22-01-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 106

domingo, 19 abril 2015 00:26

Festival Vilar de Mouros regressa em 2016

O Festival de Vilar de Mouros vai regressar no Verão de 2016, organizado por um consórcio de empresas lideradas pela promotora Música no Coração, revelou esta sexta-feira o presidente da Câmara de Caminha, Miguel Alves.
 
"A edição de 2016 vai acontecer nos dias 26, 27 e 28 de Agosto, uma alteração de datas que nós entendemos fundamental para o seu sucesso, e vai acontecer numa parceira entre a Câmara Municipal, a Junta de Freguesia de Vilar de Mouros e um consórcio de três entidades distantes", afirmou o autarca.
 
Miguel Alves falava em conferência de imprensa para anunciar que o regresso de Vilar de Mouros em 2016 vai ser assegurado pela Dot Global, "uma empresa que está ligada a grandes festivais de música em Portugal, nomeadamente ao Rock in Rio", pela Metrónomo e pela promotora Música no Coração, de Luís Montez.
 
"É ele quem tem estado a conversar com a Câmara Municipal para encontrar todas as soluções inerentes à contratação de bandas e artistas", explicou o autarca. E anunciou que, este ano, o festival não se vai realizar - como entretanto tinha sido anunciado pela Junta de Freguesia de Vilar de Mouros - por "impreparação e incapacidade" da organização a cargo da Associação dos Amigos dos Autistas (AMA).
 
A primeira edição do festival Vilar de Mouros realizou-se em 1971, e contou com a presença do cantor Elton John e da banda Manfred Mann. Em 2007, a um mês da sua anunciada realização, o festival foi cancelado por dificuldades de entendimento entre os vários parceiros envolvidos na organização, e só voltaria a ser retomado em 2014.
 
Fonte: Público.
Publicado em Festivais
A ação de activação de marca que a Heineken vai ter no festival Optimus Alive consiste na utilização de QR Codes para transmitir mensagens aos festivaleiros. A marca da Sociedade Central de Cervejas e Bebidas (SCC), que este ano é pela primeira vez premium sponsor e cerveja oficial do Optimus Alive, vai utilizar um sistema de activação usado pela primeira vez, em 2011, na Polónia no Heineken Opener Festival.
 
Para ativarem os Heineken QR Code, os festivaleiros têm que se dirigir ao Heineken Star Lounge e escrever uma frase no LCD touchscreen, sendo que depois a frase é transformada num QR Code, imprimido em papel autocolante e que pode ser colado onde se quiser. Depois, os restantes festivaleiros que tiverem um smartphone podem descobrir a frase dessa pessoa lendo o QR Code Heineken.
Publicado em Marcas
A organização do maior evento de música e entretenimento do mundo apresentou, na tarde de ontem, a mais recente novidade do Rock in Rio: a Street Dance, um novo espaço cenográfico inspirado em Nova Iorque que pretende levar os diversos estilos de dança urbana à Cidade do Rock. Breakdancing, Hip-Hop e Funk Dance… o Parque da Bela Vista vai estar ao rubro!

Durante a apresentação, Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio, referiu que “a Street Dance demonstra o empenho da organização em surpreender o público a cada edição. Este novo espaço inspirado em Nova Iorque vai trazer todo o espírito alegre e ritmado da dança urbana à Cidade do Rock. Lisboa vai ser a primeira a ver esta novidade, que depois segue para Madrid e, em 2013, para o Rio de Janeiro e Buenos Aires. Acreditamos que vai ser um verdadeiro sucesso”.   
 
Das 16H30 às 23H30 a dança urbana invade a Street Dance com diversas animações para o público, protagonizadas por um DJ e um MC e uma dance crew residente. Este novo espaço conta com Marina Frangioia como Diretora Artística. Bailarina, professora de dança e coreógrafa reconhecida, ganhou protagonismo junto do grande público quando fez parte do júri do concurso da SIC “Achas Que Sabes Dançar?”. A terminar o Mestrado em Criação Coreográfica Contemporânea na Escola Superior de Dança de Lisboa, Marina Frangioia trabalha regularmente com bailarinos e atores. Entre outros trabalhos, destaque para a Fábrica (work in progress), que criou para o Festival de Cinema de Animação de Lisboa.
 
