22-01-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

De entre 27 a 29 de Maio, o Castelo de S. Jorge, em Lisboa, vai receber a 25ª edição do Mercado Mundo Mix (MMM) que decorrerá das 12h às 23h. O movimento de vanguarda com características alternativas ligadas à cultura urbana pretende apresentar novos talentos, ideias e tendências nas áreas das artes, música, moda e design.

Este ano, o MMM apresenta, entre outros artistas, Pedro Costa Pinto, cujos desenhos bem-humorados venceram o concurso “Procuram-se novos talentos”, assim como novas bandas e DJs que pisarão o Palco Mundo Mix Sound System, enquanto que no terraço do Espaço Museológico estará o Tagus Pop Lounge com uma programação própria.

Haverá também uma exposição de fotografias, artes plásticas e cerâmica no espaço criativo Art Mix, com a participação da TOSCA Lab, Alt Fabrik e L.A.C. – Laboratório de Actividades Criativas. O público poderá ainda realizar, gratuitamente, sessões de Yoga e meditação com taças tibetanas, pela mão da Brahmi Oriental Wellness, e participar no círculo dos tambores organizado por Winga Kan, na Zona Zen.

Como nos anos anteriores, o Mini Mix, desta vez no interior do Castelo, em parceria com a Oficina dos Sonhos, também marcará presença. Trata-se de um espaço onde os mais pequenos poderão aprender a criar os seus próprios brinquedos a partir da reciclagem de materiais reutilizáveis ou a fazer um mini-jardim de ervas aromáticas que poderão levar para casa.

Um dos grandes destaques será a apresentação da jovem estilista brasileira Silvia Ferraz, que com a sua colecção de roupa para criança venceu a 3ª edição do Ponto Zero - concurso que tem por objectivo a descoberta de novos estilistas empreendedores no Brasil– e que terá a companhia de alguns dos outros estilistas da Casa de Criadores, como Gabriela Sakate, Cynthia Hayashi e Karin Feller. As criações destas estilistas serão apresentadas num desfile de moda aberto ao público, que terá lugar no dia 27 de Maio, às 19h30, e estarão à venda na loja Ponto Zero durante os 3 dias do evento.

Este ano, destaca-se ainda a actuação da Nação Vira Lata, um projecto paralelo de Winga, e Blasted Mechanism, a quem se juntaram o Lascas, a Papaia, o Piteiras, o Bubua e o Shogun com o propósito de criar uma sonoridade nova de música de fusão.
Publicado em Eventos
O line-up do Palco Mundo para o primeiro dia do Rock in Rio-Lisboa 2018 (23 de junho) já está completo e conta com três grandes estreias. Aos já anunciados Muse juntam-se, agora, a banda britânica Bastille, as três irmãs americanas HAIM e o português Diogo Piçarra.
 
Num estilo indie rock e rock alternativo, Bastille trazem à Cidade do Rock o seu último álbum, Wild World, e vários hits que vão fazer o público vibrar, como “Flaws”, “Laura Palmer”, “Things We Lost In The Fire” e “Pompeii”, o single que invadiu as rádios nacionais e pôs os fãs a cantar em uníssono. Neste mesmo dia, as três irmãs americanas - Este Haim (baixo), Danielle Haim (guitarra e bateria) e Alana Haim (guitarra e teclado) marcam presença pela primeira vez no Rock in Rio-Lisboa.

Também Diogo Piçarra promete surpreender os fãs com os seus temas do seu mais recente álbum, do=s. Intérprete das suas próprias músicas, foi em 2017 que o artista deu os primeiros passos fora de Portugal, com concertos por todo o mundo. Diogo Piçarra é também um recordista de de visualizações no YouTube e recebeu também múltiplas nomeações e distinções.

Os bilhetes diários para o dia 23 de junho, primeiro dia de festival, estão à venda nas lojas FNAC e em bilheteira.fnac.pt, Blueticket.pt, Festicket e Ticketmaster. Na sua 8ª edição, o Rock in Rio-Lisboa vai receber os seus visitantes com inúmeras novidades entre as quais uma nova Cidade do Rock com novas áreas (como o Pop District ou Gormet Square), novos palcos (como o Digital Stage), e muitos artistas de sucesso, como Bruno Mars, Demi Lovato, Muse, The Killers e The Chemical Brothers.
 
Publicado em Rock in Rio
quinta, 23 outubro 2008 19:26

Show Me Loft começa amanhã

A discoteca The Loft Lisboa, recebe na próxima sexta-feira, noite de 24 de Outubro, o dj Pete The Zouk, numa produção conjunta da Lust Productions de Bruno Lorena com a Elite Night de Filipe Campina.

Depois da histeria por que se caracterizou a última passagem de Pete Tha Zouk pela The Loft, não irá espantar nada nem ninguém, que na próxima sexta-feira toda aquela zona apresente as ruas cheias com a casa já lotada.

