23-01-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

quarta, 26 agosto 2015 16:10

E os DJs mais bem pagos do mundo são...

Pelo segundo ano consecutivo, Calvin Harris lidera a tabela da revista Forbes, dos DJs mais bem pagos em todo o mundo deste último ano, com uma fortuna de 66 milhões de dólares. “Tudo aconteceu no sítio certo e no momento certo”, confessou o DJ e produtor de “Summer” à Forbes.
 
Nomes habituais como David Guetta, Skrillex, Tiesto e Steve Aoki fazem parte da lista, onde se nota a falta de artistas como Hardwell e Armin van Buuren, que têm sucesso internacional semelhante a todos os outros.
 
Desta tabela, Calvin Harris, Steve Aoki e David Guetta estiveram no nosso país este ano, no MEO Sudoeste e no Estádio Municipal de Vilamoura/Quarteira, respetivamente.
 
Confere abaixo a lista completa:
 
  • 1 – Calvin Harris – 66 milhões de dólares
  • 2 – David Guetta – 37 milhões de dólares
  • 3 – Tiesto – 36 milhões de dólares
  • 4 – Skrillex – 24 milhões de dólares
  • 4 – Steve Aoki – 24 milhões de dólares
  • 5 – Avicii – 19 milhões de dólares
  • 6 – Kaskade – 18 milhões de dólares
  • 7 – Martin Garrix – 17 milhões de dólares
  • 7 – Zedd – 17 milhões de dólares
  • 8 – Afrojack – 16 milhões de dólares
  • 9 – deadmau5 – 15 milhões de dólares
  • 9 – Diplo – 15 milhões de dólares
 
{youtube}uqnSQWeNiDo{/youtube}
Publicado em Mix
terça, 29 novembro 2016 19:25

Lisboa: a cidade mais divertida da europa

A marca internacional Time Out divulgou um top das “most fun cities”. Para se chegar às cidades mais divertidas do mundo, foram inquiridas 20 mil pessoas que analisaram seis parâmetros: Dinamismo, inspiração, comida e bebida, comunidade, sociabilidade e acessibilidade em termos monetários.
 
Lisboa alcançou 55,6 pontos tornando-se a cidade com melhor pontuação a nível europeu enquanto que a nível mundial o primeiro lugar é ocupado por Chicago, logo seguida por Melbourne. Depois de Lisboa, está Nova Iorque, Madrid, Cidade do México, São Paulo, Los Angeles, Barcelona e Londres.
 
“Os lisboetas não avaliaram com altas pontuações a cidade apenas pela capacidade de fazer amigos e encontrar o amor, eles são os habitantes com mais probabilidade de conhecer os vizinhos e encontrar amigos por coincidência, transformando-os naqueles com menos probabilidade de descrever a cidade como ‘solitária’ ou ‘esmagador’”, refere a Time Out London no seu site.
 
 
Publicado em Mix
segunda, 15 outubro 2012 22:28

Top 100 DJ Mag: DJ Vibe ocupa número 150

A mais famosa votação a nível mundial de DJs acaba de divulgar a posição número 150, que corresponde exatamente ao Português DJ Vibe.
 
Até sexta-feira, dia em que será conhecido o TOP 100, a Revista DJ Mag irá divulgar em género de countdown, os artistas que ocupam as posições compreendidas entre os números 100 e 150.

Recorde-se que em 2011, Vibe ocupava a posição número 84 e em 2010 a posição número 100.

Prevê-se portanto que este, seja um ano de grandes oscilações no TOP 100 da Revista DJ Mag.
Que chegue sexta-feira!
 
 
O TOP em 2011 era neste figurino:
 
1. David Guetta
2. Armin Van Buuren
3. Tiesto
4. DeadMau5
5. Above & Beyond
6. Avicii
7. Afrojack
8. Dash Berlin
9. Markus Schulz
10. Swedish House Mafia
Publicado em Mix
O Festival belga Tomorrowland foi o evento mais votado pelos leitores da revista britânica DJ Mag, líder nas sondagens da área nightlife, fundada em janeiro de 1991.
 
