09-07-2020
  Diretor Ivo Moreira  \  Periodicidade Diária
domingo, 03 junho 2012 11:23

Eletrónica Heineken 03.06.2012

ELETRÓNICA HEINEKEN 03.06.2012
 
DJ Harvey (UK/EUA)
Dj Harvey é mais um dos nomes do top 100 do Resident Advisor que vai subir à cabine da Eletrónica Heineken. Harvey é um dos mais respeitados DJs que alguma vez passou pelo nosso país e foi uma grande influência para a maioria dos artistas que fizeram o movimento de música de dança em Portugal. Responsável por algumas das mais especiais performances dadas por DJs internacionais no nosso país, DJ Harvey vem mostrar o “seu” Disco Punk e provar porque é um dos djs mais desejados da atualidade. Curiosidade: Dj Harvey foi também o primeiro baterista da banda de Jamiroquai.

DJ Vibe (PT)
Vibe é o mais consagrado e unanimemente considerado como o melhor DJ português de todos os tempos e está este ano a comemorar os 25 anos de carreira. O seu longo percurso como DJ não pára de surpreender quer pelas sonoridades constantemente atuais, mantendo o espírito "underground" de sempre, quer pela criteriosa escolha das suas atuações. Brevemente, DJ Vibe vai iniciar mais uma tour pela América do Norte e, no final do mês de março, vai participar pela 17ª vez na Winter Music Conference, em Miami, onde foi convidado para integrar um painel que vai contar com a presença dos líderes mundiais desta indústria. Uma presença constante desde a 1ª edição do Rock in Rio-Lisboa, Vibe regressa à Eletrónica Heineken naquela que já é considerada como uma noite clássica do maior evento de música e entretenimento do mundo.

dOP Live (FR)
Os dOP são conhecidos pelas suas performances altamente criativas, que surpreendem o público que assiste aos seus concertos. Ao longo dos seus espetáculos vão utilizando disfarces e assumindo diferentes personagens o que dá uma dinâmica inesperada à sua prestação. O house produzido pelos dOP tem sido um sucesso quer em festivais para milhares de pessoas, quer em festas exclusivas dirigidas a um público mais restrito. Recentemente os dOP editaram um novo disco com a prestigiada editora francesa Kitsune.

DJ Dixon (ALE)
Dixon é um DJ alemão que iniciou o percurso no aclamado circuito de discotecas de Berlim. Desde cedo se habituou a tocar sets que duravam toda a noite o que o ensinou a “trabalhar” o público de forma a prender a sua atenção e energia. DJ Dixon foi o mentor e A&R da editora Berlin Sonar Kollective e possui uma sensibilidade que lhe permite misturar sons vocais soul/black com o techno alemão que está de novo em voga, sem nunca perder o seu lado groovy e funky.

Stereo Addiction (PT)
O projeto nacional Stereo Addiction é formado por Gustavo e John-e, produtores e DJ's de música eletrónica. A qualidade do seu trabalho conquistou desde cedo o público nacional o que lhes deu uma notoriedade que permitiu atuar nos mais conceituados espaços noturnos nacionais e internacionais. Esta será a segunda vez que a dupla portuguesa sobe à cabine do Rock in Rio-Lisboa.
 
Publicado em Rock in Rio
A Cidade do Rock recebeu mais de 345.000 fãs ao longo dos cinco dias de evento, e ultrapassou a meta dos 2 milhões de pessoas que passaram as portas da Cidade do Rock, ao longo dos 10 anos do evento em Portugal.
 
O dia 25 de maio, com o regresso a Portugal de Robbie Williams recebeu cerca de 60 mil pessoas, que vibraram com um concerto cheio de classe e bom humor. Já o segundo dia, 29 de maio, teve lotação esgotada com os míticos The Rolling Stones, que tiveram 90 mil pessoas a assistirem ao seu concerto, e que contou com Bruce Springsteen como convidado surpresa.
 
O terceiro dia, 30 de maio, 68 mil pessoas vibraram com o rock de Linkin Park, que levou a multidão à loucura e assistiram ao espectáculo do DJ Steve Aoki, que atirou bolos e barcos ao público. A 31 de maio, 47.500 pessoas vibraram com a estreia de Lorde em Portugal, e com o espetáculo de Arcade Fire e Ed Sheeran, e celebraram a obra de Variações, durante a Homeagem que o Palco Mundo acolheu. 
No encerramento, a 1 de junho, 80 mil pessoas dançaram ao ritmo da boa disposição de Jessie J e receberam Justin Timberlake com uma verdadeira ovação.
 
