24-02-2020

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

O DJ e produtor Marshmello acaba de lançar um novo single pela Universal Music. "Tongue Tied" tem a participação de YUNGBLUD & blackbear e já se encontra disponível para compra nas diferentes plataformas digitais. 

A faixa conta com um vídeoclip que emerge os espectadores a uma realidade distópica onde uma força policial militarizada, intitulada Silencers, toma todas as medidas necessárias para silenciar os membros mais rebeldes da sociedade.

Realizada por Christian Breslauer e filmada em Los Angeles, esta poderosa curta-metragem conta com o ator, nomeado para os Emmys, Joey King, juntamente com Marshmello, YUNGBLUD e blackbear. 

Recentemente, o DJ norte-americano que usa uma máscara branca nas suas atuações, alcançou um recorde de 40 milhões de subscritores no seu canal de Youtube, ultrapassando desta forma o rapper Eminem que conta com 39 milhões. 

Publicado em Música
terça, 01 fevereiro 2011 22:22

"I wanna" é número 1 do Top20 de 2010

Foi a mais votada e conseguiu obter 315 votos. A música 'I Wanna' dos United Sounds Of Italy é a número 1 do TOP20 de músicas mais ouvidas no ano 2010.
A votação teve um total de 429 votos e foi realizada no Portal do 100% DJ durante os dias 8 de Dezembro de 2010 e 31 de Janeiro de 2011 com o objectivo de encontrar as 20 músicas mais ouvidas no ano 2010.
O segundo lugar é ocupado também por uma tripla explosiva - Swedish House Mafia 'One'. O 3º lugar é ocupado pelo hit 'Beautiful Lie' de Keemo & Tim Rotko Feat. Cosmo Klein.
 
Os 'United Sounds of Italy' são uma house band constituida pelo os três conhecidos músicos, Guitos na percussão, La Mouche no violino e Stefano Bulgari enquanto DJ.
O vídeo-clip da música que conseguiu o primeiro lugar no TOP já foi gravado e está prestes a sair. O 100% DJ espera ser o primeiro meio de informação a divulgá-lo.
 
Apresentamos então a lista das 20 músicas mais votadas. ((Os empates poderão ser visualizados aqui.))
 
1 » United Sounds Of Italy feat. Miss Ann - I Wanna
2 » Swedish House Mafia - One Your Name
3 » Keemo & Tim Rotko Feat. Cosmo Klein – Beautiful Lie
4 » Dennis Ferrer - Hey Hey
5 » DJ Gregory & Gregor Salto - Canoa
6 » Makenzo Feat. Marcus – Makulele
7 » Pete Tha Zouk, Abigail Bailey & Mastercris - I Am Back Again
8 » Yolanda Be Cool & D Cup - We No Speak Americano
9 » Erick Morillo & Eddie Thoneick Feat. Shawnee Taylor – Live Your Life
10 » Tim Berg - Seek Bromance
11 » Paul & Fritz Kalkbrenner - Sky And Sand

13 » Os Come Quietos - Ela Balança Mas Não Pára
14 » Lucenzo feat. Big Ali - Vem dancar kuduro

16 » Shana – Out
17 » Ricky L feat. MCK - Born Again
18 » Edward Maya - This Is My Life
19 » Massivedrum & Bruno F feat. Katia - My World
20 » Inna - Amazing

Publicado em Música
A marca de telecomunicações é, segundo um estudo efetuado pela TNS Portugal, a mais associada à música. Desenvolvido para a marca, os resultados deste estudo são, para a Optimus, um reconhecimento da aposta que tem feito na área da música nos últimos anos, especialmente de há 6 anos para cá quando definiu um plano estratégico para marca uma maior posição neste território.

Os resultados do estudo partiram da pergunta 'Qual ou quais as marcas que estão mais associadas à música e aos patrocínios da música, em Portugal?'.
De acordo com esta fonte, em novembro de 2012, a Optimus registava um share de 19%, seguida da TMN com 18%, da Super Bock com 15%, Vodafone com 10%, Sagres com 6%, Millennium com 2% e Delta com 1%.

No mesmo documento, 44% dos indivíduos respondeu à pergunta "Qual a importância que a música tem para si?", como "muito importante", sendo o Rock e o Pop os estilos musicais preferidos dos inquiridos.

Hoje, a Optimus tem o seu nome associado a eventos como os festivais de música, que ocupam um lugar de destaque na área de patrocínios da marca, com o Optimus Alive, o Optimus Primavera Sound e o Optimus Primavera Club. Destaca-se, ainda, a editora Optimus Discos, a Optimus D'Bandada, o Optimus Clubbing, os Optimus Bailes Optimus, o Optimus Hype, um festival no Meco de música eletrónica, os Concertos@Optimus, ou ainda os Optimus Secret Shows.