O formulário da votação pública que decorreu nos primeiros meses do ano para definir os 100 melhores Clubs do Mundo - onde também figura a discoteca Lux -, incluía uma nova opção que permitia aos votantes escolher também o festival “número 1” do mundo.
 
Sem margem para dúvidas, o festival Tomorrowland foi o mais escolhido, elevando desta forma o estatuto de evento mais desejado pelo público e que este ano se realiza nos dias 24, 25 e 26 de julho em Boom, na Bélgica. Os bilhetes para esta edição já se encontram esgotados.
 
Avicii, Armin Van Buuren, Hardwell, Sven Vath, Solomun, Alesso e a Orquestra Nacional da Bélgica são alguns dos artistas que irão pisar os diferentes palcos espalhados pelo gigantesco jardim eletrónico. Este ano, uma das grandes novidades é um novo palco destinado a atuações com vinil, apresentado pela Cocoon Recordings e comandado por Sven Vath. 
 
Recorde-se que o aftermovie do festival belga de 2012 é um dos vídeos que os portugueses mais assistem no Youtube.
Publicado em Tomorrowland
sexta, 11 setembro 2015 20:45

Steve Aoki é o melhor DJ americano de 2015

A revista DJ Times, em colaboração com a Pioneer DJ, lançou uma votação para eleger o melhor DJ americano de 2015 com votos do público. Os resultados foram agora revelados, dando vitória a Steve Aoki.
 
“Estou incrivelmente honrado por ter sido escolhido como vencedor este ano. Primeiro que tudo, eu quero agradecer a todos os meus fãs pelo apoio durante estes anos. Estou muito agradecido por continuar a ter os melhores fãs do mundo. Quero também agradecer à DJ Times e à Pioneer pelos anos de apoio, incluindo também os fantásticos promotores que marcam os meus shows nos melhores clubs e festivais na América do Norte. Não tenho palavras para expressar o quanto eu aprecio este prémio e vou continuar a minha paixão por djing nas próximas décadas”, referiu Steve Aoki.
 
O grande vencedor vai receber o galardão personalizado, um Pioneer DJM-900nexus mixer dourado, no próximo dia 11 de outubro, na cerimónia dos America’s Best DJ Awards no Omnia Nightclub em San Diego.
 
Confere abaixo o Top 10 dos melhores DJs americanos:
 
  • 1 – Steve Aoki
  • 2 – Kaskade
  • 3 – Diplo
  • 4 – Skrillex
  • 5 – Claude von Stroke
  • 6 – Dillon Francis
  • 7 – Bassnectar
  • 8 – Flosstradamus
  • 9 – A-Trak
  • 10 - Audien
 
{youtube}GUFvedRFijY{/youtube}
Publicado em Artistas
O Portal 100% DJ tem a honra de anunciar os dois novos parceiros da iniciativa “Os 20 Mais de 2015”, única em Portugal, cujas votações começaram na passada sexta-feira e prologam-se até ao dia 30 de novembro. Mais uma vez serão distinguidos os DJs e produtores portugueses que mais se destacaram este ano.
 
Esta ação irá contar com o apoio da Rádio Nova Era, líder das audiências no norte do país, que irá divulgar os “20 Mais de 2015” de forma a aumentar o público-alvo dos dois projetos, que têm uma paixão em comum: a música eletrónica.
 
Também outra importante parceria foi fechada com a Artipel Cork, empresa sediada em Terrugem (Elvas), especialista na conceção de vários produtos de moda e uso pessoal, aliando a naturalidade da cortiça ao design, modernidade e elegância. 
 
Pelo quarto ano consecutivo, o Portal 100% DJ, em conjunto com os seus leitores, vai eleger os 20 artistas de música eletrónica nacionais que mais destaque obtiveram ao longo do ano. Em analise estará o esforço, dedicação, atuações em Portugal e no estrangeiro e outros  detalhes como prémios recebidos ou lançamentos de álbuns e faixas.
 
Os resultados vão ser divulgados no próximo dia 8 de dezembro, data do oitavo aniversário do Portal 100% DJ, que assume a responsabilidade de ser a única plataforma em Portugal “365 dias ao Ritmo da Noite”.
 
