16-09-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

terça, 20 outubro 2009 17:14

Rock In Rio lança nova campanha - 'Voltei'

O Rock in Rio-Lisboa volta para a sua quarta edição em Portugal, em Maio de 2010, mas a promoção do maior evento de música e entretenimento do mundo começa a dar que falar hoje, dia 21 de Outubro, com o arranque da campanha “VOLTEI”, a primeira fase de divulgação do projecto que já emocionou mais de 1 milhão de portugueses.


“Desde a primeira edição do Rock in Rio, em 1985, que a marca “EU VOU” esteve sempre presente nas peças que compõem a campanha publicitária do evento e na voz do seu público. É uma expressão repetida nas ruas, em diferentes idiomas, conforme os países onde o Rock in Rio acontece.

“VOLTEI” foi uma consequência natural dessa linha de expressões verbais curtas, fortes e afirmativas”, explica Agatha Arêas, Directora de Marketing do Rock in Rio.

Para marcar o regresso do maior evento de música e entretenimento do mundo a Lisboa, a linha criativa da campanha “VOLTEI”, criada pela Artplan, empresa de publicidade do evento, assenta numa homenagem a Lisboa, mostrando imagens da capital portuguesa e tem como objectivo informar toda a população que o Rock in Rio regressa ao Parque da Bela Vista em 2010!

A campanha “VOLTEI” estará no ar de 21 de Outubro a 8 de Novembro e é constituída por suportes de imprensa, televisão, rádio, cinema, internet, rede de mupis e de televisão nas estações do metropolitano de Lisboa.

Estima-se que, a exemplo do ocorrido na edição de 2008, as campanhas de comunicação para divulgação do Rock in Rio-Lisboa 2010 desenvolvidas pela organização do evento e os seus patrocinadores até à realização do evento representarão um investimento total superior a 19 milhões de euros.

O maior evento de música e entretenimento do mundo regressa ao Parque da Bela Vista nos dias 21, 22, 27, 28 e 29 de Maio de 2010.
Publicado em Rock in Rio
terça, 16 janeiro 2018 21:32

No Rock in Rio Lisboa bebe-se Super Bock

A Super Bock é Patrocinador Oficial da edição de 2018 do Rock in Rio-Lisboa e nessa qualidade vai dar nome a um dos palcos da Cidade do Rock. O Super Bock Digital Stage é uma das novidades deste ano e tem como missão trazer os fenómenos do entretenimento online - que utilizam as redes sociais como principal canal de comunicação e interação - para o universo offline, contando com uma programação dinâmica e surpreendente que irá incluir desde apresentações de youtubers, músicos, vloggers, a grupos de dança e momentos de humor.

Quem visitar a Cidade do Rock vai também poder usufruir de uma experiência cervejeira, proporcionada pela Super Bock, nos vários bares e num stand próprio que contará com ativações da marca. Noutra zona do recinto, na Gourmet Square - outra das novidades desta edição - haverá um espaço dedicado a outras marcas do Super Bock Group, nomeadamente, a gama especial Selecção 1927, água Pedras e a sidra Somersby, propondo novas experiências criadas especificamente para o Rock in Rio-Lisboa. Segundo o estudo OMNIBUS, de Setembro de 2017, Super Bock é a marca mais associada a música e a marca mais associada a festivais de música.
 
A 8.ª edição do Rock in Rio-Lisboa está de volta à capital nos dias 23, 24, 29 e 30 de junho, oferecendo aos seus visitantes uma nova Cidade do Rock que promete transformar a Bela Vista num gigante parque temático da música, com inúmeras experiências e uma programação surpreendente, combinando o melhor do entretenimento. Para esta edição, a organização já confirmou Muse (23 de junho), Bruno Mars, Demi Lovato, Anitta e Agir (24 de junho) e The Killers (29 de junho). Os bilhetes estão disponíveis nos locais habituais.
Publicado em Rock in Rio
A edição deste ano do Rock in Rio Lisboa, que terminou no passado fim-de-semana, foi, mais uma vez, um verdadeiro sucesso. Nos vários palcos espalhados pela Cidade do Rock, muitos foram os artistas de música eletrónica que atuaram para milhares de pessoas durante a sexta-feira e sábado. 
 