Na edição que comemora os 10 anos do Rock in Rio-Lisboa, foi ultrapassada a marca dos 2 milhões de pessoas que passaram pela Cidade do Rock, no Parque da Bela Vista, desde 2004. Entretanto, já foi confirmada a edição do evento, que regressa em 2016 e 2018.  
 
Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio deixou uma mensagem de agradecimento "Mais uma vez, a Cidade do Rock encheu-se de sorrisos e foram cinco dias cheios de histórias e memórias bonitas. A Rock Street voltou a ser um êxito, a Street Dance continuou a surpreender, e o Palco Vodafone conseguiu conquistar milhares de pessoas, que todos os dias assistiram aos concertos. E, todas as noites terminaram na impressionante aranha Eletrónica, que ganhou vida e fez a festa continuar até às 04h00." 
 
O maior evento de música e entretenimento do mundo segue agora para Las Vegas, onde a primeira edição do evento nos Estados Unidos acontece em maio de 2015. Em Setembro de 2015, o Rock in Rio volta também ao Rio de janeiro.
 
Publicado em Rock in Rio
Os bilhetes para o Rock in Rio-Lisboa 2014 estão à venda a partir de hoje. Os fãs já podem assim garantir a sua presença na Cidade do Rock e, desta forma, participarem na grande festa do 10º aniversário do evento. Com uma dispersão de norte a sul do país, será possível comprar bilhetes em cerca de 500 pontos de venda. 
 
Para quem quer adquirir o seu bilhete com a maior comodidade e ainda assegurar o privilégio de entrar por uma porta exclusiva na Cidade do Rock, a Vodafone disponibiliza na sua aplicação Rock in Rio o Vodafone m.Ticket, disponível na Google Play Store e em breve na Apple Store. Para além de assegurar a compra rápida e simples do bilhete para a Cidade do Rock através do telemóvel, os possuidores do bilhete Vodafone m.Ticket serão os únicos a ter um corredor próprio para acederem ao recinto, garantindo toda rapidez e comodidade de acesso. 
 
O Rock in Rio quer que todos possam participar na festa e por isso, tem um presente especial para os fãs do Rock in Rio-Lisboa que vivam fora da Área Metropolitana de Lisboa: por apenas mais 10 euros, para além dos 61 euros do bilhete, o Rock in Rio Express, inclui a viagem de ida e volta de autocarro de 22 rotas diferente, em 36 cidades de Norte a Sul do país. O Rock in Rio Express está à venda, em exclusivo, em 81 lojas da Agência Abreu, permitindo uma forma cómoda de viajar de qualquer ponto do país, até à Cidade do Rock: os autocarros saem da origem em horários a combinar e regressam após o último concerto do Palco Mundo.
 
Nesta edição, a CP volta a colocar à venda o ROCKCard CP. Com preços entre os 74 euros, para partidas da Zona Centro, e 80 euros para partidas da Zona Norte do país. Pela primeira vez este ano, ROCKCard CP pode ser adquirido na Ticketline e rede de lojas aderentes, com cerca de 180 pontos de venda a nível nacional, para além de estar disponível nas bilheteiras das estações de Porto-Campanhã, Aveiro e Coimbra. Este produto inclui o bilhete do Rock in Rio-Lisboa 2014, a viagem de comboio ida/volta, esta última em comboio especial no final dos concertos, e o transfer de autocarro entre a Estação do Oriente - Cidade do Rock - Estação do Oriente.
 
Os bilhetes estão também disponíveis, por 61 euros, em 60 agências da Caixa Geral de Depósitos, em 28 lojas Continente e em www.continente.pt (com desconto de 25% em Cartão Continente), em 18 lojas FNAC e em fnac.pt, e em 116 Postos de Abastecimento BP (35 euros + 1.500 pontos BP Premierplus). 
 
Relembramos todos os que adquiriram o Kit de Natal Rock in Rio-Lisboa 2014 que o voucher pode ser trocado por um bilhete, na FNAC, de 1 a 31 de março, sendo o dia escolhido garantido até esta data. Após 31 de março, o cliente continua com direito ao bilhete porém sujeito à disponibilidade para cada dia do evento.
Publicado em Rock in Rio
Aclamado como o melhor concerto do Rock in Rio 2013, no Brasil, Justin Timberlake subirá novamente ao Palco Mundo em 2014, na edição portuguesa do maior evento de música e entretenimento do mundo. O cantor pop norte-americano será cabeça de cartaz da noite de 1 de junho do Rock in Rio-Lisboa.
 