Ir cedo, é a única garantia de entrar nesta festa pois as portas abrem às 23h30. Para sábado, noite de 25, Pedro Lorena e pedro Chuva prometem a apresentação das noites “Show me Loft”, com a apresentação da nova equipa de relações públicas.

Eis um fim-de-semana que não tem que enganar.
Publicado em Eventos
Um dos maiores festivais de música do Brasil e chega este ano a Portugal. O Villamix Festival é conhecido pela sua diversidade de música brasileira no cartaz e vai decorrer na Altice Arena, em Lisboa, no dia 6 de outubro.
 
As primeiras confirmações para a edição portuguesa são Alok, Jorge & Mateus, Wesley Safadão e MC Kevinho, num evento que tem a duração de 10 horas. 
 
O Villamix Festival conta já com 7 anos de sucessos, tendo uma média de 30 edições por ano em 24 cidades brasileiras diferentes. Ao todo, já recebeu mais de 2 milhões de pessoas e foi certificado no Guinness World Records por ter o maior palco do mundo.
 
Esta é a primeira internacionalização do festival e para Marcos Araújo, diretor do evento, “fazia todo o sentido ser o país irmão do Brasil a porta de entrada no Villamix Festival na Europa. Há uma proximidade de língua, culturas e Lisboa é hoje um dos mais reconhecidos destinos turísticos e residenciais não só para brasileiros como para muitos outros países”.
 
Os bilhetes vão estar disponíveis a partir do dia 1 de junho na Blueticket, entre os 35 e os 120 euros.
 
Publicado em Festivais
terça, 03 junho 2014 18:53

Intender o intendente

O projeto "Intendente" surge da vontade de envolver a comunidade do Largo do Intendente num outro evento que aí se realizará pelo segundo ano consecutivo na emblemática noite de Santo António - Red Bull O Santo Vertical.
 
Deste modo, e numa lógica de propagação no tempo e no espaço, "Intendente" irá inaugurar dia 5 de junho e estender-se-á por onze espaços das ruas do Bemformoso e dos Anjos, adjacentes ao Largo.
 
"Intendente" reúne um conjunto de artistas de diferentes áreas criativas, idades e percursos, para mostrar trabalhos em vídeo cujo imaginário de alguma forma se relacione com o contexto sócio-cultural da zona e com o próprio espaço de apresentação das obras, neste caso, um conjunto de bares onde as obras a expor serão mostradas em plasmas como habitualmente se encontra neste tipo de estabelecimento. Com a apropriação deste tipo de dispositivo, pretende-se que diferentes públicos percepcionem as obras de formas distintas, o público habitual e o público que aí se deslocará para o evento.
 
Com uma tradição de bairro problemático com um imaginário associado à droga, à imigração ilegal e à prostituição, apresenta-se agora com a fachada lavada e com novos spots para uma população mais cool, no entanto, a pobreza e a exclusão continuam a espreitar atrás da esquina.
 
Informações:
05 - 12 Junho 2014
horário: 15:00h - 00:00h (sextas e sábados 15:00 - 02:00) - este horário é genérico. A abertura varia consoante o bar.
Publicado em Eventos
Portugal recebe, pela primeira vez na história, o Festival Eurovisão em Lisboa, na Altice Arena, no próximo dia 12 de maio e vai contar com a boa música da dupla Beatbombers.
 
Depois da faixa “Verdes Anos” ter sido escolhida para um anúncio do Festival Eurovisão da Canção, a dupla composta por DJ Ride e Stereossauro vai subir ao palco lisboeta durante o tradicional desfile de bandeiras.
 
“O convite surgiu de forma natural, já que o tema ‘Verdes Anos’ foi a banda sonora do anúncio do Festival Eurovisão da Canção. É sempre bom ter este tipo de reconhecimento e vai ser provavelmente a nossa maior atuação: vão estar milhões de pessoas por todo o mundo a ver. Temos um medley preparado com material original nosso e alguns temas inéditos”, afirmaram os Beatbombers.
 
Este ano, Portugal vai ser representado por ‘O Jardim’, faixa interpretada por Cláudia Pascoal e composta por Isaura, depois de na edição de 2017 o nosso país ter sido o grande vencedor com a música “Amar Pelos Dois” de Salvador Sobral.
 
Publicado em Eventos
O conselho de ministros aprovou na passada quinta-feira, a venda do Pavilhão Atlântico ao consórcio de Luís Montez, a promotora Ritmos & Blues e a equipa de gestão da maior sala de espectáculos de Lisboa, uma proposta suportada pelo BESI.