“A street dance tem vindo a ganhar o seu espaço em Portugal e hoje as academias e escolas de dança contam com centenas de alunos entusiastas. Os media, a moda e a música foram um meio facilitador na promoção deste estilo de dança. O Rock in Rio vai agora procurar os melhores dançarinos de street dance do país”, referiu Marina Frangioia, Diretora Artística deste novo espaço.

O Jukebox Project será a dance crew residente da edição de Lisboa. Fundado em 2008 pelo jovem mas consagrado bailarino Vasco Alves, tem sido uma plataforma de criação para alguns dos melhores street dancers em Portugal, representando o país em campeonatos mundiais. As atuações do Jukebox Project vão acontecer durante os intervalos do Palco Sunset, às 17H50, às 19H30 e às 21H00 e prometem pôr toda a Cidade do Rock a dançar! Depois do Jukebox Project, é a vez dos cinco semi-finalistas do Casting Street Dance Portugal atuarem para os milhares de pessoas que se encontram no Parque da Bela Vista. Cada semifinalista atuará num dos dias do evento.

A festa da Street Dance começou já ontem na Praça Luís de Camões, onde foi montada toda a cenografia para a apresentação deste novo espaço, numa iniciativa conjunta com a Câmara Municipal de Lisboa. Em Portugal, a Street Dance é um projeto desenvolvido em parceria com a SIC Radical e a Mega Hits, e conta com o apoio do portal SAPO, responsável pela gestão técnica dos vídeos de inscrição e votos do público.
 
O Rock in Rio-Lisboa volta ao Parque da Bela Vista nos dias 25, 26 de maio e 1, 2 e 3 de junho de 2012 e já estão confirmadas as presenças de Metallica, Evanescence, Mastodon e Sepultura com os Tambours du Bronx no dia 25 de maio; Smashing Pumpkins, Linkin Park, The Offspring e Limp Bizkit no dia 26 de maio; Lenny Kravitz, Maroon 5, Ivete Sangalo e Expensive Soul no dia 1 de junho; Stevie Wonder, Bryan Adams, Joss Stone e The Gift no dia 2 de junho; e Bruce Springsteen & The E Street Band, Xutos & Pontapés, James e Kaiser Chiefs no dia 3 de junho.
 
Publicado em Rock in Rio
Nicky Romero – Ultra Music Festival Live 2013
Mainstage 15-03-2013
 
TrackList:
  • 01. Avicii & Nicky Romero – I Could Be The One (Nicktim) (Vocal Mix)
  • 02. Nicky Romero – Legacy
  • w/ Syndicate Of L.A.W. – Right On Time (2000 Countdown The Holly Digit)
  • w/ Zedd feat. Matthew Koma – Spectrum (Acappella)
  • 03. Tony Romera – Pandor
  • w/ Tony Romera – Pandor (Hardwell Rambo Edit)
  • 04. David Guetta feat. Ne-Yo & Akon – Play Hard (Albert Neve Remix)
  • w/ Bassjackers – ID
  • w/ Fatboy Slim – Ya Mama (Push The Tempo) (Acappella)
  • 05. Calvin Harris feat. Ellie Goulding – I Need Your Love (Nicky Romero Remix)
  • 06. Nicky Romero – Toulouse (Tommy Trash Remix)
  • w/ Nicky Romero – Toulouse
  • 07. Nicky Romero – Ultra ID 1
  • 08. Fedde Le Grand & Nicky Romero feat. Matthew Koma – Sparks (Turn Off Your Mind)
  • w/ W&W & Ummet Ozcan – The Code
  • 09. ID – ID
  • 10. Nicky Romero – Symphonica (Bare Remix)
  • w/ Nicky Romero – Symphonica
  • w/ Will.I.Am feat. Eva Simons – This Is Love (Acappella)
  • 11. Nicky Romero – Ultra ID 2
  • 12. Nicky Romero & NERVO – Like Home
  • 13. David Guetta & Nicky Romero – Metropolis
  • w/ Delerium feat. Sarah McLachlan – Silence (Acappella)

 

 

 

Publicado em Ultra Music Festival
segunda, 21 maio 2012 19:25

Cidade do Rock está quase pronta

A organização do maior evento de música e entretenimento do mundo apresentou hoje a Cidade do Rock e as infraestruturas que dela fazem parte nesta edição. Faltam apenas 4 dias para o início da grande festa e o público pode ficar a conhecer desde já os espaços que vai poder encontrar a partir de sexta-feira no Rock in Rio-Lisboa 2012.