Esta é a primeira vez que Justin Timberlake vem a Portugal. A tournée europeia "The 20/20 Experience", que começa no próximo mês de março, tem previstos concertos em cidades como Londres, Berlim, Paris, Estocolmo, entre outras.  
 
"Tivemos no Rio a apresentação de um showman, que não se intimidou diante de uma plateia de 85 mil pessoas. A apresentação de Justin Timberlake foi muito empolgante e transformou a Cidade do Rock numa grande pista de dança. É este mesmo espírito que queremos levar para o Rock in Rio-Lisboa", refere Roberta Medina, vice-presidente executiva do Rock in Rio.
 
Depois de dominar os tops de música, durante o ano de 2013, com The 20/20 Experience e The 20/20 Experience - 2 of 2, lançado recentemente, Timberlake traz agora o seu impressionante espetáculo ao vivo, aos seus fãs de todo o mundo.  
 
The 20/20 Experience tem sido muito bem recebido pela critica, sendo já o álbum mais vendido do ano, com mais de 4 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo. Este álbum garantiu a Timberlake o melhor lançamento de um artista masculino, nos últimos cinco anos, assim como o maior lançamento digital, na história americana. O álbum já é Platina, em três outros países e Ouro em nove. 
 
O Rock in Rio-Lisboa 2014 realiza-se nos dias 23, 25, 30 e 31 de maio e 1 de junho, no Parque da Bela Vista. A organização anunciou que os bilhetes para a edição do próximo ano vão manter-se inalterados, no valor diário de 61€.
 
Publicado em Rock in Rio
DJay Rich e António Mendes são os DJs oficiais da emissora portuguesa RFM e residentes do festival RFM SOMNII. Quer a nível individual ou em dupla, jápercorreram muitos dos palcos nacionais mas agora são artistas indispensáveis de se ter no line-up de um festival. Detentores de uma energia única e contagiante, unem-se, ajudam, apoiam e incentivam os jovens talentos da música eletrónica e essa atitude éde louvar. O Portal 100% DJ esteve àconversa com a dupla portuguesa nos bastidores do Music Valley, momentos antes de subirem ao palco do Rock in Rio Lisboa.
 
Estrearam-se no Rock In Rio. Qual é a sensação desta primeira vez no festival?
Mendes: A sensação é óptima. Já tínhamos noção da dimensão do festival por causa da relação que temos através da RFM com o Rock in Rio, mas ter o nome no cartaz está a ter um feedback muito espetacular. As pessoas estão a dizer que é um outro nível. E isso é muito bom. 
 
Contam um verão preenchido: Rock in Rio, RFM Somnii, Algarve... O que é que o público pode esperar de vocês?
Mendes: Além desses locais, ainda vamos estar no RFM Beach Power na Madeira, nos Açores... 
 
Rich: Podem esperar o mesmo de sempre: muita alegria nos sets. Gostamos de tocar aquilo que apreciamos mesmo. Tentamos fazer sets diferentes, principalmente no RFM Somnii onde tocámos três noites, pois somos residentes do festival. Este ano levámos dois convidados, para fazer algo diferente: o Pete Tha Zouk e o Pedro Cazanova. São pessoas com quem lidamos e trabalhamos há muitos anos, portanto fazia todo o sentido convidá-los.
 
Como está a ser a aceitação da vossa nova música com o Michael Teixeira?
Rich: A música é muito boa. Tem um hook muito forte e muito fácil e nós tocámos o remix no Rock in Rio pela primeira. Ainda está um pouco em segredo, mas já temos alguns DJs internacionais interessados em fazer remixes. Estamos muito satisfeitos com o resultado final e ter um contacto como o Michael que, para além de ser um excelente produtor, está nos Estados Unidos da América e dá-nos a vantagem de termos vozes norte-americanas. Essa é uma das nossas preocupações quando lançamos um tema cantado em inglês, porque quando temos alguém cá a cantar inglês, temos de estar sempre a mandar corrigir as letras lá fora para ver se existe alguma coisa que não faça sentido. Assim, manda-se a ideia, trabalha-se a ideia, discutimos, faz-se um rascunho e fica perfeito. 
 
