18-10-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

terça, 09 junho 2015 16:49

Apple Music: o contra-ataque ao Spotify

 

A moda dos streamings de música pegou a nível internacional, com o lançamento do Spotify, mas a Apple não quer ficar atrás e pretende sempre ser a pioneira nos seus serviços. Desta vez, anunciou uma nova plataforma que engloba um streaming, uma rádio e a habitual biblioteca do iTunes.
 
A novidade foi apresentada ontem no WWDC 2015 pelo CEO da Apple, Tim Cook e vai estar disponível a partir do dia 30 de junho, em 100 países. A aplicação vai também funcionar em Android e Windows.
 
Por 9,99 dólares por mês, os utilizadores podem ter acesso ao pacote completo. No entanto, vai existir também um pack familiar que dá a oportunidade a 6 utilizadores de usarem a Apple Music, a 14,99 dólares por mês.
 
Aderindo a um dos pacotes, é possível ter acesso a um total de 30 milhões de música disponíveis no iTunes, para ouvir em streaming, online ou offline, deixando de lado a opção de compra das faixas.
 
Tal como acontece no Spotify ou no TIDAL, a Apple Music contém várias playlists, mas também dá-te a oportunidade de criares a tua própria lista. Outra novidade desta app é a interação com a Siri. Os utilizadores podem pedir à Siri uma determinada playlist ou música, que será reproduzida automáticamente.
 
Além de ser uma aplicação musical, a Apple Music pode também ser uma rede social. A funcionalidade Connect oferece um feed de notícias semelhante ao do Facebook, onde qualquer pessoa pode observar as fotografias e vídeos partilhados pelos artistas que segue.
 
O iTunes Rádio terá um acesso gratuito mas, por enquanto, apenas existe a estação Beats1, com entrevistas, DJ set’s e notícias, com a ajuda de Drake, Pharrel Williams, Will.I.Am e Dr. Dre.
 
Publicado em Mix
A Google vai lançar um novo serviço de música de subscrição chamado YouTube Music Key, avança o Android Police.
 
O serviço permitirá a reprodução de música sem anúncios, terá a capacidade de gravar canções e vídeos para ouvir offline, disponibilizará uma interface específica para a reprodução de áudio quando o utilizador está ocupado com outras tarefas e custará 9,99 dólares por mês.
 
Ainda não foi revelada a data de lançamento deste serviço, mas tudo aponta para que o YouTube Music Key venha a englobar o atual serviço ‘Google Play All Access’ que a empresa já disponibiliza.
 
Fonte: Exame Informática.
 
Publicado em Mix
O jovem DJ e produtor Prilho lançou no passado dia 6 de março a sua mais recente produção musical, intitulada de “Gamer”, com o selo da editora Noise Control. Outra das novidades do português é a sua próxima digressão pelos Açores.
 
A faixa já se encontra disponível para compra no Beatport e promete fazer furor nas pistas de dança nacionais nos próximos meses, tendo já o apoio de nomes como Ummet Ozcan, Diego Miranda, DJ Bl3nd e Thomas Gold.
 
Na próxima semana Prilho parte em direção aos Açores com uma tour que irá passar pelo Marginal Club (Terceira), Xtra Primavera ’17 (Pico) e Entre Montes (Faial) nos dias 13, 14 e 15 de abril, respetivamente.
 
O videoclip oficial também já foi lançado e retrata o dia-a-dia do jovem artista de música eletrónica nas suas atuações e nos bastidores das mesmas, disponível para visualização na página oficial de Youtube de Prilho.
 
Recorde-se que Prilho lançou no ano passado uma colaboração com Diego Miranda com o nome de “Kami”.
 
{youtube}_9aNS4eFiOc{/youtube}
Publicado em Música
É de conhecimento geral que o acordar pode ser a tarefa mais difícil do dia para muitas pessoas. Um psicólogo da Universidade de Cambridge e o Spotify decidiram-se juntar para selecionar as 20 melhores músicas para acordar e ajudar quem tem dificuldades com esta tarefa diária.
 
Nesta playlist constam nomes como Avicii, Coldplay, Pentatonix, Demi Lovato e Sam Smith, cujas músicas representam os melhores alarmes a colocar nos telemóveis para despertar.
 