Publicado em 100% DJ
Ibiza, a conhecida ilha espanhola, é um dos lugares de culto para os amantes de música eletrónica, devido à grande oferta de festas dos mais variados estilos. O verão é a época alta, onde os maiores DJs do mundo sobem às cabines dos melhores clubs de Ibiza, incluindo as suas residências, com convidados especiais.
 
O Shazam, a aplicação que permite descobrir o nome e autor da música que está a ser reproduzida, divulgou os dez temas mais procurados em Ibiza, entre agosto e setembro.
 
Confere abaixo o Top 10:
 
1 - Gregory Porter - Liquid Spirit (Claptone Remix)
 
 
2 - Frankey & Sandrino - Acamar
3 - Format:B - Chuncky
4 - Elderbrook - How Many Times (Andhim Remix)
5 - Kollektiv Turmstrasse - Sorry I'm Late
 
 
 
6 - Tom Odell - Another Love (Zwette Edit)
7 - Ninetoes - Finder
8 - Volkoder - Sensation
9 - Junge Junge feat. Kyle Pearce - Beautiful Girl
10 - Matt Simons - Catch & Release (Depend Remix)
 
 
Publicado em Mix
Faltam poucos dias para terminar a única votação em Portugal que vai eleger o TOP 30 de DJs e produtores nacionais, numa ação levada a cabo pelo Portal 100% DJ. Os votos continuam a subir, ultrapassando recordes de dia para dia e os teus artistas favoritos contam com o teu voto para fazerem parte desta listagem. Em baixo apresentamos-te 10 factos que neste momento tens de saber sobre esta iniciativa:
 
  1. 1. A votação está disponível até às 00 horas de 8 de dezembro (inclusive) em www.deejay.pt/top30.
  2.  
  3. 2. O TOP 30 será anunciado de forma gradual a partir das 18 horas do dia 15 de dezembro no Instagram 100% DJ.
  4.  
  5. 3. Esta é uma ação única em Portugal onde o principal objetivo é distinguir o trabalho e talento dos DJs e Produtores nacionais.
  6.  
  7. 4. É o sexto ano consecutivo em que o Portal 100% DJ distingue artistas portugueses.
  8.  
  9. 5. Do Techno ao Trance, do Deep ao Electro. Qualquer género de música eletrónica é aceite nesta votação. 
  10.  
  11. 6. A exemplo do ano passado, os 30 artistas distinguidos receberão um troféu comemorativo.
  12.  
  13. 7. O voto do público é decisivo. Através da soma dos votos, os artistas ficarão dispostos da 1.ª à 30.ª posição.
  14.  
  15. 8. Todos os artistas com nacionalidade portuguesa podem apelar ao voto/criar campanhas. Caso necessitem, existe um kit com material gráfico disponível para download gratuito e devidamente estruturado.
  16.  
  17. 9. Esta votação é monitorizada e os votos devem contemplar apenas e exclusivamente o nome correto de 4 DJs/produtores portugueses. Tudo o que seja diferente dessa regra, será classificado como inválido/voto nulo e não fará parte das contagens.
  18.  
  19. 10. Pelo segundo ano consecutivo a Rádio Nova Era, líder nas audiências a norte do país, é a Rádio Oficial desta ação.
Publicado em 100% DJ
quinta, 07 janeiro 2016 19:30

As 10 músicas de Hardwell com mais sucesso

Robbert Van de Corput, mais conhecido por Hardwell, comemora hoje 28 anos de idade. É um dos artistas de música eletrónica preferidos dos portugueses, tendo passado já pelo nosso país várias vezes. Depois de ser eleito como o DJ e produtor número 1 pela revista DJ Mag durante dois anos consecutivos, o Portal 100% DJ apresenta a lista das 10 músicas com mais sucesso de Hardwell, segundo a sua página oficial de Youtube.
 
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
Publicado em Música
Foi com agrado que recebi o convite da 100% DJ para efectuar uma antevisão do TOP 100 da DJ MAG. 
Se em anos anteriores foi relativamente "fácil" acertar nas posições cimeiras desta tabela (um lugar acima ou abaixo), este ano não tenho tantas certezas. 
Muitos de vocês poderão estar neste momento a pensar que é óbvio que este será o ano do Martin Garrix, outros que o Hardwell ou o Armin Van Buuren regressam ao primeiro lugar e ainda outros que os vencedores do ano passado (Dimitri Vegas e Like Mike) permanecem no topo da tabela, no entanto, nenhum de nós pode afirmar com toda a certeza que o seu palpite será o correcto. 
 