Cláudio.Photos
 
No vosso radioshow dão algum destaque a novos talentos. Como é que encaram a nova geração da música eletrónica em Portugal?
Mendes: Essa tem sido sempre uma preocupação nossa: dar espaço a novos talentos. Mesmo no recente concurso que fizemos para o RFM Somnii, tivemos muitas participações e a dificuldade foi mesmo escolher e chegar ao lote de 10 finalistas. Apareceram-nos faixas muito bem produzidas nos vários sub-géneros da música eletrónica, o que é sempre bom. Diria que há muito bom talento em Portugal nesta área. 
 
Rich: Na área da produção, vemos chegar músicas brutais. As pessoas que participam pensam muita coisa. Houve DJs conhecidos a concorrerem ao concurso e não passaram. Nós não os escolhemos porque quisemos ser fiéis à nossa opinião e as pessoas têm que aceitar que nós fomos o júri. Foi a nossa opinião e foram as músicas que nós mais gostámos, independentemente de haver muito boa produção. Foram 267 participações e quando começámos a reduzir chegámos às 150 e ficámos sem saber o que fazer. Eram 150 artistas que nós gostávamos de meter numa página a votação. Tínhamos de escolher 10 e foi a nossa opinião em termos de gosto e foi isso que prevaleceu. Já fizemos algo semelhante, não tão absorvida como esta, para o disco do RFM Somnii e lançámos um desafio o mais transparente possível. Também escolhemos sete produtores, eram para ser cinco mas não conseguimos e abrimos exceção. Foram sete artistas para o disco e a votação nessa altura foi através de downloads do iTunes. A escolha foi completamente transparente como foi no site, desta última vez. Quem ganhou foi quem conseguiu mais votos, independentemente daquilo que conseguisse fazer. É sempre complicado não conseguir, mas o importante é participar e há que respeitar a decisão das pessoas. 
 
Mendes: O importante é os participantes acreditarem em si próprios, não desistir. Frustrações e coisas que correm mal, toda a gente tem. Se acreditas, continua a acreditar. 
 
Querem dar alguns exemplos de novos talentos que estejam debaixo de olho?
Mendes: Ao dizer nomes não ia ser politicamente correto. Se destacar um ou dois nomes, vamos sempre correr o risco de deixar alguém de fora. É um pouco difícil. 
 
Rich: Nessa perspetiva, nós já trabalhámos com jovens produtores. O ano passado no RFM Somnii levámos dois produtores novos para cima do palco. Acho que isso é um incentivo magnífico para eles. Foram o Batista e o Khamix. É muito importante para estes artistas tentar trabalhar com alguém que já tenha nome no mercado e que tenha ferramentas e meios para divulgar o trabalho. Não conseguimos dar a todos mas não somos aqueles produtores que dizem: “Não vamos fazer música com produtores desconhecidos”… Não, nós adoramos a nova produção, ‘fazemos bandeira’ no RFM Somnii Radioshow e queremos divulgar novos talentos e incentivá-los. As oportunidades surgem. As coisas não caem do céu. É trabalho, é sorte, são oportunidades que temos de agarrar. Temos de estar dispostos a muita coisa para que isso aconteça. Às vezes há muitos destes jovens que pensam que, por exemplo, o Martin Garrix que fez uma música e foi um sucesso, que vai ser igual. Mas, outro exemplo, o Avicii foi o produtor que durante muito tempo ninguém lhe ligava nenhuma. O próprio Bob Sinclar ou o David Guetta que em 2004 esteve no Porto e ninguém se lembra disso. Quando ele rebentou, foi a loucura. Ele não caiu do céu. Se as pessoas olharem, há, de facto, jovens talentos que começam logo e há outros que só começam a aparecer mais tarde. 
 
Que novidades podem revelar sobre o futuro da vossa carreira?
Mendes: Estamos a preparar mais umas músicas. 
 
Rich: Nós levamos isto muito na boa. Já não estamos cá há dois dias. Porque os nossos objetivos profissionais foram outros, apesar de que esta sempre foi uma carreira que ficou sempre. Nunca tivemos o objetivo de ser vedetas. Gostamos disto e levamos a nossa carreira de uma forma muito descontraída. A prova disso é que nós somos muito pouco ‘facebookianos’. 
 
Que mensagem gostariam de deixar aos leitores e seguidores do Portal 100% DJ que estão a ler esta entrevista?
Rich: Sigam os nossos conselhos.
Mendes: E, sobretudo, divirtam-se!
 
 
Publicado em Entrevistas
Nos dias 23 e 24 de junho, a Cidade do Rock recebeu cerca de 153 mil pessoas no Parque da Bela Vista, em Lisboa. O Rock in Rio voltou ao nosso país com mais uma edição que continua no próximo fim-de-semana.
 