 
MERGULHAR AO SOM DA MELHOR MÚSICA ELETRÓNICA
 
 
As Somersby Pool Parties vieram para ficar. Durante os dois últimos dias de Rock in Rio Lisboa, vários nomes como DJ Big, Van Breda, Isabel Figueira e o residente Francisco Praia deram música à piscina da Cidade do Rock. No último dia, houve ainda tempo para recriar o famoso programa “Ai os Homens”, apresentado por José Figueiras. Esta ação teve assinatura da organização das festas “Revenge Of The 90s”.
 
 
A RESIDÊNCIA CONTINUOU
 
 
Ficou sempre a cargo de inaugurar as Somersby Pool Parties. Francisco Praia, DJ residente daquele palco, apresentou mais uma vez vários sets dos mais diversos estilos musicais, que proporcionaram momentos únicos ao som de ritmos dançantes até sensivelmente ao pôr-do-sol.
 
 
NOVENTEIROS QUE SABEM FAZER A FESTA
 
 
Se és fã das eternas músicas dos anos 90 então não podes perder a próxima festa “Revenge Of The 90s”. Van Breda, Galão com Coca e André Henriques foram os DJs encarregues de recordar todos os festivaleiros que nos anos 90 também se fazia boa música. Ao longo da noite, com o tema “Welcome to the Jungle”, muitos foram os momentos em que se recordou a música, a televisão e figuras marcantes da época, com direito a convidados especiais como os Ena Pá 2000, ou os Haddaway. 
 
 
OS IRMÃOS DA ELETRÓNICA
 
 
The Chemical Brothers dispensam qualquer tipo apresentações. Deram um espetáculo único, ao som dos seus mais famosos êxitos, os irmãos apresentaram um show repleto de efeitos especiais no Palco Mundo que deliciou todos os festivaleiros amantes de música eletrónica.
 
 
O HIP HOP PELAS MÃOS DE DJ BIG
 
 
Uma das sunset parties da piscina da Somersby ficou a cargo de DJ Big. O artista português ofereceu um set recheado de sonoridades hip hop e todas as suas vertentes, fazendo dançar todos os presentes.
 
 
ISABEL FIGUEIRA: DA TELEVISÃO PARA OS PRATOS
 
 
Para quem pensa que a Isabel Figueira é apenas uma figura da televisão, engane-se. A artista portuguesa tem investido também na arte do djing e animou a piscina da Cidade do Rock, com um DJ set bastante versátil, para todos os gostos e idades.
 
 
DIEGO MIRANDA, A DOBRAR
 
 
Após o cancelamento de última hora dos Karetus, que não aceitaram as mudanças de horários devido à transmissão do jogo da Seleção Portuguesa de Futebol, Diego Miranda teve direito a um set alargado. Mais uma vez, o DJ e produtor português que se prepara para aterrar no Tomorrowland, pôs todos os seus fãs a dançar e a saltar.
 
 
PRODÍGIO BRASILEIRO
 
 
Vintage Culture foi o responsável de encerrar a edição deste ano do Rock in Rio Lisboa, no palco Music Valley. Sempre acompanhado de vários efeitos especiais, fogo e CO2, o artista brasileiro apresentou um set que recebeu nota positiva na pista de dança do festival.
 
 
Até 2020, Rock in Rio Lisboa!
 
 
Publicado em Reportagens
A R Power Energy , é a nova "bomba" no mercado das bebidas. É uma bebida energética que pode ser consumida em quase todas as ocasiões. Tais como, em actividade desportiva, no trabalho, em períodos de condução ou actividades de lazer.
Tem disponivel uma grande variedade de sabores: classic, guaraná, frutos silvestres, cola, laranja e ainda limão.
 
É classificada como uma bebida de grande qualidade que agora chega a Portugal e será a bebida energética oficial do Rock In Rio Lisboa 2012 com stand próprio.

A ativação da marca no evento será da responsabilidade da empresa MayaEventos.
 
Publicado em Rock in Rio
É um dos nomes da dance scene nacional que todos devem ouvir, ver e lembrar. Com uma carreira além fronteiras, Moullinex pisou o palco Music Valley na edição deste ano do Rock in Rio Lisboa numa atuação energética que pôs todos os presentes a dançar. O Portal 100% DJ esteve à conversa com o artista português nos bastidores do  evento e além da sua carreira, falou-nos sobre as suas parcerias e ainda do seu novo tema editado pela famosa Majestic Casual.
 
