02-07-2020
  Diretor Ivo Moreira  \  Periodicidade Diária
O festival norte-americano de hip-hop Rolling Loud, vai estrear-se na Europa este ano. Depois de várias edições de sucesso nos Estados Unidos da América e em Hong Kong, terá lugar este ano nos dias 8, 9 e 10 de julho, na Praia da Rocha, em Portimão. 

O festival que se realiza desde 2015 na Florida vai levar ao barlavento algarvio nomes como A$AP Rocky, Young Thug, Lil Uzi, Chief Keef, Gucci Mane, Lil Baby, Meek Mill e Pop Smoke, entre mais de meia centena de nomes. Na listagem dos artistas portugueses fazem parte Piruka, Lon3r Johny, Sippinpurpp, Yuzi e Minguito.

Os bilhetes estão a ser vendidos de forma faseada no site Festicket com preços que oscilam entre os 226,96 euros pelo bilhete regular e os 240,17 euros o passe geral. Os passes VIP mais económicos, onde se inclui entrada prioritária e bar privado custam 299 euros. A estes valores são acrescentados 27,24 euros de "taxa de reserva". Estão também disponíveis pacotes que incluem alojamento com opções que variam de 473 até 913 euros por pessoa. De salientar que a entrada é limitada a maiores de 18 anos.

Nos Estados Unidos, este evento tem sido produzido pela Live Nation. Em Portugal, terá assinatura da Event Horizon Entertainment, sediada no Reino Unido, auxiliada pela portuguesa MOT, responsável pelo RFM Somnii e também ligada ao Afro Nation, festival que teve a sua primeira edição em 2019 e que este ano decorre em Portimão uma semana depois.
Publicado em Festivais
Os promotores dos festivais Rolling Loud Portugal e Afro Nation efetuaram uma contribuição para auxiliar no financiamento de novas máquinas de ventilação e materiais de autoproteção para as equipas médicas dos hospitais algarvios, ajudando a população local a combater a atual crise do Coronavírus. Ambos os festivais irão decorrer em julho em Portimão.

A contribuição destes fundos será gerida pelo Centro Biomédico do Algarve (ABC), um consórcio entre a Universidade do Algarve e os hospitais públicos locais, com o objetivo de melhorar a segurança em toda a região. Os dispositivos médicos estarão disponíveis no Algarve, nos próximos dias.

"Embora a nossa indústria esteja a passar por momentos difíceis, é nossa obrigação social ajudar a região do Algarve e a sua população. Queremos continuar a promover os nossos eventos em Portimão, em julho. Se todos fizermos a nossa parte, seremos capazes de superar este momento difícil e de restaurar a confiança", explicou Obi Asika, diretor dos eventos.

Na esperança de que a situação atual venha a reverter na época de realização dos eventos, a Event Horizon continua a fazer planos para proporcionar uma experiência incrível e apoiar muitas pequenas empresas locais. 

Estimam-se que com a realização dos dois eventos sejam injetados na economia local mais de 50 milhões de euros.
 
Publicado em Festivais