No primeiro dia estiveram presentes 71 mil pessoas no recinto, enquanto que no segundo dia, com lotação esgotada há meses, estiveram 85 mil festivaleiros, que assistiram aos concertos de Anitta, Demi Lovato e Bruno Mars.
 
O próximo fim-de-semana volta a encher o Parque da Bela Vista nos dias 29 e 30, com atuações de The Chemical Brothers, Katy Perry, Diego Miranda, Revenge The 90s ou Vintage Culture. 
 
Os bilhetes estão disponíveis nos locais habituais com preços a partir dos 69 euros.
 
Publicado em Rock in Rio
segunda, 23 março 2015 18:38

Rock in Rio entra no mercado asiático

No ano em que o maior evento de música e entretenimento do mundo celebra o seu 30.º aniversário, a Organização do Rock in Rio celebra uma parceria com a plataforma digital chinesa FansTang que vai permitir a transmissão do evento já a partir deste ano na China.
 
Esta parceria, que representa o primeiro passo do Rock in Rio no mercado asiático, permitirá aos fãs de música chineses assistir, em direto, aos concertos dos artistas que passam pelos Palcos do Rock in Rio. A parceria para streaming do evento na China é válida até 2021 e inclui a transmissão de todas as edições do Rock in Rio que se celebrem entretanto - entre as quais a edição de maio 2015 em Las Vegas, setembro 2015 no Rio de Janeiro e 2016 em Portugal.
 
Além da transmissão em direto dos concertos a FansTang disponibilizará também pacotes de vídeo personalizados, dando assim a possibilidade aos utilizadores chineses de usufruir de uma experiência musical completa, ao terem acesso a outras animações e atividades, como as performances da Rock Streets.
 
Recorde-se que o Rock in Rio vai invadir Las Vegas no mês de maio - nos dias 8, 9, 15 e 16. O primeiro fim de semana será dedicado ao rock e receberá nomes como No Doubt, Metalica, Linkin Park, Maná, The Pretty Reckless e Hollywood Undead, no Palco Mundo. Já o Palco Sunset acolhe as performances de Foster the People, Deftones, Sepultura (com Steve Vai), Gary Clarck Jr, Bleachers, Coheed and Cambria, Saints of Valory, Smallpools e Of Mice & Men.
 
No segundo fim de semana - 15 e 16 de maio - ouve-se mais Pop e o Palco Mundo dará as boas-vindas a Taylor Swift, Bruno Mars, Ed Sheeran, Sam Smith, Echosmith, Empire of the Sun e Ivete Sangalo. Já o Palco Sunset recebe Jessie J, John Legend, Charli XCX, Joss Stone, Tove Lo, Magic, James Bay, Mikky Ekko e Big Sean.
 
Publicado em Rock in Rio
A 8ª edição portuguesa do festival está quase a chegar e a organização divulgou hoje os horários de todas as atuações nos respetivos palcos. O Rock in Rio Lisboa regressa à ao Parque da Bela Vista nos dias 23, 24, 29 e 30 de junho.
 
Este ano o festival conta com 14 horas de entretenimento diárias, com o recinto a abrir portas pelas 12h00 e com encerramento marcado para as 02h00. O dia 24 de junho, que conta com Bruno Mars, Demi Lovato, Anitta, Agir, DJ Kamala, Mishlawi, Dillaz, Dupa Squad, HMB, entre outros, já se encontra esgotado.
 
Nos outros dias do Rock in Rio, podes ainda contar com as atuações de The Chemical Brothers, DJ Vibe, Moullinex, Revenge of the 90s, Vintage Culture, Diego Miranda, Karetus, entre muitos outros.
 
Os bilhetes encontram-se à venda nos locais habituais com preços entre os 69 e os 117 euros.
 
Confere abaixo os horários:
 
 
 
Publicado em Rock in Rio
É já hoje que vão ser desvendados os vencedores do Casting Rock in Rio SIC RFM. Para esse efeito foi desenhado um programa de televisão próprio que vai ser transmitido em directo na SIC Radical, às 21h45, apresentado por Diana Bouça Nova. Neste programa os 8 finalistas – Catarina Palma, Diana Gonçalves, Diana Senhorinho, Diogo Abreu, Hugo Mendes, Inês Folque, Nuno Casanovas e Tiago Simões – vão apresentar o seu projecto preferido entre os finalistas do Pepsi Refresh Project e apelar ao voto.

