
Este ano, na quinta edição, passaram pelo Parque da Bela Vista, 353 mil pessoas vindas de vários pontos do país, e do Mundo.
 
À semelhança das edições anteriores, a organização voltou a apostar nos encontros únicos no Palco Sunset e no público adepto da música de dança. Até ao fecho de portas, a Eletrónica tomou conta do Parque da Bela Vista.

Uma das novidades do Rock in Rio-Lisboa 2012 chama-se Rock Street. Estreada no Rock in Rio 2011, no Rio de Janeiro, este novo espaço do evento bebe do espírito da cidade norte-americana Nova Orleães.

A Street Dance é outras das novidades do Rock in Rio-Lisboa 2012. A estreia foi na capital portuguesa. Segue agora para Madrid e para o próximo ano é a vez do Rio de Janeiro e Buenos Aires, na Argentina, acolher este espaço onde a dança de rua está em destaque.

Em 2014, o Parque da Bela Vista volta a ser a Cidade do Rock. O anúncio oficial foi feito este domingo, 03 de junho.
 
Publicado em Rock in Rio
segunda, 21 março 2011 15:23

Rock In Rio: Guns n’ Roses confirmados

A organização do maior evento de música e entretenimento do mundo anuncia todos os headliners que se apresentarão na Cidade do Rock nos seis dias do Rock in Rio 2011.
Atendendo a pedidos do público (de acordo com a votação realizada no site oficial foram mais de 450 mil votos, a maior mobilização feita por fãs para esta edição), a organização anuncia um dos mais aclamados grupos da história do rock e dos 26 anos do Rock in Rio: Guns N’ Roses volta ao Palco Mundo no dia 2 de Outubro. A roqueira baiana Pitty fará o concerto de abertura deste Palco na última noite do evento.

Os Guns N’ Roses, com mais de 100 milhões de discos vendidos no mundo inteiro, prometem na sua quarta apresentação no Rock in Rio, levar a sua legião de fãs ao delírio, repetindo o sucesso dos concertos históricos do Rock in Rio II, em 1991; e da terceira edição, em 2001, quando tiveram seu recorde de público, cerca de 250 mil pessoas na Cidade do Rock; e do Rock in Rio-Lisboa, em 2006. Pitty também participou na edição portuguesa de 2006, exactamente no mesmo dia, fazendo a abertura do Palco Mundo.

No dia 1 de Outubro Frejat subirá ao Palco Mundo, que dividirá a noite com a banda Coldpay e o grupo mineiro Skank.
Na mesma data, o Palco Sunset promoverá, conforme anunciado no último mês, quatro encontros especiais: Cidadão Instigado e Júpiter Maçã; Tiê e Jorge Drexler, Zeca Baleiro e Concha Buika, Erasmo Carlos e Arnaldo Antunes.
No dia 2 de Outubro, será a vez de: The Monomes e David Fonseca; Mutantes e Tom Zé, Titãs e Xutos & Pontapés, Marcelo Camelo e um convidado que ainda será anunciado.

Ao longo das próximas semanas a organização anunciará novidades do Rock in Rio e mais alguns artistas, ainda em negociação. Todas as novidades podem ser acompanhadas pelo site e pelas redes sociais do Rock in Rio, como Twitter – que já conta com mais de 152 mil seguidores –, Facebook (159 mil fãs) e Orkut (45 mil membros), entre outras.
Publicado em Rock in Rio
sexta, 25 maio 2012 22:36

Eletrónica Heineken 25.05.2012

Tenda Eletrónica Heineken 25 maio 2012
 
Leo Janeiro (BR)
Leo Janeiro é um dos principais Djs da atualidade no Brasil. Toca regularmente nos principais clubes do país, é residente nos dois clubes mais carismaticos e internacionais do Brasil, Warung e D-Edge, e já partilhou a cabine com alguns dos melhores Djs do mundo como Carl Cox, Luciano, Underworld, Ritchie Hawtin, entre muitos outros. O Dj que iniciou o seu percurso com sons mais ligados à House Music, está a aproximar-se cada vez mais dos sons mais rápidos do techno. Leo Janeiro é também o coordenador do evento Rio Music Conference.
 
Life is a Loop Live (BR)
Life is a Loop é uma banda brasileira composta pelos DJs Fabrício Peçanha, Leozinho e Rodrigo Paciornik. Esta tripla tem vindo a conquistar um lugar de destaque no panorama mundial da música eletrónica tendo atuado nas melhores discotecas do Brasil, Argentina, Inglaterra, Estados Unidos da América, Hong Kong, Alemanha e claro, a meca da música de dança, Ibiza. Em 2012/2013 os Life is a Loop vão estar em digressão com a tour “Uma viagem de 10 anos”, um espetáculo repleto de efeitos especiais e adereços que prometem impressionar o público.
 
Tha Lovely Bastards (Mad Mac e Nuno Lopes) (PT)
Nuno Lopes e Mad Mac voltam a atuar no Rock in Rio-Lisboa desta vez com o nome “Tha Lovely Bastards”. A dupla de Djs portuguesa é conhecida pelas suas perfomances explosivas e desde a sua passagem pelo Rock in Rio-Lisboa 2010 não têm tido descanso, atuando por todo o país.
 
Chase and Status – DJ Set & Rage (UK)
Pharrel Williams dos N*E*R*D classifica-os como “Os melhores produtores britânicos da atualidade” e Rihanna considerou-os como “A espinha dorsal do seu disco ‘Rated R’”, Chase & Status são uma das duplas mais entusiasmantes da cena eletrónica neste momento. A sua sonoridade imponente e portentosa irá agradar seguramente ao público que irá visitar a Cidade do Rock.
 
Bis Boys Please (PT)
Nascidos e criados em Cascais em 2012, os Bis Boys Please são uma dupla muito jovem formada por Afonso Gomes da Silva e Tomás Gaivão Ribeiro. Considerados uma promessa da música eletrónica nacional já atuaram em todos os principais espaços da noite lisboeta, estando desde cedo habituados a públicos grandes. Com um estilo bastante próprio e inovador, por muitos considerado arrojado, as suas principais influências baseiam-se no techno, electro-house e nu-disco, estilo estes que desde cedo lhes ficaram associados.
 
Dr. Lektroluv (BE)
Dr. Lektroluv é um dos nomes mais irreverentes que vai assumir a cabine da Eletrónica Heineken. O belga que é conhecido por tocar com uma máscara verde e misturar utilizando um telefone e não os convencionais headphones, vem pela primeira vez ao Rock in Rio para apresentar o seu electro contagiante. Dr. Lektroluv já atuou um pouco por todo mundo e enquanto residente das famosas festas “Body to Body” em Gent, Bélgica, recebeu nomes como Miss Kittin, Tiefschwarz, Ladytron, Digitalism, Who Made Who, Vitalic, The Hacker, entre muitos outros.
 
 
Publicado em Rock in Rio
Pág. 1 de 14
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.