Nuno Brancaamp, da empresa Ritmos & Blues, destacou à Lusa que "juntaram-se dois dos maiores promotores portugueses de espectáculos e ficam quatro pessoas-chave que já estavam na gestão do Pavilhão Atlântico. Sem falarmos em números, isso terá sido o mais aliciante [para o Governo]. É uma garantia de continuidade".
 
Segundo a Ministra da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território, Assunção Cristas, a proposta daquele consórcio ofereceu o melhor encaixe financeiro: 21,2 milhões de euros.  
Na corrida à compra do edifício estiveram também o consórcio composto pelo promotor de espetáculos Álvaro Covões, o empresário António Cunha Vaz e a Confederação da Indústria Portuguesa, que propunha 18,5 milhões de euros para a compra, e a empresa AEG, com 16,5 milhões de euros.
 
O Governo anunciou em março que pretendia vender o Pavilhão Atlântico e a empresa que detém a sua concessão, no âmbito da reestruturação do sector empresarial do Estado. Venda que abrange ainda a empresa de venda de bilhetes Blueticket, que é editada pela empresa Atlântico. 
 
O Pavilhão Atlântico e a empresa Atlântico - Pavilhão Multiusos SA são detidos pela Parque Expo'98, cujo capital é detido em 99,4% pelo Estado.
 
O Governo fez saber que queria ver acautelado o carácter cultural do espaço, com "uma programação atrativa, variada e culturalmente relevante" e que o Pavilhão Atlântico continue a ser um "polo dinamizador da economia local e nacional".
Publicado em Mix
As festas MellowCity regressam a Lisboa, ao Ko-Zee Club de Santos, e para Abril a noite de “quinta-feira santa”, dia 5, vai ser conduzida pela energia feminina, às mãos das DJs Analodjica e Wicctofly.

Quer Analodjica, do duo Heartbreakerz, quer Wicctofly DJ, apostam em sonoridades que, apesar de bem nascidas da música house, não deixam de assumir as suas faces mais Tech House e Techno.
Wicctofly DJ, que já partilhou cabinas com os Masters At Work, Green Velvet, DJ Vibe, Laurent Garnier ou DJ Harvey, tem vindo a actuar em clubs e eventos desde os primórdios do boom da Dance Scene nacional, destacando o Indústria Club do Porto, o Rocks, o Music Box ou as venues do Lx Factory. O Tech House é a sua verdadeira paixão.

Analodjica é um dos elementos das Heartbreakerz, e actuando a solo e em dupla tem vindo a ganhar território nos meandros mais underground lisboetas, percorrendo cabinas desde o Op Art aos afterhours do Europa e ao novo Faktory ao lado de grandes nomes internacionais do Techno.

Uma noite de Lua cheia que promete algumas velocidades em paralelo, a partir das 23 horas. Com entrada livre e limitada à lotação do espaço. A não perder.
Publicado em Eventos
quarta, 20 fevereiro 2013 15:06

Super Bock apoia movimento 'Iphonegraphy'

Chega a Portugal na próxima sexta-feira, 22, o primeiro workshop iPhoneography que pretende dar aos participantes dicas para fotografar, editar e partilhar fotos com smartphones. A iniciativa é promovida pela Super Bock e será ministrada por Daniel Fonseca, no The Decadente Restaurante & Bar, em Lisboa. O workshop é de entrada gratuita com inscrição prévia.
 
O termo iPhoneography resulta da combinação das "iPhone" e "photography" e que consite em utilizar apenas um smartphone para tirar e processar as fotografias, sem qualquer intervenção de outra máquina fotográfica ou computador.
 
Daniel Fonseca é o impulsionador deste movimento em Portugal e foi responsável pela realização da primeira exposição "iPhoneography" em Portugal, no verão de 2012.
Publicado em Marcas

 

Numa parceria entre as promotoras Mais Baixo e a Kalimodjo, vai decorrer no próximo dia 30 de abril (véspera de feriado) a festa de lançamento do Outlook Festival, o melhor festival do mundo da cultura bass. O local escolhido para a Linboa Launch Party foi a Faktory Club, na LX Factory.
 
O evento vai trazer pela primeira vez em Lisboa o projeto Ivy Lab, composto por Sabre, Stray e Halogenix, que se juntaram em 2012. O trio já lançou vários temas nas mais importantes editoras de Drum n’ Bass a nível mundial e editou este ano o EP “Twenty Questions”.
 
O line up da festa conta ainda com AL:X, Groovekid, Xtanki, 404 Not Found, Ruim e Nocturnals. Os bilhetes têm um preço de 8 euros em pré-venda (com oferta de uma cerveja) e 10 euros no próprio dia (com oferta de uma cerveja).
 
O Outlook Festival decorre entre os dias 2 e 6 de setembro, na Croácia, celebrando a cultura soundsystem.
 
Publicado em Eventos
Pág. 1 de 37
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.