Os resultados do estudo partiram de uma amostra de 750 entrevistas, feitas por via telefónica, para números aleatórios, a pessoas entre os 15 e 45 anos de Portugal Continental. As entrevistas foram realizadas entre 28 de junho a 3 de junho de 2011, 19 a 24 março de 2012, 7 de maio a 17 agosto de 2012 e 19 a 23 novembro de 2012, segundo comunicado oficial da marca.
Publicado em Marcas
O Spotify recusa-se a apagar playlists criadas por utilizadores com alinhamentos exatamente iguais aos das compilações criadas pela Ministry of Sound. A acusação é feita pela editora londrina, que na segunda-feira interpôs uma ação judicial contra a plataforma de música.
 
O caso deverá fazer jurisprudência. Os 24 milhões de utilizadores que o Spotify tem atualmente, criaram desde o lançamento deste serviço de música online, em 2008, mais de mil milhões de playlists. É uma funcionalidade popular para reunir e partilhar conjuntos de canções com amigos - que também podem participar na construção dos alinhamentos - ou, nos casos de alguns sites, com leitores.
 
À escolha existem mais de 20 milhões de temas (dados de Dezembro de 2012), devidamente licenciados, que os utilizadores podem ouvir ou compilar. Entre eles estão os temas usados nas compilações da Ministry of Sound, que apenas detém os direitos para os editar em formato disco (físico ou digital) mas não para streaming
 
A Ministry of Sound, marca associada a uma discoteca de Londres com o mesmo nome, aceita essa contingência como uma dificuldade criada pela transformação da indústria da música no tempo da Internet. O que a deixa a lutar pelo que sobra - a curadoria. A editora defende que esse trabalho intelectual também deve estar protegido pela lei dos direitos de autor.
 
"O que fazemos é mais do que agrupar temas: há muita pesquisa na criação das nossas compilações e propriedade intelectual envolvida nisso. Não é apropriado que alguém faça corta-e-cola com elas", argumenta o presidente executivo da Ministry of Sound, Lohan Presencer, em declarações ao "Guardian", que deu a notícia do processo à imprensa.
 
A editora londrina - que se dedica à música de dança e já vendeu mais de 50 milhões de discos nos últimos 20 anos - exige na ação judicial que as playlists sejam apagadas, que o Spotify bloqueie de forma permanente a possibilidade de os seus alinhamentos voltarem a ser copiados e ainda uma indeminização que a compense por danos e custos com o processo.
 
O diário britânico lembra que, em 2010, houve um caso idêntico no Reino Unido, envolvendo as ligas de futebol inglesa e escocesa. Na altura, o Tribunal Superior deu razões a estes dois representantes dos clubes britânicos, que pretendia que os seus calendários (ordem dos jogos) fossem protegidos pela lei dos direitos de autor. Mas a decisão foi revertida na sequência de um recurso. No setor da música, é o primeiro caso a chegar à justiça.
 
Fonte: P3.
 
Publicado em Mix
No trabalho, em casa e no carro, estas são para consumo obrigatório e, de preferência o volume tem de estar máximo. Play!
Boa semana ao ritmo da melhor música, com o Portal 100% DJ!
(Se algum player não aparecer, faz refresh, clica em F5)
 
 
2
 
3
 
4
 
5
 
6
 
7
 
8
 
9
 
10
 
Publicado em Mix
A editora fundada por Carlos Manaça, Magna Recordings, lançou recentemente uma nova edição do EP "Pushing Beats", com faixas de artistas já conhecidos do público mas também de novos talentos da música eletrónica.
 
Neste novo EP estreiam-se na Magna Recordings artistas como Di Phill, Olivs e Hardmix, com as músicas "Underground", "Tribal World" e "Bron", respetivamente. JC Delacruz, que já lançou temas pela Magna, está também presente neste EP com "Sustenon".
 
A terceira edição do "Pushing Beats" já está disponível no Beatport.
 
Publicado em Música
O YouTube pode deixar de ser apenas uma plataforma de vídeos online para passar a ser também um serviço de música por subscrição por streaming. De acordo com as informações apuradas o novo serviço do YouTube vai funcionar de maneira muito semelhante ao Spotify, mas terá os vídeos como fator "extra". 
 
A revelação é feita pela Billboard que cita inúmeras fontes próximas ao desenvolvimento do projeto. O projeto deve ser lançado ainda antes do final do ano e vai ficar disponível em duas modalidades - uma gratuita onde os utilizadores têm que conviver com anúncios, e outra paga que garante acesso a uma lista "ilimitada" de faixas musicais. 
 
O valor do serviço pago pode ascender aos 9,99 dólares - cerca de 7,25 euros - e vai também garantir acesso a músicas em formato offline. O principal foco do novo serviço do YouTube vai ser o segmento mobile, uma área onde as restantes propostas de mercado são mais "curtas". 
 