O júri composto por Roberta Medina (Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio), Raquel Pinhão (Directora de Marketing Adjunta do Rock in Rio), Pedro Boucherie Mendes (Director dos Canais Temáticos da SIC), Daniel Oliveira (Coordenador e Apresentador da SIC), António Mendes (Director de Programação da RFM) e Joana Cruz (Animadora da RFM) também estará presente para dar a última palavra.

Os vídeos dos oito finalistas continuam disponíveis no site do Rock in Rio-Lisboa e o público ainda pode votar nos seus preferidos até às 22h15 de dia 27 de Julho, através do número de telefone atribuído a cada um deles, habilitando-se dessa forma a ganhar bilhetes para o Rock in Rio-Lisboa 2012.

Os vencedores vão participar no programa Café da Manhã da RFM, apresentado por Carla Rocha e Zé Coimbra, no dia 28 de Julho.

A rapariga e o rapaz que vencerem o Casting Rock in Rio SIC RFM serão os protagonistas da campanha de televisão e de rádio da 5ª edição portuguesa do maior evento de música e entretenimento do mundo e vão ter a oportunidade de receber formação técnica sobre televisão e rádio, ir ao Rock in Rio 2011 no Rio de Janeiro gravar os anúncios de promoção da próxima edição portuguesa, fazer parte da equipa de reportagem da SIC e da RFM na edição brasileira de 2011 e na edição portuguesa de 2012 e receber um cachet no valor de 1.000 euros cada um.

O Casting Rock in Rio SIC RFM, projecto desenvolvido em parceria pelo Rock in Rio, pela SIC e pela RFM, é uma iniciativa patrocinada pelo Pepsi Refresh Project, e conta com o apoio do portal SAPO, responsável pela gestão técnica dos vídeos de inscrição e votos do público.
Publicado em Rock in Rio
sábado, 26 maio 2012 15:38

Eletrónica Heineken 26.05.2012

Tenda Eletrónica Heineken 26 maio 2012
 
Azari & III Live (CN)
O concerto dos canadianos Azari & III promete ser um dos pontos altos de hoje. Os produtores Dinamo Azari e Alixander II e os vocalistas Fritz Helder e Cedric Gasiada ficaram conhecidos mundialmente pelo single “Hungry for Power” e apresentam-se pela primeira vez no Rock in Rio, um ano depois de terem dado um concerto memorável em Lisboa.

Miguel Quintão (PT)
Miguel Quintão é um dos mais conceituados DJ's e apresentadores de rádio em Portugal. É ainda o criador dos projectos Zig Zag Warriors (com Zé Pedro, dos Xutos & Pontapés) e Bons Rapazes (com Álvaro Costa), programa de rádio da Antena 3 que é um sucesso de audiências.

The Magician (BEL)
O belga Magician vem ao Rock in Rio mostrar porque é um dos DJ's mais requisitados da atualidade. Este “mágico” tem mais do que um truque na manga e por isso mesmo não será dificil vê-lo a tocar numa discoteca de Moscovo num dia e em Santiago do Chile no dia seguinte. A sua sonoridade é descrita como dream pop e alternative disco. Recentemente, The Magician produziu o tema “I Follow Rivers” de Lykke Li, video que já tem mais de 11 milhões de visualizações no Youtube. As suas influências passam por Brian Ferry, Supertramp, Human League, Visage, Abba, entre outros. The Magician é também mentor e parte da dupla Aeroplane.

The Discotexas Band Live (PT)
Constituída por Who, Moullinex, Xinobi e Da Chick, The Discotexas Band vai atuar pela primeira vez no Rock in Rio-Lisboa para apresentar o trabalho desenvolvido pelos quatro DJ's portugueses.

Punks Jump Up (UK)
Os Punks Jump Up são uma dupla constituída pelo londrino Joe e pelo sueco David. Apesar de gostarem de batidas mais agressivas, os Punks Jump Up não abdicam de linhas melódicas e por isso mesmo já fizeram remixes de artistas como Gossip, Crystal Castles, Lykke Li, Chromeo, Kele, Miike Snow, Robyn, Tiga, Yelle, Peter Bjorn & John ou Ladytron.

Mirror People (Rui Maia/X Wife) (PT)
Rui Maia, membro dos X-Wife, aposta na sonoridade disco-house para colocar o público a dançar. Deu os primeiros passos enquanto DJ com apenas 16 anos e desde então a sua carreira tem vindo a crescer a grande velocidade. Atualmente é “as mãos” por detrás de Mirror People e tem tocado um pouco por toda a Europa.
 
 
Publicado em Rock in Rio
Pág. 3 de 15