2016 foi ano de Campeonato Europeu de Futebol e tivemos o David Guetta com uma exposição planetária com o seu tema oficial, temos sempre um Tiësto na "corrida" e não nos podemos esquecer do "adeus" do Avicii, do "Sr. dos bolos" Steve Aoki, do Calvin (Harris) e do ano em grande do Oliver Heldens, sem esquecer o DJ Snake, KSHMR e o Kygo (qualquer um destes últimos três nomes devem subir lugares na tabela). 
 
A "luta" pelo Top 20 vai ser mais renhida que nunca e não arrisco dar a minha previsão para posições certas. Estou a esquecer-me de muitos nomes que poderão entrar nos 20 primeiros? 
Certamente que sim (Skrillex, Alesso, W&W, Afrojack, DVBBS, Axwell e Ingrosso, Nicky Romero e até os JackU ou o próprio Diplo). 
 
Por esta altura, já estarás tão baralhado e sem certezas tal como eu estou e nem sequer mencionei os Yellow Claw, Eric Prydz, Major Lazer, Carnage, Kaskade, Don Diablo ou o Steve Angello. Percebes agora as minhas dúvidas para a tabela deste ano? 
 
Falta-me falar dos "nossos" portugueses. Parece-me óbvio que o Kura e o Diego vão fazer parte do Top 100 mas também não consigo prever se irão subir ou descer na classificação. O importante para mim e para os portugueses é que ambos se mantenham nesta tabela sendo a sua classificação irrelevante. Teria certamente um relevo maior se estivessem a competir ou com probabilidades de entrar num Top 10 ou 20 mas não é o caso e assim sendo a classificação que tiverem, para nós portugueses, já é motivo de orgulho (seja ela qual for). 
 

O importante para mim e para os portugueses é que ambos se mantenham nesta tabela sendo a sua classificação irrelevante.

 
Gostava de deixar uma última nota. 
Muitos de vocês ainda se lembram dos nomes que compunham esta tabela à meia dúzia de anos atrás. Certamente 70% ou 80% desses nomes não entram neste Top. Podíamos divagar e voltar a abrir a discussão dos motivos e/ou da forma como estas votações são efectuadas e seria algo que não nos levaria a lado nenhum. Todos temos de compreender que a indústria da música electrónica mudou. É uma indústria que envolve milhões (dinheiro e pessoas) e devido a isso teve de ser adaptada. Hoje em dia "não se vende música" (formato físico ou até digital) como se vendia antigamente, as fontes de rendimento são outras (actuações, streaming, youtube, etc.) e o marketing tem uma importância vital no sucesso dos DJs, mas, na minha opinião, o principal factor de mudança foi a própria musica. 
 
Se à 10 anos atrás me dissessem que o D&B ia mover multidões, que ia haver um estilo "esquisito" como o Dubstep que enchia pavilhões e arenas ou que o Electro ia ter este impacto, eu iria desatar a rir. Tudo acelerou e o que antigamente era "Underground" passou a ser "pop". O que era "moda" e todos ouviam (House, Techouse, etc.) passaria para segundo plano em termos de massas. Alguém conseguiria prever que haveria festivais só com DJs que levassem mais pessoas que os concertos de bandas Internacionais? 
 
Quero acreditar que a música era e vai continuar a ser o principal factor para todas as tabelas, rankings, escolhas do público e até investimento desta indústria. Quem decide é sempre quem consome a música que é produzida. A dimensão que um DJ ou produtor atinge, se é com investimento em marketing, se é produzida por terceiros, se são factores externos (sejam eles quais forem) é sempre algo secundário porque se o público não consumir a música desse artista, não há marketing que lhe valha ou investimento que dê retorno. A música é sempre o primeiro factor de diferenciação.
 
Ricardo Silva
 
Publicado em Mix
Pág. 1 de 5
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.