Entretanto surgiram ainda outros rumores de que a aplicação do YouTube está prestes a evoluir, por forma a permitir a reprodução de conteúdos em segundo plano - uma funcionalidade que daria jeito para a ferramenta de streaming. 
 
De acordo com as mesmas fontes um serviço de música por subscrição com componente de vídeo integrada não seria visto como um substituto direto do All Access da Google, e podia até ser a ferramenta de preferência para novas plataformas como os Google Glass.
 
Fonte: Sapo Tek.
 
Publicado em Mix
terça, 05 novembro 2013 16:31

Squad: Nova editora quer fazer a diferença

O mercado da música eletrónica tem agora uma nova editora. A SQUAD é uma nova marca para este segmento, apresentando-se como "jovem, dinâmica e irreverente". A ideia principal deste jovem projeto, pensado e idealizado durante o ano de 2013, é "dar uma lufada de ar fresco ao cenário eletrónico português". 
 
A nova editora pretende ocupar uma posição no mercado nacional e internacinal, apostando forte na imagem e conteúdos exclusivos, inovadores e extravagantes. A ideia principal dos seus responsáveis passar por "privilegiar a satisfação do consumidor final, com especial atenção para os seguidores da marca e do mercado da música electrónica". 
 
É possível ficares a saber mais sobre este novo projeto em squadrecordings.com ou em facebook.com/SquadRecordings.
 
Publicado em Mix
Que músicas te fazem feliz? A Organização das Nações Unidas (ONU) propôs-se a estudar essa importante pergunta e vai divulgar esta sexta-feira um prémio musical da felicidade. 
 
A iniciativa foi anunciada na passada segunda-feira e a Organização convida os internautas de todo o mundo a partilharem as músicas que os fazem vibrar de felicidade com hashtag #HappySoundsLike. A lista de músicas será divulgada na sexta-feira pelo serviço de música online MixRadio, coincidindo com o Dia Internacional da Felicidade. 
 
Depois de reunidas as respostas, os curadores da iniciativa vão anunciar a playlist da felicidade. Ao lado de David Carreira vão estar a curar a iniciativa os músicos britânicos Ed Sheeran e James Blunt, o norte-americano, vencedor de um Óscar, John Legend, e ainda o DJ e produtor francês David Guetta.
 
A data foi criada pela ONU em 2012, a pedido do pequeno reino de Butão, localizado no Sul da Ásia, que adotou como lema nacional oficial a "Felicidade Nacional Bruta", em vez de Produto Interno Bruto.
 
O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, promoveu a iniciativa através de um vídeo onde confessou que sua música preferida é “Signed, Sealed, Delivered”, de Stevie Wonder, um sucesso dos anos 1970.
 
"Hoje, usamos a linguagem universal da música para manifestar nossa solidariedade com milhões de pessoas no mundo que sofrem com a pobreza, violações de direitos humanos, crises humanitárias e efeitos da contaminação e do aquecimento global", disse Ban. 
 
No ano passado, por ocasião do Dia Internacional da Felicidade, a ONU convidou os internautas a dançar de felicidade com a música "Happy", de Pharrell Williams.
 
Publicado em Mix
Para comemorar o Dia Internacional da Música (1 de outubro), o Spotify divulgou a lista das músicas mais ouvidas durante o verão de 2015, a nível nacional e internacional, na plataforma de streaming.
 
Artistas como Kygo, Major Lazer, Jack U e Avicii fazem parte da lista que, segundo o jornal Sol, “resulta do número de pessoas que partilham uma música, dividido pelo número de escutas”.
 
Confere abaixo as músicas mais ouvidas:
 
Global:
 
Major Lazer (feat. MØ and DJ Snake – Lean On)
OMI – Cheerleader (Felix Jaehn Remix Radio Edit)
Wiz Khalifa feat. Charlie Puth – See You Again
The Weeknd – Can’t Feel My Face
Jason Derulo – Want To Want Me
Jack Ü, Skrillex and Diplo (feat. Justin Bieber) – Where Are Ü Now
Avicii – Waiting For Love
David Guetta (feat. Nicki Minaj, Bebe Rexha & Afrojack) – Hey Mama
Fetty Wap – Trap Queen
Kygo – Stole the Show      
 
Portugal:
 
Major Lazer (feat. MØ and DJ Snake) – Lean On
OMI - Cheerleader – Felix Jaehn Remix Radio Edit
Avicii  - Waiting For Love      
Nicky Jam, Enrique Iglesias - El Perdón      
Wiz Khalifa (feat. Charlie Puth) - See You Again     
Jack Ü, Skrillex and Diplo (feat. Justin Bieber) - Where Are Ü Now
Kygo - Stole the Show          
Lost Frequencies - Are You with Me - Radio Edit    
Jason Derulo - Want To Want Me 
 
{youtube}BgfcToAjfdc{/youtube}
Publicado em Mix
Pág. 1 de 10
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.