Como surgiu a oportunidade de criares remixes para os Two Door Cinema Club ou Cut Copy?
Comecei por fazer remixes não oficiais. Colocava-os online e comecei a ter alguma atenção em blogs, com pedidos para remixes oficiais. O primeiro grande remix foi o dos Cut Copy e mudou muita coisa, começaram a chamar-me aqui e ali para tocar e fazer remisturas. Com os Two Door Cinema Club surgiu nesse mesmo contexto, foi a editora deles que fez o convite. De facto, fiquei muito contente com esse início, foi uma grande ajuda para tudo o que faço agora.
 
Juntamente com Xinobi, és proprietário da editora Discotexas e já trabalharam muitas vezes juntos. O que vos ligou?
Desde o início do projeto Moullinex que eu trabalho com o Bruno (Xinobi), em “modo ping-pong”. Na altura em que eu lhe comecei a falar foi quando ele estava numa banda de rock português, a Vicious Five, que eu gostava muito e quis fazer uma remistura deles. Quem me respondeu ao pedido foi o Xinobi, que era o guitarrista. A partir daí começámos o nosso processo de “ping-pong” que nos motivou muito e então fazia todo o sentido criar a editora. Nós somos praticamente irmãos e vejo-o como um irmão mais velho e o projeto da editora acabou por fazer todo o sentido, para podermos editar a nossa própria música com aquela excitação da ingenuidade, de achar que era tudo muito fácil. É claro que nem sempre é. Fazemos edições digitais e físicas, em vinil e CD, mas editar música digitalmente hoje é muito fácil. Temos a sorte de ter muita gente por todo o mundo que nos apoia.
 
 
Como é aceitar um convite de pisar palcos de grandes festivais como o NOS Primavera Sound ou o Rock in Rio?
É com muito empenho, sobretudo numa altura em que me colocam a tocar em horários nobres e então é um privilégio muito grande. Normalmente respondo a estes desafios com muito trabalho e quero sempre dar o melhor de mim e o melhor espetáculo possível.
 
E o público adere, certamente...
Sim. Tem sido assim e é muito bom sentir esse carinho.
 
Fala-nos do teu tema mais recente, “Dream On”, editado pela Majestic Casual.
Essa editora começou como um canal de Youtube, normalmente com uma fotografia nos vídeos de uma menina bonita ou de um pôr-do-sol, mas depois ficou associada a um certo estilo de música mais chill e alguma eletrónica mais etérea. Na altura, eu tinha esse tema terminado e queria editá-lo o mais rápido possível. A editora mostrou interesse imediato, uma vez que já tinham publicado alguns temas meus e decidimos experimentar. Não queria ter a pressão de associar a música a um álbum ou numa edição mais longa. Tem corrido muito bem. Estou contente.
 
 
O que podes desvendar acerca da tua carreira a curto prazo?
Ainda estou a tocar muito este álbum que saiu em outubro. Acho que funciona muito bem em espetáculo ao vivo com banda e o Ghettoven a interpretar as diferentes personagens que são os cantores convidados. Estou a trabalhar em faixas novas, apesar de ainda não saber se serão apenas singles ou se irei incluir num novo álbum. Tenho uma linha de montagem quase alinhada de coisas para sair e não quero estar à espera de ter 20 músicas prontas para editar um álbum. Vou lançando músicas à medida que elas estiverem prontas e se for caso disso, editá-las. Se depois fizer sentido, ou não, incluí-las num álbum logo decido. Mas, por causa de vir também do mundo da pista, gosto muito de álbuns porque cresci a ouvir artistas de álbuns mas, também venho do mundo das 12 polegadas e faz sentido que as coisas saiam depressa. É uma tirania ter uma música pronta e ter de esperar 5 ou 6 meses para que elas saiam e então gosto de subverter esse processo. Como somos donos da nossa própria editora e donos do nosso destino, temos recursos para o fazer. É um privilegio, claro.
 
Que mensagem gostarias de deixar aos leitores e seguidores do Portal 100% DJ?
Continuem a apoiar a música de dança feita em Portugal. Acho que estamos num momento muito saudável da música de dança portuguesa e é bom sentir isso tanto a falar com público mais jovem como os da velha guarda. Apesar de já não me sentir desta geração, admiro os dois lados e sinto-me um bocado no meio disto tudo. É bom sentir que estamos a viver um momento muito saudável e os artistas estão muito bem representados nos festivais nacionais e internacionais. Para mim, é um privilégio que haja também pessoas interessadas em cobrirem o que está a acontecer, como vocês, e desejo o meu maior apoio para o vosso trabalho.
 