Segundo o psicólogo David Greenberg, uma música energética pode ser uma mais valia para acordar bem disposto e com energia, mas tem de ter uma letra positiva, arranjos crescentes e ritmos rápidos entre as 100 e as 130 batidas por minuto.
 
Confere abaixo o Top 20:
 
  • 1 – Coldplay – Viva La Vida
  • 2 – St. Lucia – Elevate
  • 3 – Macklemore & Ryan Lewis – Downtown
  • 4 – Bill Withers – Lovely Day
  • 5 – Avicii – Wake Up
  • 6 – Pentatonix – Can’t Sleep Love
  • 7 – Demi Lovato – Confident
  • 8 – Arcade Fire – Wake Up
  • 9 – Hailee Steinfeld – Love Myself
  • 10 – Sam Smith – Money On My Mind
  • 11 – Esperanza Spalding – I Can’t Help It
  • 12 – John Newman – Come And Get It
  • 13 – Felix Jaehn – Ain’t Nobody (Loves Me Better)
  • 14 – Mark Ronson – Feel Right
  • 15 – Clean Bandit – Rather Be
  • 16 – Katrina & The Waves – Walking On Sunshine
  • 17 – Imagine Dragons – On Top Of The World
  • 18 – MisterWives – Reflections
  • 19 – Carly Rae Jepsen – Warm Blood
  • 20 – IliveMemphis – Hit The Quan
 
{youtube}IcrbM1l_BoI{/youtube}
Publicado em Mix
O DJ e produtor Mauro Barros acaba de lançar o single “Set Me Free”, uma colaboração com a cantora Whitney Tai, através da MediaPlay.
 
A voz poderosa da norte-americana deu um novo toque à faixa do jovem produtor português, que será certamente um sucesso nas pistas de dança este verão.
 
Whitney Tai tem um currículo invejável e conta com vários lançamentos, como é o caso do seu mais recente EP intitulado de “Forever”. Já Mauro Barros partilhou a cabine de grandes palcos com nomes como Hardwell, Dimitri Vegas & Like Mike e Knife Party.
 
{youtube}t-WedLU0juo{/youtube}
Publicado em Música
O festival Creamfields, que decorreu nos dias 28, 29 e 30 de agosto, no Reino Unido, recebeu grandes nomes da música eletrónica como Dimitri Vegas & Like Mike, Oliver Heldens ou Steve Aoki. “Higher Place”, o mais recente single da dupla de irmãos belgas, em colaboração com Ne-Yo, foi a música mais procurada durante o fim de semana do festival inglês, na aplicação Shazam.
 
A faixa já soma mais de 3 milhões de reproduções no Spotify, 2 milhões de visualizações no Youtube e está há 6 semanas no primeiro lugar da tabela de singles da Bélgica. O remix de “Higher Place”, feito pela dupla Blasterjaxx, encontra-se em 7º lugar na mesma lista.
 
Dimitri Vegas & Like Mike estiveram recentemente em Portugal, pisando o palco do festival MEO Sudoeste e da primeira edição do Sound Beach, no Algarve.
 
Confere abaixo a lista completa das músicas mais procuradas através do Shazam, durante a última edição do Creamfields:
 
  • 1 – Dimitri Vegas & Like Mike feat. Ne-Yo – Higher Place
  • 2 – Format:B – Chunky
  • 3 – Martin Solveig & GTA – Intoxicated
  • 4 – Sigala – Easy Love
  • 5 – Valentino Khan – Deep Down Low
  • 6 – Dimitri Vegas & Like Mike feat. Ne-Yo – Higher Place (Blasterjaxx Remix)
  • 7 – Felix Jaehn – Ain’t Nobody (Loves Me Better)
  • 8 – Joe Stone feat. Montell Jordan – The Party (This Is How We Do It)
  • 9 – Philip George & Anton Powers – Alone No More
  • 10 – Calvin Harris & Disciples – How Deep Is Your Love
 
{youtube}JG94OgopDB0{/youtube}
Publicado em Mix
 
Quatro crianças de diferentes idades foram desafiadas a responder a um pequeno questionário sobre música eletrónica e a figura do DJ. Em cerca de três minutos, e de forma quase inocente, as respostas destas quatro crianças revelam o seu 'QI' de conhecimento sobre música eletrónica, deixando qualquer pessoa boquiaberta. 
 