O espaço único do Parque da Bela Vista, em Lisboa, com 200 mil metros quadrados volta a ser o local escolhido para receber o mais espetacular parque de diversões da música nos dias 25 e 26 de maio e 1, 2 e 3 de junho. Acessos, alimentação, segurança, saúde, luz, som e serviços de apoio, tudo foi pensado ao pormenor para proporcionar ao público momentos inesquecíveis.

Para além da música, a organização do Rock in Rio-Lisboa 2012 preocupa-se em oferecer um espaço confortável e de qualidade durante os cinco dias do evento. Com abertura às 16h00 e encerramento às 04h00 da manhã, a Cidade do Rock garante 12 horas de festa.
 
O Rock in Rio-Lisboa 2012 vai apresentar cerca de 140 artistas, entre bandas, DJs, bailarinos e artistas de rua. Os bilhetes custam 61 euros e dão direito a utilizar todas as diversões, assistir aos espetáculos e passar um dia verdadeiramente inesquecível. O público terá apenas de pagar pela alimentação, bebidas e as compras que queira fazer nos bares oficiais ou numa das 20 lojas presentes na Rock Street.
 
Publicado em Rock in Rio
O NOS Alive foi o Festival de Verão com melhor desempenho de retorno mediático, nos meios de comunicação social, durante o passado mês de abril.
 
O festival Super Bock Super Rock, que este ano volta a lisboa, concretamente ao Parque das Nações, foi o segundo classificado deste ranking levado a cabo pela Cision, seguido pelos festivais EDP Cool Jazz e Sumol Summer Fest.
 
Os Blur e os mediáticos Noel Gallagher e Florence Welch, e respetivas bandas, continuam a trazer notícias para o Super Bock Super Rock, mas a confirmação dos portugueses Jorge Palma e Sérgio Godinho no cartaz do festival foi uma das novidades que maior buzz gerou nos media nacionais, no mês de abril. Os dois músicos vão atuar juntos no Palco Super Bock do certame, a 17 de julho, num espetáculo totalmente concebido em conjunto.
 
A "Maratona dos Festivais de Verão - Ranking Cision" é um estudo realizado de forma continuada pela Cision que analisa a evolução do mediatismo comparado de diversos festivais de música realizados em Portugal, ao longo dos meses, até ao final do Verão.
 
O objeto de análise deste estudo são todas as notícias referentes aos diferentes festivais, veiculadas no espaço editorial português, em mais de 2000 meios de comunicação social (televisão, rádio, online e imprensa). Neste caso o Ranking reflete o resultado de 1 de abril de 2015 a 30 de abril de 2015 – com os diferentes festivais a serem ordenados pela posição alcançada.
 
  1. Nos Alive
  2. Super Bock Super Rock
  3. EDPCoolJazz 
  4. Sumol Summer Fest
  5. MEO Marés Vivas
  6. MEO Sudoeste
  7. O Sol da Caparica
  8. NOS Primavera Sound
  9. Vodafone Paredes de Coura
 
 
Publicado em Festivais

 

A rádio Nova Era lançou esta semana o passatempo “Melhor Ouvinte do Mundo Abre a Melhor Beach Party da Europa”, que dá a oportunidade a um DJ e produtor de atuar no mesmo palco que Steve Angello, Dimitri Vegas & Like Mike ou R3hab, nos dias 3 e 4 de julho, na Praia do Aterro, em Matosinhos.
 
Para participares no concurso, consulta o regulamento na página oficial da Nova era. Numa das edições anteriores deste passatempo, o vencedor foi Francisco Cunha, que lançou recentemente o seu primeiro single.
 
A Nova Era Beach Party já está em contagem decrescente e o line up já está completo. Os bilhetes estão disponíveis em pré-venda até ao dia 31 de maio nos locais habituais, entre os 15 (bilhete diário) e os 25 euros (passe geral).
 
 
Publicado em Festivais
segunda, 11 agosto 2008 18:51

Boom Festival arranca hoje

Arranca hoje em Idanha-a-Nova o Boom Festival. Neste festival, a música electrónica e os DJs assumem a sustentabilidade ambiental e interculturalidade como lemas, adianta a organização.

O evento bienal, que acompanha a Lua Cheia de Agosto e este ano avança para a sétima edição, ocupa 150 hectares da Herdade do Torrão nas margens da Barragem Marechal Carmona e decorre este ano de 11 a 18 de Agosto.