Publicado em Entrevistas
sábado, 02 junho 2012 19:04

Eletrónica Heineken 02.06.2012

ELETRÓNICA HEINEKEN 02.06.2012
 
Masters at Work (EUA)
Esta será a segunda vez que os Masters at Work vão atuar em Portugal. Após cerca de dez anos sem atuar, a dupla norte-americana aceitou o convite da organização do Rock in Rio 2011 para atuar no Rio de Janeiro e depois do espetáculo que proporcionaram ao público brasileiro, a organização decidiu convidá-los para atuarem em Portugal. Um grande momento a não perder. Ao longo da sua carreira os norte-americanos já remisturaram músicas de artistas como Michael Jackson, Madonna, Donna Summer, Janet Jackson, Jamiroquai, entre muitos outros.

The Martinez Brothers (EUA)
The Martinez Brothers são um caso de sucesso nos Estados Unidos da América. Têm atuado um pouco por todo o país levando a música house à sua legião de fãs. Atualmente são a cara da Blackberry no seu país de origem, sucedendo aos míticos U2. Apesar de bastante jovens, os norte-americanos já atuaram nas melhores festas de Los Angeles, Londres, Paris e Singapura, e vão atuar brevemente em Miami, São Paulo, Rio de Janeiro, Milão, Berlim, Tóquio, Amesterdão e claro, Lisboa. A dupla composta por Steve e Chris, com 21 e 18 anos respetivamente, são os mais recentes residentes do clube DC10, em Ibiza.

JohnWaynes (PT)
A dupla Johnwaynes iniciou o seu percurso em 2005 após um convite da banda Loto para trabalharem no tema “Celebrate”. Com atuações frequentes em toda a Europa, o estilo da sua música vai do acid-house ao house, passando pelo disco, o funk e o boogie. Quando atuam, mostram ao público tudo o que lhes vai na alma e os seus sets “não têm limites”.

Miguel Rendeiro (PT)
Mentor e criador de uma das maioesr beach parties da Europa, a Energie Azurara, o produtor/dj é um dos fundadores da Connect Music Agency e parceiro do inovador Anti-Pop Music Festival, agora consagrado como Neo Pop. O seu gosto eclético aliado à destreza técnica e uma inteligência sagaz já o recompensou com prémios, galardões e muitos convites para os melhores e maiores eventos nacionais e internacionais.

DJ Poppy (PT)
DJ Poppy é neste momento uma das mais carismáticas DJs nacionais, fazendo surgir nos outros uma súbita vontade em descobrir quem é afinal a DJ por detrás do projeto Poppy, ou quem é a Iolanda que é DJ e para quem tudo começou no Alcântara Mar. Em 2006 foi galardoada pela Dance Club e pela Maxmen, sendo posteriormente capa desta publicação. Já em 2004 tinha recebido dos Portugal Night Awards o galardão para DJ Revelação.
 
Publicado em Rock in Rio
Para os Smashing Pumpkins, que estiveram em Portugal no final do ano  passado, esta será a primeira vez no Parque da Bela Vista, novamente o cenário  do festival de música, onde deverão apresentar "Oceania", o novo disco, que sairá em junho.

Já para os norte-americanos Linkin Park será uma repetição neste festival, depois de terem protagonizado uma noite esgotada no ano 2008. Desta vez darão a ouvir aos portugueses as novas canções do álbum, "Living Things", previsto para 26 de junho.

Hoje o dia incluirá ainda no palco Mundo The Offspring e Limp Bizkit, enquanto no palco Sunset acontecerá um novo encontro entre os portugueses Xutos & Pontapés e os brasileiros Titãs, "irmãos do rock", depois de terem atuado no ano passado no Rock in Rio na sua cidade berço - Rio de Janeiro.

Destaque ainda para as parcerias, no Palco Sunset, entre Rita Redshoes e Moreno Veloso, filho de Caetano Veloso, e entre Mafalda Veiga e o brasileiro Marcelo Jeneci.  

A quinta edição do Rock in Rio Lisboa começou ontem com os Metallica como cabeças-de-cartaz e prossegue entre os dias 01 e 03 de junho com nomes como Stevie Wonder, Bruce Springsteen, Bryan Adams, Lenny Kravitz, Maroon 5 e Ivete Sangalo.