O vídeo foi produzido para o Madrid Music Days, evento que vai realizar-se de 7 a 10 de maio em Madrid, onde se pretende estabelecer um ponto de encontro para os principais agentes da indústria musical eletrónica.
 
Confere em baixo o vídeo que tem tanto de divertido como real.
 
 
Publicado em Mix
A Administração Nacional de Direitos de Autor da China anunciou, na noite de quinta-feira, uma atualização à regulação sobre os serviços de música em streaming na Internet, que pretende acabar com a pirataria e proteger a propriedade intelectual. Para tal foi anunciado a proibição da oferta de música que não tenha os respetivos pagamentos de direitos de autor, existindo “graves castigos” caso as empresas não retirem os conteúdos até ao final do mês.
 
Esta nova regulação pode afetar plataformas como a Xiami Music, do gigante do comércio eletrónico Alibaba, a QQ Music, a maior empresa chinesa de serviços de Internet e telefones móveis, e a Tencent, que oferece música gratuitamente e goza de grande popularidade entre os chineses.
 
O regulador dos direitos de autor da China reconheceu que o sistema devia ser atualizado para proteger melhor os detentores desses direitos e restaurar a confiança no seu funcionamento.
 
Fonte: Económico.
 
Publicado em Mix
A compra e escuta de música estão mais baratas, por causa da Internet, mas têm um maior impacto no ambiente pelo consumo de energia poluente, releva um estudo divulgado hoje pela Universidade de Glasgow no Reino Unido.

"O custo da música", analisou a indústria discográfica e o consumo de música nos Estados Unidos, e concluiu que os consumidores gastam menos pela música que ouvem, em particular com o aumento dos serviços de streaming.

No entanto, a energia que é gasta para carregar a bateria de todos os dispositivos para a partilhar e ouvir, como telemóveis e computadores, representa um aumento das emissões de gases de efeito de estufa no ambiente.

No estudo são ainda avançados dados concretos sobre o panorama nos Estados Unidos: em 1977, no pico das vendas dos discos de vinil, o consumo de música gerou 140 milhões de quilos de dióxido de carbono, mas em 2016 o armazenamento, transmissão e escuta de música online levou à emissão de 200 milhões a 350 milhões de quilos de CO2.

Do ponto de vista do impacto ambiental, os investigadores apresentam um dado positivo sobre a desmaterialização do consumo de música que consta que em 2016 o uso de plástico na indústria discográfica desceu drasticamente para oito milhões de quilos.

O estudo não pretende dissuadir as pessoas de ouvirem música, mas espera que "ganhem consciência da alteração de custos envolvidos no consumo", afirmou o investigador Matt Brennan, citado pela Universidade de Glasgow.
Publicado em Mix

 

TIDAL é  nome do novo serviço de streaming, lançado por Jay-Z, que promete fazer uma forte concorrência ao Spotify. Ontem decorreu a conferência de imprensa de apresentação do TIDAL, que teve a presença de deadmau5 e Daft Punk, juntamente com as suas famosas máscaras.
 
O serviço de streaming oferece música e vídeos em alta qualidade e tem o apoio de grandes nomes da música como Calvin Harris, Madonna, Kanye West, Beyoncé, Rihanna, Alicia Keys, Nicki Minaj e Usher. Os perfis de Facebook e Twitter dos artistas ficaram totalmente azuis (foto de perfil e de capa) durante o dia de ontem, para comemorar o lançamento do streaming.
 
A plataforma musical já existia desde o mês de outubro, mas foi comprada por Jay-Z em fevereiro, por 56 milhões de dólares.
 
O TIDAL oferece dois serviços mensais. O primeiro a um preço de 19,99 dólares (áudio de alta fidelidade) e segundo a 9.99 dólares (qualidade normal).
 
 
Publicado em Mix
Pág. 1 de 10
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.

Este site utiliza cookies. Ao navegares neste site estás a consentir a sua utilização. Para mais informações consulta a nossa Política de Privacidade.