Segundo Artur Soares da Silva, da organização, são esperados de 20 a 25 mil pessoas durante os oito dias do festival, a maioria das quais estrangeiras e alguns milhares optando por acampar no recinto.

Matt Black, fundador da editora Ninja Tune e membro dos Coldcut, pioneiro no desenvolvimento de software que sincroniza som e imagem, é um dos destaques do programa musical.

Programa só é conhecido nas bilheteiras
Os portugueses Blasted Mechanism e os Gocoo, uma banda de doze músicos com tambores taiko do Japão, são outros dos pontos altos do programa que se divide por quatro espaços onde a música electrónica e os DJs dominam.
O dia e hora dos espectáculos só são conhecidos na bilheteira, onde é entregue o programa detalhado. «É tradição. Queremos manter a surpresa», refere Artur Soares da Silva da organização.

«Há uns anos atrás, o programa detalhado só era conhecido no jornal do Boom, no próprio dia», recorda. Para além de um jornal, nos dias do festival vai estar também em funcionamento uma rádio, em FM, a cobrir na zona do festival.

O Boom tem casas de banho compostáveis e uma equipa de 150 pessoas a limpar o recinto.

Para lá da música, haverá conferências que contam com, entre outros, Erik Davis, autor de «Technognose: Mito, Magia e Misticismo na Era da Informação», e Mark Pesce, investigador e professor especializado em antropologia digital. Haverá workshops de ioga, kung fu, astrologia, lado a lado com diversão, como sejam artes perfomativas e teatro. Há também um festival de cinema dentro do Boom..

O Boom tem outras características em destaque: casas de banho compostáveis, uma equipa de 150 pessoas a limpar o recinto 24 horas por dia e uma área para crianças com actividades monitorizadas por educadores de infância. «Este é um verdadeiro festival multi-geracional. Encontramos aqui famílias inteiras e pessoas de todas as idades», sublinha Artur Soares da Silva.

As entradas para todo o festival custam 160 euros, a partir de dia 15 o preço baixa para 120. Residentes no concelho de Idanha-a-Nova e em países em vias de desenvolvimento pagam 80 euros. Todos os anos é escolhido um país em desenvolvimento a cujos residentes os bilhetes são oferecidos. Este ano é a Macedónia que beneficia da oferta.
Publicado em Festivais
segunda, 03 setembro 2012 22:39

Redes sociais: Optimus Alive foi o mais falado

As redes sociais Facebook e Twitter geraram um total de 12.086 publicações durante os períodos de sete dos principais festivais de música em Portugal, segundo um estudo do E.life Group, uma empresa de monitorização.
 
A análise decorreu entre 5 de Junho e 19 de Agosto e registou, através de vários termos de pesquisa utilizados em dois sistemas de medição da empresa no Facebook e no Twitter, um total de 12.086 publicações, tendo o Optimus Alive, em Oeiras, sido o evento mais citado com 3.092 publicações e um impacto de 1.640.509 pessoas.
 
Porém, as citações não equivalem necessariamente a impacto, tendo o Primavera Sound, no Porto, sido o menos citado (1.039 publicações), ainda que tenha ficado em terceiro lugar em termos de impacto total, ou seja, a extensão de pessoas a que chegou, que foi de 1.130.596.
 
Já Paredes de Coura, em segundo lugar no que toca ao impacto com 1.278.123 pessoas, verificou um particular destaque para o regresso dos Ornatos Violeta no que toca ao conteúdo das mensagens, indicou o documento da E.life, com a chuva a também ser um elemento das partilhas dos utilizadores das duas redes sociais.
 
Para vários dos sete eventos, as publicações no Facebook e no Twitter diziam respeito a informações gerais como horários e actuações de bandas em concreto.
Publicado em Festivais
O Beer Generation Lisbon Festival chega pela primeira vez a Portugal entre os dias 15 e 17 de março, no Hub Creativo do Beato, com a presença de várias marcas de cerveja nacionais e internacionais e atuações de DJs.
 
Exposições, oficinas, conferências e performances de bandas e DJs fazem parte da programação do evento, que pretende proporcionar bons momentos junto dos amantes de cerveja portugueses.
 
Mr Mute, Vercetti, Daniel Belo, Tom Violence, David Polido e Johnny Chase são os DJs confirmados para a primeira edição do Beer Generation Lisbon Festival.
Publicado em Eventos
Pág. 1 de 11
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.