Prevendo a afluência de 90 mil pessoas a organização aconselha o uso de transportes públicos porque muitas das avenidas circundantes ao recinto estarão com trânsito condicionado ou cortado.

O Instituto de Meteorologia prevê para hoje céu limpo ou pouco nublado e temperaturas a variarem entre os 14 e os 21 graus.
 
Publicado em Rock in Rio
Prepara a toalha. Com o Rock in Rio Lisboa a decorrer entre nos dias 23, 24, 29 e 30 de junho, no Parque da Bela Vista, os festivaleiros podem ter a oportunidade de assistir à atuação de vários DJs durante as famosas Somersby Pool Parties.
 
Francisco Praia é o DJ residente deste palco secundário do Rock in Rio Lisboa, que fica junto ao Music Valley. No cartaz constam ainda nomes como Van Breda, Rizzo, DJ Big, DJ Isabel Figueira e DJ Dadda.
 
 
No dia 29 de junho, inserido no espetáculo Revenge The 90s, vai decorrer uma recriação do programa televisivo “Ai os Homens”, com a presença de José Figueira e Dress Her DJ. Vão ser selecionados oito concorrentes através de uma inscrição online para realizarem várias provas. Quem superar todas as provas e não for atirado à piscina, ganha automaticamente dois bilhetes para a edição brasileira do Rock in Rio, que vai decorrer no próximo ano.
 
As Somersby Pool Parties começam às 12 horas, com quatro momentos de animação ao longo dos dias. Confere abaixo o horário de todas as atuações:
 
Publicado em Rock in Rio
sexta, 26 março 2010 17:14

Rock In Rio Lisboa fecha cartaz

A organização do Rock In Rio, acaba de confirmar a presença dos últimos nomes para o Palco Mundo – Amy Macdonald actua a 29 de Maio e os Soulfly no dia 30 de Maio.

Com estas confirmações fica fechado o line-up do Palco Mundo da quarta edição do Rock in Rio-Lisboa. À semelhança das outras edições, a organização preparou dias temáticos para agradar a diferentes gostos musicais. O dia 21 de Maio será dedicado aos fãs da música pop; a 22 de Maio irá celebrar-se o 25º aniversário que o Rock in Rio comemora este ano, com música que tem marcado várias gerações; o dia 27 de Maio é dedicado aos fãs do rock, o dia 29 destina-se à família e o dia 30 está reservado para os fãs de rock mais pesado.

Para Roberta Medina, Vice-Presidente do Rock in Rio “Estamos muito felizes por termos, mais uma vez, conseguido um cartaz bastante eclético que irá agradar a um grande número de pessoas e com vários artistas que vão actuar em Portugal pela primeira vez. O Rock in Rio é um evento para todas as idades e gostos por isso tentamos sempre fazer um cartaz variado, que agrade a todos.”

Amy Macdonald vem a Portugal apresentar “A Curious Thing”, o novo disco lançado este mês e recordar o seu primeiro trabalho que foi um grande sucesso de vendas. Com o lançamento do novo disco previsto para Maio, também os Soulfly trazem novidades para apresentar aos fãs.
Publicado em Rock in Rio
Realizou-se ontem, sábado 12 de maio, a formação geral e específica dos 400 voluntários que vão integrar a equipa do Rock in Rio-Lisboa 2012. Cláudia Vieira, Embaixadora do Projeto de Voluntariado desta edição, deu as boas-vindas aos voluntários selecionados de entre 8.695 inscritos e apresentou-lhes a Cidade do Rock.

Após a ação de formação, os voluntários juntaram-se à equipa do Rock in Rio e a todos os fãs do evento que se inscreveram no site oficial (www.rockinriolisboa.sapo.pt) para compor um logotipo humano de 35 metros com cerca de 650 pessoas que formaram as palavras “EU VOU”.

Os 400 voluntários vão dividir-se por seções chave e dar um contributo indispensável à equipa durante a antecipação e concretização do evento, colaborando nas áreas de Gestão de Público, Assessoria de Imprensa, Área VIP e Áreas de Entretenimento da Cidade do Rock: Palco Mundo, Palco Sunset, Eletrónica Heineken, Rock Street e Street Dance.
 
Publicado em Rock in Rio
Pág. 1 de 7
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.

Este site utiliza cookies. Ao navegares neste site estás a consentir a sua utilização. Para mais informações consulta a nossa Política de Privacidade.